Jhon Meyer - Toreador - Camarilla

Ir em baixo

Jhon Meyer - Toreador - Camarilla

Mensagem por No One em Qui Dez 02, 2010 2:11 am

Nome:Tiago
Personagem: Jhon Meyer
Clã: Toreador
Natureza: PEDAGOGO
Comportamento: Bon Vivant
Geração: 10ª
Refugio: Apartamento herdado dos pais
Conceito: Intelectual — escritor


Experiência:


ATRIBUTOS (7 - 5 - 3)

Físicos
- Força: 2
- Destreza: 2
- Vigor: 2

Sociais
- Carisma: 3
- Manipulação: 3
- Aparência: 4

Mentais
- Percepção: 4 [Atento]
- Inteligência: 2
- Raciocínio: 2


HABILIDADES (13 - 9 - 5)

Talentos
- Prontidão:2
- Esportes:
- Briga:1
- Esquiva:
- Empatia:2
- Expressão: 3
- Intimidação:1
- Liderança:
- Manha:
- Lábia:

Perícias
- Empatia c/ Animais:
- Ofícios:1
- Condução:2
- Etiqueta:2
- Armas de Fogo:2
- Armas Brancas:1
- Performance:3
- Segurança:
- Furtividade:2
- Sobrevivência:

Conhecimentos
- Acadêmicos:2
- Computador:1
- Finanças:
- Investigação:
- Direito:
- Lingüística:2
- Medicina:
- Ocultismo:
- Política:
- Ciências:


VANTAGENS

Antecedentes (5)
Fama = 1
Geração = 3
Recursos = 3
Rebanho = 1[3 fans de seus livros]
Mentor= 2
--------------


DISCIPLINAS(3)
-Auspícios = 1
Rapidez = 1
Presença-= 2

-----------



Virtudes (7)
- Consciência ou Convicção: 2+1

- Autocontrole ou Instinto: 2+1

- Coragem: 3+1


HUMANIDADE: 6

FORÇA DE VONTADE: 7


QUALIDADES e DEFEITOS
Bom-senso: (1 ponto de Qualidade) Vontade de Ferro: (3 pontos de Qualidade)
Fobia (Leve):[besouro] (1 ponto de Defeito) Exclusão de Presa:[jovens-orfaos] (1 ponto de Defeito) Intolerancia=Não tolera maltratos a crianças.
Compulsao=Escrever demais,anda sempre com blocos de notas,palm top e outros aparelhos que de para fazer suas anotações e observaçoes



OBS:


PRELÚDIO

Mais dois dias e enfim a festa de formatura ira acontecer,mal posso esperar pelo meu diploma”-pensava Jhon Meyer.Jhon com seus 23 anos de idade iria se forma em letras,na faculdade de de Nova Iorque NYU- NEW YORK UNIVERSITY .Jhon era um jovem que amava escrever,desde seus 14 anos de idade,Jhon já escrevia pequenos livros,e fazia alguns artigos para o jornal da sua escola e ate mesmo para o jornal da faculdade.Jhon se dava bem com seus pais,que se orgulhava dele,por sua educação e respeito para com os pais.Jhon era ilho único ,sua família era de classe media alta.
Era agosto de 2010,Jhon vestia seu terno preto pois a festa de formatura iria começar daqui a meia hora,seus amigos buzinavam na porta de sua casa,Jhon se despede as pressas da família que iria para a festa com o carro da família.Na universidade Jhon recebe seu diploma e rapidamente se dirige para a festa com seus amigos,após festejar ,dançar e beber bastante Jhon se via sendo carregado pelo ombro do pai ao qual o deixava,descansando em seu quarto.
Passado dois meses após sua formatura algo trágico aconteceria..ao chegar em casa chamando por seus pais Jhon não obteve respostas.Estranho,eles já deveriam ter chegado de viagem..”.De repente o telefone toca,era da policia,estavam procurando por Jhon .
- Alo?
-É da residência dos Meyer’s?
-Sim ,aqui quem fala é Jhon Meyer,gostaria de falar com quem?
-Jhon Meyer,filho de Samuel Meyer e Melany Meyer?
-Sim sou,diz logo o que quer já estou ficando impaciente como pode ver!
-Sou detetive Marcus Lancer,lamento informar filho,mas seus pais sofreram um acidente de carro e não sobreviveram...
-O QUE?!Como?(dizia Jhon perplexo sem saber o que dizer),logo vieram as lagrimas e o telefone ficara mudo.. Jhon caia sentado em prantos chorando a inestimável perda dos pais.
Passado 3 semanas após a morte do pai,Jhon tivera a iniciativa de recomeçar a sua vida,queria ser útil para as pessoas,começara a escrever livros de auto ajuda,seus livros alcançara certo números de leitores.Em uma noite rotineira Jhon chegava em casa de um bar após beber amargamente,lembrando de seus pais,quando se joga no sofá Jhon se depara com a visão de uma mulher em meio a penumbra,pensando ser cansaço após um dia cheio,e da bebedeira que acabara de ter Jhon diz:
-Preciso conciliar os meus dias,essa bebida ta me matando”e fecha seus olhos...
Uma voz é dirigida a Jhon:
-Acorde criança,eu não sou uma ilusão.
Jhon abre seus olhos e se depara com uma mulher branca,loira de olhos verdes bem no meio de sua sala!Jhon da um pulo assustado e pergunta:
-Quem é você?como entrou aqui ?
-Calma criança,eu não vou te machucar..Sua voz era doce,sua beleza e seus dotes encantara Jhon.Eu entrei pela porta da frente estava aberta sente-se,precisamos conversar.Jhon se senta assustado e mulher começa a falar:
-Sei que tem muitas perguntas,mas estou sem tempo,me chamo Mary Taylor,digamos que sou uma apreciadora de seus trabalhos.Jhon ficara perplexo com a quantidade de informações que Mary tinha a seu respeito depois de uma longa conversa a mulher se revela a Jhon e diz ser uma vampira.
-Calma não se assuste eu não vou te fazer mal,a não ser que queira dizia a mulher..
-Bem chega de papo furado a proposta a qual falei,é essa:fama,poder,dinheiro imortalidade,eu posso te transformar no que sou,eu sou a cura da sua dor,em mim esta sua chance de dar um novo sentido a sua vida,tudo se fará novo você jamais será o mesmo!
Após o seu discurso tentador Jhon se vê tentado,e aceitara ser abraçado por Mary.!
Logo após o abraço Jhon desfalece nos braços de Mary que,ouve a mesma sussurrar:
-Seria um desperdício tamanha beleza e talento morrer com o tempo..durma criança amanha irei te ensinar as leis da noite...
Após um mês de seu abraço Jhon se despertara mais um dia e pensava “Essas noites de caças com Mary tem sido demais tenho aprendido muitas coisas com ela.”-Jhon após seu abraço mantinha uma relação saudável com sua criadora,caçadas,visitas a museus,bibliotecas,teatros,cinema era quase que semanal,exceto quando Mary tinha seus “compromissos” que impedia a bela vampira de estar com Jhon.
Jhon tem vivido sua não-vida de uma forma em que ele não podia como humano,pois agora Jhon exerce um maior fascínio nas pessoas,uma ida a boate não e a mesma,seu poder de sedução aumentou,o barulho as cores,tudo tinha um sentido novo.Jhon sentia falta da luz do dia e de companias que não tem,das tardes de verão sentado na grama da foto escrevendo seus textos,seus livros.”São tempos que não voltam mais,ate daquele maldito inseto estou me recordando,tsc como eu odeio aquele maldito”-pensava Jhon(Jhon tinha sido picado por um besouro em uma tarde ,quando ele estava sentado na grama da praça,por isso Jhon não gosta de insetos,Jhon também não se alimentara de jovens órfãos,desde que ficou órfão Jhon sente um certo comprazo pela dor destes,já que ele sabe muito bem como ela é.Jhon continuara sua vida de escritor seus livros vendiam mais, as vezes com pseudo-s nomes para não chamar a atenção, como dizia Mary :”Mantenha a mascara,que ela mantem sua cabeça em pé”.

BANCO DE XP
-----

BANCO DE DADOS
-----

ULTIMA ATUALIZAÇÃO: -----
avatar
No One

Data de inscrição : 18/03/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum