Ivar Kroptenko - Tzimisce - Sabá (Nova Ficha de Dave)

Ir em baixo

Ivar Kroptenko - Tzimisce - Sabá (Nova Ficha de Dave)

Mensagem por Songette em Ter Ago 24, 2010 6:00 pm

Nome: Dave
Personagem: Ivar Kroptenko
Clã: Tzimisce
Natureza: Fanático
Comportamento: Sobrevivente
Geração: 8ª
Refugio: Apartamento na zona sul
Conceito: Vingativo

Experiência:


ATRIBUTOS (7 - 5 - 3)

Físicos (3)
- Força: 0+1 = 1
- Destreza: 2+1 = 3
- Vigor: 1+1 = 2

Sociais (7)
- Carisma: +1 =1
- Manipulação: 4+1 = 5 (Especialização: Convincente, Sedutor)
- Aparência: 3+1 = 4 (Especialização: Sedutor)

Mentais(5)
- Percepção: 1+1 = 2
- Inteligência: 2+1 = 3
- Raciocínio: 2+1 = 3


HABILIDADES (13 - 9 - 5)

Talentos (9)
- Prontidão: 3
- Esportes:
- Briga:
- Esquiva: 3
- Empatia:
- Expressão:
- Intimidação: 2
- Liderança:
- Manha:
- Lábia: 1

Perícias (5)
- Empatia c/ Animais:
- Ofícios:
- Condução: 1
- Etiqueta: 1
- Armas de Fogo: 3
- Armas Brancas:
- Performance:
- Segurança:
- Furtividade:
- Sobrevivência:

Conhecimentos (13)
- Acadêmicos: 3
- Computador: 1
- Finanças:
- Investigação:
- Direito:
- Lingüística: 3 (Romeno= língua materna; Inglês, Latim, Russo)
- Medicina:
- Ocultismo: 3
- Política:
- Ciências:
- Koldunismo: 3+1 = 4 (afinidade com Espíritos)


VANTAGENS

Antecedentes (0)
Geração – 5
Mentor – 2
Recursos – 4


DISCIPLINAS (4)
Feitiçaria Koldun – 4
Caminho do Fogo – 4
Animalismo – 0
Auspícios – 0


Virtudes (5)
- Consciência: 1

- Autocontrole: 2

- Coragem: 2+1


TRILHA DE CAIM: 3

FORÇA DE VONTADE: 3 +3 = 6


QUALIDADES
Diablerie Oculta (3pts)
Presente Especial (2pts)

DEFEITOS
Intolerância: Tremeres (-1 pt)
Inimizade de um Clã: Tremere (- 2pts)
Objetivo Condutor: Provar o verdadeiro Poder dos Tzimisce aos Tremeres (-3pts)



OBS:
*Descrição do Presente Especial.
Foi o amuleto que minha Senhora, Iryna, me deu. No começo de toda noite ele deve ser banhado em um ponto de sangue do usuário para que funcione pelo resto da noite. As propriedades mágicas dele permite que as dificuldades relacionadas à Feitiçaria Koldun diminua em 1. Se não for banhado no sangue de quem o possui ele vira um amuleto comum, sem nenhum efeito.


Itens carregados.
1x Colt Phyton 20.3
Dano: 9 / Munição: .327 Magnum / #Pente: 6(tambor) / Alcance: 70m / Peso: 1,6Kg / CdT: Revolver / Preço: Us$ 1.100 *
Spoiler:
* Silenciador opicional - acrescenta 100g ao peso e diminui alcance em 5m
6x Tambores de .327 Magnum
1x Carro
Renault Meganè
1x Celular
1x Colar (Presente Especial)
1x Livro de Rituais
1x Cópia do Livro de Nod

RITUAIS:
Nível 1
O Re-despertar da Água Morta
Rastro luminoso da Presa

Nível 2
Recorrer a Terra Natal

Nível 4
Abraço da Terra
Laços que Prendem


Características Físicas.
Idade Real: 35
Idade Aparente: 20
Altura: 1,73m
Peso: 67 Kg
Cabelo: Castanho Escuro
Olhos: Preto


PRELÚDIO
Bucareste, Romênia.

Durante minha vida era um Estudante de História na Universidade de Bucareste. Todas as tarde após as aulas eu ia até a biblioteca ler. Os anos passaram e durante meu curso fui me interessando cada vez mais pelo mundo obscuro que os autores escreviam. Vampiros, Lobisomens, Fantasmas... Comecei a procurar livros desse tipo de assunto e cada vez me aprofundando mais no assunto. Mas isso tudo não passava de contos, historias doidas escritas por outros doidos. Quando estava no ultimo semestre do curso, eu passei a ir à biblioteca durante a noite, pois durante o dia as tarefas me impediam de ler. A noite era o momento mais tranqüilo para minha leitura, ninguém para perturbar. A única pessoa que aparecia por lá durante as noites era minha velha prima, muito inteligente, Iryna Alexandrova. Ela falava coisas que não tinham nos livros. Vampiros era o assunto que mais discutíamos. Em minha formatura eu percebi o quanto realmente estava só no mundo. Meus pais tinham falecido antes mesmo de eu iniciar meus estudos, toda nossa Família estava morta. Éramos somente eu e Iryna. Era mantido com a ajuda do governo, morando em abrigos cedidos pela Universidade. Ela morava na antiga mansão de nossa família, eu não aceitava muito a ajuda que ela propunha, preferia estudar antes de poder assumir a herança que ela me deixaria. Sua idade era avançada, cerca de 50 anos julgando pela sua aparência. Eu acreditava que ela logo logo morreria. Tempos de Ignorância. Nunca imaginaria sobre a verdade por trás de nossa Família. Certa noite, ela pediu que eu fosse à mansão para conversarmos. Logo que cheguei percebi que a leitura não era só um hobby de Iryna, era uma obsessão. Livros e mais livros, muitas estantes em sua sala de estar. O cheiro de livros antigos era claro. Sentamos para conversar e ela me serviu uma taça de vinho e pegou uma que já estava preparada para ela.

- Iryna: Muito bem Ivan, o que acha dos livros sobre vampiros que você já leu?
- Ivar: Ora Iryna, sabe muito mais que eu que isso tudo que lemos não passa de historias e fabulas.
- Iryna: Não se engane tão facilmente assim meu caro Ivar. A mais coisas nesse mundo entre céu e inferno do que podemos imaginar.
- Ivar: Ora ora Iryna. Esta querendo dizer com isso que Vampiros existem? Acho melhor me dar essa taça de vinho que esta em sua mão, parece que você já bebeu demais para uma noite.
- Ivano: Vou lhe provar meu caro Ivar. Pegue esta taça em minhas mãos e veja por você mesmo. Isto aqui não é vinho, e sim sangue, ou como eu e meus irmãos costumamos dizer, Vitae.

Meio receoso eu me levantava e pegava a taça na mão fria de Iryna. O liquido estava quente, e pela espessura não parecia mesmo com vinho. Levei a taça até minha boca, e realmente, era sangue.

- Ivar: Iryna? Isso é algum tipo de piada? Esta querendo me dizer que você é uma vampira?
- Iryna: Não uma das vampiras que os livros dizem. Somos muito mais complexos e muito mais reais que esses vampiros de livros. Mas sua curiosidade sobre esse assunto me chamou a atenção e por isso o chamei aqui esta noite.
- Ivar: Ora minha querida prima. Deixe disso, vamos ande, pare com essas piadas!
- Iryna: Isso não é nenhum tipo de piada meu caro. E agora passemos ao assunto principal da noite. Deseja se unir a mim? Garanto que podemos preencher o vazio que existe em sua alma.

A noticia de Iryna tinha me pego de surpresa, sempre desejei que vampiros existissem e que eu fosse um deles. Mas nunca tive esperanças de que isso realmente aconteceria um dia.

- Iryna: A sim...se você recusar meu convite terei de te matar, ande rápido e me responda, estou faminta.

Morrer? Tinha que fazer alguma coisa, então deixei meus medos para traz e abracei o convite .... Melhor dizendo, fui abraçado.

- Ivar: Sim Iryna. Eu aceito seu convite. Torne-me um vampiro, assim com.......

Realmente, Iryna estava faminto, mal deixou terminar minha frase e me mordeu no pescoço. Ao menos isso parecia ser igual aos livros.

Quando acordei sentia sede, muita sede. Iryna me explicou que enquanto eu estava adormecido tinha saído para “caçar” e me trouxe uma bela mulher para me alimentar. Seu lindo pescoço me chamava. Alimentei-me dela, sem ao menos sentir remorso. Até mesmo um animal de extinto de sobrevivência, porque um vampiro não teria?
Passei a viver com Iryna a partir daquele dia. Estudando e aprendendo como ela nossos feitiços. Descobri por meio de um livro que Iryna era famoso por exterminar outro clã de Falsos Vampiros, os malditos Tremeres. Malditos Safados mataram nossos membros mais poderosos para conseguirem seus poderes. Espelhei-me em Iryna nisso. Destruir os Tremeres e fazer com que nosso clã fosse reconhecido como os Verdadeiros feiticeiros de Caim era minha meta. Depois de muito estudo e muita pratica consegui manipular perfeitamente meus poderes, e com ele poderia provar a todos o poder de nosso clã. Iryna me ensinou a manipular as pistolas, ela dizia: “Não só nossos poderes são importantes, mas nossas habilidades também. Você deve ser bem treinado em esquivas, estar sempre alerta para um ataque, e sua mira com as armas deve ser impecável.” Sábia mulher.

Infelizmente Iryna e eu sofremos um ataque em nossa própria casa. Um ataque de Tremeres. Safados até nisso. Sabiam que nós dois poderíamos derrotá-los facilmente e nos atacaram de surpresa. Iryna tentou me proteger durante o ataque. Ela derrotou 2 de nossos adversários de uma só vez, enquanto eu destruía um deles. O último que restou acertou Iryna em cheio. Mesmo ele sendo o mais forte do grupo não foi suficiente para derrotar Iryna, Ela conseguiu distrair ele e nós fugimos, temendo que mais dos Malditos chegassem. A única coisa que deu para pegarmos foram 2 livros, depois que estava fora de perigo reconheci os livros que Iryna tanto guardava, uma cópia do Livro de Nod e nosso Livro de Rituais. Saímos de nossa terra carregando conosco só os livros e um punhado de terra para que pudéssemos viver normalmente. Hoje, nos encontramos na América, Refugiados esperando o momento certo para revidarmos contra os Safados. Secretamente Iryna escondia um amuleto, ela me disse que era um amuleto poderoso, que eu não deixasse cair nas mãos de ninguém, ou poderia ser usado contra nós. Ela me ensinou a usar o amuleto corretamente e me deu ele, para que eu provasse meu talento diante a Seita, e começasse a nossa “Vingança” contra os ‘Feiticeiros’ ..... Até mesmo o apelido deles é uma piada, comparado aos Demônios.


BANCO DE XP
5

BANCO DE DADOS
-----

ULTIMA ATUALIZAÇÃO:
-----
avatar
Songette

Data de inscrição : 07/03/2010
Idade : 27
Localização : São Paulo - SP

http://www.nborges.weebly.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum