Galeria de Esgotos de NY

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Galeria de Esgotos de NY

Mensagem por Beaumont em Qui Jul 08, 2010 12:55 pm

]

Esgoto

O esgoto da cidade é como uma grande teia. É possível chegar a qualquer ponto de Nova Iorque, caminhando apenas pelo subterrâneo. Não é qualquer um que está apto a caminhar pelo esgoto sem se perder. Apenas alguns Nosferatu sabem trafegar com naturalidade pelos esgotos. Apesar do mal-cheiro, dos ratos e das baratas, ainda é possível achar moradores de rua, em condições desumanas dentro do esgoto.


Atualmente, estação de água e esgoto de Nova Iorque, está passando por algumas mordenizações. O governo pretende entregar a obra o mais rápido possível. Por isso é comum, ter homens trabalhando também no período da noite. Devido isso, uma série de desaparecimentos vem acontecendo na obra. As autoridades investigam o caso, mas até agora nada foi descoberto.


Há rumores de que uma criatura assombra os esgotos, mas isso nunca foi confirmado. Alguns Nosferatu garantem já ter visto uma enorme silhueta peluda, mas nada foi provado. Por via das dúvidas, os Nosferatu estão formando grupos para trafegar nos esgotos. Alguns até mesmo estão saindo à caça da suposta criatura, porém continua sem resultado algum.



Caminho Para Manhatan

O caminho para area de NY é longo e retilineo , Graças ao canal do reduto que passa por debaixo da ponte do rio hudson . Não tem erro , O caminho é demorado e se seguir a pé 1/4 do dia seria gasto devido a incrivel distancia , contudo , o caminho é seguro para os nosferatus e sem duvida os nosferatos conseguem percorrer o mesmo caminho em muito menos tempo do que isso ( devido o conhecimento dos esgotos da cidade é reduzido em 1 hora pra cada ponto nesse conhecimento )


Canal Abaixo do Rio Hudson



Ao chegarem na parte que constitui Manhatam por debaixo da terra , não será dificil encontrar o reduto dos nosferatus ( Na verdade não é você que encontra o reduto , são os nosferatus que te encontram ) Os nosferatus da camarilla desta região não são hostis , com outros membros da camarilla ou Independentes , apenas tente não zombar de sua aparencia e nem tentar tirar vantagem dos mesmos . Informações podem ser de grande avalia nos esgotos , se você tiver como comprar pode obter qualquer tipo de informação com Nexus . O principal c olaborador de informações de Manhatan .

Reduto Nosferatu .( Esta area é apenas conhecida pelos proprios nosferatus da camarilla . Independentes e Saba devem obter o conhecimento deste local on game )

Nesta Galeria , a ninhada é que a ninhada pode ser encontrada . As reuniões aqui não são regulares , mas toda vez que acontecem , são demonstradas de maneira a se aprsentar bastante hospitalidade e consideração uns com os outros . Eles são os unicos que podem contar e os unicos que sempre contarão . Essas reuniões entre a ninhada são comumente chamadas de "recepção" e abrangem o unico proposito de organizar a pequena estrutura do cla com troca de informações e proteção . Essas reuniões são feitas envolto de toneis de chamas e com poucos nosferatus em questão . Possui um ambiente propicio pra que que possam passar a noite em segurança .





Caminho Para o Bronx

A parte mais isolada dos esgotos da cidade , Nesta area o aparecimento de membros nosferatus independentes é maior . Mesmo que seja apenas 1 ou 2 isso bom pouquissima frequencia . Normalmente esta ala é abandonada . Servindo apenas para que os nosferatus chegem atraves dos esgotos em direção a parte do Bronx , em direção ao Hospital , ou a Boate Freedom .



Caminho Para a Camara abandonada . (O caminho para a Camara Abandonada é Alcançado Seguindo pelo Central Park ou por Mahattam )



Boatos e Formação de do Circulo de Caça a criatura :

Há rumores de que uma criatura assombra os esgotos nessa area , mas isso nunca foi
confirmado. Alguns Nosferatu garantem já ter visto uma enorme silhueta
peluda, mas nada foi provado. Por via das dúvidas, os Nosferatu estão
formando grupos para trafegar nos esgotos. Alguns até mesmo estão saindo
à caça da suposta criatura, porém continua sem resultado algum.



O criador do Circulo de Caça fora formado pelo Neofito "BlackNeck" que juntamente com outros carniçais e alguns membros brujahs da cidade estão inciando suas investidas em direção ao local . Pelas noites que se seguem , Suas principais estratégias envolvem um uso de percepção e procura pro rastros atraves dos animais carniçais . Mas ainda não se houve qualquer sucesso . No elysio de NY existem aguns panfletos pedindo auxilios de qualquer membro que possa e queira ajudar de alguma forma .





_________________
/  
Agradecimento a todos os players que gostam da minha narrativa  cheers clown cheers
Melhor Cronica Oficial  = 2008/2009/2010  - A Mascara de Vênus - Herança do Mal
Prêmio Narrador-Grão-Mestre = Por tempo de Narrativa Storyteller
Prêmio Pilar de Vegas = Por Coordenação da Cidade. 
Narrando no fórum desde 2005
avatar
Beaumont
Administrador
Administrador

Data de inscrição : 06/03/2010
Idade : 29
Localização : Aracaju/SE

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Galeria de Esgotos de NY

Mensagem por Songette em Sex Jan 28, 2011 11:46 pm

Bom, pessoal, estarei narrando os esgotos de agora em diante, então sintam-se livre para postarem ^^
avatar
Songette

Data de inscrição : 07/03/2010
Idade : 27
Localização : São Paulo - SP

http://www.nborges.weebly.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Galeria de Esgotos de NY

Mensagem por ThomasTurbando em Qua Mar 02, 2011 5:47 pm

“Aqueles malditos”. Chád não era um homem complicado, embora não fosse mais um simples humano ainda queria coisas simples. ”Não é como se pudessem fugir”. Vingança.

Depois de ter matado o primeiro dos três executores que o vitimaram (São agora 2 executores e 1 mandante). Chád tinha que superar alguns empecilhos geográficos (como a distancia) para dar continuidade a seus planos. ”Não depois do que fizeram conosco”. O Samedi não tinha ciência se os outros sabiam ou não do desaparecimento daquele em quem já dera fim. (Veja o Prelúdio já peguei um executor lá) Mais isso não mudava as intenções do Samedi. ”Eles vão pagar”. Tinha poucas informações mais ate onde sabia ao menos um deles morava em NY portanto ainda que temporariamente teria de se deslocar para essa cidade. ”Essa cidade é da Camarilla”. Não sabia muito sobre NY mais ao menos com um prédio tão “modesto” quanto o Empire State, não era difícil supor onde deveria se apresentar. “ Melhor bancar o escoteiro ate poder me dar a alguns luxos”. Não seria fácil conseguir a permissão para ficar nesta cidade, o Samedi não tinha muito com o que barganhar mas tinha alguma confiança em sua maior arma (a língua). Se conseguisse a permissão para ficar no domínio ele teria a “tranqüilidade” que queria para localizar seu alvo e preparar sua vingança sem ter que ficar correndo dos Algozes. ”Não quero cães nos meus calcanhares”.

E por querer preservar a “Mascara”, o Samedi estava entrando na cidade pelos esgotos. Como sua aparência era uma quebra aberrante da mascara e seu sangue não tinha força suficiente para ocultar a carne apodrecida de olhos mortais. Não era seguro usar a superfície. ”Que fedor”. Não que o marginal estive apreciando o passeio, podia sentir aquela água imunda deslizando por sua carne já tão sensível. ”Como se andar por aqui já não fosse agradável o suficiente”. O medico de indrole questionável demonstrava sinais de irritação, mentalmente já calculava dias para conseguir limpar e desinfetar todas as feridas embebidas agora na água imunda. ”Não pensei que diria isso mais ainda bem que estou morto”. Ser medico tinha esses inconvenientes, por mais que não fosse melhorar ainda costumava enfaixar e desinfetar suas feridas em uma tentativa infrutífera mais constante de amenizar os males em sua pele, (Resultado de ser queimado vivo e da fraqueza samedi) ver toda aquele quantidade de esgoto encostar em seu corpo o fazia pensar nas mil e uma doenças que poderia contrair se ainda estivesse vivo. ”Melhor parar de me preocupar com isso”. Ainda assim ele estava morto, tinha de continuar em frente e se desapegar de alguns medos mortais. ”Tenho que encontrar um refugio aqui, e vou precisar de luz elétrica”. Haviam coisas muito mais importantes as quais devia dar atenção, como se mudaria para cá, precisava providenciar transporte e um abrigo seguro para o corpo de sua Irmã também. “Assim que tiver conseguido minha permanência aqui e puder te dar alguma segurança, vou trazer o seu corpo Maninha”. O Malandro não se importava com muitas coisas alem dele mesmo, mas a Irma que lhe tiraram era insubstituível. Ele não deixaria que os afastassem de novo se mesmo agora com essa barreira tão clara ainda conseguiam se ajudar e permanecer juntos. ”Só tenho que arrumar algumas coisas primeiro”. Encontrar um local adequado, conseguir permanência na cidade, reforçar esse local adequado, preparar pontos de fuga desse local adequado, preparar o transporte para o corpo, e então acomodar o corpo de minha irmã. ”Depois disso”. Eu e ela nos vingaríamos daqueles trastes.

OFF -> Aparência: Um cadáver vitimado com queimaduras por todo corpo que ainda aparentam estar em carne viva. Seqüelas do fogo que jamais chegaram a se curar gerando um estado pegajoso e purulento entre a carne viva das queimaduras não curadas que em alguns locais aparentam estar infeccionando e a inconveniência do tempo de suas feridas, que não criam casca ou mostram qualquer melhora, secretando constantemente nas ataduras que lhe cobrem todo corpo. Estas ataduras o ocultam completamente, com exceção dos orifícios da face (as roupas são melhor descritas logo abaixo em Vestimentas).

Obs. O cheiro de carne queimada vem se tornando mais forte e podre com o passar do tempo.

Vestimentas: O Ser repulsivo usa uma placa de metal em forma de capacete por sobre o crânio que como todo o corpo do mesmo é oculta por bandagens a percorrer e atar o Ser, diminuindo relativamente sua purulência, alem de protegê-lo da luz tão letal a pele sensível e nunca restabelecida após o assassinato encomendado. As únicas partes não cobertas pelas ataduras são os orifícios dos olhos, orelhas e boca.

Sendo ainda a boca e as orelhas tapadas por panos secundários fazendo com que seus olhos sejam a única parte visível de todo corpo. (Como exposto na Imagem Abaixo).

Imagem: http://www.skyanimes.kit.net/Rurouni/bscap058.jpg

(Ignorem o cabelo aparente da imagem, meu personagem possui poucos ramos remanescentes e os que ainda possui estão completamente ocultos pelo capacete por sobre o crânio e as ataduras. Também ignorem a pequena faixa horizontal azul, na imagem logo a baixo. Considerando apenas as bandagens brancas).

Imagem: http://www.ltrafa.altervista.org/q_personajes/makoto.jpg

Também usa luvas (mãos) e botas (pés) de couro por cima das ataduras destas respectivas áreas (mãos e pés), não veste blusa ou calça mas quando deixa os limites de seu refugio leva na cintura um coldre (para quando as coisas fogem ao controle), costuma se cobrir com um manto com capuz e de tonalidade escura para não se destacar na noite e ocultar sua natureza, alem de melhor o proteger da luz mesmo que noturna. Seus olhos não costumam vir a ser visíveis enquanto esta com o capuz do manto e normalmente quando tem de ir a lugares fora de seu refugio leva também óculos escuros pos a luz tende a feri-los mas caso se tornem visíveis são castanhos e seu olhar transmite uma personalidade forte e uma inteligência maldosa.

Equipamentos: Capacete (armadura para o crânio), nível de armadura 4 (impede a perfuração por balas). As vestimentas já descritas, alguns equipamentos médicos (principalmente bandagens) e fita adesiva (útil para varias finalidades).

Armas: Facas – Conjunto de Bisturis Médicos – Dificuldade 4 – Dano Força + 1 – Quantidade 8 Bisturis – Localizados em um estojo deixado em um bolso de pele feito através da disciplina Thanatosis.

Pistola Pesada – Linebaugh – Calibre .475 – Dificuldade 7 – Dano 7 – CdT 1 – Pente 6 – Ocultabilidade J – Alcance 40m – Localizada em um coldre no quadril que é coberto pelo manto.

Escopeta – Remington 870 – Calibre 12 – Dificuldade 6 – Dano 8 – CdT 1 – Pente 8 – Ocultabilidade N – Alcance 20m – Normalmente deixada em seu refugio para situações emergenciais.

Obs.: As armas foram retiradas do Guia do Jogador e os bisturis adaptados a partir das estatísticas de facas mostradas no mesmo livro.<- OFF

A minha ficha já foi aprovada se quizer consultar esta aqui: http://vampiros-a-mascara.forum-livre.com/t1236-chad-samedi-independente

avatar
ThomasTurbando

Data de inscrição : 22/02/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Galeria de Esgotos de NY

Mensagem por Songette em Seg Mar 07, 2011 12:03 am

@Chád

O cheiro da água fétida parece aumentar cada vez mais. Há um cheiro de carne podre no ar, mas Chád não tem como saber se o odor vem de seu corpo misturado à água suja, ou se vem de alguma fonte externa.

Além dos sons da água correndo lentamente, e de alguns pingos caindo dos canos enferrujados, o silêncio impera.


Spoiler:

Teste de Percepção + Prontidão (Dif 7), 7 dados
9, 4, 10, 9, 1, 4, 4 = 2 sucessos

Apesar de virar-se para confirmar, Chád tem a sensação de estar sendo seguido, e tem certeza de que não é sua imaginação.

avatar
Songette

Data de inscrição : 07/03/2010
Idade : 27
Localização : São Paulo - SP

http://www.nborges.weebly.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Galeria de Esgotos de NY

Mensagem por ThomasTurbando em Qua Mar 09, 2011 2:39 am

A caminhada, se estendia e estendia. Aparentemente ainda longe de chegar. “Isso não termina”. Alem disso era fácil perder a noção aqui em baixo, não sabia a quanto tempo estava andando mas já devia estar assim a um bom tempo.

“Que droga”, Nem sabia dizer se estava mesmo indo a Manhattan como era minha intenção. ”é tudo igual aqui em baixo”. Não era um navegador competente. ”Bosta”. Literalmente.

- Harr! Fico agoniado quando o resíduo mais sólido que liquido adere a minha perna. ”Deixa pra lá continua andando”. Mas tento não pensar muito nisso. Era pior quando parava pra pensar no meio do que estava andando.

Que cheiro, ”Puta que pariu”. deixo de respirar. ”E os nosferatu fazem isso parecer fácil. Bastardos”. Nem sabia se o cheiro era meu ou do lugar, possivelmente talvez ate uma mistura de ambos. ”Se tivesse de respirar agora ia acabar vomitando”. Andar por aqui não é nada fácil, não recomendaria a alguém cujo estomago ainda funcione. ”Talvez se apertar o passo.” Não chego a correr pois não seria prudente, mas acelero um pouco a caminhada. Não sabia se ainda tinha muito que andar, mais chegar lá um pouco mais rápido não faria mal. ”Consigo me adaptar a isso”? Tirando o obvio desconforto te andar por ali, ainda tinha de me preocupar com a “navegação” e possíveis surpresas desagradáveis. ”Acho que vai ser difícil”. Não muito motivado continuo andando tentando me manter atento e não me perder se já não estivesse perdido.

Apesar de virar-se para confirmar, Chád tem a sensação de estar sendo seguido, e tem certeza de que não é sua imaginação.

”Ótimo”. Volto a me virar a frente e continuo andando, tentando dar a entender ter desconsiderado qualquer perigo mas na verdade. ”Tenho companhia então. Um Nosferatu”? Tento ficar o mais alerta possível, para o caso de um ataque surpresa e continuo andando e disfarçando ate encontrar uma curva no túnel. Vamos ver quem é. Assim que termino de curvar, saindo momentaneamente do campo de visão de quem me segue forço meu sangue a funcionar me ocultando na escuridão. (OFF Ativo Ofuscação I OFF). Aonde espero atento e pacientemente tentando descobrir quem e mais importante o que me segue.

(OFF Lembrando que tenho a qualidade “Noção do Perigo” OFF)



Última edição por ThomasTurbando em Qua Mar 09, 2011 2:26 pm, editado 1 vez(es) (Razão : Colocando um pensamento em azul.)
avatar
ThomasTurbando

Data de inscrição : 22/02/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Galeria de Esgotos de NY

Mensagem por Algis em Sex Mar 11, 2011 6:29 pm

Saulo, junto com Jhon e Dimitri, estacionavam o carro. Saulo pega o mapa impresso e mostra aos três:

Aqui está o mapa, pelo visto estamos aqui Saulo aponta com o seu dedo no mapa

Saulo dá as lanternas para os três e espera a posição dos demais, Saulo havia liderado nada na vida, mas seu Status e experiência lhe davam crédito

Devemos começar por esta área Saulo continuava a apontar com o dedo, mas traçando um um caminho

Se precisar fazer algum teste faça

Bom, senhores vamos? Saulo é gentil com ambos
avatar
Algis

Data de inscrição : 09/03/2010
Idade : 25
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Galeria de Esgotos de NY

Mensagem por George Nickson em Dom Mar 13, 2011 9:58 pm

_ Você tem certeza que eles ainda estão por aqui, Arthur?

_ Sem dúvida...

Até ontem eu tava com a vida calma e ganha, havia ido ao culto setita, mas na volta Arthur, o espírito ligado a mim, quando não-vivo era baali, me atentou para algo pouco corriqueiro. Os malditos do sabaat estavam a minha procura novamente. Desta vez minha habilidade de interpretar o futuro não me ajudou, se não fosse pelo baali eles teriam me encontrado.

Desde que decidiram me ter como um dos seus integrantes por causa de meus conhecimentos antigos na feitiçaria do meu clã eles me seguiram até o Egito e pelos Estados Unidos.

Fui perseguido até aqui, essa galeria de esgotos, mas alguma coisa os afugentou, parece que havia rumores que cercavam os esgotos, mas eu não poderia voltar por ali... teria que encontrar outra saída.

_ Ainda bem que não será minha roupa a ficar suja.

_ Cala a sua boca e vai na frente, me diz qual caminho é sem saída para eu evitar. - falei enquanto retirava meus óculos para limpar a úmidade neles, a falta de luz naquelas galerias me permitia a isso, também me movimentava através da luz produzida pelo meu celular, ainda bem que comprei do modelo que vinha com lanterna, também tinha uma lanterna de chaveiro, fraca, mas poderá ser útil. É melhor eu parar de falar e continuar a me mover antes que eles decidam vir atrás de mim novamente
avatar
George Nickson

Data de inscrição : 13/03/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Galeria de Esgotos de NY

Mensagem por Dave em Sab Mar 19, 2011 7:57 pm

OFF: To assumindo a narração no lugar da Song queridos players.



ON
@ Chad

O Samedi se esconde nas sombras, esperava até que alguém, ou algo que o seguia passasse direto, mas nada... Alguns segundos se passam e a única coisa que ele continuava a ouvir eram os pingos da água fétida caindo dos canos enferrujados na galeria. Deixando toda a apreensão de lado ele consegue se manter calmo ainda colado perto das paredes. E agora? Arriscaria a sair da “segurança” da ofuscação ou continuaria ali?

Spoiler:
Chad rolou 3 dados de 10 lados com dificuldade 7 para auto-controle que resultou 1, 7, 10 - Total: 1 Sucessos

@ Mikel

Mikel seguia pelos corredores úmidos e mal cheirosos do esgoto da cidade. A água podre misturado com tudo que o mundo da superfície rejeitava enchia seus calçados com o liquido um tanto quanto duvidoso, o cheiro de azedo o deixaria com os olhos lagrimejados se ainda fosse necessário.

Com certeza ele já havia deixado os membros do sabá para trás, poucos eram corajosos de entrar no mundo subterrâneo dos Nosferatus. Mas agora ele tinha que se preocupar com o que conseguia enxergar, ou com o que não conseguia, pouca coisa podia ser iluminado com a luz fraca de seu celular. Míseros segundos se passam e Arthur volta.

- Seguinte, tem um caminho a esquerda sem saída ali na frente.

Só cabia ao Setita agora escutar seu companheiro espiritual ou seguir pro conta própria. Tudo que ele sabia é que estava sozinho ali dentro.

Spoiler:
Mikel rolou 7 dados de 10 lados com dificuldade 7 para percepção + prontidão que resultou 6, 9, 5, 1, 2, 3, 5 - Total: 0 Sucessos

@ Algis e Dimitri
Esperando post do Dimitri.
avatar
Dave

Data de inscrição : 09/05/2010
Idade : 21
Localização : So far away

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Galeria de Esgotos de NY

Mensagem por Chris Yates em Sab Mar 19, 2011 8:53 pm

- Bom, senhores vamos?

- De certo que sim. Oh céus... Que lugar fétido.


O Toreador tampava o nariz e a boca com a manga de sua roupa. Mesmo não respirando mais, ainda era plenamente capaz de sentir cheiros, e aquele era terrível. Quase o dava náuseas. Procurou não pensar naquilo. Puxou sua arma, uma desert eagle e então colocou um cartucho de munição nela perguntando: - Bem... Monsieurs. Alguém aqui sabe manusear armas?

Após ter dito isto, Dimitri encaixou o pente na arma, fazendo uma cena clichê daquelas que se vê em filmes de ação. Embora eles tenham dito que não haveria combates, nunca se sabe o que esperar dos asquerosos Nosferatus. E isso era o que ele reforçava dizendo: - Eu sei que nós não vamos entrar em combate, mas é sempre bom estar pronto. - O Toreador colocou a arma já carregada de volta no coldre, desabotoando o casaco para que ficasse mais fácil pegá-la.
avatar
Chris Yates

Data de inscrição : 05/04/2010
Idade : 47
Localização : Onde você quiser

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Galeria de Esgotos de NY

Mensagem por Dave em Sab Mar 19, 2011 9:24 pm

Spoiler:
Dimitri rolou 4 dados de 10 lados com dificuldade 7 para inteligencia + investigação que resultou 4, 8, 5, 5 - Total: 1 Sucessos
Algis rolou 5 dados de 10 lados com dificuldade 7 para inteligencia + investigação que resultou 7, 7, 5, 6, 5 - Total: 2 Sucessos

Os três toreadores examinavam os mapas e conseguem traçar um caminho até onde seria mais provável ser o Covil do Barão, Dimitri imaginava já ter alguns contra-tempos e prepara sua arma já Jhon e Saulo entravam desarmados. Assim que a tampa do bueiro foi tirada o fedor terrível chegou até suas narinas, para três Toreadores entrar aquele local já era quase uma tortura, tudo que eles queriam era realizar a tarefa o mais rápido possível.

De acordo com o tempo que vão passando pelas galerias mal cheirosas Saulo vai iluminando o mapa e tentava não se perder naquele labirinto. Virava esquinas, passava por esquinas sem que ninguém lançasse uma conversa.

Spoiler:
Algis rolou 5 dados de 10 lados com dificuldade 7 para percepção + prontidão que resultou 7, 10, 7, 5, 2 - Total: 3 Sucessos
Dimitri rolou 1 dados de 10 lados com dificuldade 9 para percepção + prontidão que resultou 5 - Total: 0 Sucessos

Em uma das inúmeras esquinas os três se deparam com o primeiro obstáculo, aparentemente no mundo superior eles deviam estar sobre uma avenida principal, mas ali no reino inferior eles estavam sobre um córrego, devia ter uns 3,5 metros de largura e a correnteza era forte o suficiente para arrastar um homem adulto. Entre todo o barulho da correnteza da água Saulo consegue ouvir um som, não muito estranho, um passo, quase que irreconhecível, não muito longe deles, mas ao tentar ver o que era não consegue distinguir nada alem do mesmo escuro pelo que eles vieram. John diz baixo ao seu lado mas Dimitri não consegue ouvir.

-Já estão aqui.
avatar
Dave

Data de inscrição : 09/05/2010
Idade : 21
Localização : So far away

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Galeria de Esgotos de NY

Mensagem por George Nickson em Sab Mar 19, 2011 10:11 pm

Meus pés, eu tinha certeza, estavam sujos com, droga melhor nem comentar.

Arthur levou poucos minutos para voltar, era últil alguém poder andar sem ser visto, ainda mais num momento como esse em que a luz do meu celular não era suficiente.

- Seguinte, tem um caminho a esquerda sem saída ali na frente.

_ Ótimo, então vamos para a direita.

Me viro apontando o celular para ver se ninguém realmente me seguia, então eu sigo o outro caminho que supostamente não estava sem saída e vou adiante procurando por uma outra forma de sair longe desta área, eu sabia que andaria bastante...
avatar
George Nickson

Data de inscrição : 13/03/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Galeria de Esgotos de NY

Mensagem por ThomasTurbando em Sab Mar 19, 2011 10:54 pm

(OFF Bem vindo cara, vamo com tudo então. Very Happy OFF).

Algo parecia estar me seguindo mais não conseguia encontrar “Nada”! Estava mesmo sendo seguido? Estava ignorando um grande perigo ou estava sendo apenas paranóico? ”De qualquer forma esperar um pouco não fará mal”. Não me parecia inteligente voltar a andar como se nada tivesse acontecido, portanto prolongo meu silencio e imobilidade ainda aguardando atentamente que “algo” ou “alguém” se mostre. ”Não tenha presa eu não vou a lugar algum”. Falo precavido em pensamentos não disposto a me precipitar nem a me por em perigo. (OFF Comportamento perfeccionista OFF). Em alguns momentos mesmo sinto a inquietude e excitação crescer dentro de mim mas reprimo esse impulso e me mantenho observando ate que algo aconteça ou que considere que o perigo passou. (OFF Ou seja meu personagem vai ficar observando imóvel e se valendo da Ofuscação ate que algo aconteça ou que ele esteja a + ou – duas horas ali antes de voltar a andar ainda mais atento e cuidadosamente do que antes OFF). Devia ser um nosferatu já que os esgotos não costumavam ser “tão populares” com outros seres. ”Se for nosferatu, pode ser útil e devo conseguir negociar, ate adquirir algumas referencias quanto a esta cidade.” Mas para se manter a “imortalidade” é necessário alguma prudência e preferia não me expor primeiro, se algo estivesse ali que ele o fizesse antes de mim.

Se - ou + Duas horas tiverem se passado e nada tenha acontecido voltarei a andar, pois terei intendido ser "apenas uma imprensam " talves ate um delirio de uma mente se acostumando a ver maldade e inimigos em tudo.
avatar
ThomasTurbando

Data de inscrição : 22/02/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Galeria de Esgotos de NY

Mensagem por Algis em Dom Mar 20, 2011 1:38 pm

Aquele cheiro era insuportável, Saulo queria sair dali o mais rápido possível, ele pega um lenço que está em seu bolso e tapa seu nariz, o toreador anda iluminado o mapa, quando se deparam com um córrego, a correnteza era muito forte

Isso pode me levar esgoto abaixo...

O pensamento de Saulo é interrompido por um barulho de passos, ele consegue ouvir que está perto, Saulo desliga sua lanterna, e a guarda, Saulo tenta ver no escuro, mas não vê nada, Saulo usaria "sentidos aguçados", mas o mal cheiro daquele lugar, se tornaria mais forte e com certeza ele sucumbiria a distração então Saulo usa Percepção da Aura, para detectar a criatura

Uso de 1pdfv para o teste de Auspícios 2

avatar
Algis

Data de inscrição : 09/03/2010
Idade : 25
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Galeria de Esgotos de NY

Mensagem por Dave em Dom Mar 20, 2011 10:04 pm

@Chad

Chad continuava ali, parado, concentrando todo o sangue amaldiçoado que tinha em seu corpo pútrido e mal cheiroso para permanecer ofuscado, e até então tudo ainda permanecia em silencio, se passaram alguns minutos e ele pode ouvir talvez o barulho mais horripilante que ele já possa ter ouvido em sua não-vida.

Enquanto ouvia o som que ele julgava ser um rugido, misturado com uma respiração difícil e ofegante, ele viu um vulto escuro arrastando o pé direito na água podre do esgoto, tudo que ele conseguia ver era um cabelo negro cobrindo o rosto, em suas mãos cheias de feridas escorrendo um liquido viscoso e preto ele carregava um outro homem, tão feio quanto ele, esse o Samedi conseguia enxergar um pouco mais, tinha uma boca muito fora do anormal, cheio de dentes afiados como uma serra e pele escura e enrugada.

Assim que eles passaram por Chad, o Samedi pode ouvir alguns gemidos vindo do homem que estava sendo arrastado, julgando pela situação e pelas poucas palavras roucas vinda da boca do homem ele pedia por ajuda. O outro homem que arrastava o Nosferatu parou, deu uma respirada longa, como se estivesse farejando o ar, sem ao menos se importar com o odor do local e olhou em direção a Chad, fazendo seu corpo todo estremecer, suas mãos começavam a tremer e seu corpo queimado começava a suar algumas gotículas de sangue por toda a superfície, o medo em seu corpo era tanto que sem que percebesse sua ofuscação cessa.

Spoiler:
Chad rolou 5 dados de 10 lados com dificuldade 8 para coragem que resultou 3, 1, 4, 8, 2 - Total: 0 Sucessos

Os dois seguem em sua caminhada lenta até que sumissem da vista do Samedi. A única coisa que ele sabia é que agora 2 Nosferatus já sabiam que ele estava ali.

@ Mikel

[b]O Setita fizera exatamente o que seu companheiro Espiritual já o tinha avisado, a única diferença é que dessa vez ele começava a olhar a sua volta em vez de só olhar para frente.

Ele continuava andando pelos corredores úmidos e fedorentos, sempre segundo o Baali que o acompanhava, até que em uma das encruzilhadas ele se depara com um dos habitantes do mundo subterrâneo, Um nosferatu.

Spoiler:

- Ora ora, um vil habitante do mundo superior aqui em nossos tuneeeis. Diga de uma vez o que quer aqui ou vai ter muitos problemas bonitinho.
avatar
Dave

Data de inscrição : 09/05/2010
Idade : 21
Localização : So far away

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Galeria de Esgotos de NY

Mensagem por ThomasTurbando em Seg Mar 21, 2011 5:13 pm

Continuo minha “vigília” por algum tempo, não sei exatamente quanto tempo me dediquei a isto, mas em determinado momento tive minha resposta. ”Não era paranóia.” Alguma coisa realmente estava ali. ”Merda”!

O rugido grutural que ouvi, fez meu corpo se enrijecer, de repente não tinha mais a vontade para mantê-lo “vivo”, havia voltado a ser um cadáver rijo e imóvel como qualquer outro. ”Droga! Droga!” Mais o que me mantinha assim não era a morte, esta já se abatera sobre mim há algum tempo.

Hoje, o que me paralisou foi o medo. ”Droga! Droga!” Foi uma surpresa amarga, não pensei que pudesse estar tão despreparado como percebia estar mas tinha de fazer algo rápido. ”Para com isso pensa com calma em alguma coisa, não é o fim do mundo. Para de bancar a bicha”! A respiração sôfrega que vinha ouvindo aumentava meu já imenso nervosismo e quando finalmente vi o vulto não pensei em nada se não correr, e correr e correr ate que cada músculo podre tivesse se decomposto pelo uso excessivo, quando felizmente não me importaria por já estar a quilômetros dali.

”Droga”! Mais eu não me movia, ainda preso naquele estado patético de paralisia. ”Ai meu Deus”! Não que fosse um bom crente, mais não é preciso ser “um fiel” para recorrer a ele nas dificuldades. ”O que?” Meu pânico era tão imenso que não conseguia digerir o que estava vendo. Não entendia se o que arrastava estava vitimando ou ajudando o arrastado. O que estava sendo arrastado pedia ajuda mais ajuda quanto ao que? Contra o outro que o arrastava? Porque dois nosferatu estariam se desentendendo? E claro mais importante que qualquer outra coisa e quanto a mim? Eles me atacariam?

Meu pânico era tão intenso que não conseguia ser “racional”, não “pensava” como sei que “pensaria” se fosse outra situação, se não estivesse tão claramente fora de mim. ”Calma, calma, calma!” A única coisa muito clara aqui é que eles estavam me vendo agora. ”Estou Fudido!” Não sabia ao certo quando me tornei visível, estava em pânico então isso podia ter se dado há muito tempo sem que me desse conta. Mais agora que tinha constatado isso era como se fosse o fim.

”Atira”! Estar armado pareceu então me dar uma mórbida esperança, talvez fosse a única segurança que tinha neste momento. Mas estava tão horrivelmente apavorado que chegava a ser ridículo. Estava suando, tremendo e expelindo sangue de vários pólos em torno do corpo. Se estivesse conseguindo pensar plenamente teria vergonha de ser visto assim. Creio que daria graças por meu manto longo ocultar um pouco a figura revoltante de minha covardia plena mais como bem sabem naquela hora não estava pensando nisso.

Permaneci estático, paralisado do começo ao fim enquanto agora que começavam a se afastar “pude respirar” de novo. Conseguia pensar de novo, me mover de novo, e claro perceber minha própria fraqueza. O qual facilmente conseguiriam me matar se esta tivesse sido sua vontade? ”Não estou preparado sequer para falar com um nosferatu que nem consegue gritar por ajuda e outro com as mãos “ocupadas”? Perceber o tamanho opressivo de minha vulnerabilidade foi um golpe e tanto, era revoltantemente patético. ”Puta que pariu o que ta acontecendo comigo?” Algo assim nunca teria acontecido comigo quando vivo, nunca teria deixado uma oportunidade escorrer desse jeito. ”Estou mais fragilizado do que pensei”. Percebia agora o que toda aquela sucessão de merda na minha vida e mesmo a minha transformação “nisso” tinham me feito. Eu tinha perdido a capacidade de “agir sobre pressão”, qualquer “coisinha” já era suficiente pra me colocar em um estado estranho de catatonia. Tinha me tornado pateticamente fraco. ”Fodasse, chega dessa bichisse. Se tiver algo que eles possam me acrescentar vão acrescentar. Sempre peguei o que quis sem dar nada em troca. Isso era minha única habilidade quando vivo, o que me fez conseguir chegar a comer e banco a faculdade da Sarah. Mesmo tendo aquela porá de mãe. Eu cresci, ate cheguei a me formar. Eu vivi! E isso é mérito meu. Não sou um merda qualquer. Sei o que fazer e quando fazer. Chega de ser esse merdinha patético ai, porra! O Chád ta de volta. Uma chama estranha havia se acendido dentro de mim e com ela negava o episodio patético que tinha acabado de acontecer, aquela figura tremula e assustada não tinha nada a ver comigo, eu não era assim. Eu serei o que quiser quando quiser! (OFF Natureza Malandro OFF) Olho na direção que eles tomaram vendo se ainda estavam dentre o alcance da minha visão. (Se ainda conseguir velos direi) – Esperem. (Mostrando não ter intenções hostis). – O que houve com ele? Ajuda-los poderia me render algo? Ou o Perigo não valeria a pena? De qualquer forma estava disposto a descobrir.

(OFF Narrador não ficou bem claro pra mim, o que estava sendo arrastado estava pedindo ajuda contra o que o estava arrastando? De qualquer forma quero um teste de empatia sobre estes Dois (o que arrastava e o que era arrastado) quero qualquer informação extra sobre eles que você puder me dar. Para escolher como proceder e mesmo se tentarei aborda-los ou me afastarei indo para um túnel diferente OFF).
avatar
ThomasTurbando

Data de inscrição : 22/02/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Galeria de Esgotos de NY

Mensagem por George Nickson em Seg Mar 21, 2011 7:56 pm

Os meus passos eram guiados pelo baali, sabia que faltava muito para chegar a uma saída segura.

Meus pés, agora mais úmidos do que imundos, paravam repentinamente.

_ Oh, oh, Mikel, temos companhia.

_ Tsc - eu não esperava que eles apareceriam tão cedo, que merda.

- Ora ora, um vil habitante do mundo
superior aqui em nossos tuneeeis. Diga de uma vez o que quer aqui ou vai
ter muitos problemas bonitinho.

_ Será que levo o "vil" como elogio? - meu tom era sarcástico - Sei que estou em seu território, mas não se faz ameaças a alguém que está em maior número - eu queria manter o nosferatu com um pé atrás, sabia que ele não podia ver Arthur, se eu ou o baali não quizessemos, isso era nossa pequena vantagem - O que quero? - sabia também que eles iriam me cobrar por alguma coisa, mesmo que fosse só para passar em segurança por seus domínios, que convenhamos, eu não gostaria de reinar - Seus serviços, é o que quero, há uma reliquia egipcia na cidade - de certa forma eu não mentia, o museu de Nova York continha artefatos egipcios raros, mas fazia isso mais para tirar ele do meu pé - creio que os odiosos Tremere o tenham, quero que o roube para mim, ou será que não é capaz, horrendo?

Arthur entendeu de cara o que eu fazia, aprendi a ser ardiloso e mentiroso com ele, afinal eu tinha que me virar de algum jeito.
avatar
George Nickson

Data de inscrição : 13/03/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Galeria de Esgotos de NY

Mensagem por Dave em Ter Mar 22, 2011 3:27 pm

@ Chad

Tentando arriscar um pouco com a Dona Sorte o Samedi chama pelos dois Nosferatus que tinham acabado de cruzar seu caminho, totalmente recomposto do choque causado pelo homem que arrastava. Este assim que ouviu o grito de Chad para sua caminhada lenta e grotesca, agora já sobre uma das poucas luzes instaladas na parede da Galeria, Chad podia ver que ele vestia um casaco de couro preto, com a barra toda suja e úmida de arrastar no chão podre, seu braço direito muito ferido, parecia em carne viva e agora já escorria menos daquele líquido viscoso preto, e se volta para ele.

Quando o homem virava seu rosto para traz agora Chad tinha certeza que algo de errado havia com aquele homem, seus olhos eram estranhos, sua pupila tinha um tom de vermelho, lembrava muito a cor da Vitae, suas presas era mais compridas e afiadas que o normal, mas a aparência era a de um Nosferatu comum, horrenda, chegava até a dar medo só de ver. Falava com uma voz rouca, parecia apressada, muito estressada e impaciente. Sua mão esquerda trêmula parecia raspar a parede ao seu lado.

Spoiler:
Chad rolou 7 dados de 10 lados com dificuldade 6 para percepção + empatia que resultou 3, 3, 7, 9, 6, 9, 6 - Total: 5 Sucessos

????: Não se meta em que não te interessa... Parava de novo e farejava o ar... Cadáver. Isso é assunto dos esgotos.

Enquanto ele falava o Rato de esgoto que era arrastado parece despertar de uma estado de coma e começava a gritar em desespero.

Isaac: Nããããoooo!! ME SOLTA!! ELE É O CULPADO POR TUDO, NÃO ME LEVA DEVOLTA ATÉ ELE!! ME SOLTAAAA!!!! ME SOLTA MAKAWI SEU MONSTRO DE MERDA!

Makawi: Cala essa boca traidor!


@ Mikel

- E pelo visto é um dos engraçadinhos ... O Rato da uma risada rouca, sem a mínima graça, chegando até a se engasgar e dar duas tossidas... Maior número heim? Rhummmm... Eu no seu lugar não contaria vantagem antes da hora...

No mesmo instante em que o Nosferato “terminava” a frase os dois tem o breve dialogo interrompido por uma seqüência de gritos, não muito distante.

Nããããoooo!! ME SOLTA!! ELE É O CULPADO POR TUDO, NÃO ME LEVA DEVOLTA ATÉ ELE!! ME SOLTAAAA!!!! ME SOLTA MAKAWI SEU MONSTRO DE MERDA!

- Mas diga habitante do mundo de cima, o que vem fazer nos nossos esgotos?

Mikel contava sobre a tal relíquia egípcia com o Nosferatu que ouvia tudo com uma certa atenção, chegava a simular algumas risadas quando ele ouvira sobre os Tremeres, mas por vim ele anda devagar até Mikel.

O Setita sente mais um cheiro horrível vindo dele, muito pior que o cheiro do esgoto que ele já estava começando a se acostumar, agora ele podia ver alguns vermes e insetos saindo da gola de seu casaco. O Nosferatu andava em volta dele, parecia examinar ele, procurando alguma coisa, mas sem achar nada.

- Interessante sua proposta, bonitinho... Mas o que tem a oferecer por tal serviço? Mais uma vez ele tentava rir, dando mais três tossidas roucas e voltando a ficar parado na frente do Setita, mas dessa vez ele senta naquele chão podre.

@Algis (Esperando ação do Dimitri pra completar)

Saulo parava e usava seus Dons, como todo bom observador ele tentaria achar quem o observava usando a própria Aura.

Spoiler:
Algis rolou 6 dados de 10 lados com dificuldade 8 para percepção da aura que resultou 8, 3, 9, 8, 7, 10 - Total: 4 Sucessos

O Toreador via um contorno, aparentemente feminino. A aura da mulher era predominantemente violeta, com algumas mudanças para um Azul escuro que quase se misturava com a cor predominante. John ao seu lado parecia conseguir enxergar ela e apontava uma pistola na direção da mulher.
avatar
Dave

Data de inscrição : 09/05/2010
Idade : 21
Localização : So far away

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Galeria de Esgotos de NY

Mensagem por George Nickson em Ter Mar 22, 2011 4:35 pm

_ Que anda acontecendo para lá? Vá ver Arthur.

Esperando que o baali fosse ver o que acontecia na direção que eles tinham ouvido o grito. O nosferatu pareceu nem se encomodar com o que acontecia. Na verdade ele se aproximava como se o grito fosse recorrente do submundo em que ele vivia.

Andou a minha volta, por fim sentou e perguntou.

- Interessante sua proposta, bonitinho...
Mas o que tem a oferecer por tal serviço?

_ Qual seria o preço, pelo serviço, também tenho a oferecer mais uma coisa, além do que me cobrar. Há um grupo sabat vindo, vem em bom número, o suficiente para dar trabalho a você e seu bando, ou até mesmo dar baixas. - eu parei o que falei, dei breves quatro passos para onde vi Arthur ir e voltei-me para o nosferatu - Garanto que eles não chegaram aqui, eu tenho algo que eles queiram... não sei qual meu limite para o pagamento, porém saiba que mecho com o mundo dos mortos, so capaz de falar com eles, se quiser respostas deles posso tentar conseguir isso, também, como posso dizer, posso interpretar o futuro, posso também retirar uma fraqueza sua - com essas palavras, levanto meu indicador e aponto para o coração do cainita - O coração de um vampiro é incrivelmente frágil, basta um pedaço de madeira, posso arrancar seu coração do seu corpo e você o guardaria em local seguro, nunca mais seria empalado.

Eu ainda não era capaz dessa façanha, isso era alto nível dentro do clã, mas em breve eu estaria lá, quem sabe não rápido o suficiente, para fazer isso antes que o serviço tenha terminado.

Por fim me volto mais uma vez olhando para onde Arthur fora.

_ Tenho um informante dentro da capela, ele poderá confirmar sobre a reliquia. - sorte minha meu informante não ser tão fiel ao clã assim, se ele tivesse participado do ritual que o prendia a sua familia duvido que ele me dissesse o que tem dito nos últimos anos.
avatar
George Nickson

Data de inscrição : 13/03/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Galeria de Esgotos de NY

Mensagem por ThomasTurbando em Ter Mar 22, 2011 5:20 pm

Tentando reassumir um pouco o controle e afastar a lembrança patética de minha reação inicial pronuncio algumas palavras, ainda incerto se obteria resposta.

????: Não se meta em que não te interessa... Parava de novo e farejava o ar... Cadáver. Isso é assunto dos esgotos.

”Ele sabe isso só pelo cheiro”? Não conseguia sequer distinguir qual fedor era meu e qual era deste lugar, mas ele conseguia ate identificar meu sangue só pela catinga? ”Interessante”. Isso teria me colocado em alerta se já não estivesse assim dês do principio.

Ele estava em um local iluminado ao se virar para mim, e isso me possibilitava enxerga-lo melhor. ”Eles realmente se atacaram”. Seu braço parecia saltar a meus olhos, as chagas claras e profundas revelando a gravidade das feridas. ”Tem algo errado”. Como se nosferatus se digladiarem já não fosse atípico o suficiente, ainda teria de somar a isso aqueles olhos? Tinha certeza que algo estava errado ”mas o que”? Defeitos e excentricidades não são difíceis de se encontrar em nosferatus. Assim como eu, eles padeciam de um mal cruel e não era difícil encontrar “coisas erradas” neles. O problema é que possuía tantas destas “coisas erradas” que não sei se conseguiria achar especificamente a que procurava. ”Nem sei o que estou procurando também”. Os olhos, os dentes eram estranhos ainda que para um nosferatu, mas de resto parecia um exemplar comum da espécie. ”Acho que descobrindo o que os levou a se atacar vou chegar à solução disso. Quero saber também se vou conseguir usar isso de forma viável. Não quero informação inútil nem quero me complicar logo com um clã tão útil a meus planos”.

Isaac: Nããããoooo!! ME SOLTA!! ELE É O CULPADO POR TUDO, NÃO ME LEVA DEVOLTA ATÉ ELE!! ME SOLTAAAA!!!! ME SOLTA KEONI SEU MONSTRO DE MERDA!

Keoni: Cala essa boca traidor!

“Culpado, traidor”. ”Esta ficando muito interessante, vamos ver se vale à pena investir”. Claro que não estava sofrendo de nenhum impulso heróico-suicida pelo que era arrastado. Só queria checar se poderia tirar algum proveito dessa situação sem me expor em demasia. Ajudaria qualquer um dos dois se isso se mostrasse proveitoso para mim, só tinha que ver o que me ofereceriam e se investir valia a pena. (OFF Natureza malandro OFF). Falando de forma direta, e sem rodeios mais mantendo um tom de respeito na voz. - Serei direto e direi por que isso me interessa e logo depois porque pode lhe interessar. Pequena pausa argumentativa. - Não tenho a intenção de me meter em seus assuntos internos mais do que já o fiz e não voltarei a fazer perguntas que estejam relacionadas a isso. Contudo você me parece ter pressa mas esta ferido, e ainda tem de leva-lo o que o atrasa. Não vejo porque não possamos nos ajudar tornando os encargos um do outro mais leves. Tento falar o mais clara e limpidamente possível, mantendo um tom de seriedade na negociação enquanto ainda mantenho uma ponta necessária (e saudável) de respeito entre a voz. - Sou novo nesta cidade, a muitas informações que desejo e ao mostrar conhecimentos sobre minha natureza despertou minha vontade de negociar, mas como percebo que não tem tempo deixemos isso para uma ocasião futura. Posso carrega-lo para você pelo tempo que achar necessário para se alimentar e curar seu ferido braço ou claro ate onde queira que leve este outro. Tudo que peso em troca é um encontro futuro para enfim negociarmos as muitas informações que desejo sem a hostilidade que vejo agora em sua voz. Perceba que não desejo uma má relação com seu clã e tomo o meu gesto como uma mostra de boa vontade. (OFF Manipulação 05, esp. malandragem e convincente + lábia 04 esp. mentiras impecáveis, qualidade voz encantadora OFF). - Basta aceitar. Esperava que este “Keoni” aceitasse, afinal estava sendo bem sutil em minhas exigências, um pouco de “boa vontade” quando fosse negociar informações comigo não seria nada demais. Mais logicamente também esperava que o que começara a gritar continuasse a implorar e fosse me deixando cada vez mais ciente do que se tratava e ocorria entre ambos.

(OFF Se ele aceitar vou começar a jogar pontos de sangue em Força para agüentar carregar o outro OFF).
avatar
ThomasTurbando

Data de inscrição : 22/02/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Galeria de Esgotos de NY

Mensagem por Chris Yates em Qui Mar 24, 2011 6:34 pm

- Hmm...
O Toreador viu a ação do colega de clã em puxar uma arma e meio que instintivamente puxou a sua também. Não sabia ao certo o que se passava ali, mas cutucou o seu companheiro com o pé sussurrando: - Escute, é melhor você fazer as honras e investigar monsieur... Qualquer coisa que acontecer eu ajudo você com o que quer que seja que esteja ali.

A expressão de Dimitri era de curiosidade sendo disfarçada. Ficou segurando a arma e apontando para o local onde o homem apontava sua arma. Enquanto isso colocou sua vitae para funcionar e a queimou, transmitindo-a para seus músculos aumentando a velocidade.¹

(1: Ativar rapidez)
avatar
Chris Yates

Data de inscrição : 05/04/2010
Idade : 47
Localização : Onde você quiser

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Galeria de Esgotos de NY

Mensagem por Algis em Qui Mar 24, 2011 8:05 pm

Saulo vê seus dois companheiros de clã puxando suas armas, Saulo estava desarmado, mas podia ver a aura da pessoa, tinha um contorno feminino, Saulo consiguia ler as emoções da suposta mulher, se aproximou dos dois colegas de clã:

Consigo ver, pela aura e pelo contorno vejo que é uma mulher, já que ela está olhando para cá, posso "convencê-la" com um de meus doms a nos ajudar. O que acham? Melhor que atirar, pois com certeza vai ecoar por todo esgoto Saulo fala sussurrando com os dois, vai para um canto iluminado, debaixo de um bueiro ou algo do tipo e usa Transe, para facilitar as coisas, pois barulho de tiro iria ecoar por todo esgotos por causa da acústica

Senhorita, podemos conversar? Saulo queria realmente chamar a atenção de quem estava ali, Saulo segurava o mapa e a lanterna, qualquer coisa que acontecesse, ele teria cobertura

Considere a qualidade voz encantadora
avatar
Algis

Data de inscrição : 09/03/2010
Idade : 25
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Galeria de Esgotos de NY

Mensagem por ThomasTurbando em Sex Abr 01, 2011 10:53 am

(OFF Eu troquei de personagem e agora este Samedi não existe mais, favor desconsiderar minhas postagens com ele. Ou criar uma saída diferente para a situação depois tirando ele de cena. Faça como ficar melhor pra vc Dave Very Happy OFF).
avatar
ThomasTurbando

Data de inscrição : 22/02/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Galeria de Esgotos de NY

Mensagem por Nego Milton em Dom Abr 03, 2011 2:52 pm

zanzael adentrava aos esgotos com vigor e um ímpeto reconfortante, pois o lugar aparentava ser o inicio na cidade que possuia o cenário e as características grandiosa-mente semelhantes a cripta onde seu senhor e a ninhada a qual ele pertencia estavam, o lugar era podre, imundo, repleto de restos em decomposição, apesar de nao ser os mesmos restos que estariam em decomposição na dita cripta,e algo muito importante para zanzael também nao se fazia presente no lugar os gritos de dor e lamúrias de vitimas nao tao inocentes mas incapazes de acabar elas mesmas de acabar com a dor e o pesar que possuíam, que preenchiam o interior da cripta. E por estar esta em grande silencio e por ter conhecimento dos moradores que habitam o lugar é que zanzael adentra fazendo uso do máximo da sua capacidade furtiva ( ofusçao 2 e depois o nivel4) para nao ser encontrado por qualquer um.

ele reflete sobre a possibilidade do lugar ser ponto de conversao de energia com o planos dos espíritos, o que poderia tornar uma das galerias um otimo lugar para zanzal ter como refugio e lugar de pesquisa, enquanto anda pelo lugar ele testa ocultismo para ver se percebe um ponto de energia e ou espíritos (medium + 1 FdV)
avatar
Nego Milton

Data de inscrição : 10/03/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Galeria de Esgotos de NY

Mensagem por Dave em Ter Abr 05, 2011 7:04 pm

@ Mikel

O Nosferatu ouve a proposta com toda a atenção, enquanto “brincava” com um pouco daquele lodo nojento que tinha perto dele. Assim que o Setita para de falar o Rato de esgoto a sua frente se levanta devagar, parecia estudar Mikel mais uma vez, dessa vez mais detalhadamente, chegando a cheirar o ar bem perto de seu rosto.

- Rhhmmm... De Espíritos eu pouco me importa, mas essa sua oferta.... Rhmmmmm... muito tentadora... Ele para mais uma vez, começa a andar para trás de Mikel. Na mesma hora sua mente começa a viajar, um flash e Mikel via o Nosferatu o apunhalando no meio a escuridão. Só não podia saber se sua visão se cumpriria com o Nosferatu sendo enganado na hora do pagamento, ou se podia acontecer a qualquer instante.

Spoiler:
Mikel rolou 7 dados de 10 lados com dificuldade 7 para interpretar a visão que resultou 8, 4, 9, 5, 3, 1, 3 - Total: -1 Sucessos
Mikel rolou 8 dados de 10 lados com dificuldade 7 para visão que resultou 6, 3, 8, 10, 3, 1, 6, 6 - Total: 1 Sucessos

Quando o Nosferatu se voltava a sua frente ele parava e consentia com a cabeça, mas ainda mantinha uma cara de desconfiado.

- Estranho, muito estranho... Porque você não usa seus tais amiguinhos Espíritos para te ajudar posso saber?


@ Saulo e Dimitri

Os três toreadores esperavam apreensivos pelo desenrolar da situação, era de se esperar que um ou outro habitante dos esgotos os vigiassem, mas não esperavam que eles chegassem ali tão rápido.

Saulo tentava solucionar as coisas de modo pacifico, com certeza um tiro entre tantos túneis e galerias iria alertar quase todos os cainitas, e outros tipos de habitantes sobre sua presença. Usando de sua presença marcante ele convence a mulher, que um pouco relutante sai das sombras, um pouco desconfortável com os três homens ali¹.

- O que querem aqui? Três... Gracinhas como vocês aqui em baixo, com certeza estão a mando de alguém certo?

¹ Teste de Presença Oculto para deixar as coisas mais interessantes.

@ Zanzael

Assim que o Baali abre a tampa dos esgotos ele já sentia o odor do esgoto, reconfortante até. Tratava de se esconder nas sombras e começava a andar com toda a cautela, evitando algumas poças de água fedorenta e fazia isso com a maestria de um ninja. Passou por uma galeria, a dobrou e chegou a mais uma esquina, teve um arrepio no pé da espinha, um arrepio familiar, tinha algum espírito passando por ali, só sai a direção que ele tinha tomado, a esquerda, ao fundo ele podia ouvir um grito abafado e o som de um corpo sendo arrastado.
avatar
Dave

Data de inscrição : 09/05/2010
Idade : 21
Localização : So far away

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Galeria de Esgotos de NY

Mensagem por Algis em Qua Abr 06, 2011 9:37 pm

OFF: Pode me dar a descrição da mulher?

ON:
Saulo notava que a mulher não estava a vontade com a presença dos três ali, Saulo continua com Percepção da Aura, ele queria estar atento a qualquer emoção que ela tivesse

- O que querem aqui? Três... Gracinhas como vocês aqui em baixo, com certeza estão a mando de alguém certo?


Saulo é educado, pois educação abre portas, seria até possível que conseguíssemos informações adicionais se fôssemos educados e se usássemos da boa e velha lábia, o toreador toma a frente:
Bom, meu nome é Saulo Bittencourt Saulo é manso com as palavras, Saulo pensou em mentir o nome, mas se aquela mulher pesquisasse sobre ele mais tarde descobriria fácil, fácil, tudo por causa de seu Status

Saulo espera os outros dois se apresentarem e depois fala:
Estamos procurando um amigo nosso, ele desapareceu e o que sabemos é que foi visto pela última vez por aqui pelos esgotos, pode nos ajudar? Saulo como ator demonstrava preocupação

Se precisar fazer algum teste de lábia faça e Percepção da Aura na mulher eplo resto da cena
avatar
Algis

Data de inscrição : 09/03/2010
Idade : 25
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Galeria de Esgotos de NY

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum