Boate Freedom

Página 6 de 15 Anterior  1 ... 5, 6, 7 ... 10 ... 15  Seguinte

Ir em baixo

Re: Boate Freedom

Mensagem por Chris Yates em Dom Jan 02, 2011 11:27 am

O Toreador ignora sua provável presa ao ouvir a música que tocava. Era uma bela melodia, queria saber quem estava a tocando.
Deixou uma nota de cem dólares sobre a mesa e saiu discretamente de lá, esgueirando-se até a mesa da garota a frente e então pergunta sorrindo: - Bonsoir cherry, você saberia me dizer quem são os artistas que estão cantando esta música?
Esta garota, a mesma loira de antes poderia se mostrar mais amigável com uma abordagem casual, além de que Dimitri realmente queria ver quem era aquela dupla.
avatar
Chris Yates

Data de inscrição : 05/04/2010
Idade : 48
Localização : Onde você quiser

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Boate Freedom

Mensagem por Red em Seg Jan 03, 2011 10:51 pm

Gam

Quando Gam terminava de oferecer algo novo para o sem-teto, este virava a outra esquina daquele quarteirão. Logo o vampiro descobre aonde havia se escondido o cachorro. Estava mordendo o sapato já rasgado do mendingo, enquanto esse pegava o cão e colocava no colo.

- Sério? Algo melhor? Então tá.. não falei antes que a josefa tinha pegado o pão de alguém, porque eu não tinha como pagar..

Ele coça o queixo da cachorra antes de continuar.

- O sr. estava na boate? Porque não era pra ela ter pego de lá..

Deram mais alguns passos para a viela onde estavam antes. Na ponta que dava para a boate, havia um carro que acabara de ser estacionado, com um casal que saia dele. O homem olhava em direção a eles.



Matteo Gargiulo

Matteo estacionava seu carro encostado na calçada, próximo a esquina da boate. Dava para ver a aglomeração do local, devido as filas da boate, e também dois indíviduos conversando no beco. Um deles com uma sacola de pão na mão, e outro com um cachorro nos braços.

Laurie: - Falei com elas, mas parece que a Annie já está lá dentro aproveitando. Tomara que a gente não demore, é só verem uma mulher bonita que deixam entrar mais rápido.




Annelise Van Dijk (Requiem) & Kyle Raymond

A apresentação de ambos se manteve quase no mesmo nível da anterior, mas ainda deu pra dar uma enganada no pessoal. Haviam alguns rostos novos na platéia, e estes pareciam ter gostado do espetáculo. Alguns mais antigos também tinham dado a sua aprovação, e isto era marcado
pelas palmas no ar. Ao saírem encontraram a mulher que havia pedido para eles tocarem.

Meg: - Vocês tocaram outra que eu gosto, adorei. Aceitam sentar na mesa que estou, com uma amiga?



Nicole Mays

Nicole: - Brincar com as pessoas também? Oh... eu desconheço essa prática. Mas você parece saber muito bem. Pode me explicar?

???: - Apenas achei mesmo que não teria porque ele continuar com aquela ladainha. Porto-riquenho foi mais força de expressão, não saberia dizer onde aquela criatura realmente morou.. Mas acho que o greencard dele ainda não foi aprovado.

A jovem toreadora tentou identificar mais a fundo quem seria aquele homem, mas conseguiu identificar apenas algo como o vapor brando de água fervente. Escasso demais a ponto de lhe dar qualquer tipo de interpretação.

Logo antes da apresentação começar, um homem ( James Hunt ) senta no banco ao lado do bar para ver a apresentação.

Novamente o show começa a rolar no palco, e foi agradável, pelo menos para o homem. Faltava muitas qualidades na dupla, mas era muito melhor uma versão ao vivo, do que gravações.

O homem agora falava fixando o olhar nos olhos da mulher.

???: - Parece que não é muito habituada a estar aqui.. primeira vez?


[OFF: Auspícios ‘0 (zero)’ sucessos ]



James Hunt

James chegava a área em que podia ver o palco. Sentou no bar do local, e começou a assitir a apresentação dos dois. Foi uma apresentação boa, poderia ter sido melhor mas as palmas do local indicavam que não haviam sido ruins. A seu lado havia um ‘casal’ ( Nicole Mays & ??? ), que também havia prestado atenção ao espetáculo.



Guidim Sanedi & Nixa Romanov

O jogo que o ventrue e o setita faziam agradava este último. Corrupção era algo que ele sempre estaria disposto a fazer, e em uma boate onde as pessoas gastavam seu dinheiro bebendo e se drogando, isto não seria uma das tarefas mais difíceis. Desceu da área das cabines indo até a pista de dança, lá encontrara seu alvo. Era uma mulher por volta de seus 20, quem sabe 30 anos. Não fazia os passos da dança com perfeição, mas não fazia feio, ainda estava sóbria, e dançava ao ritmo da música. Acabara de largar um parceiro de dança para aproveitar a música.



Camuel Le Boursier

Camuel ia até a mesa que lhe ofereciam e aguardava.. Serviram-lhe uma bebida, e enquanto esperava, uma dupla fazia um mini show sobre o palco. A musica melodiosa lhe chegava até os ouvidos fluentemente, e assim prestando atenção, notou que um homem formoso tentava se aproximar da mesa da mulher que lhe dispensara, mas sem muito sucesso em princípio. E ela continuava solitária..



Joan Silvergate & Dimitri Dumont

Joan pagava para os dois garçons, deixando-os mais a vontade a fazerem seu serviço. Tão logo desfizeram-se do nobre Camuel, outro pedido vinha de uma mesa um pouco mais distante. E com uma cara normal, se desfazia do olhar e voltava a admirar o palco. Dimitri também prestava atenção a apresentação. Lá estavam os dois que antes tocaram. Sua segunda chance não era melhor que a primeira, tornando a apresentação pouco eficiente, mas mesmo assim agradável a audição. No meio da apresentação, o homem que havia enviado a bebida para Joan faz menção de ir até sua mesa, mas tão logo chega próximo, o garçom que antes havia enviado seu pedido o para no meio do caminho sutilmente.

Atendente: - Sr. A moça pediu para que não fosse perturbada por qualquer que fosse a pessoa, minhas sinceras desculpas, mas ela já está esperando um convidado. Se não fosse por ordem expressa, jamais tentaria impedi-lo.


avatar
Red

Data de inscrição : 12/03/2010
Idade : 17

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Boate Freedom

Mensagem por Chris Yates em Seg Jan 03, 2011 11:01 pm

- Sr. A moça pediu para que não fosse perturbada por qualquer que fosse a pessoa, minhas sinceras desculpas, mas ela já está esperando um convidado. Se não fosse por ordem expressa, jamais tentaria impedi-lo.
Dimitri olhou aquele homem de cima a baixo, analisando-o, e logo disse: - Claro! Eu entendo, agora, se não for incomodo, poderia chamar aquela dupla de cantores para sentar-se a minha mesa? Pode mencionar que sou eu quem está chamando eles!
O Toreador abusaria de sua alta fama para poder ter uma conversa com aqueles dois. A música que eles tocavam era boa, e Dimitri queria fazer novas amizades, tanto falando de negócios como pessoalmente.
O Toreador sentava-se de volta a sua mesa enquanto fingia mostrar interesse pelo ambiente, enquanto observava as pessoas normais lá em baixo... Uma característica mecha de seu cabelo insistia em cair sobre o rosto, Dimitri só ficava enrolando os dedos nesta mecha repetidamente, esperando que a dupla viesse até si.
avatar
Chris Yates

Data de inscrição : 05/04/2010
Idade : 48
Localização : Onde você quiser

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Boate Freedom

Mensagem por Dave em Ter Jan 04, 2011 12:32 am

Laurie: - Falei com elas, mas parece que a Annie já está lá dentro aproveitando. Tomara que a gente não demore, é só verem uma mulher bonita que deixam entrar mais rápido.
Matteo só acenou com a cabeça positivamente, ainda olhava aqueles dois homens saindo do beco, um era "normal" ... o outro era um mendingo feio e fedido... Pobre coitado fedorento..

-Haha... vocês dois ai saindo do escurinho heim, fica meio estranho... Se preocupem comigo não, vo deixar o 'Casal' em paz..
Uma risada pelo canto da boca e Matteo vai até o segurança que fica perto da entrada, ainda de braço dado com Laurie.

-Creio que a Annie ja deixou avisado que eu estava vindo, Matteo Gargiulo o nome. Se não se importa...
avatar
Dave

Data de inscrição : 09/05/2010
Idade : 21
Localização : So far away

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Boate Freedom

Mensagem por phecarvalho em Ter Jan 04, 2011 1:39 am

Eto budet interesno um sorriso leve na expressão sempre inalterada do Ventrue se esboçava a medida que ele se aproximava da grade pra olhar melhor a situação.... e como o setita iria conseguir tal façanha...
avatar
phecarvalho

Data de inscrição : 04/04/2010
Idade : 30
Localização : Manhattan, NY

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Boate Freedom

Mensagem por Felipe Shaid Mahal em Ter Jan 04, 2011 9:02 am

James estava ficando entediado e resolveu sair da boate.
avatar
Felipe Shaid Mahal

Data de inscrição : 12/12/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Boate Freedom

Mensagem por Edgard em Ter Jan 04, 2011 11:07 am

Edgard ficou um bom tempo tentando observar as pessoas em volta. Tentando capturar, por menor que seja, algum sinal que identificasse um vampiro. Fica por alguns minutos na mesma posição olhando em volta e girando a cabeça, e ficando assim cada vez mais confuso.

— Esse lugar ja foi o bastante para mim, não vejo beleza nisso... ao contrário de alguns Ventrue e Toreador que com certeza estão aqui, negando sua natureza e querendo enganar a si mesmo, não aceitando seus intintos predadores...
Edgard começa a andar rápido, querendo sair daquela agitação. Quando subitamente lembra de algo que aconteceu logo quando ele entrou na boate.
Ele começa a andar em direção a saída, voltando para o segurança que não o revistou!

— Claro! Como pude ser tão inocente... poderia fazer isto antes, como fui tolo. O segurança é um carniçal do dono desta boate!!! Seu pensamento fez brotar um pequeno sorriso e o Assamita saia de lá olhando diretamente nos olhos do segurança.

— Oi cara posso falar com você um pouco!?
avatar
Edgard

Data de inscrição : 17/09/2010
Idade : 27
Localização : João Pessoa, PB

http://www.facebook.com/junior.miranda.90475?ref=tn_tnmn

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Boate Freedom

Mensagem por Gam em Ter Jan 04, 2011 2:28 pm

Ah, realmente não era um Gangrel.
Mas caramba, esse homem ganha a vida assim? Roubando comida nas proximidades dessa boate? Ele não sabe o perigo que está correndo. Gam tenta pensar num modo de ajudá-lo.

- Não, não. Eu tava na calçada quando ela pegou o pão. - Ele fala de modo pensativo, refletindo sobre como vai dizer isso a este homem sem se referir ao mundo vampírico. Gam não dá a mínima para as leis da Camarilla, mas sair contando assim comprometeria a ele próprio.

- Cara, você tem ideia do perigo que você corre arranjando comida nessas bandas? Essa gente que frequenta essa boate é perigosa. Eles...

-Haha... vocês dois ai saindo do escurinho heim, fica meio estranho... Se preocupem comigo não, vo deixar o 'Casal' em paz..

Gam ignora o cara que tenta provocá-lo gratuitamente. Deve ser mais um neófito, considerando o tipo de boate que está entrando. As vezes os neófitos se sentem tão poderosos quando acabam de se transformar que saem provocando todo mundo. Provavelmente Gam seria capaz de fazer esse muleque correr em pouco tempo.

- Eles - Ele continua. - ...fazem coisas ruins por aqui. E eu não tô falando só de assaltos, não. Tô falando de morte, cara. Morte violenta. (Manipulação)

- Vamo lá, eu vou comprar alguma coisa pra você aí dentro se você prometer que nunca mais vai passar perto dessa boate.

_________________
... só pode ser os nóia!
avatar
Gam

Data de inscrição : 08/03/2010
Idade : 25
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Boate Freedom

Mensagem por Guidim em Ter Jan 04, 2011 5:24 pm

O Setita não tinha dúvida alguma dos seus dotes de arrebanhador , a balada era apenas mais um lugar para achar pessoas flageladas, e talvez e o mais interessante de tudo seria encontrar alguém que ainda restava alguma pequena fé ali.... A Loira não era um alvo da escolha de Guidim, portanto, apenas a sensualidade e interesses seria o caminho da prosa do Setita.

Ao longo da pista de dança apertada, Guidim se encaminhava, assim que se aproximava, Guidim olhava para o Alto, apenas notava as cabines privadas, não era possível avistar o Sr. Romanov la de baixo mas Guidim sabia que era observado e voltava sua visão para a loira....

Agora ela dançava em ritmo razoavelmente bom, ruim na vista do setita, mas nada demais, o fato da mulher ter acabado de dispensar o parceiro de dança para curtir a musica era um sinal de que a mesma realmente curtia aquela música.

O Setita apenas esperava aquela música acabar enquanto rodeava a garota , levava sua mãos ao queixo, e vez ou outra dava uma leve mordida no dedo indicador enquanto apreciava a moça ali dançando, realmente a serpente preparava seu Bote.

Logo que a música acabar Guidim se aproxima e assim como uma serpente esfomiada, seu sussurros soavam provocadores á loira dançarina.

-Prazer me chamo Guidim, sua dança realmente me chamou atenção, e não me segurei tive que descer até a pista - Guidim apontava para a cabine - para poder te oferecer um drink, talvez com muita pretensão minha voce pudesse me fazer companhia la em cima , ou se tiver amigas ou acompanhada será um prazer nos juntarmos para uma festa secundárias, vamos a bebida é por minha conta hahahaha.

O Setita era o mais amigável possível, ao falar perto da moça, Guidim tentava ser mais amigável que sedutor, caso a mesma tenha algum namorado ou algo do tipo, Guidim nao queria se complicar.....

_________________
FalasPensamentos[Offs/Testes]

"-A verdade está aí dentro...
avatar
Guidim

Data de inscrição : 31/08/2010
Idade : 28
Localização : Diadema

http://www.twitter.com/fe_orlando

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Boate Freedom

Mensagem por Shirou em Ter Jan 04, 2011 6:58 pm

Camuel observavá que mais uma vez a bela dama estava dispensando mais um pretendente e ficxava com um sorriso debochado nos labios e balançava a cabeça. Essa boate não está me oferecendo nada de interessante irei ficar apenas mais um pouco aqui e logo irei até o Elisyum ou para outro lugar opnde a minha presença não seja vista com maus olhos e nem coloque a minha não vida em risco!
Logo ele ficava a ouvi a musica e olhar a sua volta, procurando alguma bela senhorita que pudesse convidar para a sua mesa [ativo auspicios 1]
avatar
Shirou

Data de inscrição : 06/03/2010
Idade : 32

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Boate Freedom

Mensagem por Songette em Ter Jan 04, 2011 8:44 pm

Requiem aceitou o convite de Meg e sentou-se à mesa. Estava descontente. Sua apresentação tinha sido péssima pela segunda vez naquela noite. Aquilo nunca acontecia, sempre conseguia fazer esplêndidas performances. Sentia-se um verdadeiro lixo, não digna de subir num palco. Com a cabeça baixa, pensava apenas em aplacar a dor, bebendo ou ferindo-se novamente.
avatar
Songette

Data de inscrição : 07/03/2010
Idade : 27
Localização : São Paulo - SP

http://www.nborges.weebly.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Boate Freedom

Mensagem por No One em Ter Jan 04, 2011 11:27 pm

-Que bom que gostou! Aceito seu convite sim. - Falava Kyle sorrindo para Meg.

Ele acompanha Meg até a mesa onde encontrava-se uma garota de beleza extraordinária.

-Olá senhorita. Como vai? Me chamo Kyle e a senhorita chama-se...? - Ele fala enquanto senta-se ao lado de Requiem - O que achou da nossa performance?
avatar
No One

Data de inscrição : 18/03/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Boate Freedom

Mensagem por Uriel Manteroni em Qua Jan 05, 2011 12:58 am

Falas
Pensamentos
narração
testes

Uriel chega com seu Lamborghini Ankonian, (http://www.techeblog.com/elephant/photo.phtml?post_key=157096&photo_key=29904#prevnext) diante da boate Freedom. Chama a atenção das pessoas paradas na fila, o som do carro impressiona, mesmo em marcha lenta percebe-se a potência latente do motor.

humm então é aqui o meeting point dos anarquistas...interessante...quantos mortais querendo entrar...hum...tudo por uma balada badalada...mal sabem onde querem entrar. Vou estacionar meu carro naquele estacionamento pago e apresentar o cartão da Principe Blair para o segurança, será que a maioral tem moral aqui? Não sei...pelo sorriso que ela deu para mim, quando a convidei para vir junto...sei lá, talvez fosse desprezo, talvez curiosidade, talvez espanto por minha ousadia...ha ha, mas que vampira...Uriel estaciona o tremendo carro no estacionamente e dá US$50,00 para o guarda tomar conta da máquina, e promete outros 50 quando voltar, sem considera o valor devido ao estacionamento + US$50,00, realmente ele amava aquele carro, deixa o estacionamento e se dirige ao segurança da boate

Olá amigo, tenho aqui um cartão vip, posso entrar? teste de mentor + manipulação
avatar
Uriel Manteroni

Data de inscrição : 20/11/2010
Idade : 42

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Boate Freedom

Mensagem por Kyrie em Sab Jan 08, 2011 8:58 pm

Nicole não conseguira identificar a natureza daquela homem, fato que a deixou um pouco irritada. A dupla voltara a tocar e, desta vez, soava pior aos seus ouvidos do que pela primeira vez. Ela não sabia distinguir se era a sua irritação ou a própria performance do casal que a deixara com esta impressão. O homem parecia ter apreciado a banda, o que a levou a acreditar que era sua irritação que a deixava mais crítica.

???: - Parece que não é muito habituada a estar aqui.. primeira vez?

- Sim. É minha primeira vez aqui. Na verdade cheguei há poucos dias na cidade.

Nicole finalizou sua bebida e pediu um coquetel de cranberry para o atendente.

- E você? Vem muito aqui? Aliás, como se chama?
avatar
Kyrie

Data de inscrição : 02/04/2010
Idade : 28

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Boate Freedom

Mensagem por Red em Sex Jan 14, 2011 3:12 pm

Próximo a viela que dava acesso aos fundos da boate, uma van chegava descarregando 5 pessoas, além do motorista e seu carona. Era um veículo dourado, grande, e logo após as pessoas saírem, começaram a descarregar os instrumentos de música. Levando-os para dentro do local.



=#=#=#=#=#=#=#=#=


Gam

- Muito tentadora tua oferta meu amigo, mas infelizmente eu gosto de ficar aqui. Sei o quanto perigoso isso pode ficar, e justamente estou pra ver o que pode de mal acontecer, recebo uns trocados em troca disso..

Fala o mendigo com algum ar de preocupação, mas logo alternando para um esboço de sorriso.

- Mas é um belo carro aquele ali, talvez uma pequena vingança por ele se achar demais..



Matteo Gargiulo

Laurie: - Deixa de tirar onda dos coitados, não tiveram escolha..

Já na entrada da boate.
- Uhm.. Gargiulo, Gargiulo, Gargiulo... Aqui. Podem entrar.
O segurança fala enquanto retira o laço de proteção da entrada.

Lá dentro Matteo vê a certa distância pessoas abandonando o palco, parece que a pouco havia tido uma apresentação. Na ala Vip, nenhum sinal de Annie.

Laurie: - Onde será que ela tá? Hei, vamos pra pista lá?
Acho que daqui a pouco vai ter show, pelo que deu pra ver lá fora.



Annelise Van Dijk (Requiem) & Kyle Raymond & Dimitri Dumont

Ao chegarem na mesa, a dupla de compositores observam que ela estava vazia.

Meg: - Mas onde ela terá ido? Desculpem, ela queria tanto falar com vocês. Vou prucurá-la.
E a mulher desaparece instantes depois de falar isto.

Assim que ela se afasta, um dos atendentes do local chega perto de Requiem e Kyle.

Atendente: - Senhores, aquele homem gostaria de conversar com ambos, ele realmente está um pouco entusiasmado com a apresentação de vocês. E convidou-os para se sentar juntamente com ele.




Nicole Mays

O homem via Nicole mal terminando de beber sua bebida e já pedindo outra.

??? - Dia difícil?
Falou ele olhando para o copo cheio que o atendente acabará de lhe servir.

??? – Já vim algumas vezes, parece que hoje irá ter uma boa apresentação, e resolvi ver, já que estava com um tempo livre. Me chamo Paul, srta. ‘Elise’.

Paul: - Desculpe perguntar, mas se está aborrecida com algo, posso parar de falar, não precisa ser educada como foi com aquele outro, notei uma insatisfação no seu rosto agora a pouco.

Ao baixar o copo Paul derrama um pouco de água na perna de Nicole. Mas rapidamente pega um pano, para secar um pedaço lateral da batata da perna dela. A vampira percebe que ligeiramente ele passou as costas da mão no local, antes de passar o pano. E pode notar, uma pequena mudança em sua expressão após isto. Agora ele falava sério, sem muita emoção no rosto.

Paul: - Desculpe, sou um desajustado mesmo.

Nicole também poderia ter notado que a mão do homem era um pouco fria, para aquele ambiente um pouco quente.



Guidim Sanedi & Nixa Romanov

O Setita tinha o dom da persuazão, e conseguia facilmente ludibriar o pobre gado. A mulher fica muito feliz com as palavras do vampiro elogiando-a.

??? :– Bom, eu não costumo acompanhar estranhos logo na primeira vista, mas acho que não terá problema algum em ir com você.

A isca se mostrava facilmente manipulável, realmente aquele tipo de ambiente era um desabafo do dia a dia, para as pessoas comuns esquecerem suas angústias e tentar se divertir.

Nixa mesmo com em um andar acima conseguia ver a conversa dos dois, e também notar uma movimentação na parte do subsolo, onde tinha visão reta para o palco. Parece que alguém tocaria ali, aquela noite.


Camuel Le Boursier

Camuel podia ver belas senhoritas andando pelo local, até os mais distantes. Além disso, a música que antes lhe era agradável, fazia seus tímpanos baterem como pratos de bateria. Cheiros de perfume, comida, álcool invadiam suas narinas, e o calor ameno do local cheio, lhe revigorava, como um lagarto que fica parado se esquentando no sol.

Até ele ouvir um berro em seus ouvidos.
- POSSO ME SENTAR COM VOCÊ?!

Aquilo realmente aturdiu o vampiro, ele ao olhar para a fonte do grito, via uma bela mulher..






Edgard Bartolinni

Edgard imaginava que poderiam ser carniçais os seguranças daquele local. E em vista disto, foi rápidamente para o local de entrada.

Segurança: - Ué, você já está aí dentro não? Aqui tem uma fila enorme, fala rápido.

Edgard tinha oportunidade de falar, mas parecia que realmente ali, o trabalho não parava nunca.



Uriel Manteroni

Realmente Uriel Percebia que seu carro era o mais luxuoso daquele local. Pessoas na fila o apontavam, e no estacionamento era de longe, o mais caro.

Empregado do estacionamento: - Claro senhor, cuidaremos dele. O senhor vai ir até a boate néh? Fale com aquele segurança, é meu conhecido.

O homem falava apontando para o mais alto dos seguranças, que estava do lado do que tinha a lista em mãos.

Empregado do estacionamento: - Boa diversão senhor.

Conforme indicado, o homem lhe libera o acesso após o pagamento sem ter que esperar na fila.

Ao entrar, o vampiro nota que nada é muito diferente do lado de dentro. Realmente era um local cheio. Se encontrava na entrada, podendo ir rapidamente para a área vip, ou ir até o porão, ou outro local.

Tão logo entra um atendente lhe fala:

- Senhor, temos a área vip, ou cabines privativas se quiser também, estou ao seu dispor.


[OFF: ação feita, conforme aceitar fazer o máis fácil, caso queira tentar algo diferente, ou manter sua mostra de cartão da Príncipe, pode me enviar um MP, que altero a narração na sua entrada na boate.]
avatar
Red

Data de inscrição : 12/03/2010
Idade : 17

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Boate Freedom

Mensagem por Uriel Manteroni em Sex Jan 14, 2011 5:52 pm

OFF: Claro Nanaly, quanto mais fácil melhor! Obrigado. Isto aliás me dá uma bela carta na manga, literalmente, afinal um cartão de nossa Príncipe Blair, pode me tirar de muita enrascada! Valeu!

Narração
falas
terceiros
pensamentos
testes-disciplinas

Empregado do estacionamento: - Claro senhor, cuidaremos dele. O senhor vai ir até a boate néh? Fale com aquele segurança, é meu conhecido.


Ohh, muitíssimo obrigado meu amigo!! Meu nome não está na lista, e eu estava pensando em como fazer para entrar!!


Empregado do estacionamento: Poucos clientes vip desta boate tratam a gente com dignidade senhor, e muito menos ainda são generosos na gorjeta!! Fique tranquilo quanto ao seu carro, nem as moscas vão encostar nele!!


O empregado do estacionamento acena para o chefe dos segurança, me indica e faz um sinal de positivo. O chefe apenas acena com a cabeça em sinal de confirmação.

Empregado do estacionamento: - Boa diversão senhor.


Vc quebrou um galhão cara!!Será bem recompensado. Obrigado!


Uriel oferece a mão para empregado do estacionamento que a toma e aperta, demonstrando contentamento. Então Uriel vai até a entrada da boate.
"Sempre fico impressionado com o poder de US$ 100,00 de gorjeta!!! Este empregado do estacionamento não só vai defender meu Ankonian com a própria vida, como já me franqueou a entrada para a boate!!! Isto me permite guardar o cartão vip de Blair para alguma emergência!!



Ao se aproximar da entrada Uriel perscruta a fila, e percebe a enorme quantidade de gente bonita. Homens e mulheres todos com estilo de modelo de hollywood, as mulheres eram estonteantes, gatiiiísssimas. Todos sem excessão o olhavam, os homens com inveja, as mulheres com desejo, isto é fruto do abaixamento dos vidros elétricos do carro quando este passou em marcha lenta pela fila, para que todos vessem o dono daquela máquina, é claro!! Ao chegar a entrada da boate, Uriel paga a entrada, e no início da fila, o segurança chefe, sem proferir uma palavra abre o cordão e deixa a entrada livre para Uriel, que apenas agradeçe e entra na tão famosa Boate Freedom!!!

Ao entrar, Uriel se depara com uma boate bombando!!! Muito cheia, e com pessoas do mesmo naipe da fila, todos muito bonitos!!! Puxa vida, será que o pessoal proíbe a entrada de nosferatus aqui? Quem são humanos, quem são vampiros, este é um jogo interessante...Vejamos, segundo o que ouvi falar posso ir para a área vip, ou ir até o porão, ou outro local....

Enquanto observava a balada, um atendente se aproxima: Senhor, temos a área vip, ou cabines privativas se quiser também, estou ao seu dispor.


hummm então tenho acesso a área vip e as cabines e é claro a pista que está em minha frente. Mas na setor denominado elite não! nem no subsolo! nem no porão, nem nos 3, 4 e 5 andares (o que já era previsto).

Meu amigo, muitiisssimo obrigado!! Mas eu gostaria de ficar na pista um pouco, mas antes de eu ir nela vc não poderia me pegar um vinho do Porto? Enquanto vc vai pegar, fico aqui esperando... observando o movimento, pode ser?


Enquanto o atendente-um pouco contrariado- atende seu pedido (afinal ele não era garçon) . Uriel avaliou preliminarmente o ambiente em função de sua missão. Muito bem!! Na área vip e na elite com certeza somente existem vampiros...no porão, segundo informações pode haver vampiros e um pouco de gado condenado ao abate, a mesma situação deve ser a das cabines privativas...nos lugares não citados pelo atendente as chances de meu informante não vampiro estar são praticamente nulas!! Portanto o único lugar onde um carniçal desconhecido e bem informado pode estar é na pista, certamente tentando pegar alguma gostosa para um pouco de sexo, sem sangue...


É, vai ser como procurar uma agulha no palheiro...típico dos extraterrestres...ahahaahah, a principe Blair zuou comigo:"Em minha opinião, o único ET aqui é vc Uriel!", Ela riu alto!!!Uma harpia até comentou comigo que fazia anos que ela não via a principe rir assim. Sei lá...no fundo eu acho que a Blair sabe que eu tenho um leve queda por ela...minha dúvida é? será que ela gosta? ou será que ela só espera o momento de me exterminar?
ahahah, mal sabe ela o tremendo vespeiro em que a Rainha Anne de Londres esta botando a mão!! E a merda, é que se as vespas começarem a atacar, o primeiro a se fuder será eu...


Última edição por Uriel Manteroni em Sex Jan 14, 2011 10:31 pm, editado 2 vez(es)
avatar
Uriel Manteroni

Data de inscrição : 20/11/2010
Idade : 42

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Boate Freedom

Mensagem por Shirou em Sex Jan 14, 2011 7:31 pm

- POSSO ME SENTAR COM VOCÊ?!
Camuel olhava a garota de cima a baixo
- Claro que pode minha cara, me chamo Camuel e a senhorita?

Camuel se levantava e puxava a cadeira para a bela dama se sentar e empurrava com sutileza apar ajuda-la a sentar-se

- O que traz uma mulher tão bela para um lugar como esse?
O Tremere olhava com admiração para as curvas da bela morena [red maldade só pq o off é louco em morenas XD] e usando auspicios tentava identificar se ela se tratava de uma humana ou cainita [gasto 1 fdv no test de auspicios] fazia um sinal com a mão chamando o garçom
- Garçom por favor traga um bom vinho para nos por favor!
avatar
Shirou

Data de inscrição : 06/03/2010
Idade : 32

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Boate Freedom

Mensagem por Songette em Sab Jan 15, 2011 12:59 am

Requiem se levanta e senta na mesa de Dimitri. Não fazia sentido ficar sentada numa mesa em que as pessoas que a haviam convidado saíram. Ela olha para Kyle, ainda cabisbaixa, esperando que ele a acompanhe.

Mas mesmo sentada na outra mesa, sua sensação de melancolia não desaparece. Precisava urgentemente de uma bebida.
avatar
Songette

Data de inscrição : 07/03/2010
Idade : 27
Localização : São Paulo - SP

http://www.nborges.weebly.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Boate Freedom

Mensagem por Chris Yates em Sab Jan 15, 2011 6:42 pm

Finalmente algo dava certo na noite do Toreador. Dimitri abre um sorriso simpático e então diz: - Olá mon cher... Acho que você já deve ter ouvido falar de mim, mas mesmo assim, o meu nome é Dimitri Dumont. Bem, eu gostei muito da sua apresentação! Você foi muito bem lá. Me diga, você não quer um pouco mais de reconhecimento, reconhecimento este que Você merece! O Toreador colocava uma ênfase na palavra você, estava empolgado com aquela moça. Ela era bonita e talentosa, uma criatura tão bela deve ser preservada. Sem pestanejar pediu um Martini para a garota e para si um Whisky, sabia que não podia beber, mas devia manter a máscara.
- Sabe, a carreira solo é uma coisa divertida, mas pode enjoar com o tempo. Por isto eu estava pensando em ajudar um artista ou um grupo. Queria dar a alguém a chance que foi me dada há tempos. O que você me diz? O sorriso na face do Toreador era atraente e encantador, queria sinceramente que ela aceitasse o pedido. - Oh! Sacrebleu! Como eu fui esquecer... Onde está aquele seu amigo?
avatar
Chris Yates

Data de inscrição : 05/04/2010
Idade : 48
Localização : Onde você quiser

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Boate Freedom

Mensagem por Gam em Sab Jan 15, 2011 8:30 pm

Ah, então o homem sabe o que tá fazendo... Bom, sendo assim Gam fica mais tranquilo.
Quando o homem fala do carro daquele tal de neófito que acabou de entrar, um sorriso imediatamente se esboça em Gam. Ele olha para o mendigo com uma expressão cúmplice. É como se ele conhecesse sua compulsão:

- E aí... Tá afim de dar uma volta?

Em caso de resposta afirmativa, Gam irá se aproximar do carro a toda pompa, como se fosse dele. O erro daquele cara foi estacionar perto do beco, ao invés de procurar um local mais movimentado.

Ele se inclina sobre a porta como se estivesse abrindo com a chave, mas na verdade está utilizando de toda sua técnica para arrombá-la rapidamente, com maestria.

-1 FV para roubar carro

Uma vez lá dentro, ele abre a porta para que seu cúmplice entre.

- Talvez seja melhor você segurar bem esse cachorro.

E. uma vez que conseguir fazer o carro pegar, ele arranca cantando pneu. Se aquele cara ainda estiver perto da porta, tomara que ele reconheça o som do próprio carro.

[OFF]
Então, o comum é os narradores fazerem um teste só para roubar o carro como um conjunto. Mas talvez você prefira fazer um teste pra abrir e outro pra fazer ele pegar. Se você fizer assim, o FV vai ser pra abrir.
Mas se o Dave não tiver trancado o carro, o FV vai ser pra fazer pegar.

_________________
... só pode ser os nóia!
avatar
Gam

Data de inscrição : 08/03/2010
Idade : 25
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Boate Freedom

Mensagem por Dave em Sab Jan 15, 2011 8:45 pm

Off: Ravnos Safado Mad

-Como sempre a Annie some... Deve ter achado alguem pra pagar sua bebidas.

Já era um traço marcante Annie marcar com Matteo e chegar atrasada, sempre usando de sua beleza para conseguir as coisas, então nenhum aurpresa por parte de Matteo.

-Chiaro Chiaro, só vou ali no bar pegar alguma coisa para beber, vai querer alguma coisa??

Matteo deixava Laurie na pista, epserando pelo tal show, e ia até o bar ver se encontrava alguma mulher que satifizesse seu gosto. (Morena, entre 18~30 anos)
avatar
Dave

Data de inscrição : 09/05/2010
Idade : 21
Localização : So far away

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Boate Freedom

Mensagem por Kyrie em Sab Jan 15, 2011 9:38 pm

??? - Dia difícil?

Nicole sorriu para o homem e deu um gole em sua bebida.

- Sou apenas uma boa apreciadora de bebidas. As deste bar são muito saborosas.

O homem, que agora poderia ser chamado de Paul, derramou um pouco de água na perna de Nicole, causando um certo desconforto nela.

"Mas o que diabos....?"

Nicole sentiu que o homem havia aproveitado o momento de secar sua perna para encostar em sua pele. A expressão de Paul parecia ter modificado.

- Por favor, tome mais cuidado da próxima vez, Paul. - O tom de Nicole era sério. A pele fria do homem e sua mudança de expressão deixaram Nicole desconfiada. - Dizia algo sobre a banda, certo? Fale mais sobre ela.
avatar
Kyrie

Data de inscrição : 02/04/2010
Idade : 28

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Boate Freedom

Mensagem por Songette em Sab Jan 15, 2011 10:48 pm

A malkaviana ainda está abatida pela performance ruim. Ao olhar bem, viu que conhecia aquele homem. Não assistia muito TV ou lia revistas, mas já tinha visto uma apresentação de Dimitri Dumont numa casa de espetáculos antes. Domenik comprara os ingressos, e tinha que admitir, o cantor era extremamente talentoso.

- Eu o conheço...Já assisti uma de suas magníficas apresentações. Eu agradeço muito o elogio, principalmente vindo de alguém de tão alto nível. Mas eu fui péssima, não exercitei 10% do meu potencial, e não mereço sequer subir num palco novamente.
avatar
Songette

Data de inscrição : 07/03/2010
Idade : 27
Localização : São Paulo - SP

http://www.nborges.weebly.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Boate Freedom

Mensagem por Chris Yates em Sab Jan 15, 2011 11:23 pm

- Eu o conheço...Já assisti uma de suas magníficas apresentações. Eu agradeço muito o elogio, principalmente vindo de alguém de tão alto nível. Mas eu fui péssima, não exercitei 10% do meu potencial, e não mereço sequer subir num palco novamente.
O Toreador demonstrava um pouco de espanto pela resposta da moça... Viu que a auto estima dela era assustadoramente baixa, logo tentou animá-la com algumas palavras de incentivo. - Errar é humano... Além disso, se aquilo foi só 10%, eu estou ansioso demais para ver os 100%.
Piscou rapidamente e logo sorriu, tirando da frente do rosto uma incômoda mecha de cabelo que sempre o atrapalhava. - Escute, se alguém disser que você não é boa o suficiente para algo, ignore-os e mostre que é. Eu tenho plena confiança em você!¹
Teste: Carisma + Lábia pra fazer ela se sentir melhor, mais confiante.
avatar
Chris Yates

Data de inscrição : 05/04/2010
Idade : 48
Localização : Onde você quiser

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Boate Freedom

Mensagem por Nicholas La´Vierte em Sab Jan 15, 2011 11:24 pm

A noite estava apenas começando para Nicholas.O cainita havia colocado sua melhor roupa de balada e estava quase pronto para arrasar.

-Georgeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee seu verme,cadé o carro que te pedi a dois minutos atrás?Estou começando a ficar definitivamente irritado. - Nicholas gritava com o empregado que demorava em preparar o carro. - Se eu tiver que esperar mais dois minutos,você vai ser demitido,Georgeeeeeeeeeeeeeee! - Nicholas havia acordado chateado aquela noite.Sismou que seus cabelos estavam com pontas duplas e para ajudar,sua manicure pessoal não pôde aparecer.O toreador havia tido um pequeno desentendimento com seu mentor na noite anterior e por isso ele estava uma pilha.

-Sr: La`Vierte sua limousine está-o esperando. - George entrava completamente nervoso,não era interessante um ataque de Nicholas.
-O.k!Demorou de mais! - Nicholas pegou sua camisa de tela e colocou finalizando assim o seu look.Desceu as escadas e se encaminhou até o carro.Entrou e o motorista deu partida para a boate.Nicholas olhava se seu cartão de crédito estava no local e se seu ingresso que George havia comprado a dois dias estava em seu bolso. Nicholas odiaria ter que ficar no meio do povão.Sempre que freqüentava essa boate,Nicholas ficava nas festas Vips,exceto quando queria garantir a refeição daquela noite.
A limousine estacionou no início da boate e o toreador desceu,se encaminhado a portaria com seu ingresso nas mãos.


-Boa noite senhor! - Um dos seguranças se encaminhou para Nicholas. - Seu ingresso por favor. - Nicholas entregou ao segurança,e entrou sem ao menos se revistado.O vampiro entrou e logo foi embalado pela música do local.Se tinha uma coisa que Nicholas não resistia era uma boa música alta e altos agitos.O cainita começou automaticamente começou a dançar.

-Isso sim que é vida! - Olhava para todos os lados,querendo encontrar uma pessoa conhecida ou uma pessoa saborosa.
avatar
Nicholas La´Vierte

Data de inscrição : 11/01/2011
Idade : 29
Localização : Nova York

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Boate Freedom

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 6 de 15 Anterior  1 ... 5, 6, 7 ... 10 ... 15  Seguinte

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum