The Red Race

Página 3 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Ir em baixo

Re: The Red Race

Mensagem por Romullus em Seg Maio 28, 2018 2:49 am

Miles - Hellen? Sim!? Acho qu consegui o que você procura. Essa placa pertence a um Rolls  Royce não é? Sim. Está mexendo com gente graúda hein, tenha cuidado viu? Aquele carro pertence a Charlie Mackenzie, um grande investidor do ramo automobilístico de Detroit. Seu nome já teve envolvido em alguns crimes, mas até hoje ninguém conseguiu provar nada. Ahm, crimes? Que tipo de crimes? - Hellen franze a testa bem curiosa e se concentra nas afirmações de Miles. Hellen sente uma agitação por dentro com essa informação adicional e a faz sentir viva, de novo, após o último fracasso da perseguição do Senescal.



Miles - Tá com papel e caneta na mão? anota aí o endereço. -Tô, tô. Pode falar! Ele mora na cobertura do Detroit Tower que fica na avenida Atwater St, numero 879. Tem mais alguma coisa que você precisa querida? Nãããão, Sr. Miles. Está ótimo. Já ajudou mUito. -Hellen fala, sorrindo, maliciosamente.- Muito obrigada. Take care.
Hellen desliga o telefone, segurando, ainda, o papel na mão. Ela olha, fixamente, pro vazio, sustentando o sorriso em seu rosto. Então, ela põe o papel no criado-mudo e se deita, tranquila, entrando em torpor, como se estivesse preparada pro seu próximo plano e como se saboreasse sua próxima vitória futura.
avatar
Romullus

Data de inscrição : 07/12/2017
Idade : 36
Localização : Ainda no planeta.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Red Race

Mensagem por Blackwood em Seg Maio 28, 2018 10:53 am

Bryan Mills


ps 10/10
fv 05/05
v   ok

Dentro do carro, Bryan tentava buscar alguma saída para descobrir a localização do elísio daquela cidade. Logo ele se lembra do seu mentor. enquanto Olivier dirigia, Bryan digitava o numero de seu mentor em seu aparelho e colocava para chamar. Não demora muito e o mesmo atendia. A conversa era breve, pois o mentor parecia estar ocupado. Mas tão breve quanto a chamada era a produtividade da mesma, Bryan dava de ombros quando seu mentor dizia não poder ser útil. O clã gangrel a muito abandonou a cidade de Detroit e alem do mais não são bem vindos pelo príncipe Crowford... porém, seu mentor indicou um local conhecido como bar do Jacob, dentro de um mercado famoso na cidade. ele dizia para Bryan procurar o proprietário e dizer que precisava falar com Francesca Chevallier, a primigênie do clã nosferatu da cidade. Chevallier devia favores ao mentor de Bryan e logo cuidaria do gangrel impedindo que o mesmo caia em alguma furada... logo a ligação era encerrada sem ao menos dar prazo de algum protesto por parte de Bryan Mills.
avatar
Blackwood

Data de inscrição : 24/07/2016
Idade : 29
Localização : Betim - MG

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Red Race

Mensagem por Lipe em Seg Maio 28, 2018 4:12 pm

Bryan Mills





   'A conversa foi breve, e estranhamente seca. Mas tudo bem, isso não vem ao caso agora. Ainda tenho muito que resolver nesta noite, e esse desvio da rota me incomoda.'

   Desligo o telefone, e falo com Olivier:

   — "Mudança de planos, vamos ter que descobrir onde é o Elísio... mas tudo bem. O local chama-se Bar do Jacob, e preciso falar com o proprietário. Conhece esse lugar?"

   Também digo onde fica, que é em um famoso mercado da cidade. Peço para Olivier me levar até lá, e seguir com o plano, que é me esperar, mas caso o segurança ligue, é para ela ir busca-lo, e depois voltar aqui, conforme já combinamos nos detalhes.
avatar
Lipe

Data de inscrição : 20/09/2017
Idade : 32
Localização : Itapema - Santa Catarina - Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Red Race

Mensagem por Blackwood em Seg Maio 28, 2018 4:31 pm

Saron Von Redurtuni


ps 15/15
fv 05/05
v   ok

DETROIT INSTITUTE OF ARTS


Uma belíssima exposição de artes moderna atraía gente do mundo todo para a decadente Detroit. O evento acontecia no Instituto de Artes de Detroit. De pinturas abstratas a esculturas psicodélicas atraíam uma gama de apreciadores bastante variados. Dentre o público, estava uma figura de bastante notoriedade, não tanto por fama, mas por sua aparência, que chamava a atenção de todas as pessoas que olhavam e comentavam discretamente umas com as outras sobre o belíssimo Saron Von Redurtuni. Saron é um vampiro do clã da rosa, e vinha de longe para apreciar as belas artes ali demonstradas pelo rebanho.

Saron já estava na cidade a alguns dias e já tinha cumprido as devidas cerimônias de apresentação ao principado e logo estaria de partida. Naquela noite, Saron estava na presença de Helene Johnson, a primigênie de seu clã, na cidade de Detroit. Desde que chegou naquelas terras, Saron chamou a atenção da vampira que adorava estar do lado de um ser tão perfeito aparentemente. Mas esse capricho, não era para saciar os desejos carnais comumente aos humanos, Johnson gostava de desfilar com o vampiro para deixar seus amantes loucos de ciúmes e assim mais vulneráveis aos seus comandos.

Os dois desfilavam de braços dados sobre o piso polido do instituto de artes e conversavam sobre o assunto que inflamava a cidade naquele momento, fazendo alguns cainitas perderem o sono.

Johnson - Mas me diga senhor Redurtuni, o que te trás a falida cidade de Detroit? Deve ser algo de muita relevância para trocar as noites parisiense por isto aqui!
avatar
Blackwood

Data de inscrição : 24/07/2016
Idade : 29
Localização : Betim - MG

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Red Race

Mensagem por Blackwood em Seg Maio 28, 2018 4:50 pm

Hellen Desirré


ps 10/10
fv 04/06
v   ok

Ahm, crimes? Que tipo de crimes?

Miles - Ah... na verdade isso não tem importância, como disse, tudo não passa de denuncias vazias e sem materialidade. Não há prova alguma contra ele. Mas as denúncias variam de corrupção a assassinatos...

#Pós telefonema

Com as informações colhidas, a vampira sentia-se excitada pelas probabilidades. Ela se deitava e tentava repousar, mas sua mente doente parecia agitada demais naquela noite. Hellen sentia uma febre comum aos malkavianos queimar o seu corpo e sua mente. Seu cérebro parecia estar em chamas, e isso fazia a vampira se levantar com as mãos na cabeça... imagens distorcidas inundavam a sua cabeça acompanhadas de vozes ininteligíveis...

Sem dúvidas a neófita ficou bastante confusa com essa experiência. Talvez ela fosse nova demais sendo o que é para poder interpretar tais alucinações, talvez ela precisasse de ajuda. Hellen sabia que sua mentora não estava na cidade por aquelas noites, mas sabia também que ela não era a única da família de Malkav naquela cidade...

O som da vida lá fora invadia o seu apartamento, e as coisas pareciam estar se estabilizando na sua cabeça perturbada quando de repente ela era surpreendida pelo tocar do telefone. O número era desconhecido para ela...
avatar
Blackwood

Data de inscrição : 24/07/2016
Idade : 29
Localização : Betim - MG

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Red Race

Mensagem por Titojam em Seg Maio 28, 2018 10:48 pm

A vinda a cidade decaída seria um novo desafio a nao vida para Saron que estava disposto ser chantageado, enganado e talvez ludibriado. O toreador sabe que entre os nao vivos, é necessario ter a esperteza e jamais confiar em alguem, apesar de precisar delas.

Passeando pelo museu com a atual primigenie da cidade, Sra Helene Jhonson, Saron nao se encomodava com as pessoas proximas e era dessa forma que conquistava novos rebanhos e influencias mortais.

Sendo questionado por Helene pela sua vinda, fez questao responder:

_Adoraria dizer que seria para te ver, mas talvez um dia voce me dê um bom motivo para lhe procurar madame Helene. Como cavalheiro, seria uma honra ter sua presença, mas meu real interesse é investigar o ruir da capela tremere e colaborar com o principado_

Aproveitando a deixa da donzela, provocando a e incitando ciumes, Saron fala proximo no ouvido e baixinho

_Meu valor ao principado dará gozo a vossa majestade, nao?_

Saron queria deixar as pessoas excitadas, somente pelo modo de agir e com Helene desejava aproximaçao, pois informaçoes eram seu interesse..

Titojam

Data de inscrição : 12/08/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Red Race

Mensagem por Romullus em Seg Maio 28, 2018 11:24 pm

Miles - Ah... na verdade isso não tem importância, como disse, tudo não passa de denuncias vazias e sem materialidade. Não há prova alguma contra ele. Mas as denúncias variam de corrupção a assassinatos... -Ah... Certo. Então, você é também um criminoooso.... Hellen levanta sua sobrancelha em interesse e por obter mais uma informação interessante sobre o esquivo Senescal.

#Pós telefonema
O som da vida lá fora invadia o seu apartamento, e as coisas pareciam estar se estabilizando na sua cabeça perturbada quando de repente ela era surpreendida pelo tocar do telefone. O número era desconhecido para ela...
Hellen até sente um breve prazer ou alívio por sua mente ser interrompida por tanta agitação. Ela atende o telefone.
-Alô
?
avatar
Romullus

Data de inscrição : 07/12/2017
Idade : 36
Localização : Ainda no planeta.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Red Race

Mensagem por Blackwood em Ter Maio 29, 2018 9:56 am

Bryan Mills


ps 10/10
fv 05/05
v   ok

O contato com seu mentor apesar de ser breve, acabou dando uma luz no fim do túnel para o gangrel récem-chegado. Bryan desligava o celular e pedia para Olivier se dirigir para o tal bar do Jacob, que fica num mercado importante na cidade. Ambos não sabiam a localização exata, mas após uma rápida busca no GPS, Olivier identificava o mercado e mudava a sua rota para tal.

#EASTERN MARKET DETROIT

O local era bastante movimentado e ali havia várias lojas oferecendo diversos produtos. Olivier deixava o carro em um estacionamento ali pero e os dois caminhavam a pé para o mercado. Lá dentro, Olivier tomava a frente e fazia jus ao seu salário. A carniçal perguntava ao segurança local onde ficava o bar do Jacob. Apó a explicação do segurança, Olivier guiava o seu sire até o local desejado.





No momento em que Bryan e Olivier entravam no bar, um cliente acabava de colocar uma música na jukebox, e a atmosfera do local era tomada pela canção. Um homem atrás do balcão elogiava a escolha do rapaz e aumentava o volume da jukebox com um pequeno controle remoto que retirava debaixo do balcão.  O bar estava relativamente cheio, a maioria das mesinhas estavam ocupadas e no balcão havia mais clientes sentados em banquetas compridas, todos bebendo e conversando. A iluminação era fraca e as paredes decoradas com capas de vinis de bandas de rock e longas prateleiras suportando garrafas de bebidas....
avatar
Blackwood

Data de inscrição : 24/07/2016
Idade : 29
Localização : Betim - MG

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Red Race

Mensagem por Blackwood em Ter Maio 29, 2018 10:11 am

Saron Von Redurtuni


ps 15/15
fv 05/05
v   ok


Saron aproveitava da presença de Helena e entrava no jogo de simulações típico de sua espécie. Uma simples pergunta como: "o que traz aqui em Detroit?" poderia muito bem ter sido articulada por inimigos interessados em calcular cada passo do vampiro, e ele sabia muito bem disso apesar de não ser um membro tão velho...

_Adoraria dizer que seria para te ver, mas talvez um dia voce me dê um bom motivo para lhe procurar madame Helene. Como cavalheiro, seria uma honra ter sua presença, mas meu real interesse é investigar o ruir da capela tremere e colaborar com o principado

Johnson - Fico lisonjeada com seu galanteio, sem dúvidas és um cavalheiro e sabe tratar bem uma dama. Mas... O que mais falta investigar sobre o ataque a capela? Pensei que estivesse tudo resolvido, Crowford culpou Ângelo pelo crime e a cidade vive um estado de alerta proporcionado pela caçada de sangue ao anátema. Sem ofensas, mas não achas essa empreitada perigosa demais para um neófito?

Os dois paravam diante de uma tela imensa que cobria toda uma parede do instituto. Ao lado deles muitas pessoas próximas, afinal, o evento era aberto ao público, e não fazia distinções  dos visitantes.



_Meu valor ao principado dará gozo a vossa majestade, nao?_

A vampira sorria para Saron e colocava a mão em seu rosto frio deslizando sobre a pele macia toando todo o cuidado para não o ofender com que estava para falar..

Johnson - Não se iluda meu querido, és apenas um neófito...
avatar
Blackwood

Data de inscrição : 24/07/2016
Idade : 29
Localização : Betim - MG

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Red Race

Mensagem por Blackwood em Ter Maio 29, 2018 10:20 am

Hellen Desirré


ps 10/10
fv 04/06
v   ok

A vampira ainda voltava daquelas visões e sons perturbadores que sua mente se inundava antes de atender ao telefone, mas talvez o toque do celular a tenha trazido de volta para a realidade. Hellen atendia o aparelho com um tímido alô sem fazer ideia de quem seria o seu interlocutor...

? - Srta Desirré? Também viu e ouviu as mensagens não foi?... Estou falando das visões que acabará de ter!

Apesar de já ter tido tempo suficiente para se familiarizar com as peculiaridades de seu clã, aquilo a surpreendia. Como alguém poderia saber o que se passava na cabeça dela? talvez fosse um palpite do interlocutor, porém, exato demais para ser apenas um palpite. A vampira pensava cuidadosamente nas suas próximas palavras antes de abrir sua boca. Por um momento, o único som dentro do quarto era o proveniente das ruas, do trânsito vivo de Detroit...
avatar
Blackwood

Data de inscrição : 24/07/2016
Idade : 29
Localização : Betim - MG

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Red Race

Mensagem por Lipe em Ter Maio 29, 2018 11:01 am

Bryan Mills



   'A situação está se parecendo com uma caçada ao rato pelo gato, mas no caso, é caçada ao rato pelo cavalo! Este ambiente é confortável e me arremete à um espirito livre e rebelde, eu gosto disso, me desperta uns sentimentos reprimidos pelos anos de treinamento com meus Senhor e Mentor.'

   Dispenso Olivier, e a deixo fazer o que quiser, só digo que espere que eu descubra a localização do Elísio e me leve lá antes de seguir o plano. Me misturo com as pessoas ali no bar, e chego até o balcão. Me apresento como um forasteiro, e peço pela proprietária do bar:

   — "Boa noite, eu vim falar com a proprietária do estabelecimento, ela está?"





   Aguardo a resposta, e peço um maço de cigarro. Pergunto se posso fumar ali, se sim, acendo um cigarro. Se não, peço uma bebida, mas que não beberei.
avatar
Lipe

Data de inscrição : 20/09/2017
Idade : 32
Localização : Itapema - Santa Catarina - Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Red Race

Mensagem por Gam em Ter Maio 29, 2018 3:57 pm

- Há alguns anos, quando eu ainda era capanga de Boyle... - Seu passado como carniçal não é segredo pra ninguém na cidade. - Matei um dos seus Irmãos de Sangue. Naquela época nós estávamos infiltrados, conseguimos algumas informações antes de foder a por... - Ele se corrige. - Antes de tudo ir pelos ares.

- Ele é um incendiário. Talvez tenhamos sorte se houver como saber sobre vendas de grandes quantidades de gasolina ou querosene nesses dias. Os da raça dele dificilmente andam separados ou empregam carniçais, então devem ter chamado atenção quando compraram isso. Carniçais são... - ele não tem certeza se devia dizer isso. - ... um sinal de fraqueza na Seita deles.

Por hora, isso é tudo o que dirá ao Príncipe. Se mostrar logo todas as suas cartas, ele pode se tornar inútil rapidamente.

- Eu estava pensando... podemos usar sua sede de vingança contra ele. Dar um jeito com que meu rosto apareça na mídia, atraí-lo pra algum lugar.

_________________
... só pode ser os nóia!
avatar
Gam

Data de inscrição : 08/03/2010
Idade : 25
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Red Race

Mensagem por Blackwood em Ter Maio 29, 2018 4:31 pm

Bryan Mills


ps 10/10
fv 05/05
v   ok

Bryan gostava do clima local, a música lhe fazia sentir boas emoções que sentia quando em vida. Se aproximando do balcão, o gangrel falava com o homem que estava por trás do balcão perguntando sobre a proprietária...

— "Boa noite, eu vim falar com a proprietária do estabelecimento, ela está?"


Jacob - (Sorriso) Você já esta falando com ELE! ... Sou Jacob, em que posso te ajudar?

Bryan se sentia um pouco perplexo pela gaf cometida, mas ele não se culpava tanto, afinal ele era um novato naquela cidade e não tinha obrigação de saber das coisas... pelo menos essa era uma boa forma de se auto consolar.

Jacob olhava o gangrel de cima em baixo e com um ar de confiança falava para Bryan...

Jacob - O sr não está aqui por causa da bebida e boa música não é mesmo? Alias, eu não sirvo a bebida que te sacia aqui no meu estabelecimento... Você é novo aqui, nunca vi essa cara feia. O que quer no meu bar?

O fato do homem reconhecer a verdadeira natureza de Bryan pegava o vampiro um pouco de surpresa, mas a surpresa era quebrada quando Jacob falava mal da aparência do gangrel, logo ele? Aquele homem mais parecia um nosferatu, como poderia criticar a aprência de alguém?

Enquanto esperava a resposta do gangrel, Jacob lustrava a madeira do balcão limpando alguns pingos de cerveja certamente derrubados por algum cliente desastrado.
avatar
Blackwood

Data de inscrição : 24/07/2016
Idade : 29
Localização : Betim - MG

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Red Race

Mensagem por Romullus em Ter Maio 29, 2018 6:19 pm

Srta Desirré? Também viu e ouviu as mensagens não foi?... Estou falando das visões que acabará de ter!
-Mensagens.... SIm! Hellen pára, por um segundo, se dando conta que ela está trocando suas ideias com alguém que nem conhece ou, pelo menos, reconheceu. -Quem é?!
avatar
Romullus

Data de inscrição : 07/12/2017
Idade : 36
Localização : Ainda no planeta.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Red Race

Mensagem por Lipe em Qua Maio 30, 2018 9:26 pm

Bryan Mills



   

Jacob escreveu:(Sorriso) — Você já esta falando com ELE! ... Sou Jacob, em que posso te ajudar? ... O sr não está aqui por causa da bebida e boa música não é mesmo? Alias, eu não sirvo a bebida que te sacia aqui no meu estabelecimento... Você é novo aqui, nunca vi essa cara feia. O que quer no meu bar?


      — "Boa noite senhor Jacob. Desculpe-me pela garfe. Bem, é exatamente por isso que vim até o senhor, pois sou novo na cidade. E me disseram que eu poderia me apresentar para a senhora Francesca Chevallier, como posso encontra-la?"
avatar
Lipe

Data de inscrição : 20/09/2017
Idade : 32
Localização : Itapema - Santa Catarina - Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Red Race

Mensagem por Blackwood em Sex Jun 01, 2018 10:30 am

Linconl


ps 10/10
fv 05/05
v   ok

Linconl contava toda sua história com o anátema para Crowford, tomando cuidado para não expor todas as suas cartas na mesa de uma só vez. Ele escolhia sabiamente cada palavra, para assim, usufruir ao máximo de tal benefício e garantir a sua sobrevivência naquelas noites de caçada de sangue.

- Talvez tenhamos sorte se houver como saber sobre vendas de grandes quantidades de gasolina ou querosene

Crowford - Não acredito que Ângelo agiria assim, existe outros meios de gerar fogo independente de combustíveis. E um vampiro tão antigo quanto ele, não deve ser subestimado. Mas fique a vontade se quiser testar a sua hipótese.

- Eu estava pensando... podemos usar sua sede de vingança contra ele. Dar um jeito com que meu rosto apareça na mídia, atraí-lo pra algum lugar.

Crowford - Essa sim seria uma ótima ideia. Na verdade, já tenho alguém em mente que poderia muito bem nos ser útil nesse caso. O senhor já conhece a Srta Johnson? Ela tem forte influência na mídia. Procure-a e diga que eu o enviei, eu ligarei para ela e adiantarei o assunto. Vou te enviar o endereço dela por mensangem.

Crowford retirava seu smartphone do bolso interno de seu terno e após alguns segundos deslizando o dedo sobre a tela, o aparelho de Linconl vibrava no bolso. Era a mensagem com o endereço de Helena Johnson.

Crowford - Não tema por sua vida Lincoln, juntos conseguiremos superar este fardo que assola Detroit e ameaça não só a sua vida, como a de todos nós. Quero que saiba que estarei acompanhando essa missão de perto. Tem algo mais em que posso lhe ser útil?
avatar
Blackwood

Data de inscrição : 24/07/2016
Idade : 29
Localização : Betim - MG

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Red Race

Mensagem por Blackwood em Sex Jun 01, 2018 10:39 am

Hellen Desirré


ps 10/10
fv 04/06
v   ok

As palavras do misterioso interlocutor do outro lado da linha, atiçava a curiosidade de Hellen. Apesar de não fazer ideia de quem seria, a vampira confirmava positivamente a pergunta feita por aquela voz masculina. 

- Quem é?!

Mitchell - Não se preocupe, sou um amigo. Na verdade você já me conhece, só não tivemos a oportunidade de termos uma boa conversa. Pertencemos a mesma família, me chamo Gary Mitchell, e faço parte da primigênie de Detroit. Venha até mim se quiser esclarecimentos sobre o que acabou de sentir, e iremos interpretar isso juntos, antes de decidir o que fazer, tudo bem?

Hellen sabia onde ficava a residência do Sr Mitchell, além de Primigênie, ele era também o zelador do elísio, que era em sua própria mansão onde mantém um luxuoso restaurante para receber a parte mais importante do rebanho e os membros locais.
avatar
Blackwood

Data de inscrição : 24/07/2016
Idade : 29
Localização : Betim - MG

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Red Race

Mensagem por Blackwood em Sex Jun 01, 2018 5:32 pm

Bryan Mills


ps 10/10
fv 05/05
v    ok

— "Boa noite senhor Jacob. Desculpe-me pela garfe. Bem, é exatamente por isso que vim até o senhor, pois sou novo na cidade. E me disseram que eu poderia me apresentar para a senhora Francesca Chevallier, como posso encontra-la?"

Jacob era naturalmente desconfiado, talvez a vida não tenha sido um mar de rosas para o carniçal. Mas convenhamos, um estrangeiro chega em seu bar e pergunta sobre sua sire! Após analisar a veracidade da informação, procurando saber quem teria enviado o tal forasteiro, Jacob pedia um minuto para o gangrel e se rretirava para dentro das instalações do estabelecimento. Depois de alguns minutos, o mesmo voltava para o balcão com uma boa notícia para Bryan.

Jacob - Noite de sorte forasteiro, Chevallier aceitou se encontrar com você no cemitério de Detroit. Ela disse que vai te esperar em frente ao mausoléu da família Rock Fellers. Ela pediu para não se atrasar, caso o contrário não a encontrará lá.

Com um sorriso feioso, Jacob se despedia do vampiro e voltava as suas atividades do bar...
avatar
Blackwood

Data de inscrição : 24/07/2016
Idade : 29
Localização : Betim - MG

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Red Race

Mensagem por Romullus em Sex Jun 01, 2018 7:45 pm

Mitchell - Não se preocupe, sou um amigo. Na verdade você já me conhece, só não tivemos a oportunidade de termos uma boa conversa. Pertencemos a mesma família, me chamo Gary Mitchell, e faço parte da primigênie de Detroit. Venha até mim se quiser esclarecimentos sobre o que acabou de sentir, e iremos interpretar isso juntos, antes de decidir o que fazer, tudo bem?

Hellen ouve e reconhece o interlocutor pelo seu nome, recebendo essa boa e oportuna informação. Ela demora uns dois segundos e responde.  Ok. Estarei, aí, já, já. E desliga o telefone, abruptamente. Ela se apressa ao sair, indo em direção ao seu carro. Em seguida, vai até a casa luxuosa do Senhor Mitchel, apressadamente.
avatar
Romullus

Data de inscrição : 07/12/2017
Idade : 36
Localização : Ainda no planeta.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Red Race

Mensagem por Blackwood em Sab Jun 02, 2018 8:43 pm

Hellen Desirré


ps 10/10
fv 04/06
v   ok

Sem protestar, a malkaviana logo aceitava a proposta de Mitchell. A vampira desligava o telefone e rapidamente se aprontava para partir. Ela deixava o seu refúgio e descia até o estacionamento do seu condomínio. Antes de chagar no carro ela o destrancava através do alarme para adiantar as coisas. Após alguns minutos dirigindo sobre as ruas de Detroit, Hellen chegava a mansão de Gary Mitchell, o elísio da cidade de Detroit. Logo um manobrista vinha em sua direção com um sorriso no rosto pedino as chaves do carro de Hellen (...).

Entrando na parte inferior da mansão, que funcionava como um restaurante granfino, Desirré era recebida por um homem bem vestido com smoking que lhe abordava logo na porta perguntando a sua graça. Após devidas apresentações, O mesmo homem acompanhava a malkaviana até o escritório do lord Mitchell - como chamava o mordomo - Os dois atravessavam o hall principal e subiam uma escadaria enorme que dava duas opções de caminhos após o primeiro lance de escadas. Os dois seguiam para a esquerda e no topo da escada, um corredor podia ser visto pela vampira, um longo corredor. Em silêncio, caminhavam até o fim daquele corredor onde dois segurança guardavam uma porta dupla de madeira (...).

O mordomo a deixava na porta, que era aberta por um dos seguranças para que a vampira adentrasse o seu interior. Hellen passava pela porta e se deparava com um escritório típico de grandes mansões. Todo trabalhado em madeira, com estantes ostentando livros dos pés ao teto. Um enorme quadro com a imagem de Mitchell e móveis meticulosamente distribuídos sobre um tapete que cobria todo o espaço que era demasiado generoso. Atrás da mesa, sentado em uma poltrona enorme, estava Mitchell, que se levantava e caminhava até Hellen com uma nítida empolgação em seu movimento.


Mitchell - Que bom que veio Srta Desirré! Acredito que tens muitas dúvidas a serem sanadas minha prima!

Dizia o bem trajado malkaviano enquanto segurava as duas mãos da vampira em sinal de boa recepção.
avatar
Blackwood

Data de inscrição : 24/07/2016
Idade : 29
Localização : Betim - MG

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Red Race

Mensagem por Romullus em Dom Jun 03, 2018 10:37 am

Sem protestar, a malkaviana logo aceitava a proposta de Mitchell. A vampira desligava o telefone e rapidamente se aprontava para partir. Ela deixava o seu refúgio e descia até o estacionamento do seu condomínio. Antes de chagar no carro ela o destrancava através do alarme para adiantar as coisas. Após alguns minutos dirigindo sobre as ruas de Detroit, Hellen chegava a mansão de Gary Mitchell, o elísio da cidade de Detroit. Logo um manobrista vinha em sua direção com um sorriso no rosto pedindo as chaves do carro de Hellen (...). Hellen olha para a cara do manobrista, por 1 segundo... Tenho mesmo? E põe a chave na mão dele, mecanicamente, como se fosse obrigada, e sem dar nenhuma palavra.

Entrando na parte inferior da mansão, que funcionava como um restaurante granfino, Desirré era recebida por um homem bem vestido, com smoking, que lhe abordava logo na porta perguntando a sua graça. Hellen Desirré Após as devidas apresentações, O mesmo homem acompanhava a malkaviana até o escritório do lord Mitchell - como chamava o mordomo - Os dois atravessavam o hall principal e subiam uma escadaria enorme que dava duas opções de caminhos após o primeiro lance de escadas. Os dois seguiam para a esquerda e no topo da escada, um corredor podia ser visto pela vampira, um longo corredor. Em silêncio, caminhavam até o fim daquele corredor onde dois segurança guardavam uma porta dupla de madeira (...). Hellen ia caminhando pela ostentosa mansão,  prestando atenção ao detalhes, mas ainda ansiosa por encontrar o tal Senhor Mitchel. A mansão chegava ser opressora demais para os padrões de Hellen, ao mesmo tempo que ela se sentia como se estivesse em outro mundo. Totalmente alheia ao ambiente.

O mordomo a deixava na porta, que era aberta por um dos seguranças para que a vampira adentrasse o seu interior. Hellen passava pela porta e se deparava com um escritório típico de grandes mansões. Todo trabalhado em madeira, com estantes ostentando livros dos pés ao teto. Um enorme quadro com a imagem de Mitchell e móveis meticulosamente distribuídos sobre um tapete que cobria todo o espaço que era demasiado generoso. Atrás da mesa, sentado em uma poltrona enorme, estava Mitchell, que se levantava e caminhava até Hellen com uma nítida empolgação em seu movimento.
Mitchell - Que bom que veio Srta Desirré! Acredito que tens muitas dúvidas a serem sanadas minha prima! Hellen mantém um sorriso simpático, demonstrando uma satisfação de encontrá-lo, deixando que ele pegasse suas mãos. É.... Algumas.

Dizia o bem trajado malkaviano enquanto segurava as duas mãos da vampira em sinal de boa recepção.


Última edição por Romullus em Dom Jun 03, 2018 10:59 am, editado 2 vez(es)
avatar
Romullus

Data de inscrição : 07/12/2017
Idade : 36
Localização : Ainda no planeta.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Red Race

Mensagem por Blackwood em Dom Jun 03, 2018 10:55 am

Hellen Desirré


ps 10/10
fv 04/06
v   ok

Após calorosa recepção, Mitchell convida Hellen para se sentar em uma de duas poltronas separadas por uma mesinha de centro que ficava perto de uma enorme janela de onde o malkaviano costumava observar o imenso jardim de sua mansão. Mitchell pegava um cachimbo que estava em cima de um cinzeiro sobre a mesa e ateava fogo sobre ele. Após uma longa tragada e posteriormente uma baforada, Hellen sentia o cheiro do fumo proveniente do artefato nas mãos de Mitchell...

Mitchell - Te chamei aqui para conversarmos sobre as ultimas imagens que inundaram as mentes sagazes dos primos desta região. Creio que não sejam muitos representantes, além nós. - Uma pausa para uma segunda tragada no cachimbo - O que experimentamos foi um presságio do que está por vir minha querida. A camarilla está sobre grande risco de extinção, o engraçado, é que as imagens não nos remete ao anátema supostamente presente em nossos domínios. - Mais uma tragada - Alguma coisa me fez chamar a Srta, algo e diz que sabe de algo importante. - Dizia ele escorando por completo suas costas na poltrona e cruzando as pernas - Acertei?
avatar
Blackwood

Data de inscrição : 24/07/2016
Idade : 29
Localização : Betim - MG

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Red Race

Mensagem por Lipe em Dom Jun 03, 2018 5:49 pm

Bryan Mills


  Ouço com atenção as palavras do homem, agradeço, pago 1000 dólares para ele e digo que é só um agradecimento.

  Vou atrás de Olivier, e ao acha-la, digo:

      — "Estamos montando um quebra-cabeça, Olivier. Parece com aqueles casos que a polícia na chama para solucionar, onde tenho que ir atrás de pista após pista até encontrar o assassino que acha que sabe se esconder de mim. Aliás, o segurança ligou ou mandou mensagem? (aguardo resposta) … Bem, quanto a nós, o próximo passo dessa busca nos leva ao cemitério de Detroit. Espero que dali eu possa resolver minha situação clandestina aqui na cidade! Vamos, me leve até o cemitério."


Última edição por Lipe em Seg Jun 04, 2018 10:36 am, editado 1 vez(es)
avatar
Lipe

Data de inscrição : 20/09/2017
Idade : 32
Localização : Itapema - Santa Catarina - Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Red Race

Mensagem por Romullus em Seg Jun 04, 2018 1:08 am

Após calorosa recepção, Mitchell convida Hellen para se sentar em uma de duas poltronas separadas por uma mesinha de centro que ficava perto de uma enorme janela de onde o malkaviano costumava observar o imenso jardim de sua mansão. Hellen se senta, em sugestão ao pedido do misterioso e proeficiente anfitrião, cruzando as pernas, em seguida. Então, ela fica séria, preparada para que Senhor Mitchel estava prestes a falar. Mitchell pegava um cachimbo que estava em cima de um cinzeiro sobre a mesa e ateava fogo sobre ele. Após uma longa tragada e posteriormente uma baforada, Hellen sentia o cheiro do fumo proveniente do artefato nas mãos de Mitchell... Hellen ia observando os maneirismos do anfitrião, assim como sua calma, presumindo que Senhor Mitchel estivesse convencido de que a situação estava em seu controle e que ele iria obter tudo o que ele queria. Ela só esperou, pacientemente.

Mitchell - Te chamei aqui para conversarmos sobre as ultimas imagens que inundaram as mentes sagazes dos primos desta região. Creio que não sejam muitos representantes, além nós. - Uma pausa para uma segunda tragada no cachimbo - O que experimentamos foi um presságio do que está por vir minha querida. A camarilla está sobre grande risco de extinção, o engraçado, é que as imagens não nos remete ao anátema supostamente presente em nossos domínios. - Mais uma tragada - Alguma coisa me fez chamar a Srta, algo e diz que sabe de algo importante. - Dizia ele escorando por completo suas costas na poltrona e cruzando as pernas - Acertei? Hellen menea a cabeça de leve, em concordância, contando com a possibilidade de ele ter os mesmos recursos para ler a mente que ela, deduzindo que mentir para ele poderiiiia não ser a melhor opção. E que, ainda, poderia por essa oportunidade a perder. Correto.
avatar
Romullus

Data de inscrição : 07/12/2017
Idade : 36
Localização : Ainda no planeta.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Red Race

Mensagem por Blackwood em Seg Jun 04, 2018 10:24 pm

Bryan Mills

ps 10/10
fv 05/05
v   ok

Bryan pagava a informação com mil verdinhas americanas. Um sorriso se abria no rosto desfigurado de Jacob, que dizia ao pegar o dinheiro: - Eu posso me acostumar com esses mimos fácil fácil....(risos). O gangrel deixava Jacob com os seus afazeres e saía do bar em direção a rua. Lá fora, sua fiel escudeira Olivier o aguardava pacientemente.

— "Estamos montando um quebra-cabeça, Olivier. Parece com aqueles casos que a polícia na chama para solucionar, onde tenho que ir atrás de pista após pista até encontrar o assassino que acha que sabe se esconder de mim. Aliás, o segurança ligou ou mandou mensagem?"

Olivier - Sim, e não são boas. Ele perdeu o rastro dos pneus ao chegar no asfalto, e quanto ao Lipe, ele perdeu o faro após alguns metros. Talvez o esconderijo seja longe demais e o cheiro deles tenham se dissipado pela atmosfera.

- "Bem, quanto a nós, o próximo passo dessa busca nos leva ao cemitério de Detroit. Espero que dali eu possa resolver minha situação clandestina aqui na cidade! Vamos, me leve até o cemitério."

Olivier atendia prontamente o pedido de seu sire, apesar de ter achado o local estranho, mas mesmo assim não protestava de maneira alguma. Os dois deixava aquele grande e movimentado mercado e partiam para o cemitério.


Olivier desacelerava o carro ao se aproximar do local até parar completamente. Apesar de todas as suas experiências relacionadas ao mundo das trevas simplesmente por conviver com o seu sire, ela estava visivelmente incomodada com o fato de estar ali, porém, ela se esforçava para não transparecer esse detalhe a Bryan.

Olivier - Acredito que isso deve ser uma coisa.. quero dizer.. um encontro exclusivo a pessoas.... vampiros.. estou certa? Acho melhor eu esperar aqui no carro, não quero ser entrona.


Bryan descia do veículo e caminhava até a entrada principal do cemitério. O gangrel caminhava a passos lentos observando os nomes escritos nos topos de cada estrutura dos mausoléus ali presentes. Não havia nenhum mortal ali, apenas Bryan e o lugar. O silêncio e a escuridão eram quase tangíveis e uma neblina rala escondia o chão. Mas toda essa atmosfera tenebrosa e quieta era interrompida por um clarão vindo de um dos mausoléus, e chamava a atenção do gangrel. Duas pessoas pareciam estar tendo uma conversa um tanto conturbada. Uma, terrivelmente feia, logo Bryan deduziu ser Chevallier. A outra, um homem de cabelos compridos com vestes ultrapassadas porem de fino gosto e uma chama ardia em uma de suas mãos que estava erguida. Bryan não pode ouvir o teor da conversa, mas antes que pudesse intervir de alguma maneira, o homem lançava o fogo em todo o corpo da criatura que gritava de dor e rapidamente era reduzida a cinzas...

Bryan ainda estava coberto pelo manto da escuridão, ele ficava estagnado com o que acabara de presenciar. E o assassino parecia ainda não te-lo visto. O assassino observava a pilha de cinzas com um sorriso no rosto, enquanto era observado pelo gangrel que se escondia atrás de uma lápide de pedra extremamente fria ao toque do vampiro, aquela noite fazia muito frio, e nem mesmo os corvos comumente encontrado nesses locais quiseram sair de seus refúgios. Bryan não sabia o que fazer, quando de repente ele percebia que Olivier havia entrado no cemitério atrás dele. Ela era discreta, e não fazia barulhos, porém não sabia o risco que estava correndo entrando naquele local. Ela olhava para todos os lados na esperança de encontrar o seu sire. O vapor de sua respiração era desenhado no ar por conta do frio. Bryan estava exatamente entre o assassino de Chevallier e sua carniçal.
avatar
Blackwood

Data de inscrição : 24/07/2016
Idade : 29
Localização : Betim - MG

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Red Race

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 3 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum