Ciclo Gangrel (Selvagens) - Sinopses e Reserva de Vagas 2º Ciclo 2018

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ir em baixo

Ciclo Gangrel (Selvagens) - Sinopses e Reserva de Vagas 2º Ciclo 2018

Mensagem por Beaumont em Seg Abr 23, 2018 9:44 pm

Xaviar - Ultimo Justicar Gangrel da Camarilla 

Algo morto se aproxima. Vem de fora do caminho, de onde a estrada termina. É irmão das corujas e companheiro dos espantalhos. Não há escapatória. Você vai tentar mata-lo, mas ele não vai morrer. Você vai tentar correr mais rápido, mas ele vai persegui-lo com quatro patas. Você vai tentar escapar, mas ele vai onde outros monstros temem pisar. Você vai se trancar em uma torre ou em uma câmara, mas ao anoitecer ele virá com asas ou como uma nevoa voraz. Você vai implorar para a sua face humana, mas ela só vai sorrir e dizer: “o que se faz de si mesmo uma fera se desfaz do sofrimento de ser humano”. Você vai morrer se perguntando quem o monstro citou.


Os Gangrel são os sobreviventes definitivos. Próximos da Fera, próximos dos ossos, eles são primais. Não. Ferais! Eles são resistentes descartando feridas que deveriam ser terríveis quando as armas tocam inutilmente sua carne morta. Eles estão lá fora e você não pode fazer nada a respeito disso. Mais do que qualquer outro clã, eles são uma lembrança de que a maior mentira que o Demônio já disse foi:

"Parabéns, você escapou da cadeia alimentar!"


Quem somos? 

Veja a contadora de histórias. Como um pássaro estranho ela migra de cidade em cidade. Ela pousa nos pubs, reservas ambientais, parques, hospitais e cafeterias de escolas primarias. O melhor lugar é reservado para ela. Uma oradora profissional, ela é especializada em historias de fantasmas. Em outubro ela começa sua temporada. Ela viaja, conta algumas histórias e recolhe outras. Ela publica coleções sobre folclore. Mas algumas lendas urbanas, as que se encaixam como peças de quebra-cabeças irregulares, ela guarda. Ela volta ao seu lugar de descanso e as escreve nas paredes e no teto. Deitada no chão ela observa tudo isso, desfocando seus olhos. Conforme ela marca e remarca os rabiscos, padrões emergem. Ela umedece os lábios, faminta da localização dos Antigos adormecidos.


Veja o presidente-executivo. Dizem que homens de negócios bem sucedidos tem traços de personalidade em comum com sociopatas e predadores. Ele é Shere Khan em um traje de três peças. As regras não mudaram. É devorar ou ser devorado. A ganância é boa. O arranha-céu é só outra selva, e ele tomou andar por andar, marcando com seu próprio sangue. Ele sabe tudo o que acontece na sua selva. Cada leopardo e chacal se curva diante dele. Como eles uivam, grunhem e rosnam! Às vezes as metáforas primarias cortam muito literalmente. Arruinando tantos trajes. Mas ele só as descarta como um animal trocando de pele. Em seu apartamento na cobertura, há um armário com fileiras de ternos como os dentes na mandíbula de um tubarão.

Olá, pessoal. Para nossa alegria, mais um ciclo se inicia! Este terá início dia 05 de Maio e irá terminar dia 25 de Agosto.
Abaixo estão as sinopses. No segundo post estão as vagas.
Garanta sua vaga postando aqui, mesmo se ela já estiver reservada. Seu post deve conter, OBRIGATORIAMENTE:
Nome de usuário:

Nome do personagem:
Crônica:
Narrador:
Estereótipo Gangrel:

• Sempre bom lembrar, você só pode reservar uma vaga se já tiver uma ficha aceita.
Se não sobrou nenhuma vaga disponível para você, me envie uma MP imediatamente!
• É de suma importância o preenchimento do campo Esterótipo. A cada ciclo vocês irão decidir a concepção de seu personagem com relação ao que ele ENTENDE e/ou ACHA de um determinado clã. Isso é para fins interpretativos, para que possamos enriquecer ainda mais a ficha de vocês.
NARRADORES QUE AINDA NÃO ENVIARAM SUAS SINOPSES (ou que enviaram para o Beaumont), ME ENVIEM O QUANTO ANTES PARA QUE POSSA ATUALIZAR O TÓPICO. LEMBRANDO QUE O NÚMERO MÍNIMO DE VAGAS É 3!!! O exp dos narradores agora irão variar de 3 a 5 de acordo com o número de players e postagens dos mesmos.


Última edição por Beaumont em Seg Abr 23, 2018 9:59 pm, editado 1 vez(es)

_________________
Agradecimento a todos os players que gostam da minha narrativa  cheers clown cheers
Melhor Cronica Oficial  = 2008/2009/2010  - A Mascara de Vênus - Herança do Mal
Prêmio Narrador-Grão-Mestre = Por tempo de Narrativa Storyteller
Prêmio Pilar de Vegas = Por Coordenação da Cidade. 
Narrando no fórum desde 2005
avatar
Beaumont
Administrador
Administrador

Data de inscrição : 06/03/2010
Idade : 29
Localização : Aracaju/SE

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ciclo Gangrel (Selvagens) - Sinopses e Reserva de Vagas 2º Ciclo 2018

Mensagem por Beaumont em Seg Abr 23, 2018 9:48 pm

Narrador: Beaumont
Crônica: New Jersey By Night - O Maquinário da Dor
Seitas Permitidas: Todas
Tema: Sobrenatural, Horror Pessoal, Política.
Vagas: 5


New Jersey By Night - O Maquinário do Dor


“E o rebanho mortal era enxertado em máquinas toscas por razões práticas e não tão praticas, esse lugar se tornou uma lenda a nos assombrar pela eternidade. Não havia limites para as práticas que aquele lugar era capaz de recriar Muitos dos horrores que habitam os mitos mortais, são na verdade, antigas lembranças do que aconteceu neste lugar. Os gritos que partiam dali ainda ecoavam muito tempo depois que aquele lugar parou de ser utilizado... O rebanho mortal definhava, vítimas de experimentos por seu apetite voraz de evolução e controle total sobre a humanidade. ”


Neste cenário, as seitas Camarilla e Sabbath se preparam para mais uma movimentação de peças dos ante deluvianos. Desta vez Malkav - O iluminado desperta de seu confinamento onde estava vigiado a séculos por uma antiga Ordem esquecida, derivada da Sociedade Leopoldo, O Abade de Chantry.
A saída do clã malkaviano da camarilla e do sabá agora é oficial, visto como mentalmente instaveis e um perigo para a máscara, os vampiros do clã Malkaviano e qualquer outro vampiro de prolifere a demencia estão sendo caçados como Anatemas, pelo circulo interno. 4 Matusalens emergem de seu torpor com a volta do tão enigmático Anti deluviano Malkav. Desde o seu despertar fenômenos inexplicáveis ocorrem em volta do globo e "Aparições" são correlacionadas a estranhos atentados e fenomenos naturais que ocorrem nas cidades de Tamil Nadu(India), Detroit(MichiganEUA), Treaton(New Jersey EUA)um povoado ao sul da Áustria. Junto com ele a Rede Malkaviana se unifica de vez fazendo com que o clã se torne um só. Para impedir que os objetivos Malkav se concretizem um grupo secreto do governo e a Igreja calcula quais serão os próximos passos para impedir que o descontrole mundial ocorra. O mundo passa por uma situação de medo. Cidades se tornam verdadeiros antros de loucura com a proliferação de uma doença conhecida apenas como a Raiva Vermelha.
As noticias correram nos primeiros dias do fim do mês de Setembro mas com a influencia estabelecida pelas 5 Convenções Tecnocratas e o Circulo Interno da Camarilla, toda informação é filtrada e transformada em noticia popular, a internet porem começa a vazar pela deep web cenas que envolvem conflitos entre Alastores e esses famigerados "Cavaleiros do Apocalipse" ao qual estão aparecendo ao longo do mundo.
Vivenciamos as noites finais mais uma vez...
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Narrador: Undead Freak
Seitas Permitidas: Camarilla
Restrições de Clãs/Linhagens: Nenhuma.
Restrição de Idade:  Apenas Neófitos e Ancillae.
Vagas: 04.
Tema: Horror, Conspirações, Política, Combate.

Californian Evenings – A Noite do Renascer



(Diário de Marcus “Mark” Ricci, Toreador Neófito)

Los Angeles, Califórnia
Sexta-Feira, 13 de outubro de 2017

“Baby, Oh Baby! Bem-vindo ao século XXI!”

Bem, nem tanto assim, na verdade...

Nossos smarthphones são incríveis. As câmeras atuais parecem até tecnologia alienígena, de tão poderosas. O Rick apareceu ontem aqui, me mostrando uma arma nova: um smith & wesson 500. Uma porra de um revólver gigante, de calibre magnum .50, que faz a minha glock 9mm parecer algo da época das pederneiras. O que mais posso dizer? Ah, sim! Os computadores! Tem dois notebooks aqui, um de cada lado. Um está rodando windows 10, o outro uma versão desktop do linux ubuntu mais atual. Bem, eu não posso fazer nada. A  Eve simplesmente ama essas coisas; ela disse que vai trazer outro, rodando um sistema chamado FreeBSD, ou coisa assim. 

Qual o ponto? O ponto é que apesar de tudo, essa merda de cidade, de país e de mundo parou no tempo. Eu sou um exemplo disso! Dois computadores e eu ainda escrevo em uma porra de diário, usando papel e caneta! Ontem eu passei quase uma hora na sacada olhando a cidade e percebi que o teatro Moonlight ainda está com as portas pregadas, com as mesmas tábuas daquela noite. Já faz o que? Vinte, trinta anos? Puta que pariu...

Não, não para por aí. As arquiteturas antigas dos anos cinquenta (ou de antes disso) ainda estão de pé. Decadentes e assombradas, mas ainda estão lá, e elas superam os prédios modernos de luxo. Existe alguma coisa no ar que te faz olhar para o céu e se perguntar “Eu estou nos anos noventa?”, sendo que você sabe que não está mais. É estranho, é perturbador. Parece que tudo realmente parou no tempo. Parece que, apesar de toda a inovação, ainda estamos naquela maldita noite de 1983, quando ela me transformou no que eu sou hoje e, bem, não tinha pensado nisso, mas pode ser algo talvez pior. Pode ser que eu esteja ficando igual aos nossos anciões! O mundo se moderniza e muda, mas eu talvez não esteja conseguindo ver isso?
Eu vejo os pontos de ônibus. São sujos, fedidos e com drogados usando cocaína no banco, exatamente como era a trinta anos atrás. Os becos tem mendigos, lixos e barris pegando fogo, exatamente como era a trinta anos atrás. Vejo cemitérios velhos, parques sombrios e bares tocando músicas de décadas atrás sendo usados como pontos de encontros pelos membros,exatamente como eles faziam a trinta anos atrás! Eu vejo a Camarilla, com suas conspirações, fofocas e política barata com segundas intenções, exatamente como... ah, não. Espera. Isso é desde que ela passou a existir, muito antes de eu vir a nascer, tanto como mortal quanto como imortal. 

Eve chegou. Eu reconheço o barulho do motor. É o mustang – dos anos 80, se quer saber – que pertence ao patrão dela. O babaca está louco para foder com ela, e por isso vive dando carona. Bem, contanto que ela me sirva como a carniçal que é, ela pode foder com quem quiser e... Calma, lá! Estou desviando do assunto. Eve... Sim, Eve. Escuto ela destrancando a porta. Em breve vou ouvir os passos abafados dela no andar de baixo e depois subindo a escada até aqui... Ela vai fazer como ontem. Ela não vai falar de algum canal idiota do youtube, como todo mundo faz, nem falar de algo engraçado que ela viu no facebook. Ela vai falar de algum vírus novo de e-mail que ela conseguiu remover. E-mail! Caralho, alguém ainda usa isso? 

* Knock. Knock. Knock. *

“Mark, meu bem! Já cheguei!”

Olha lá, não disse? Nem a fala ela muda. Até o ritmo de bater na porta é o mesmo – de trinta anos atrás. Melhor eu destrancar a porta para ela e sair um pouco para caminhar no parque antes que eu fique louco e... Espera aí! Eu fui no parque ontem, e anteontem! Ah, caralho! Puta que pariu! 



14 de Março de 2018...

Assim que Mark despertou, se levantando daquela cama imunda de solteiro, naquele pequeno apartamento ainda mais imundo, no cortiço acima da loja de antiguidades da Sra. Newton, ele fez o que sempre fazia todas as noites: acendeu um cigarro e, depois da primeira tragada – sempre mais longa que as demais –, passou alguns minutos olhando o beco, as ruas e as estrelas.

Era uma vista decadente. Não tinha nada de bonita, tampouco não havia nada de novo para se contemplar. Os becos tinham paredes grafitadas, com caçambas de lixo lotadas e mendigos estirados no chão; sendo que muitos deles estavam bêbados, drogados ou ambos. Nas esquinas haviam os mesmos sujeitos estranhos. Mark sabia quais deles vendiam armas e quais deles vendiam drogas. O pequeno teatro, do outro lado da rua, ainda estava fechado, com suas portas e janelas pregadas com as mesmas tábuas sujas e parcialmente apodrecidas. A maioria dos prédios possuia a mesma arquitetura antiquada de antes da Segunda Guerra e, mesmo aqueles modernos e luxuosos, simplesmente não conseguiam transmitir tal impressão. Los Angeles era de fato uma cidade estranha. Ela parecia parada no tempo, apesar dos avanços tecnológicos. Era o tipo de cidade que você olhava para o céu noturno e sentia algo esquisito, como se ainda estivesse vivendo a década de 90. Houve um tempo que Mark reclamava disso, mas durante os últimos quatro meses, ele se sentia mais do que realizado com isso. Para alguém que sobreviveu ao inferno que se deu início no final de dezembro do ano passado, sentir-se preso a uma atmosfera do fim do século XX não é algo tão ruim assim.

O inferno per se, na verdade, começou no fim de Outubro de 2017, quando o antigo Príncipe, o ilustríssimo Antoine Brodeur, um muito refinado Toreador de Marselha, simplesmente desapareceu sem deixar rastro, assim como o xerife, Wihelm Dietrich, temido Tremere, e o Ancião Malkaviano, cujo atual “nome oficial” no presente século era Emilio Orellana, embora muitos desconfiassem que ele nada tinha de espanhol. 
Coincidentemente ou não, algo inesperado e terrível ocorreu depois de alguns dias do desaparecimento do já citado trio: San Diego simplesmente caiu. 

San Diego era, desde a um tempo considerável, uma cidade totalmente anarquista. Embora a Camarilla não gostasse da situação, ela logo fez o que sempre fez de melhor: transformou o problema em uma vantagem. Havia um acordo entre Los Angeles e San Diego que, na verdade, era muito simples: Los Angeles não metia o nariz nos assuntos de San Diego e, San Diego, por sua vez, tratava de reportar imediatamente qualquer perigo iminente para Los Angeles. A Camarilla sabe que, para que algo pudesse vir em direção a ela, precisaria passar pelos anarquistas antes. Não ficou claro no acordo, mas San Diego, na prática, não era apenas uma “guarita de vigia”, como na teoria, mas também o verdadeiro “fronte” de combate, que protegeria a Camarilla que estava bem atrás.  No entanto nem todo esse cuidado foi o suficiente. O Sabá foi mais esperto.

Dessa vez eles não foram estúpidos como costumam ser. Eles não juntaram pelotões de brutamontes armados, recém-abraçados e resolveram chutar a porta da frente urrando e atirando, como costumam fazer quase sempre. De alguma forma que até agora ninguém soube explicar como, eles infiltraram espiões e agentes de alto nível em San Diego, contaminando bancos de sangue, depósitos de alimentos e os serviços de água encanada da cidade com um novo vírus. Uma nova variante de raiva, ao que tudo indica. O índice de caos e mortalidade que isso desencadeou em San Diego foi assustador. Basicamente o Sabá pegou a população mortal, que sempre foi a mais numerosa, e a virou contra a minoria – os cainitas. Não só virou em vida, como em morte, pois uma morte ocasionada por esse vírus fazia a vítima voltar como um zumbi. O resultado disso foi uma típica infestação de mortos-vivos, idênticas aos filmes trash de Holywood. 
(Todos argumentam o porquê de um Giovanni auxiliar o Sabá. Embora seja altamente improvável, ninguém consegue elaborar um argumento válido para inocentar o clã.)

Apesar de tudo, o problema real não foi a infecção e, posteriormente, a infestação de zumbis. O problema mesmo foi a atenção que tudo isso causou. Lupinos, caçadores e mortais de agências secretas fazendo de tudo para controlar a situação, manipular a mídia e esconder a verdade. Nesse choque de confrontos os anarquistas foram praticamente dizimados. Os Lupinos, sofrendo também muitas baixas, acabaram por bater em retirada. Os caçadores, acreditando terem exterminado até o último ser sobrenatural, deixaram San Diego e se limitaram a investigar a origem do problema, assim como os mortais do governo que, após criarem um engodo sobre uma epidemia descontrolada e colocarem a cidade sobre quarentena, isolando-a, trataram de debandar rapidamente. San Diego acabou por se tornar uma cidade fantasma. Os anarquistas foram exterminados e a população mortal, que passava de um milhão e trezentos mil, foi reduzia a  menos de quinhentas mil pessoas. A Camarilla de Los Angeles perdera o seu escudo, a sua blindagem frontal. As estradas e portos da cidade foram fechados pelo exército e, tudo o que o Sabá precisou fazer para chegar em LA, foi passar por San Diego, a cidade fantasma em quarentena, sem chamar a atenção. Isso eles aprenderam a fazer bem. Antes uma espécie de forte, San Diego agora era um corredor praticamente livre de obstáculos até Los Angeles.

Foi um salto grande. De Tijuana para San Diego, e então de San Diego para Los Angeles. Enquanto mortos-vivos e humanos irracionais mantinham as autoridades ocupadas isolando o que restou do antes “Estado Anarquista”, uma verdadeira divisão bélica da Espada de Cain, liderada por um Tzimisce nunca antes visto, cruzou o assim “Corredor Fantasma”, e a batalha foi dura. Muito dura. Se os membros fossem crentes, eles iriam dizer que um milagre salvou Los Angeles de sucumbir como San Diego sucumbiu, pois realmente faltou muito pouco para isso. O desfecho dessa luta ainda deixa muito dos sobreviventes de LA intrigados, pois muitos afirmam que não havia razões para as forças do Sabá baterem em retirada como fizeram, independente das baixas aumentadas que sofreram no final do combate. 

– Mark? – Perguntou Eve, através de uma mensagem de voz anunciada no celular por uma vibração súbita no bolso do Toreador – Você está bem?

– Sim, querida – Disse Mark próximo ao dispositivo, após pressionar o dedo na tela – Estou muito. Gostaria de ir comigo até o parque?

– De novo? – ela respondeu, depois de um tempo do envio da resposta de Mark.

– Sim, de novo. Eu adoro aquele parque. Eu poderia ir lá para sempre...

Custou um esforço gigantesco, mas depois alguns meses Los Angeles voltou a ser o que era, como se nada tivesse acontecido. Os incidentes foram manipulados, tratados como criminosos ou mesmo terroristas, aproveitando o gancho da “arma química de San Diego” e, aqueles que viram demais ou não se convenceram, tiveram suas mentes apagadas ou foram apagados por completo. As defesas foram reforçadas, os espiões aumentaram e agora a cidade hospeda novos “figurões”, incluindo um novo Xerife, novos Anciões e até mesmo um novo Príncipe. Somente as noites que ainda estão por vir poderão dizer aos membros e ao gado o que esperar desses novos líderes em uma cidade pós-guerra, tomada pela paranoia.

--------------------------------------------------------------------------------------------


-------------------------------
Narrador: Gam
Tema: 
Número de vagas: 6
Seitas Permitidas:
Vagas: 6 (todas reservadas)
Roiran
Beto
Dylan
Vital
Paulex
Josefa


Guerra

Enquanto o grande rei sai de sua toca escura, pequenas peças correm pelo tabuleiro. Um pequeno soldado buscando respostas contra o tempo. Um pequeno predador buscando não tornar-se presa. Uma pequena investidora buscando resultados em uma toca de leões. Um pequeno Davi em busca de Golias. Um antigo soldado em busca de si mesmo.

Alguns deles serão relevantes no decorrer da guerra. Outros, não tanto. Mas bem aventurados são os que sobreviverem à passagem do rei.


Como em toda grande guerra, as emoções são contidas à flor da pele até o fatídico dia que é lançada a primeira bomba. Hoje, a primeira bomba surge em um apartamento revirado sobre os céus de Nova Iorque.

Sua existência é uma ofensa à própria malha da realidade, e ele sabe disso. Não apenas os seres vivos, mas ele tem a clara percepção de que tudo o que existe gostaria de aniquilá-lo, se pudesse. As paredes, o chão, a madeira dos móveis imóveis na escuridão, o ar ondulando temeroso ao seu redor. Mas eles não podem. Não, ele está muito além de qualquer uma dessas existências ou as leis que as regem. Sua mente, fervilhando com novas possibilidades e mal conseguindo imaginar o limite de seu potencial, tem dificuldade em pensar claramente sobre como prosseguir a partir de agora.

Cada passo que ele dá é como um terremoto astral sentido por todos a centenas de metros de distância. Ele sabe como é, já esteve na outra ponta desse tremor. Agora é ele quem destrói florestas, derruba montanhas e vê além da visão. É ele que destrói. A empolgação é proporcional ao terror que ele sente. Tamanha responsabilidade, tamanhas consequências para cada pequena escolha...


Ele nunca esteve tão próximo de Deus.

________
Narrador: Rian
Tema: Suspense, Ação, Investigação e Política
Número de vagas: esgotadas

- Ignus (a confirmar)
- Han (a confirmar)
- Winterfell (a confirmar)
- Android (a confirmar)


Sangue Ruim - Cicatrizes Que Ficaram

Caçadores de Bruxas



As quebras da Màscara no Estado do Colorado deixaram uma marca profunda. A cada dia novos Caçadores de Bruxas de todos os lados dos Estados Unidos e do Mundo desembarcam em Denver, alguns apenas jovens aventureiros e imprudentes que tiveram contato com o sobrenatural que, sem saber, cavam a sua própria cova. No entanto, as fileiras da Ordem de Leopoldo não é composta apenas de alcóolicos anônimos, há aqueles que são dotados de uma terrível fé e já despacharam vampiros com séculos de existência para os colos do Diabo, além de caçadores experientes que não estão sob o jugo da Ordem. E são estes experientes caçadores que a Camarilla teme.

Pensando nisto, a Torre de Marfim tomou algumas medidas de contra-inteligência, mudando o local do Elísium, bem como disseminando falsas informações sobre as atividades da Camarilla e falsas novas quebras da máscara numa tentativa desesperada de fugir do faro dos caçadores bem como tentar mapear e levantar informações sobre quem está agindo na capital do Colorado.

Além disso, se já não era o bastante, uma nova informação corre nos bastidores do elísium e entre as fileiras do sabá causando ainda mais preocupação entre os Membros e Cainitas. Um bando de quatro cainitas que faziam uma incursão em Denver em uma missão para a Arquidiocese foram eliminados durante a atividade, e não foram pelas mãos da Camarilla. O modo e agir foi diferente do comumente usado pelos caçadores de bruxas, indicando que além dos caçadores há alguma coisa ou alguém mais agindo em Denver, de forma extremamente profissional e perigosa para a existência dos Membros.


Lupinos



Para piorar os nosferatus reduziram suas atividades online na cidade, não fazendo mais contato com os Membros por meio de telefone ou internet. Os neófitos, assustados, comentam que os anciões sabem que algo ruim está por vir e não compartilham a informação com os membros da base da pirâmide. Entre os vampiros mais jovens da Camarilla e do Sabá corre boatos de que são lupinos agindo e que por isso os anciões se calam, para não causar o pânico. Relatos de caitiffs e anarquistas que presenciaram uma matilha de lobisomens se movendo nos becos das cidades aumentam o pânico.


O Governo



Alguns Malkavianos, por outro lado, tentam alertar os Membros de que não se trata de lupinos e sim que o Governo descobriu a existência dos Membros e está agindo na cidade com interesses obscuros, enviando um time extremamente treinado para dizimar e capturar Membros. No entanto, os demais clãs apontam que os Malkavianos são loucos e que tudo não passa de uma teoria da conspiração.

----------------------------

Narrador: Fumma Monou
Seitas: Todas
Temas: Político/Violência/Terror/Sobrenatural
Players: 4

O Ruir do Velho Mundo - Irmãos de Sangue


Sinopse:
Faróis de carros, pedaço de madeira em chamas, garrafas com líquidos inflamáveis... vários pontos de luz começam a aparecer nos mais diversos caminhos ao redor de Edimburgo. À frente de tudo, Arthur Kingson, o Sabá finalmente chegou. Contudo, Roden não está despreparado. O Xerife havia observado a chegada dos bando com antecedência através das câmeras de segurança espalhadas por toda a área à quilômetros da cidade. Parte da população havia sido avisada e estava em "segurança" no subsolo de suas casas. Aqueles desavisados acabariam sendo arrastados pela fúria da batalha que estava por vir, mas rebanho é rebanho...

Policia havia sido informada e estava pronta, bombeiros e outros serviços esperavam sua hora. Carniçais armados espalhavam-se pelas ruas. Cainitas dispersavam-se em busca de pontos estratégicos para defender a cidade. Roden estava entre àqueles que davam a cara a tapa, enquanto Marcílius, chefe da segurança, observava tudo, coordenava os grupos... 

A primeira explosão...

As paredes de Edimburgo sangram pela terceira vez em menos de um mês...

Finalmente começou.

--------------------------------------------------------------
Narrador: @nonimous
Crônica A Tempestade do século
Tema Investigação terror  cósmico - fantasia moderna - gore  - crossover
Postagens Duas Vezes na semana



Nova Orléans

Neste mundo, voce paga um preço todos os dias.
As vezes gasta tudo o que tem.

Stephen King (Tempestade do Seculo)


Os Membros tem sido por eras os senhores da noite, conduzindo suas tramas macabras em um jogo mortal e sanguinário, a famigerada Guerra das Eras, outros a chamam de Jyhad, mas com o avanço da violência do mundo islâmico e imigração dos povos, a palavra Jyhad se tornou demodê.
Porém existem outros monstros a espreita na noite, seres tão brutais e poderosos quanto os filhos de Caim, e quando uma improvável união surge pode se esperar uma tempestade de sangue no horizonte, de fato a Tempestade do século.

--------------------------------
Narrador: Papa Paradise
Vagas: 3
Andrew Kingler ( a confirmar)
Damaru ( a confirmar)
Jack Hunter ( a confirmar)


Et innocentiae labem - Fria alma





Havia uma pressão emocional esmagadora sobre o vampiro, ele era um peixe fora d’água literalmente. A realidade ali era muito mais perturbadora que a anterior. Ler sobre algo e vivenciar aquilo de fato eram coisas absurdamente diferentes. Tudo parecia podre, tudo parecia fétido, tudo parecia errado. O firmamento desfazia-se ao pisar como quando se caminha em um campo consumido pelo fogo onde as cinzas conservam fragilmente o formato da estrutura anterior. Uma ventania substancial o envolvia terrivelmente, lembrava a mortalha dos La sombra, não era ar em movimento, era a própria existência em movimento. Sua forma atual era sacudida como o vento sacode as chamas de uma fogueira. Atrás de si, uma parede turbilhonada de matéria desconhecida movia-se tentando traga-lo...

A sua frente, agora revela-se a verdadeira natureza da barreira. Era realmente uma redoma. Algo gigantesco. Inscrições rúnicas, nunca antes vistas por ele, espalhavam-se por toda a estrutura como hieróglifos em murais egípcios.  Dentro, onde deveria estar os escombros que soterravam o padre, havia uma estrutura de cidade magnífica, algo imponente e arquitetonicamente fenomenal como ele nunca havia visto antes...


Narrador: Hassam
Crônica: Uma verdade, diversas mentiras! FINAL!
Seitas Permitidas: Camarilla
Tema: Ação, investigação.
Vagas: 5

Anonimous (a confirmar)
Guidim (a confirmar)
Crowley (a confirmar)
Giulio (a confirmar)


INTRODUÇÃO!

Sangue dos mortos escorre pela sarjeta de Chicago enquanto a Camarilla continua com seus jogos e intrigas tão mesquinhos quanto uma velha na mesa de um bingo. Anarquistas e sem clãs vem desaparecendo com frequência, sumindo como um amontoado de fumaça expelida por um cigarro no ar pútrido da cidade. Linguás afiadas acusam o príncipe. Não era escondido de ninguém que ele vinha tendo problemas com os anarquistas a anos. Dês de que Jack Keller, antigo líder de Los Angeles apareceu na cidade, criando problemas e acusações.  Agora ele tem algo concreto para consolidar e levar mais membros para o movimento. Os jovens se amontoam em protestos e ameaças que até o momento não passam de palavras, mas o clima de tensão vem aumentando a cada dia, logo tudo explodiria, espalhando merda para todos os lados. O príncipe chamou 3 membros para uma reunião, afim de investigar tais desaparecimentos e colocar fim nas calunias e encontrar o verdadeiro culpado.


"Anarquia!" Eles gritam. Chegou a hora crianças. A liberdade é o premio. Um xerife destruído. Um príncipe omisso. Uma cidade desestabilizada. A guerra se inicia! 5 membros ávidos por gloria no meio de todo o caos.

----------------------------------------------------------------
Narrador: Guidim
Crônica: Tempos Modernos - NY by Night
Seitas Permitidas: 
Tema: 
Vagas: 3

- Outis 
- Black Thief 
- Lipe 

Tempos Modernos - NY by Night.

A cidade respira, fria e solitária. O marasmo de uma imortalidade débil e arrogante escorraçou os membros para seus refúgios, em suas vasta e solitária Jyhad. A Camarilla domina a arte da máscara, há décadas os membros não se reúnem. Após o golpe do principado, e a queda da Dama Gélida, Blair Lecter, os membros se puseram num torpor social infindável, um abismo foi instaurado pelos próprios membros, sedentos por poder e desconfiados se seriam os próximos a pagarem com a própria não-vida por um degrau dentro da politica inexistente que se alastrava pela cidade... Na predominância de Miro, apenas sua voz era ouvida, a cidade respirava, mas seus membros eram mudos e abafados a cada noite que passava, sufocados pela solidão e pelo medo, colocando-os num estado catatônico e sombrio...


Informações Adicionais:
Há muito tempo que os Caçadores de Bruxas vem se tornado algo cada vez mais mitológico, talvez mais mitológico do que a própria Gehenna e toda a balela de Caim e suas origens vampíricas.
A Camarilla vem efetuando um ótimo trabalho na manutenção de suas tradições e sua rígida preservação da Máscara, fato que deve ter dado aos mitológicos Caçadores de Bruxas a falsa sensação de vitória e a certeza da extinção da raça Amaldiçoada de Vampiros. Pelos menos em Nova York, sob o domínio do Novo Principado, as tradições mantinham o bem estar das sociedade cainita, será que o falso conforto exacerbado dos membros o levariam a deslizes tolos e mortais?
O Sabá cada vez mais diminuto no novo mundo, trama pelas costas da Bastarda, utilizando a proteção de suas falsas máscara para serem livres á seus métodos, coexistindo e esperando o chamado da Espada.
Os Independentes, utilizam do sucesso da máscara e tramam com seus planos misteriosos pelas noites que seguem, na certeza de seus propósitos serem maiores que qualquer verdade do mundo.
E o Rebanho mortal, sempre numa eterna evolução e auto-degradação, continuam os dias que seguem sem suspeitar da existência dos malditos sangue-sugas e os demais habitantes do mundo das trevas.

Obs: Regras suportadas pelo V20.
Temos apenas 1 mês de ciclo, para agilizar nosso jogo para um estagio mais dinâmico, todos jogadores serão ambientados á cidade da trama, Nova York



Personagens Conhecidas

Miro Renari (Príncipe)

Um prepotente membro do clã Ventrue, ele comandou a queda de Blair Lecter á distância, do velho mundo ele comandava os sistemas jurídicos e militares de Nova York sem que Blair soubesse.
Pouco sabe-se dele, mas uma coisa todos afirmam, ele tem mais aliados e devedores de favor do que qualquer outro imortal na cidade, fique alerta com quem andas e com comentas suas indignações do novo principado.

Carla Rasputim (Conselheira do Príncipe)

Com a tomada do Príncipe muitas coisas mudaram em Nova York, para Miro ninguém é capaz de executar ações nem tomar decisões a não ser ele mesmo, para garantir suas "sanidades" de decisões Carla sempre está por perto, afinal Miro não confia em niguém, e o fato de ter exterminado os cargos de Senescal e de Xerife de seu reinado faz de Carla a mão-direita do Príncipe e o segundo posto mais elevado na cidade.

Vivian Norfolk (Harpia)

Linda e dissimulada. Não faz questão de mostrar na sua cara que ela está lhe observando e com um passo em falso ela pode lhe destruir publicamente.
Essa Toreadora do tipo invejosa parece ter um querer especial pelo o que é dos outros.

Gwen Bricmont (Harpia)

A outra harpia Toreadora é do tipo cheia de segredos. Sabe tudo de todo mundo, mas não se sabe quase nada sobre ela.
É a que costuma ficar a maior parte do tempo apenas observando, ou seja, um mínimo deslize e ela e estará lá para lhe apontar. Geralmente não opina muito ou se mete em outras conversas, mas quando o faz, tem uma língua ferina que pode colocar tudo abaixo em poucos instantes.

Eveline Worral (Harpia)

Não se deixe enganar. O sorriso singelo, a simpatia constante e a prestabilidade em ajudar-lhe não faz dela uma boa pessoa. Essa Ventrue é interesseira e sabe se fazer de santa quando preciso.
Se faz de boa amiga, mas cuidado com o que conta pra ela, um estalar de dedos e você pode ter uma caçada de sangue em busca do seu pescoço.

Charlotte Leblanc (Harpia)

A pior delas.
De anjo só a cara.
Charlotte é do tipo viúva negra, enfeitiça e depois destroe.A bela Lasombra já provou que não é muito de confiança só pelo fato de ser uma anti-tribu.
Ela não mede esforços para conseguir o que quer e está sempre em busca de mais. Sempre com um sorriso cínico na face e um olhar traiçoeiro, a loira pode a qualquer instante te levar a morte sem que você nem ao menos saiba o porquê. Assim como essa trans trocou de sexo e lado político,  ela pode muito bem trocar seu foco de inimizade para você.

Ralf "Sombra" Damasco (Primógeno Nosferatu)

De certo um dos maiores aliados de Miro aqui no Novo Mundo, pelo que se sabe foi o Sombra quem comandou os peões na façanha de destronar Blair. Após a chegada de Miro, Sombra passou a ter a maior voz ativa no conselho da primogenie, fato que fez alguns anciões e representantes de clãs se distanciarem da seita e/ou se ausentarem do Conselho.

Carlos Funch (Primógeno Ventrue)

Assim como foi leal ao comando de Blair é leal ao comando de Miro, suas áreas e suas atitudes não foram contestadas por Miro desde sua chegada, foi um dos membros que se permaneceu mais neutro em toda a história, talvez fosse esse o acordo entre ele e o Principe?

Paul March (Primógeno Brujah)

Círculos interno? que nada, o negócio é colocar o melhor batedor nas ruas e deixar ele fazer o que faz melhor.
Esse é o trabalho de Paul no reinado de Miro, Paul pouco se interessa pelos assuntos políticos por outro lado adora o que dentro das Camarilla chama-se de missões.
Paul sempre lidera e superviona os assuntos diretos do Príncipe nas ruas e reporta ao Principe... dúvido que ele seja o melhor indicado ao cargo que ocupa, mas o Principe o colocou lá, deve ser pelo fato de Paul ser facilmente manipulado, e dar a ele as devidas distrações.

Renê Constanzo (Zelador)

"-Olá tudo bem? posso ajudá-lo?" - parece que é apenas isso que essa bichinha sabe falar, mais um apetrecho que veio junto com o pacote da nova Liderença.

Hermione Kensington (Regente da capella Tremere)

Tendo como Regente a Tremere Hermione Kensington, a Capella segue uma conduta um pouco diferenciada das demais. Com uma personalidade forte, a Regente tenta ao máximo conciliar o clã com a Seita. Com projeto de modificar internamente a estrutura do clã, ela preza pela união entre a Capella e o Elysium. É visionária na intenção de trazer sempre o melhor, tanto para os Tremeres, quanto para os demais clãs. Tenta ao máximo manter-se acima da linha sentimental, e apesar de ser pulso firme, busca sempre as coisas de forma mais justa.
Com uma personalidade um pouco fora dos padrões dos Tremeres, tem uma outra visão de 'ambição'.
[/quote]


Última edição por Beaumont em Seg Maio 14, 2018 10:33 am, editado 7 vez(es)

_________________
Agradecimento a todos os players que gostam da minha narrativa  cheers clown cheers
Melhor Cronica Oficial  = 2008/2009/2010  - A Mascara de Vênus - Herança do Mal
Prêmio Narrador-Grão-Mestre = Por tempo de Narrativa Storyteller
Prêmio Pilar de Vegas = Por Coordenação da Cidade. 
Narrando no fórum desde 2005
avatar
Beaumont
Administrador
Administrador

Data de inscrição : 06/03/2010
Idade : 29
Localização : Aracaju/SE

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ciclo Gangrel (Selvagens) - Sinopses e Reserva de Vagas 2º Ciclo 2018

Mensagem por Beaumont em Seg Abr 23, 2018 9:59 pm

Narrador: Beaumont
Crônica: New Jersey By Night - O Maquinário da Dor
Seitas Permitidas: Todas
Tema: Sobrenatural, Horror Pessoal, Política.
Vagas: 5
- Bahamut 
- Mitzrael 
- Undead Freak
- Bad Boy
- Fuuma Monou


----------------------------------------------------------------
Narrador: Undead Freak
Seitas Permitidas: Camarilla
Restrições de Clãs/Linhagens: Nenhuma.
Restrição de Idade:  Apenas Neófitos e Ancillae.
Vagas: 04.
Tema: Horror, Conspirações, Política, Combate.
Vagas
- Papa Paradise
-
-
-

-------------------------------------------------------------------

Narrador: Gam 
Crônica: Guerra
Seitas Permitidas: 
Tema: 
Vagas: 6

- Roiran
- Beto(a confirmar)
- Dylan
- Vital(a confirmar)
- Paulex(a confirmar)
- Josefa(a confirmar)


----------------------------------------------------------
Narrador: Rian
Crônica: Sangue Ruim - Cicatrizes Que Ficaram
Seitas Permitidas: Todas
Tema: Suspense, Ação, Investigação e Política
Vagas: 4
- Ignus (a confirmar)
- Han (a confirmar)
- Winterfell (a confirmar)
- Android (a confirmar)

----------------------------------------------------
Crônica: O Ruir do Velho Mundo - Irmãos de Sangue
Narrador: Fumma Monou
Seitas: Todas
Temas: Político/Violência/Terror/Sobrenatural
Players: 4


Vagas reservadas:
- Beaumont
- Rian(a confirmar)
- Simon Black


-----------------------------------------------------
Crônica: Tempestade do Século
Narrador: @nonimous
Seitas: Todas
Temas: Investigação terror cósmico - fantasia moderna - gore - crossover
Players: 5


Vagas reservadas:
- Rezek
- Jozeph Zed
- Samuka
- Walter Banes(a confirmar)
- Dev Null
---------------------------------------------------
Narrador: Papa Paradise
Seitas: Todas - Anciãos
Temas: 
Vagas: 3
- Andrew Kingler 
- Gam
- Hassam
-------------------------------------------------
Narrador: Hassam
Crônica: Uma verdade, diversas mentiras! FINAL!
Seitas Permitidas: Camarilla
Tema: Ação, investigação.
Vagas: 5
- Anonimous 
- Guidim 
- Crowley 
- Giulio 
- PH

---------------------------------------------------------
Narrador: Guidim
Crônica: Tempos Modernos - NY by Night
Seitas Permitidas: 
Tema: 
Vagas: 3

- Outis 
- Black Thief 
- Lipe


Última edição por Beaumont em Seg Maio 14, 2018 10:34 am, editado 16 vez(es)

_________________
Agradecimento a todos os players que gostam da minha narrativa  cheers clown cheers
Melhor Cronica Oficial  = 2008/2009/2010  - A Mascara de Vênus - Herança do Mal
Prêmio Narrador-Grão-Mestre = Por tempo de Narrativa Storyteller
Prêmio Pilar de Vegas = Por Coordenação da Cidade. 
Narrando no fórum desde 2005
avatar
Beaumont
Administrador
Administrador

Data de inscrição : 06/03/2010
Idade : 29
Localização : Aracaju/SE

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ciclo Gangrel (Selvagens) - Sinopses e Reserva de Vagas 2º Ciclo 2018

Mensagem por Undead Freak em Seg Abr 23, 2018 11:20 pm

Nome de usuário: Undead Freak
Nome do personagem: Vallek Morton
Crônica: New Jersey By Night - O Maquinário do Dor
Narrador: Beaumont
Estereótipo Gangrel: É sempre admirável quando alguém é sincero a respeito de si mesmo. Estes sujeitos são tão sinceros que mostram na carne -- literalmente.

_________________
avatar
Undead Freak

Data de inscrição : 02/05/2013
Idade : 28
Localização : São Paulo - SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ciclo Gangrel (Selvagens) - Sinopses e Reserva de Vagas 2º Ciclo 2018

Mensagem por Bahamut em Ter Abr 24, 2018 9:20 am

Nome de usuário: Bahamut
Nome do personagem: Rugall Salles
Crônica: New Jersey By Night - O Maquinário do Dor
Narrador: Beaumont
Estereótipo Gangrel: Ariscos, selvagens e perigosos. Bem domados são ótimos cães de guarda ou leões de chácara. Do contrario evite lidar com eles. Sua selvageria é traiçoeira como a de um cão raivoso.
avatar
Bahamut

Data de inscrição : 04/10/2015
Idade : 35

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ciclo Gangrel (Selvagens) - Sinopses e Reserva de Vagas 2º Ciclo 2018

Mensagem por Fuuma Monou em Ter Abr 24, 2018 11:45 pm

Nome de usuário: Fuuma Monou
Nome do personagem: Danio Benetti
Crônica: New Jersey By Night - O Maquinário do Dor
Narrador: Beaumont
Estereótipo Gangrel: O primeiro encontro será explosivo, mas sabendo lidar com a situação não há companheiro mais confiável. Contudo, não sabendo manobrar a situação... corra, pois no mínimo uma parte do seu corpo ficará para trás.

_________________
Sigo em frente... vivo numa noite eterna... as trevas me preenchem, me alimentam... sombras estão ao meu redor... elas falam comigo, me entendem... eu as entendo e compartilho de meu ser, minha alma... nós nos completamos e assim viveremos para todo o sempre.
avatar
Fuuma Monou

Data de inscrição : 08/03/2010
Idade : 29
Localização : Natal - RN

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ciclo Gangrel (Selvagens) - Sinopses e Reserva de Vagas 2º Ciclo 2018

Mensagem por Bad em Ter Abr 24, 2018 11:59 pm

Nome de usuário: Bad
Nome do personagem: Tom Halley
Crônica: New Jersey By Night - O Maquinário do Dor
Narrador: Beaumont
Estereótipo Gangrel:Bestas perigosas, sinceras, brutas, criaturas que é melhor ter como aliado do que ser caçado por um.
avatar
Bad

Data de inscrição : 22/03/2010
Idade : 26
Localização : Brasilia - DF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ciclo Gangrel (Selvagens) - Sinopses e Reserva de Vagas 2º Ciclo 2018

Mensagem por Detective Comics em Qui Abr 26, 2018 11:19 am

Nome de usuário: detective comics
Nome do personagem: rezek
Crônica: tempestade do seculo
Narrador: @nonimous
Estereótipo prender o gam
avatar
Detective Comics

Data de inscrição : 22/08/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ciclo Gangrel (Selvagens) - Sinopses e Reserva de Vagas 2º Ciclo 2018

Mensagem por Samuka em Qui Abr 26, 2018 11:54 am

Nome de usuário: Samuka
Nome do personagem: Jim Jacobson
Crônica: …
Narrador: @nonimous
Estereótipo Gangrel: Feroz, bestial e estúpido são três palavras que define bem. Previna-se, use tranquilizantes 'pra tudo fluir bem tran-qui-lo. Hey, cuidado com essa agulha, ao menos que queira ir para Dreamland. Hmm, por que não dá uma espetadinha!?
avatar
Samuka

Data de inscrição : 22/12/2012
Localização : Rio de Janeiro/RJ

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ciclo Gangrel (Selvagens) - Sinopses e Reserva de Vagas 2º Ciclo 2018

Mensagem por Simon Black em Qui Abr 26, 2018 8:30 pm

Nome de usuário: Simon Black
Nome do personagem: Simon Black
Crônica: O Ruir do Velho Mundo - Irmãos de Sangue
Narrador: Fumma Monou
Estereótipo Gangrel: O que sou há anos...
avatar
Simon Black

Data de inscrição : 07/04/2011
Idade : 32

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ciclo Gangrel (Selvagens) - Sinopses e Reserva de Vagas 2º Ciclo 2018

Mensagem por Zed em Sex Abr 27, 2018 2:52 am

Nome de usuário: Zed
Nome do personagem: Joseph Zedwards
Crônica: Tempestade do Século
Narrador: @nonimous
Estereótipo Gangrel: Se der pra evitar confronto com um desses, ótimo. Se não... Se prepara que vai ser complicado.
avatar
Zed

Data de inscrição : 08/04/2015
Idade : 22

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ciclo Gangrel (Selvagens) - Sinopses e Reserva de Vagas 2º Ciclo 2018

Mensagem por Rian em Sex Abr 27, 2018 7:54 am

Nome de usuário: Rian
Nome do personagem: Rian
Crônica: O Ruir do Velho Mundo - Irmãos de Sangue
Narrador: Fuuma Monou
Estereótipo Gangrel: Se fôssemos mais organizados, como um verdadeiro clã, poderíamos ter muito mais. Mas, por outro lado, a nossa própria natureza nos molda a sermos "livres", portanto, talvez seja melhor assim.

_________________
                                                                
avatar
Rian

Data de inscrição : 30/09/2014
Idade : 33
Localização : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ciclo Gangrel (Selvagens) - Sinopses e Reserva de Vagas 2º Ciclo 2018

Mensagem por Beaumont em Dom Abr 29, 2018 4:33 am

Nome de usuário: Beaumont
Nome do personagem: Beaumont
Crônica: O Ruir do Velho Mundo - Irmãos de Sangue
Narrador: Fuuma Monou
Estereótipo Gangrel: "E a besta urgi por se libertar da carne e do sangue, não importa quem esteja no caminho, seu apetite é realmente voraz e magnifico"

_________________
Agradecimento a todos os players que gostam da minha narrativa  cheers clown cheers
Melhor Cronica Oficial  = 2008/2009/2010  - A Mascara de Vênus - Herança do Mal
Prêmio Narrador-Grão-Mestre = Por tempo de Narrativa Storyteller
Prêmio Pilar de Vegas = Por Coordenação da Cidade. 
Narrando no fórum desde 2005
avatar
Beaumont
Administrador
Administrador

Data de inscrição : 06/03/2010
Idade : 29
Localização : Aracaju/SE

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ciclo Gangrel (Selvagens) - Sinopses e Reserva de Vagas 2º Ciclo 2018

Mensagem por Krauzer em Qui Maio 03, 2018 9:54 pm

Nome de usuário: Krauzer
Nome do personagem: Dev/Null
Crônica: Tempestade do Século
Narrador: @nonimous
Estereótipo Gangrel: "Poucos membros sabem o que é correr livre e solto pelos campos em uma noite sem lua. Seus corações selvagens e sua fúria primeva são admiráveis, desde que suas garras e presas não sejam direcionadas ao meu pescoço"
avatar
Krauzer

Data de inscrição : 29/10/2013
Idade : 47

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ciclo Gangrel (Selvagens) - Sinopses e Reserva de Vagas 2º Ciclo 2018

Mensagem por Papa Paradise em Sex Maio 04, 2018 1:19 pm

Nome de usuário: Papa Paradise
Nome do personagem: Papa Paradise
Crônica: Californian Evenings – A Noite do Renascer
Narrador:Undead freak
Estereótipo Gangrel: "Nunca tive muita empatia com animais, é melhor manter certa distancia!"


_________________
avatar
Papa Paradise

Data de inscrição : 11/08/2011
Localização : São paulo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ciclo Gangrel (Selvagens) - Sinopses e Reserva de Vagas 2º Ciclo 2018

Mensagem por Poeta em Sex Maio 04, 2018 11:54 pm

Nome de usuário: Yuri
Nome do personagem: Poeta
Crônica: Themonio (tá melhor agr Papa ?)
Narrador:Papa
Estereótipo Gangrel: "Churros, churros fresquinhos!"

_________________
avatar
Poeta

Data de inscrição : 20/05/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ciclo Gangrel (Selvagens) - Sinopses e Reserva de Vagas 2º Ciclo 2018

Mensagem por HaSSaM em Sab Maio 05, 2018 8:51 am

Nome de usuário: Hassam
Nome do personagem: Jack Hunter
Crônica: Themonio
Narrador:Papa
Estereótipo Gangrel: Inimigos perigosos. Melhor para todos que permaneçam nas matas.

_________________
A ressurreição de uma lenda.


Rolador online: http://warleiramos.com/rolador/
avatar
HaSSaM

Data de inscrição : 18/04/2010
Idade : 25
Localização : Mundo das Trevas

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ciclo Gangrel (Selvagens) - Sinopses e Reserva de Vagas 2º Ciclo 2018

Mensagem por mitzrael em Sab Maio 05, 2018 12:18 pm

Nome de usuário: Mitzrael
Nome do personagem: Herick Draven
Crônica: New Jersey By Night - O Maquinário do Dor
Narrador: Beaumont
Estereótipo Gangrel: Twisted Evil
avatar
mitzrael

Data de inscrição : 08/03/2010
Idade : 37
Localização : Sergipe ,Aracaju

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ciclo Gangrel (Selvagens) - Sinopses e Reserva de Vagas 2º Ciclo 2018

Mensagem por giulio em Dom Maio 06, 2018 10:29 am

Nome de usuário: Giulio
Nome do personagem: Giulio Rosemberg
Crônica: Uma verdade, diversas mentiras! FINAL!
Narrador: Hassam
Estereótipo Gangrel:
avatar
giulio

Data de inscrição : 24/11/2011
Idade : 28
Localização : PB-JP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ciclo Gangrel (Selvagens) - Sinopses e Reserva de Vagas 2º Ciclo 2018

Mensagem por Crowley em Dom Maio 06, 2018 10:39 am

Nome de usuário: Crowley
Nome do personagem: Antony Crowley
Crônica: Uma verdade, diversas mentiras! FINAL!
Narrador: HaSSaM
Estereótipo Gangrel: A domesticação de um animal selvagem sempre é complicada, mas quando alcançada viram ótimas companhias para caçada!
avatar
Crowley

Data de inscrição : 01/12/2010
Idade : 27
Localização : Rio de janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ciclo Gangrel (Selvagens) - Sinopses e Reserva de Vagas 2º Ciclo 2018

Mensagem por @nonimous em Seg Maio 07, 2018 10:55 am

Nome de usuário: @nonimous
Nome do personagem: Stanislav
Crônica: Uma verdade, diversas mentiras! FINAL!
Narrador: HaSSaM
Estereótipo Gangrel: No passado as velhas histórias nos dizem que eramos inimigos, nas noites vindouras o contato com eles é raro, afinal não nos sentimos muito a vontade na área Rural, território Gangrel e de seus primos Lobisomens, eu guardo respeito pelo povo do clã Gangrel, sua cultura cigana e sempre que preciso adentrar um local místico um explorador Gangrel sempre vem a calhar. Sua saída repentina da Camarilla foi algo que pegou a todos nós com as calças nas mãos, sempre foram grandes guerreiros e exímios exploradores.

_________________
Status 01 Ancillae em ascensão
Líder Nato


" Seu tolo, entregou sua lealdade para mestres profanos, agora sinta a dor da traição, não precisar implorar por perdão, eu sou o arauto da morte, nosso clã já te julgou culpado, e pouco me importo, tudo o que sei é que você é uma ameaça, e será expurgada da pirâmide."



http://warleiramos.com/rolador/
´´
avatar
@nonimous

Data de inscrição : 01/06/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ciclo Gangrel (Selvagens) - Sinopses e Reserva de Vagas 2º Ciclo 2018

Mensagem por Guidim em Seg Maio 07, 2018 11:15 am

Nome de usuário: Guidim
Nome do personagem: Malika de los Anjos
Crônica: Uma verdade, diversas mentiras! FINAL!
Narrador: HaSSaM
Estereótipo Gangrel: Besta-fera!!! Personificação do que nós tentamos subpujar a cada noite. Fera Maligna desviada do caminho de Deus, Misericórdia pela vossa alma libertina.

_________________
FalasPensamentos[Offs/Testes]

"-A verdade está aí dentro...
avatar
Guidim

Data de inscrição : 31/08/2010
Idade : 28
Localização : Diadema

http://www.twitter.com/fe_orlando

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ciclo Gangrel (Selvagens) - Sinopses e Reserva de Vagas 2º Ciclo 2018

Mensagem por Arcebispo Altobello em Seg Maio 07, 2018 11:46 am

Nome de usuário: Arcebispo Altobello (Roiran)
Nome do personagem: Jorge Altobello
Crônica: Guerra
Narrador: Gam

_________________
"Subirei aos céus, erguerei meu trono acima das estrelas de Deus
E lá, mais alto que as nuvens, serei como o Altíssimo." 
avatar
Arcebispo Altobello
Administrador
Administrador

Data de inscrição : 08/03/2010
Idade : 24
Localização : Brasília - DF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ciclo Gangrel (Selvagens) - Sinopses e Reserva de Vagas 2º Ciclo 2018

Mensagem por Gam em Ter Maio 08, 2018 4:51 pm

Nome do personagem: Damaru
Crônica: Et innocentiae labem - Fria alma
Narrador: Papa Paradise
Estereótipo Gangrel: "Há uma antiga lenda sobre a criação de nossos clãs, sabe? Seríamos irmãos. Uma Romani, irmã de Cães, teria casado-se com nosso Pai amaldiçoado. Nascemos ambos escravos da Besta, embora a nossa seja mais astuta. Provavelmente é por isso que a Camarilla os aceitou de braços abertos e nos renegou. Mas agora já não importa mais, não é mesmo? Estamos mortos, como o Pai. Eles fugindo, como a Mãe."


Última edição por Gam em Ter Maio 08, 2018 8:23 pm, editado 1 vez(es)

_________________
... só pode ser os nóia!
avatar
Gam

Data de inscrição : 08/03/2010
Idade : 25
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ciclo Gangrel (Selvagens) - Sinopses e Reserva de Vagas 2º Ciclo 2018

Mensagem por Ph em Ter Maio 08, 2018 6:55 pm

Nome de usuário: Ph
Nome do personagem: Igor Saldanha
Crônica: Uma verdade, diversas mentiras! FINAL!
Narrador: HaSSaM
Estereótipo Gangrel: Criaturas simples: Deita, rola, come, morde... Ah! Eu amo muito meus primos!
avatar
Ph

Data de inscrição : 26/01/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ciclo Gangrel (Selvagens) - Sinopses e Reserva de Vagas 2º Ciclo 2018

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum