Uma verdade, diversas mentiras!

Página 4 de 8 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8  Seguinte

Ir em baixo

Re: Uma verdade, diversas mentiras!

Mensagem por HaSSaM em Qua Fev 21, 2018 11:47 am

 Crowley e Stanislav

A bela Samantha se retira da sala com olhar de desconfiança encarando o Guardião que lhe da uma piscadela. Diferente do que esperava, a mulher sorrir ao passar na sua frente, como se estivesse se divertindo com tudo aquilo. Antes de passar pela porta ao sair ela sussurra algo inaudível para o imortal que lendo seus lábios podia entender como "Boa sorte", a porta se fecha. Crowley ficava ali dentro com outros 4 pessoas. A noite prometia ser tensa. Se voltava para os membros ali reunidos e sentava enquanto o forasteiro ao seu lado começava a se apresentar. Se chamava Stanis. Havia ido ao local a procura de informações.

A reunião dos amaldiçoados havia começado. Não havia perspectiva ali dentro. Só olhares sombrios. Pensamentos sórdidos. Stanislav se apresentava. Deixava de lado suas diferenças para que tudo não acabasse em um banho de sangue. Talvez seu próprio sangue. Anarquistas eram conhecidos pelo seu temperamento volátil. Era impossível prever os próximos passos. Mas uma coisa era certa, se uma luta ocorresse naquela saleta suja, os que conseguissem sair levaria consigo sequelas graves. O Bruxo encara os olhos da mulher atrás da mesa, ela esboçava um leve sorriso cerrando brevemente os olhos, como se tentasse enxerga algo por detrás das palavras do imortal e então dava atenção para o homem ao seu lado que começava a se apresentar. Negava conhecer Stanis. Realmente nunca havia visto aquele homem que tagarelava sem fim. Se explicava. Mentia estupidamente. Quais seriam os planos do membro ao seu lado? O tremere não fazia ideia.

O guardião era bem articulado e ganhava a atenção de todos ali naquela sala. Dizia seu nome. Seu apelido. Diz conhecer Samantha. Diz ter perdido um amigo. Diz ser da família. Muitas coisas eram ditas. Todos estavam em silencio ouvindo o imortal até que o mesmo citava algo sobre Boatos dos desaparecidos na cidade. Todos sabiam que os anarquistas estavam desaparecendo. Perdendo força.

- Você esta dizendo que vc é amigo do Kollen Rock, aquele que desapareceu semana passada? - Ela pergunta sinceramente preocupada olhando no fundo dos olhos do imortal, agora parecia meio aflita. Realmente Crowley havia chegado em algum lugar. - Então ambos vieram atrás de informações - Não era uma pergunta. Ela apenas constata em voz alta olhando para os dois ao mesmo tempo e então se dirigia a stanis - Diferente do nosso amigo aqui - ela aponta para Crowley - Você, Stanis, não me disse qual tipo de informações procura. Mais um investigando os misteriosos assassinatos na cidade. Mais um afim de prejudicar Jack Keller? O que procura em meus domínios ?

Rolagens:
Spoiler:

Crowley rolou 6 dados de 10 lados com dificuldade 7 para **** que resultou 4, 6, 10, 9, 5, 3 - Total: 2 Sucessos
Stanis rolou 6 dados de 10 lados com dificuldade 7 para  **** que resultou 6, 9, 3, 8, 8, 7 - Total: 4 Sucessos
Cristina rolou 6 dados de 10 lados com dificuldade 7 para **** que resultou 8, 10, 7, 10, 7, 3 - Total: 5 Sucessos

Cristina rolou 6 dados de 10 lados com dificuldade 6 para ****** que resultou 2, 9, 6, 1, 2, 6 - Total: 2 Sucessos
Stanis rolou 6 dados de 10 lados com dificuldade 7 para ***** que resultou 4, 8, 4, 6, 5, 10 - Total: 2 Sucessos
Crowley rolou 3 dados de 10 lados com dificuldade 7 para ***** que resultou 5, 8, 4 - Total: 1 Sucessos


_________________
A ressurreição de uma lenda.


Rolador online: http://warleiramos.com/rolador/
avatar
HaSSaM

Data de inscrição : 18/04/2010
Idade : 25
Localização : Mundo das Trevas

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma verdade, diversas mentiras!

Mensagem por @nonimous em Qua Fev 21, 2018 12:23 pm

Stanis se resignou diante da apresentação  do outro visitante, estava praticando o rapour, com certeza era um espiao tambem, mas sua abordagem classica era cliche e grosseiro. Permaneceu em silêncio  e paralisado,  exercitara durante muito tempo sua habilidade em interagir com conflitos com Membros, sabia que sua missao era delicada, mas sabia também que tinha tato.


_ Sim de fato. Concorda Stanis.
- Procuro por um membro que foi visto por aqui, mas antes quero esclarecer que venho em paz e estou sozinho, é algo de cunho pessoal, sou do movimento anarquista do sul do país,  não sou devo confessar um ativo político,  mas sou um  desacreditado nas posições das lideranças dos membros.  O vampiro faz uma pausa.
-Estou a procura de Katrina tenho um recado para ela e talvez possa ajuda-la com uma ameaca eminente, por tanto me diga por favor onde possa encontra-la e ficarei alem de grato em debito com você.

_________________
Status 01 Ancillae em ascensão
Líder Nato


" Seu tolo, entregou sua lealdade para mestres profanos, agora sinta a dor da traição, não precisar implorar por perdão, eu sou o arauto da morte, nosso clã já te julgou culpado, e pouco me importo, tudo o que sei é que você é uma ameaça, e será expurgada da pirâmide."



http://warleiramos.com/rolador/
´´
avatar
@nonimous

Data de inscrição : 01/06/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma verdade, diversas mentiras!

Mensagem por Crowley em Qua Fev 21, 2018 3:37 pm

Desde que pôos os pés naquele cumbico parecia que as cosias iria desenrola, ao menos seria melhor que ficar no inferno barulhento daquele bar, mas antes de sair Shamanta deixa um pouco de veneno, o suficiente para o sombrio entende que boa coisa não sairia dali, então o forasteiro começar sua apresentação de forma direta, dizendo que estava atrás de informação, o sombrio tentar ir a longe, tagalerando de forma eloquente, falando várias merdas e cuspindo suposição até que algo parece respingar nos anarquistas, e então Cristina indaga em seguida...

Cristina escreveu:
- Você esta dizendo que vc é amigo do Kollen Rock, aquele que desapareceu semana passada?

Parecia ser bem sincera com sua pergunta, seu olhar era de aflição, preocupada ela olhava nos olhos do sombrio e o encarava, mas continuava a falar, talvez uma deixa para o sombrio refletir sobre o que dizer...
Cristina escreveu:
-Diferente do nosso amigo aqui - ela aponta para Crowley - Você, Stanis, não me disse qual tipo de informações procura. Mais um investigando os misteriosos assassinatos na cidade. Mais um afim de prejudicar Jack Keller? O que procura em meus domínios ?

O sombrio se mantinha em silêncio, canhão tinha virado para o tal de Stanis, após essas perguntar exaltadas de Cristina o sombrio ainda sentado se se vira para o forasteiro esperando uma resposta junto a Cristina, ele levanta levemente a sombrancelha esquerda como um ponto de interrogação, então Stanis responder dando ainda mais tempo para o sombrio pensar sem seus próximos passos, afinal Cristina poderia está blefando sobre esse tal kollen Rock...

Stanis escreveu:
_ Sim de fato. Concorda Stanis.
- Procuro por um membro que foi visto por aqui, mas antes quero esclarecer que venho em paz e estou sozinho, é algo de cunho pessoal, sou do movimento anarquista do sul do país,  não sou devo confessar um ativo político,  mas sou um  desacreditado nas posições das lideranças dos membros.  O vampiro faz uma pausa.
-Estou a procura de Katrina tenho um recado para ela e talvez possa ajuda-la com uma ameaca eminente, por tanto me diga por favor onde possa encontra-la e ficarei alem de grato em debito com você.

O sombrio agora se sentia o forasteiro na parada, o outro indivíduo foi bem convincente com seus argumentos, e não só com isso como também com suas vestes, o sonnbrio teria que dar o próximo passo mas talvez esse o custasse sua não-vida, então ele bombeia seu sangue durante a fala de Stanis, deixando seu corpo mais ágil(02 PDS para destreza) para qualquer situação extrema, afinal os anarquistas tinham a fama de serem bem esquentadinhos.

A pós a fala de Stanis o sombrio se volta para Cristine, seus pensamentos vão nas alturas, era um situação delicada e não saberia ao certo a maneira mais sutil de sair dessa sinuca.


Bom, acho que não tenha muito para onde ir, se ela estiver blefando estarei caindo em sua armadilha e isso pode me custar caro, ainda não é hora de termos cabeças rolando.

- Sim e não, não usaria esse termo, mas já fizemos favores um ao outro, e parece que ele se foi me devendo uma - O Sombrio deixar o assunto rolar, até onde isso poderia ir, talvez fosse sim um blefe, mas foi o mais próximo que consegui chegar até o momento de algo concreto - falando assim já sei que esse também teve o fim terrível como os outros de nós. Crowley faz um prévia pausa e se levante lentamente da cadeira, se apoia em sua bengala olha bem nos olhos de Cristina - Então quando vamos fazer algo, já não é segredo que estamos perdendo forças nessa cidade, até quando vamos viver das migalhas de poder que escorrem das mãos de quem manda nessa cidade?
Estamos parecendo cães revirando lixeiras alheia!!
Quero destuir quem está fazendo isso e quem deu a ordem, afinal os ataques não são nem um pouco aleatório!
Como posso ajudar?


O sombrio mais uma vez tagalerando com um louco, a ideia era de alguma forma conseguir convencer alguém naquela sala, suas palavras são de incitação aos anarquistas, não saberia quais seiria sua reação então para enviar ataques surpresa ele bombeio seu sangue mais uma vez ativando sua rapidez sobrenatural(1PDS Rapidez), caso fosse atacada por projetes iria tentar salvar para atrás da cadeira mas caso fosse atacada corpo a corpo iria aparar os ataques com sua espada.
O sombrio entrar manter um passo a frente em caso de um confronto eminente, não saberia quais reação sairia, uma bomba pretes a explodir, mas não saberia quando.
avatar
Crowley

Data de inscrição : 02/12/2010
Idade : 27
Localização : Rio de janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma verdade, diversas mentiras!

Mensagem por HaSSaM em Qua Fev 21, 2018 5:42 pm

 Crowley e Stanislav

Destino é a desculpa dos covardes. O destino era simplesmente a manifestação de suas próprias ações no mundo. Como explica a lei de newton sobre ação e reação. E lá estavam dois imortais agindo audaciosamente com seus jogos sujos tentando convencer os anarquistas de que procuravam, não só um, como dois membros desaparecidos. Cada qual investigando os próprios sumiços. Stanis ia ainda mais além, blefafa sobre uma possível ameaça. A reunião prosseguia tranquila. Sem qualquer alteração de humor. Os imortais tinha a oportunidade de continuar com suas jogadas baratas. Crowley sentia confiança no modo que Stanis falava, se estivesse mentindo, ele era convincente. Stanis novamente, percebia nitidamente a falsa atuação do imoral ao seu lado. Ele não se parecia com um rebelde, se o tremere fosse realmente um Anarquista, não confiaria nele. Pelo menos não naquela historia tão fajuta quanto a sua.

Cristina ficava em silencio Analisando o que Stanis dizia, seu semblante era uma mascara de gelo impenetrável, não havia a menor possibilidade de decifra-la. Teria ela acreditado? Stanis não fazia ideia. Crowley por outro lado percebia que assim que terminou de falar ela o olhou estranho. Não era um olhar raivoso. Nem mesmo irritado. Era um olhar descontraído. O mesmo olhar que Samantha olhou quando saiu pela porta. O olhar de uma fera encurralando sua presa. Foi descuidado, mas em que?

- Duas visitas numa noite com o mesmo caso. estranho não?  - pergunta Cristina se levantando de sua cadeira balançando a cabeça negativamente em reprovação. Os brutamontes atrás delas se agitam em desconforto, prestando mais atenção a qualquer sinal de movimento dos imortais. Prontos para dilacerar suas gargantas ou meter uma bala em seus crânios. Bastava apenas a mulher pedir. - Não existe nenhum Kollen Rock, Sr. "Tony" - Ela revela dando enfase no apelido do imortal - Como também acredito que não haja nenhum Tony. Não é mesmo? Quais eram seus planos afinal ? - Pergunta ela intrigada.

O guardião havia sido pego. Avançou rápido demais em suas mentiras. Caiu na armadilha facilmente como um amador idiota. Os brutamontes lhe encaravam agora com sede no olhar. Estava sedentos. Mas no momento se encontravam passivos. Nenhum movimento. Nada. Não lhe arrancariam a cabeça? A mulher volta a olhar para Stanis.

- Devido a tais circunstancia. Gostaria de lhe convidar para um lugar mais adequado para conversarmos sobre a possibilidade de se encontrar com Jack Keller, Líder Anarquista de Chicago e contar pessoalmente a ele sobre tal ameaça. - Ela da a volta na mesa passando ao lado de Stanis e indo em direção a porta e então para olhando para trás convidando o tremere a segui-la. Os seguranças ficam ali parados.

ROLAGENS:

Anonimos rolou 6 dados de 10 lados com dificuldade 6 para ****** que resultou 9, 9, 1, 6, 5, 4 - Total: 2 Sucessos
Cristina rolou 6 dados de 10 lados com dificuldade 7 para **** que resultou 8, 4, 8, 8, 1, 10 - Total: 3 Sucessos
Crowley rolou 3 dados de 10 lados com dificuldade 7 para **** que resultou 3, 6, 10 - Total: 1 Sucessos
Crowley rolou 6 dados de 10 lados com dificuldade 7 para **** que resultou 9, 4, 3, 5, 7, 9 - Total: 3 Sucessos
Stanis rolou 6 dados de 10 lados com dificuldade 7 para **** que resultou 3, 2, 8, 7, 4, 10 - Total: 3 Sucessos
Cristina rolou 6 dados de 10 lados com dificuldade 7 para ***** que resultou 7, 10, 8, 7, 5, 6 - Total: 4 Sucessos
Anonimos rolou 6 dados de 10 lados com dificuldade 8 para **** que resultou 2, 4, 7, 5, 2, 4 - Total: 0 Sucessos
Crowley rolou 3 dados de 10 lados com dificuldade 8 para **** que resultou 3, 7, 10 - Total: 1 Sucessos

[STATUS] Stanis
PDS – 12/14
FDV- 8/8
VTL – 7/7 (Saúde perfeita)
MDF – + 1 destreza

[STATUS] Crowley
PDS – 12/15
FDV- 8/8
VTL – 7/7 (Saúde perfeita)
MDF – +2 Destreza

_________________
A ressurreição de uma lenda.


Rolador online: http://warleiramos.com/rolador/
avatar
HaSSaM

Data de inscrição : 18/04/2010
Idade : 25
Localização : Mundo das Trevas

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma verdade, diversas mentiras!

Mensagem por Crowley em Qua Fev 21, 2018 10:43 pm

O Sombrio havia cometido uma dos seus maiores erros, caiu como uma pato em uns dos blefes mas artigos na história, mas talvez seu subconsciente desejava que desse tudo errado mesmo, Crowley estava sedento por ação, seu Campo de atuação sempre foi muito planejado, pela primeira vez estava em uma missão com misérias de informação, tinha tudo para dar merda, e deu. Crowley e pego em suas mentiras esfarrapadas e inconstante, após a deixa de Cristina estava claro que cabeças iriam rolar, não que ele não desejasse algo como isso, mas a missão sempre vinha antes de seus desejos, o sombrio não tinham mais o que perde era tudo ou nada...

Preciso fazer algo, tenho que contornar essa situação!

O sombrio se via preso em uma sinuca de bico, mas seria ousado em sua próxima ação, talvez o leva-se a morte eterna, mas era um risco que precisava corre para o bem da missão e da seita, em uma tentativa desesperada o sombrio se prepara para agir, e com a velocidade ativada para esse turno ele se desloca de forma assombrosa para frente a porta ficando entre Cristina e a saída, e com as mãos juntas como se estivesse orando ele súplica sua atenção. Talvez uma medida vergonhosa perante aos mas  demais na sala mas era algo que precisava tentar.

- Lhe pesso perdão pela ousadia de tentar enganar vocês, mas não saberia se realmente todos presentes nessa sala fazia parte do movimento anarquista. o sobrinho olhada para os olhos de Cristina tentando passar um sinal de arrependimento e continua a falar - sou apenas um caitff ou seja lá como vocês prefere nos chamar. A única mentira dita foi que estava atrás de uma amigo, minha intenção era apenas de conseguir fazer parte de algo, ser aceito em algum lugar, estava ao arredores da cidade quando fique sabendo dos fatos, apenas juntei as pontas!
Desculpa a minha ignorância para esses jogos políticos, meus argumentos são de fato de quando era mortal, não tiver uma educação para Isso então antes que me matem deixe-me provar que posso ser útil, por favor!

O sombrio tentar ganhar alguma credibilidade (manipulação+lábia+ 01 ponto de força de vontade para um sucesso automático).

Vamos ver que merda isso vai dar!
Mas até onde me conheco Isso tudo pode ficar muito pior.
avatar
Crowley

Data de inscrição : 02/12/2010
Idade : 27
Localização : Rio de janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma verdade, diversas mentiras!

Mensagem por Guidim em Qui Fev 22, 2018 8:02 am

Por fim, eu aceitava meu destino. O medo me tomava por completo, eu era resoluta em minha vontade mas meus anseios ainda eram reais e latentes, sons de diferentes origens se misturavam ao ar, a aflição da espera fazia de cada tom um procurar incessante para achar seu interlocutor, como se estivessem ali, comigo, naquele comodo tão imundo quanto a mim mesma.

VOZES... GARGALHADAS.... MEDO. Eu procurava pelo finas tramas que separam o real do abstruso, tentando me concentrar nos esquecidos, talvez seriam eles, ou poderia ser o estranho Rosemberg, afinal ele estaria comigo? Ele disse que estaria, mas como?

Por fim, aquele ranger prolongado angustiava ainda mais minha vontade, intensificando meu medo e colocando a prova o destino que Deus deferiu para mim, logo um homem, talvez o maior deles apontava na porta, sua feição maldosa revelava suas intenções, e logo atras as outras duas figuras, inquietos e calados, eu permanecia igual, eles observando o apartamento e eu os observando, um a um, suas maneiras e suas intenções... "Com certeza eram esses quem Frank aguardava, agora entendo o medo daquele pobre vampiro, peço a Deus que possa suportar sentimentos tão primitivos, e que possa triunfar com a plenitude de minha fé."

Não era preciso usar de meus dons para captar a maldade que irradiava daquele trio, compreendia enfim o medo exacerbado de Frank, e rogava por forças para enfrentar o destino que Deus me reservou. Katrina. logo que ela começava a falar e citar particularidades tão detalhadas da minha nova família, meu nome, minha senhora, nosso progenitor, até que ela chegava aonde queria... Aquele sorriso forçado revelava que a procura por Carmem estaria sendo um fardo grande demais para ela, e eu, provavelmente seria uma das maneiras de eles chegarem até ela.

-Então Frank me manteve aqui esse tempo todo para que eu pudesse dizer a vocês onde encontrar minha senhora? Eu olhava para o chão, o sorriso de deboche misturado com uma vontade de soltar aquela gargalhada de nervoso tomavam-me por completa, eu mirava novamente meu olhar para Katrina e continuava. -Não seria mais fácil ter perguntado antes? Eu mordiscava meus lábios, meus olhos procuravam o nada, a raiva misturada com o medo começavam a afloram por meio dos meus gestos, e mesmo sem precisar eu suspirava, para me concentrar e levar de mim aqueles sentimentos vis e inconsequentes. -Não sei de vossas intenção e que Deus tenha misericórdia de vossas auras malditas... Sinto não poder ajudá-los, pois também procuro por Carmem, e algo me diz que mesmo se seu soubesse onde a encontrar, não deveria compartilhar com vocês... Meus olhos rodeavam pelos três, assim com na cadeia, aqueles três provavelmente fariam de tudo para conseguir o que querem, eu resistiria, sobreviver aos revezes na Jyhad é minha sina, uma sobrevivente de natureza, talvez a unica iluminada o bastante para suportar o que passei, por isso eu havia certeza que Deus havia me escolhido a dedo dentre todos os seus filhos, pois somente eu era capaz de atender ao propósito da salvação.

-Quem são vocês? e porque eu os ajudariam a encontrar Carmem? Eu os encaravam com complacência, já havia maldade demais dentro daquele cômodo, minhas mãos apertavam meu braços revelando meu anseio de estar os contrariando, as chagas manchavam ainda mais a roupa encardida e a fala saia trêmula e desconfiada.

_________________
FalasPensamentos[Offs/Testes]

"-A verdade está aí dentro...
avatar
Guidim

Data de inscrição : 31/08/2010
Idade : 28
Localização : Diadema

http://www.twitter.com/fe_orlando

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma verdade, diversas mentiras!

Mensagem por HaSSaM em Qui Fev 22, 2018 10:44 am

 Malika e Giulio

O vento frio e fresco entra pela janela acariciando a pele morta de Malika, que naquele momento observava o trio lhe encurralando no apartamento, como feras selvagens em volta de sua presa. Não havia porque temer, afinal, Malika não sabia de nada. Não fazia ideia do paradeiro de sua senhora. Nenhum outro refugio ou esconderijo. Nenhuma informação que pudesse ser útil a eles. Ou isso seria pior? Malika cuspia as verdade na cara do trio sem qualquer pudor. revelava que nada sabia. Se acreditassem poderiam ir embora e deixar Malika em paz, podendo então voltar a investigar os assassinatos. Se não acreditassem... Filha de Malkavian não fazia ideia do que fariam caso não acreditassem. Mas não era ingenua ao ponto de não pensar em algumas das possibilidades. E elas não eram nada boas.

- Eu poderia ter ligado, não é mesmo? Nunca achei que seria fácil - Finaliza ela, ficando completamente seria. O sorriso que outrora iluminava seu rosto desaparecia por completo, sem ele, seu olhar era ainda mais horripilante- Nós é que fazemos as perguntas, menina.

- Eu faço ela falar rapidinho - Diz o brutamonte na cozinha com um sorriso no rosto. Parecia ansioso pelo o que estava por vir

- Isso tudo é uma perda de tempo - Diz o homem na porta - Ela não vai ficar calma por muito tempo.

- Quietos! - A mulher chamada Katrina berrava. - Mei, fique com ela lá fora. Cuide para que ela não faça nada estupido - Katrina se dirigia ao Oriental que saia pela porta logo após a ordem meio a contra gosto- Boo, prenda ela na cadeira. Vamos ver o que ela sabe. - Diz a mulher se levantando da cadeira.

- Sim senhora! - Diz ele se aproximando de Malika. Aquele sorriso hediondo não deixava sua face em nenhum momento. Em seus olhos o jubilo da crueldade. O próprio demônio encarnado.

No final. Parece que não haviam acreditado em sua resposta. A noite ficava cada vez pior.

ROLAGENS:


Malika rolou 5 dados de 10 lados com dificuldade 6 para convencer que resultou 10, 2, 4, 10, 7 - Total: 3 Sucessos
Boo rolou 2 dados de 10 lados com dificuldade 7 para **** que resultou 1, 2 - Total: -1 Sucessos
Mei rolou 4 dados de 10 lados com dificuldade 7 para **** que resultou 2, 10, 2, 7 - Total: 2 Sucessos
Katrina rolou 6 dados de 10 lados com dificuldade 7 para **** que resultou 4, 7, 10, 2, 7, 4 - Total: 3 Sucessos

[STATUS] Malika
PDS – 10/13
FDV- 6/6
VTL – 6/7 (Saúde perfeita)
MDF – +1 vigor

_________________
A ressurreição de uma lenda.


Rolador online: http://warleiramos.com/rolador/
avatar
HaSSaM

Data de inscrição : 18/04/2010
Idade : 25
Localização : Mundo das Trevas

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma verdade, diversas mentiras!

Mensagem por Guidim em Qui Fev 22, 2018 11:28 am

O vento soprava da janela, sibilava pelos ares e me convidava para uma fuga alucinante quebrando vidros e se embrenhando pelos becos escuros com algozes em meu encalço... era um sutil e breve devaneio sobre o sinal que se revelava para mim.

Uma verdade dentre diversas mentiras.... a sina da maldição naqueles três era tão intensa que eles só tinham ouvidos paras as mentiras, como se o próprio Satanás cegasse vossos olhos para a verdade e os guiavam para o caos, para a dúvida e para a perdição... "Pobres almas, desgarradas e refém da própria besta, comungam com a sede da fera e se deleitam em suas próprias ignorâncias."

Certa de que aqueles demônios estariam perdidos no vale das sombras, eu rogava pelas vossas almas. "Eles não sabem o que fazem, perdoem-nos senhor" Enquanto observava o pequeno de terno se retirar pra ficar la fora com ela... "Com ela quem?!?", não havia muito tempo para pensar, o brutamontes se aproximava, o sorriso do próprio satã adornava seu rosto negro como a própria umbra. Eles não poupariam esforços, eles hão de crer nas minhas palavras.  Com meu olhos, profundos e puros, eu encarava Katrina num ultimo ato de misericórdia, a fitava profundamente revelando toda minha natureza límpida, adornada com a santidade que a graça de Deus me concebeu.  Os olhos profundos procuravam a mente daquela moça, revelando para ela que dentre todas as mentiras, havia uma verdade, e eu a possuía.

[Auspicio 4 Para projetar imagens da minha noite para Katrina, minha procura por minha senhora,  as visões do garoto, o estranho do beco, imagens reveladoras e verdadeiras] [ Gasto 1FV ]

_________________
FalasPensamentos[Offs/Testes]

"-A verdade está aí dentro...
avatar
Guidim

Data de inscrição : 31/08/2010
Idade : 28
Localização : Diadema

http://www.twitter.com/fe_orlando

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma verdade, diversas mentiras!

Mensagem por @nonimous em Qui Fev 22, 2018 1:30 pm

Stanislav continua como uma estátua, paralisado com seu corpo que mais parece um cadáver de pé, o único movimento foi feito quando o outro visitante foi desmascarado em uma armadilha rudimentar, após mais de um século Stanislav sabia lidar com essas situações, já fez isso tantas vezes que ele está entediado, então ele ponderou a respeito de um possível conflito físico entre o visitante e os Anarquistas, não iria interferir. Is not my fuking Business. Ele pensou.

Ele leva a mão direita até a testa diante do embuste intencional que foi percebido pela líder daquele local, de fato ela talvez possa ser uma Ancillae ou quem sabe uma criança bem experiente, Stanislav grava isso e claro seu subconsciente marca a face daquela mulher, uma hábil jogadora, cuidado

Quando o " visitante" se movimenta rapidamente em direção a porta Stanis leva sutilmente a mão até a bengala, pronto para sacar a arma matadora de Membros, internamente ele anseia que ele não faça mais nada de estúpido, isso iria custar a Stanis uma noite e a morte dos outros Anarquistas teriam sido em vão.

Mas então ao invés de violência sabiamente o vampiro apenas suplica por perdão e aceitação, então Stanis fixa o olhar no vampiro e lê sua aura obviamente está mentindo, mas queria ter certeza, poderia ser um trunfo futuro.

- Aceito. Diz Stanis seguindo a mulher, droga espero que não seja a porra de uma armadilha.
- Mas tenho que dizer que não tenho nenhum assunto com seja quem for esse Keller, preciso falar com Katrina, mas realmente prefiro conversar a sós com você. Diz Stanis olhando para o motivo de sua preocupação.
O outro vampiro em súplica.
Então ele segue a anfitriã.

_________________
Status 01 Ancillae em ascensão
Líder Nato


" Seu tolo, entregou sua lealdade para mestres profanos, agora sinta a dor da traição, não precisar implorar por perdão, eu sou o arauto da morte, nosso clã já te julgou culpado, e pouco me importo, tudo o que sei é que você é uma ameaça, e será expurgada da pirâmide."



http://warleiramos.com/rolador/
´´
avatar
@nonimous

Data de inscrição : 01/06/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma verdade, diversas mentiras!

Mensagem por HaSSaM em Qui Fev 22, 2018 5:22 pm

 Crowley e Stanislav

Era degradante um militar como ele, depois de anos de treinamento tanto de combate quanto de espionagem, ser desmoralizado daquela maneira perante a todos os presentes. O que viria a seguir? Crowley percebia que estavam todos tranquilos demais no momento. Calmaria numa situação daquelas não era um bom pressagio. Segundos. A mulher caminhava em direção da porta. Tinha pouquíssimo tempo para limpar toda a cagada e tentar completar sua missão. Era tudo ou nada. Uma ultima cartada antes que tudo acabasse em sangue. O imortal se levanta, erro rude, na velocidade de seu sangue se colocava a frente de Cristina. No calor do momento, esta não espera o guardião abrir a boca, agia na mesma velocidade. A mulher era rápida, tinha que admitir. As mãos delicadas mas fortes da imortal se agarram na garganta do guardião e o jogava na parede. Rosnando com seus caninos expostos. Mostrando a besta interior sedenta por sangue e morte.

Stanis via toda a cena. Ele viu quando o forasteiro se levantou . Os seguranças sacando suas armas. A vampira prendendo facilmente o imortal em suas garras contra a parede. Ele viu tudo e não fez nada. Não havia o que ser feito. Não era seu negocio, afinal de contas.O vampiro implorava por sua não vida já imaginando qual seria seu destino após a reunião. Todos ali sabiam a verdade. Provavelmente seria caçado e destruído. Pensando no futuro, o tremere tentava desvendar se toda aquela historia do imortal não se tratava de mais uma historia fajuta. Lendo não só seus movimentos ou reações, mas a energia que exalava dele, sua áurea. Elas bailam sobre a vitima, Stanis conseguia identificar as cores, um alaranjado pálido sobressaltava a sua frente. O vampiro em questão estava com medo. Mas aquilo em sí não era novidade. No final ele parecia convincente. Apenas um tolo caitiff fazendo merda.

Se já era humilhante ser descoberto, o imortal fazia ainda pior. Implorava pela vida. Suplicada sem qualquer constrangimento. Crowley olhava no fundos dos olhos da vampira e se entregava na mentira como nunca antes o fez. Não era só sua vida que estava em risco, como também toda a missão, provavelmente Lucy estaria em maus lenções após aquela falha grotesca. Cristina o fitava profundamente no olhos tentando enxergar alguma mentira. Se viu... Não deixou transparecer. Apenas o soltou lentamente.

- Estupido! - Ela dizia com desdem. - Carlo! - Ela olha para trás chamando os seguranças atrás da mesa, percebia que ambos apontavam suas pistolas para o guardião. - Já podem guardar as armas idiotas! - Ela gritava nervosa - Levem ele até Bill - Ela voltava a olhar para o guardião. - Bill Sabera o que fazer com ele.

A mulher se retirava junto com o Tremere em seu encalço. Eles sumiam no amontoado de gente do bar. Restando apenas Crowley e os dois seguranças.

ROLAGENS:

Cristina rolou 6 dados de 10 lados com dificuldade 6 para agarrar que resultou 7, 8, 9, 10, 4, 3 - Total: 4 Sucessos
Crowley rolou 7 dados de 10 lados com dificuldade 6 para esquiva que resultou 7, 1, 10, 2, 5, 9, 4 - Total: 2 Sucessos
Stanis rolou 6 dados de 10 lados com dificuldade 8 para auspex 2 que resultou 10, 9, 9, 1, 6, 2 - Total: 2 Sucessos
Crowley rolou 6 dados de 10 lados com dificuldade 6 para convencer que resultou 7, 7, 9, 3, 8, 5 - Total: 4 Sucessos +1 Força de Vontade = 5 sucessos
Cristina rolou 6 dados de 10 lados com dificuldade 7 para 7 que resultou 8, 4, 6, 8, 8, 9 - Total: 4 Sucessos
Stanis rolou 6 dados de 10 lados com dificuldade 7 para *** que resultou 6, 10, 5, 8, 3, 3 - Total: 2 Sucessos
Crowley rolou 5 dados de 10 lados com dificuldade 6 para coragem que resultou 5, 8, 1, 2, 2 - Total: 0 Sucessos
-----
[STATUS] Stanis
PDS – 12/14
FDV- 8/8
VTL – 7/7 (Saúde perfeita)
MDF – + 1 destreza

[STATUS] Crowley
PDS – 12/15
FDV- 7/8
VTL – 7/7 (Saúde perfeita)
MDF – +2 Destreza


Stanislav

Os dois imortais caminham pelo bar abarrotado de humanos imuteis se entregando aos prazeres mais banais da vida. Estava exatamente como antes de Stanis entrar na sala, só que agora mais bêbados, mais agressivos e violentos. O álcool transformava as pessoas, o mais nobre dos homens em porcos arrogantes e valentes ou em tristes solitários. Talvez se assemelhasse ao sangue para os vampiros, só que ao invés da abundancia, seria na escassez. Transformando o mais ilustres dos membros em criaturas selvagens e doentias. O percurso era feito em silencio, não era possivel falar ali dentro sem gritar em plenos pulmões na orelha da outra pessoa. É o que cristina faz ao parar ao lado de um dos homens ali reunidos e gritar.

- TEMOS UM NOVO INICIADO. -
Ela olha no rosto do homem que começava a sorrir - LÀ DENTRO DA SALA. CHAME OS MENINOS!!

Ambos continuavam. Do lado de fora cristina se aproxima.

- Agora me explica. Como conhece Katrina e não sabe quem é Jack Keller? - Pergunta ela intrigada

Ela para em frente a um dos carros ali parados e destravava as portas. Ela esperava o imortal entrar no carro. Ela não parecia representar uma ameaça. Não para Stanis. Talvez para o caitiff atrapalhado. Mas onde aliança eram frágeis e as esquinas emboscadas. Era melhor manter os olhos abertos.

----
[STATUS] Stanis
PDS – 12/14
FDV- 8/8
VTL – 7/7 (Saúde perfeita)
MDF – + 1 destreza

Crowley

Mentiras. Mentiras e mais mentiras. Era o que Crowley jogou na cara de todos ali dentro daquela sala. Será que na terceira vez deu sorte? O imortal não saberia dizer. Um dos seguranças, um latino; baixo; cara de poucos amigos, se aproximava.

- Me chamo Carlo. - Me conte um pouco sobre você... Qual é mesmo seu nome? - Diz ele se sentando na cadeira que Crowley estava a pouco tempo sentado.

O outro segurança permanecia em pé e se apoiava na mesa.
-------
[STATUS] Crowley
PDS – 12/15
FDV- 7/8
VTL – 7/7 (Saúde perfeita)
MDF – +2 Destreza

_________________
A ressurreição de uma lenda.


Rolador online: http://warleiramos.com/rolador/
avatar
HaSSaM

Data de inscrição : 18/04/2010
Idade : 25
Localização : Mundo das Trevas

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma verdade, diversas mentiras!

Mensagem por @nonimous em Qui Fev 22, 2018 5:32 pm

De olhos bem abertos Stanis atravessa a boite com sua interlocultora, caminha ao mesmo passo dela, olhando sempre pra frente, exceto quando ela fala, ele a olha profundamente até reduz o passo.

- Não sou a porra de um espião garota. Diz ele retomando o passo.

- Sinto estar a serviço de minha própria vontade, não sigo nenhum príncipe da camarilla ou corro com retardados do Sabá e também não gosto de ser controlado por barões anarquistas, sinto muito não conhecer sua turma. Diz ele dando de ombros.

- Katrina é uma aliada, ou foi, a essa altura não sei mais. Porém ela está em risco, o que destruiu Chaddy, ou seja lá como aquela punk se chamava está atrás dela, eu tenho que alertar ela, e resolver assuntos pendentes, fiz perguntas por aí, e todos me apontaram seu bar, depois daquela conversa amigável, cá estamos nós, você me levando eu ainda não sei, mas se isso vai levar até Katrina, bopm então fico em débito com você.

_________________
Status 01 Ancillae em ascensão
Líder Nato


" Seu tolo, entregou sua lealdade para mestres profanos, agora sinta a dor da traição, não precisar implorar por perdão, eu sou o arauto da morte, nosso clã já te julgou culpado, e pouco me importo, tudo o que sei é que você é uma ameaça, e será expurgada da pirâmide."



http://warleiramos.com/rolador/
´´
avatar
@nonimous

Data de inscrição : 01/06/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma verdade, diversas mentiras!

Mensagem por giulio em Qui Fev 22, 2018 6:05 pm

Após seguirmos o caminho, de certa forma Frank entendeu que desejo ficar próximo, mas o que ele não sabia eram os planos que eu tinha em mente, ouvindo suas palavras de desaprovação pelo meu desejo, olho para ele e solto um pequeno sorriso maldoso.

Ao observar o local ao qual ele me guia, vejo que aquela escuridão seria no momento confiável.

Olho para Frank vendo sua cara de preocupação dizendo-lhe:


--Aprenda, que você pode confiar em mim. E solto um pequeno sorriso, enquanto fecho os olhos, após ver toda aquela sujeira que nos rodeia.

Logo início a minha concentração, todo aquele barulho vai ficando para trás, minha mente leva minha alma para total escuridão, onde passo pelo caminho dos vivos, não sinto mais o peso do corpo, me levanto sem nenhuma dificuldade, e logo olho para mim mesmo, um rosto belo.

Em seguida olhava para o Frank, ele estava me olhando, esperando que acontecesse algo, ao ver que meu corpo estava em estado de êxtase, ele meio que não sabe o que fazer, fico olhando achando que ele seria tomado pelo medo, porém, ele supera o que penso, pega no porta luvas, um revólver que eu deixo guardado para algum tipo de proteção, engatilha e observa o que está ao redor.

Olho diretamente em seus olhos, mesmo sabendo que ele não me vê, sorrindo, caiu em devaneio em minha forma astral.


"Você cuidará bem do meu corpo, espero que não faça nenhuma besteira, tenha paciência e me aguarde."


Pensava com tanta força que parecia que conversava com o mesmo.
Em seguida na minha forma astral, saia facilmente do carro.

Tudo naquele momento era silêncio, e com o pensamento em Malika sigo ao local em que ela se encontra.


No caminho vejo tudo novamente, porém, com uma visão que me foi privilegiada, tudo era cinza e negro, formando sombras escuridão, tudo se movia de forma diferente, não havia ventos frios, mesmo assim a escuridão se movia diferente do mundo real.


Ouvia pequenos barulhos, nos barulhos haviam sofrimentos, pequenos gritos e terror...
Havia uma menina inquieta, assim que sigo que meu caminho ela me entreolhava, como se pudesse me ver, um medo repentino me toma a alma, "Quem seria aquela que aparentemente me via?."

Olho dentro de seus olhos pensando em sair daquele local, procurando ver sua alma, me retomo em coragem ao lembrar de Malika e logo ela retira os olhos de mim, o que me faz retornar em alívio entender que ela não me via.



--Agora me responda menina, onde está Carmen?-Diz uma voz feminina dentro do aposento.


Logo a voz me chama a atenção e deixando aquela para trás adentro o local, ao qual o reconheço, era o mesmo local que eu estivera a alguns momentos atrás, porém, agora de uma forma onde a escuridão reinava.

Logo observo aquela de frente a Malika e próximo estava dois homens.
"Provavelmente são as pessoas ao qual o Frank temia, mas quem será essa Cármen? Nesse momento olho para Malika a fim de ouvir sua resposta, observando se o medo toma conta dela, e observando também no rosto a intenção de maldade dos três.

"Quem são esses? Os membros responsáveis pelos assassinatos? Seria Cármen a próxima vítima?


Não sabia o que pensar, logo Malika se pronúncia e então volto a atenção daquele ambiente escuro para ouvi-la. E então ela começava a soltar.


"Então essa é a verdade perante algumas mentiras, Cármen é sua mentora, mas então ou querem mata-lá ou querem alguma informação dela, porém, segundo suas palavras ela não sabe de nada... MALDIÇÃO, não posso utilizar meus dons para saber se ela mente.

Malika estava temerosa, isso era nítido, ela tinha a verdade perante diversas mentiras, e isso era óbvio.

Logo as perguntas que eu fazia em pensamentos, vinham sobre os lábios de Malika, como se ela soubesse que eu estava ali em busca da verdade.


--Quem são vocês? É porque eu os ajudariam a encontrar Cármen?



Agora ela estava seria, entre os três iniciava-se uma conversa, e decidem prende-lá para ver o que ela tem a dizer.

No momento em que começavam a arrumar tudo, Malika apenas se concentrava a focar na moça, como se planejadas algo.
avatar
giulio

Data de inscrição : 24/11/2011
Idade : 28
Localização : PB-JP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma verdade, diversas mentiras!

Mensagem por Crowley em Qui Fev 22, 2018 11:41 pm

O sombrio acabaste de se fuder mais ainda, a piranha da Cristina e super rápida como ele, mas tão rápida que lhes pegou pelo pescoço e jogou contra a parede, o sombrio não esperava tal reação!

Esses filhos da puta fazem justos o nome de esquentadinhos....

O desejo se Crowley era reagir arrando a mão dessa vadia, porém já havia se humilhado demais para jogar tudo ralo abaixo, a safada mostro os caninos como uma cão raivoso que protege sua comida, mas Crowley se mantém seu seu papel rediculo, talvez por ter passado tantos anos estudando o abismo deve ter se esquecido como se faz as cosias, sua determinação de não desistir parece dar certo aparentemente, mas agora está nas mãos dos guardas para levá-lo a esse tal de Bill, não saberia o guardião de está mais umas das armadilhas dessa puta, mas até o momento estava uma calmaria que o incomodava, não saberia falavam em condigos, o sombrio já havia percebido que essas anarquista não estão de bobeira e que nem são tão burros assim.

Bom, parece que estou perto de algo, tomara que no seja porto da morte eterna, mas as vezes agir como se fosse um merda, um Zé ninguém que não representa ameaça a ninguém pode vir a contribuir para missão, afinal eu já caguei tudo por aqui, só falta ter que matar esses dois para terminar com a noite!

O sombrio já não mais sabia como atua sem sua área, uma cosia muitoas constrangedora, mas algo tinha que ser feito, se contava como um idiota e veria até onde isso tudo iria, mas o sombrio tevê seus pensamentos interrompido, Cristina o deixar sobre custódia de um dos segurança chamado Carlos e saí da sala com o outro homem que estava atrás de informação, Carlos se sentar na cadeira onde sombrio estava sentendo a pouco tempo, ambos dos seguranças haviam guardado suas armas, talvez isso fosse um bom sinal para Crowley, então Carlos quebra o silêncio mortal que ficou na sala...

Carlos escreveu:- Me chamo Carlo. - Me conte um pouco sobre você... Qual é mesmo seu nome?
Mais e mais perguntas eram lançadas ao sombrio, mas essa talvez mais "amigável" que as demais, Cowley decide ir na mesmas linha da última mentira dita na sala...

- Olá Carlos!
- Primeiramente gostaria de me redimir pelo meu comportamento, não recebi muitas instruções de como agir nesses momentos.
O sombrio com uma ar mais sereno e com uma cara de arrependimento coçando a cabeça dar uns risada de sem graça devido seu comportamento e continua
- Bom me chamo sim Antony, e estava ao arredores da cidade quando ouvi os boatos dos membros que estavam desaparecendo, e como não sou de seguir nenhum príncipe e nem ao menos andar com os sádicos do sabá, achei que fosse uma grande oportunidade de tentar fazer parte do grupo de vocês.
Sou um andarilho sem rumo e sem destino apenas querendo fazer parte de algo com qual posso ser tratar de forma descente, mas não sabia como me alistar ou seja lá qual termo se usado para isso, mas queria fazer parte do movimento!
- E quem é esse tal de Bill que Cristina disse?


Crowley manter a mesma mentira dita antes para Cristina, mantém o que disse da última vez, esperava não mais convencer os guardas mas sim ganhar alguma credibilidade!
Porém o sombrio mantém sua guarda alta, os guardas pareciam não mais atirar nele mas talvez fosse para o confronto mano a mano, talvez Bill fosse uma gíria usada para se dar uma surra em alguém, e caso seja atacado fisicamente irá aparar os golpes com sua espada, nunca se sabe até onde vai esse vingimento todo!


As vezes demostrar não ser uma ameaça seja o meu maior trunfo perante toda cagada que já fiz essa noite!
avatar
Crowley

Data de inscrição : 02/12/2010
Idade : 27
Localização : Rio de janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma verdade, diversas mentiras!

Mensagem por HaSSaM em Sab Fev 24, 2018 10:00 am

Stanislav

Palavras duras. A compostura de Stanis se altera drasticamente após ser questionado novamente no meio da rua. Talvez porque estevisse já fora de perigo. Pelo menos era o que se esperava do imortal após se retirar daquela sala apertada e fora de alcance dos seguranças. Cristina voltava a ele com olhar ofendido, Ela havia claramente sido insultada, talvez fosse mais sensível do que parecia, Mas não dizia nada, apenas o observava por um curto período de tempo após voltar a caminhar enquanto o tremere explicava o que ela queria saber, e no momento, a imortal parecia satisfeita com as informações.

- Chaddy esta morto? - Pergunta ela, claramente alarmada - Interessante. - Sussurra pra si mesmo enquanto abre o carro.

Após entrar, ambos zarpam para noite a dentro. Periferias. Guetos. Os imortais se embrenham ainda mais na sujeira daquela cidade. Por todo o caminho Cristina se mantinha em silencio, não dizia uma palavra, apenas encarava as ruas a sua frente. O carro entrava num bairro industrial, o veiculo perdia velocidade, Stanis percebia que por fim haviam chegado. As ruas estavam rachadas, as lâmpadas dos postes em sua grande maioria se encontravam queimadas aumentando a escuridão da noite sobre a rua. Os armazéns eram sombrios, dentro das janelas parecia que olhos o observavam, nas paredes o grafite negro dava sua colaboração para o aspecto podre. Saindo do carro percebia que estavam de frente pra uma grande fabrica abandonada. Os portões da fabrica se encontravam fechadas e lacradas com uma grossa corrente. Cristina descia do carro e rebolava até a cerca de arame e atravessava um rasgo ali feito.

- Vamos! - Ela entrava no local deixando o imortal ali atrás.



Ao passar pelo rasgo da cerca de arame, Stanis podia deslumbrar a grande fabrica arruinada, lascas de ferrugem cobria todo o terreno e tambores de lixos tóxico podem ser vistos em toda a parte. Em frente ao grande prédio uma figura intrigante, um velho de rua, vestindo roupas esfarrapadas e imundas, os sapatos rasgados. Olhos castanhos intensos faiscavam num rosto coberto de sujeira. O casaco fino e puído dava a impressão de que poderia se desfazer a qualquer momento. Os olhos pretos e pequenos focalizavam o vampiro com maior intensidade em sua mão ele carregava uma pistola, e não tinha nenhuma intenção em esconde-la. Nas labios um cigarro que ia se consumindo aos poucos.

- Jack, esse é Stanis - Diz Cristina encostando-se numa das pilastras ali dentro.

O homem apenas encarava o Tremere sem dizer uma palavra.


[STATUS] Stanis
PDS – 12/14
FDV- 8/8
VTL – 7/7 (Saúde perfeita)
MDF –

_________________
A ressurreição de uma lenda.


Rolador online: http://warleiramos.com/rolador/
avatar
HaSSaM

Data de inscrição : 18/04/2010
Idade : 25
Localização : Mundo das Trevas

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma verdade, diversas mentiras!

Mensagem por HaSSaM em Sab Fev 24, 2018 10:08 am

 Malika e Giulio

Não havia fuga. É o que Malika percebe quando Boo, o troglodita, coloca as mãos nela e seguravam seus braços para trás enquanto a mulher, Katrina, se aproximava lentamente com um sorriso malicioso no rosto.

- Primeiro... Vamos quebrar todos os seus ossos. - Diz ela baixinho se aproximando como um felino vagarosamente - Depois, vamos cortar partes do seu corpo e queimar. E vamos deixar você assis.. - Katrina parava no meio da frase. Muda. Um silencio repentino se fez no quarto. As mãos de Boo se afrouxaram de seus braços. Katrina encarava a vampira refém, e seu olhar, era de medo.

Malika havia encarado sua vitima, a mulher arrogante que lhe ameaçava cruelmente, lembrando da noite infernal que estava tendo. E eles simplesmente escolheram não acreditar. Optaram por torturar a menina, no final conseguiriam somente o que ela acabou de dizer. A lunática decidiu que estava na hora de alguém acreditar nela, estava na hora de alguém ver o que ela havia passado e assim conhecer a verdade. Malika se concentrava nas imagens. Um bilhete no escuro. Uma criança correndo assustada. Vampiros se alimentando. Frank. Giulio. Conversas. O olhar da mulher era de medo e então... pavor.

- A desgraçada esta na minha cabeça. Apaga ela!! - Grita Katrina colocando a mão na cabeça em desespero - Sai da minha cabeça sua peste inutil! - Ela grita descontrolado. Histérica. - Apaga a vadia!!! -

As mãos do brutamonte a libertam. Breve segundos em liberdade, até que o bastão desce acertando sua cabeça. Um som seco e mudo. A dor era intensa. Aguda. podia ouvir um leve som de sino em meio aos gritos de Katrina. Filha de malkavian pendia o corpo para o lado. Podia ver pela sombra no chão o  bastão se erguendo novamente.

Giulio era apenas um eterno observador. Avaliando e analisando toda a cena que sugue, sem poder fazer absolutamente nada.
Spoiler:

Malika rolou 5 dados de 10 lados com dificuldade 7 para auspex 4 que resultou 10, 4, 9, 2, 7 - Total: 3 Sucessos
Boo rolou 7 dados de 10 lados com dificuldade 6 para atacar que resultou 10, 2, 10, 8, 6, 7, 4 - Total: 5 Sucessos
Malika rolou 2 dados de 10 lados com dificuldade 6 para esquiva que resultou 4, 7 - Total: 1 Sucessos
Boo rolou 10 dados de 10 lados com dificuldade 6 para dano que resultou 7, 9, 1, 5, 9, 2, 7, 2, 6, 4 - Total: 4 Sucessos
Malika rolou 3 dados de 10 lados com dificuldade 6 para vigor que resultou 9, 10, 3 - Total: 2 Sucessos

[STATUS] Malika
PDS – 10/13
FDV- 4/6
VTL – 6/7 (Saúde perfeita)
MDF – +1 vigor

_________________
A ressurreição de uma lenda.


Rolador online: http://warleiramos.com/rolador/
avatar
HaSSaM

Data de inscrição : 18/04/2010
Idade : 25
Localização : Mundo das Trevas

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma verdade, diversas mentiras!

Mensagem por HaSSaM em Sab Fev 24, 2018 3:41 pm

 Crowley

Teria o perigo abandona aquela sala? O guardião não fazia ideia. Mas mantinha a mesma mentira e tentava passar alguma confiança para os homens ali presente. Carlo ficava apena observando o cainita, sua expressão estava mais suave agora, mas claramente desapontado. Ele balança a cabeça negativamente.

- Você é um cuzão mesmo. Qual seu verdadeiro nome? De onde veio? Como se tornou um de nós?

Crowley ficava uns minutos ali dentro com os homens contando sua historia. Quando pulava ou deixava algum detalhe para trás, os homens questionavam. Logo após terminar um homem entrava na sala. Ele não era punk, não vestia coro nem tinha cara de pouco amigo. Era apenas um homem. Moreno, forte. Cabelos curtos. Vestia uma camiseta branca por baixo de um colete azul.

- Usted, venha! - Ele diz apenas abrindo a porta e saindo em seguido.

Ambos os imortas seguiam para rua.

Off: Aqui mano, preciso que conte a eles toda sua historia. De cabo a rabo.


_________________
A ressurreição de uma lenda.


Rolador online: http://warleiramos.com/rolador/
avatar
HaSSaM

Data de inscrição : 18/04/2010
Idade : 25
Localização : Mundo das Trevas

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma verdade, diversas mentiras!

Mensagem por Guidim em Seg Fev 26, 2018 7:47 am

"Eu tentei Pai, juro que tentei" . Eu me explicava á meu senhor, dividindo o peso da culpa por duas almas perdidas, fazia de tudo para demonstrar a verdade, para libertá-los das dúvidas e guiá-los para luz, eles jamais atenderiam ao chamado... estavam entregues demais em suas dúvidas, ao caos e a libertinagem, cegos e deturpados.

A batida era forte, abafava por alguns segundos os gritos histéricos de Katrina, me colocava num estado de confusão momentânea, a graça do sangue havia me protegido deste golpe, mas um segundo já se apontava para me acertar novamente... Seria meu fim?

Uma sobrevivente da Jyhad, detentora da verdade, filha de Malkav e escolhida por Deus... quantos de mim ainda restam nesse mundo? Quantos ainda buscam uma redenção em meio as trevas? Quantos tomam por benção e a transformam em um propósito uma maldição eterna?  Somente Carmem compreendia, e agora eu também compreendo, os demais não podem pagar pelos pecados desta minoria... somente Deus perdoaria-os por isso.

Meus olhos, rubros e famintos revelavam que ali dentro ainda residia uma besta sedenta e raivosa, os caninos, as armas da maldição se revelavam, demonstrando minha comunhão com minha fera interior e um urro da besta externava meu corpo -AARRRGHHHH. A besta enjaulada corroía meu sangue, querendo atacar, querendo fujir, os movimentos bestiais punham-se a se libertar [1PDS p/ Destreza], e agora eramos como deveríamos ser. Eu e minha maldição eramos uma só, ela sabia que para sobreviver teríamos que coexistir, e eu por fim aceitaria minha sina.

O porrete levantava e o segundo de liberdade era o que eu precisava, com a fera alimentando meu corpo cada vez mais resoluto e hábil, eu tentaria por fim uma ultima e perigosa cartada, a fuga. Tentaria arremessar meu corpo contra a janela, aqueles três ali dentro já não eram mais passiveis da salvação divina, mas os demais no mundo afora, ainda teria uma oportunidade, e minha sobrevivência era a chave para a verdade. Convicta de salvar minha existência, me preparo de corpo e alma para tal ato. [-1 FDV]

_________________
FalasPensamentos[Offs/Testes]

"-A verdade está aí dentro...
avatar
Guidim

Data de inscrição : 31/08/2010
Idade : 28
Localização : Diadema

http://www.twitter.com/fe_orlando

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma verdade, diversas mentiras!

Mensagem por HaSSaM em Seg Fev 26, 2018 11:05 am

 Malika e Giulio

Sobrevivência, do latim supervīvens (“que sobrevive”). Malika era uma sobrevivente. Depois de anos na prisão ela adquiriu essa característica em particular. Agora no mundo das trevas rodeado de demônios não era fácil sobreviver, a lunática fazia o que podia e até então estava se saindo razoavelmente bem, até que Carmem a largou no mundo, um mundo opaco demais para enxergar a verdade. No momento, ela estava em apuros. O clima não era nada bom.A pancada não havia causado grandes danos, graças a seu sangue ou a Deus, mas até quando isso seria suficiente? Talvez o Brutamonte tivesse mais chance na segunda vez, ou na terceira ou quarta. Malika sabia que eles não parariam nem tão cedo. Estava na hora de agir. Fazer alguma coisa ou sua medíocre não-vida não seria polpada.

Rolagens:

Malika rolou 1 dados de 10 lados com dificuldade 1 para iniciativa que resultou 3 - Total: 1 Sucessos
Boo rolou 1 dados de 10 lados com dificuldade 1 para iniciativa que resultou 8 - Total: 1 Sucessos
Katrina rolou 1 dados de 10 lados com dificuldade 1 para iniciativa que resultou 2 - Total: 1 Sucessos

  • INICIATIVA
    Malika = 3+5= 8
    Boo = 8+6= 14
    Katrina = 2+7= 9

Boo rolou 7 dados de 10 lados com dificuldade 6 para atacar que resultou 8, 3, 5, 5, 4, 2, 3 - Total: 1 Sucessos
Malika rolou 2 dados de 10 lados com dificuldade 6 para esquiva que resultou 7, 10 - Total: 2 Sucessos
Katrina rolou 7 dados de 10 lados com dificuldade 6 para invocar que resultou 5, 9, 3, 5, 6, 1, 10 - Total: 2 Sucessos

Fuga!! Tanto sua mente quando a besta enjaulada berravam em seu subconsciente. Estava na hora de agir. Malika conseguia se levantar da cadeira, mas era lenta demais. Boo já estava com o bastão no ar, pronto pra acertar a vampira novamente. Não daria tempo de pular a janela, só Deus sabe o estrago causado em um novo ataque. Malika se colocava para o lado, segundos, milésimos antes que a madeira descesse no ar e acertasse a cadeira onde estava sentada. Talvez Boo não fosse um bom jogador de baiseball. A janela estava bem a sua frente, Boo ao seu lado e Katrina logo atrás. Esta por fim grita, alertando o estado de perigo da Lunática.

- APAREÇA!! - Katrina berra, sua voz era dotada de autoridade. Não era mais aqueles gritos de mulherzinha ouvidos anteriormente. Era um comando alto e claro. Mas pra quem?

A sala esfriava. Silencio. Seu cadaver podia sentir o clima pesado. Não era a tensão da luta. Era um sentimento de pesar. Triste. Opressivo. Medonho. Boo não mais atacava a menina, apenas olhava em todas as direções, seus olhar era de medo. Incerteza. Katrina sorria. Olhar arrogante fitando o vazio. Bem a frente dela uma figura intrigante surgia. Uma silhueta que ganha forma de uma criança. A criança do beco. Malika havia feito uma promessa a ela. Sombras surgem ao seu redor. Tentáculos. Garras. Cabeça de bode. Chifres. A criança se modificada drasticamente. Aproximadamente 3 metros de altura. A cabeça era uma mistura de animal e criança, dentes sobressalentes pra fora da boca infantil, naris de bode, uma transformação grotesca, o corpo parecia claramente um logo gigante com características humanas. Ele rosna. Katrina não movia um músculo, mesmo estando ela a poucos centímetros de distancia. Não havia medo nela. Boo estava hesitante sobre o que fazer. Meio perdido.


- Então é isso que a seduziu no Beco? - Diz Katrina fitando a criatura medonha.

Malika fitava a criatura a sua frente. O cheiro de carniça era forte. Seria algum truque daquela mulher misteriosa? As coisas ficavam um tanto mais confusas no momento. A janela ainda estava livre. Boo parecia desconsertado com a cena. Era um bom momento para tentar fugir. Mas se fugisse nunca conseguiria suas respostas.

Giulio observava tudo ao seu redor. Mlika esquivando do Golpe. Katrina berrado. Mas o clima parecia se alterar. Eles se olhavam e não diziam uma palavra. A criatura que apareceu para eles não se mostrou a Giulio.

_________________
A ressurreição de uma lenda.


Rolador online: http://warleiramos.com/rolador/
avatar
HaSSaM

Data de inscrição : 18/04/2010
Idade : 25
Localização : Mundo das Trevas

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma verdade, diversas mentiras!

Mensagem por @nonimous em Seg Fev 26, 2018 12:15 pm

Stanislav entra no carro e segue com a garota até o cabeça dos anarquistas da cidade, aquilo estava ficando interessante, estava razoavelmente sobre controle.

Dos três grandes grupos da família a infiltração é sempre muito delicada, infiltrar em um clã da Camarilla é muito dificultosa, mas feito o contato e o ganho de confiança a permanência e manutenção do disfarce se torna mais..."fácil" uma vez que dado a natureza individualista dos membros da Camarilla.
O sabá a infiltração é tão complexa e difícil quanto nos Tremere, dado as intricadas redes internas e testes na vitae, a permanência é quase impossível, já nos Anarquistas a infiltração, ou primeiro contato é sempre muito difícil, pelo estilo de não vida e desconfiança dos rebeldes, já que jogam na defensiva, afinal são oposição e não inimigos da Camarilla.

Stanislav conseguiu a infiltração, o que não quer dizer que ganhou a confiança dos rebeldes locais, aquele contato com Jack, pode tanto ser uma armadilha quanto um pedido de aprovação para ser do clube.

- Chaddy?! Sim! Responde desinteressado Stanis, enquanto mergulhava sua mente nos gritos de horror do Brujah assassinado pelas chamas taumaturgicas.

- Aliás porque ele e Katrina não se entendiam? Indaga Stanis ainda demonstrando pouco interesse, como se fosse apenas uma tentaitva de não ser rude e romper aquele silêncio constrangedor da viagem.

Ao se encontrar com Jack naquela fabrica abandonada ele fita cada canto, esperava que fosse uma armadilha, esperava se decepcionar com sua visão pessimista.

- Meu nome é Stanis. Diz ele de forma rápida, olhando aos arredores.

_________________
Status 01 Ancillae em ascensão
Líder Nato


" Seu tolo, entregou sua lealdade para mestres profanos, agora sinta a dor da traição, não precisar implorar por perdão, eu sou o arauto da morte, nosso clã já te julgou culpado, e pouco me importo, tudo o que sei é que você é uma ameaça, e será expurgada da pirâmide."



http://warleiramos.com/rolador/
´´
avatar
@nonimous

Data de inscrição : 01/06/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma verdade, diversas mentiras!

Mensagem por giulio em Seg Fev 26, 2018 12:29 pm

- Primeiro... Vamos quebrar todos os seus ossos. - Diz ela baixinho se aproximando como um felino vagarosamente - Depois, vamos cortar partes do seu corpo e queimar. E vamos deixar você assis.. - Katrina parava no meio da frase. Muda. Um silencio repentino se fez no quarto. As mãos de Boo se afrouxaram de seus braços. Katrina encarava a vampira refém, e seu olhar, era de medo.


Eu observava atentamente, toda aquela brutalidade, quase tendo certeza que aquela era a trupe, que estava atacando os anarquistas e fazendo os membros encontrar a morte final, porém aquele olhar de medo, me fez ficar surpreso, pois Katrina quem era a dona da situação, "Porque ela teria medo de Malika naquele momento em que Malika não representava nenhuma ameaça?" Nesse momento olho rapido para ver se Malika fazia algo a Katrina.

- A desgraçada esta na minha cabeça. Apaga ela!! - Grita Katrina colocando a mão na cabeça em desespero - Sai da minha cabeça sua peste inutil! - Ela grita descontrolado. Histérica. - Apaga a vadia!!! -

As mãos do brutamonte a libertam. Breve segundos em liberdade, até que o bastão desce acertando sua cabeça. Um som seco e mudo. A dor era intensa. Aguda. podia ouvir um leve som de sino em meio aos gritos de Katrina. Filha de malkavian pendia o corpo para o lado. Podia ver pela sombra no chão o  bastão se erguendo novamente.

Logo vinha a tona o motivo de tanto medo, Malika mesmo sendo a vitima naquele momento, resolveu atacar, deixando em aberto o horror que sente ao ter a mente estuprada por Malika, porém de forma dominante em que nenhum membro permitiria, logo o resultado não seria diferente, e logo ela apaga através do trio, pelo menos era o que eu imaginava perante aquela brutalidade toda em cima de Malika. Mas com certeza eles não parariam por ali, até terem o que desejam, " A tal da Carmen."

- APAREÇA!! - Katrina berra, sua voz era dotada de autoridade. Não era mais aqueles gritos de mulherzinha ouvidos anteriormente. Era um comando alto e claro. Mas pra quem?

Seu Grito de certa forma era intimidador, para um fraco que estivesse em sua frente. Porém o qual o mesmo não me afetava, no meu estado plano, me aproximo em sua frente olhando em seus olhos, enxergando a tamanha fúria tomar o seu ser após o comando, e em seguida olhando ao redor frenéticamente, procurando seja la o que fosse.

Não entendia o que estava acontecendo, porém necessitava entender, no segundo plano em que me encontrava, flutuava por toda a sala, passava entre os corpos freneticamente tentando entender, ao ver que nada estaria presente, volto minha atenção a cena, pois de certa forma, Malika ainda estava ciente de tudo, poderia ainda obter o que eu queria, ou talvez fosse hora de tentar agir para ajuda-la a sair dali... Porém continuava a observar tudo que acontecia.
avatar
giulio

Data de inscrição : 24/11/2011
Idade : 28
Localização : PB-JP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma verdade, diversas mentiras!

Mensagem por HaSSaM em Seg Fev 26, 2018 1:39 pm

Stanislav

O silencio era quebrado por Stanis. Cristina continuava com o olhar na estrada. Segundos se passam, parecia que não estava afim de responder sua indagação, mas no final ela diz se modo simples e evasivo.

- Ideologias opostas. Eu diria.

O armazem fedia a oleo e combustivel. Parecia já ter sido desativada a anos devido ao grande acumulo de lixo e carcaças de maquinarios jogados por todos os cantos. Um cachorro de rua transitava por ali perdido.

- Ela acabou de me dizer isso - Ele dizia sem emoção e voltava o olhar para Cristina - Jack esta atrás de você, parece que Katrina desapareceu com a garota. - Seu tom de voz era inauterado. Triste. Sem vida.

- Merda! - Pragueja cristina - Vamos. De qual cidade disse que era mesmo?

Cristina entrava num dos armazens ali dentro. Stanis seguindo-a não acreditava no que via. Era armamentos militares de ultima geração. Armas. Cartuchos. Bombas. Poderiam destruir toda a cidade se quisessem. Poderiam causar grandes danos colaterais a Camarilla local. Cristina seguia para dentro de uma das saletas ali dentro. Deixando Stanis avontade ali perto de todas aquelas armas. Como eles teriam conseguindo armamentos tão poderosos? Qual deles seria a fonte de contatos tão importantes? Aqueles simples rebeldes se mostram mais perigosos do que poderia prever.

- Espere ai. - Diz ela desaparecendo atrás de uma porta.

_________________
A ressurreição de uma lenda.


Rolador online: http://warleiramos.com/rolador/
avatar
HaSSaM

Data de inscrição : 18/04/2010
Idade : 25
Localização : Mundo das Trevas

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma verdade, diversas mentiras!

Mensagem por Guidim em Seg Fev 26, 2018 2:05 pm

O ímpeto de fugir mirando a janela foi mais do que providencial, no ato de levantar o porrete do grandalhão passava a milímetros de minha cabeça, provavelmente seria um golpe fatal, mas a oportunidade me abençoava, não seria daquela forma que me destino selaria esta noite.

Já estava de frente com a janela, prestes a jogar meu corpo das alturas entregando as consequências á minha besta, mas Katrina ainda não havia finalizado, o grito vigoro e autoritário invocava formas e forças vis, de feitio demoníaco um imenso ser de trevas tomava por completo a feição do garoto, formando uma horripilante criatura forjada pelo abismo, esculpida pelo próprio satanás.

-Não... não é possível... mas o que é isto? Minha fala era embargada e confusa, medo tomava meu corpo, a perna trêmula hesitava em saltar, a besta rugia, ela queria lutar, eu queria a verdade. -Mas o garoto?... seria ele é próprio demônio? Não.. você viu o que eu vi, eu tentei lhe mostrar a verdade, e isso não foi o que se revelou a mim naquele beco... Meus olhos cerravam de medo e desconfiança, procuravam pela verdade... tentava procurar os traços da alma do garoto naquele ser de pura perdição e trevas... [Auspicio 2 no demonio] Sentia a besta clamando pela sua sobrevivência, o sangue continuava se agitar [-1 PS em destreza], ela se acuava lentamente tentando chegar até a janela... Nesse momento um conflito interno, entre Malika e sua besta, uma querendo sobreviver a qualquer preço e a outra querendo a verdade não importa o custo.

_________________
FalasPensamentos[Offs/Testes]

"-A verdade está aí dentro...
avatar
Guidim

Data de inscrição : 31/08/2010
Idade : 28
Localização : Diadema

http://www.twitter.com/fe_orlando

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma verdade, diversas mentiras!

Mensagem por HaSSaM em Seg Fev 26, 2018 2:10 pm

Giulio

O ambiente era estranho. Opressivo. Katrina dizia em voz alta mas nada ou ninguem aparece. Todos tensos e com medo. Todos receiosos. Menos Katrina que mantinha o olhar altivo encarando o nada. Estaria então, aquela mulher, lhe chamando. Teria ela descoberto seu disfarce? Giulio sentia a macula de alguma coisa crescendo no centro do apartamento. Sombras. Garras. Uma besta selvagem retirada dos contos de Nabucodonosor. Chifres afiados. Corpo peludo. Um bode com caracteristicas humanas e crueis. A criatura media aproximadamente 3 metros de altura e estava no momento lhe encarando.

- Detenha-na Guerreiro de coração nobre. Ela consegue suprimir minha vontade! - O criatura implorava a Giulio.

_________________
A ressurreição de uma lenda.


Rolador online: http://warleiramos.com/rolador/
avatar
HaSSaM

Data de inscrição : 18/04/2010
Idade : 25
Localização : Mundo das Trevas

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma verdade, diversas mentiras!

Mensagem por Crowley em Seg Fev 26, 2018 2:22 pm

Crowley já estava cansando daquela baboseira, estava tanto tempo fora da linha de ação que parece ter esquecido como agir, e agia de forma estúpida e vergonhosa, havia se humilhado de um forma que nem em toda sua vida havia feito, o sombrio não deixar transparecer enquanto continua cuspindo suas mentiras, após todo aquele lero-lero Carlos reagia de uma forma negativa a tudo aquilo.
Carlos escreveu:
- Você é um cuzão mesmo. Qual seu verdadeiro nome? De onde veio? Como se tornou um de nós?

O semblante do Sombrio  muda drasticamente, um olha de ódio e um sorriso sarcástico estampava na sua cara, sua raiva saia espontaneamente em sua feição, o sangue do sombrio bombeava mais rápido de forma instintiva, o sombrio não escondia suas emoções nesse momento, relatava tudo que foi dito antes e acrescenta mais informações respondendo as perguntas de Carlos.

- Acho melhor ter cuidado com suas palavras!
Crowley segurava sua bengala com as duas mãos.
- Me chamo Antony, caralho!
- Esse é meu nome de verdade não menti quando disse.
- Sou de Luisiana, parte costeira do país, estava em Misuri quando ouviu dos boatos, ouvi que nesse bar seria possível encontrar alguns membros do movimento, e vou tentar se breve respondendo sua pergunta...

- Tudo começou quando eu e meu irmão entramos paga o exército, mas fiquei pouco tempo, não gosto muito de receber ordens muito menos quando não compactuo com algo, então saí e entrei para a área de investigação gostava muito dos livros e filmes que vi então para não ter que entrar para polícia e me tornar um peão de algum filho da puta eu segui no ramo privado, peguei pequenos casos, como era e ainsa sou um iniciante na área não me atrevia a ir além.

- Depois de um ano meu irmão saiu também das forças armadas, entrou em uma profunda depressão e se afundou nas drogas, começou a fazer merda, ficou devendo uma grande forte para o chefe do tráfico local, até que notamos o sumiço dele por mais de umas semana, meus pai ainda vivo me ligou pedido ajuda, larguei tudo e fui atrás de informação, nesse caminho conheci um informante chamados Thalles, era um dos braços direito de quem mandava alí, ele queria a queda do chefe então proposta unir forças, eu só queria meu irmão.

- Thalles me alertou sobretudo o grupo dele, mas não levei a sério quando vi com meus próprios olhos, meus irmãos servindo se alimento para os filhos da puta, mas fui descoberto, por alguma horas tenho conseguido fugir, mas foram a trás do meu pai, quando cheguei me casa contrei o corpo do dois, não tinha tempo para velório tive que sair voado no caminho encontrei Thalles, fomos para um refúgio dele, lá chegando ele disse e que tinha sido descoberto, disse que a morte chegaria até a mim,  tentou me explicar sobre as seitas e oque ele era de verdade, disse ver um grande potênciale mim, na noite seguinte fomos cercados, quase morri ele parecia uma fera sem controle matando todos, improvisamos uma refúgio, meu ferimentos era graves não tinha tempo de ir em hospital então ele me transformou e eu apaguei, na noite seguinte ele foi embora mas também parecia não ter mas ninguém fica atrás de mim, então eu fugi e comecei minha vida se peregrino....

Hoje sei que estavam enfrentando o sabá e que ele estava infiltrado, talvez seja uma arrogância minha mas acho pelo o que aprendi ouvindo e vendo por aí me asseguro que ele deveria ser um Brujha, mas...

- Meu criador nem deve ser mais vivo, e fugi de tudo isso, não queria me envolver, mas depois de alguns anos comecei e investigar mais sobre o quem eu sou  todaa nossaa culturas
e foi assim que descobri sobre o movimento!

- De onde eu venho é uma grande história como viu, fugi por não gostar da ideia de idolatrar alguem que seja nomeado como príncipe, mas não se trata muito de onde eu vim mas sim pra onde eu quero ir ou estar, e já foi dito aqui, quero fazer parte desse movimento, chegar de ficar a mercê desses burgueses  filhos-da-putas.

- Não tenho motivos para mentir, só o que quero é fazer do movimento, compartilho dos seus ideais, da liberdade de sentir o vento na cara quando pega a estrada, assim como muitos de vocês estão desaparecendo imagine nos que não temos nada e nem ninguém, somos alvos fáceis, sumimos numa velocidade que nem nós mesmos percebemos!


Esse filho da puta vai ser o primeiro a morre o ataque...

O sombrio era interrompido por um homem que chegar até a porta, ele chama o outros segigabcs e ambos saem da sala e rapidamente o sombrio pergunta para Carlos...

- Esse é o Bill?
- Afinal quem é o Bill e o que ele faz?
- Quando vamos até ele?


O sombrio fica curioso para saber que esse Bill, queria sair dessa situação, queria mais ação, nem que fosse para tentar tirarem sua imortalidade...

Preciso saber quem esses Bill, espero não só consegui saber o dia e hora do ataque, mas sim fazer parte desse grupo com uma segunda identidade, seria ótimo vagar pelo país como um agente duplo, mas se para conseguir entrar já estou sofrendo imagine Isso, preciso melhorar mais minhas técnicas isso se sobreviver a essa noite!

O sombrio tinha ambições maiores que só conseguir dizer o dia e a hora do ataque, mas queria Algo mais duradoura mas teria que por  suas habilidades que aparentemente se encontram bem enferrujadas, teria ele muito que melhorar, mas quando aceitou essa missão sabia que seria sua prova de fogo e que seria uma tarefa muito difícil além de suas capacidade, mas ele tentar superar e prosseguir com a missão!
avatar
Crowley

Data de inscrição : 02/12/2010
Idade : 27
Localização : Rio de janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma verdade, diversas mentiras!

Mensagem por @nonimous em Seg Fev 26, 2018 2:25 pm

De fato era o refugio do Movimento Anarquista da cidade. O líder estava por lá, arsenal, e provavelmente dados da rede de inteligência, ou confiavam em mim.

Ou era uma armadilha e eu seria só cinzas antes do sol nascer.

Mas suas ações o levara até ali, então era um bom sinal, E AGORA ELE PERCEBE QUE AQUELE CARA DE ÓCULOS não era Jack.

- Por que você quer me apresentar a Jack? Indaga Stanis caminhando junto com Cristina, - Que aliás não era ele.

- E pare por um instante, preciso de respostas, Katrina está em perigo, preciso achar ela, isso não tem haver com o movimento anarquista Cris, tem com um favor pessoal, vocês são a unica coisa que mantém ela sem ser ferrada por inimigos dos quais todo esse arsenal não significa muito.

- Então Cris, antes que Katrina encontre a morte final, e você seja terá sangue nas suas mãos, me diga onde posso encontrar Katrina, qualquer coisa, um nome, lugar, me ajude. Diz Stanis olhando profundamente nos olhos da garota.
Ele quebra a fisionomia ´seria soltando um sorriso amigável:

- E por que todas essas armas?

_________________
Status 01 Ancillae em ascensão
Líder Nato


" Seu tolo, entregou sua lealdade para mestres profanos, agora sinta a dor da traição, não precisar implorar por perdão, eu sou o arauto da morte, nosso clã já te julgou culpado, e pouco me importo, tudo o que sei é que você é uma ameaça, e será expurgada da pirâmide."



http://warleiramos.com/rolador/
´´
avatar
@nonimous

Data de inscrição : 01/06/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma verdade, diversas mentiras!

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 4 de 8 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8  Seguinte

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum