New Jersey by Night - Controle Oculto dos "Vigilantes"

Página 4 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Ir em baixo

Re: New Jersey by Night - Controle Oculto dos "Vigilantes"

Mensagem por Beaumont em Ter Mar 13, 2018 6:46 am

Vallek Morton
- PDS 8/14
- FDV 7/7  
- Vitalidade Ok


Danio Benneti 
- PDS 7/14 
- FDV 1/7  
- Vitalidade -2 Ferido Gravemente Agravado


Os animos começavam a ficar exaltados, mas para C2 e Elizie aquilo mais parecia uma grande brincadeira, os dois apenas sorriram enquanto dmiraram o conjuto de luzes azuis tremulantes que rodeavam os céus e se aglomeraram em volta do Helicoptero russo. Subtamente o farol principal do helicoptero começou a piscar incisivamente como se marcasse algum código ou coisa parecida, mas Vallek calculando a sua posição atual sabia que ainda levaria alguns minutos para chegar no abrigo e que em volta do abrigo não havia mais arvores, então a necessidade de ofuscação seria bem maior pois o abrigo se localizava em um terreno árido e sem vegetação dos lados. 

Enquanto isso na parte de trás Madson, Lars, Purple se sentavam ao lado de Elisha para se aproveitarem de sua ofuscação. Elisha aproveitou o momento para cortar as ataduras que prendiam Hamlim, esbofetear o Caitiff e despejar um pouco do seu sangue em sua boca para que o mesmo voltasse a vida. 

Elisha : - Eu detesto ver um filho de Caim nessa situação deplorável ! Reaja e aja como ser superior, lute agora por uma causa ou morra de uma vez ! 

Hamlim assustado sequer sabiao que estava acontecendo e resumiu-se em se encostar covardemente na parede do carro enquanto terminavar de lanber o sangue em sua boca. O Tzmisce estava bastante tranquilo. Mesmo com todo aquele clima de tensão ele mantinha o seu foco e o olhar profundo no nada enquanto balançava o grande comboio .

Não demorou muito para que o caminhão saísse da floresta e alcancasse a região árida, terreno de predras e areia, mas o carro aguentava. C2 tirou o sorriso e olhou para o céu esperando qualquer tipo de ataque mas o mesmo não ocorreu, talvez a ofuscação de Elisha ainda vigorasse ou quem sabe aquelas luzes nem de fato eram inimigos. O helicoptero ainda sobrevoava os céus e Vallek enchergava um pequeno ponto bem longe no horizonte. ele tinha certeza que era o antigo abrigo, o mesmo lugar onde Allen sofreu aquelas experiências terriveis na tentativa de descobrir como funcionava o projeto "Thanathos" e o mesmo lugar onde Laura Flutz, a antiga lider dos Progenitores foi morta. 


OFF: Progenitores, outra Covenção Tecnocrata aliada aNova Ordem Mundial 
Projeto  de pesquisa Thanatos, realizado por Laura para tentar descobrir qual Vampiro que iria servir de hospedeiro para a mente de Addonis. 

_________________
Agradecimento a todos os players que gostam da minha narrativa  cheers clown cheers
Melhor Cronica Oficial  = 2008/2009/2010  - A Mascara de Vênus - Herança do Mal
Prêmio Narrador-Grão-Mestre = Por tempo de Narrativa Storyteller
Prêmio Pilar de Vegas = Por Coordenação da Cidade. 
Narrando no fórum desde 2005
avatar
Beaumont
Administrador
Administrador

Data de inscrição : 06/03/2010
Idade : 29
Localização : Aracaju/SE

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New Jersey by Night - Controle Oculto dos "Vigilantes"

Mensagem por Beaumont em Ter Mar 13, 2018 7:15 am

Herick Draven
- PDS 11/15 
- FDV 3/7  
- Vitalidade Ok


Herick não estava efetivamente bem com aquela habilidade mas as noções básicas ele sabia que podia passar. Uma única frase foi tudo o que ele precisava. Enquanto o Caitiff se dividia em pilotar o grande passaro aéreo  olhar para trás percebeu que os carniçais haviam desaparecido do local e só restavam os tripulantes ciberneticos que entraram no pavilhão de trás. Havia cerca de 6 ou 7 tripulantes e um deles se aproximou e se sentou no lugar do co-piloto , seu rosto era como uma grande lanterna que dificultava a observação direta então Herick evitava olhar diretamente para a criatura cibernética. Diversas armas estavam imbutida em seus braços, metralhadoras e até um canhão de plasma caso fosse necessário. a criatura sintética então abriu um canal holográfico expandido uma tela a partir de seu rosto iluminado até a parte do vidro do co-piloto. 

Do outro lado estava Sanders. Usando um belo terno azulado sentado em uma cadeira. 

Sanders : - Está se rendendo Sr. Draven ? Eu deveria imaginar que você não iria muito longe, você possuí um dispositivo implantado em cada um dos seus membros que podem explodir assim que a carga total da sua "armaura" terminar, você iria precisar de manuntenção e sim, iria se render, era só uma questão de tempo.... 

 Por algum motivo as palavras de faziam total sentido, depois que Herick teve um encontro com aquele garoto ele foi capaz de mudar o passado e conseguiu deixar o prédio sem que os maiores chefes da organização soubessem que ele não era mais um fantoche deles. Mas inevitavelmente eles descobririam que não tinham mais o controle de Herick quando tentassem controla-lo. 

Sanders : - Muito inteligente da sua parte coagir o Dr. Krauss a não dizer que o Chip Inibidor não estava em você. Isso permitiu que você se livrasse da nossa Capela e ganhasse o mundo, mas advinhe só. Eu posso desativar seu exoesqueleto a qualquer momento e suas baterias explodirão, a menos que você me diga o que você perto do pavilhão de pesquisas do projeto Thanatos ?

Sanders não parecia estar nenhum pouco feliz ou brincando com a situação. 

Herick escreveu:Teste de Raciocinio + Linguistica Diff 8.(FDV) = 2 Sucessos


_________________
Agradecimento a todos os players que gostam da minha narrativa  cheers clown cheers
Melhor Cronica Oficial  = 2008/2009/2010  - A Mascara de Vênus - Herança do Mal
Prêmio Narrador-Grão-Mestre = Por tempo de Narrativa Storyteller
Prêmio Pilar de Vegas = Por Coordenação da Cidade. 
Narrando no fórum desde 2005
avatar
Beaumont
Administrador
Administrador

Data de inscrição : 06/03/2010
Idade : 29
Localização : Aracaju/SE

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New Jersey by Night - Controle Oculto dos "Vigilantes"

Mensagem por Beaumont em Ter Mar 13, 2018 8:30 am

Rugall Salles
- PDS 7/10 
- FDV 6/6  
- Vitalidade Escoriado (1 Agravado)


Rugall Salles aproveitou o final da noite para degustar o pouco que tinha do Vitae que havia guardado enquanto pensava nas possibilidades de seu futuro, uma nova Diana para Gerenciar o Salão, ou quem sabe até mesmo Gerenciar a Revista durante o dia. Com um novo império e com margem para sucesso era importante que amplisse seu circulo de carniçais e contatos, Caleb e Meg já eram um bom começo. 

Quando o dia começou a querer nascer, Rugall se recolheu e viu pela ultima vez os agentes de Bredley marcando o perimetro nos prédios ao lado. 

O quarto possuía uma janela com um revestimento de metal ativado por controle remoto, nenhum raio de sol penetrava o local. Um Ar condicionado mantinha um clima extremamente favorável e além da cama, em baixo da cama havia um dispositivo também ativado por controle remoto que dava espaço para um caixão, para aqueles mais antiquados anciões que ainda se sentiam mais seguros escondidos em baixo da cama. 

O Vampiro escolheu rapidamente o que mais lhe agradava pois o sono dirno já estava lhe afligindo. O Tzmisce dormiu profundamente mas não deixou de ter sonhos com Diana e o momento horrpilante quando ele brutalmente rasgou o seu pescoço. 

Rugall acordou com um som de passos em seu quarto. Eram estalos de salto alto rebatendo no piso incrivelmente espelhado da residência. Na verdade eram dois tilintares corriqueiros que passavam pelo quarto. Assim que se levantou teve a bela surpresa de ser alvejado por um beijo de July Sanders . A moça ainda estava com um belo vestido branco e seus longos cabelos castanhos volumosos e um sorriso encantador. 

July : - Boa noite, meu senhor ! No que podemos ser util a você nessa noite ? 

Havia um grande sentimento de saudade no olhar de July, Lilly apareceu na porta do quarto logo depois, um pouco mais reservada ela apenas se manteve escorada na porta admirar o seu amo incondicional .  As duas estavam a muito tempo longe de Rugall, elas anseavam por seu sangue, seu vício, as duas praticamente se jogaram na cama, uma de cada vez desesperadas pelo Vitae e o prazer que Rugall poderia proporcionar. 

_________________
Agradecimento a todos os players que gostam da minha narrativa  cheers clown cheers
Melhor Cronica Oficial  = 2008/2009/2010  - A Mascara de Vênus - Herança do Mal
Prêmio Narrador-Grão-Mestre = Por tempo de Narrativa Storyteller
Prêmio Pilar de Vegas = Por Coordenação da Cidade. 
Narrando no fórum desde 2005
avatar
Beaumont
Administrador
Administrador

Data de inscrição : 06/03/2010
Idade : 29
Localização : Aracaju/SE

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New Jersey by Night - Controle Oculto dos "Vigilantes"

Mensagem por mitzrael em Ter Mar 13, 2018 2:44 pm

Herick ria , poderia ser visto se não fosse pela sua mascara .

Não precisao se tao otario , não seu inimigo e tao pouco estou aqui pra me render , vcs não entende eu sou o elo que pode dar sua vitoria ou sua derrota , Alisha ta indo agora em sua direção com todo tipo de aliança , esta disposta a por um fim nisso , eu sabia que vcs podiam me encontrar e pra ser sincerro eu contava com isso , eu quero deixar o mundo como era antes , antes desse circo levantar sua tenda .

Entao vamos parar de ver quem tem o pinto maior e nos ajudar ? ou vamos comer coco pensando que é pudin de chocolate .

pensando : espero que esse mane me ajude e saia dessa pode de Albert whesker . Twisted Evil Twisted Evil
avatar
mitzrael

Data de inscrição : 08/03/2010
Idade : 37
Localização : Sergipe ,Aracaju

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New Jersey by Night - Controle Oculto dos "Vigilantes"

Mensagem por Undead Freak em Ter Mar 13, 2018 9:00 pm

Elizie sorria ao meu lado. Apesar de eu não tirar os olhos do helicóptero, eu podia perceber o ânimo dela com aquilo. Talvez ela apenas estivesse feliz por ser uma vampira de novo e estar novamente experimentando a nossa forma de ver as coisas, mas a verdade é que aquilo me preocupava.

-- Vejam como as luzes piscam... Pode ser uma espécie de código.

A forma como as luzes se comportavam parecia ser uma espécie de código. Aquilo me deixou ainda mais aflito.

Off: Demência 3 nesse padrão de luzes.

Tomei nota do local. Pelo terreno pude deduzir com razoável clareza a posição do abrigo e quanto tempo ainda teríamos de percorrer.

-- Estamos a alguns minutos do nosso alvo. Mantenham foco na ofuscação, pois a partir daqui o terreno não oferece cobertura alguma. A nossa exposição será um grande perigo para nós caso nos detectem.

Me virei para Elizie e percebi que ela ainda olhava tudo abobada como uma criança. Segurei a mão dela, para que pudesse transmitir segurança. Eu nunca achei que seria um bom "pai", mas a verdade é que eu estava totalmente devoto ao bem-estar de minha criança.

Elisha escreveu:- Eu detesto ver um filho de Caim nessa situação deplorável ! Reaja e aja como ser superior, lute agora por uma causa ou morra de uma vez !

A voz de Elisha cortou a minha atenção. Por um momento eu me virei e observei a cena com Hamlim e me perguntei quem, afinal, abraçou esse sujeito -- e por quê?

-- Atenção! Lá vamos nós...

Entramos em terreno aberto. O local ficava ainda mais irregular, mas isto não pareceu causar problemas ao veículo. Naquele momento eu estava esperando o pior. Aparentemente todos estavam, mas nada aconteceu. Talvez seja por Elisha ou porque nos precipitamos em julgar aquelas luzes como inimigas, mas a verdade é que nada de hostil ocorreu a nós. Ainda era possível ver o helicóptero no ar e tudo parecia bem.

-- De qualquer forma, não relaxem. Se mantenham em alerta o tempo todo.

Não demorou muito mais para que o local fosse mais uma vez visível, trazendo uma torrente de lembranças bizarras.

-- Estou vendo. Está ali. Podem ver? Allen, você vê? Mantenha a velocidade. Não vai demorar muito, agora.

_________________
avatar
Undead Freak

Data de inscrição : 02/05/2013
Idade : 28
Localização : São Paulo - SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New Jersey by Night - Controle Oculto dos "Vigilantes"

Mensagem por Bad em Qua Mar 14, 2018 7:55 pm

Tom apesar de estar em uma situação diferenciada, não demostrava nervosismo, pelo contrario se mostrava até empolgado pela mudança de cenário.

- Oh doce bela dama, parece que aquele não perdeu a mania de sumir derrepende e deixar-nos em situações complicadas.

Tom viu uma nova oportunidade em sua frente.

- Então... Como você sabe desses detalhes ? a nem me importa, parece que temos uma oportunidade aqui em mãos.

Tom lembrou-se da violência que dave era capaz, e então lembrou-se da Fama de Hercules, condado conseguiu uma coisa que Tom não tinha pensando, ir contra seu mestre não fazia bem o ideal de Tom. Evitar a violência era sua forma de aproveitar a não vida, quanto menos tempo perdesse em intrigas melhor seria aproveitado a não vida do vampiro.
Ao pensar nisso ele olha pra frente e ver um moça bonita perguntando sobre um detalhe da vida pessoal dele, logo ele não iria quere uma nova oportunidade mais viável.

- Você poderia perguntar sobre mil e uma coisas, mas perguntou sobre logo o fato de envolvimento com outra, isso seria ciúmes? Ou apenas um desejo reprimido?  Um Desejo de ménage ?

Tom começa a sorri apresentando-se de forma amigável...

- Se você não tivesse falado dela, eu nem lembrava mais, uma informação relevante sobre mim que você tanto deseja saber, é que eu vivo uma noite de cada vez, aproveitando cada uma da melhor forma.


-- Caso a conversa continue de forma amigável –

Tom se inclina pra mais próximo da moça, com seu charme incontestável, e fala em um tom mais sério.

- Olha moça, tenho um jogo muito interessante pra ti, uma capela particular, para cada informação que você me passar. Afinal você ouvir um verdadeiro musico da noite não é todo o dia;  De inicio poderia me contar aonde estamos, para que eu possa te levar com mais facilidade a um lugar reservado.
avatar
Bad

Data de inscrição : 22/03/2010
Idade : 26
Localização : Brasilia - DF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New Jersey by Night - Controle Oculto dos "Vigilantes"

Mensagem por Fuuma Monou em Sab Mar 17, 2018 8:55 pm

Alguns sentavam ao lado de Elisha para aproveitar de sua ofuscação, mas Nirrhtak e eu nos mantemos afastados, afinal nossa hora está para chegar. Sinto que o terreno está mudando sob nossos pés, indicando que estamos cada vez mais próximos. Aos poucos procuro uma forma de saber o que está ocorrendo ao meu redor. Adapto minha visão e audição de forma a ver o que está acontecendo do lado de fora e a ouvir o que está sendo dito entre os membros que estão na frente do comboio (Auspícios - Sentidos aguçados). Assim que eu tiver noção do que está acontecendo e do quão perto estamos do ponto final, permito que meus sentidos voltem ao normal.

Todos parecem nervosos. A líder entre os Malkavianos levanta-se e solta Hamlin, retirando-o do topor ao derramar seu sangue sobre a boca do Caitiff, que acorda e esconde-se em um canto enquanto aproveita o sangue da Anciã. "- O quanto você ainda está preso sob o poder da minha voz?" - Rapidamente uma ideia vem à minha mente. "- Talvez até mesmo você possa ser importante para manter o Sabá vivo, meu caro Caitiff." - Eu preciso saber se ele ainda está sob o meu comando. Aproximo-me dele e falo bem baixo, de forma que somente quem está próximo possa ouvir:

- Sente-se ao meu lado. - Retorno para meu lugar e fico esperando por sua reação.

Pela fala de meus companheiros de viagem, estamos na última parte de nosso percurso. Olho novamente para Keyla. O que se passa em sua mente? Não teria como saber. Aos poucos uma dúvida surge em minha mente... "- E se entrarmos no local ofuscados e o ataque der completamente certo?" - Ofuscados, poderíamos nos passar por qualquer um, entrar e sair sem sermos atacados. Dessa forma, precisamos de algo que sinalize para nosso alvo que estamos chegando em sua fortaleza e este tenha tempo de ativar suas defesas.

"- Elisha está preocupada em manter-nos fora do radar desta 'Mente', então se eu atrapalhar sua concentração é quase certo que nosso disfarce será desfeito." - Uma coisa é pensar e outra é fazer. Dependendo do que eu fosse fazer, o resultado seria minha destruição, juntamente com meus companheiros de Bando, além de permitir que a Anciã realize seus planos sem maiores problemas. "- A presença de uma mancha negra vinda do Abismo seria certamente algo que avisaria aos outros, mas é eficiente em parar Elisha. Talvez forçar o caminhão a parar com os Braços, ou trazer as sombras de forma que pareçam um ataque..." - Continuo atento ao que está acontecendo dentro e fora do veículo... sei que o tempo está passando... mas preciso de algo mais concreto para dar prosseguimento ao meu plano.

_________________
Sigo em frente... vivo numa noite eterna... as trevas me preenchem, me alimentam... sombras estão ao meu redor... elas falam comigo, me entendem... eu as entendo e compartilho de meu ser, minha alma... nós nos completamos e assim viveremos para todo o sempre.
avatar
Fuuma Monou

Data de inscrição : 08/03/2010
Idade : 29
Localização : Natal - RN

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New Jersey by Night - Controle Oculto dos "Vigilantes"

Mensagem por Bahamut em Dom Mar 18, 2018 2:10 am

Rugall foi surpreendido pelo beijo de July e Lilly que estava na porta não demorou muito para acompanhar a sua amiga. Em instantes ambas estavam na cama com Rugal, beijando-lhe os lábios ao mesmo tempo em que acariciavam lhe o corpo com suas mãos e seus corpos quentes. Rugall estava contente. Embora o aborrecia ter que gastar sangue para enrijecer seu falo para ajudar a satisfazer suas vassalas, o fato de que o quente vitae delas o nutrirá parece ser uma troca justa.

July parecia mais ardente, mais carente. Seu corpo se esfregava contra o de seu mestre com uma volúpia enlouquecedora. Gemidos escapavam-lhe constantemente e seus lábios percorriam a pele de Rugall, como que procurando por onde o sangue viria a transbordar. Lilly também estava muito sedenta, mas ela estava mais focada no rosto de Rugall. Suas mãos se entrelaçavam nos cabelos do seu mestre e sua boca parecia colada na dele enquanto sua língua dançava com a de Rugall. Os seios da loira saltavam para fora de sua roupa enquanto o vestido branco de July subia por si só, revelando as belas nádegas nuas com uma pequena protuberância adornando o seu ânus.

Os três perderam a noção do tempo no meio das carícias e Rugall deu a elas o que queriam. Com uma mordida em seus lábios, deu a Lilly o prazer de sorver o vitae enquanto o beijava. Lilly aproveitou a oportunidade e montou no membro de Rugall e o cavalgou freneticamente. Enquanto ela se satisfazia, Rugall manipulava o Plug de July, deixando a arfando com a boca ligeiramente aberta e curtindo o prazer proporcionado. O deleite criado pelo sangue do vampiro e a intensidade do movimento do quadril de Lilly a levou a um orgasmo intenso e demorado, drenando lhe as forças e com o corpo jogado por cima de Rugall. Sem perder o tempo, Rugall a empurra para o lado e retira o plug de July, posicionando-a de joelhos com as costas arqueadas, abrindo as nádegas para receber seu mestre. Rugall se posicionou atrás de sua serva e a penetrou por trás. O vigor da penetração fez July soltar um grito misto de dor e prazer, mas Rugall abafou o som de sua boca, puxando-a com a mão em seu pescoço e a beijando enquanto penetrava freneticamente. July soltava urros abafados enquanto chupava a língua e o sangue de Rugall, imobilizada pelo pescoço e com o corpo todo curvado. Rugall por sua vez montava nela como se esta fosse uma égua no cio e cobria o corpo dela com o seu, alcançando a boca dela com a sua. Logo ela também chegava ao orgasmo aos urros e perdendo o controle de seu corpo aos espasmos de prazer que o ápice do momento lhe trazia. Rugall precisou soltá-la para que ela não perdesse a consciência e esta desabou na cama com o rosto grudado no colchão e os quadris para o alto, revelando o seu orifício anal aberto e pulsante.

Lilly já havia recobrado os sentidos e assistiu a violenta dominação do corpo de July, tendo seu corpo tomado mais uma vez pela volúpia do momento, correu para abocanhar o membro ainda rijo de Rugall e tratou de galgá-lo com muita volúpia. Lilly parecia não se importar com o fato de que o falo que deflorava a sua garganta acabara de sair de dentro do reto de sua amiga, tamanha a força com que o lambia e chupava. Para Rugall aquela sensação não era das mais prazeirosas, mas a visão o agradava. Rugall então abriu uma das veias de seu Pênis e deixou que sua carniçal se deleitasse mais uma vez com seu vitae aumentando vigorosamente a sucção de sua boca. Mas Rugall aproveitou para provar do vitae das nádegas dela, arqueando o seu corpo por cima do de Lilly, forçando uma profunda penetração de seu membro rijo na garganta de Lilly. Logo Rugall se deliciava com o líquido quente que ingeria enquanto investia contra a boca de Lilly. No momento que Lilly atingia o seu segundo orgasmo, Rugall despejou o seu sêmen, enchendo a boca e a garganta de sua Lilly com sua seiva e seu vitae. Lilly engolia a mistura em meio ao seu orgasmo mas os espasmos em seu corpo fizeram com que um pouco escorresse pelo canto de sua boca e por uma de suas narinas.

Rugall então se ergue deixando as duas carniçais exaustas na cama, tomando cuidado para selar os ferimentos e admira um pouco a bela cena que adorna a cama em que dormia até pouco tempo. Por um instante ele gostaria de ter o dom da pintura e imortalizar aquela cena em um quadro a óleo. Talvez então contratar um pintor para fazê-lo. Quem sabe um Toreador talentoso, porque não. Mas sua mente trata de imortalizar a cena em sua memória, uma vez que a opção que devaneia em sua cabeça não será possível.

Rugall se veste sem pressa, sai do quarto e espera até que elas recuperem suas forças para lhe encontrar sentado no meio de um grande e confortável sofá, encarando a porta com as pernas cruzadas e os braços apoiados acima do encosto do assento.

(July absorveu 2 ps de Rugall)
(Lilly absorveu 3 ps de Rugall, mas Rugall absorveu de volta 1 ps)

Ps: Beau, não consegui modificar nem excluir o meu post anterior. Poderia fazê-lo para mim?
avatar
Bahamut

Data de inscrição : 04/10/2015
Idade : 35

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New Jersey by Night - Controle Oculto dos "Vigilantes"

Mensagem por Beaumont em Seg Mar 19, 2018 8:28 am

Herick Draven
- PDS 11/15
- FDV 3/7  
- Vitalidade Ok

A projeção formada era incrivelmente tecnológica e lembrava muito a mesma projeção de quando Herick estava preso na cela da tecnocracia em Jersey City. O homem chamado Sanders não parecia se sentir ofendido ou preocupado com as palavras de Herick. Era um completo impenetrável de emoções. 

Herick escreveu:Não precisao se tao otario , não seu inimigo e tao pouco estou aqui pra me render , vcs não entende eu sou o elo que pode dar sua vitoria ou sua derrota , Alisha ta indo agora em sua direção com todo tipo de aliança , esta disposta a por um fim nisso , eu sabia que vcs podiam me encontrar e pra ser sincerro eu contava com isso , eu quero deixar o mundo como era antes , antes desse circo levantar sua tenda .

Sanders : - Você disse que quer deixar o mundo como antes, mas age com tanta impulsividade quanto eles. Está com um helicoptero no meio do nada e está dizendo que possuí o que é necessário para imedi-los de cometer uma tragédia ? Suas palavras estão totalmente sem sentido Draven...

As costas de Sanders que antes tinham um bonito panorama do universo se apaga e mostra o reflexo das janelas do grande prédio ao qual Sabders estava, o homem parecia estar no centro da cidade de New Jsersey. Com o comércio sendo restruturado por máquinas e trabalhadores, ele parecia estar bem longe do lugar em que Herick e Elisha estavam. 

Sanders : - Se quer mesmo ajudar. Você precisa trabalhar comigo e não sozinho.  Eu estarei te trazendo aqui para que possamos conversar com mais calma. 

As mãos de Herick então começavam a desfragmentar, consequentemente seus punhos, braços e corpo. Logo em seguida Herick estava na sala de Sanders, com ele sentado em sua confortável cadeira.  


Sanders : - Seus novos apetrechos de combate são realmente incriveis não ? Agora me conte, o que Elisha e seus subordinados planejam fazer no meio do deserto do Piomont ?

Voz do menino escreveu:- Não faça isso Herick ! Você irá matar a única mulher que um dia te amou pelo monstro que você é ! Não faça isso !!

A voz daquele menino do prédio outra vez incomodou os pesamentos de Herick. Ele levou as mãos a cabeça e sentiu sou corpo cabalear, uma especie de influencia mental que causava vertigios em seu corpo. 

_________________
Agradecimento a todos os players que gostam da minha narrativa  cheers clown cheers
Melhor Cronica Oficial  = 2008/2009/2010  - A Mascara de Vênus - Herança do Mal
Prêmio Narrador-Grão-Mestre = Por tempo de Narrativa Storyteller
Prêmio Pilar de Vegas = Por Coordenação da Cidade. 
Narrando no fórum desde 2005
avatar
Beaumont
Administrador
Administrador

Data de inscrição : 06/03/2010
Idade : 29
Localização : Aracaju/SE

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New Jersey by Night - Controle Oculto dos "Vigilantes"

Mensagem por Beaumont em Seg Mar 19, 2018 9:11 am

Vallek Morton
- PDS 8/14
- FDV 7/7  
- Vitalidade Ok


Danio Benneti 
- PDS 7/14 
- FDV 1/7  
- Vitalidade -2 Ferido Gravemente Agravado


Vallek observou o código de luz refletido pelo sinalizador do helicoptero, os padrões poderiam ser complicados para qualquer um mas a mente estranhamente brilhante do malkaviano percebeu que se tratada de um pedido de contato, automaticamente Vallek entrou em um transe, o seu sentimento por Kyle Sanders, o seu carniçal se tornou mais forte, o Agente tecnocrata estava sentindo sua falta, desejava o seu vitae ardentemente. Durante o transe Vallek pode ver momentaneamente Herick e Sanders conversndo em um grande escritório. Sanders estava muito mais pomposo e estranho de certa forma, seus olhos tinham uma tonalidade azul celeste e veias azuis circulavam todo o seu corpo.  


Não era possivel ter certeza do que conversavam mas a impressão é de que Herick e Sanders já se conheciam a um tempo e a julgar o pedido de contato, talvez eles estivessem conversando naquele exato momento.

Vallek escreveu:teste de Olhos do Caos Diff7. = 2 Sucessos

C2: - Herick ! Herick ?! Mas que merda, esse caitiff não responde ! Elisha, acho que perdemos contato com o guardião ! 

Elisha : - Não importa, ele sabe se virar, prossiga com o plano, como eu disse, quem não tiver ofuscação fica comigo. 

Finalmente o carro parou. Havia apenas uns 15 metros entre o carro e a fortaleza abandonada. 


Diferente da outra vez que Vallek foi, o local estava ainda mais destruído, a porta primária que Vallek precisou usar o código para entrar estava aberta, elisha foi a primeira a sair do grande carro e junto com ela sob a ofuscação saíram : 


Madson, Lars, Purple, C2. 


Elisha olhou para trás esperando que Hamlim a acompanhasse mas o mesmo não o fez e se sentou ao lado de Danio, mesmo com o rosto sujo de sangue e terra ele parecia ainda ter bastante afeto pelo seu suposto "senhor". 


Elisha não esperou muito e seguiu adiante, munida de uma metralhadora apenas para complementar seu disfarce a moça sequer se preocupou em carregar a arma. Lars ainda olhou uma ultima vez para Danio e os 4 seguira como os primeiros na frente. Elisha fez um sinal para que os outros seguissem em cautela e usando a ofuscação, eles avançaram sorrateiramente em direção ao complexo totalmente aberto a frente deles. 


No alto o Helicoptero não permanecia a ficar de prontidão circulando o cenário apesar de Herick não responder mais ao chamado.  Purple era o responsável por trazer a maior carga de C4 na mochilla juntamente com C2 que trazia uma carga muito menor. 


Keyla, Nirhtak, permaneciam no carro, pareciam querer ser os ultimos a sair . Estava na hora de colocar a missão em prática. 

_________________
Agradecimento a todos os players que gostam da minha narrativa  cheers clown cheers
Melhor Cronica Oficial  = 2008/2009/2010  - A Mascara de Vênus - Herança do Mal
Prêmio Narrador-Grão-Mestre = Por tempo de Narrativa Storyteller
Prêmio Pilar de Vegas = Por Coordenação da Cidade. 
Narrando no fórum desde 2005
avatar
Beaumont
Administrador
Administrador

Data de inscrição : 06/03/2010
Idade : 29
Localização : Aracaju/SE

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New Jersey by Night - Controle Oculto dos "Vigilantes"

Mensagem por Beaumont em Seg Mar 19, 2018 10:01 am

Tom Halley
- PDS 14/14
- FDV 4/5
- Vitalidade OK

Tom escreveu:- Então... Como você sabe desses detalhes ? a nem me importa, parece que temos uma oportunidade aqui em mãos.

Yank : - Eu sei muito sobre você Halley...Muito ! 

Na ultima palavra a moça fez questão de sorrir enquanto segurava a gelada mão de Tom enquanto estavam sentados na mesa de madeira na praia, uma outra música começou a tocar, era um blues mais agitado e que elevou o cenário a ficar mais parecido com um bar do que uma festa casual. 


Tom escreveu:- Você poderia perguntar sobre mil e uma coisas, mas perguntou sobre logo o fato de envolvimento com outra, isso seria ciúmes? Ou apenas um desejo reprimido?  Um Desejo de ménage ? 

Yank : - Poderia ser as duas coisas, poderia não ser nenhuma das duas coisas. Você é um homem e tanto "Sr. Halley"...


A forma como Yank pronunciou o seu nome foi incrivelmente semelhante a forma como Aislin costumava chama-lo, com aquela voz de gato no cio rasgando a gargante de forma devagar. O vampiro olhou para trás e notou que quem cantava no palco era Dave, o malkaviano violento falhava algumas vezes em um ou outro tom mas ele era bom pra um amador no blues. 

Yank : - Eu gostei da ideia de poder ficar um pouco a sós com você, mas será que Condado iria gostar ? Ele já perdeu muita coisa ultimamente e eu não sei como ele reagiria se me perdesse. Hahahaha ! Sobre este lugar, creio eu que estamos em algum lugar da America do Sul, acho que é a Aruba ou coisa assim. Eu simplesmente vim a pedido "dele" 

Diz Yank apontando para o céu enquanto Tom olhava em volta e via que o unico lugar mais reservado por ali era um grupo de dunas que tinha uns coqueiros a uns 400 metros de caminhada, uma boa caminhada de fato mas era o lugar mais reservado que ele poderia encontrar. 

_________________
Agradecimento a todos os players que gostam da minha narrativa  cheers clown cheers
Melhor Cronica Oficial  = 2008/2009/2010  - A Mascara de Vênus - Herança do Mal
Prêmio Narrador-Grão-Mestre = Por tempo de Narrativa Storyteller
Prêmio Pilar de Vegas = Por Coordenação da Cidade. 
Narrando no fórum desde 2005
avatar
Beaumont
Administrador
Administrador

Data de inscrição : 06/03/2010
Idade : 29
Localização : Aracaju/SE

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New Jersey by Night - Controle Oculto dos "Vigilantes"

Mensagem por Beaumont em Seg Mar 19, 2018 10:37 am

Rugall Salles
- PDS 2/10 
- FDV 6/6  
- Vitalidade Escoriado (1 Agravado)


July Sanders 
- PDS 2/4


Lilly Charles 
- PDS 2/4

Misturando o orgasmo com o poder viciante do sangue. Rugall conseguia um controle completo por suas duas carniçais, essa manobra era decisiva para forçar um ligação extremamente forte entre eles. As duas moças, não sentiam apenas prazer carnal, Rugall poderia trazer uma espécia de prazer jamais visto pelas duas e elas sequer se importavam com o que o mundo pensaria delas naquele momento, elas apenas queriam ser as vadias de Rugall e servir a ele de qualquer forma. Pelo amor, pelo prazer, pelo sangue. Elas serviriam até mesmo doando a própria vida para ele. 

As várias horas renderam uma satisfação imensa não só as duas carniçais mas a Rugall também. Na noite seguinte o vampiro acordou com extremos de fome por vitae. Seu corpo ainda nu caminhou pelo quarto em busca do sangue que sobrou mas tudo o que ele achou foi o seu próprio vitae engarrafado de quando buscou em seu próprio refugio em Jersey City.  (vc pode escolher bebe-lo ou não 2pds restantes) Lilly ainda estava no banho mas July estava completamente nua coberta apenas por uma camisola transparente, sentada no sofá com um sorriso gigantesco de satisfação, enquanto folheava uma revista alheia apontando o nome de Rugall Salles em uma das entrevistas. 

July : - A imprensa já sabe que você é dono da Carpe Noctem Magazine. Todos estão anciosos pela primeira edição sob nova direção. Até a Vogue deve estar se matando de inveja. Quem vai ser a capa da sua primeira edição ? 

Rugall ainda estava tentando se situar no ínicio da noite, ainda meio sonolento se lembrou que Arnald Bredley falou algo sobre Rihanna estar chegando de turnê para ser recepcionada por ele para ser a primeira modelo da capa da Carpem Noctem. 

July se virou um pouco deixando o traseiro empinado de próposito para o espelho enquanto continuava a conversa com Rugall . 

July : - Outra coisa, você não me disse que você tinha acesso a Masquerade ! Isso é muito chique !! Esse convite chegou hoje de manhã ! 


Um baille toreador produzido pela Anciã Toreador de New York Sophia Ayes. Um dos requisitos é a festa era de gala e a máscara.

_________________
Agradecimento a todos os players que gostam da minha narrativa  cheers clown cheers
Melhor Cronica Oficial  = 2008/2009/2010  - A Mascara de Vênus - Herança do Mal
Prêmio Narrador-Grão-Mestre = Por tempo de Narrativa Storyteller
Prêmio Pilar de Vegas = Por Coordenação da Cidade. 
Narrando no fórum desde 2005
avatar
Beaumont
Administrador
Administrador

Data de inscrição : 06/03/2010
Idade : 29
Localização : Aracaju/SE

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New Jersey by Night - Controle Oculto dos "Vigilantes"

Mensagem por mitzrael em Seg Mar 19, 2018 12:00 pm

herick via que tinha chamado atenção de e viu que de alguma forma aquele homem podia ajuda lo .

Herick via seu corpo sendo transportado para outro lugar .

Que droga cara o helicoptero vai cai , ta cheio de C4 la . sempre agi so , e tudo que eu faço e bem pensado meu amigo .

Sanders : - Seus novos apetrechos de combate são realmente incriveis não ? Agora me conte, o que Elisha e seus subordinados planejam fazer no meio do deserto do Piomont ?

Herick olha para o homem e escultava atentamente a voz em sua mente .

Pendando : vc diz que ela me amo eu lembro muito bem dela querendo me controlat assim como esse na minha frente e o Viper , eu to so nessa ajudaria se quebra se meus laço com os outros dois , e eu tou tentando resoler essa merda toda ajudaria se vc me ajuda se .


Vc quer mesmo saber de tudo ne o da cadeira entao vamos la .
Vamos até o bunker que parece ser uma usina secreta que estava abandonada em Newark. Nissiku onde ela reuniuc esse grupo pois eles oferecerão resistencia, ela sabe que eu e Morton possuimos de alguma forma acesso ao local, Nissiku não foi especifico quanto a isso e ela tive de confiar em sua sabedoria.ela quer desruir o local por completo. ela ta seguindo em um comboio com cargas pesadas de C4 com capacidade para implodir todo o prédio, ela vai instalar em todos os andares possiveis para que a explosão danifique toda a estrutura.
o tal bunker possuí um dos cerebros que cordena a base do grupo da Nova Ordem Mundial assim ela acredita , e ela disse que precisamos impedir o controle que eles possuem sobre a sociedade mortal, nosso objetivo é livrar a mente humana do controle da NOM. e o segundo plano e escoltaremos o Bando Sabá até Michigan onde ela presumi que esarão seguros lá nao sei porque ela acha isso .e com isso ela acha que o Sabá não é nosso inimigo acho que nessa parte ela esteja se engananda o sabe sempre sera um grande inimigo .

tenho so um pedido Alsha e minha e quero ela em torpor se que ela viva e mas ultio que morta e outra coisa quero matar o viper com minhas proprias maos sei que vc vai vim que não to em condição de pedir nada mas eu to ajudando muito vcs e to pedindo pouco .


Twisted Evil Twisted Evil
avatar
mitzrael

Data de inscrição : 08/03/2010
Idade : 37
Localização : Sergipe ,Aracaju

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New Jersey by Night - Controle Oculto dos "Vigilantes"

Mensagem por Undead Freak em Seg Mar 19, 2018 12:24 pm

O caos, mais uma vez, me revelava muito mais do que eu esperava. Pude sentir o que a alma de Sanders emanava. O lacaio estava desesperado pelo meu sangue. No entanto, isso não era tudo. Ele estava mais pomposo, mais... alterado. Seus olhos tinham o reflexo de uma luz azulada, como se ele em si fosse uma dessas porras de máquinas que ele tanto gosta. Provavelmente isso veio em decorrência de mais algum implante nanotecnológico, mas isso não importa. O que importa é que o código era uma comunicação entre ele e o guardião de Elisha. Que merda os dois aprontavam?

C2 escreveu: - Herick ! Herick ?! Mas que merda, esse caitiff não responde ! Elisha, acho que perdemos contato com o guardião !

Elisha escreveu:- Não importa, ele sabe se virar, prossiga com o plano, como eu disse, quem não tiver ofuscação fica comigo.

-- Perdemos porra nenhuma. Ele está te ignorando porque está se comunicando em código com Sanders, o filho da puta do meu carniçal. Parece que eles se conhecem a um bom tempo e... Me pergunto o que esses dois estão aprontando...

O comboio parou. Elisha saiu levando uma arma para complementar o disfarce, levando Madson, C2, Purple e Lars sob sua ofuscação. Eu saí logo em seguida. Estávamos a quinze metros ou menos do alvo.

-- Lá está. Chegou a hora.

O local estava mais destruído do que na última vez. Aquela maldita porta com senha eletrônica agora estava escancarada, não oferecendo empecilho algum. Notei que Elisha aguardou por Hamlim, mas este ficou próximo de Danio, como se temesse a anciã. Eu ainda me perguntou qual é a desse cara... Que diabos ele faz aqui, conosco?

Começamos a avançar. Elisha fez um sinal para que todos tivessem cuidado e mantivessem a ofuscação. Em pouco tempo já tínhamos entrado no complexo sem problema algum. Por agora tudo estava dando certo. Notei que Purple e C2 estavam próximos, cada um levando uma carga de C4 em quantidades diferentes para cada um.  Notei que Keyla e aquele Tzimisce estavam ainda no veículo, e isso me chamou a atenção de uma forma negativa.

-- O que houve com os nossos dois amigos ali? Não vão se juntar a nós?

Off: Espero ver se Elisha vai dizer algo, então continuo.

-- Certo. O primeiro passo é encontrar Sanders para que eu possa reforçar o laço com ele. Fazendo uso de Sanders, as demais tarefas serão executadas muito mais facilmente.

_________________
avatar
Undead Freak

Data de inscrição : 02/05/2013
Idade : 28
Localização : São Paulo - SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New Jersey by Night - Controle Oculto dos "Vigilantes"

Mensagem por Bahamut em Ter Mar 20, 2018 3:05 am

Rugall se levantou ainda nu, com sede de sangue, mas não encontrou nada além da garrafa com seu próprio vitae. Ele olhou para ela por uns instantes mas resolveu não mexer nela pois ela teria outros propósitos. Então colocou um roupão e se dirigiu ao telefone para falar com a recepção.

Rugall: Olá, boa noite. Sim, aqui é Rugall quem fala. Oh sim, claro! A estadia tem sido muito prazerosa, obrigado. Bem, eu ouvi dizer que o serviço de quarto deste hotel está dentre os melhores do país. Sendo assim acredito que vocês podem me servir adequadamente. Ah, é mesmo? É muito bom escutar isso. Nesse caso, eu gostaria de pedir quatro companhias para esta noite. Duas delas eu gostaria de receber agora. Receberei a visita do delegado de New Jersey ainda esta noite e depois que ele partir, gostaria de receber as outras duas acompanhantes. Hmmm, essa é uma ótima pergunta. Porque não me surpreende? Estarei apostando no seu bom gosto. Boa noite.

Após a ligação Rugall retorna para o quarto. O som do chuveiro entrega o fato de que uma de suas carniçais já acordou e ao olhar com mais cuidado, percebe que July está sentada no sofá, usando apenas uma camisola transparente.

July : - A imprensa já sabe que você é dono da Carpe Noctem Magazine. Todos estão anciosos pela primeira edição sob nova direção. Até a Vogue deve estar se matando de inveja. Quem vai ser a capa da sua primeira edição ?

Rugall: Talvez você goste de saber que será a Rihanna. Aliás, preciso de você e Lilly para contratarem duas pessoas para cuidarem da revista. Terei Meg F. Night como sócia e ela nos ajudará com muitas coisas, mas ainda assim precisaremos de alguém lá dentro o tempo todo, gerenciando e assessorando. Achem pessoas competentes e confiáveis. Sei que darão conta.

Então July se apoiou no sofá, olhando para Rugall e mostrando todo o seu belo traseiro desnudo pelo reflexo do espelho.

July : - Outra coisa, você não me disse que você tinha acesso a Masquerade ! Isso é muito chique !! Esse convite chegou hoje de manhã !

Rugall se aproximou dela, acariciando os seus cabelos e descendo a mão pelas costas dela e alcançando suas nádegas, descendo os dedos pelo meio da bela bundinha de July sem força-los para dentro da fenda. Ao fazer isso aproximou seu rosto no de July e sussurrou em seu ouvido.

Rugall: - Espero não ter machucado este belo rabinho. se bem que pelo jeito que estava sentada, a sensação que deixei foi deveras satisfatória.

O vampiro então se afasta lentamente, voltando o caminho que a sua mão fez e por fim toma delicadamente o convite do baile de máscaras.

Rugall: - Pois então. Ao que parece, muitas coisas estão para mudar em nossas vidas. O círculo de influencias no qual eu estou me inserindo trará muitas novidades.

Rugall então tirou o roupão e começou a se vestir elegantemente.

Preciso que fiquem aqui no quarto por enquanto. Aproveitem para resolver os assuntos que pedi por telefone ou internet por aqui. Não sei se já visitaram o salão, mas seria interessante se o fizessem também. Receberei o Delegado aqui essa noite e pedi um petisco para ser entregue pelo serviço de quarto. Toda essa... recepção calorosa, acabou me deixando com fome. Quando eu terminar eu volto para o quarto para conversarmos mais.

Rugall então terminou de se vestir com os olhos de July acompanhando cada passo do processo. Rugall imagina que ela ainda deva estar lasciva, dada a linguagem corporal que ele conseguiu traduzir até agora, mas não dá muita bola para o fato. Ele gosta de ver suas servas tenham um apreço selvagem por si e gosta de provocar estes sentimentos até o limite, mas para ele o que importa no momento é o sangue. Ele já não sentia mais o afeto caloroso que sentia antes. Ele ainda sente apreço por suas servas mas algo mudou. Tantas situações complicadas, tantas decisões difíceis, tantos sacrifícios e perdas. Tudo culmina em um processo que lentamente força a moldura de um outro Rugall. Será que isso é algo inevitável? Será que é reversível? Será que Nirrhtak tem razão?

Pouco importa agora. Rugall está com fome e precisa receber a sua "janta".
avatar
Bahamut

Data de inscrição : 04/10/2015
Idade : 35

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New Jersey by Night - Controle Oculto dos "Vigilantes"

Mensagem por Beaumont em Sab Mar 24, 2018 6:55 pm

Herick Draven
- PDS 11/15 
- FDV 3/7  
- Vitalidade Ok



Enquanto dialogava com o homem, a voz do menino continuava um dialogo persuasivo na mente de Herick. 

Herick tentou explicar tudo o que estava acontecendo, o plano de Elisha e a forma como usariam bomba de C4 para explidir o complexo por completo e assim livrar a humanidade do controle da Nova Ordem Mundial. 

Mas a voz se tornou mais apenas um pouco mais alta, o que era antes um sussuro foi aumentando de tom e a cada vez que aumentava, uma dor impressionante...

Herick escreveu:teste de Vigor + Convicção  diff 9. = 1 Sucesso

A dor era tanta que Herick não conseguiu manter a sua postura e acabou se ajoelhando de tanta dor, sua cabeça estava a ponto de explodir. 

Nissiku em Sua Mente escreveu:- Você está tentando resolver as coisas ? Você o que você acha que a NOM irá fazer com você assim que tudo isso acabar ? Você é um monstro para eles Herick, Elisha foi a única que te viu como alguém e te deu alguma coisa inclusive o seu amor e você está a ponto de traí-la ? Isso não se faz, nós pensavámos que você poderia entender a nossa mente Malakviana Herick, mas Elisha estava enganada o tempo inteiro  

A frente de Herick estava Elisha em sua forma humana. Herick não podia deixar de se lembrar do amor que possuí por ela, da forma em que está se sentindo mal ao traí-la com possíbilidade de leva-la a morte. 


Elisha Hurley : - Meu guardião ? Você está tentando passar as informações do nosso plano para o inimigo ? Você quer a humanidade vivendo como escravos tecnologicos ? Você me decepciona Herick...

O olhar de despreso de Elisha foi como uma apunhalada no peito de Herick, o vampiro Caitiff se sentiu outra vez como um mero Caitiff, sem orgulho, sem respeito. Como uma cobra traiçoeira que foi descoberta. Ainda havia a dor em sua mente. 

A conversa com Sanders parecia ter congelado pois ele permaneceu na cadeira parado e em nenhum momento ele parecia perceber que Elisha estava bem ali na frente dos dois.  


OFF: Herick não conseguiu contar ainda a Sanders o plano de elisha devido a terrivel dor de cabeça que sentiu quando a voz de Nissiku aumentou em seu cerebro.

_________________
Agradecimento a todos os players que gostam da minha narrativa  cheers clown cheers
Melhor Cronica Oficial  = 2008/2009/2010  - A Mascara de Vênus - Herança do Mal
Prêmio Narrador-Grão-Mestre = Por tempo de Narrativa Storyteller
Prêmio Pilar de Vegas = Por Coordenação da Cidade. 
Narrando no fórum desde 2005
avatar
Beaumont
Administrador
Administrador

Data de inscrição : 06/03/2010
Idade : 29
Localização : Aracaju/SE

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New Jersey by Night - Controle Oculto dos "Vigilantes"

Mensagem por Beaumont em Dom Mar 25, 2018 12:48 am

Fumma Por favor leia este post também ! Obrigado ! hehe:

Beaumont escreveu:Vallek Morton
- PDS 8/14
- FDV 7/7  
- Vitalidade Ok


Danio Benneti 
- PDS 7/14 
- FDV 1/7  
- Vitalidade -2 Ferido Gravemente Agravado


Vallek observou o código de luz refletido pelo sinalizador do helicoptero, os padrões poderiam ser complicados para qualquer um mas a mente estranhamente brilhante do malkaviano percebeu que se tratada de um pedido de contato, automaticamente Vallek entrou em um transe, o seu sentimento por Kyle Sanders, o seu carniçal se tornou mais forte, o Agente tecnocrata estava sentindo sua falta, desejava o seu vitae ardentemente. Durante o transe Vallek pode ver momentaneamente Herick e Sanders conversndo em um grande escritório. Sanders estava muito mais pomposo e estranho de certa forma, seus olhos tinham uma tonalidade azul celeste e veias azuis circulavam todo o seu corpo.  


Não era possivel ter certeza do que conversavam mas a impressão é de que Herick e Sanders já se conheciam a um tempo e a julgar o pedido de contato, talvez eles estivessem conversando naquele exato momento.

Vallek escreveu:teste de Olhos do Caos Diff7. = 2 Sucessos

C2: - Herick ! Herick ?! Mas que merda, esse caitiff não responde ! Elisha, acho que perdemos contato com o guardião ! 

Elisha : - Não importa, ele sabe se virar, prossiga com o plano, como eu disse, quem não tiver ofuscação fica comigo. 

Finalmente o carro parou. Havia apenas uns 15 metros entre o carro e a fortaleza abandonada. 


Diferente da outra vez que Vallek foi, o local estava ainda mais destruído, a porta primária que Vallek precisou usar o código para entrar estava aberta, elisha foi a primeira a sair do grande carro e junto com ela sob a ofuscação saíram : 


Madson, Lars, Purple, C2. 


Elisha olhou para trás esperando que Hamlim a acompanhasse mas o mesmo não o fez e se sentou ao lado de Danio, mesmo com o rosto sujo de sangue e terra ele parecia ainda ter bastante afeto pelo seu suposto "senhor". 


Elisha não esperou muito e seguiu adiante, munida de uma metralhadora apenas para complementar seu disfarce a moça sequer se preocupou em carregar a arma. Lars ainda olhou uma ultima vez para Danio e os 4 seguira como os primeiros na frente. Elisha fez um sinal para que os outros seguissem em cautela e usando a ofuscação, eles avançaram sorrateiramente em direção ao complexo totalmente aberto a frente deles. 


No alto o Helicoptero não permanecia a ficar de prontidão circulando o cenário apesar de Herick não responder mais ao chamado.  Purple era o responsável por trazer a maior carga de C4 na mochilla juntamente com C2 que trazia uma carga muito menor. 


Keyla, Nirhtak, permaneciam no carro, pareciam querer ser os ultimos a sair . Estava na hora de colocar a missão em prática. 

Vallek Morton
- PDS 8/14
- FDV 7/7  
- Vitalidade Ok


Danio Benneti
- PDS 7/14
- FDV 1/7  
- Vitalidade -2 Ferido Gravemente Agravado

O comentário de Vallek não pareceu ter sido digerido de forma amigável por Elisha, mesmo assim ela manteve o foco e contnuou seguindo com a ofuscação com seus outros aliados, no momento em que Vallek fez a pergunta que olhou de volta para a sua frente nem Elisha nem os outros 4 membros que estavam com ela estavam em seu campo de visão e para falar a verdade nem mesmo o grande carro podera ser visto. Vallek estava praticamente sozinho de frente para o grande abrigo quando percebeu que Allen e Elizie constituíam respectvamente seus braços direito e esquerdo.

Mas uma vez em um golpe de ótica estava o comboio lá mais uma vez, e dele saía o Tzmisce e Keyla. O La Sombra, o Catiff permaneceram no comboio, a criatura enjaulada também permaneceu lá. Elisha deveria ter planos para ele.

O grupo pareceu então se dividir em 3 partes.

Elisha, Madson, Lars, Purple, C2 desapareceram devido o poder da ofuscação de Elisha.

O segundo grupo estava Vallek, Elizie e Allen

O terceiro era Keyla e Nirrhtak que também não usaram a ofuscação.

O La Sombra Danio e o Caitiff Hamlim permaneceram no comboio.

O grupo ficou muito disperso tão subtamente. Aparentemente Elisha confiava demais na lealdade da Ductus Sabá ou talvez tivesse mais o que se preocupar.

O grande comboio então desapareceu mais uma vez como por mágica. Assim como Elisha e a equipe dela, Keyla se aproxima de Vallek e eles acabam formando um novo grupo.

Keyla : - Onde está a anciã ? Na ausencia dela é você quem manda por aqui estou certa ?

O abrigo só tinha uma entrada, será que elisha já havia entrado com o grupo que estava com ela ? E o que ela queria de Vallek ? Qual seria o papel dele se ela levou a maior suprimento de bombas e parece ter seguido na frente ?

_________________
Agradecimento a todos os players que gostam da minha narrativa  cheers clown cheers
Melhor Cronica Oficial  = 2008/2009/2010  - A Mascara de Vênus - Herança do Mal
Prêmio Narrador-Grão-Mestre = Por tempo de Narrativa Storyteller
Prêmio Pilar de Vegas = Por Coordenação da Cidade. 
Narrando no fórum desde 2005
avatar
Beaumont
Administrador
Administrador

Data de inscrição : 06/03/2010
Idade : 29
Localização : Aracaju/SE

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New Jersey by Night - Controle Oculto dos "Vigilantes"

Mensagem por Beaumont em Dom Mar 25, 2018 12:57 am

Rugall Salles
- PDS 2/10 
- FDV 6/6  
- Vitalidade Escoriado (1 Agravado)

Demerou apenas uma hora para que Rugall recebesse a visita de duas belas mulheres, modelos e acompanhantes de luxo diretamente da agencia de modelos de Meg F Night. Uma delas fez questão de trazer uma carta a mão feita pela primogena Toreador agradecendo pela noite anterior e pedindo para que ele fosse honroso no compromsso do Baile Toreador na Masquerade. 

As duas mulheres eram bonitas e possuiam um certo glamour da alta socedade, mas eram acompanhantes de luxo e sabiam exatamente quais eram as obrigações que elas tinham al naquele lugar. 

July que ainda estava perambulando pelo local ligou para o Delegado e pediu para que viesse até o hotel Drake onde estavam, Lilly e July se trocaram e saíram para recepcionar o delegado na portaria e pudessem deixar Rugall um pouco mas a vontade.

Na proxima hora depois da chegada das duas mulheres chegaria o delegado juntamente com July e Lilly  


Última edição por Beaumont em Dom Mar 25, 2018 6:43 am, editado 1 vez(es)
avatar
Beaumont
Administrador
Administrador

Data de inscrição : 06/03/2010
Idade : 29
Localização : Aracaju/SE

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New Jersey by Night - Controle Oculto dos "Vigilantes"

Mensagem por Undead Freak em Dom Mar 25, 2018 2:18 am

Não havia nada a minha frente quando me voltei para ver o que Elisha diria. Na verdade, o choque de sentidos foi tão forte que eu custei a perceber que Elizie e Allen estavam ao meu redor, um de cada lado. Elisha levava os primeiros de nosso grupo sob o poder de sua ofuscação.

De repente pude ver novamente o comboio -- que também havia desaparecido. Do veículo saíram Keyla e Nirrhtak, enquanto o Lasombra de nome Danio e o Caitiff Hamlim ficaram junto com aquela misteriosa criatura enjaulada. Houve uma grande dispersão no grupo. O Tzimisce e Keyla vieram até nós três, de certa forma se juntando ao nosso grupo enquanto Danio e Hamlim ficavam para trás.

Keyla escreveu:- Onde está a anciã ? Na ausencia dela é você quem manda por aqui estou certa ?

Eu mandar? Acredito que sim... Isso de comandar ainda me soava estranho, mas eu faria o que fosse necessário. Quem sabe eu até começasse a gostar da ideia.

-- Se precisa me perguntar algo, pergunte enquanto nós seguimos. Não devemos ficar para trás.

Comecei a caminhar rumo ao abrigo com Allen e Elizie. Creio que os dois sabás irão me acompanhar -- assim espero. Eu sinceramente não entendi a pressa dela. Por que ela pegou a maior parte dos explosivos e simplesmente "disparou" na frente? Se era isso que ela queria, por que caralhos me pediu para liderar? Talvez fosse um teste. Talvez ela simplesmente tenha sumido para ver o que eu ia fazer. Anciões adoram fazer essas merdas, mesmo em horas inapropriadas. Ou talvez... o meu aviso sobre Herick tenha ferido o ego dela, de alguma forma? Espero que não. Temos uma missão a cumprir, e se doer de forma infantil pelo fato de eu ser precavido não nos ajudará em nada.

Farei o que tiver de fazer. É só isso o que importa.

Acompanhado com os demais, adentrei o refúgio -- mais uma vez...

_________________
avatar
Undead Freak

Data de inscrição : 02/05/2013
Idade : 28
Localização : São Paulo - SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New Jersey by Night - Controle Oculto dos "Vigilantes"

Mensagem por Fuuma Monou em Dom Mar 25, 2018 4:42 pm

OFF: Desculpem-me Beau e Undead pelo atraso. Como eu coloquei na crônica que estou narrando, venho adoentado e estou estabilizando e me recuperando.


Os ânimos estavam bastante exaltados mesmo entre os Malkaviano. Pouco antes do carro parar um deles diz que perdeu a comunicação com aquele que está no helicóptero, enquanto Valek fala a Elisha que na verdade Herick está conversando com um outro... um carniçal do Malkaviano. "- Eles estão se perdendo... quem será este Sanders e por que haveria algum problema nele conversar com o piloto?" - Cada vez mais tenho a certeza de que essa 'união' é uma furada.

Finalmente o veículo para. Elisha, Lars, Madson e o outro Lunático são os primeiros a deixar o comboio. Logo em seguida Valek deixou o carro. "- Mais uma coisa estranha." - Penso. Na minha mente a Anciã nos usaria como escudo de carne, mas no lugar disso ela sai na frente como se ela fosse o escudo. Adiando a saída, fiquei com Keyla, Nirrhtak e Hamlin. Embora Elisha não tenha dado atenção às palavras do Malkaviano sobre nosso 'atraso', sua preocupação com nossos passos me é vista com maus olhos.

"- Estamos com uma babá? Isso pode dificultar um pouco as coisas..." - Chego a me levantar com certa dificuldade, dadas as circunstâncias do meu corpo danificado, mas Keyla é a primeira a se mover, e, junto com o Tzmisce, vai até Valek. Os dois estão conversando sobre a liderança do lugar, uma vez que a Anciã sumira com os outros que a seguiam. Meu pensamento vai para Lars... onde ela está? Além disso, será que Elisha está nos testando... ela pode muito bem estar esperando que façamos algo de 'errado' para punir-nos, e ela ainda tem duas reféns...

"- Ainda não é hora para agir... preciso de mais informações." - Minha atenção fica na resposta de Valek e nas ações de Keyla a partir dela. No que a Serpente está pensando ao perguntar se o Malkaviano está no comando? Seguir os pensamentos da Ductus é constantemente complicado, mas neste momento se torna mais difícil ainda, uma vez que estamos lidando com um plano louco elaborado por uma lunática que não sabe muito bem o que está fazendo. Não houve tempo para preparação, e como nem mesmo Elisha sabia o que está nos esperando, tudo o que resta é o improviso.

Olho ao redor, analisando o novo cenário (Sentidos aguçados). Há lugares para nos escondermos caso algo ocorra do lado de fora? Quais as rotas de fuga? Há algum som que chame a atenção? Talvez o movimento da Anciã com seu pequeno grupo... Ando devagar até a saída do comboio, aproveitando meu corpo fragilizado como desculpa para a lentidão.

- Venha comigo. - Digo ao Caitiff de forma que somente ele escute e espero que ele se levante e me siga. - Você fará algo por mim... fique atento para o meu sinal. - Olho para ele e espero para ver se ele entendeu. Neste momento Valek e os demais já estavam caminhando. Fico olhando se eles também sumirão, assim como Elisha. Nada me tira da cabeça que a Anciã está montando uma armadilha para nós.

_________________
Sigo em frente... vivo numa noite eterna... as trevas me preenchem, me alimentam... sombras estão ao meu redor... elas falam comigo, me entendem... eu as entendo e compartilho de meu ser, minha alma... nós nos completamos e assim viveremos para todo o sempre.
avatar
Fuuma Monou

Data de inscrição : 08/03/2010
Idade : 29
Localização : Natal - RN

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New Jersey by Night - Controle Oculto dos "Vigilantes"

Mensagem por Bahamut em Seg Mar 26, 2018 2:35 am

Rugall estava com sede e abriu um sorriso quando viu as duas belas mulheres entrando. Logo July e Lilly já não estavam mais na suíte e Rugall pôde desfrutar melhor de sua ceia.

Ele as cumprimentou cordialmente e as acompanhou até o quarto. Lá, sem muitas delongas ele lhes propôs uma brincadeira. Elas teriam que ficar ambas vendadas e passivas às carícias e apelos de Rugall, respondendo a altura. Como de esperado, ambas concordaram sem pestanejar. Rugall pegou algumas gravatas para vendar as belas mulheres. Uma delas tomou a frente e vendou a companheira e em seguida Rugall a vendava. Rugall então deitou uma delas em um dos lados da cama e deitou a outra no outro lado. Deitadas inertes esperavam pela iniciativa do homem que contratara os seus serviços.

Rugall as admirou por um instante. Eram mesmo muito belas e a respiração delas o excitava. Estavam ansiosas e tesas com a situação. Seus seios subiam e desciam por dentro do vestido com a respiração forte e lambiam os lábios com frequência. Foi então que Rugall se adiantou para a direção de uma delas. Lentamente abriu as pernas dela e retirou a calcinha. O suco feminino escorria pela vulva devido ao tesão que sentia e sentiu muito mais quando Rugall a abocanhou. Rugall não se ateve muito tempo às investidas de sua língua e cravou seus dentes na intimidade da acompanhante de luxo, sugando o seu vitae com vigor (3ps). Se ela sabia o que acontecia ou quem ele era de verdade, Rugall não sabia. A única coisa que ele sabia é que ela estava se entregando completamente ao beijo negro, gemendo alto e contorcendo o seu corpo. Sua companheira não conseguiu resistir à volúpia do momento e quebrou as regras dedilhando a si mesma ao ouvir a mulher ao seu lado gemer com tanta intensidade. Rugall a fez gozar duas vezes antes de parar de lhe sorver a seiva rubra e tomou muito cuidado para não deixar escapar nenhuma gota sequer. Em seguida, deixou a bela moça derrotada pelos orgasmos e repetiu o ritual com a outra beldade, obtendo a mesma reação e os mesmos resultados (3ps). As duas lhe trouxeram muita satisfação até o dado momento, o sangue delas era muito doce e os orgasmos conseguiam deixar o sabor ainda melhor. Depois de terminar ele tira as suas vendas e pede delicadamente para que elas se retirassem, pois teria uma reunião importante agora. Ele as ajuda a se levantar e se recompor, beijando suavemente a boca de cada uma e acompanhando-as para a porta, abraçado em suas cinturas.

Agora Rugall preparava a última garrafa de vitae, aquela que continha o seu sangue, para esperar o delegado. Ele estava um pouco ansioso pela chegada dele e esperava que os planos para essa noite fossem frutíferos.
avatar
Bahamut

Data de inscrição : 04/10/2015
Idade : 35

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New Jersey by Night - Controle Oculto dos "Vigilantes"

Mensagem por mitzrael em Qui Mar 29, 2018 1:06 am

Maldiçao , maldição , vcs falam de traiçao ? vcs falam em escravidao vcs que vcs tambem querem escravisar tornando o mundo em loucos insanos , todos so querem manipular e essa disputa de quem tem o pau maior tem de acabar vcs estao nessa guerra , quantos inocentes mais vao ter de pagar com seus caprichos , por essa sede de poder insana , e isso que nosso pai quer ? cain nunca irira aceitar tamanha desordem se ele acordace acabaria com todos nois sem nem pensar , estamos perdidos , estamos agindo como crianças que querem atenção sem dar conta do mal estamos causando olhe bem bem irmao comtra irmao , pai contra filho esse e o legado que vcs querem deixar ? e assim que querem ser lembrados ? quem é o verdadeiro traidor? eu sou um caitiffi um vampiro sem cla , sem mestre , amo vc Alisha morreria por vc mas tbm sou leal ao meu pai e por ele eu mato e morro .

todo essa disputa e uma mentiraaaaaaa!!!!


Herick usa sua força de vontade pra se erguer contra a vontade da voz e contar todo o plano de seus aliados .
Twisted Evil Twisted Evil
avatar
mitzrael

Data de inscrição : 08/03/2010
Idade : 37
Localização : Sergipe ,Aracaju

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New Jersey by Night - Controle Oculto dos "Vigilantes"

Mensagem por Beaumont em Sab Mar 31, 2018 11:12 am

Vallek Morton
- PDS 8/14
- FDV 7/7  
- Vitalidade Ok

Seguiram para a entrada do abrigo. Elizie, Allen, Vallek, Keyla e Nirrhtak exatamente nesta ordem. O local se alterava climatimente de forma proposital. Havia um frio cheiro de aço enferrujado nas paredes, uma fria sensação de cimento esquecido pelo tempo e escuridão. A unica iluminação que poderia ser providênciada era da lua que vinha da grande porta e das frestas dos buracos no concreto que fora aberto com o tempo de abandono, Vallek poderia se de quando esteve ali e que alguns daqueles buracos eram de balas desferidas pela loucura exercida quando Allen estava naquele frenético frenesi, será que ele se lembrava de já ter estado ali ? 

Vallek não precisou perguntar, Allen estava deslizando os dedos de duas de suas 4 mãos pela parede com olhos fechados e um sorriso em seu rosto com a presa mostrava que ele deveria estar usando sua disciplina de aumento dos seus sentidos para aproveitar e relembrar da nostalgia. 

Vallek ainda não podia ver Elisha e seu grupo, eles realmente desapareceram, mas o elevador que antes precisava de código para entrar agora estava aberto e talvez, só talvez ela já tivesse usado. 


Vallek parou de caminhar assim que ouviu um grande som vindo de suas costas, por reflexo ele girou seus longos cabelos, mas ele não foi o único, simultaneamente Elizie fez o mesmo. 

A grande porta tombou com o peso de 50 toneladas ao chão. Muita terra se ergueu e todos precisaram fechar os olhos para que aquele cobertor marrom não acertassem suas retinas, o Tzmisce mais próximo da porta ainda tentou se movimentar mas desistiu demonstrando sua indignação. 

A Visão Tenebrosa de Vallek se ativou instantaneamente e a completa escuridão se tornou nada mais do que o mesmo cenário só que com cores monocromáticas de preto e branco. 

De todos a Ductus parecia a única a não conseguir ver ali e precisou se abraçar ao Tzmisce mostrando outra vez o quão frágil e indefesa a Ductus do Insght estava naquele momento. 

Allen : - Agora somos só nós 5...

Elisha através da rede escreveu:- Acabei de Alcançar o andar mais subterraneo desse lugar, o andar B4 e estou com os explosivos, tive de me separar para manter a ofuscação ativa vocês estavam chamando a atenção. Se tudo ocorrer bem nós terminaremos essa missão de maneira mais fácil que eu havia imaginado. 

A voz de Elisha se propagou na mente de Vallek, mas ele percebeu que Elizie e Allen também haviam se entre olhado, Elisha foi rapida e já estava quase completando a missão que aparentemente não deveria ter sido tão simples, o único problema seria aquela porta fechada...

_________________
Agradecimento a todos os players que gostam da minha narrativa  cheers clown cheers
Melhor Cronica Oficial  = 2008/2009/2010  - A Mascara de Vênus - Herança do Mal
Prêmio Narrador-Grão-Mestre = Por tempo de Narrativa Storyteller
Prêmio Pilar de Vegas = Por Coordenação da Cidade. 
Narrando no fórum desde 2005
avatar
Beaumont
Administrador
Administrador

Data de inscrição : 06/03/2010
Idade : 29
Localização : Aracaju/SE

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New Jersey by Night - Controle Oculto dos "Vigilantes"

Mensagem por Beaumont em Sab Mar 31, 2018 12:44 pm

Danio Benneti 
- PDS 6/14 
- FDV 1/7  
- Vitalidade -2 Ferido Gravemente Agravado

Danio era o ultimo a seguir, estava junto com o Caitiff e fingia estar fragilizado para poder ganhar tempo. O grupo de Elisha havia desaparecido e não saber qual era o paradeiro ou se eles estavam sendo observados era muito perturbador. Mesmo assim Danio Benneti seguiu plano e tentou imaginar a melhor forma de conseguir se afastar. 

Keyla estava com os outros vampiros, o La Sombra pode ver o momento em que Vallek, Allen e Elizie entraram no complexo abandonado junto com Nihrrtak e Keyla. 

Dessa vez um mal estar subito tomou de verdade o La Sombra. 


De joelhos Danio Benneti vislumbrou o momento em que Keyla transformada em uma serpente gigante tinha sua cabeça decepada por Elisha, A ductus não tinha nenhuma chance com a força colossal da Ancião e afundava suas garras e usava sua enorme força para rasgar a cabeça da cobra fora com incrivel brutalidade. 

Em seguida viu o Tzmisce ter o seu corpo dividido por inumeros raios azuis em altíssima temperatura, o corpo inteiro dividido do vampiro encontrava a sua morte final sozinho, sem ninguém para ajuda-lo enquanto clamava por ajuda. 

Mas de todas as mortes, a de Lars era a mais perturbadora, ela tinha seu coração arrancando por uma máquina que mais parecia uma furadeira gigante, ela estava presa a braceletes de aço incapaz de se livrar, a dor do coração arrancado poderia ser sentida por Danio. 

Tudo ocorria em questão de segundos como flashes de uma viagem onirica e transcendental. Ao voltar Danio estava vomitando sangue, mas seu incrivel vigor o permitiu que ele rapidamente recuperasse a sua consciencia. Ele precisou se sentar no chão quando percebeu que a porta do complexo estava fechada e Hamlim ainda estava depressivamente sentado no chão do comboio militar. Tudo era muito confuso. Seria aquilo uma previsão do futuro ? Ou apenas uma alucinação causada pelo cansaço ?...

_________________
Agradecimento a todos os players que gostam da minha narrativa  cheers clown cheers
Melhor Cronica Oficial  = 2008/2009/2010  - A Mascara de Vênus - Herança do Mal
Prêmio Narrador-Grão-Mestre = Por tempo de Narrativa Storyteller
Prêmio Pilar de Vegas = Por Coordenação da Cidade. 
Narrando no fórum desde 2005
avatar
Beaumont
Administrador
Administrador

Data de inscrição : 06/03/2010
Idade : 29
Localização : Aracaju/SE

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New Jersey by Night - Controle Oculto dos "Vigilantes"

Mensagem por Beaumont em Sab Mar 31, 2018 1:16 pm

Rugall Salles
- PDS 8/10 
- FDV 6/6  
- Vitalidade Escoriado (1 Agravado)

O vampiro aguardava a chegada do Delegado. Ele demorou pelo menos uma hora para chegar e junto com ele estavam Lilly e July. A sala principal do quarto de hotel era muito bem espaçosa, havia um sofá confortavel de cor branca do qual as meninas logo se fizeram o seu refugio. Rugall estava próximo ao balcão do bar com a garrafa em cima, seus longos cabelos negros brilhavam naturalmente juntamente com a luz da lua projetada na sacada. As janelas estavam abertas mas o som que vinha de fora era quase imperceptivel. 

O delegado trouxe consigo um charuto fedorento em sua mão que exalou o local inteiro. Na outra mão tinha um telefone celular, mas ele tratou de guardar para apertar a mão de Rugall enquanto cumprimentava o velho companheiro. 

Delegado Jones : - Como tem passado o nosso ilustri Casanova ? Sempre bem rodeado de mulheres e desfrutando de belos vinhos e coisas caras, uma vida assim não seria nada mal para a minha aposentadoria não é ? hahahaha ! 

Lilly aproveitou o momento para avisar Rugall de algo antes emsmo que a conversa começasse. 

Lilly : - O Delegado Jones perguntou de Diana... Eu avise que ela estava em uma viagem importante no Canadá ! 

Lilly arregalou os olhos tentando avisar Rugall de algo. Mas o delegado interrompeu

Delegado Jones : - Isso, Isso ! Faz algum tempo que ela não atende meus telefonemas, eu queria falar com você e ela não atendia. Eu estava qurendo me aposentar mas o seu amigo, Bredley me convenceu que Jercey City será uma cidade segura novamente então estou disposto a dar uma nova chance. 

_________________
Agradecimento a todos os players que gostam da minha narrativa  cheers clown cheers
Melhor Cronica Oficial  = 2008/2009/2010  - A Mascara de Vênus - Herança do Mal
Prêmio Narrador-Grão-Mestre = Por tempo de Narrativa Storyteller
Prêmio Pilar de Vegas = Por Coordenação da Cidade. 
Narrando no fórum desde 2005
avatar
Beaumont
Administrador
Administrador

Data de inscrição : 06/03/2010
Idade : 29
Localização : Aracaju/SE

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New Jersey by Night - Controle Oculto dos "Vigilantes"

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 4 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum