NY - Um "novo" começo.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

NY - Um "novo" começo.

Mensagem por Guidim em Ter Out 10, 2017 9:59 am

Seitas:Camarilla (neófitos) / Humanos
Gênero:Social, Drama, Suspense e livres ações.
Vagas: 2 (talvez 3)

Edgar O' Neil

Sistema: Utilizarei o V20 como base com as adaptações necessárias caso aplicável, A única regra exclusiva que adoto é referente aos gastos de FV, neste caso utilizo o sistema de NWod, onde acrescenta-se 3 dados á sua parada, ao invés de sucesso automático.

Proposta: Uma típica rotina no mundo das trevas para os membros seguidores da Camarilla, os tempos de missões e recompensas não é tudo na não-vida de um membro. Acha que ficar fazendo missões e caçando artefatos e correr atrás de lupinos é uma tarefa difícil? então experimente adentrar no mundo político e pútrido da Camarila e verás o que realmente é perigoso... mas cuidado, neste cenário línguas são mais afiadas que lâminas, e palavras mais letais que garras...

Considerações: Seguindo o rumo que a cidade de NY tinha a alguns anos atrás, porém com algumas adaptações, onde, Blair, a Dama Gélida um dia fora príncipe, e o sabá jamais teve uma posição consolidada no condado, e suas lideranças nunca foram tão bem definidas...
A cidade passou um longo período sob o domínio de punho-de-ferro de Blair, porém um representante do velho-mundo chega á cidade reivindicando o trono da cidade após a queda da Principe Blair arquitetada e comandada pelo primógeno Nosferatu e alguns outros desconhecidos, foi um golpe muito oculto e pouco comentado, afinal ninguém prefere comentar muito sobre o assunto...

Cidade de Nova York - Tempos atuais.
- Há tempos venho acompanhando o progresso de nossa família em terrenos do novo-mundo, a guerra sangrenta que seguiu pelos tempos e tomou conta das ruas sob o iluminar do luar agora fora erradicado.
Tomo agora á frente de uma nova era de calmaria e crescimento constante de nossa seita perante a cidade, reivindico o trono e o direito de indicar a direção certa a ser trilhada pelas noites da eternidade.
O velho-mundo sempre carregará as marcas de minha liderança, e como no velho-mundo, esse agora se erguerá como sempre deveria ter sido erguido, pelos comandos da Torre de Marfin e através de minhas decisões. Esta noite daremos início a novos tempos, e vocês defensores e guardiões de Nova York, presenciarão o marco zero dessa nova Era.
Discurso do Novo Principe Miro, em sua cerimônia de posse coroação.

Personagens Conhecidos

Miro Renari (Príncipe)
Um prepotente membro do clã Ventrue, ele comandou a queda de Blair Lecter á distância, do velho mundo ele comandava os sistemas jurídicos e militares de Nova York sem que Blair soubesse.
Pouco sabe-se dele, mas uma coisa todos afirmam, ele tem mais aliados e devedores de favor do que qualquer outro imortal na cidade, fique alerta com quem andas e com comentas suas indignações do novo principado.

Carla Rasputim (Conselheira do Príncipe)
Com a tomada do Príncipe muitas coisas mudaram em Nova York, para Miro ninguém é capaz de executar ações nem tomar decisões a não ser ele mesmo, para garantir suas "sanidades" de decisões Carla sempre está por perto, afinal Miro não confia em niguém, e o fato de ter exterminado os cargos de Senescal e de Xerife de seu reinado faz de Carla a mão-direita do Príncipe e o segundo posto mais elevado na cidade.

Vivian Norfolk (Harpia)
Linda e dissimulada. Não faz questão de mostrar na sua cara que ela está lhe observando e com um passo em falso ela pode lhe destruir publicamente.
Essa Toreadora do tipo invejosa parece ter um querer especial pelo o que é dos outros.

Gwen Bricmont (Harpia)
A outra harpia Toreadora é do tipo cheia de segredos. Sabe tudo de todo mundo, mas não se sabe quase nada sobre ela.
É a que costuma ficar a maior parte do tempo apenas observando, ou seja, um mínimo deslize e ela e estará lá para lhe apontar. Geralmente não opina muito ou se mete em outras conversas, mas quando o faz, tem uma língua ferina que pode colocar tudo abaixo em poucos instantes.

Eveline Worral (Harpia)
Não se deixe enganar. O sorriso singelo, a simpatia constante e a prestabilidade em ajudar-lhe não faz dela uma boa pessoa. Essa Ventrue é interesseira e sabe se fazer de santa quando preciso.
Se faz de boa amiga, mas cuidado com o que conta pra ela, um estalar de dedos e você pode ter uma caçada de sangue em busca do seu pescoço.

Charlotte Leblanc (Harpia)
A pior delas.
De anjo só a cara.
Charlotte é do tipo viúva negra, enfeitiça e depois destroe.A bela Lasombra já provou que não é muito de confiança só pelo fato de ser uma anti-tribu.
Ela não mede esforços para conseguir o que quer e está sempre em busca de mais. Sempre com um sorriso cínico na face e um olhar traiçoeiro, a loira pode a qualquer instante te levar a morte sem que você nem ao menos saiba o porquê. Assim como essa trans trocou de sexo e lado político,  ela pode muito bem trocar seu foco de inimizade para você.

Ralf "Sombra" Damasco (Primógeno Nosferatu)
De certo um dos maiores aliados de Miro aqui no Novo Mundo, pelo que se sabe foi o Sombra quem comandou os peões na façanha de destronar Blair. Após a chegada de Miro, Sombra passou a ter a maior voz ativa no conselho da primogenie, fato que fez alguns anciões e representantes de clãs se distanciarem da seita e/ou se ausentarem do Conselho.

Carlos Funch (Primógeno Ventrue)
Assim como foi leal ao comando de Blair é leal ao comando de Miro, suas áreas e suas atitudes não foram contestadas por Miro desde sua chegada, foi um dos membros que se permaneceu mais neutro em toda a história, talvez fosse esse o acordo entre ele e o Principe?

Paul March (Primógeno Brujah)
Círculos interno? que nada, o negócio é colocar o melhor batedor nas ruas e deixar ele fazer o que faz melhor.
Esse é o trabalho de Paul no reinado de Miro, Paul pouco se interessa pelos assuntos políticos por outro lado adora o que dentro das Camarilla chama-se de missões.
Paul sempre lidera e superviona os assuntos diretos do Príncipe nas ruas e reporta ao Principe... dúvido que ele seja o melhor indicado ao cargo que ocupa, mas o Principe o colocou lá, deve ser pelo fato de Paul ser facilmente manipulado, e dar a ele as devidas distrações.

Renê Constanzo (Zelador)
"-Olá tudo bem? posso ajudá-lo?" - parece que é apenas isso que essa bichinha sabe falar, mais um apetrecho que veio junto com o pacote da nova Liderença.

Hermione Kensington (Regente da capella Tremere)
Tendo como Regente a Tremere Hermione Kensington, a Capella segue uma conduta um pouco diferenciada das demais. Com uma personalidade forte, a Regente tenta ao máximo conciliar o clã com a Seita. Com projeto de modificar internamente a estrutura do clã, ela preza pela união entre a Capella e o Elysium. É visionária na intenção de trazer sempre o melhor, tanto para os Tremeres, quanto para os demais clãs. Tenta ao máximo manter-se acima da linha sentimental, e apesar de ser pulso firme, busca sempre as coisas de forma mais justa.
Com uma personalidade um pouco fora dos padrões dos Tremeres, tem uma outra visão de 'ambição'.

Começando...
Antes de começar a Crônica responda a questão abaixo via MP para mim.

No processo de decadência da ex-principe Blair qual foi sua posição política? Você...
a-) Soube dos planos de Miro e se aliou á ele de maneira discreta.
b-) Soube dos planos de Miro e manteve-se leal á Blair.
c-) Não soube de plano algum.
d-) Sabia dos planos e prefiriu não apoiar ninguém.
avatar
Guidim

Data de inscrição : 31/08/2010
Idade : 28
Localização : Diadema

http://www.twitter.com/fe_orlando

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: NY - Um "novo" começo.

Mensagem por Guidim em Qua Out 11, 2017 10:47 am

Edgar O' Neil
FV 7/7
PS 10/14


O Magistrado havia presenciado a queda de um reinado gélido e bem estruturado, durante as noites que se passaram. Coincidentemente com a queda da Dama Gélida, a noites que sucederam sua queda pareciam mais calorosas, porém cada vez mais sombrias e silenciosas.

O'neil acabava de acordar numa sexta-feira quente e de céu limpo, apesar do céu estrelado, uma escuridão incomum habitava as noites sem luar daquele mês de Outubro. Na ultima noite havia permanecido em sua Boate situada na zona mais rica da ilha Manhattan, Peter havia conseguido contato com um tal de Spencer, segundo Peter esse cara teria o procurado no dia anterior e procurava maneiras de transportar uma carga sem que a policia fosse um verdadeiro incômodo.

A Boate ainda estava vazia, alguns funcionários que trabalhavam nos pré limpavam o salão e alguns checavam os estoques de bebidas, Peter anunciava pelo lado de Fora da porta.

Peter: - Senhor... o tal de Spencer acaba de chegar, falará com ele?

A fala era abafada pela densa porta que protegia o refúgio de Edgard da luz do dia, e a tranca apenas pelo lado de dentro impedia o carniçal de adentrar o local.
avatar
Guidim

Data de inscrição : 31/08/2010
Idade : 28
Localização : Diadema

http://www.twitter.com/fe_orlando

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: NY - Um "novo" começo.

Mensagem por Undead King em Qua Out 11, 2017 12:04 pm



Era cedo ainda, e Edgar já estava acordado quando a maioria dos vampiros ainda estava dormindo. A noite de ontem tinha sido de trabalho, contas, e administração, coisas cansativas, mas que eram necessárias para a manutenção do que ele era dono. "The Dark Saints", como a boate se chamava, era onde ele tinha descansado ontem, porque ontem tinha havido muito trabalho, e por causa daquele encontro com o tal de Spencer. Mal o Lasombra levantava da sua confortável cama, e Peter já o chamava. Spencer estava apressado ele, e Edgar não gostava de ser apressado por ninguém. - Diga para ele esperar do lado de fora da boate, e em 10 minutos deixe ele entrar. - Peter podia perceber que pelo tom de voz, seu senhor estava de mal humor. E com motivo, ora!
Em 5 minutos Edgar já estava pronto, seu sobretudo preto sobre uma camisa branca, sapatos extremamente bem engraxados, e uma colônia espirrada no pescoço. Nas últimas noites New York parecia mais escura, mais fria, mesmo hoje sendo um dia quente a frieza não se dissipava. Edgar tentava ignorar isso com mais trabalho. A porta do refúgio era aberta, e então o vampiro passava por toda a extensão da boate, subia para o segundo andar, a área vip, até a sala em que ele atendia esse tipo de cliente. Era um escritório relativamente pequeno, apenas uma luminária iluminava todo o ambiente. Ela ficava em cima de uma mesa de madeira com papéis espalhados, que eram as contas, documentos, etc. do lugar. Uma poltrona acolchoada era onde ele sentava, e do lado oposto estava a cadeira do cliente, um banquinho de madeira extremamente duro. Era para passar a sensação de quem mandava ali dentro, e por falar em mandar... Peter adentrava dentro do escritório depois de mais 5 minutos - Chame aquele desgraçado, quero resolver esse negócio o mais rápido possível - Peter assentia com a cabeça e saía. Ele era um bom servo, apesar de ter problemas quando o negócio ficava mais violento. Mas geralmente não chega a esse ponto.
O Lasombra fazia algo que aquele ambiente estava projetado. As sombras se moviam dentro da sala, de forma a deixar o ambiente estranhamente mais ameaçador. (1Pds para ativar tenebrosidade 1) Quando o tal de Spencer entrasse na sala, Peter fecharia a porta e ficaria na frente dela, impedindo Spencer de sair. Edgar olhava para ele de forma fria e ameaçadora, e por alguns instantes nada era dito. - Fiquei sabendo que você quer fazer um certo transporte. E que vai pagar bem para quem lhe auxiliar nisso. A pergunta é: quanto? - As trevas da sala pareciam se movimentar conforme o vampiro avisava os dedos, e elas estavam realmente se movimentando. Só que Spencer não sabia disso, e por isso devia achar que fosse coisa da cabeça dele.
avatar
Undead King

Data de inscrição : 03/07/2015
Idade : 19
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: NY - Um "novo" começo.

Mensagem por Guidim em Qua Out 11, 2017 2:33 pm

Edgar O' Neil
FV 7/7
PS 9/14


Após alguns minutos do lado de fora, Spencer enfim atravessa os corredores do The Dark Saint, o som de fundo sendo testado embalava os passos compassados do homem de vestimentas estranhas, Peter acompanhava-o atento durante todo o caminho, e enfim estavam apenas os 4 dentro daquela sala. Edgard, Spencer, Peter e as trevas.

Spencer:

Spencer: -Ora, ora que decoração mais capciosa essa sua hein Edgard, confesso que se não fosse uma "irmã" - Spencer mudava sua entonação para ironia e fazia aspas com as mãos - tão atenta aos detalhes confesso que nem repararia nesse seu teatro de sombras mal elaborado.

Spencer falava de modo debochado, suas mão estavam cruzadas as costas e com um andar prepotente e curioso ele vasculhava toda a sala, deslizava seus dedos para verificar se havia pó no banco de madeira, e por fim sentava-se com as pernas cruzadas e levava uma mão ao queixo, estufava o peito e finalizava. -Sério mesmo Edgard, dinheiro... hahahaha.... é dinheiro mesmo que você procura? - Spencer falava enquanto rondava seus olhos para os aposentos, evidenciado o alto nível do imóvel, e mais uma vez sem se importar com as sombras. -Vindo de você, esperaria um pouco mais de criatividade, começo achar ser um erro passar esse serviço para alguém com tanta falta de imaginação.

Peter permanecia imóvel no esquadro da porta e encarava seu senhor com cenho de reprovação, aguardando o comando de acabar logo com raça daquele maldito filho da puta do Spencer.
avatar
Guidim

Data de inscrição : 31/08/2010
Idade : 28
Localização : Diadema

http://www.twitter.com/fe_orlando

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: NY - Um "novo" começo.

Mensagem por Undead King em Qua Out 11, 2017 5:58 pm

O Lasombra observava aquele cara com a mesma frieza habitual, apesar da vontade dele ser a de esganar o desgraçado ali mesmo. Contudo, não o fez, nem mandou Peter fazer qualquer coisa, aquele homem na frente dele o intrigava de alguma forma. Spencer estava sentado a sua frente, e o jogo de sombras parava. - Em primeiro lugar, senhor Spencer... - As palavras saíam lentamente e de forma seca da boca de Edgar - O que eu procuro ou deixo de procurar, fazer, querer, não é da sua conta. Eu resolvi dar uma parcela do meu precioso tempo para você, pensando que poderíamos fazer um negócio... - A raiva subia a garganta de Edgar, e uma fina camada de sombra envolvia o pescoço de Spencer. Apenas uma pressão, e ele iria com toda aquela prepotência para o inferno, era só puxar. A fina camada de sombra que alisava o pescoço de Spencer recuava rapidamente. - Mas já que o senhor se acha muito melhor do que o serviço que posso oferecer, a porta da rua é a serventia da casa. Não percamos mais nosso tempo com uma conversação que não irá a lugar algum. Peter, escolte ele para fora da minha boate, e senhor Spencer, o desprazer foi meu. - Peter estranharia o comportamento do seu chefe, afinal Edgar mandava a maioria dos clientes que agiam com arrogância para casa com um ou dois ossos quebrados, claro que o ato acontecia fora da boate para não chamar atenção. Mas ele sabia, algo naquele filho de uma prostituta lhe dizia que ele não era como a maioria dos seus clientes, tinha algo "vampirico" no meio daquela situação, talvez Spencer fosse lacaio de um vampiro que quisesse ferrar com ele. A porta era aberta por Peter, que se movia exatamente para trás do Spencer, esperando que ele se levantasse e o acompanhasse.
avatar
Undead King

Data de inscrição : 03/07/2015
Idade : 19
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: NY - Um "novo" começo.

Mensagem por Guidim em Seg Out 16, 2017 8:57 am

Edgar O' Neil
FV 7/7
PS 9/14


Spencer arregalava os olhos estranhando a mudança de humor de Edgard, parecia uma mistura de despretensão com ironia, logo esta expressão era modificada para algo com tom mais preocupado e surpreso, ao passo que Peter se posicionava em suas costas e a porta lhe era oferecida como única opção. Spencer: - Hahahahahahahahaha! Porém estranhamente a única opção que restava para Spencer era uma gargalhada debochada, histérica e notoriamente forçada.

Spencer: - Ai Edgard! é por isso que seus negócios estão indo de mal a pior meu caro! Mas graças á sua incompetência administrativa, você me faz ser a única opção na cidade. Infelizmente. Spencer levantava repentinamente, caminhava ligeiramente até a mesa do Lasombra onde apoiava ambas as mãos, seu cenho agora era furioso, mas pouco intimidador, mas estava aparentemente irritado.

Spencer: -Todo Filho da puta asqueroso, que possa se envolver com qualquer assunto deste tipo esta sob o olhar repugnante do Sombra. -Um soco de fúria era dado na mesa de Edgard.  Eu também estou sob o encalço daquele rato de esgoto fétido, você acha que eu, Charlotte Leblanc,  não é humilhação o bastante possuir esta carcaça maldita do Spencer? Sim Edgard, vamos nos poupar, e o fato de você ser a única opção fora dos holofotes do Sombra, não lhe deixa muitas alternativas.

A fala era histérica, havia uma mistura de desespero com ira, de uma pessoa que estava no fundo do poço e ainda tentava escalar as paredes limosas e úmidas.

Spencer: -Pense bem Edgard, não se faz muito inteligente impor dificuldades no meu caminho... A carcaça de Spencer comandada por Charllote finalizava, agora  de forma serena e doce, seu olhar era distante, e começava a mordiscar as cutículas daqueles dedos sujos demonstrando todo seu cenho de nojo.
avatar
Guidim

Data de inscrição : 31/08/2010
Idade : 28
Localização : Diadema

http://www.twitter.com/fe_orlando

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: NY - Um "novo" começo.

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum