O Ruir do Velho Mundo - Uma Nova Era

Página 2 de 3 Anterior  1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: O Ruir do Velho Mundo - Uma Nova Era

Mensagem por Fuuma Monou em Ter Out 17, 2017 1:31 pm

Rian:

Rian se vê acoado no chão, sua transformação ainda em processo de finalização. Tentar lutar contra um sangue tão potente sera loucura e, na melhor das hipóteses, ele seria desmembrado e deixado para alcançar a morte final. Dessa forma, o Gangrel acena com a cabeça de forma a aceitar o "convite" daquele que o alimentou instantes antes. O Velho cainita esboça um sorriso em sua face.

- Muito bem meu filho. Você fez a escolha certa.

Ele continua jogando o cano de uma mão para a outra de forma ritmada... um, dois, três... Rian sente a velocidade com que o objeto pousa nas mãos dele combinando com as mudanças em seu corpo para a transformação, o que pode ou não ser uma coincidência. Contudo, assim que o processo é concluído, já em sua forma animal, o Gangrel vê somente um borrão e a sensação de ter seu peito perfurado por algo sólido o suficiente para atravessar o seu coração, como aconteceu. Seu corpo está completamente paralisado, as ele sente que o cainita o levanta com facilidade, colocando-o como um saco de batatas sobre o ombro. Logo após, em uma velocidade muito acima do que ele jamais conseguiu alcançar em toda a sua vida, ele se vê subindo pela rampa da garagem e chegando aos portões da mansão de Roden.

Ao fundo o Gangrel ouve o som dos tiros, esplosões e gritos de dor.... Ele se vê saltando com facilidade o portão e entrando na mata que cerca a residência do Xerife.

Uma voz gutural surge no meio das árvores, lembrando àquela da noite anterior, quando ele perseguia o bando de metamorfos. Ao ouvir esse som, o Cainita

- Senhor, está tudo pronto. Eu seguirei contigo... os demais pegarão os outros alvos...

_________________
Sigo em frente... vivo numa noite eterna... as trevas me preenchem, me alimentam... sombras estão ao meu redor... elas falam comigo, me entendem... eu as entendo e compartilho de meu ser, minha alma... nós nos completamos e assim viveremos para todo o sempre.
avatar
Fuuma Monou

Data de inscrição : 08/03/2010
Idade : 28
Localização : Natal - RN

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Ruir do Velho Mundo - Uma Nova Era

Mensagem por Fuuma Monou em Ter Out 17, 2017 1:33 pm

Simon Black:

Simon aceita facilmente o pedido de Lugh, afinal seria uma grande oportundade para mostrar seu poder para o Bispo. Ele passa pela cadeira de Lugh e chega à porta de seu cômodo. Ao olhar para esta, o Gangrel observa que ela não tem mais de 10X10 metros.. praticamente sem móveis, além de uma cadeira, mesa e algumas armas brancas penduradas na parede. Saindo, ele chega ao corredor e, em poucos passos, à porta indicada pelo Bispo.

Abrindo a porta, ele se vê em um mundo onde as trevas dominam por completo. Todas as luzes estão apagadas e a única fonte vem das luzes no corredor, agora que a porta está aberta.

_________________
Sigo em frente... vivo numa noite eterna... as trevas me preenchem, me alimentam... sombras estão ao meu redor... elas falam comigo, me entendem... eu as entendo e compartilho de meu ser, minha alma... nós nos completamos e assim viveremos para todo o sempre.
avatar
Fuuma Monou

Data de inscrição : 08/03/2010
Idade : 28
Localização : Natal - RN

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Ruir do Velho Mundo - Uma Nova Era

Mensagem por Fuuma Monou em Ter Out 17, 2017 1:33 pm

Larry Maugham:


Enquanto fala com o colega que o colocou no mundo das "caçadas", Larry vê que os homens da transportadora não pararam de trabalhar. Após levarem as caixas, estes voltam ao casarão e retorna ao caminhão co algumas obras de arte, quadros e esculturas em sua maioria. Um piano de cauda e um sarcófago egípcio são os dois últimos itens da lista. O homem mais novo fica para fechar as portas trazeiras enquanto o mais velho segue à cabine e liga o carro. Assim que o mais novo volta ao seu lugar, o caminhão parte.

A perseguição segue por um emaranhado de ruas, até que o Caçador percebe o caminho que está sendo feito. Eles se dirigem ao porto.

_________________
Sigo em frente... vivo numa noite eterna... as trevas me preenchem, me alimentam... sombras estão ao meu redor... elas falam comigo, me entendem... eu as entendo e compartilho de meu ser, minha alma... nós nos completamos e assim viveremos para todo o sempre.
avatar
Fuuma Monou

Data de inscrição : 08/03/2010
Idade : 28
Localização : Natal - RN

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Ruir do Velho Mundo - Uma Nova Era

Mensagem por Undead King em Ter Out 17, 2017 1:53 pm

Eu corria, analisando minhas opções no momento. Ou eu voltava para onde eu tinha saído, ou seja, para um buraco onde eu não teria escapatória se me cercassem, ou uma montanha... Era estranho pois eu não tinha visto ela ali apesar de ter observado a área antes, mas esse mundo era estranho, até o ar é estranho! Checava o medalhão, e vendo que ele permanecia guardado comigo, eu me dirigia o mais rápido que eu podia para aquela montanha. Ela talvez fosse a diferença entre a minha sobrevivência e a morte certa.
avatar
Undead King

Data de inscrição : 03/07/2015
Idade : 19
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Ruir do Velho Mundo - Uma Nova Era

Mensagem por Rian em Ter Out 17, 2017 9:56 pm

Finalmente minha metamorfose se completava e eu finalmente poderia me mover livremente. Ou pelo menos era isso que eu acreditava, até que aquele cainita se movia numa velocidade surpreendente e eu descobria que realmente não poderia me mover. Era atingido no peito pela barra de ferro que ele segurava. A dor vinha logo em seguida, quando eu já estava içado pelo sujeito e sendo carregado.
- Caaaaainn!! Caaainnnnn!
Enquanto soltava um latido de dor, por dentro eu gritava. “- Aaaaaaaaaaaaah!”

Queria xingá-lo, mas a dor atravessava o meu pensamento e só me fazia pensar nela, por enquanto. Logo eu era carregado para longe da mansão, enquanto ouvia gritos, tiros e explosões ficando cada vez mais distantes.

Logo que entrávamos na floresta eu ouvia um som “familiar”. Eu estava prestes a descobrir coisas que certamente eu nem sonhava, se é que eu iria descobrir algo. Eu não sabia o que aquele cainita iria fazer comigo. Mas depois do que aconteceu eu tinha percebido que talvez tinha feito a escolha certa, de fato eu não tinha chances sozinho contra ele. Talvez ele precisava ter feito aquilo, como uma encenação, como se eu não tivesse tido opção caso alguma câmera tenha registrado o fato. Enfim, pelo menos eu tinha que acreditar nisso, afinal se ele quisesse poderia ter me matado. Agora só me restava ser carregado e descobrir esse novo mundo que ele disse que iria me mostrar....

_________________
                                                                
avatar
Rian

Data de inscrição : 30/09/2014
Idade : 33
Localização : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Ruir do Velho Mundo - Uma Nova Era

Mensagem por Simon Black em Qui Out 19, 2017 7:44 pm

Simon está parado na frente da sala. A escuridão, pelo que percebe, é completa. Fecha os olhos momentaneamente e, ao abri-los, eles se tornam vermelhos (utilização de Olhos da Besta, Metamorfose Nivel 1).

Pé ante pé, com seus sentidos em alerta, o cainita caminha sala a dentro. Seus olhos deslocam-se de um lugar para o outro, tentando focar e distinguir onde estaria àquele a quem ele deveria cortar um membro fora.

Seus pensamentos estão focados na missão. Como um bom soldado, ele ali estava, buscando atingir seu objetivo.
avatar
Simon Black

Data de inscrição : 07/04/2011
Idade : 32

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Ruir do Velho Mundo - Uma Nova Era

Mensagem por Fuuma Monou em Dom Out 22, 2017 3:57 pm

Arnald Bradley:


Não era um percurso grande até a base da montanha, embora Arnaldo tivesse de correr para evitar ser alcançado pelas criaturas estranhas que vivem naquele mundo. Enquanto corre, o Ventrue começa a ouvir o mesmo som de lamúria vindo dos outros lados. Provavelmente, a perseguição está chamando atenção de "amigos" dos seus perseguidores. Olhando para trás, Bradley vê que os seres continuam o perseguindo, além de outros começarem a surgir do meio das árvores que margeiam o percurso seguido pelo Cainita.

Quanto mais o vampiro corre, mais ele percebe do ambiente ao seu redor. Aquilo tudo é uma grande floresta que circunda o grupo de montanhas à sua frente. Ele está agora em um caminho aberto, seguindo em uma linha reta até a base do centro desta área, as montanhas. Então, provavelmente, outras criaturas poderiam ser 'avisadas' de sua presença pelo barulho das que já o estavam perseguindo e apareceriam mais a frente.

Os trezentos metros estavam quase no final e nada de encontrar a base ou mesmo uma entrada para seu interior. O relevo o havia pregado uma peça.

_________________
Sigo em frente... vivo numa noite eterna... as trevas me preenchem, me alimentam... sombras estão ao meu redor... elas falam comigo, me entendem... eu as entendo e compartilho de meu ser, minha alma... nós nos completamos e assim viveremos para todo o sempre.
avatar
Fuuma Monou

Data de inscrição : 08/03/2010
Idade : 28
Localização : Natal - RN

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Ruir do Velho Mundo - Uma Nova Era

Mensagem por Fuuma Monou em Dom Out 22, 2017 4:06 pm

Rian:

Características:

- PS: 10
- FdV: 2
- Vitalidade: -1 (Agravado) - 1 (Letal)

Se conseguir se mover após ser empalado, Rian ainda ouve os sons ao seu redor e consegue ver o que está ocorrendo. O Cainta que o carrega com facilidade dá alguns passos à frente, mostrando ao Gangrel o dono daquela voz, um homem com mais de dois metros de altura, grandes músculos, grandes garras em mãos e pés modificados, pelos marrons saltando do corpo, seu rosto um meio termo entre humano e canídeo... uma mistura de homem e besta. Até sua forma de estar em pé é diferente, com o tronco saltado para frente.

- Vamos seguir. Esse aqui pode nos levar até ele... Além disso ele é um dos irmãos, então pode ser convertido se apresentarmos nosso futuro. - Diz o canita que o carrega.

Colocando às mãos no chão, o companheiro do cainita passa por uma transformação em seu corpo. Um grande lobo surge nos olhos de Rian. Suas costas chegam a quase um metro e meio de altura. Os pelos tornam-se parte integrante de seu corpo por completo. Em uma velocidade surpreendente o Cainita move-se lado a lado com o grande lobo, indo direto pelo meio da floresta. Eles passam próximo de um rio, o atravessante por uma ponte. Na direção contrária, fogo. Certamente na casa de Roden.

Imagem - Transformações:




Após muitos quilômetros os dois param nos arredores de uma pequena cidade, abaixo de uma ponte que liga esta com uma outra pequena cidade do outro lado do rio. O cainita solta Rian no chão. O Lobo fica a pouco mais de uma metro do Gangrel, suas presas expostas e olhar feroz. O Cainita retira o cano do peito de Rian.

- Você não pode entrar assim. Nossas regras são sagradas e os antigos matariam à nós todos se quebrássemos qualquer de suas ordens. Você está pronto?

_________________
Sigo em frente... vivo numa noite eterna... as trevas me preenchem, me alimentam... sombras estão ao meu redor... elas falam comigo, me entendem... eu as entendo e compartilho de meu ser, minha alma... nós nos completamos e assim viveremos para todo o sempre.
avatar
Fuuma Monou

Data de inscrição : 08/03/2010
Idade : 28
Localização : Natal - RN

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Ruir do Velho Mundo - Uma Nova Era

Mensagem por Fuuma Monou em Dom Out 22, 2017 4:14 pm

Simon Black:

Rolagem de Dados:

Alvo: Emboscada - 0 Sucesso(s)
Simon: Percepção - 4 Sucesso(s)

Iniciativa: Alvo > Simon


Assim que entra no cômodo, Simon prepara seus sentidos para mover-se dentro da escuridão completa. Seus olhos tornam-se completamente vermelhos e as trevas transformam-se em nada mais de uma visão corriqueira do dia-a-dia. Dando passos o ais silêncioso possível, o Gangrel entra no quarto. Há uma mesa no cêntro do cômodo com quatro mesas. Na área toda, além da mesa com as cadeiras, somente alguma outras escrivanhas estavam espalhadas pelas paredes, e uma delas havia um laptop.

Não havia o menor sinal do alvo. Será que o Bispo havia feito aquilo como uma forma de dar uma lição nele e em seu Senhor?

Um pouco depois de fechar a porta e dar uma geral visual no quarto, o Gangrel ouve um clique e, dois metros atrás de si, ele vê um homem segurando uma arma apontada para si. Com o conhecimento que o Gangrel tem de armamentos, ele percebe que o dedo do homem havia puxado o gatilho e que a mesma havia falhado. Certamente aquele era o alvo, e já estava pronto para um ataque contra ele.

O cainita puxa o cão da arma e atira novamente.

_________________
Sigo em frente... vivo numa noite eterna... as trevas me preenchem, me alimentam... sombras estão ao meu redor... elas falam comigo, me entendem... eu as entendo e compartilho de meu ser, minha alma... nós nos completamos e assim viveremos para todo o sempre.
avatar
Fuuma Monou

Data de inscrição : 08/03/2010
Idade : 28
Localização : Natal - RN

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Ruir do Velho Mundo - Uma Nova Era

Mensagem por Rian em Seg Out 23, 2017 8:08 am

Finalmente eu era levado até a presença da pessoa que certamente estaria por trás dos ataques à mansão de Roden. Eu poderia dizer, com base no que eu via, que ele era um Gangrel poderoso e muito antigo e seu corpo metade homem e metade animal era resultado dos frenesi que ele havia sofrido ao longo da vida. No entanto, se tinha uma coisa que eu havia aprendido desde que havia chegado a Edimburgo é que as aparências quase sempre não eram o que parecia.
- Vamos seguir. Esse aqui pode nos levar até ele... Além disso ele é um dos irmãos, então pode ser convertido se apresentarmos nosso futuro.
“- Até ele quem? Roden será? ou Marcílius?”
Logo aquele ser misterioso se transformava. Algo parecido com a metamorfose do nosso clã, se não fosse o seu tamanho bem maior que a média.
“- Cara... isso aí deve fazer um estrago, eu não ousaria desafiá-lo! Talvez os lobos que atacaram a mansão de Roden não sejam exatamente lobisomens, mas outros como este sujeito. Talvez também esse tamanho seja por conta de seu poder, ou sua idade...”
O fato é que eu não sabia ainda exatamente com o que eu estava lidando. Atrás de nós eu via fogo que certamente estava na mansão de Roden. Um certo pesar vinha em meu coração, afinal o velho xerife tinha me recebido bem. “ – No entanto não posso me sentir culpado. Não tinha como eu fazer a diferença contra esses caras...”
Finalmente chegávamos a um suposto destino. Eu era colocado no chão e meu corpo finalmente podia responder. No entanto eu me sentia como o jantar daquele enorme lobo que parava perto de mim com suas presas enormes.
- Você não pode entrar assim. Nossas regras são sagradas e os antigos matariam à nós todos se quebrássemos qualquer de suas ordens. Você está pronto?

“- Eu não posso entrar assim como?” Eu assentia a cabeça positivamente, afirmando que eu estava “pronto”. Mas na verdade não sabia se estava pronto, eu não sabia o que iria acontecer, eu só sabia que ou eu me juntava a eles e seguia o que fosse preciso para viver ou realmente me tornaria o jantar daquele lobo enorme, afinal eu não teria outra utilidade para eles.
“- Devem estar se referindo à metamorfose... Minha irmã nem em sonhos deve imaginar as loucuras nas quais eu estou me metendo agora. Mas seja lá o que vier, eu suportarei qualquer teste que for necessário para que veja o rosto dela mais uma vez ...”


OFF: caso eles se refiram à necessidade de desfazer a metamorfose, assim eu farei.

_________________
                                                                
avatar
Rian

Data de inscrição : 30/09/2014
Idade : 33
Localização : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Ruir do Velho Mundo - Uma Nova Era

Mensagem por Simon Black em Seg Out 23, 2017 8:29 pm

A primeira reação de Simon é agir por instinto, tentando acionar sua rapidez e, enquanto parte na direção dele, transformando suas mãos em garras e atacando a mão da arma na ânsia de fazer com que a arma caia no chão.
avatar
Simon Black

Data de inscrição : 07/04/2011
Idade : 32

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Ruir do Velho Mundo - Uma Nova Era

Mensagem por Undead King em Ter Out 24, 2017 4:39 pm

Que droga! Quanto mais eu tento me afastar dessas coisas mais elas aparecem! A situação está ficando feia pro meu lado, estou numa floresta lotada desses bichos, e parece que essa montanha vai ser apenas um beco sem saída, pois não vejo base nenhuma. Fora que essa barulheira pode alertar outros bichos que circundam o resto do caminho. Tem muitos deles, mas se eu continuar assim vão haver muito mais. Bruscamente eu paro, e olho para todos os lados. Tento ver quantas dessas almas atormentadas, ou seja lá o que forem, estão vindo, e por onde. Eu não era o maior lutador do mundo mas estava cansado de correr desses bichos e me perder mais ainda nesse inferno! Se para sobreviver eu tiver que lutar, eu vou, não pretendo morrer aqui, preso entre uma montanha e uma horda desses bichos. Se a quantidade não fosse algo escandaloso, como 20 bichos ou mais eu ficaria e lutaria contra eles, caso não eu teria que continuar correndo. No fim a minha missão é achar e subjulgar aquela criatura de sombras, e ter essa horda que eu com certeza não vou ter como despistar será péssimo.
avatar
Undead King

Data de inscrição : 03/07/2015
Idade : 19
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Ruir do Velho Mundo - Uma Nova Era

Mensagem por Charles Vidal em Ter Out 24, 2017 10:02 pm

Deixei meu carro antes da entrada do porto, e segui a pé. Por precaução, carreguei a glock. "Nesses tempos amaldiçoados até sua própria sombra se torna suspeita". Minha incumbência agora é verificar pra onde o Stephen vai. Talvez as galerias não tenha importância nessa investigação agora, mas, preciso coletar a informação do seu destino final e o porquê da viagem. Estou sozinho, qualquer investida será tolice! Fiquei na espreita  esperando os próximos movimentos.

Charles Vidal

Data de inscrição : 13/08/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Ruir do Velho Mundo - Uma Nova Era

Mensagem por Fuuma Monou em Sex Out 27, 2017 7:33 pm

Rian:


Em pouco tempo Rian se vê em outra parte da Escócia, outra cidade, completamente diferente daquilo que viu anteriormente na capital. Ao ouvir as palavras do membro da Primigênie, o Gangrel desfaz sua transformação animal, retornando a forma "humana". O grande lobo continua a dar voltas ao redor do corpo de Rian, o que o dá a sensação de ser o "jantar" do animal. Alguns instantes após sua transformação estar desfeita, foi a vez do 'lobo' voltar à forma humana:

- Ele não fará nada, e nós precisamos entrar... - Diz o cainita que alimentou Rian.

Assim, o outro membro, que serviu de 'acompanhante' para o Ancião, começa seu retorno à forma humana. Os pelos regressam ao tamanho que Rian viu na primeira vez, maiores que os de um humano normal e tomando o corpo inteiro, mas bem menores do que os presentes na forma animal. Sua musculatura e ossos voltam a uma forma mais 'humana'. Embora o Gangrel tivesse pensado que aquele ser pudesse ser um Gangrel que adquiriu uma forma bestial pelo excesso de Frenesi, assim como ele adquiriu sua cauda, o ser continua transformando-se até chegar a uma forma completamente 'humana'.

Imagem - Forma humana do companheiro do Ancião:

Com o trio pronto, o Ancião começa a andar em direção à cidade. Claramente aquela é uma pequena cidade no interior do país. Poucas pessoas transitam pelas ruas, mas os pubs estão cheios de pessoas cantando e bebendo. O trio de criaturas sobrenaturais segue por uma pequena rua com casas do lado direito e um muro com cerca do lado esquerdo. Atrás dessa cerca há uma igreja.

Imagem - Caminho:

Você vem do fundo da imagem para a frente



Andando alguns metros, o Ancião para em frente a uma casa e, após algumas batidas, um pequeno espaço é aberto no meio da porta, mostrando olhos verdes. O velho Cainita desabotoa sua camisa, mostrando a mesma tatuagem encontrada no cara que Rian perseguiu na noite anterior, com a diferença de que esta possui a cor prateada. A porta é aberta por dentro e o dono dos olhos fica atrás dessa, impedindo que qualquer um possa vê-lo. A casa é bastante simples, pelo menos o que Rian consegue ver. O 'acompanhante' do Cainita abaixa-se e puxa um alçapão usando somente um dos dedos, o único que caberia ali, pois o buraco é quase imperceptível. A porta se abre e uma escada surge, levando ao piso inferior da casa.

- Nós desceremos e você encontrará um dos Antigos. - Diz o Ancião. - Cuidado com o que você vai fazer... ele é bem mais velho que eu mesmo... e velhos são rabugentos. - Ele e seu companheiro sorriem, como uma piada interna.

Os três descem as escadas e chegam a um cômodo que só não está completamente escuro pela luz lançada por alguns monitores presos na parede do outro lado da sala. Alguém, sentado em uma cadeira, observava ao monitores. Os três param dois metros atrás da cadeira e esperam. Após um minuto a cadeira gira, mostrando uma pessoa.

Imagem - Antigo:




- Boa noite Rian. Acredito que você tem muitas perguntas... Então me permita acrescentar mais uma: Você foi trazido para a Escócia com o único objetivo de fazer parte do meu exército.
- Os olhos do homem rapidamente brilham na cor vermelha, o que rapidamente some, mostrando a cor natural de seus olhos. Em seu rosto há uma malícia natural, um sorriso meio debochado...

_________________
Sigo em frente... vivo numa noite eterna... as trevas me preenchem, me alimentam... sombras estão ao meu redor... elas falam comigo, me entendem... eu as entendo e compartilho de meu ser, minha alma... nós nos completamos e assim viveremos para todo o sempre.
avatar
Fuuma Monou

Data de inscrição : 08/03/2010
Idade : 28
Localização : Natal - RN

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Ruir do Velho Mundo - Uma Nova Era

Mensagem por Fuuma Monou em Sex Out 27, 2017 7:37 pm

Simon Black:

Características:

- PS: 11
- FdV: 6
- Vitalidade: Normal
- Olhos da Besta
- Garras da Besta

Rolagem de Dados:

"Alvo": Atirar - 3 Sucesso(s)
Simon: Esquiva - 4 Sucesso(s)

Iniciativa: "Alvo" > Simon

Vendo o inimigo à sua frente e com uma arma apontada para sua cabeça, o primeiro movimento de Simon é tentar evitar o ataque partindo para cima de seu oponente enquanto utiliza os Dons de seu Sangue para trazer a tona o poder Bestial através das garras. Com sua movimentação rápida, o atacante acaba errando o alvo, mesmo que estivesse somente a dois metros. O tiro ecoa pela sala, tendo sido ouvido nos outros cômodos dispostos naquele mesmo corredor.

Agora com suas Garras à mostra, Simon vê o cara puxando novamente o cão da arma. Não mais que um passo está entre os dois cainitas.

_________________
Sigo em frente... vivo numa noite eterna... as trevas me preenchem, me alimentam... sombras estão ao meu redor... elas falam comigo, me entendem... eu as entendo e compartilho de meu ser, minha alma... nós nos completamos e assim viveremos para todo o sempre.
avatar
Fuuma Monou

Data de inscrição : 08/03/2010
Idade : 28
Localização : Natal - RN

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Ruir do Velho Mundo - Uma Nova Era

Mensagem por Fuuma Monou em Sex Out 27, 2017 7:38 pm

Arnald Bradley:

Se vendo perseguido por cada vez mais criaturas e a entrada da cadeia de montanhas cada vez mais distante, Arnald resolve parar e observar sua situação. Atrás de si, o número de criaturas que foram atraídas pelo seu primeiro movimento na floresta mostra-se algo em torno de 10 ou 12. Saindo de trás das árvores que formam o "corredor", mais do que isso é visto, embora não seja possível ter a certeza, pois durante a mudança na forma desse seres, eles acabam encostando no corpo dos outros e formando algo como uma massa única... uma única criatura.

Bradley tinha duas alternativas naquele momento, partir para cima das criaturas e lutar, o que poderia assustar as demais, ou continuar correndo para aquela barreira natural e, talvez, salvar sua vida sem a necessidade de uma luta ...

_________________
Sigo em frente... vivo numa noite eterna... as trevas me preenchem, me alimentam... sombras estão ao meu redor... elas falam comigo, me entendem... eu as entendo e compartilho de meu ser, minha alma... nós nos completamos e assim viveremos para todo o sempre.
avatar
Fuuma Monou

Data de inscrição : 08/03/2010
Idade : 28
Localização : Natal - RN

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Ruir do Velho Mundo - Uma Nova Era

Mensagem por Fuuma Monou em Sex Out 27, 2017 7:41 pm

Larry Maugham:

Larry se vê dirigindo em direção do porto. Ele dirige o carro sem deixar que percebam sua perseguição. Ao chegar no lugar, o Caçador para o carro um pouco antes da entrada e observa o ambiente ao redor. Todo o lugar possui uma cerca dupla com aproximadamente 6 metros de altura, exceto a parte em que os barcos encostam para receber sua carga. A única entrada "oficial" é por onde o caminhão passou: uma guarita com cancela. Atrás da cerca, vários contêineres. Além disso, um barco está atracado recebendo algumas dessas caixas metálicas.

Observando como ocorreu o processo, Larry viu que o motorista entregou uma prancheta contendo algumas folhas para um segurança que saiu da guarita e, assim que este verificou as folhas, pediu ao companheiro para levantar a cancela. O caminhão segue em direção ao barco.

Imagem- Porto:



_________________
Sigo em frente... vivo numa noite eterna... as trevas me preenchem, me alimentam... sombras estão ao meu redor... elas falam comigo, me entendem... eu as entendo e compartilho de meu ser, minha alma... nós nos completamos e assim viveremos para todo o sempre.
avatar
Fuuma Monou

Data de inscrição : 08/03/2010
Idade : 28
Localização : Natal - RN

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Ruir do Velho Mundo - Uma Nova Era

Mensagem por Simon Black em Sab Out 28, 2017 12:01 pm

Sorrindo de forma animalesca, Simon resolve agir. A proximidade com o alvo é tamanha que sua primeira ação é a mais simples de todas: suas garras vão imediatamente em direção à mão que segura a arma, tentando cortá-la fora e impedir novos tiros por parte do outro cainita.
avatar
Simon Black

Data de inscrição : 07/04/2011
Idade : 32

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Ruir do Velho Mundo - Uma Nova Era

Mensagem por Fuuma Monou em Sab Out 28, 2017 9:43 pm

Simon Black:

Características:

- PS: 10
- FdV: 6
- Vitalidade: -1 Contusão
- Olhos da Besta
- Garras da Besta

Rolagem de Dados:

"Alvo": Atirar - 3 Sucesso(s)
Simon: Atacar - 3 Sucesso(s)

"Alvo": Dano - 3 Sucesso(s)
Simon: Vigor - 2 Sucesso(s)

"Alvo": Vigor - ???? Sucesso(s)
Simon: Dano - 2 Sucesso(s)


Simon mostra um sorriso para seu oponente, que não se amedronta. É quase como se ele soubesse que algum tipo de ataque viria. Sua face está completamente serena, mostrando a grande capacidade do cainita. Os dois estão quase cara-a-cara e isso faz com que aquele com a maior velocidade de ataque e maior concentração no todo vencerá o embate, pois é impossível errar. Isso é uma verdade completa para o alvo do Gangrel, que está com uma arma apontada para o peito do cainita.

O Gangrel vê que seu oponente está com o dedo pronto, já fazendo o movimento para puxar o gatilho, e solta suas garras com toda a ferocidade em direção à mão da vítima no exato momento em que este libera a bala no peito do Gangrel. Com o impacto da bala penetrando seu peito, a força do golpe proferido por Simon parece ter sido diminuído, não causando dano no outro cainita... ou então ele está forçando seu corpo e mente a não mostrar sinais de ter se ferido, uma vez que ele volta a puxar o cão.



*OFF: Como coloquei no MP, neste momento foi retirado mais um PS.. agora para a rapidez.

_________________
Sigo em frente... vivo numa noite eterna... as trevas me preenchem, me alimentam... sombras estão ao meu redor... elas falam comigo, me entendem... eu as entendo e compartilho de meu ser, minha alma... nós nos completamos e assim viveremos para todo o sempre.
avatar
Fuuma Monou

Data de inscrição : 08/03/2010
Idade : 28
Localização : Natal - RN

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Ruir do Velho Mundo - Uma Nova Era

Mensagem por Rian em Dom Out 29, 2017 12:41 pm

Após assumir minha forma humana o companheiro do primigênie fazia o mesmo.
“- Ao que parece ele esperou eu me transformar primeiro como garantia de que eu não fosse reagir. Visto o fato de que somos estranhos, eu faria o mesmo se estivesse no lugar dele.”
Depois chegávamos a uma pequena cidade. Particularmente eu gostava dos ares interioranos, que remetiam à minha infância. Após caminharmos um pouco chegávamos a uma casa simples, que ao meu ver era onde ficava o “QG” daquele pessoal. O ancião mostrava uma tatuagem em seu peito.
“- Então de fato ele realmente era um infiltrado na Camarilla o tempo todo. Sua fidelidade pertence a esse pessoal que eu estou prestes a descobrir quem são...”
Logo estávamos descendo por um alçapão. O ancião me advertia sobre com quem eu estava prestes a lidar. Um minuto depois o tal ancião se revelava em uma cadeira.
“- Bom, pelo visto esse pessoal deve ter alguma ligação com o povo nórdico, a julgar por suas aparências...”
- Boa noite Rian. Acredito que você tem muitas perguntas... Então me permita acrescentar mais uma: Você foi trazido para a Escócia com o único objetivo de fazer parte do meu exército.
Observando seu sorriso debochado eu então respondia: - Bom, isso pelo menos explica o que Marcílius nunca conseguiu me responder, ou seja, porque de fato eu fui trazido a este continente. Dizia com um sorriso descontraído no rosto, como um otimista enxerga apenas o lado positivo das coisas.
- E de fato tenho mesmo muitas perguntas. Quem ou o que são vocês?

_________________
                                                                
avatar
Rian

Data de inscrição : 30/09/2014
Idade : 33
Localização : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Ruir do Velho Mundo - Uma Nova Era

Mensagem por Simon Black em Seg Out 30, 2017 9:11 pm

O cainita respirou profundamente e gemeu levemente de dor. Estava irritado agora e velozmente tratou de atacá-lo de novo, com as garras em sua mão, buscando não só tirar-lhe a arma como também arrancar sua mão fora, suas garras descendo como navalhas de cima para baixo.
avatar
Simon Black

Data de inscrição : 07/04/2011
Idade : 32

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Ruir do Velho Mundo - Uma Nova Era

Mensagem por Fuuma Monou em Qui Nov 02, 2017 8:25 pm

Rian:


- Nós somos um grupo bem eclético, se você quer saber... Ao seu lado estão um filho de Cain bem antigo para os padrões humanos, um fllho de Gaia, como alguns Lobisomens gostam de ser chamados... e eu, bem eu vi o primeiro homem cair em tentação, sou tão antigo quanto a poeira acumulada no seu cabelo após ter sido deixado na areia abaixo da ponte. Alguns de nós costumam se chamar de "os caídos". Contudo eu não gosto desse nome, sou um Anjo que decidiu seguir o lado correto na brincadeira da criação. Durante os 10.000 anos tenho visto o curso da vida dos humanos e das outras criaturas sobrenaturais ao seu redor... Meu nome é Mael. Estes são Daniel e Erwin. - Diz ele indicando o Lobisomem e o membro da Primigênie, respectivamente. - E nós somos membros do grupo conhecido como Os Filhos de Badb. - Em seus olhos surge novamente o mesmo brilho avermelhado. Ele levanta-se e estende a mão para Rian, esperando que este a aperte.

- Há outros por aqui. Eu sou um dos "cabeça" do grupo, junto com outros quatro seres sobrenaturais... este aqui é o nosso ponto de encontro. O que mais você quer saber?

_________________
Sigo em frente... vivo numa noite eterna... as trevas me preenchem, me alimentam... sombras estão ao meu redor... elas falam comigo, me entendem... eu as entendo e compartilho de meu ser, minha alma... nós nos completamos e assim viveremos para todo o sempre.
avatar
Fuuma Monou

Data de inscrição : 08/03/2010
Idade : 28
Localização : Natal - RN

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Ruir do Velho Mundo - Uma Nova Era

Mensagem por Fuuma Monou em Qui Nov 02, 2017 8:30 pm

Simon Black:


Características:

- PS: 10
- FdV: 6
- Vitalidade: -2 Contusão
- Olhos da Besta
- Garras da Besta

Rolagem de Dados:

Ação 1
Simon: Atacar  - 4 Sucesso(s)

Simon: Dano - 1 Sucesso(s)
"Alvo": Absorção - ??? Sucesso(s)

Ação 2
"Alvo": Atirar - 9 Sucesso(s)
Simon: Esquiva - 3 Sucesso(s)

"Alvo": Dano - 3 Sucesso(s)
Simon: Absorção - 2 Sucesso(s)

Tornando seu poder sobrenatural ativo, Simon aguenta a dor no peito e ataca com suas garras a mão de seu oponente. O Gangrel sente quando o tecido muscular é rasgado, criando uma leve resistência no movimento de sua mão, e um pouco do sangue do cainita fica em suas garras. O Alvo de Simon não aguenta a dor e solta um grito:

- Ahhhh!


A mão do alvo desce, e como um reflexo ao ataque, ele dispara a arma acertando a perna de Simon. Agora os dois estão feridos, mas Simon foi pego no peito e na perna, enquanto seu oponente recebeu um ataque na mão. Ele leva a outra mão na direção da que está ferida e a perssiona, em um movimento tipicamente mortal.

_________________
Sigo em frente... vivo numa noite eterna... as trevas me preenchem, me alimentam... sombras estão ao meu redor... elas falam comigo, me entendem... eu as entendo e compartilho de meu ser, minha alma... nós nos completamos e assim viveremos para todo o sempre.
avatar
Fuuma Monou

Data de inscrição : 08/03/2010
Idade : 28
Localização : Natal - RN

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Ruir do Velho Mundo - Uma Nova Era

Mensagem por Rian em Dom Nov 05, 2017 8:19 am

Nós somos um grupo bem eclético, se você quer saber... Ao seu lado estão um filho de Cain bem antigo para os padrões humanos, um fllho de Gaia, como alguns Lobisomens gostam de ser chamados...
“- Então eram realmente lobisomens... Que ridículo, eu não poderia fazer nada contra um lobisomem! Onde é que Roden estava com a cabeça ao sugerir que eu deveria lutar contra estas feras?!”
e eu, bem eu vi o primeiro homem cair em tentação, sou tão antigo quanto a poeira acumulada no seu cabelo após ter sido deixado na areia abaixo da ponte. Alguns de nós costumam se chamar de "os caídos". Contudo eu não gosto desse nome, sou um Anjo que decidiu seguir o lado correto na brincadeira da criação. Durante os 10.000 anos tenho visto o curso da vida dos humanos e das outras criaturas sobrenaturais ao seu redor... Meu nome é Mael. Estes são Daniel e Erwin.
"- Um anjo?! Peraí... esse cara tá falando sério?!"
Certamente eu não conseguiria esconder a expressão de surpresa que se faria em meu rosto. Aquilo era uma prova real de que as “lendas”bíblicas do cristianismo eram bem mais reais do que eu imaginava. Uma prova como aquela talvez nem um devotado fiel da igreja poderia ter durante sua vida inteira.
"- Se isso que ele está falando for verdade então isso é uma prova real de que Deus existe mesmo! Que coisa! Um “caído”? Um anjo que decidiu seguir o lado correto na brincadeira da criação? Lúcifer discordou de Deus e foi banido do céu. Mas não foi só ele. Até onde eu sei muitos anjos seguiram Lúcifer. Então isso quer dizer se isso for verdade, esse Mael é um seguidor de Lúcifer?! Eu poderia dizer que ele está mentindo e inventando uma história, mas sinceramente... desde que cheguei a Edimburgo eu vi coisas que eu nunca imaginei que veria. E agora mais uma dessas coisas parece surgir diante de mim."
- E nós somos membros do grupo conhecido como Os Filhos de Badb. - Em seus olhos surge novamente o mesmo brilho avermelhado. Ele levanta-se e estende a mão para Rian, esperando que este a aperte.
Olhava para a mão dele enquanto pensava: “- Nunca imaginei que um dia eu apertaria a mão de um anjo caído..”Então segurava sua mão e via novamente um brilho avermelhado em seus olhos. ”– Esse cara é realmente muito sinistro! Estou encrencado! Bem que o ancião avisou que ele era um “antigo”, só não imaginei que fosse tãaao antigo assim!”

- Há outros por aqui. Eu sou um dos "cabeça" do grupo, junto com outros quatro seres sobrenaturais... este aqui é o nosso ponto de encontro. O que mais você quer saber?
"- Apesar de ser um demônio ele pelo menos parece esconder menos informações do que Marcílius que desde que me trouxe até aqui nunca me falou nada, e sempre desconversou toda vez que eu queria saber algo. Agora, sinceramente, por que um demônio me quer em seu exército? Mas que droga em que eu fui me meter! Não devia ter saído dos EUA! Eu não quero ir para o inferno!"
- O que são os “Filhos de Badb”? Vocês tem alguma ligação com o grande Corvo Crow Shadown? E quais são os objetivos de vocês? Eu gostaria de saber como está o tabuleiro de Edimburgo, quem está contra quem e quem está com quem, afinal desde que cheguei aqui eu encontrei coisas que eu jamais poderia acreditar que existissem. Por favor, compreenda, é muita informação para alguém que até ontem nunca nem tinha visto um lobisomem, sequer.

_________________
                                                                
avatar
Rian

Data de inscrição : 30/09/2014
Idade : 33
Localização : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Ruir do Velho Mundo - Uma Nova Era

Mensagem por Simon Black em Dom Nov 05, 2017 9:25 am

Simon age mais uma vez. Mesmo com dois tiros em seu corpo, o mais importante é a missão ser realizada. Próximo como está do inimigo, sua próxima tentativa é a mesma de outrora.

Ele tenta segurar a mão do inimigo que segura a arma enquanto a outra volta a descer como navalha sobre o pulso da mão da arma, mesmo ponto que cortara antes, tentando cortar-lhe mais do que musculo e tecido dessa vez.
avatar
Simon Black

Data de inscrição : 07/04/2011
Idade : 32

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Ruir do Velho Mundo - Uma Nova Era

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 3 Anterior  1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum