O Ruir do Velho Mundo - Uma Nova Era

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

O Ruir do Velho Mundo - Uma Nova Era

Mensagem por Fuuma Monou em Seg Out 09, 2017 1:22 pm

Sejam todos bem vindos meus caros colegas. Edimburgo agora se vê em um estado de desordem muito grande, mas que está camuflada pela Camarilla local.     

Sem mais delongas, daremos início à nossa história. Desejo a todos uma boa crônica e muita diversão. Qualquer coisa vocês podem me encontrar por MP, pois sempre estou aqui pelo fórum.

* OBS: Alguns de vocês estarão posicionados no dia dos acontecimentos do último ciclo, outros estarão até 3 dias após.

*OBS²: Apesar de estar realmente usando o mapa da Escócia para posicionar os cenários e NPCs, existem algumas informações criadas por minha pessoa.

*OBS³: Não acho que seja necessário, mas vale ressaltar -> para mim, como narrador, preciso ver a interpretação dos seus personagens. O que eles estão pensando, sentindo... quais os objetivos. Não consigo ver como fazer isso em uma linha... Agora para fazer o medo, um pouco mais de 1/3 do XP final depende só disso. XD


Última edição por Fuuma Monou em Ter Out 10, 2017 8:40 pm, editado 1 vez(es)

_________________
Sigo em frente... vivo numa noite eterna... as trevas me preenchem, me alimentam... sombras estão ao meu redor... elas falam comigo, me entendem... eu as entendo e compartilho de meu ser, minha alma... nós nos completamos e assim viveremos para todo o sempre.
avatar
Fuuma Monou

Data de inscrição : 08/03/2010
Idade : 28
Localização : Natal - RN

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Ruir do Velho Mundo - Uma Nova Era

Mensagem por Fuuma Monou em Seg Out 09, 2017 1:28 pm

Um pequeno resumo para os novos participantes:

Durante o último ano a Escócia estava vivenciando tempos de forte pesar. Durante dezenas de anos, as duas capitais escocesas, Edimburgo e Glasgow (capital comercial), estavam sobre domínio da Camarilha e Sabbath, respectivamente. Este equilíbrio fora mantido mesmo após várias incursões de ambas as seitas para incorporar mais territórios ao seu domínio. Contudo, murmúrios foram se espalhando sobre uma forte aglomeração de bandos Sabbath em Glasgow sob a supervisão direta de Arthur Kingson, Arcebispo da cidade. Dessa forma, Anthony Hotgan, Príncipe de Edimburgo, destaca um grupo de espiões que infiltram-se na capital comercial escocesa e retornam com provas sobre uma nova incursão Sabbath à Edimburgo sob as ordens de 5 Bispos, dentre eles estão Lugh, Anderson e Pietro, três dos mais cruéis membros da seita no Reino Unido e que estiveram ao lado de Arthur em sua última grande tentativa de tomar a capital escocesa.

Os rumores sobre a invasão percorrem toda a Escócia. Os residentes das cidades do interior, sendo estes membros ou não, começam a migrar para Edimburgo com o objetivo de fugir dos ataques que vem ocorrendo em suas propriedades. A presença de Hotgan é visto como um porto-seguro para os membros, pois o Príncipe já foi responsável por enviar um grande batalhão de Arthur com o rabo entre as pernas de volta à Glasgow. Além de ataques cainitas, outras criaturas vem sendo vistas pelas matas... e escuta-se o uivo de lobos cada vez mais próximo da capital.

Com um número cada vez maior de novos membros e cidadãos comuns na cidade, a Camarilla, junto com políticos, polícia e outros sistemas básicos, montam um plano para abrigar todas as pessoas. Apesar disso, ouve-se pelos pubs que o Príncipe sumiu, o que gera insatisfação entre os membros que vieram buscar proteção sob as "asas" de Hotgan. Roden, o Xerife, procura a todo o custo abafar esse murmurinho, mas não são todos que convencem-se por suas palavras. Soma-se a isso, o fato de alguns cainitas começarem a espalhar um rumor sobre uma aliança entre Roden com os Anarquistas para tomar o poder. 

Nas ruas só se comenta sobre o sumiço de membros, e o surgimento de um novo ser que anda pela cidade em uma limousine preta conversando com alguns desses 'desaparecidos', só reforça o clima de instabilidade em Edimburgo. A única coisa já vista desse ser foi a sua mão contendo um anel em forma de serpente, semelhante ao que pode ser visto na mão de Roden.

Enquanto isso, Glasgow reunia o maior exercito Sabbath já visto. A inquietação dos bandos era palpável, todos querendo para si os espólios da guerra e tendo a certeza de que tudo já estava ganho. Mas Arthur esperava por algo, algum evento talvez.. ninguém sabia dizer, mas o Arcebispo se mantinha enterrado em sua base de operações no subterrâneo do cemitério Glasgow Necropolis. Em sua impaciência, os bandos começavam a atacar vilas próximas, o que estava levando ao êxodo em direção à Edimburgo.

Os meses passaram e nada do ataque massivo do Sabbath. Arthur se mantinha quieto. Ou era o que se acreditava, pois de repente incêndios e explosões se espalhavam pela capital escocesa alguns dias antes do Yule, a festa do solstício de inverno. Ninguém sabia muito bem o que havia ocorrido, pois espiões diziam que Arthur ainda se mantinha enclausurado... pelo menos até aquele momento...

E assim surge os Filhos de Badb...

_________________
Sigo em frente... vivo numa noite eterna... as trevas me preenchem, me alimentam... sombras estão ao meu redor... elas falam comigo, me entendem... eu as entendo e compartilho de meu ser, minha alma... nós nos completamos e assim viveremos para todo o sempre.
avatar
Fuuma Monou

Data de inscrição : 08/03/2010
Idade : 28
Localização : Natal - RN

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Ruir do Velho Mundo - Uma Nova Era

Mensagem por Fuuma Monou em Ter Out 10, 2017 10:32 am

Rian:

Características:

- PS: 6
- FdV: 2
- Vitalidade: -1 (Agravado) - 1 (Contusão)


O som das explosões e dos tiros de metralhadora vindo do lado de fora continua intenso. Rian, junto com os outros três cainitas, desce ao estacionamento onde Framklin e o Gangrel haviam deixado o carro. Enquanto cainhava, Rian ainda procurou pela mulher, sem sucesso. Provavelmente ela seguiu com Marcílius, que também sumiu. Quem sabe quantos cômodos secretos existem na mansão de Roden...

- Chame os homens. Eles devem estar vigiando na saída de emergência, mas agora precisamos deles aqui. Houve um ataque direto à nossa sala de reuniões, então ninguém vai sair. Roden virá assim que cuidar da proteção dos demais membros. Seria catastrófico para nós se, além de perder o Príncipe, também perdessemos a Primigênie... - Diz o homem de jaqueta vermelha para um dos motoristas. Os outros dois cainitas acenam de forma afirmativa para os demais motoristas. Estes correm para os carros e puxam os telefones.

O Cainita que ainda não havia se pronunciado naquela noite aproxima-se de Rian.

- Prescisamos ser rápidos. - Ele levanta a manga da camisa. - Se você está tão desesperado por comida, alguns goles do meu sangue serão o suficiente para sentir-se saciado. - Ele morde o pulso e o sangue vermelho começa a surgir na superfície de sua pele.

- Sobre a sua pergunta. Nós sabemos o mesmo que você.... Marcílius é quem pode dar uma resposta melhor, assim que ele souber irá avisar aos soldados... e a nós. - Nesse momento um novo segurança da Mansão entra.

- A princípio o sr. Marcílius diz que a maioria dos atacantes são Lobos, mas há alguma criatura a mais, vindo junto com eles. - Ele entrega comunicadores a todos os quatro. - Com isso vocês pode falar diretamente com ele. - Os três colocam o objeto no ouvido.

- E então criança, vai se alimentar ou não? - Fala novamente o cainita, sua voz sem emoção nenhuma.

_________________
Sigo em frente... vivo numa noite eterna... as trevas me preenchem, me alimentam... sombras estão ao meu redor... elas falam comigo, me entendem... eu as entendo e compartilho de meu ser, minha alma... nós nos completamos e assim viveremos para todo o sempre.
avatar
Fuuma Monou

Data de inscrição : 08/03/2010
Idade : 28
Localização : Natal - RN

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Ruir do Velho Mundo - Uma Nova Era

Mensagem por Fuuma Monou em Ter Out 10, 2017 10:49 am

Arnald Bradley:

Características:

- PS: 5
- FdV: 7
- Vitalidade: -2 Letal


Ao chegar no topo do buraco, Arnald percebe que realmente está em um novo mundo, um "espelho" do mundo real. O primeiro passo havia sido dado, ele chegara no mundo da Sombra que vem atormentando seu sono diurno. Agora chega o momento de encontrar aquela criatura. Olhar para os lados é como ver uma repetição do mesmo. Várias daquelas árvores de aparência morta estendem-se pelo horizonte. A esfera laranja acima de Bradley da uma impressão de meio dia ou noite, pois está exatamente no centro do céu. É fácil perceber que perder-se naquele mundo é uma realidade, pois tudo parece igual.

Ouvindo um som lamurioso, o Ventrue resolve seguir em seu encalço. Prestando mais atenção, Arnald percebe que este vem de todos os lados, entre as árvores, mas com diferenças na intensidade, o que indica que os responsáveis pelo barulho estão à diferentes distâncias de si.

_________________
Sigo em frente... vivo numa noite eterna... as trevas me preenchem, me alimentam... sombras estão ao meu redor... elas falam comigo, me entendem... eu as entendo e compartilho de meu ser, minha alma... nós nos completamos e assim viveremos para todo o sempre.
avatar
Fuuma Monou

Data de inscrição : 08/03/2010
Idade : 28
Localização : Natal - RN

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Ruir do Velho Mundo - Uma Nova Era

Mensagem por Fuuma Monou em Ter Out 10, 2017 12:16 pm

Simon Black:

Características:

-PS: 12
- FdV: 6
- Vitalidade: Normal


Simon se via frente-a-frente com o Bispo Lugh, um dos mais Sanguinários membros do séquito do Arcebispo Arthur, de Glasgow. O cainita tem uma boa composição física, que unida aos longos cabelos louros e olhos verdes apresenta um homem que certamente foi desejado por todas as mulheres ao seu redor. Contudo, naquele momento o Bispo está com uma expressão de enfado no rosto.

Lugh:



- Eu pedi que Scott viesse, para auxiliar meus bandos no ataque... as ele e envia alguém tão fresco... uma mera criança. Por que eu deveria lhe aceitar entre os meus? - Seus profundos olhos se fixam nos de Simon. A sensação ao jovem Gangrel é a de que o cainita está lendo sua alma. Ali estava uma grande oportunidade para crescer dentro das fileiras da Espada de Cain, como Scott havia dito algumas noites atrás...

Alguns dias antes, seu Senhor o chamara para uma conversa particular. Desta vez o assunto não tinha haver com as gangues locais, nem mesmo com pequenos trabalhos. Scott estava mais sério que o comum, e era palpável que ele previa algo grande para si.

- Fui convidado a ajudar um amigo na Escócia. Uma incursão que pode levar a conquista completa do país pelo Sabá. Nós dominamos metade da Escócia, e, pelo que e foi dito, não há como perdermos para os Ratos da Camarilla, que ainda mandam na outra metade. - Ele diz isso enquanto fecha a porta do cômodo. - Contudo, estamos em um momento ímpar de nosso progresso neste continente, como você sabe. Ausentar-me agora seria por tudo a perder... Por isso lhe chamei aqui. Quero que você me represente perante o Bispo Lugh. Certamente você não terá o mesmo poder que ele me daria, mas será um passo importante para você crescer, e, consequentemente, para o meu nome crescer também. O que me diz? - Em seu rosto está claro que ele espera muito de seu pupilo, mas que uma falha seria desastrosa.


OFF: O post está dividido em dois momentos, presente e passado. Fique a vontade para interpretar.


Última edição por Fuuma Monou em Ter Out 10, 2017 4:49 pm, editado 1 vez(es)

_________________
Sigo em frente... vivo numa noite eterna... as trevas me preenchem, me alimentam... sombras estão ao meu redor... elas falam comigo, me entendem... eu as entendo e compartilho de meu ser, minha alma... nós nos completamos e assim viveremos para todo o sempre.
avatar
Fuuma Monou

Data de inscrição : 08/03/2010
Idade : 28
Localização : Natal - RN

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Ruir do Velho Mundo - Uma Nova Era

Mensagem por Undead King em Ter Out 10, 2017 3:50 pm

Eu observava todo o cenário. Quilômetros e mais quilômetros de nada... nenhum sinal de qualquer cabana. Merda. Resolvia então tentar ver de onde vinha o som, e então descobria que na verdade ele vinha de vários lugares, e isso me dava um arrepio na espinha. O que seriam essas coisas? Os habitantes daqui? "Melhor eu descobrir eles antes deles me descobrirem". Andei até o som que estava mais próximo de mim, tentando não ser visto e mantendo uma distância segura. Além disso, tentava manter uma noção de onde eu estava e para onde estava indo. Não queria me perder nesse lugar.
avatar
Undead King

Data de inscrição : 03/07/2015
Idade : 19
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Ruir do Velho Mundo - Uma Nova Era

Mensagem por Fuuma Monou em Ter Out 10, 2017 5:40 pm

Larry Maugham:


Características:

- Vitalidade: Normal


Larry estava em um apartamento revendo o seu último caso, vários assassinatos nas redondezas da casa onde seu pai havia morado. Ao verificar mais a fundo, o caçador percebeu alguns padrões nas mortes, aquela marca dupla, como a mordida de uma serpente peçonhenta, sempre aparece no pescoço e/ou no braço das vítimas. Ademais, sempre garotas novas, mas que eram conhecidas por serem "prostitutas de luxo". Após alguns meses de investigação, Larry finalmente conseguiu encontrar o provável local onde o Caçador da Noite se esconde. Uma casa grande, dois carros esportivos na garagem... Festas que iam até o amanhecer. Seu provável alvo é não mais que um garoto, ou pelo menos é o que aparenta. 25 anos, pele clara, profundas olheiras de quem vira a noite com certa constância. O nome: Stephen. 

Aparentemente, seu alvo estava se preparando para um longa viagem. Vários carros entraram na propriedade durante a última semana. Ao investigar as placas, uma boa parde desses pertencia a contadores, agentes da bolsa de valores. Após um período bem movimentado, chegava a calmaria. Contudo, um caminhão de mudança parou durante o começo da tarde na entrada da casa.

OFF: Fique a vontade para interpretar...


Última edição por Fuuma Monou em Ter Out 10, 2017 8:30 pm, editado 1 vez(es)

_________________
Sigo em frente... vivo numa noite eterna... as trevas me preenchem, me alimentam... sombras estão ao meu redor... elas falam comigo, me entendem... eu as entendo e compartilho de meu ser, minha alma... nós nos completamos e assim viveremos para todo o sempre.
avatar
Fuuma Monou

Data de inscrição : 08/03/2010
Idade : 28
Localização : Natal - RN

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Ruir do Velho Mundo - Uma Nova Era

Mensagem por Fuuma Monou em Ter Out 10, 2017 6:04 pm

Arnald Bradley:



Rolagem de Dados:

Arnald: Furtividade - 0 Sucesso(s)

??????: Percepção - 2 Sucesso(s)





Percebendo que o som vem de todos os lados, Arnald decide aproximar-se da fonte mais próxima. Ele, então, anda reto até a borda da floresta, tentando caminhar o mais furtivamente que consegue naquele mundo estrando, onde a própria textura do ar é diferente do mundo real. Chegando à primeira árvore, o Ventrue encosta-se nela para ver melhor o que está produzindo o som. Ele então vê um grupo de criaturas estranhas, que lembram pessoas, mas, ao mesmo tempo, parecem mudar de forma e retornar à anterior em instantes. 

A caminhada de Arnald é em completo silêncio. Ele move-se mais de 10 metros até chegar à primeira árvore sem fazer o menor barulho. Contudo, ao tocar na árvore que lhe serviu de esconderijo para sair dali, o Ventrue acaba fazendo um pouco mais de força, e o leve entortar de um galho é o suficiente para chamar a atenção de algumas daquelas criaturas. Elas começam a andar na direção que Bradley está e, finalmente, ele consegue descobrir que o som vem delas.

_________________
Sigo em frente... vivo numa noite eterna... as trevas me preenchem, me alimentam... sombras estão ao meu redor... elas falam comigo, me entendem... eu as entendo e compartilho de meu ser, minha alma... nós nos completamos e assim viveremos para todo o sempre.
avatar
Fuuma Monou

Data de inscrição : 08/03/2010
Idade : 28
Localização : Natal - RN

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Ruir do Velho Mundo - Uma Nova Era

Mensagem por Simon Black em Ter Out 10, 2017 9:15 pm

Tiros... gritos... gemidos de dor... Acordou sobressaltado, balançando a cabeça efusivamente. Respirou fundo e piscou os olhos algumas vezes. O pesadelo ainda estava vívido em sua memória. O ombro latejou de dor e ele olhou para um lado e para o outro, tomando finalmente ciência de onde se encontrava.

Caminhou pela casa. Lavou o rosto, não que precisasse, mas acabava sendo um hábito durante todos aqueles anos, mesmo depois que se tornara uma criatura da noite permanecia com aquela “mania”.

Foi ali, na cozinha, que Scott o encontrou. Encarou seu mentor e em silêncio o ouviu.

– Acho que essa será uma oportunidade única de conhecer mais sobre seu lar, sobre a Mão Negra e, por fim, aumentar e muito a sua influência. Aceito de muito bom grado e fico honrado com a escolha! – esta foi a resposta dele, encarando-o, e era claro em sua face que falava sério.

Ele era devoto a Scott MacKay. Se ele pedira isso, com certeza faria. Mas não apenas porque aquilo aumentaria a influência de seu mestre. Não mesmo. Aquilo faria com que ele também galgasse muitos andares dentro do Saba. E sua missão era crescer.



Os pensamentos vieram em sua mente lembrando-se das palavras que dissera a seu mentor dias antes, quando ele pedira que o representasse na Escócia.

– Porque ordem dada, é ordem cumprida. E a ordem dada foi cumprir os seus desígnios! – disse seriamente, encarando-o de volta, claramente numa posição militar – Deve ter ouvido falar na capela Tremere em Nova York há dois meses... – completou, com um sorrisinho maldoso no canto dos lábios – O que precisar, Senhor Lugh, será feito!

E aguardou, em silêncio, o que ele teria a dizer.
avatar
Simon Black

Data de inscrição : 07/04/2011
Idade : 32

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Ruir do Velho Mundo - Uma Nova Era

Mensagem por Undead King em Ter Out 10, 2017 9:27 pm

O ar passava pelo meu rosto equanto eu me dirigia ao barulho. Era estranho e difícil de se acostumar com a sensação de estar imerso em alguma coisa densa, algumas vezes eu esfregava meu rosto, pois parecia que o ar grudava nele. Eu tentava ser o mais furtivo possível, apesar de eu não ser nenhum ninja ou coisa do tipo. Era uma tarefa difícil, esse mundo tinha uma textura diferente que me deixava desnorteado, mas conseguia chegar ao ponto em que eu avistava eles...  seja lá o que eles forem. Pareciam humanos, mas passavam alguns segundos e eles não eram mais só para serem de novo. "Essa lugar é realmente bizarro. Não quero saber o que mais pode ter por aqui. " Depois de confirmar que eram eles que faziam o som lamuriante, eu resolvia me afastar, mas sem querer fazia força demais no galho. O ambiente estranho me fazia cometer erros. E esse erro tinha sido um erro bem grande.  "Droga! Eles estão vindo pra mim agora! Eu não quero ficar aqui pra saber se eles são hostis ou não, preciso achar a merda da criatura logo! " Eu tentava me afastava devagar, até uma outra árvore sem deixar que aqueles seres me percebessem. Droga, como eu queria estar longe daqui...
avatar
Undead King

Data de inscrição : 03/07/2015
Idade : 19
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Ruir do Velho Mundo - Uma Nova Era

Mensagem por Rian em Ter Out 10, 2017 9:44 pm

Seguíamos nós quatro para o estacionamento. Criaturas amaldiçoadas que se agarravam ao pouco de esperança que havia lhes sobrado. Momentos difíceis estavam por vir. Talvez merecêssemos aquilo, talvez estávamos apenas pagando o mal que tínhamos causado aos humanos, à outras criaturas, à própria natureza.

Eu não sabia nem ao certo o que eu estava fazendo ali, como é que eu fui parar naquele lugar... Eu estava com pessoas estranhas ao meu círculo, lutando por uma sociedade que eu mal conhecia e que talvez nem tivesse motivos para isso, prestes a enfrentar inimigos talvez igualmente estranhos. Então por que lutar? Não seria mais fácil deixar aqueles indivíduos com seus problemas e ir embora dali? Racionalmente era exatamente isso que eu deveria fazer. Aquilo não era problema meu. Olhava para o céu que talvez não estava estrelado naquela noite. Talvez a poluição, talvez as luzes da cidade... imaginava eu voando através dele, voltando para os braços da minha irmã. Ela sim precisava de mim. Por ela sim valia a pena lutar e por ela eu enfrentaria todos aqueles invasores que estavam vindo, sozinho. Morreria por ela? Sim, eu morreria e mataria por ela.

Então um dos cainitas se dirigia a mim, quebrando meu “transe”, meus pensamentos. Tão desligado que eu estava nem havia percebido o momento em que ele mordera o próprio braço. O sangue vermelho escorria pingando no chão, e eu deveria beber aquilo?
“- Ah que ponto eu cheguei? Me tornei uma criatura que bebe o sangue de outra pessoa? Já parou pra pensar o quanto isso soa bizarro?!”
Enquanto isso ele respondia as perguntas que eu havia feito e que Roden havia ignorado. Ou pelo menos tentava responde-las. – Obrigado, senhor! Por responder minhas perguntas.
“- Lobos?! Então estamos lidando com lobisomens? Meu senhor havia me falado uma vez que deveríamos fugir e não lutar contra eles. Que apenas um deles pode ser capaz de matar vários de nós e agora uma matilha deles segue em nossa direção e nós quatro faremos a frente?! Ah, isso é algum tipo de piada sem graça?! Eu gosto da emoção, da aventura, da caçada... mas isso não é aventura, isso não é emoção! Isso é tão e somente suicídio... O que Marcílius está pensando, por acaso?!”
Nisso o primigênie me retirava novamente de meus pensamentos dando o ultimato, se eu iria ou não beber seu sangue. Antes de responder eu colocava o comunicador e então fitando aquele sujeito agradecia: - Obrigado, senhor! Acha que um reconhecimento aéreo seria válido ou logo teremos contato visual aqui do chão mesmo?
Segurava seu braço e abocanhava a ferida bebendo o máximo que eu podia.
“- Já que vou me vincular, quanto  mais eu beber melhor. Mais opções eu terei.”

Enquanto me alimentava permitia que parte do meu sangue fechasse a ferida que a carniçal de Marcílius havia provocado (1 pds para cura). Se a opinião do primigênie for a de que não há necessidade do reconhecimento aéreo, imediatamente eu inicio o preparativo para a batalha (metamorfose 4 - forma de combate).


OFF: Vou beber até ele forçar retirar o braço

_________________
                                                                
avatar
Rian

Data de inscrição : 30/09/2014
Idade : 33
Localização : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Ruir do Velho Mundo - Uma Nova Era

Mensagem por Fuuma Monou em Qua Out 11, 2017 10:29 am

Simon Black:

Um sorriso se formou no rosto de Scott. O cainita estendeu a mão direita ao seu pupilo e voltou a falar.

- Pelo que conheço de Lugh, ele lhe testará, principalmente por não ser eu lá. Tenha cuidado durante este teste. Ele é uma das criaturas da noite mais sanguinárias, e seus mais de 400 anos são somente uma das muitas coisas que provam isso. Não demonstre medo, nem soberba, nada que possa ser usado contra você. Este não é seu nome real, talvez somente o Arcebispo Arthur saiba esse nome. Lugh recebeu essa alcunha por ser muito bom em todas as artes, como o Deus daquelas Terras. Ele é um ótimo guerreiro, assim como em trabalhos manuais, estratégia e lábia. Assim, ele poderá lhe desafiar em qualquer uma dessas áreas. E, se encontrar uma brecha na sua personalidade, ele usará isso para te torturar até você pedir para ser destruído. - Ele volta-se para a porta e a abre. - Uma última coisa. Ele não se importa com o passado... o que vale a pena é o presente para este cainita.

Estas palavras voltam à mente de Simon enquanto ele espera que o Bispo volte a falar. No rosto de Lugh percebe-se que aquela conversa o está deixando com raiva. Ainda sentado em sua cadeira, ele leva o corpo mais para frente, com o cotovelo direito apoiado na perna e o pomo da espada em sua mão.

- Essa não foi a minha pergunta. Somos cinco Bispos à serviço de Arthur nesta cidade, cada um com seus próprios Bandos pessoais. Ademais, nossa incursão à Edimburgo tem atraido membros de todos os continentes para Glasgow.. tantos que precisamos liberá-los para brincar nas cidades ao redor. - Com essas palavras a mente de Simon vai ao momento em que o cainita chegou na capital comercial da Escócia. Haviam dezenas de cainitas nas ruas, que estavam podres. A polícia não conseguia lidar co nada, mulheres eram estupradas no meio da rua por vários cainitas enquanto outros olhavam e riam da situação. Focos de incêndio apareciam no horizonte. Somente o cemitério, lar de Arthur e lugar onde o Gangrel agora se encontra, havia sido mantido incólume. - Meu questionamento foi bem simples: Por que eu devo lhe manter sob minha autoridade e em que eu posso te usar? No que você seria melhor que os demais nesta cidade? - Os olhos do Bispo continuam presos nos de Simon. A sensação é de que Lugh está lendo a alma do Gangrel.

_________________
Sigo em frente... vivo numa noite eterna... as trevas me preenchem, me alimentam... sombras estão ao meu redor... elas falam comigo, me entendem... eu as entendo e compartilho de meu ser, minha alma... nós nos completamos e assim viveremos para todo o sempre.
avatar
Fuuma Monou

Data de inscrição : 08/03/2010
Idade : 28
Localização : Natal - RN

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Ruir do Velho Mundo - Uma Nova Era

Mensagem por Fuuma Monou em Qua Out 11, 2017 10:30 am

Arnald Bradley:


Ao perceber que as criaturas o haviam notado, Arnald tenta se afastar o mais silênciosamente possível para não ser seguido durante a fuga. Contudo, elas se espalharam para passar por entre as árvores enquanto seguiam o som. Dessa forma, é impossível continuar seguindo a borda da mata sem encontrar com, ao menos, uma dessas almas lamurientas.

Enquanto correm em direção ao Ventrue, os seres parecem tropeçar no próprio chão, mas nunca deixam de ir para frente, como se fossem movidos pela necessidade de encontrar a fonte do barulho. Bradley vê que andar furtivamente não é mais uma opção, pois ele será encontrado em pouco tempo. Ademais, não da para saber se eles irão ajudar ou serão mais um inimigo neste novo mundo.

_________________
Sigo em frente... vivo numa noite eterna... as trevas me preenchem, me alimentam... sombras estão ao meu redor... elas falam comigo, me entendem... eu as entendo e compartilho de meu ser, minha alma... nós nos completamos e assim viveremos para todo o sempre.
avatar
Fuuma Monou

Data de inscrição : 08/03/2010
Idade : 28
Localização : Natal - RN

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Ruir do Velho Mundo - Uma Nova Era

Mensagem por Fuuma Monou em Qua Out 11, 2017 10:35 am

Rian:

Características:

- PS: 10
- FdV: 2
- Vitalidade: -1 (Agravado)


Assim que recebe a notícia, Rian se vê frente ao inimigo que fora ensinado a fugir. Neste momento, a ideia de evacuação não parecia mais tão esdrúxula. O cainita que lhe ofereceu seu próprio sangue espera por uma resposta, então Rian lhe faz uma outra pergunta antes de beber:

- Vamos ver o que nosso chefe de segurança tem a dizer, depois pensamos sobre. - Diz o vampiro enquanto, com a mão esquerda, coloca o comunicador no ouvido.

Rian leva sua boca ao braço do vampiro e um odor diferente surge enquanto ele está se aproximando. Aquilo era o sangue de um cainita, certamente, mas havia algo de diferente. Ao sentir a primeira gota em sua boca, o Gangrel sente um gosto diferente, até mesmo que do sangue de Marcílius. O sangue deste é muito mais forte, mais concentrado. Certamente este é um ancião. Em um primeiro momento o Gangrel sente como se não conseguisse parar de beber aquele líquido vermelho, campeão de inúmeras batalhas. Um filho das Eras. Mas,, aos poucos Rian sente-se dono de si novamente. Assim que o vampiro movimenta o braço, o Forasteiro retira sua boca do braço. O cainita volta a arrumar a manga de sua camisa, mas Rian ainda consegue ver o sangue sumindo e o ferimento fechando quase que automaticamente. Esse é o poder de um Antigo.

O vampiro se sentia revigorado como se tivesse dormido por um bom tempo. Depois de se recuperar da sensação que pairava em seu ser, Rian percebe que os três estão falando algo, e ouve a voz de Marcílius em seu ouvido enquanto termina de curar o ferimento causado por Framklin.

- ... Ao que parece, agora há 10 deles em torno da Mansão. Suas equipes já estão unidas às de Roden. Nosso time especial conseguiu derrubar 5, outros dois cairam com a explosão das minas espalhadas ao redor da floresta. Além dos Lobos, há também 5 das criaturas que o Rian enfrentou ontem no Elysium. Elas possuem sangue ácido, mas nenhuma inteligência. Então não será tão complicado enfrentá-las. Neste exato momento os primeiros lobos estão entrando na área sem cobertura vegetal. Temos dois snipers com balas de prata em cia do prédio prontos para atirar neles. Os que forem atingidos serão alvos menos coplexos para destruir. Também acionamos algumas minas, o que separou o grupo. Vocês podem agir nesses grupos menores ou nos que saírem da floresta.

- Nos dividiremos em duas duplas. Robert e eu seguiremos para o interior da floresta oeste. Vocês dois podem ir para a floresta Leste ou pegar os da borda da mata. - Diz o cainita de Jaqueta vermelha.

- Onde você se sente mais a vontade Rian? - Pergunta o vampiro de quem Rian acabara de Beber.

OFF: Estou considerando que o primeiro PS para a transforação foi gasto.

_________________
Sigo em frente... vivo numa noite eterna... as trevas me preenchem, me alimentam... sombras estão ao meu redor... elas falam comigo, me entendem... eu as entendo e compartilho de meu ser, minha alma... nós nos completamos e assim viveremos para todo o sempre.
avatar
Fuuma Monou

Data de inscrição : 08/03/2010
Idade : 28
Localização : Natal - RN

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Ruir do Velho Mundo - Uma Nova Era

Mensagem por Undead King em Qua Out 11, 2017 11:09 am

"Merda! Eles estão me cercando! Seja lá o que forem, são inteligentes, mas mesmo assim não quero diálogo com eles!" Vi que não dava mais para ser furtivo com aqueles seres, então fiz o mais óbvio,  saí correndo o mais rapido que pude. Me virei, e fui na direção que parecia haver menos deles. O ambiente me deixava temeroso, era estranho andar nesse lugar, imagine correr! Mesmo assim eu tentava, e do melhor modo que eu podia.
avatar
Undead King

Data de inscrição : 03/07/2015
Idade : 19
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Ruir do Velho Mundo - Uma Nova Era

Mensagem por Charles Vidal em Qua Out 11, 2017 4:06 pm

Mais um dia de investigação, estacionei meu carro a mais ou menos dez metros de distância atrás de um outro, na posição oposta ao casarão para que meu campo de visão expandisse – e também pudesse ser confudido com algum veículo da vizinhança, fiquei de prontidão,  qualquer movimento na área seria percebido. Após alguns minutos, um caminhão passa por mim e para na entrada da mansão - Um caminhão de mudança? O que é que esse pivete [Stephen], está aprontando agora?
Liguei  imediatamente para o Cliff Myers. - Novidades, transporte de mudança, puxa os dados dessa placa também. Anota.  Aliás, conseguiu verificar quais são os nomes dos agentes e o destino das últimas transações financeiras?
- Quase lá. Ainda preciso acessar outros servidores.
Enquanto isso, fiquei aguardando os próximos passos da investida dos algozes.

Charles Vidal

Data de inscrição : 13/08/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Ruir do Velho Mundo - Uma Nova Era

Mensagem por Rian em Qua Out 11, 2017 6:59 pm

Pela primeira vez sentia um sangue muito poderoso, talvez o sangue mais poderoso que eu já tinha bebido desde que eu havia me tornado um vampiro sugador de sangue. O poder daquele sangue era tanto que refletia rapidamente em meu corpo, me fazendo sentir como se eu estivesse descansado e revigorado. Se pudesse, eu queria beber mais e mais daquele sangue, até me saciar completamente. Certamente aquele vampiro devia ser muito poderoso, o que era de esperar do novo continente, um lugar com uma concentração maior de vampiros mais velhos.
Terminado o processo eu escutava a voz de Marcílius no rádio.
- ... Ao que parece, agora há 10 deles em torno da Mansão. Suas equipes já estão unidas às de Roden. Nosso time especial conseguiu derrubar 5, outros dois cairam com a explosão das minas espalhadas ao redor da floresta. Além dos Lobos, há também 5 das criaturas que o Rian enfrentou ontem no Elysium. Elas possuem sangue ácido, mas nenhuma inteligência. Então não será tão complicado enfrentá-las. Neste exato momento os primeiros lobos estão entrando na área sem cobertura vegetal. Temos dois snipers com balas de prata em cia do prédio prontos para atirar neles. Os que forem atingidos serão alvos menos coplexos para destruir. Também acionamos algumas minas, o que separou o grupo. Vocês podem agir nesses grupos menores ou nos que saírem da floresta.
“- Bom, se eles derrubaram 5 lobos, significa que é possível vencê-los. Talvez tenhamos alguma chance afinal. É claro que ainda são lobos e nem de longe devem ser subestimados.”
- Nos dividiremos em duas duplas. Robert e eu seguiremos para o interior da floresta oeste. Vocês dois podem ir para a floresta Leste ou pegar os da borda da mata. - Diz o cainita de Jaqueta vermelha.
“- Espera aí, eu escutei direito? O Robert vai entrar no interior da mata?! Puta que pariu! Pelo visto eu o julguei mal. Ele deve ser outro vampiro antigo e poderoso, assim como Roden.”
- Onde você se sente mais a vontade Rian?
- Prefiro manter uma posição defensiva, e não ofensiva. Não entramos na floresta, vamos tentar cuidar apenas dos lobos que saírem pela área sem cobertura vegetal. Nesse ponto, além de termos a cobertura dos atiradores de elite, poderemos vê-los. E, por último, se obtermos sucesso em impedir o avanço deles nessa área sem cobertura vegetal, talvez os que estejam ainda lá dentro desistam do ataque.
Minha voz estava modificando e logo eu não poderia mais falar. Meus ossos estavam se quebrando e gemidos de dor surgiam no meio da minha fala. Pelos negros cresciam no corpo, minhas garras e minhas presas ficavam protuberantes. A cauda, por sua vez, já estava lá...

_________________
                                                                
avatar
Rian

Data de inscrição : 30/09/2014
Idade : 33
Localização : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Ruir do Velho Mundo - Uma Nova Era

Mensagem por Simon Black em Qui Out 12, 2017 5:15 am

As palavras de seu mentor vieram com tudo em sua mente e ele ficou momentaneamente em silêncio pensando na melhor resposta que poderia dar ao ancião em sua frente. O poder que o Bispo emanava era palpável, mas, embora o respeitasse, mantinha-se firme perante o objetivo de sua ida até a Escócia.

– O Senhor pode me utilizar em um plano de invasão, seja de modo furtivo ou não, em áreas específicas, seja para destruí-las, roubá-las ou matar alguém... – respondeu encarando-o nos olhos.

O Bispo poderia perceber claramente o seu jeito de ser, que ele até hoje não havia perdido. A cultura militar que adquirira durante sua vida militar permanecia ali, seus pensamentos de cumprir o dever, ser obediente aos de hierarquia superior, o respeito que tinha às “divisas”.

Mas sabia que ali o melhor era contar-lhe tudo. Por isso, não omitiu nada.

– Como disse, Senhor, meu intento é atender seus desígnios. E, se possível, durante esse processo, conhecer mais sobre a Mão Negra e crescer dentro das fileiras da Espada de Cain. Tudo o que tenho hoje devo ao Sabá e, portanto, quero apenas retribuir!
avatar
Simon Black

Data de inscrição : 07/04/2011
Idade : 32

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Ruir do Velho Mundo - Uma Nova Era

Mensagem por Fuuma Monou em Seg Out 16, 2017 12:31 am

Arnald Bradley:


Ao perceber que não havia mais como ser furtivo, Arnald decide correr o mais rápido possível na direção oposta às criaturas. Observando a geografia do lugar no pouco tempo que lhe sobra antes que seja alcançado, fica claro ao Ventrue que há somente dois caminhos possíveis. O primeiro é retornar na direção em que veio, isto é, no caminho para o buraco. A segunda alternativa o leva à uma cadeia de montanhas que se apresenta a pouco mais de 300 metros seguindo uma diagonal para a direita. A sequência de montanhas fecha-se em si mesmo, formando uma estrutura "segura", como uma fortaleza natural. Ao olhar para esta, ele percebe que há algo que lembra fumaça saindo de seu centro.

Imagem- Montanhas:

Estou sem editor de imagem aqui, então precisarei um pouco de sua ajuda. A ideia é como segue na figura, mas lembre-se que o cenário continua o mesmo. Então está tudo em tons mais apáticos, cinzentos. Ademais, não há nuvens.



Agora, além de encontrar a Sombra que vem o atormentando, Arnald precisa encontrar um meio de afastar-se daquelas criaturas estranhas que podem ou não ser de ajuda em seu caminho.

_________________
Sigo em frente... vivo numa noite eterna... as trevas me preenchem, me alimentam... sombras estão ao meu redor... elas falam comigo, me entendem... eu as entendo e compartilho de meu ser, minha alma... nós nos completamos e assim viveremos para todo o sempre.
avatar
Fuuma Monou

Data de inscrição : 08/03/2010
Idade : 28
Localização : Natal - RN

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Ruir do Velho Mundo - Uma Nova Era

Mensagem por Fuuma Monou em Seg Out 16, 2017 12:58 am

Larry Maugham:


Em mais uma tarde de vigia, Larry sai em seu carro até a residência do suspeito. O garoto nunca é visto durante o dia na casa ou em qualquer outro lugar da cidade. Um pouco depois de "montar acampamento" próximo da casa de Stephen, o Caçador vê o caminhão de uma empresa de mudanças estacionar na entrada. Ele rapidamente telefona para Cliff Myers a procura de informações sobre o proprietário do caminhão.

A resposta do agente do FBI é rápida. O caminhão não parece ter multas ou estar envolvido em acidentes que ocorreram nos últimos anos. O dono é Martin Scotch, motorista da empresa transportadora: FlyTo. O homem tem 45 anos, viuvo, com um filho de 25. Trabalha na mesma empresa a aproximadamente 15 anos.

Do lado de fora, dois homens descem do caminhão, um velho e outro mais novo. Ambos se dirigem para a porta da casa. Ao tocar a campainha, um senhor de 60 anos vestido com a roupa padrão de um mordomo abre a porta, convidando os dos homens a entrar. Alguns instantes depois eles saem com algumas caixas, que colocam no interior do veículo.

_________________
Sigo em frente... vivo numa noite eterna... as trevas me preenchem, me alimentam... sombras estão ao meu redor... elas falam comigo, me entendem... eu as entendo e compartilho de meu ser, minha alma... nós nos completamos e assim viveremos para todo o sempre.
avatar
Fuuma Monou

Data de inscrição : 08/03/2010
Idade : 28
Localização : Natal - RN

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Ruir do Velho Mundo - Uma Nova Era

Mensagem por Fuuma Monou em Seg Out 16, 2017 2:33 am

Rian:


A fala de Rian é interrompida por sua transformação. A modificação óssea e muscular é sempre complicada, mas é um preço a se pagar pela velocidade... pela selvageria... a liberdade que a transformação em lobo tras consigo. O Cainita que alimentou Rian assente com a cabeça, indicando que concorda com a opinião de Rian. Ele, então, volta-se aos outros dois membros do conselho, que seguem o caminho até a superfície, sumindo dos olhos do jovem Gangrel.

Nesse momento, Somente Rian, o Cainita e os motoristas estão no local. Todas as possíveis armas estão fora de alcance. Com uma velocidade surpreendente, o Cainita corre até cada um dos carros contendo humanos que, com a preça em avisar os seguranças de cada membro do conselho, deixaram suas portas abertas, e quebra o pescoço de cada um deles.

A transformação de Rian ainda não está completa. Ele está de quatro no chão, com seus ossos o impedindo de mover-se com a velocidade e força que um lobo teria ou mesmo com a sua própria.

Sem mais nenhum ser no estacionamento, ele aproxima-se de Rian:

- Meu jovem, não se de ao trabalho... você veio até esse país com um objetivo e eu o quero para mim.... Com este medalhão Eu e os meus poderemos tomar de volta o que nos foi roubado séculos atrás. Nós, filhos de Ennóia, precisamos nos unir neste momento. Você virá comigo? Tenho um novo mundo à lhe apresentar. Este "mundo" está morto. - Nesse momento ele pega um cano de metal em suas mãos, jogando de uma mão para a outra.

OFF: Ainda falta um turno para a transformação estar completa

_________________
Sigo em frente... vivo numa noite eterna... as trevas me preenchem, me alimentam... sombras estão ao meu redor... elas falam comigo, me entendem... eu as entendo e compartilho de meu ser, minha alma... nós nos completamos e assim viveremos para todo o sempre.
avatar
Fuuma Monou

Data de inscrição : 08/03/2010
Idade : 28
Localização : Natal - RN

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Ruir do Velho Mundo - Uma Nova Era

Mensagem por Fuuma Monou em Seg Out 16, 2017 3:34 am

Simon Black:

Simon se via já a alguns segundos parado, em pé, com os olhos de Lugh presos aos seus e sem nenhum som no ar. O Bispo mantinha a mesma postura, talvez avaliando o Gangrel, ou somente fazendo pressão psicológica... quem sabe? Nesse momento, todo o treino militar foi de grande ajuda, pois Simon mostrou-se firme em suas ações. O Bispo voltou a encostar as costas na cadeira onde estava sentado. A espada não sai da mão do cainita. A espressão em sua face é como a neblina, não permite ver nada à frente, ou seja, nenhum tipo de sentimento ou mesmo as ideias que podem estar passando em sua mente são externadas à face.

Após algum tempo assim, o Cainita volta a falar:

- Você disse que pode me servir em qualquer tipo de trabalho, principalmente aqueles que envolvam invasão e assassinato. Muito bem, vamos ver como você se sai... Saindo pela porta que está aqui atrás, - Ele indica a porta por onde Simon entrou na sala, posicionada exatamente atrás da cadeira onde Lugh está sentado. - você chegará ao corredor por onde veio. Na terceira porta à direita está um dos vampiros que me servem. Contudo, ele desobedeceu uma de minhas ordens... Sua função é me trazer a mão direita desse cainita. Ele estará sozinho em uma sala similar à esta, embora menor. Você consegue fazer isso?


Última edição por Fuuma Monou em Seg Out 16, 2017 11:57 am, editado 1 vez(es)

_________________
Sigo em frente... vivo numa noite eterna... as trevas me preenchem, me alimentam... sombras estão ao meu redor... elas falam comigo, me entendem... eu as entendo e compartilho de meu ser, minha alma... nós nos completamos e assim viveremos para todo o sempre.
avatar
Fuuma Monou

Data de inscrição : 08/03/2010
Idade : 28
Localização : Natal - RN

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Ruir do Velho Mundo - Uma Nova Era

Mensagem por Rian em Seg Out 16, 2017 10:50 am

- Graaaaaar! Rosnados se misturavam a gemidos e palavras inaudíveis de dor. Minhas cordas vocais já não eram mais a mesma e a forma de expressar a dor também se modificavam. Assim que Robert e o sujeito de jaqueta vermelha sumiam dentro da mata, aquele outro membro da primigênie matava todos os motoristas em um movimento rápido e preciso.
“- Mas o que esse maluco está fazendo?!”
- Meu jovem, não se de ao trabalho... você veio até esse país com um objetivo e eu o quero para mim.... Com este medalhão Eu e os meus poderemos tomar de volta o que nos foi roubado séculos atrás. Nós, filhos de Ennóia, precisamos nos unir neste momento. Você virá comigo? Tenho um novo mundo à lhe apresentar. Este "mundo" está morto.
“- Mas que merda! Um traidor dentro da primigênie! E Ennóia?! Quem é essa tal de Ennóia?! Péssima hora, do jeito que eu estou ele acabaria comigo facilmente. Eu não tenho escolhas... Ele poderia muito bem me matar agora, mas está me dando uma opção. Além disso, seria interessante descobrir o que se passa do outro lado dessa guerra, ver as coisas pelo ângulo do “inimigo”. Por que não?! Além disso, mesmo que eu sobreviva até a metamorfose se completar, não há garantias de que poderei vencê-lo num duelo mortal, isso poderia ser suicídio. Sobreviver sempre será o mais importante para mim...”

Balanço a cabeça afirmativamente para o cainita sinalizando que eu concordava com ele, não lutaria e sim, o seguiria.

_________________
                                                                
avatar
Rian

Data de inscrição : 30/09/2014
Idade : 33
Localização : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Ruir do Velho Mundo - Uma Nova Era

Mensagem por Simon Black em Seg Out 16, 2017 9:27 pm

Simon fica em silêncio aguardando para saber se o Bispo ouviria suas palavras ou se simplesmente lhe tiraria as tripas. Ao ouvir as palavras dele, deu um sorrisinho com o canto dos lábios.

– Se essa é sua ordem, Senhor, pode ter a certeza de que a cumprirei! – respondeu encarando-o e fez um aceno de cabeça, cumprimentando-o.

Afastou-se então e seguiu na direção que ele lhe apontara. Quem sabe o que realmente encontraria naquela sala quando abrisse a porta?
avatar
Simon Black

Data de inscrição : 07/04/2011
Idade : 32

Voltar ao Topo Ir em baixo

O Ruir do Velho Mundo - Uma Nova Era

Mensagem por Charles Vidal Ontem à(s) 12:32 pm

- Por isso que o FBI deveria se chamar “Fast Base Information” Base de informação rápida. Obrigado Cliff. Espera! Não desliga, nesse instante os ratos saem da toca, vou chamar o Michael, o negócio aqui está esquentando. Qualquer informação nova me comunique. - Ok. Respondeu Cliff com firmeza.
Duas pessoas entram na mansão, por um breve tempo, saem com caixas. “Não é a mudança definitiva. Estão fazendo isso para despistar, caso estejam sob perseguição, é uma medida de segurança, possivelmente essas caixas seguirão outro destino. Preciso ligar pro Michael, algo na minh’alma fala à minha inteligência que uma sinuca de bico está preste a acontecer, é a Providência Divina!”

Ligo para o Michael, na segunda tentativa ele atende. –Pensei que estivesse morrido.
-Não tão fácil assim! –Lembra do caso? Pois bem, estão preparando-se para uma viagem a passos curtos. Algumas caixas foram colocadas num caminhão de mudança mas, até então não deixaram o local definitivamente, creio que o destino destas será outro. Preciso de você pra vigiar o casarão, persigam se baterem em retirada. A localização e as placas dos carros são estes. –Ok, estou a caminho.
A única coisa a se fazer, é esperar o caminhão sair para persegui-lo.

Charles Vidal

Data de inscrição : 13/08/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Ruir do Velho Mundo - Uma Nova Era

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum