Jeong-Suk - Humana

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Jeong-Suk - Humana

Mensagem por DaniEaston em Sab Jun 03, 2017 7:17 am

Nome: (de qm?)
Personagem: JEONG-SUK
Clã: Humano
Natureza: Camaleão
Comportamento: Malandro
Geração: -
Refúgio:
Conceito: Falsificadora/Vigarista

Saldo de XP: 0/0

--------------------------------------------------------------//---------------------------------------------------------------------


2. Atributos (3-4-6)

Físicos 5
- Força: 0- 0
- Destreza: 0- 00
- Vigor: 0- 0

Sociais 3 (5 ponto bonus)
- Carisma: 0- 0
- Manipulação: 0- 00 (pt1)
- Aparência: 0- 0

Mentais 6
- Percepção: 0- 00
- Inteligência: 0- 00
- Raciocínio: 0- 00

--------------------------------------------------------------//---------------------------------------------------------------------


3. Habilidades (9)

Talentos 9 (6 bonus)
- Prontidão: 00
- Esportes: 00
- Briga: 0
- Esquiva: 0
- Empatia:
- Expressão: 00 (pt1)
- Intimidação: 0
- Liderança:
- Manha: 00 (pt1)
- Lábia: 0 (pt1)

Perícias (13) (2 pontos bonus)
- Empatia c/ Animais:
- Ofícios: 000
- Condução: 00 (pt1)
- Etiqueta:
- Armas de Fogo:
- Armas Brancas: 00
- Performance: 00
- Segurança: 0
- Furtividade: 00
- Sobrevivência: 00

Conhecimentos (5)
- Acadêmicos: 0
- Computador: 000
- Finanças: 0
- Investigação:
- Direito:
- Linguística: 0 (Chinês / Coreano)
- Medicina:
- Ocultismo:
- Política:
- Ciências:

--------------------------------------------------------------//---------------------------------------------------------------------


4. Vantagens

Antecedentes (5 pontos)
-Aliado Submundo (Combinado com Vantagem)  = 00
 * Aliado do Submundo e o irmão *
-Recursos = 000

--------------------------------------------------------------//---------------------------------------------------------------------


5. Virtudes

Virtudes - 7
- Consciência: 0 0 (Normal)
- Autocontrole: 0 000 (Obstinado)
- Coragem: 0 000 (Determinado)

Humanidade: 000 000 (Reservado)
Força de Vontade: 0000 00 (2pontos bônus) (Confiante)

--------------------------------------------------------------//---------------------------------------------------------------------

Bonus 15
2 em Virtude ( FDV)
5 pontos em Atributos (manipulação)
8 Em Habilidades

--------------------------------------------------------------//---------------------------------------------------------------------


Qualidades


Camaleão cultural (2 Pontos)
Você é capaz de captar qualquer costume local, hábitos sociais, expressões idiomáticas, modo de vestir e outras pequenas particularidades de um lugar. Se você tiver essa qualidade (pode mudar suas roupas ou falar uma outra língua, entre outros), qualquer pessoa que tentar perceber que você não pertence a um lugar sofre 2 dados de penalidade. De qualquer maneira você recebe dois dados extras para qualquer ação no que diz respeito a detectar outros que não pertencem a algum lugar.
(Fonte: Caçadores Caçados 2, V20, página 141)

Capangas (1 Ponto)
Quando você compra o Antecedente Aliados, você está adquirindo membros hardcore do submundo ao invés de membros ordinários da sociedade obediente. Seus Aliados podem ser membros de gangue, magiosos ou membros do seu sindicato do crime organizado. Diferente de Aliados normais, estes indivíduos estão dispostos a arranjar brigas com outros mortais, assassinar inocentes, intimidar locais, temporariamente impedir acesso a áreas inteiras da cidade ou mesmo cometer crimes em seu nome.
(Fonte: Caçadores Caçados 2, V20, página 151)

Memória Eidética (2 pontos)
Você se lembra, com todos os detalhes, de coisas que tiver visto ou ouvido. Documentos, fotos, conversas, etc., podem ser guardados na memória com um mínimo de esforço. Sob condições de tensão que envolvam numerosas distrações, você precisa ser bem sucedido num teste de Percepção+Prontidão (dificuldade 6) para conseguir concentrar-se o suficiente para absorver o que seus sentidos detectam.
(Vampiro, a Máscara; Livro Básico 3ª ed, pág 299)


Defeito

Sangue Potente (3) - Vampiros recuperam dois pontos por cada ponto de sangue que absorvem

Fobia (2 pontos) - Medo de Lula ( E de cobra, por se assemelhar aos tentáculos do animal)
Você sente um medo irracional de alguma coisa. Aranhas, cobras, multidões e alturas são exemplos de fobias comuns. Você deve fazer um teste de Coragem sempre que se deparar com o objeto de sua fobia. A dificuldade do teste é determinada pelo Narrador e se você fracassar, deverá afastar-se daquele objeto.
(Vampiro, a Máscara; Livro Básico 3ª ed, pág 299)

--------------------------------------------------------------//---------------------------------------------------------------------


Observações
-
-
--------------------------------------------------------------//---------------------------------------------------------------------


6. Prelúdio

       Nasceu na Coréia do Sul, em Seul. A família de seu pai, era muito tradicional, apesar de viverem no centro da cidade, muitos parentes tinham casas em locais mais afastados onde mantinham vivos alguns costumes.
Caligrafia e leitura eram passados de geração à geração. No caso de Jeong-Suk, aprendeu a ler e a projetar sua voz para que interpretasse os livros lidos. A Caligrafia apenas surgiu em sua vida quando seu irmão mais novo Park Chanyeol, começou a aprender com seu avô. Ele, por sua vez, ensinava sua irmã enquanto ela o ensinava a interpretar o que lia. O que faziam, porém, faziam escondidos dos pais e avôs. Essa troca entre os dois, firmou ainda mais o laço de irmãos.

       A vida na Coréia parecia dividida, entre a cidade grande, a escola e os amigos, e a casa dos avôs, os parentes rígidos. Jeong-Suk, aprendeu que adaptação era a maneira mais fácil de evitar problemas, apesar de contrária à diversas coisas que lhe era imposta. Aos poucos, havia mais de uma garotinha, uma comunicativa na escola, amiga de todos, a filha fofa de pais orgulhoso e a educada e submissa na casa dos avôs. Park Chanyeol era um idiota em todos os três lugares. Tudo que ele aprontava enquanto menino espoleta, Jeong-Suk tomava à frente e recebia os devidos castigos em seu lugar, para proteger o irmão. Quanto mais ela o protegia, mais mimado ele ficava, mais testava os limites dos pais.

       A vida foi mudando sutilmente. Seus pais, por algum motivo que Jeong-Suk não conseguia entender, passaram a brigar com certa frequência. No entanto, era pouca coisa que sua mãe falava, seu pai, por outro lado, gritava e passou a bater na mãe e a ameaçá-la. Apesar de triste, quando os fatos ocorriam, colocava fones de ouvido no irmão e tentava distraí-lo dos barulhos. Para evitar viver consciente do ambiente hostil, do qual se tornou sua própria casa, passou a estudar e treinar sua habilidades de leitura e escrita ainda mais.

       Para fugir do que vivia, pedia para que os pais deixassem ela e seu irmão irem para a casa dos avós. Entendeu, então, que não existia nada de ruim que não pudesse piorar. Não sabia, na época, que quem mantinha-os protegidos da rigidez da família era sua mãe. Deveriam se encaixar no ritmo da casa, o que se tornou muito difícil para Jeong-Suk, por não poder fazer quase nada e ainda ter que proteger o irmão. Seus castigos, mudaram de leves tapas a verdadeiros assombros. Era trancada em um comodo que não tinha janela, luz ou qualquer outro tipo de percepção de quanto tempo passava no lugar. Apanhava com pedaço de madeira.

       Dormiu sem refeição inúmeras vezes, o que as vezes parecia ser um ganho em sua vida, depois de ter sofrido um peculiar acidente. Em uma das escapadas dela e de seu irmão pela casa dos avós, o pequeno voltou com uma lula escondida consigo e ainda viva. Desafiou que Jeong-Suk comesse. Quando ela o fez prometer que seria a ultima brincadeira que ele fazia, acabou por comer. Ao mastigar e sentir em sua boca pequenas pontadas, não comeu o animal por inteiro e escondeu o fato. Até que sentiu muita dor e foi parar no hospital, onde descobriu que pequenos filhotes de lula haviam crescido em sua boca. Nunca mais chegou perto de nada vivo que lembrasse tentáculos.

       Quando estava com 10 anos e  Park Chanyeol com 7, viram a família afundada em um escândalo por conta de corrupção. Não tinham maturidade para saber exatamente o que havia ocorrido, mas foram arrancados da família de seu pai. A mãe, já cansada de viver naquelas condições, achou que seria o momento certo para finalmente abandonar toda aquela vida cansada. Se mudaram para os Estados Unidos.
Jeong-Suk tinha maturidade o suficiente para entender que a mãe estava se mantendo longe daquela família. Para o irmão mais novo, diziam que estavam de férias. No entanto, não mantiveram nenhum contato com nenhum dos membros. Se adaptar não foi tão difícil, aprender uma nova língua aconteceu naturalmente, por conta da pouca idade. Ajudavam sua mãe com traduções, já que para ela era mais difícil.

       Quando tinha doze anos, sua menstruação desceu e havia se tornado uma mulher. Sua mãe, lhe explicou sobre o corpo feminino e sobre os deveres da mulher. Por final, contou a verdade sobre o pai e que ele havia cometido suicídio à alguns anos atrás. Contou sobre toda a violência que vivera e como havia se sujeitado a aguentar o que aguentou por não ter outra opção, já que seus pais também haviam falecido e eles eram muito pobres. O pai desviava dinheiro da empresa do avô e ambos sonegavam para o governo. No novo país, começaram uma nova vida.

       Chinatown parecia um bom lugar para começar uma nova vida. Aos poucos se adaptaram e puderam crescer e se tornarem bons cidadãos.  Jeong-Suk acabou se tornando amiga dos mais velhos daquela região por conta de sua grande habilidade com a caligrafia. No começo apenas copiava as palavras, depois passou a dominar o idioma. Mas, sabendo ou não o que escrevia, ainda sim, o fazia com destreza. Para ajudar a mãe, que trabalhava de doméstica na casa de americanos, passou a ler e interpretar estórias para os mais velhos em troca de alguns trocados.

       Foi na escola, com 16 anos, que conheceu Tao, seu colega de classe que vivia no mesmo bairro. Ele, por sua vez, tinha seus próprios problemas familiares. Ambos, por conta do que viveram, criaram uma grande amizade. Foi também, por conta dele, que passou a falsificar pequenas assinaturas. No começo, falsificava assinaturas de boletins e provas para os amigos. Até posteriormente começar a fazer identidades falsas com Tao. Ia constantemente para a casa de Tao para aprender a mexer no computador para que pudessem melhorar o pequeno negócio de ambos.

       Ao passo que ia amadurecendo e ficando mais velha, mais entrava no submundo com Tao. Seu irmão, à quem tentava deixar afastado, acabou por entrando com ela. Ele, tinha também talentos com as mãos, mas usava para fazer pequenos furtos. Jeong-Suk tinha 24 anos quando tirou Park Chanyeol da prisão pela primeira vez. Ele, com 21 havia se metido em confusão por conta de bebida e influencias dos amigos. Ambos esconderam o fato para a mãe, que havia decidido que amaria os filhos independente da vida em que estavam metidos.

       Quando a mãe adoeceu, tinham 25 e 22 anos de idade. Sentiam o peso do afastamento da família e o receio de perdê-la. Park Chanyeol sabia a verdade sobre a família e nenhum dos dois queria voltar para Coréia do Sul e abandonar o país em que viviam. Sem a mãe para pesar na consciência, Jeong-Suk começou a andar em passos largos nas falsificações. Identidades falsas, cópias falsas de livros raros, até mesmo pinturas asiáticas antigas. Estudou sobre tecidos, tintas e computação, tudo para fazer o melhor e auxíliar sua mãe e cuidar de seu irmão.

       Tao sempre trazia alguma encomenda de algum trabalho, Jeong-Suk fazia o que ele pedia enquanto pagava a dívida que havia se formado quando precisou de tratamento médico. Depois de paga, continuaram fazendo os trabalhos que faziam, apenas por que sabiam fazê-lo. Mas, obrigou Park Chanyeol a cursar uma faculdade e tentava o deixar afastado dessa vida. Para que ele fosse a curva do destino.

--------------------------------------------------------------//---------------------------------------------------------------------

7. Banco de Dados
-
-
--------------------------------------------------------------//---------------------------------------------------------------------


Irmão Park Chanyeol


Aliado Tao


Personagem JEONG-SUK  



Ps: Observações e Banco de Dados eu não preenchi pq não manjei o q era p colocar
Se possível, gostaria de jogar um pouco no livre, p 'pegar as manhas'
avatar
DaniEaston
Humano
Humano

Data de inscrição : 30/05/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jeong-Suk - Humana

Mensagem por DaniEaston em Sex Jun 09, 2017 8:45 am

[size=18]Nome: Dani Easton
Personagem: JEONG-SUK
Clã: Humano
Natureza: Sobrevivente
Comportamento: Malandro
Geração: -
Refúgio:
Conceito: Falsificadora/Vigarista

Saldo de XP: 0/0


2. Atributos (3-4-6)

Físicos 4
- Força: 2
- Destreza: 3
- Vigor: 2

Sociais 3 (5 ponto bonus)
- Carisma: 2
- Manipulação: 3 (-5pb)
- Aparência: 2

Mentais 6
- Percepção:3
- Inteligência: 3
- Raciocínio:3


3. Habilidades

Talentos 13 (2pt gastos)
- Prontidão: 2
- Esportes: 2
- Briga: 1
- Esquiva: 1
- Empatia: 1 (-2pt)
- Expressão: 2
- Intimidação: 1
- Liderança:
- Manha: 2
- Lábia: 2
Inverti, deixei aqui com 13 pontos em vez de 9

Perícias (9) (4pts gastos)
- Empatia c/ Animais:
- Ofícios: 3
- Condução: 2 (-2pt)
- Etiqueta:
- Armas de Fogo:
- Armas Brancas: 1
- Performance: 2
- Segurança: 1
- Furtividade: 2 (-2pt)
- Sobrevivência:
Gastei 9 em vez de 13. Tirei o excesso em arma branca e segurança. Acho q com 1 ponto é no mínimo alguém que, sabe segurar um porrete, algo assim, não?  


Conhecimentos (5) (2pts gastos)
- Acadêmicos: 1
- Computador: 2
- Finanças: 1
- Investigação:
- Direito:
- Linguística: 2 (Chinês / Coreano/ inglês) (-2pts)
- Medicina:
- Ocultismo:
- Política:
- Ciências:
Fiz a contagem errada dos idiomas, queria deixar ela sabendo as três linguas, usei o ponto extra que estava à mais na perícia e trouxe-o para linguística. Assim ela fica sabendo os três idiomas, o seu que é o coreano, o do local onde vive que é o chines, e o inglês por estar na America e aprender na escola.)

Computador 2 (diminui um pouco do valor anterior e agora está 2).  


4. Vantagens

Antecedentes (5 pontos)
-Aliado Submundo (Combinado com Vantagem)  = 00
 * Aliado do Submundo e o irmão *
-Recursos = 000
(Um pouco sobre Tao e Park foi adcionado para melhor entendimento sobre os personagens)


5. Virtudes

Virtudes - 7
- Consciência: 0 0 (Normal)
- Autocontrole: 0 000 (Obstinado)
- Coragem: 0 000 (Determinado)

Humanidade: 000 000 (Reservado)
Força de Vontade: 0000 00 (-2pts) (Confiante)

-----------------------------------------
Bonus 15
2 em Virtude ( FDV)
5 pontos em Atributos (manipulação)
8 Em Habilidades
------------------------------------------

Qualidades


Camaleão cultural (2 Pontos)
Você é capaz de captar qualquer costume local, hábitos sociais, expressões idiomáticas, modo de vestir e outras pequenas particularidades de um lugar. Se você tiver essa qualidade (pode mudar suas roupas ou falar uma outra língua, entre outros), qualquer pessoa que tentar perceber que você não pertence a um lugar sofre 2 dados de penalidade. De qualquer maneira você recebe dois dados extras para qualquer ação no que diz respeito a detectar outros que não pertencem a algum lugar.
(Fonte: Caçadores Caçados 2, V20, página 141)

Capangas (1 Ponto)
Quando você compra o Antecedente Aliados, você está adquirindo membros hardcore do submundo ao invés de membros ordinários da sociedade obediente. Seus Aliados podem ser membros de gangue, magiosos ou membros do seu sindicato do crime organizado. Diferente de Aliados normais, estes indivíduos estão dispostos a arranjar brigas com outros mortais, assassinar inocentes, intimidar locais, temporariamente impedir acesso a áreas inteiras da cidade ou mesmo cometer crimes em seu nome.
(Fonte: Caçadores Caçados 2, V20, página 151)

Memória Eidética (2 pontos)
Você se lembra, com todos os detalhes, de coisas que tiver visto ou ouvido. Documentos, fotos, conversas, etc., podem ser guardados na memória com um mínimo de esforço. Sob condições de tensão que envolvam numerosas distrações, você precisa ser bem sucedido num teste de Percepção+Prontidão (dificuldade 6) para conseguir concentrar-se o suficiente para absorver o que seus sentidos detectam.
(Vampiro, a Máscara; Livro Básico 3ª ed, pág 299)


---
Defeito

Sangue Potente (3) - Vampiros recuperam dois pontos por cada ponto de sangue que absorvem
Sangue Potente está no livro "Caçadores Caçados". Eu não achei esse manual dos 20 anos para humanos, então usei o manual dos caçadores caçados que sempre usei. Se não puder usar eu tiro, devo usar então só o que tem aqui no forum? . Ta na pagina 61 do pdf)

Fobia (2 pontos) - Medo de Lula ( E de cobra, por se assemelhar aos tentáculos do animal)
Você sente um medo irracional de alguma coisa. Aranhas, cobras, multidões e alturas são exemplos de fobias comuns. Você deve fazer um teste de Coragem sempre que se deparar com o objeto de sua fobia. A dificuldade do teste é determinada pelo Narrador e se você fracassar, deverá afastar-se daquele objeto.
(Vampiro, a Máscara; Livro Básico 3ª ed, pág 299)

-------------------------------------------------------
Observações
- Irmão Park Chanyeol :  https://br.pinterest.com/pin/437693657517766892/
- Aliado Tao : https://br.pinterest.com/pin/357332551670205653/
- Personagem JEONG-SUK   :  https://br.pinterest.com/pin/498492252495388867/
- Pintura http://www.chinaonlinemuseum.com/resources/Home/fuchun-1060.jpg
- Caligrafia http://www.comuseum.com/wp-content/uploads/2015/09/wen-zhengming_gaozong.jpg
---------------------------------------------------------
6. Prelúdio

       Nasceu na Coréia do Sul, em Seul. A família de seu pai, era muito tradicional, apesar de viverem no centro da cidade, muitos parentes tinham casas em locais mais afastados onde mantinham vivos alguns costumes.
Caligrafia e leitura eram passados de geração à geração. No caso de Jeong-Suk, aprendeu a ler e a projetar sua voz para que interpretasse os livros lidos. A Caligrafia apenas surgiu em sua vida quando seu irmão mais novo Park Chanyeol, começou a aprender com seu avô. Ele, por sua vez, ensinava sua irmã enquanto ela o ensinava a interpretar o que lia. O que faziam, porém, faziam escondidos dos pais e avôs. Essa troca entre os dois, firmou ainda mais o laço de irmãos.

       A vida na Coréia parecia dividida, entre a cidade grande, a escola e os amigos, e a casa dos avôs, os parentes rígidos. Jeong-Suk, aprendeu que adaptação era a maneira mais fácil de evitar problemas, apesar de contrária à diversas coisas que lhe era imposta. Aos poucos, havia mais de uma garotinha, uma comunicativa na escola, amiga de todos, a filha fofa de pais orgulhoso e a educada e submissa na casa dos avôs. Park Chanyeol era um idiota em todos os três lugares. Tudo que ele aprontava enquanto menino espoleta, Jeong-Suk tomava à frente e recebia os devidos castigos em seu lugar, para proteger o irmão. Quanto mais ela o protegia, mais mimado ele ficava, mais testava os limites dos pais.

       A vida foi mudando sutilmente. Seus pais, por algum motivo que Jeong-Suk não conseguia entender, passaram a brigar com certa frequência. No entanto, era pouca coisa que sua mãe falava, seu pai, por outro lado, gritava e passou a bater na mãe e a ameaçá-la. Apesar de triste, quando os fatos ocorriam, colocava fones de ouvido no irmão e tentava distraí-lo dos barulhos. Para evitar viver consciente do ambiente hostil, do qual se tornou sua própria casa, passou a estudar e treinar sua habilidades de leitura e escrita ainda mais.

       Para fugir do que vivia, pedia para que os pais deixassem ela e seu irmão irem para a casa dos avós. Entendeu, então, que não existia nada de ruim que não pudesse piorar. Não sabia, na época, que quem mantinha-os protegidos da rigidez da família era sua mãe. Deveriam se encaixar no ritmo da casa, o que se tornou muito difícil para Jeong-Suk, por não poder fazer quase nada e ainda ter que proteger o irmão. Seus castigos, mudaram de leves tapas a verdadeiros assombros. Era trancada em um comodo que não tinha janela, luz ou qualquer outro tipo de percepção de quanto tempo passava no lugar. Apanhava com pedaço de madeira.

       Dormiu sem refeição inúmeras vezes, o que as vezes parecia ser um ganho em sua vida, depois de ter sofrido um peculiar acidente. Em uma das escapadas dela e de seu irmão pela casa dos avós, o pequeno voltou com uma lula escondida consigo e ainda viva. Desafiou que Jeong-Suk comesse. Quando ela o fez prometer que seria a ultima brincadeira que ele fazia, acabou por comer. Ao mastigar e sentir em sua boca pequenas pontadas, não comeu o animal por inteiro e escondeu o fato. Até que sentiu muita dor e foi parar no hospital, onde descobriu que pequenos filhotes de lula haviam crescido em sua boca. Nunca mais chegou perto de nada vivo que lembrasse tentáculos.

       Quando estava com 10 anos e  Park Chanyeol com 7, viram a família afundada em um escândalo por conta de corrupção. Não tinham maturidade para saber exatamente o que havia ocorrido, mas foram arrancados da família de seu pai. A mãe, já cansada de viver naquelas condições, achou que seria o momento certo para finalmente abandonar toda aquela vida cansada. Se mudaram para os Estados Unidos.
Jeong-Suk tinha maturidade o suficiente para entender que a mãe estava se mantendo longe daquela família. Para o irmão mais novo, diziam que estavam de férias. No entanto, não mantiveram nenhum contato com nenhum dos membros. Se adaptar não foi tão difícil, aprender uma nova língua aconteceu naturalmente, por conta da pouca idade. Ajudavam sua mãe com traduções, já que para ela era mais difícil.

       Quando tinha doze anos, sua menstruação desceu e havia se tornado uma mulher. Sua mãe, lhe explicou sobre o corpo feminino e sobre os deveres da mulher. Por final, contou a verdade sobre o pai e que ele havia cometido suicídio à alguns anos atrás. Contou sobre toda a violência que vivera e como havia se sujeitado a aguentar o que aguentou por não ter outra opção, já que seus pais também haviam falecido e eles eram muito pobres. O pai desviava dinheiro da empresa do avô e ambos sonegavam para o governo. No novo país, começaram uma nova vida.

       Chinatown parecia um bom lugar para começar uma nova vida. Aos poucos se adaptaram e puderam crescer e se tornarem bons cidadãos.  Jeong-Suk acabou se tornando amiga dos mais velhos daquela região por conta de sua grande habilidade com a caligrafia. No começo apenas copiava as palavras, depois passou a dominar o idioma. Mas, sabendo ou não o que escrevia, ainda sim, o fazia com destreza. Para ajudar a mãe, que trabalhava de doméstica na casa de americanos, passou a ler e interpretar estórias para os mais velhos em troca de alguns trocados.

       Foi na escola, com 16 anos, que conheceu Tao, seu colega de classe que vivia no mesmo bairro. Ele, por sua vez, tinha seus próprios problemas familiares. Ambos, por conta do que viveram, criaram uma grande amizade. Foi também, por conta dele, que passou a falsificar pequenas assinaturas. No começo, falsificava assinaturas de boletins e provas para os amigos. Até posteriormente começar a fazer identidades falsas com Tao. Ia constantemente para a casa de Tao para aprender a mexer no computador para que pudessem melhorar o pequeno negócio de ambos.

       Ao passo que ia amadurecendo e ficando mais velha, mais entrava no submundo com Tao. Seu irmão, à quem tentava deixar afastado, acabou por entrando com ela. Ele, tinha também talentos com as mãos, mas usava para fazer pequenos furtos. Jeong-Suk tinha 24 anos quando tirou Park Chanyeol da prisão pela primeira vez. Ele, com 21 havia se metido em confusão por conta de bebida e influencias dos amigos. Ambos esconderam o fato para a mãe, que havia decidido que amaria os filhos independente da vida em que estavam metidos.

       Quando a mãe morreu, tinham 25 e 22 anos de idade. Estavam, finalmente, sozinhos no mundo. Park Chanyeol sabia a verdade sobre a família e nenhum dos dois queria voltar para Coréia do Sul e abandonar o país em que viviam. Sem a mãe para pesar na consciência, Jeong-Suk começou a andar em passos largos nas falsificações. Identidades falsas, cópias falsas de livros raros, até mesmo pinturas asiáticas antigas. Estudou sobre tecidos, tintas e computação, tudo para fazer o melhor e talvez preencher a sensação no peito de que algo faltava.

       Tao sempre trazia alguma encomenda de algum trabalho, Jeong-Suk fazia o que ele por conta dele ter ajudado sua mãe quando ela precisou de tratamento médico. Depois de paga a dívida, continuaram fazendo os trabalhos que faziam, apenas por que sabiam fazê-lo. Mas, obrigou Park Chanyeol a cursar uma faculdade e tentava o deixar afastado dessa vida. Para que ele fosse a curva do destino.


Sobre Park Chanyeol e Tao.

      Park Chanyeol é estudando de faculdade, cursando o segundo ano em engenharia da computação. É bom com matemática e gosta de exercícios lógicos. Apesar do talento, é preguiçoso e não se empenha como deveria, mas para sua sorte, tem talento nato. Em alguns casos, no entanto, se estimula tanto que acaba ficando obcecado no termino da tarefa. Por diversas vezes tentou entrar nos negócios com a irmã, mas ela sempre o proíbe. Tentou também por intermédio de Tao, mas ele também o inibe. Por fim, Park Chanyeolse desistiu de tentar para alguma gangue ou família chinesa de tanto que o tiraram de perto, no entanto, não deixa de trabalhar com a irmã usando e a ensinando sobre os programas de computação e pesquisando as formas que existem para identificar as falsificações e assim burlar o sistema.
     Quando mais jovem, chegou a cometer pequenos crimes tolos, como entrar em terrenos abandonados, roubar pequenos objetos sem valor e coisas do tipo. Apesar de ser um rapaz comum, encontra felicidade em deixar as pessoas em situações ruins, um certo quê de crueldade, em contrapartida é amoroso com a mãe e a irmã. Tem bastante amigos, mas não se apega muito à todos, prefere um círculo menor de amigos próximos. Tem planos para um futuro recente, de ajudar a irmã, mas não tem plano mais significativo. Sua incerteza é de que talvez esteja destinado a morrer jovem, assim como o pai, como uma maldição na família, embora afirme não acreditar em misticismo.



     Tao se criou praticamente sozinho, apesar de ter família, eram distantes de sua criação. O pai era alcoolatra e a mãe acamada. Começou a trabalhar muito cedo, em tudo que podia trabalhar e rendesse algum dinheiro, para que dessa forma a mãe e ele não passassem fome enquanto o pai gastava seu salário em bebidas. Na época da escola, começou a se unir à pequena gangues de bairro. Se metia em brigas contantemente e estava se tornando cada vez mais violento. Quando conheceu Jeong-Suk, focou sua energia para que pudessem construir algo que valesse, conhecendo alguns rapazes mais velhos, aprendeu sobre procura e demanda, dentro da própria escola, procurava quem estivesse disponível à comprar qualquer documento falso e com Jeong-Suk, começaram o negócio.
     Envelheceram e assim outros propostas de trabalho surgiam. Jeong-Suk se empenhava para se tornar mais hábil e Tao, por sua vez, sentia a necessidade de procurar por mais trabalho e a ajudar. À cada ano que passava, no entanto, fazia mais trabalhos para as gangues até que por fim entrou para a família chinesa depois que sua mãe faleceu. Ainda banca o pai e tenta mantê-lo vivo. É convocado algumas vezes para trabalhos específicos por conseguir focar sua violência apenas no momento certo, não perder a calma em qualquer situação. Sua lealdade é um dos pontos mais altos. Nunca teve nenhum tipo de relação mais intima com Jeong-Suk, mas ambos se sentem confortáveis quando estão juntos.
avatar
DaniEaston
Humano
Humano

Data de inscrição : 30/05/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jeong-Suk - Humana

Mensagem por Bispo Altobello em Sex Jun 09, 2017 12:08 pm

Tá quase!

Nome: DaniEaston 
Personagem: JEONG-SUK
Clã: Humano
Natureza: Camaleão
Comportamento: Malandro
Geração: -
Refúgio:
Conceito: Falsificadora/Vigarista

Saldo de XP: 0/0

--------------------------------------------------------------//---------------------------------------------------------------------


2. Atributos

Físicos 4
- Força: 2
- Destreza: 3
- Vigor: 2

Sociais 3
- Carisma: 2
- Manipulação: 3 (-5pb)
- Aparência: 2

Mentais 6
- Percepção: 3
- Inteligência: 3
- Raciocínio: 3

--------------------------------------------------------------//---------------------------------------------------------------------


3. Habilidades (9)

Talentos 13
- Prontidão: 2
- Esportes: 2
- Briga: 1
- Esquiva: 1
- Empatia: 1 (-2pb)
- Expressão: 2 
- Intimidação: 1
- Liderança:
- Manha: 2 
- Lábia: 2

Perícias 9
- Empatia c/ Animais:
- Ofícios: 3
- Condução: 2 (-2pb)
- Etiqueta:
- Armas de Fogo:
- Armas Brancas: 1
- Performance: 2
- Segurança: 1
- Furtividade: 2 (-2pb)
- Sobrevivência:

Conhecimentos 5 
- Acadêmicos: 1
- Computador: 2
- Finanças: 1
- Investigação:
- Direito:
- Linguística: 2 (Mater: Coreano/Add: Chinês; Inglês) (-2pb)
- Medicina:
- Ocultismo:
- Política:
- Ciências:

--------------------------------------------------------------//---------------------------------------------------------------------


4. Vantagens

Antecedentes 
- Aliados (Tao e Park): 2
- Recursos: 3

--------------------------------------------------------------//---------------------------------------------------------------------


5. Virtudes

Virtudes - 7
- Consciência: 2
- Autocontrole: 4
- Coragem: 4

Humanidade: 6
Força de Vontade: 6 (-2pb)

--------------------------------------------------------------//---------------------------------------------------------------------



Qualidades 

Camaleão cultural (-2pb)
Você é capaz de captar qualquer costume local, hábitos sociais, expressões idiomáticas, modo de vestir e outras pequenas particularidades de um lugar. Se você tiver essa qualidade (pode mudar suas roupas ou falar uma outra língua, entre outros), qualquer pessoa que tentar perceber que você não pertence a um lugar sofre 2 dados de penalidade. De qualquer maneira você recebe dois dados extras para qualquer ação no que diz respeito a detectar outros que não pertencem a algum lugar.
(Fonte: Caçadores Caçados 2, V20, página 141)

Capangas (-1pb)
Quando você compra o Antecedente Aliados, você está adquirindo membros hardcore do submundo ao invés de membros ordinários da sociedade obediente. Seus Aliados podem ser membros de gangue, mafiosos ou membros do seu sindicato do crime organizado. Diferente de Aliados normais, estes indivíduos estão dispostos a arranjar brigas com outros mortais, assassinar inocentes, intimidar locais, temporariamente impedir acesso a áreas inteiras da cidade ou mesmo cometer crimes em seu nome.
(Fonte: Caçadores Caçados 2, V20, página 151)

Memória Eidética (-2pb)
Você se lembra, com todos os detalhes, de coisas que tiver visto ou ouvido. Documentos, fotos, conversas, etc., podem ser guardados na memória com um mínimo de esforço. Sob condições de tensão que envolvam numerosas distrações, você precisa ser bem sucedido num teste de Percepção+Prontidão (dificuldade 6) para conseguir concentrar-se o suficiente para absorver o que seus sentidos detectam.
(Vampiro, a Máscara; Livro Básico 3ª ed, pág 299)


Defeito

Sangue Potente (+3pb) - Vampiros recuperam dois pontos por cada ponto de sangue que absorvem (O Caçadores Caçados é um suplemento de 2ª edição. Na 3ª edição, a White Wolf decidiu repaginar os caçadores com Hunter: the Reckoning e abandonou os Caçadores Caçados, que só foi retomado no V20, sob o título Hunters Hunted 2. Que eu saiba ainda não foi traduzido, nem por fãs, mas a Staff do Fórum já colocou boa parte do material de apoio traduzido AQUI!)

Fobia (+2pb) - Medo de Lula ( E de cobra, por se assemelhar aos tentáculos do animal)
Você sente um medo irracional de alguma coisa. Aranhas, cobras, multidões e alturas são exemplos de fobias comuns. Você deve fazer um teste de Coragem sempre que se deparar com o objeto de sua fobia. A dificuldade do teste é determinada pelo Narrador e se você fracassar, deverá afastar-se daquele objeto.
(Vampiro, a Máscara; Livro Básico 3ª ed, pág 299)

--------------------------------------------------------------//---------------------------------------------------------------------


Observações
-
Sobre Park Chanyeol e Tao.:
     Park Chanyeol é estudando de faculdade, cursando o segundo ano em engenharia da computação. É bom com matemática e gosta de exercícios lógicos. Apesar do talento, é preguiçoso e não se empenha como deveria, mas para sua sorte, tem talento nato. Em alguns casos, no entanto, se estimula tanto que acaba ficando obcecado no termino da tarefa. Por diversas vezes tentou entrar nos negócios com a irmã, mas ela sempre o proíbe. Tentou também por intermédio de Tao, mas ele também o inibe. Por fim, Park Chanyeolse desistiu de tentar para alguma gangue ou família chinesa de tanto que o tiraram de perto, no entanto, não deixa de trabalhar com a irmã usando e a ensinando sobre os programas de computação e pesquisando as formas que existem para identificar as falsificações e assim burlar o sistema. 
     Quando mais jovem, chegou a cometer pequenos crimes tolos, como entrar em terrenos abandonados, roubar pequenos objetos sem valor e coisas do tipo. Apesar de ser um rapaz comum, encontra felicidade em deixar as pessoas em situações ruins, um certo quê de crueldade, em contrapartida é amoroso com a mãe e a irmã. Tem bastante amigos, mas não se apega muito à todos, prefere um círculo menor de amigos próximos. Tem planos para um futuro recente, de ajudar a irmã, mas não tem plano mais significativo. Sua incerteza é de que talvez esteja destinado a morrer jovem, assim como o pai, como uma maldição na família, embora afirme não acreditar em misticismo.



     Tao se criou praticamente sozinho, apesar de ter família, eram distantes de sua criação. O pai era alcoolatra e a mãe acamada. Começou a trabalhar muito cedo, em tudo que podia trabalhar e rendesse algum dinheiro, para que dessa forma a mãe e ele não passassem fome enquanto o pai gastava seu salário em bebidas. Na época da escola, começou a se unir à pequena gangues de bairro. Se metia em brigas contantemente e estava se tornando cada vez mais violento. Quando conheceu Jeong-Suk, focou sua energia para que pudessem construir algo que valesse, conhecendo alguns rapazes mais velhos, aprendeu sobre procura e demanda, dentro da própria escola, procurava quem estivesse disponível à comprar qualquer documento falso e com Jeong-Suk, começaram o negócio.
     Envelheceram e assim outros propostas de trabalho surgiam. Jeong-Suk se empenhava para se tornar mais hábil e Tao, por sua vez, sentia a necessidade de procurar por mais trabalho e a ajudar. À cada ano que passava, no entanto, fazia mais trabalhos para as gangues até que por fim entrou para a família chinesa depois que sua mãe faleceu. Ainda banca o pai e tenta mantê-lo vivo. É convocado algumas vezes para trabalhos específicos por conseguir focar sua violência apenas no momento certo, não perder a calma em qualquer situação. Sua lealdade é um dos pontos mais altos. Nunca teve nenhum tipo de relação mais intima com Jeong-Suk, mas ambos se sentem confortáveis quando estão juntos.

- Irmão Park Chanyeol:  https://br.pinterest.com/pin/437693657517766892/
- Aliado Tao: https://br.pinterest.com/pin/357332551670205653/
- Personagem JEONG-SUK:  https://br.pinterest.com/pin/498492252495388867/
- Pintura: http://www.chinaonlinemuseum.com/resources/Home/fuchun-1060.jpg
- Caligrafia: http://www.comuseum.com/wp-content/uploads/2015/09/wen-zhengming_gaozong.jpg
--------------------------------------------------------------//---------------------------------------------------------------------


6. Prelúdio

       Nasceu na Coréia do Sul, em Seul. A família de seu pai, era muito tradicional, apesar de viverem no centro da cidade, muitos parentes tinham casas em locais mais afastados onde mantinham vivos alguns costumes.
Caligrafia e leitura eram passados de geração à geração. No caso de Jeong-Suk, aprendeu a ler e a projetar sua voz para que interpretasse os livros lidos. A Caligrafia apenas surgiu em sua vida quando seu irmão mais novo Park Chanyeol, começou a aprender com seu avô. Ele, por sua vez, ensinava sua irmã enquanto ela o ensinava a interpretar o que lia. O que faziam, porém, faziam escondidos dos pais e avôs. Essa troca entre os dois, firmou ainda mais o laço de irmãos.

       A vida na Coréia parecia dividida, entre a cidade grande, a escola e os amigos, e a casa dos avôs, os parentes rígidos. Jeong-Suk, aprendeu que adaptação era a maneira mais fácil de evitar problemas, apesar de contrária à diversas coisas que lhe era imposta. Aos poucos, havia mais de uma garotinha, uma comunicativa na escola, amiga de todos, a filha fofa de pais orgulhoso e a educada e submissa na casa dos avôs. Park Chanyeol era um idiota em todos os três lugares. Tudo que ele aprontava enquanto menino espoleta, Jeong-Suk tomava à frente e recebia os devidos castigos em seu lugar, para proteger o irmão. Quanto mais ela o protegia, mais mimado ele ficava, mais testava os limites dos pais.

       A vida foi mudando sutilmente. Seus pais, por algum motivo que Jeong-Suk não conseguia entender, passaram a brigar com certa frequência. No entanto, era pouca coisa que sua mãe falava, seu pai, por outro lado, gritava e passou a bater na mãe e a ameaçá-la. Apesar de triste, quando os fatos ocorriam, colocava fones de ouvido no irmão e tentava distraí-lo dos barulhos. Para evitar viver consciente do ambiente hostil, do qual se tornou sua própria casa, passou a estudar e treinar sua habilidades de leitura e escrita ainda mais.

       Para fugir do que vivia, pedia para que os pais deixassem ela e seu irmão irem para a casa dos avós. Entendeu, então, que não existia nada de ruim que não pudesse piorar. Não sabia, na época, que quem mantinha-os protegidos da rigidez da família era sua mãe. Deveriam se encaixar no ritmo da casa, o que se tornou muito difícil para Jeong-Suk, por não poder fazer quase nada e ainda ter que proteger o irmão. Seus castigos, mudaram de leves tapas a verdadeiros assombros. Era trancada em um comodo que não tinha janela, luz ou qualquer outro tipo de percepção de quanto tempo passava no lugar. Apanhava com pedaço de madeira.

       Dormiu sem refeição inúmeras vezes, o que as vezes parecia ser um ganho em sua vida, depois de ter sofrido um peculiar acidente. Em uma das escapadas dela e de seu irmão pela casa dos avós, o pequeno voltou com uma lula escondida consigo e ainda viva. Desafiou que Jeong-Suk comesse. Quando ela o fez prometer que seria a ultima brincadeira que ele fazia, acabou por comer. Ao mastigar e sentir em sua boca pequenas pontadas, não comeu o animal por inteiro e escondeu o fato. Até que sentiu muita dor e foi parar no hospital, onde descobriu que pequenos filhotes de lula haviam crescido em sua boca. Nunca mais chegou perto de nada vivo que lembrasse tentáculos.

       Quando estava com 10 anos e  Park Chanyeol com 7, viram a família afundada em um escândalo por conta de corrupção. Não tinham maturidade para saber exatamente o que havia ocorrido, mas foram arrancados da família de seu pai. A mãe, já cansada de viver naquelas condições, achou que seria o momento certo para finalmente abandonar toda aquela vida cansada. Se mudaram para os Estados Unidos.
Jeong-Suk tinha maturidade o suficiente para entender que a mãe estava se mantendo longe daquela família. Para o irmão mais novo, diziam que estavam de férias. No entanto, não mantiveram nenhum contato com nenhum dos membros. Se adaptar não foi tão difícil, aprender uma nova língua aconteceu naturalmente, por conta da pouca idade. Ajudavam sua mãe com traduções, já que para ela era mais difícil.

       Quando tinha doze anos, sua menstruação desceu e havia se tornado uma mulher. Sua mãe, lhe explicou sobre o corpo feminino e sobre os deveres da mulher. Por final, contou a verdade sobre o pai e que ele havia cometido suicídio à alguns anos atrás. Contou sobre toda a violência que vivera e como havia se sujeitado a aguentar o que aguentou por não ter outra opção, já que seus pais também haviam falecido e eles eram muito pobres. O pai desviava dinheiro da empresa do avô e ambos sonegavam para o governo. No novo país, começaram uma nova vida.

       Chinatown parecia um bom lugar para começar uma nova vida. Aos poucos se adaptaram e puderam crescer e se tornarem bons cidadãos.  Jeong-Suk acabou se tornando amiga dos mais velhos daquela região por conta de sua grande habilidade com a caligrafia. No começo apenas copiava as palavras, depois passou a dominar o idioma. Mas, sabendo ou não o que escrevia, ainda sim, o fazia com destreza. Para ajudar a mãe, que trabalhava de doméstica na casa de americanos, passou a ler e interpretar estórias para os mais velhos em troca de alguns trocados.

       Foi na escola, com 16 anos, que conheceu Tao, seu colega de classe que vivia no mesmo bairro. Ele, por sua vez, tinha seus próprios problemas familiares. Ambos, por conta do que viveram, criaram uma grande amizade. Foi também, por conta dele, que passou a falsificar pequenas assinaturas. No começo, falsificava assinaturas de boletins e provas para os amigos. Até posteriormente começar a fazer identidades falsas com Tao. Ia constantemente para a casa de Tao para aprender a mexer no computador para que pudessem melhorar o pequeno negócio de ambos.

       Ao passo que ia amadurecendo e ficando mais velha, mais entrava no submundo com Tao. Seu irmão, à quem tentava deixar afastado, acabou por entrando com ela. Ele, tinha também talentos com as mãos, mas usava para fazer pequenos furtos. Jeong-Suk tinha 24 anos quando tirou Park Chanyeol da prisão pela primeira vez. Ele, com 21 havia se metido em confusão por conta de bebida e influencias dos amigos. Ambos esconderam o fato para a mãe, que havia decidido que amaria os filhos independente da vida em que estavam metidos.

       Quando a mãe adoeceu, tinham 25 e 22 anos de idade. Sentiam o peso do afastamento da família e o receio de perdê-la. Park Chanyeol sabia a verdade sobre a família e nenhum dos dois queria voltar para Coréia do Sul e abandonar o país em que viviam. Sem a mãe para pesar na consciência, Jeong-Suk começou a andar em passos largos nas falsificações. Identidades falsas, cópias falsas de livros raros, até mesmo pinturas asiáticas antigas. Estudou sobre tecidos, tintas e computação, tudo para fazer o melhor e auxíliar sua mãe e cuidar de seu irmão.

       Tao sempre trazia alguma encomenda de algum trabalho, Jeong-Suk fazia o que ele pedia enquanto pagava a dívida que havia se formado quando precisou de tratamento médico. Depois de paga, continuaram fazendo os trabalhos que faziam, apenas por que sabiam fazê-lo. Mas, obrigou Park Chanyeol a cursar uma faculdade e tentava o deixar afastado dessa vida. Para que ele fosse a curva do destino.

--------------------------------------------------------------//---------------------------------------------------------------------

7. Banco de Dados
-
-
--------------------------------------------------------------//---------------------------------------------------------------------

_________________
"Subirei aos céus, erguerei meu trono acima das estrelas de Deus
E lá, mais alto que as nuvens, serei como o Altíssimo." 
avatar
Bispo Altobello
Administrador
Administrador

Data de inscrição : 08/03/2010
Idade : 23
Localização : Brasília - DF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jeong-Suk - Humana

Mensagem por DaniEaston em Sex Jun 09, 2017 3:51 pm

[size=18]Nome: Dani Easton
Personagem: JEONG-SUK
Clã: Humano
Natureza: Sobrevivente
Comportamento: Malandro
Geração: -
Refúgio:
Conceito: Falsificadora/Vigarista

Saldo de XP: 0/0


2. Atributos (3-4-6)

Físicos 5
- Força: 2
- Destreza: 3
- Vigor: 2

Sociais 3 (5 ponto bonus)
- Carisma: 2
- Manipulação: 3 (-5pb)
- Aparência: 2

Mentais 6
- Percepção:3
- Inteligência: 3
- Raciocínio:3


3. Habilidades

Talentos 13
- Prontidão: 2
- Esportes: 2
- Briga: 1
- Esquiva: 1
- Empatia: 1 (-2pt)
- Expressão: 2
- Intimidação: 1
- Liderança:
- Manha: 2
- Lábia: 2
Inverti, deixei aqui com 13 pontos em vez de 9

Perícias (9) (-4pts gastos)
- Empatia c/ Animais:
- Ofícios: 3
- Condução: 2 (-2pt)
- Etiqueta:
- Armas de Fogo:
- Armas Brancas: 1
- Performance: 2
- Segurança: 1
- Furtividade: 2 (-2pt)
- Sobrevivência:


Conhecimentos (5)
- Acadêmicos: 1
- Computador: 2
- Finanças: 1
- Investigação:
- Direito:
- Linguística: 2 (Chinês / Coreano/ inglês) (-2pts)
- Medicina:
- Ocultismo:
- Política:
- Ciências:


4. Vantagens

Antecedentes (5 pontos)
-Aliado Submundo (Combinado com Vantagem)  = 2
 * Aliado do Submundo e o irmão *
-Recursos = 3



5. Virtudes

Virtudes - 7
- Consciência: 2 (Normal)
- Autocontrole: 4 (Obstinado)
- Coragem: 4 (Determinado)

Humanidade: 6 (Reservado)
Força de Vontade: 6 (-2pts) (Confiante)

-----------------------------------------
Bonus 15
2 em Virtude ( FDV)
5 pontos em Atributos (manipulação)
8 Em Habilidades
------------------------------------------

Qualidades


Camaleão cultural (2 Pontos)
Você é capaz de captar qualquer costume local, hábitos sociais, expressões idiomáticas, modo de vestir e outras pequenas particularidades de um lugar. Se você tiver essa qualidade (pode mudar suas roupas ou falar uma outra língua, entre outros), qualquer pessoa que tentar perceber que você não pertence a um lugar sofre 2 dados de penalidade. De qualquer maneira você recebe dois dados extras para qualquer ação no que diz respeito a detectar outros que não pertencem a algum lugar.
(Fonte: Caçadores Caçados 2, V20, página 141)

Capangas (1 Ponto)
Quando você compra o Antecedente Aliados, você está adquirindo membros hardcore do submundo ao invés de membros ordinários da sociedade obediente. Seus Aliados podem ser membros de gangue, magiosos ou membros do seu sindicato do crime organizado. Diferente de Aliados normais, estes indivíduos estão dispostos a arranjar brigas com outros mortais, assassinar inocentes, intimidar locais, temporariamente impedir acesso a áreas inteiras da cidade ou mesmo cometer crimes em seu nome.
(Fonte: Caçadores Caçados 2, V20, página 151)

Memória Eidética (2 pontos)
Você se lembra, com todos os detalhes, de coisas que tiver visto ou ouvido. Documentos, fotos, conversas, etc., podem ser guardados na memória com um mínimo de esforço. Sob condições de tensão que envolvam numerosas distrações, você precisa ser bem sucedido num teste de Percepção+Prontidão (dificuldade 6) para conseguir concentrar-se o suficiente para absorver o que seus sentidos detectam.
(Vampiro, a Máscara; Livro Básico 3ª ed, pág 299)


---
Defeito

(troquei o outro defeito por esse)
Hemofílico (3 Pontos) (só para humanos)
Seu personagem sofre de hemofilia. Se ele for cortado, ele não vai parar de sangrar sem ajuda médica. Se seu personagem sofrer dano letal ou agravado, ele sofre um nível adicional de dano contusivo a cada 5 minutos até que seu ferimento tenha sido estancado para parar de sangrar. Qualquer vampiro que o morder pode "estancar" a ferida e parar a hemorragia ao lambê-la depois da mordida.
(Fonte: Caçadores Caçados 2, V20, página 42) [/color]

Fobia (2 pontos) - Medo de Lula ( E de cobra, por se assemelhar aos tentáculos do animal)
Você sente um medo irracional de alguma coisa. Aranhas, cobras, multidões e alturas são exemplos de fobias comuns. Você deve fazer um teste de Coragem sempre que se deparar com o objeto de sua fobia. A dificuldade do teste é determinada pelo Narrador e se você fracassar, deverá afastar-se daquele objeto.
(Vampiro, a Máscara; Livro Básico 3ª ed, pág 299)

-------------------------------------------------------
Observações
Sobre Tao e Park Chanyeol:
Park Chanyeol é estudando de faculdade, cursando o segundo ano em engenharia da computação. É bom com matemática e gosta de exercícios lógicos. Apesar do talento, é preguiçoso e não se empenha como deveria, mas para sua sorte, tem talento nato. Em alguns casos, no entanto, se estimula tanto que acaba ficando obcecado no termino da tarefa. Por diversas vezes tentou entrar nos negócios com a irmã, mas ela sempre o proíbe. Tentou também por intermédio de Tao, mas ele também o inibe. Por fim, Park Chanyeolse desistiu de tentar para alguma gangue ou família chinesa de tanto que o tiraram de perto, no entanto, não deixa de trabalhar com a irmã usando e a ensinando sobre os programas de computação e pesquisando as formas que existem para identificar as falsificações e assim burlar o sistema.
    Quando mais jovem, chegou a cometer pequenos crimes tolos, como entrar em terrenos abandonados, roubar pequenos objetos sem valor e coisas do tipo. Apesar de ser um rapaz comum, encontra felicidade em deixar as pessoas em situações ruins, um certo quê de crueldade, em contrapartida é amoroso com a mãe e a irmã. Tem bastante amigos, mas não se apega muito à todos, prefere um círculo menor de amigos próximos. Tem planos para um futuro recente, de ajudar a irmã, mas não tem plano mais significativo. Sua incerteza é de que talvez esteja destinado a morrer jovem, assim como o pai, como uma maldição na família, embora afirme não acreditar em misticismo.


    Tao se criou praticamente sozinho, apesar de ter família, eram distantes de sua criação. O pai era alcoolatra e a mãe acamada. Começou a trabalhar muito cedo, em tudo que podia trabalhar e rendesse algum dinheiro, para que dessa forma a mãe e ele não passassem fome enquanto o pai gastava seu salário em bebidas. Na época da escola, começou a se unir à pequena gangues de bairro. Se metia em brigas contantemente e estava se tornando cada vez mais violento. Quando conheceu Jeong-Suk, focou sua energia para que pudessem construir algo que valesse, conhecendo alguns rapazes mais velhos, aprendeu sobre procura e demanda, dentro da própria escola, procurava quem estivesse disponível à comprar qualquer documento falso e com Jeong-Suk, começaram o negócio.
    Envelheceram e assim outros propostas de trabalho surgiam. Jeong-Suk se empenhava para se tornar mais hábil e Tao, por sua vez, sentia a necessidade de procurar por mais trabalho e a ajudar. À cada ano que passava, no entanto, fazia mais trabalhos para as gangues até que por fim entrou para a família chinesa depois que sua mãe faleceu. Ainda banca o pai e tenta mantê-lo vivo. É convocado algumas vezes para trabalhos específicos por conseguir focar sua violência apenas no momento certo, não perder a calma em qualquer situação. Sua lealdade é um dos pontos mais altos. Nunca teve nenhum tipo de relação mais intima com Jeong-Suk, mas ambos se sentem confortáveis quando estão juntos.


- Irmão Park Chanyeol :  https://br.pinterest.com/pin/437693657517766892/
- Aliado Tao : https://br.pinterest.com/pin/357332551670205653/
- Personagem JEONG-SUK   :  https://br.pinterest.com/pin/498492252495388867/
- Pintura http://www.chinaonlinemuseum.com/resources/Home/fuchun-1060.jpg
- Caligrafia http://www.comuseum.com/wp-content/uploads/2015/09/wen-zhengming_gaozong.jpg
---------------------------------------------------------
6. Prelúdio

       Nasceu na Coréia do Sul, em Seul. A família de seu pai, era muito tradicional, apesar de viverem no centro da cidade, muitos parentes tinham casas em locais mais afastados onde mantinham vivos alguns costumes.
Caligrafia e leitura eram passados de geração à geração. No caso de Jeong-Suk, aprendeu a ler e a projetar sua voz para que interpretasse os livros lidos. A Caligrafia apenas surgiu em sua vida quando seu irmão mais novo Park Chanyeol, começou a aprender com seu avô. Ele, por sua vez, ensinava sua irmã enquanto ela o ensinava a interpretar o que lia. O que faziam, porém, faziam escondidos dos pais e avôs. Essa troca entre os dois, firmou ainda mais o laço de irmãos.

       A vida na Coréia parecia dividida, entre a cidade grande, a escola e os amigos, e a casa dos avôs, os parentes rígidos. Jeong-Suk, aprendeu que adaptação era a maneira mais fácil de evitar problemas, apesar de contrária à diversas coisas que lhe era imposta. Aos poucos, havia mais de uma garotinha, uma comunicativa na escola, amiga de todos, a filha fofa de pais orgulhoso e a educada e submissa na casa dos avôs. Park Chanyeol era um idiota em todos os três lugares. Tudo que ele aprontava enquanto menino espoleta, Jeong-Suk tomava à frente e recebia os devidos castigos em seu lugar, para proteger o irmão. Quanto mais ela o protegia, mais mimado ele ficava, mais testava os limites dos pais.

       A vida foi mudando sutilmente. Seus pais, por algum motivo que Jeong-Suk não conseguia entender, passaram a brigar com certa frequência. No entanto, era pouca coisa que sua mãe falava, seu pai, por outro lado, gritava e passou a bater na mãe e a ameaçá-la. Apesar de triste, quando os fatos ocorriam, colocava fones de ouvido no irmão e tentava distraí-lo dos barulhos. Para evitar viver consciente do ambiente hostil, do qual se tornou sua própria casa, passou a estudar e treinar sua habilidades de leitura e escrita ainda mais.

       Para fugir do que vivia, pedia para que os pais deixassem ela e seu irmão irem para a casa dos avós. Entendeu, então, que não existia nada de ruim que não pudesse piorar. Não sabia, na época, que quem mantinha-os protegidos da rigidez da família era sua mãe. Deveriam se encaixar no ritmo da casa, o que se tornou muito difícil para Jeong-Suk, por não poder fazer quase nada e ainda ter que proteger o irmão. Seus castigos, mudaram de leves tapas a verdadeiros assombros. Era trancada em um comodo que não tinha janela, luz ou qualquer outro tipo de percepção de quanto tempo passava no lugar. Apanhava com pedaço de madeira.

       Dormiu sem refeição inúmeras vezes, o que as vezes parecia ser um ganho em sua vida, depois de ter sofrido um peculiar acidente. Em uma das escapadas dela e de seu irmão pela casa dos avós, o pequeno voltou com uma lula escondida consigo e ainda viva. Desafiou que Jeong-Suk comesse. Quando ela o fez prometer que seria a ultima brincadeira que ele fazia, acabou por comer. Ao mastigar e sentir em sua boca pequenas pontadas, não comeu o animal por inteiro e escondeu o fato. Até que sentiu muita dor e foi parar no hospital, onde descobriu que pequenos filhotes de lula haviam crescido em sua boca. Nunca mais chegou perto de nada vivo que lembrasse tentáculos.

       Quando estava com 10 anos e  Park Chanyeol com 7, viram a família afundada em um escândalo por conta de corrupção. Não tinham maturidade para saber exatamente o que havia ocorrido, mas foram arrancados da família de seu pai. A mãe, já cansada de viver naquelas condições, achou que seria o momento certo para finalmente abandonar toda aquela vida cansada. Se mudaram para os Estados Unidos.
Jeong-Suk tinha maturidade o suficiente para entender que a mãe estava se mantendo longe daquela família. Para o irmão mais novo, diziam que estavam de férias. No entanto, não mantiveram nenhum contato com nenhum dos membros. Se adaptar não foi tão difícil, aprender uma nova língua aconteceu naturalmente, por conta da pouca idade. Ajudavam sua mãe com traduções, já que para ela era mais difícil.

       Quando tinha doze anos, sua menstruação desceu e havia se tornado uma mulher. Sua mãe, lhe explicou sobre o corpo feminino e sobre os deveres da mulher. Por final, contou a verdade sobre o pai e que ele havia cometido suicídio à alguns anos atrás. Contou sobre toda a violência que vivera e como havia se sujeitado a aguentar o que aguentou por não ter outra opção, já que seus pais também haviam falecido e eles eram muito pobres. O pai desviava dinheiro da empresa do avô e ambos sonegavam para o governo. No novo país, começaram uma nova vida.

       Chinatown parecia um bom lugar para começar uma nova vida. Aos poucos se adaptaram e puderam crescer e se tornarem bons cidadãos.  Jeong-Suk acabou se tornando amiga dos mais velhos daquela região por conta de sua grande habilidade com a caligrafia. No começo apenas copiava as palavras, depois passou a dominar o idioma. Mas, sabendo ou não o que escrevia, ainda sim, o fazia com destreza. Para ajudar a mãe, que trabalhava de doméstica na casa de americanos, passou a ler e interpretar estórias para os mais velhos em troca de alguns trocados.

       Foi na escola, com 16 anos, que conheceu Tao, seu colega de classe que vivia no mesmo bairro. Ele, por sua vez, tinha seus próprios problemas familiares. Ambos, por conta do que viveram, criaram uma grande amizade. Foi também, por conta dele, que passou a falsificar pequenas assinaturas. No começo, falsificava assinaturas de boletins e provas para os amigos. Até posteriormente começar a fazer identidades falsas com Tao. Ia constantemente para a casa de Tao para aprender a mexer no computador para que pudessem melhorar o pequeno negócio de ambos.

       Ao passo que ia amadurecendo e ficando mais velha, mais entrava no submundo com Tao. Seu irmão, à quem tentava deixar afastado, acabou por entrando com ela. Ele, tinha também talentos com as mãos, mas usava para fazer pequenos furtos. Jeong-Suk tinha 24 anos quando tirou Park Chanyeol da prisão pela primeira vez. Ele, com 21 havia se metido em confusão por conta de bebida e influencias dos amigos. Ambos esconderam o fato para a mãe, que havia decidido que amaria os filhos independente da vida em que estavam metidos.

       Quando a mãe morreu, tinham 25 e 22 anos de idade. Estavam, finalmente, sozinhos no mundo. Park Chanyeol sabia a verdade sobre a família e nenhum dos dois queria voltar para Coréia do Sul e abandonar o país em que viviam. Sem a mãe para pesar na consciência, Jeong-Suk começou a andar em passos largos nas falsificações. Identidades falsas, cópias falsas de livros raros, até mesmo pinturas asiáticas antigas. Estudou sobre tecidos, tintas e computação, tudo para fazer o melhor e talvez preencher a sensação no peito de que algo faltava.

       Tao sempre trazia alguma encomenda de algum trabalho, Jeong-Suk fazia o que ele por conta dele ter ajudado sua mãe quando ela precisou de tratamento médico. Depois de paga a dívida, continuaram fazendo os trabalhos que faziam, apenas por que sabiam fazê-lo. Mas, obrigou Park Chanyeol a cursar uma faculdade e tentava o deixar afastado dessa vida. Para que ele fosse a curva do destino.
-------------------------------

(PS: Aquele defeito parecia ser muito interessante, uma pena que não rola usá-lo, de qualquer forma, ajeitei tudo...acho eu )
avatar
DaniEaston
Humano
Humano

Data de inscrição : 30/05/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jeong-Suk - Humana

Mensagem por Bispo Altobello em Seg Jun 12, 2017 4:36 pm

Ficha Aprovada!

Você pode conferir as crônicas e vagas AQUI!

_________________
"Subirei aos céus, erguerei meu trono acima das estrelas de Deus
E lá, mais alto que as nuvens, serei como o Altíssimo." 
avatar
Bispo Altobello
Administrador
Administrador

Data de inscrição : 08/03/2010
Idade : 23
Localização : Brasília - DF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jeong-Suk - Humana

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum