Children of Midnight - Nuit de la peste

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Children of Midnight - Nuit de la peste

Mensagem por Undead Freak em Seg Maio 29, 2017 5:06 pm

Brian James Fischer (Dylan Dog)

FdV: 06/06;
Vitalidade: Completa.


(Durante o trajeto...)


- No porto? Que horas exatamente? Qual a parte? Como ele vai supervisionar uma transação sem ter segurança?


- Vai ser daqui a pouco. Assim que se equipar, vou fazer uma ligação para ele, avisando que estarei enviando um novo "executor" para ajudá-lo. Executor é um termo informal, é como um soldato ou associado especializado no serviço bruto, por assim dizer.

(No arsenal...)

- Ele some com a C4, o resto é só pra garantir caso algo fuja do planejado… Eu devolvo o que não usar.

- Relaxa. Pode ficar como um presente. Será como um extra, além do seu pagamento, é claro.

(Durante o trajeto para o porto...)

Sonny saca o seu celular "modesto" e faz uma ligação enquanto Vito dirige.

- Bruno? O patrão falou para você estar no porto daqui a duas horas. Quando chegar, me envie uma mensagem e eu lhe enviarei um homem da minha confiança -- ele pisca para Dog ao falar isso -- para ajudar na sua segurança. Ok, certo. Não se atrase!

- Pufff... gordo idiota -- diz Vito, após Sonny desligar.

Não leva muito tempo para o trio chegar. O portão está trancado por uma corrente com cadeado, mas Vito o arrebenta facilmente usando um pé-de-cabra que estava no porta-malas do carro.

- De agora em diante é contigo, Dog. Aqui está o meu número. Quando fizer o serviço, me ligue e diga "O bacon acabou", e desligue em seguida. Vamos enviar alguém para buscar você.

Sonny e Vito se despedem e vão embora. Dog adentra o local e começa a analisá-lo.

Off: Percepção+Prontidão, dif.6 - 2 sucessos.

É um porto padrão. Basicamente um local aberto, bem espaçoso e com fileiras de armazéns de tamanho padrão. Há locais de sobra para se esconder, além de uma ou duas torres para ficar de prontidão caso seja necessário bancar o franco-atirador. Há uma pequena saleta mais próximo da água, que é onde Dog deduz que Bruno vai aguardar a transação. Vai ser fácil para ele se esgueirar e plantar a bomba no carro, caso essa seja a sua linha de ação.

Off: Um grandíssimo detalhe. Seu fuzil tem mira telescópica e o tipo de munição de suas armas é rip, o que significa que o dano é, no mínimo, brutal para caralho!!!

Dog tem tempo para montar o seu plano, mas tanto tempo de análise fez as duas horas voarem. O carro de Bruno pode ser visto chegando e parando dentro do armazém. O gordo sai afobado, passando um pano na testa para tirar o suór e se dirigindo a pequena saleta. É agora...
avatar
Undead Freak

Data de inscrição : 02/05/2013
Idade : 27
Localização : São Paulo - SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Children of Midnight - Nuit de la peste

Mensagem por Undead Freak em Seg Maio 29, 2017 5:31 pm

Jorge Altobello (Bispo)

Reserva de Sangue: 15/15.
Força de Vontade: 09/10.
Vitalidade: Completa.


- Menos mal. Bom, o maior desafio é conter essa arma depois que jogarmos contra a Camarilla. Imagino que o Laço não seja passado para as hordas que forem criadas pelos primeiros lacaios, de modo que isso pode acabar se espalhando mais rápido do que podemos dar conta. - O Bispo pondera e questiona em seguida. - Imagino que os desenvolvedores não chegaram a pensar no que fazer depois que a doença se espalhasse e se voltasse contra nós mesmos, né?

- Você se preocupa demais, Lasombra. Eles pensaram em tudo
-- essas são as últimas palavras que ele consegue arrancar do Tzimisce.

O Lasombra procurava não cometer nenhum deslize. Procurava pensar em tudo, em cada detalhe, para sempre poder contornar algum possível imprevisto. No caminho encontrou uma prostituta e a dominou-a sem dificuldade. Como algo frio, robótico e sem vontade, ela entrou no carro e não disse nada, nem expressou nenhuma reação.

Altobello aguardou dentro de seu carro. Levou algum tempo para o navio aparecer e ancorar. Quando chegou, toda a carga começou a ser despejada e transportada para os armazéns. Do carro, Altobello pôde ver diversos containers. Eram enormes, de metal reforçado. Todos eles tinham o seu nome pintado (mais uma cortesia do Arcebispo, provavelmente). Jorge deixou o carro com seus templários quando os homens do porto terminaram de descarregar e transportar todos. Dentro do armazém, próximo aos containers de Jorge, um homem (obviamente um cainita), aguardava pacientemente enquanto o Bispo se aproximava.

Off: 15 containers com cinco criaturas cada.

- Bispo Altobello, eu presumo?

- Sim. E você é? - Ao se aproximar, um vampiro o entrega uma carta que dizia para alimentá-los por três noites. A mesa orientação de Darius.

O homem então desaparece com extrema facilidade, mostrando um domínio incrível da disciplina de ofuscação.

- Kitambi, traga o saco de sangue. - Ordena, se referindo o mortal que sequestraram. Jorge se alimenta, enchendo seu corpo com o sangue do infeliz, que cai desacordado entre a vida e a morte. - Fiquem a postos e me ajudem a conter o monstro, caso mostre-se agressivo. Abra. - Diz para o vampiro que o aguardava, enquanto abre um rasgo em seu pulso com os caninos e faz surgir porções de sombras perto da entrada do contâiner. Os tentáculos conteríam a saída do monstro e Altobello poderia fazer a aberração beber seu sangue, enquanto a segurava com um dos braços.

Cada criatura estava presa em uma gaiola própria. Além disso, estavam acorrentados com correntes que possuíam cravos e entravam por todo o seu corpo, reduzindo muito da sua força, justamente para que fossem fáceis de domar pela primeira vez. No entanto, o bispo não esperava tantos monstros de uma vez. Ele irá precisar dosar bem o sangue, escolher alguns monstros ou caçar mais "sacos de sangue", mas uma coisa é fato: ele tem agora um exército particular um tanto...interessante.
avatar
Undead Freak

Data de inscrição : 02/05/2013
Idade : 27
Localização : São Paulo - SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Children of Midnight - Nuit de la peste

Mensagem por Dylan Dog em Seg Maio 29, 2017 6:08 pm

Ele decide não plantar o C4, não havia assim tanto tempo, e no mais só precisaria de alguns disparos para o pobre mafioso.

De arma em punho, Dog recebe Bruno - Olá senhor, sou o responsável pela sua segurança - Dog estende a mão para o mafioso em um cumprimento simpático - Já verifiquei a saleta, está limpa, irei escoltar o senhor o tempo todo - Dog dizia tudo com firmeza para passar a devida segurança.

No caminho até a saleta Brian complementa - Eles ainda não chegaram, só pra constar - Brian abre a porta da saleta para o mafioso e aguarda que ele entre, assim que Bruno passa por ele para dentro da sala, Dog não puxa a porta, com a mão direita que estava segurando a porta ele já levanta a ponta do fuzil para a nuca de Bruno e dispara*.




*Disparo na cabeça: dif +2 (distância queima-roupa dif -1) = dif 7
avatar
Dylan Dog

Data de inscrição : 08/05/2010
Idade : 24
Localização : São Paulo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Children of Midnight - Nuit de la peste

Mensagem por Bispo Altobello em Ter Jun 06, 2017 10:14 pm

O vampiro que entrega a carta para Altobello permanece em silêncio quando é questionado sobre sua identidade e isso, de certa forma, ofende o ego inflado do Lasombra. "Um zé-ninguém deixando de me responder?" Mas antes que o Bispo pudesse dizer qualquer coisa, o vampiro some diante de seus olhos. "Mas que diabos?" Altobello é orgulhoso, e tem plena confiança na sua capacidade de "ver através". Apenas um Ancião seria capaz de desaparecer perante ele. Dessa forma, ele se põe a procurar pelo miserável com sua visão além do alcance. (Auspícios "Vendo o Invisível")

Primeiro contou quinze containeres e descobriria ter cinco criaturas em cada um deles. Com uma matemática rápida, concluiu serem setenta e cinco ao todo. "Em que buraco eu vou enfiar tantos deles?" Sem contar na quantidade de sangue, considerando que teria que alimentá-los durante três noites seguidas e depois manter o laço de sangue. "Pelo menos tenho as meninas da boate. Elas devem servir pelo menos para a primeira noite." Jorge não tinha planos para secá-las de modo que cada uma delas contribuiria apenas com pouco menos de um terço de seu sangue, o que deixaria fora de perigo de morte. (3 pontos de sangue) Com seus recursos atuais, conseguiria alimentar apenas dois containeres e com esforço. O melhor seria montar uma logística levando a "carga" e as dançarinas para o mesmo lugar e então alimentar o exército. "O problema é como e pra onde eu vou levar esses caras?"

É quando ele se lembra do galpão que usa como arsenal. Ele ri da ironia que é complementar o arsenal com esse tipo de arma. E o transporte... bem, não há milagre. Já tinha caminhoneiros conhecidos que costumavam transportar seu contrabando, de modo que os acionaria para que levasse a carga para o galpão. Após ordenar Jack para guardar o saco de sangue (meio cheio) no porta-malas e fechar o container, esperaria o transporte chegar e acompanharia de perto. Enquanto aguardava, ligou para sua sacerdotisa, Víbora, que além de braço direito de sua diocese também agia como gerente da boate, supervisionando suas blood dolls. - Preciso que traga as meninas para o arsenal. Coloque-as nas vans e leve-as para lá.

_________________
"Subirei aos céus, erguerei meu trono acima das estrelas de Deus
E lá, mais alto que as nuvens, serei como o Altíssimo." 
avatar
Bispo Altobello
Arcebispo La Sombra de New York - Sabá

Data de inscrição : 08/03/2010
Idade : 23
Localização : Brasília - DF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Children of Midnight - Nuit de la peste

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum