O Ruir do Velho Mundo - Os Filhos de Badb

Página 5 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: O Ruir do Velho Mundo - Os Filhos de Badb

Mensagem por Fuuma Monou em Qua Jun 14, 2017 12:02 pm

Baruch King:

Os dois cainitas acompanham os passos de Baruch até este sentar-se na cadeira indicada por Ronald. Não há nenhuma expressão no rosto de ambos, uma máscara de seriedade envolve a face dos membros do Hell's fire. Assim que o Lasombra acomoda-se, este volta a conversar com os demais.

- Então diga-nos, o que você está esperando em um bando? Se as opções aqui não lhe agradaram... - Diz Robin. Os olhos dos dois continuam fixos nos de Baruch... - Mas posso logo lhe dizer, aqueles bandos a serviço de Anderson são... como posso dizer... diferenciados. O Bispo possui funções.. ambições seria uma palavra mais adequada, e estas pedem por cainitas diferenciados.

Do lado de fora é possível ouvir a algazarra se alastrando pelo corredor. Provavelmente ainda uma resposta às palavras de Arthur.

_________________
Sigo em frente... vivo numa noite eterna... as trevas me preenchem, me alimentam... sombras estão ao meu redor... elas falam comigo, me entendem... eu as entendo e compartilho de meu ser, minha alma... nós nos completamos e assim viveremos para todo o sempre.
avatar
Fuuma Monou

Data de inscrição : 08/03/2010
Idade : 28
Localização : Natal - RN

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Ruir do Velho Mundo - Os Filhos de Badb

Mensagem por Fuuma Monou em Qui Jun 15, 2017 8:38 pm

Markus F. Hunt:


Markus escreveu:- Por que acha que Caroline não irá contribuir com a procura de Anthony . O senhor mencionou já outra vez esse desentendimento entre ela e o Regente mas não foi tão profundo. Haveria algum motivo para a Tremere querer que Anthony continuasse desaparecido ?

- Não digo que ela tentará impedir ou mesmo nos levar a algum caminho errado, mas algo mudou em seu comportamento após começar a trabalhar com Hotgan... não consigo precisar o quão diferente ela se tornou. Embora possa dizer pelo olhar dela que ela se recente muito com o Príncipe. Contudo, minhas palavras não vem somente deste fato, pois falo também sobre o que aconteceu durante o tempo em que os dois passaram junto. Como disse anteriormente, há algo que a impede de falar sobre o que ocorria, ou melhor, sobre o que ocorreu enquanto trabalhava com o Príncipe. Algumas vezes tentei falar com ela sobre isso, mas, após algumas palavras, era como se sua língua travasse e a boca dela fechasse automaticamente. Talvez algum tipo de Laço tenha sido criado que impede-a de falar, ou alguma magia mais forte. Minha crença me leva o fato para esse lado.

Bristol, encostado em sua cadeira, leva a mão a cabeça e arruma os cabelos, jogando-os para trás.

- Acredito que mais cinco ou dez minutos serão o suficiente para a chegada de Caroline, então você mesmo poderá tirar suas conclusões. Durante este tempo, há algo mais em que eu possa lhe ajudar? Acredito que, primeiramente, você gostará de ver o geral para poder criar um plano de ação. Se você quiser ler algo, nossa biblioteca é bastante atraente.

O tempo vai passando e cada vez mais Markus caminha para o desconhecido. Mesmo que, no final Hotgan esteja morto e seja impossível precisar o causador, o cainita acabará munido de um grande conhecimento advindo de uma das maiores civilizações que já existiram.

Exatamente 5 minutos se passam até que Bristol olha para cima por um instante e avisa:

- Ela finalmente chegou.

Após alguns instantes a porta se abre e uma mulher, melhor, uma jovem entra na sala.

Imagem - Caroline:



_________________
Sigo em frente... vivo numa noite eterna... as trevas me preenchem, me alimentam... sombras estão ao meu redor... elas falam comigo, me entendem... eu as entendo e compartilho de meu ser, minha alma... nós nos completamos e assim viveremos para todo o sempre.
avatar
Fuuma Monou

Data de inscrição : 08/03/2010
Idade : 28
Localização : Natal - RN

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Ruir do Velho Mundo - Os Filhos de Badb

Mensagem por Fuuma Monou em Qui Jun 15, 2017 9:33 pm

Rian:


Rian escreveu: - Estou com pouco sangue... se eu me curar... meu olhar ia de encontro ao dela -... Pode acontecer com você o mesmo que aconteceu com seu querido Mestre. Olhava agora para a sua arma. - E acredite! Isso aqui não vai me parar! Hahahaha! Agora apenas olhe para frente e dirija, senão você vai acabar batendo esse carro!

Ao ouvir as palavras do Gangrel, Franklim esboça um sorriso, o primeiro da noite, mas este é claramente de escárnio ao que Rian falou. - Você ainda aprendeu que essas suas brincadeiras não tem efeito sobre mim? E ainda por cima continuas segurando essa mochila? Eu te dou três segundos para colocá-la onde estava anteriormente assim que eu parar de falar. - Como Rian viu ao tentar ameaçar a mulher, a arma continua apontada para ele. - Sua cabeça está na minha mira, e não há como errar.

Durante esses instantes, o carro deixa a estrada e entra na floresta. É impressionante a habilidade de Franklim para dirigir. Boa parte do precurso foi feito com a militar olhando ou pelo menos mirando com a arma para Rian.

_________________
Sigo em frente... vivo numa noite eterna... as trevas me preenchem, me alimentam... sombras estão ao meu redor... elas falam comigo, me entendem... eu as entendo e compartilho de meu ser, minha alma... nós nos completamos e assim viveremos para todo o sempre.
avatar
Fuuma Monou

Data de inscrição : 08/03/2010
Idade : 28
Localização : Natal - RN

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Ruir do Velho Mundo - Os Filhos de Badb

Mensagem por Baruch King, O Anjo Caído em Sab Jun 17, 2017 5:07 pm


- Então diga-nos, o que você está esperando em um bando? Se as opções aqui não lhe agradaram...

-- O que procuro em um bando? - Responde o Lasombra enquanto,
lentamente, aproxima-se da mesa.
-- Um bando composto por cabeças-de-pá não me agrada. Recém-criados, abraçados sem treinamento e, principalmente, sem o título de Sabá Verdadeiro sobre suas costas não passam de peões, soldados rasos em um front de batalha. A promessa de Anderson falava sobre cavaleiros de verdade, vampiros que sabem o que estão fazendo. É isso que procuro.


- Mas posso logo lhe dizer, aqueles bandos a serviço de Anderson são... como posso dizer... diferenciados. O Bispo possui funções.. ambições seria uma palavra mais adequada, e estas pedem por cainitas diferenciados.

-- Diferenciados, você diz... - Baruch demonstra interesse. Talvez aquela conversa pudesse chegar a algum lugar. -- Diga-me: O que os diferencia dos demais? Não duvido que Anderson tenha suas ambições, afinal todos nós aqui temos as nossas, mas esta definição chamou minha atenção...

"Um 'amigo' com necessidades que demandam bandos 'diferenciados'... Isso pode ficar interessante."

Do lado de fora é possível ouvir a algazarra se alastrando pelo corredor. Provavelmente ainda uma resposta às palavras de Arthur.

-- Devo dizer, seu Bispo é eloquente... O que ele pretende, com tudo isso? Uma simples blitzkrieg não seria suficiente para derrubar nossos inimigos. Imagino que ele saiba disso.

_________________
Nós queremos ver você se curvar à escuridão. Você quer nos seguir através da noite? Você nunca morrerá como uma criança da noite
Encare sua morte com orgulho, Ele irá vê-lo sorrir.  Com seus olhos brilhantes como estrelas, ele matará a todos, sem remorso. Fome pela escuridão golpeando seu coração, enegrecido desde o início, seu mal arrasta-se em sua mente. Provocando arrepios na espinha, Ele é a Noite! Alegrai-vos na carnificina, sabem que a merecem.





Spoiler:

"Penso, Logo Existo"
- Sussurros, pois ninguém deve nos ouvir.
-- Por que não falamos de igual para igual?
--- Gritos, pois devo ser ouvido.
*Atos, pois não devo confiar apenas nas palavras.*
avatar
Baruch King, O Anjo Caído

Data de inscrição : 29/06/2013
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Ruir do Velho Mundo - Os Filhos de Badb

Mensagem por Beaumont em Sab Jun 17, 2017 9:29 pm

As palavras de Bistrol foram bastante intrigantes para Markus, de fato Caroline era uma pessoa importante assim como Carter nesse quebra-cabeças. Markus estava pensativo e próximo a porta, sua ansiedade por encontrar Caroline já estava começando a ficar visível. 

Markus pensando: "Bom, Caroline pode estar sob influencia de algum gatilho de dominação ou quem sabe algum ritual carácteristico que a impeça de falar o que sabe sobre Hotgan, como o ritual da Língua acusadora." 

Markus como sempre estava raciocinando as possibilidades. Tentou não ser mal educado e voltou sua atenção imediatamente ao Regente e observando o grupo de livros ao qual o vampiro falara. Realmente ele possuía uma biblioteca e isso era bom para os estudos. 

Markus : - O Sr. não possuí nada sobre magia Celta eu presumo ? Por acaso já ouviu falar sobre a Ordem de Hermes ou o Coro Celestial ? Os Magos despertos e sua magika viva totalmente diferente da nossa. Talvez tivesse algo a respeito deles por aqui ? 

Markus tentava não ser intrometido e bisbilhotar, mas seus olhos já corriam pelos livros na esperança de encontrar algo relacionado a magika desperta até que Caroline chegasse. 

Quando a moça chegou, Markus abriu mão de tudo o que estava fazendo para dar a devida atenção a moça. Seus olhos maneavam pelos trejeitos da jovem na tentativa de encontrar caracteristicas sobre a personalidade dela que pudesse usar para sí (Empatia - intuito de descobrir a personalidade da jovem em suas reações)

Markus estendia a mão direita e dizia:

Markus: - Finalmente estou diante de Lady Caroline, como havia dito no ritual de apresentação, sou o Sr. Hunt e meu propósito nesta cidade é exatamente encontrar Hotgan antes que a estabilidade desta cidade seja comprometida por completo. Preciso de sua ajuda Lady Caroline para encontrar índicios sobre o paradeiro de Anthony Hortgan. 

O pedido de Markus era firme, ele almejava uma reação da garota. Para bom ou para ruim.

_________________
/  
Agradecimento a todos os players que gostam da minha narrativa  cheers clown cheers
Melhor Cronica Oficial  = 2008/2009/2010  - A Mascara de Vênus - Herança do Mal
Prêmio Narrador-Grão-Mestre = Por tempo de Narrativa Storyteller
Prêmio Pilar de Vegas = Por Coordenação da Cidade. 
Narrando no fórum desde 2005
avatar
Beaumont

Data de inscrição : 06/03/2010
Idade : 29
Localização : Aracaju/SE

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Ruir do Velho Mundo - Os Filhos de Badb

Mensagem por Rian em Dom Jun 18, 2017 7:20 am

Por um instante havia passado a ideia e a vontade de fazer uma merda das grandes. Mas então eu me tocava que eu não precisava da mochila para encontrar Marie.

"- Mas é claro! Vai ser muito mais fácil encontrar Marie entregando a mochila para a sargento Franklim do que eu ficando com a mochila! Afinal, Franklim a conhece. E Basta eu segui-la no momento em que ela for fazer a entrega! Isto é perfeito!"

A mochila tinha sido o epicentro de toda a confusão entre eu a sargento Franklim. Talvez agora com a ideia que havia surgindo em minha mente poderíamos ter um novo começo. Um sorriso triunfante surgia em meu rosto e eu tomava uma nova abordagem com a mulher, jogando a mochila no banco de trás como ela havia pedido.
- Tudo bem! Você venceu! Não vou mais insistir nesse assunto. Desculpe pela bagunça. Pode guardar sua arma, prometo me comportar de agora em diante. Amigos?!
Propunha um acordo de paz com a mulher.
- Assim que chegarmos ao castelo preciso ter-me com Roden. Poderia me fazer esse favor?

_________________
                                                                
avatar
Rian

Data de inscrição : 30/09/2014
Idade : 33
Localização : Goiânia

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Ruir do Velho Mundo - Os Filhos de Badb

Mensagem por Fuuma Monou em Sab Jun 24, 2017 11:40 pm

CONTINUA...




Chegamos ao final de mais um ciclo e, como sempre, espero que vocês possam ter chegado até aqui se divertindo, pois me diverti muito ao acompanhar a nossa trajetória. Como é de praxe, venho pedir que vocês me enviem uma MP comentando sobre os pontos positivos e negativos da crônica e confirmando se irão ou não participar de sua sequência no próximo ciclo, para reservar uma vaga.

Fiquem atentos à área dos avisos da narração, pois nos próximos dias colocarei um post com os ganhos e perdas desse ciclo para os seus personagens.

_________________
Sigo em frente... vivo numa noite eterna... as trevas me preenchem, me alimentam... sombras estão ao meu redor... elas falam comigo, me entendem... eu as entendo e compartilho de meu ser, minha alma... nós nos completamos e assim viveremos para todo o sempre.
avatar
Fuuma Monou

Data de inscrição : 08/03/2010
Idade : 28
Localização : Natal - RN

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Ruir do Velho Mundo - Os Filhos de Badb

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 5 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum