TRUE DARKNESS

Página 1 de 4 1, 2, 3, 4  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

TRUE DARKNESS

Mensagem por Dylan Dog em Sex Mar 31, 2017 9:32 pm

Senhores, fico muito feliz de ter obtido liberação da narração para iniciar os procedimentos aqui. Como sabem a nossa crônica tem um participante especial e isso faz com que eu precise ser mais severo especialmente, mas não somente com ele.

O cenário do jogo será montado aos poucos e eu farei um tipo de apêndice para cada um de vocês.
Meus jogos EXIGEM uma liberdade. Pessoas com estômago fraco NÃO são bem-vindas. Aqui no fórum eu NÃO pego leve na narrativa, tanto que coloquei "+18" na temática da crônica. Não é só pelo gore, mas eu abordo o que há de pior na sociedade e sim, eu vou explorar o machismo, o racismo, e tudo que há de errado, pois esses elementos podem ser usados no terror e eu vou lançar mão deles. Você não é obrigado a jogar, mas se jogar terá que aceitar meus termos.

Antes de realizarem qualquer post digam se concordam ou não.

Avaliação e XP

Eu preso muito pela interpretação e muitas vezes nem rolo dados dependendo da situação.
Interpretem seus personagens, deixem sua imaginação fluir e terão seus 25xp garantidos comigo.
Se você jogar mal, criar problemas na mesa ou ficar realizando coisas meramente para tumultuar a mesa eu irei descontar da sua XP.
15 xp é pra uma pessoa que jogou todo o ciclo comigo mas jogou mal (isso corresponde a sua assiduidade).
10 xp será a nota da sua interpretação e o visual de cada post.
Total é de 25 (por óbvio).


Ritmo de posts

Eu preciso de paciência. Eu estou em ano de TCC e tenho prática jurídica, mas o que eu gosto de fazer pra compensar os poucos posts semanais fixos (e o motivo pelo qual eu gosto de manter poucos jogadores na crônica), eu curto juntas e fazer uns rush's, logamos juntos numa tarde e postamos um atrás do outro o que faz o jogo render bastante, claro, isso não vai ficar só nos rush's, eu vou postar durante a semana, mas não prometo uma frequência específica, isso vai variar de acordo com os meus afazeres.


Regras da casa

A potência, a rapidez e a fortitude serão usadas no estilo V20.

Eu vou tornar o jogo mais difícil, então as especializações iram servir para dobrar o sucesso do 10, todavia se vocês tiverem mais de uma especialização que interfira naquela rolagem eu diminuirei a dificuldade.



Espero que todos nós possamos ter um bom ciclo!

Bom jogo!
avatar
Dylan Dog

Data de inscrição : 08/05/2010
Idade : 24
Localização : São Paulo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: TRUE DARKNESS

Mensagem por Dylan Dog em Sex Mar 31, 2017 10:15 pm

INFORMAÇÕES GERAIS


Los Angeles. Não apenas um cidade, mas um condado com diversos distritos e que é sabido por membros que hoje é territória pacífico da Camarilla.
No final da década de 90 o antigo príncipe foi destituído (La Croix - Ventrue) e por um tempo a cidade passou por forte tensão política durante alguns anos e um neófito que fora responsável pela queda do príncipe ao descobrir seu conluio com os cataios acabou também por criar laços de afinidade entre a Torre de Marfím e os anarquistas.


O ambiente político da cidade é um pouco diferente, talvez pelo clima mais quente.
O príncipe atualmente é Isaac Harrison do clã Toreador.
O sabá foi expurgado de LA mas nunca se baixa a guarda perante a espada de caim. É sabido que eles tiveram sucesso em derrubar a Camarilla de El Monte e estão expandindo seu domínio que atualmente vai até East Los Angeles passando por Montebello.
O território seguro da Camarilla engloba Los Angeles, Pasadena, Torrance e Santa Mônica.
A oeste de LA iniciando por Toponga State Park é território dos Lobisomens. É de conhecimento que alguns habitam o parque ao norte da Pasadena também.







@Damaru


O ancião tem conhecimentos dos principais acontecimentos ao redor de LA. sua mansão super fortificada fica em um condomínio milionário (cuja a extensão de terra entre uma mansão e outra é de aproximadamente um campo de futebol ou dois)

Endereço fictício, mas pode olhar no maps:
2233 Sunset Plaza Dr
Los Angeles, CA 90069
EUA

Os Garous do Griffin Park recuaram faz alguns meses e ele acredita que foi para ajudar os outros grupos ao norte de Pasadena para evitar uma incursão do Sabá.
Damaru joga esse jogo a tantos anos que não sabe ao certo mais o que quer conquistar, ao menos este mundo se tornou chato e ultimamente seu passa-tempo tem se tornado explorar a umbra o que ele próprio sabe ser muito perigoso, ainda mais com a presença de tribos Garou tão próximas.
É uma noite de particular tédio. Ele se dá conta que está observando a vista da cidade aos seus pés, ao menos é essa a perspectiva que a câmera de segurança passa, a luz do monitor ilumina seu rosto quebrando a escuridão no recinto. Um momento de contemplação que é quebrado por um movimento súbito atrás do ancião. Se eles já não soubesse o que viria em seguida ele provavelmente prenderia a respiração…
- Senhor, todas as verificações foram feitas nos sistemas, estamos seguros - dizia Lilo, sua fiel, eterna e desnuda prisioneira.

Vista da janela:



Última edição por Dylan Dog em Sab Abr 01, 2017 3:52 pm, editado 2 vez(es)
avatar
Dylan Dog

Data de inscrição : 08/05/2010
Idade : 24
Localização : São Paulo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: TRUE DARKNESS

Mensagem por Dylan Dog em Sex Mar 31, 2017 10:25 pm

@White Raven/Madeleine


Madeleine recebeu uma ligação duas semanas atrás com uma oferta praticamente irrecusável.
Encontrar a fonte de um grande mal escondido em Los Angeles. Seu empregador? Jorge Abmussi - Um homem misterioso e extremamente poderoso, aparentemente obcecado com o sobrenatural.
O homem acredita que há um ser extremamente poderoso escondido na cidade, talvez mais de um e queria que o corvo branco encontrasse o tal ser. Valores? 1 milhão de dólares como sinal e mais 2 milhões dependendo do êxito.
White Raven foi alocada em um bom apartamento em Santa Mônica de frente para a praia na esquina da Ocean Avenue com a Wilshire Boulevard.


Vista da janela:
avatar
Dylan Dog

Data de inscrição : 08/05/2010
Idade : 24
Localização : São Paulo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: TRUE DARKNESS

Mensagem por Gam em Sab Abr 01, 2017 5:33 pm

[OFF]
Ok x)

[ON]

Damaru está impaciente.

Ele é impaciente ele.



Entediado, observando a luminosa movimentação do gado, ele nem se vira para responder sua lacaia.

- Ótimo, Lilo. Obrigado. - Ele diz, meio murcho.

Já faz algum tempo que Damaru planeja sua incursão na Umbra, mas ele ainda não chegou a realizá-la. É verdade que ele está aberto a correr os riscos desta jornada pelo desconhecido, sim. Ele confia no seu papel no grande rumo das coisas. Mas também é verdade que nem o tolo parte em uma nova jornada sem se preparar primeiro.

Vê? Ele tem uma trouxinha de suprimentos.

Há muitos meses ele vem estudando os possíveis perigos da Umbra. Ou ao menos os mais óbvios. Ele buscou a relação dos Garous com este mundo, ciente de que eles devem ser sua maior preocupação neste território. Ele buscou saber se seres umbrais são capazes de esconder sua presença como os cainitas fazem no mundo físico. Ele buscou saber que tipos de estratégias um viajante pode usar para se precaver melhor. Tudo isso ele estudou (requisito testes de ocultismo, se possível), mas ainda falta mais um detalhe que define sua bandeira de largada...

Maximilliam, o Regente Tremere local. Em seu último encontro, Damaru lhe fez um pedido específico. Algum ritual ou artefato que o protegesse na Umbra. Ele não queria uma resposta imediata, disse para que o Regente tomasse seu tempo para pesquisar e o contatasse quando tivesse algo sólido para oferecer. Se o resultado lhe for satisfatório, ele o pagará com um favor a altura.

Sim, é arriscado aceitar presentes de Tremeres. Mas, ao mesmo tempo, os Feiticeiros já aprenderam a valorizar os bons olhos de Damaru. Eles já conversaram o suficiente para saber que o Ancião não é nenhum cego, seria tolice tentar passar-lhe a perna agora. E Damaru espera que Maximilliam não seja esse tipo de tolo.

Esparramado sobre a mesa, ele observa a tela de seu velho beep. Há semanas que ele vem aguardando o sinal combinado com o Regente, algo que o avise que ele conseguiu alguma coisa ou desistiu de procurar. A ansiedade lhe acomete como se fosse um neófito. Há um mundo novo o esperando lá fora. Tão perto...

- Lilo. - Ele endireita-se de repente. - Redirecione um de nossos satélites, por favor. Quero uma análise diária da área de cobertura de Griffith Park até Santa Monica Mountains. Encontre a ocorrência e localização de corpos de calor um pouco mais evidentes que um corpo humano. Estamos falando de criaturas de dois a três metros, você vai notar uma diferença razoável do espectro humano padrão de temperatura.

Vamos observar melhor a rotina dos Garous da redondeza. Em alguns dias ele deve ter o suficiente para começar a enxergar padrões em sua movimentação, Damaru assim espera. Sua expectativa é que manter o olho neles desse lado da realidade vai ajudar a entender por onde andam no outro lado.

_________________
... só pode ser os nóia!
avatar
Gam

Data de inscrição : 08/03/2010
Idade : 25
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: TRUE DARKNESS

Mensagem por Dylan Dog em Sab Abr 01, 2017 6:07 pm

@Damaru



Damaru se debruçou sobre os estudos da Umbra e seus vários perigos. O que era mito? Se tudo em seus inúmeros livros de sua biblioteca particular forem verdade é melhor ficar em casa e assistir os filmes da madruga.

Teste de ocultismo:
Int + Ocult (dif/8-2) - 8,2,1,8,4,5,8,4 = 2 sucessos

Não, algumas informações se contradiziam. De fato, os Garous podiam ir até a Umbra, mas pelo ponto de vista vampírico o mais ameaçador lá não são eles. Dependendo da camada da Umbra as ameaças variam. Nas camadas mais superficiais podem ser encontrados alguns espíritos de natureza diversa e estes sim são uma ameaça maior. Existe uma nota sobre fadas, mas há uma palavra ilegível, seria um símbolo?


- Senhor? - Disse a carniçal - Nos últimos 5 dias não notei nenhum movimento estranho no Griffin Park, ele parece deserto, mas em Santa Mônica Mountains a situação parece bem diferente - Ela faz uma pausa - Vou encaminhar as leituras térmicas para o senhor, mas já adianto que existem sim algumas figuras “anômalas”, porém parecem conviver entre figuras humanas.


Em seu computador, Damaru nota alguns vídeos, a resolução não é perfeita, mas é possível sim notar que há figuras de tamanho humano com uma temperatura relativamente elevada e algumas bem maiores com uma temperatura semelhante.
Parecem formar pequenos acampamentos e pelas imagens é possível contar 20 ou 30 figuras (variando de acordo com o dia da filmagem).

*beep* - Tocava o beep com uma curta msg de Max.

Ele esperava o local do encontro.
avatar
Dylan Dog

Data de inscrição : 08/05/2010
Idade : 24
Localização : São Paulo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: TRUE DARKNESS

Mensagem por Gam em Sab Abr 01, 2017 10:14 pm

- Sim, era o esperado. - Ele responde, a respeito da convivência das figuras. - São lobisomens, eu lhe disse? É uma condição genética. As famílias humanas os aceitam e convivem com eles. - Ele explica com seu conhecimento superficial, mas valioso. - Como eles conseguem se manter ocultos do resto da sociedade é um mistério pra mim. Mas não estou observando-os por isso. - A razão, contudo, ele não diz.

- Continue com as leituras em todo o perímetro, por favor. Mas dê atenção especial para esta... tribo. Quero uma noção dos seus padrões de trânsito. Vamos manter o olho neles pelos próximos m... - E então ele é interrompido por um beep. - Um momento.

Damaru se levanta e vai a passos largos até um canto para ler a mensagem. É singelo, mas esse tipo de euforia não lhe é um traço comum. Lilo, definitivamente, nunca o viu tão animado.

- Sim, sim. - Ele encontrou! Está chegando o momento de sua primeira viagem para o outro mundo. Damaru mal consegue se conter. Sua vontade é de abstrair todos os procedimentos de segurança.

Mas é claro que ele não vai fazer isso.

Sim, ele se arruma para sair ofuscado.



- Prepare o helicóptero, estou saindo. - Ele passa de um lado a outro do refúgio colocando uma roupa mais apropriada. - Daqui a exatamente uma hora, envie uma mensagem para este e-mail escrito "Small Peace Square". Prepare uma equipe de segurança armada para montar guarda à paisana por lá. Munição incendiária, como de costume. Eles estarão protegendo este homem, mas só devem agir se necessário. - E com o celular lhe mostra um retrato da imagem que irá assumir para lidar com Maximilliam. O retrato, naturalmente, também é uma imagem criada agora.

Damaru deixa o refúgio ofuscado pelas sombras. Ele entra no helicóptero e indica um destino do outro lado da cidade. No caminho, ele salta de paraquedas. Pousa no Grand Hotel de luxo, livra-se do paraquedas e pega um táxi para a praça em questão. Tudo isso feito de maneira invisível.

Quem chega na praça é uma outra pessoa. Um homem de aparência diferente da dele. Maximilliam saberá de quem se trata devido a um padrão combinado de amarramento de seus cadarços.

Ele respira fundo, cruza as pernas e aproveita a calmaria da praça. Damaru possui uma lista completa de todas as pequenas praças da cidade, e escolhe a localização de seus encontros sem seguir um padrão específico. Observando o movimento ao redor, ele vasculha as mentes dos humanos que passam para saber quais são seus seguranças à paisana. Não que ele espere precisar deles hoje, é mais para passar o tempo.

_________________
... só pode ser os nóia!
avatar
Gam

Data de inscrição : 08/03/2010
Idade : 25
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: TRUE DARKNESS

Mensagem por Dylan Dog em Dom Abr 02, 2017 7:24 pm

@Damaru



Lilo compreende o final da fala de seu mestre e apenas balança a cabeça positivamente.
O Ancião então inicia os preparativos de sua parte para o encontro e sua carniçal fica a postos para destacar e enviar na momento exato a equipe, tudo como o planejado.
A viagem de helicóptero é tranquila, todavia Damaru sente que existe uma necessidade em estudar o esporte paraquedismo para evitar surpresas com o vento.

Spoiler:
dex + espo (dif/6) - 4,8,9 = 2 sucessos

A aterrissagem é tranquila e em pouco tempo Damaru se vê no ponto de encontro devidamente ofuscado com uma imagem diferente da que realmente possui.
Nem 5 minutos se passam e um homem surge ao longe das sombras de algumas árvores do parque, nesse meio tempo Damaru já percebeu que há 3 agentes contratados para sua proteção nos arredores, fazendo cooper, espiando as estrelas com uma luneta, etc, mais 2 estão com rifles devidamente posicionados e fora do alcance de visão.

- Senhor Damaru, boa noite, pode me chamar de Marshall - Diz o homem de cabelos negros e terno cinza chumbo que veio das árvores - Trago os cumprimentos do senhor Strauss, ele me destacou para cuidar de suas… Necessidades com a viagem - Ele não era nenhum tolo, mas falava em código visivelmente protegendo a máscara.
Marshall faz uma pausa esperando que Damaru lhe diga algo, caso contrário ele continua - Aqui - Ele entrega uma página escrita com caneta azul em uma caligrafia legível porém esteticamente pobre - É uma lista de itens para que possamos confeccionar adornos para o senhor, devem ser úteis para sua empreitada, claro, os nossos serviços ficam na bagatela de 208 milhões - O valor era salgado, mas a movimentação anual das empresas de Damaru estava beirando a casa dos trilhões - Temos um acordo?


LISTA:
- 500g pó de ouro
- 500g pó de prata
- 1 pedra de jade em tamanho não inferior à uma bola de golfe
- 1 vela de uma embarcação que tenha feito muitas viagens (quanto mais longe melhor)
- Ossos de um homem santo


- 1 placa de aço (mínimo 50x50cm)
- Colar de contas budista (achado em lojas de artigos religiosos)
- 250g sal grosso
avatar
Dylan Dog

Data de inscrição : 08/05/2010
Idade : 24
Localização : São Paulo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: TRUE DARKNESS

Mensagem por R.Gato em Seg Abr 03, 2017 6:59 pm

Concordo

____________

Sra. W. desperta e como de costume seu companheiro Gael já a esperava sentado em uma poltrona lendo um jornal. Sua chegada no dia anterior fora complicada devido alguns devaneios da Malkavian e o nascer do Sol a impediu de ir ao Elisium se apresentar.

A senhora se levanta vagarosamente como de costume, alonga seus músculos secos e com o respeito que teria com qualquer amigo próximo, cumprimenta o carniçal:

_Boa noite Gael, conseguiu dormir bem? Nossa chegada foi corrida não é mesmo? Prometo não me descuidar da próxima vez.

Tampando um sorriso com a mão direita, a senhora arruma sua camisola e anda em direção a janela. A vista era espetacular e instintivamente ela usa seus dons para fazer uma leitura da cidade¹ e enquanto fitava pequenas pistas para ler aquele ambiente, indagava Gael:

_Descobriu onde é o Elísio? Não quero tardar a me apresentar, acredito que nossa visita aqui não sera muito discreta.

___________________________________________________________

Após a leitura de sua nova moradia e arredores Raven parte para o banheiro para tomar um banho e mentalmente começa a maquinar possibilidades com "Louis".

"Essa cidade é enorme, acredito que tenho milhares de tramas para desvendar até que eu possa chegar a uma conclusão do caso caso principal. Seria interessante descobrir algo sobre Jorge Abmussi, ter uma ou duas cartas na manga sempre ajuda."

Com tudo pronto a ancilla vai ao encontro de Isaac Harrison acompanhada de seu fiel amigo Gael. O carro do casal já contava com todas as ferramentas habituais da dupla demonstrando que Raven não queria perder tempo e partir logo para o que sabia fazer de melhor.


Spoiler:
White Raven:


Gael:


1- Usar Demência 3 e Auspícios na vista da cidade para compreende-la


Última edição por R.Gato em Seg Abr 03, 2017 8:27 pm, editado 1 vez(es)
avatar
R.Gato

Data de inscrição : 08/07/2015
Idade : 26
Localização : Belo Horizonte

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: TRUE DARKNESS

Mensagem por Gam em Seg Abr 03, 2017 7:37 pm

A primeira reação de Damaru é observar a aura do homem, conferindo se trata-se de um humano ou Tremere. No primeiro caso, ele aproveita para vasculhar sua mente para garantir que ele não sabe de algum possível golpe em andamento.

- Boa noite, Marshall. - Ele não o cumprimenta com um aperto de mão, e espera que ele compreenda isso.

Damaru pega a lista e, após verificar sua precedência astral (Toque de Espírito), observa item por item. Tendo em vista o que ele está pedindo, parece razoável.

- Perfeitamente. Me dê uma semana para juntar o material e então marcarei um local com Strauss para entregar tudo. - E adiciona. - Desnecessário dizer, espero total transparência nesse acordo. Nossa relação tem sido saudável, eu odiaria ter de alterar isso.

E já vai se levantando, uma vez que não vê razão para prolongar a conversa.

- Eu e Strauss já temos um método seguro para esse tipo de transferência bancária. Irei pagar metade agora, a outra metade após a conclusão da transação.  Parece razoável?

Assumindo que Marshall não tenha mais nada a tratar, Damaru se despede. No caminho de volta, ele utiliza um outro helicóptero. Os pilotos que ele aluga para voltar são sempre diferentes dos pilotos do condomínio, assim ele não deixa pontas soltas. Todos eles decolam com um passageiro e pousam sem nenhum, ignorantes sobre o ponto que ele saltou (Ofuscação) e instruídos a não fazer perguntas. Desajeitadamente, ele salta de paraquedas de novo. Sua habilidade com esse esporte de fato não é das melhores, uma vez que ele possui falta de prática. Afinal, dá pra contar nos dedos as vezes em que deixa seu refúgio por ano.

Lilo sabe que ele está chegando. É parte de seu trabalho manter o olho em objetos voadores se aproximando. Damaru só se aproxima e adentra o refúgio após receber o código avisando que é seguro aproximar-se. Oculto pelas sombras da noite, ele caminha pelo grande condomínio até a mansão com a parede quimérica que esconde a entrada de sua fortaleza subterrânea.

- Lilo, consiga estes itens até o final da semana. - Ele a entrega a lista, mas acaba voltando e apontando o item "ossos de um homem santo". - Exceto este, pode deixar que cuidarei dele pessoalmente.

Essa parte é importante demais para deixar na mão de terceiros. Provavelmente este é o catalisador mais importante para lhe proteger, e se lhe conseguirem uma ossada de um homem normal será como sair com um kevlar de papel.

Ele recolhe-se então a sua biblioteca, onde irá se fechar para pesquisar sobre a vida e a morte dos mais de dez mil homens considerados santos pela igreja católica. Ele irá focar principal, mas não exclusivamente, nos que foram enterrados em território americano. Sua intenção é encontrar o melhor equilíbrio entre a santidade reconhecida do homem por diversas frentes da Igreja e o quão irrelevante ele é hoje para o público. É importante que seu alvo não tenha chamado tanta atenção assim, o que significa que seu cadáver não está tão bem guardado. Vê, a ossada de um Papa daria muito mais trabalho e chamaria uma atenção desnecessária, enquanto um santo local que curava senhoras cegas em alguma cidade rural deve ter sido enterrado em meio a outros homens comuns.


Última edição por Gam em Sab Abr 08, 2017 9:38 pm, editado 1 vez(es)

_________________
... só pode ser os nóia!
avatar
Gam

Data de inscrição : 08/03/2010
Idade : 25
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: TRUE DARKNESS

Mensagem por Dylan Dog em Ter Abr 04, 2017 8:24 am

@White Raven/Madeleine




O sono fora tranquilo e Sra. W tinha um despertar calmo e vagaroso digno de uma senhora de sua idade (humana) e de sua classe (alta).
O quarto era grande, havia uma cama de solteiro para Gael e esta já estava arrumada. Seu carniçal estava pronto e lendo o jornal enquanto se deliciava com uma caneca de café. Sua expressão era de satisfação enquanto dava um gole e lia as tirinhas.
- Boa noite senhora, como foi seu repouso? - Perguntou como de costume.
Ele ouvia o questionamento quanto ao Elísio - Sim, o endereço fica em Beverli Hills, é um casarão usado de Elísio pelo próprio Isaac - Gael começa a dobrar o jornal e a terminar o café.

O corvo branco pousa na janela e então se detém por um momento a apreciar a paisagem enquanto de um momento para outro seus sentidos se misturavam e as luzes da cidade dançavam ao som do parque.

TESTE OCULTO

A música do parque fica cada vez mais alta e Madeleine se vê andando no parque. Ela pode ver diversas pessoas sem rosto caminhando e aparentemente sorrindo. Seus sentidos estão entorpecidos como se estivesse embriagada. Do seu lado direito o vendedor de pipoca entrega alguns pacotes para as crianças, neles há pipocas salpicadas de vermes se contorcem com o sal enquanto as crianças sorriem e mastigam pipocas e vermes, o olhar maníaco das pequenas é perturbador, elas sabiam o que estavam fazendo e gostavam.

De um outro lado ela pode ver em um palco um homem grisalho meditando e levitando, a plateia está impressionada e as sombras projetadas no palco começam a dançar como se formassem algum tipo de ser que começava a tentar agarrar o homem.
Madeleine vê claramente ao fundo um homem de cartola que parece a convidar para ir à tenda principal, ele é gentil e a guia suavemente pela mão, seus rosto por algum motivo é incompreensível, não que não seja humano, mas é como se cada vez que ela olhasse fosse alguém diferente usando as mesmas roupas.

Dentro da tenda ela pode ver um imenso santuário e um ser de carne podre sentado em um trono no topo. Pessoas caminham ao redor dele em louvor enquanto entoam algum cântico soturno que misturado à música começa a ficar cada vez mais perturbador.
Madeleine não consegue mais se manter firme e seus sentidos se embaralham, sua visão gira mais do que em um carrossel e então ela cai, sobre ela um homem careca usando óculos a observa no chão, ele parece triste com o que houve com a pobre lunática que por sua vez perde totalmente os sentidos.


A ancilla acorda novamente em sua cama e Gael está ao seu lado aparentemente preocupado.

- Senhora! Como está? A senhora desmaiou e ficou uma noite e um dia desacordada - Ele parecia preocupado, mas tudo ao redor parecia normal.
avatar
Dylan Dog

Data de inscrição : 08/05/2010
Idade : 24
Localização : São Paulo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: TRUE DARKNESS

Mensagem por Dylan Dog em Ter Abr 04, 2017 9:20 am

@Damaru



Nenhum dos dois estende a mão para um aperto amigável, um cumprimento ou qualquer coisa, a situação seria estranha para os meios sociais comuns, mas não para aqueles dois, ambos sabiam que era melhor ser mais “reservado”, então de certa forma a dupla se deu com um educado boa noite.

TESTE OCULTO

Damaru recebe a lista e ao tocá-la rapidamente se atêm a usar seus dons. Ele vê uma árvore frondosa cair no meio da mata, ele pode ver seu “espírito” sofrer enquanto ela se transforma e se remonta em meio à uma massa disforme de outras de sua espécie. Era doloroso, mas no fim ela voltava a ser parte de algo. Agora não mais um ser único e estático, agora era algo refinado e com mais poderes, sua forma subdividida lhe permitia viajar para muitos lugares.
Ela ganha forma nas mãos de um artesão, nas mãos de um menino é arremessada ao vento o qual a carrega por tantos lugares , uma jornada formidável entre ruas e pessoas.
Uma caneta faz cócegas em sua barriga, ela então é sutilmente dobrada e guardada em um quarto escuro, quando as luzes reaparecem Damaru pode se ver, como se ele fosse o recém nascido e o médico.
Damaru agora tinha certeza absoluta de que aquilo se tratava de uma magnífica folha de papel com uma lista de itens escrita nela.

Ele também podia notar que a aura de Marshall era pálida, o que lhe dava a certeza de que era um cainita, mas mesmo a cor era difícil de enxergar.

- Justamente por conta desta transparência eu estou aqui, o Sr. Strauss quer que as relações com o senhor sejam bem tratadas e destacou alguém para cuidar especificamente da sua questão. Se acha que eu faria algo contra senhor, acredite, não seria aqui, até porque meu clã o estima, destratá-lo seria o mesmo que destratar o meu clã - Ele olha ao redor, Damaru sente a malícia no olhar dele para seus seguranças - Tudo que posso fazer é lhe ofertar um trabalho e lhe dizer um preço, confiar em mim ou não sempre será uma escolha sua, eu conheci um rapaz que dizia que a confiança é um cheque em branco - Ele se perde por um instante aparentemente lembrando de quem o disse aquilo, sua visão vai longe - Metade agora, sim, mas 25% na entrega dos itens da lista e os últimos 25% na entrega dos seus bens - Agora ele já olhava novamente para Damaru.

Supondo que as negociações se encerrem…

Damaru realiza seus procedimentos altamente detalhados de retorno em segurança. Exceto pelo salto de paraquedas…

Teste do salto:
Dex + Espo (dif/6) 9,7,10 = 3 sucessos

Este salto foi suave em sem grandes problemas. Talvez esteja pegando prática.
Sua carniçal realiza os procedimentos como de costume e em pouco tempo o Ancião se encontra em seu refúgio.

Lilo assente com a cabeça já segurando a lista e caminhando em direção à uma sala em que ela costuma trabalhar. Damaru nota pelas câmeras que a moça ao chegar na sala deixa a em um ponto da mesa, pega o celular e efetua alguma ligação enquanto ruma para o quarto.

Se Damaru continuar observando os monitores:
Ela salta sobre a cama como uma adolescente, o aúdio é bem claro, ela está falando com algum concierge que faria a compra dos metais preciosos, ela então repousa o aparelho celular na cama e fita o nada por alguns instantes. Lilo se encolhe e deixa sua mão escorregar pela sua barriga até sua pelve. O ângulo da câmera não favorece, mas é possível ouvir uma respiração diferente, Lilo acaricia seus seios com a mão esquerda enquanto a direita desaparece entre as suas pernas, não demora muito e ela se vira exibindo sua flor feminina sendo suavemente acariciada e vez ou outra penetrada pelos seus finos dedos… Lilo geme de prazer. A cena se mantém como uma dança compassada e seu ritmo vai gradualmente aumentando a cada minuto. Velocidade e intensidade, aos poucos os gemidos se tornam mais intensos e o corpo todo da moça se contorce, seu quadril se move de forma hipnótica e  seus dedos parecem desesperadamente tentar lhe dar mais do que realmente podem. Mais alguns minutos se passam e no fim Lilo parece engasgar para então relaxar, ela fica ali na cama de olhos fechados, respirando profundamente por alguns instantes, então pega um travesseiro e abraça, a moça o segura com as pernas ficando em posição fetal. A imagem parece ter ficado estática por alguns instantes, mas era possível ouvir um som de choro abafado, seu lamento era mais baixo que seu prazer, mas era audível. Lilo permanece nesse estado por alguns minutos até que finalmente o sono chega.

Damaru por outro lado tinha uma pesquisa pra fazer e isto o levou a inúmeros nomes de santos, mas por algum tipo de piada de mau gosto do universo o que ele queria aparentemente se encontrava no Alasca.

https://pt.wikipedia.org/wiki/Inoc%C3%AAncio_do_Alasca

Muitos fiéis visitavam o túmulo, mas a ossada nunca fora exposta. De fato a segurança era nula e muito provavelmente ninguém sentiria falta de uma ossada que ninguém vê.
Talvez houvesse outro nome, alguém mais santo ou cuja a procedência fosse mais confiável.


Última edição por Dylan Dog em Ter Abr 04, 2017 5:51 pm, editado 1 vez(es)
avatar
Dylan Dog

Data de inscrição : 08/05/2010
Idade : 24
Localização : São Paulo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: TRUE DARKNESS

Mensagem por Gam em Ter Abr 04, 2017 5:42 pm

Oh, céus.

Observar Lilo o preocupa. Não sua saliência sexual, de maneira alguma. Esse tipo de necessidade biológica é uma perda de tempo para um vampiro, mas ele pode compreender que esta masturbação é tão importante para ela quanto ir ao banheiro regularmente. Não, o que o preocupa é seu lapso nervoso no final. Ela está tendo aqueles problemas sentimentais que humanos costumam ter.

Damaru não resolveu amolecer agora. Entenda, manter a cabeça de Lilo funcionando significa manter seu Império funcionando. Deixar que ela afunde em suas próprias perturbações internas significaria ter que encontrar um substituto à altura. E isso demanda tempo e exposição no mundo lá fora. Seria contra-produtivo.

O Alaska parece um bom lugar para buscar os ossos, na verdade. É relativamente perto, e a costumeira falta de interesse de todos os seres do planeta naquela área em específico virá a calhar. Damaru pessoalmente aciona uma equipe para se instalar nas proximidades e discretamente fazer um reconhecimento do local da sepultura. Eles também são encarregados de organizar um esquema seguro para transportá-lo em aviões de carga, de preferência para ir e voltar na mesma noite. Jatos particulares chamam atenção demais. Damaru ordena esta preparação mas adia sua ida, contudo. Primeiro, irá buscar uma resolução para os ânimos de Lilo antes que isso se torne uma bola de neve.

- Boa noite, Lilo. - Ele a cumprimenta na noite seguinte, sentando-se ao seu lado enquanto ela faz uma refeição. - Você não parece bem hoje, algo lhe acomete?

Fala comigo, queridona.

É claro que ela parece bem. Lilo é uma profissional. Mas essa pergunta baixará sua guarda e a fará pensar no que lhe incomoda. Damaru, durante todo o diálogo que se segue, está conectado com a mente de sua carniçal. Ele busca as verdadeiras respostas por trás de suas palavras. Ele observa o que ela tenta esconder e, também, porquê ela tenta esconder.

_________________
... só pode ser os nóia!
avatar
Gam

Data de inscrição : 08/03/2010
Idade : 25
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: TRUE DARKNESS

Mensagem por R.Gato em Ter Abr 04, 2017 5:53 pm

A Malkavian acorda do que parece ter sido um sonho mas dessa vez nada nada disposta. A visão fora deveras complexa e rapidamente ela se levanta com uma expressão seria e anota todo o sonho e faz alguns croquis das figuras e cenas mais intrigantes . Ela sabia que seu irmão Adones poderia interpretar essas anotações e pistas com o mesmo dom, ou até mesmo outro de seu clã.

Ela demora o tempo que necessário e manda um Scanner das anotações e croquis para seu contado para saber se ele faz alguma ligação das figuras da visão à grandes nomes da sociedade vampírica de LA.

Sua expressão dessa vez era séria e Gael sabia que ela estava nervosa. Raven detestava perder as rédeas da situação, sua personalidade apesar de dócil é extremamente controladora e sem duvida esse desmaio a desviou de seus planos do dia anterior.

"_Gael vamos ao Elisio, estamos atrasados em dois dias, isso é inadmissível. Tenho uma investigação parada e isso não é nada bom."

Ela se arruma rapidamente e parte para Beverli Hills.
avatar
R.Gato

Data de inscrição : 08/07/2015
Idade : 26
Localização : Belo Horizonte

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: TRUE DARKNESS

Mensagem por Dylan Dog em Ter Abr 04, 2017 6:08 pm

@Damaru


Damaru fica preocupado com o surto de tristeza súbita do seu bichinho, naquele momento não interferiria em sua intimidade, mas na noite seguinte poderia ter uma conversa franca com a moça.
Sua mente rápida altera o foco e já começa a maquinar um plano para retirar a ossada do Alaska. Uma viagem com avião de carga na mesma noite, seria um prazo apertado, mas não tornaria impossível a sua missão.

Na noite seguinte Damaru se aproxima de Lilo enquanto ela jantava e resolve perguntar se está tudo bem. A resposta era um claro e sonoro - Sim - Seguido de um sorriso singelo.


Auspex - Int + Lab (dif/3) 5,7,6,2,10,1,10,2 = 4 sucessos


O esforço de Lilo era inútil, qualquer mortal mediano conseguiria perceber que ela na verdade estava bem triste e também que ela era uma péssima mentirosa.

Damaru consegue observar a silhueta de um rapaz em um bar, sujeito de sorriso simpático, o Ancião sente um calor no peito, era notável que não provinha dele mesmo, mas sim uma sensação de Lilo. Fazia um tempo que ela queria encontrar com o rapaz novamente, ela se correspondia secretamente, mas nenhuma conversa terrível além de coisas cotidianas como séries e filmes. Trivialidades que pareciam manter os mortais unidos em um sentimento que a muito foi esquecido pelo Ravnos.


Última edição por Dylan Dog em Qua Abr 05, 2017 7:15 pm, editado 2 vez(es)
avatar
Dylan Dog

Data de inscrição : 08/05/2010
Idade : 24
Localização : São Paulo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: TRUE DARKNESS

Mensagem por Dylan Dog em Ter Abr 04, 2017 6:27 pm

@White Raven/Madeleine


A preocupada Sra. W se levanta rapidamente, Gael fica a postos para atender qualquer solicitação.
Ela faz alguns rascunhos e entrega a Gael que rapidamente digitaliza e envia à seu contato (irmão de Madeleine).
Ambos descem, muito bem vestidos como de costume, Gael pega o carro no estacionamento e Sra. W embarca na entrada principal do hotel.
O veículo era o Corolla preto de sempre. Eles então rumavam para o casarão de Isaac.

Levou cerca de 40 minutos até chegarem no local. A propriedade era suntuosa mas passava longe de ser um palácio Toreador. Quando chegam na porta Madeleine recebe uma mensagem de Adones confirmando o recebimento dos scanners e avisando que iria analisá-los assim que tivesse tempo. Do lado de fora do carro dois homens bem armados bloqueiam a passagem para dentro da propriedade que parece estar com algum movimento.

- Alto! Quem vem lá? - Perguntava um homem enquanto outro apontava um fuzil M-16 na direção do veículo. Não era exatamente uma situação tensa, não se esperava que eles abrissem fogo deliberadamente, mas provavelmente não iriam deixar qualquer um passar dali sem mais nem menos, eram sentinelas afinal.
avatar
Dylan Dog

Data de inscrição : 08/05/2010
Idade : 24
Localização : São Paulo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: TRUE DARKNESS

Mensagem por Gam em Ter Abr 04, 2017 6:53 pm

Então há um pênis envolvido. O objetivo último da humanidade como espécie de perpetuar-se através da fecundação torna o pênis como um foco de importância muito maior do que os próprios humanos gostariam de admitir. Existem uma série de estudos psicológicos profundos sobre isso, os quais não passam de uma curiosidade interessante aos olhos de Damaru. Os rumos da humanidade só lhe convém até certo ponto.

Ele se vê obrigado a tomar uma decisão delicada. Permitir o andamento deste relacionamento inevitavelmente se provará um risco para sua segurança. Impedir que Lilo se relacione afetivamente com outros, em contrapartida, é nocivo para sua saúde mental e portanto um risco para sua segurança.

Ele não nasceu ontem. Sabe que se tentar persuadi-la a esquecer esta história, só tornará o romance proibido mais apetitoso. Lembrá-la de que ela é imortal e que este humano inevitavelmente morrerá em breve é teórico demais. Ela ainda não viveu o suficiente para ver as pessoas que ama definharem, só a experiência lhe será o máximo tutor.

Não, ele tem um plano melhor. Algo que pode satisfazer sua necessidade mundana de relacionamentos ao mesmo tempo em que tira o humano de jogo. Ele levanta-se, aproxima-se da mulher sentada e gentilmente lhe levanta o queixo para que olhe para ele.

- Lilo... - Ele irá assumir o papel de macho alpha que ela procura. - Eu não sei o que está acontecendo com você, mas quero que saiba que seu bem estar é muito importante pra mim. - E então aproxima seu rosto do dela e, por fim, a beija lentamente.

Isto deve provar-se tarefa fácil, uma vez que a humana possui um laço já duradouro com seu potente sangue shilmulo. Assim mesmo, sem querer abrir brecha para falhas, Damaru torna a experiência o mais adequada possível. O toque de seus lábios e de sua pele é quente e macio. Suas mãos acariciam suavemente o corpo nu da mulher, ainda sem alcançar seus seios. Ele espera que a criação de expectativa torne a conclusão mais satisfatória.

Aparentemente sem esforço (-1 pds em Força), ele a levanta em seus braços quando nota que ela está completamente entregue ao beijo. Sem perder o contato visual, simulando uma entrega cálida entre amantes, ele a carrega até o quarto dela. A escolha do cômodo é proposital, ele quer que ela associe este quarto à experiência sempre que voltar ali.

Deitando a mulher nua sobre a cama, ele vai beijando seu corpo de cima abaixo, até alcançar a genitália. Quando humano, o desempenho sexual de Damaru nunca foi dos melhores. Filho de uma cultura machista, noivo de um casamento arranjado, sua esposa (por quem nunca sentiu nada) não passava de um receptáculo de sémen para proporcionar-lhe herdeiros. Ele jamais se preocupou no prazer da mulher, e a bem da verdade foi muitos anos depois de morto que chegou a descobrir que elas também podem ter orgasmos. Puro conhecimento teórico, é claro.

Em todo caso, hoje ele tem novas ferramentas. Damaru passa gentilmente a língua no clitóris da mulher uma meia dúzia de vezes só por uma questão de conveniência, e então finca seus caninos. Ele suga muito pouco, só o suficiente para manter a sensação do Beijo. Ciente de que ela estará em um êxtase intenso demais para associar o sentido do que acontece ao seu redor, ele também lhe fornece uma leve pressão no ponto G. Novamente, mais do que experiência sexual, este conhecimento não passa de alguns estudos de anatomia.

Ele a deixará neste ponto de ápice por tempo suficiente para que ela não pegue uma anemia, quando então irá fechar suas feridas e beijá-la novamente. Não haverá penetração, não hoje. A criação da expectativa é importante para manter sua mente ocupada durante o processo de esquecimento daquele mortal.

- Eu amo você, Lilo. - Ele olha nos olhos da carniçal ofegante. - Se você me permitir, quero me conectar melhor com quem você realmente é. Por que não assistimos alguma coisa juntos naquela nova transmissão online? House of Cards parecia interessante.

O Alaska pode ficar para amanhã. Ele tem tempo mais que suficiente para buscar aqueles ossos.

_________________
... só pode ser os nóia!
avatar
Gam

Data de inscrição : 08/03/2010
Idade : 25
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: TRUE DARKNESS

Mensagem por Dylan Dog em Ter Abr 04, 2017 7:21 pm

@Damaru

Damaru contempla a situação e sabe o quão complicado pode ser qualquer uma das duas direções mais fáceis, todavia ele pensa em uma terceira opção.
E se ao invés de se apaixonar por alguém de fora da pequena redoma, Lilo pudesse ter nele um senhor e um amante?

Damaru faz seu lance, ele se aproxima e diz o quanto a carniçal é importante para ele - Obrigado senhor - Ela responde com uma gota de felicidade, mas ao se aproximar de Lilo para beijá-la, ela se afasta.
- Senhor, o que… Isso não é correto - Ela dizia isso com os olhos arregalados em espanto, de fato ela estava corada e sem jeito, mas coloca as mãos entre ela e seu mestre.
Ainda que o laço de sangue torne o mortal um servo, o desejo sexual não é necessariamente um dos sentimentos ativados, é comum, mas não é necessariamente o único e Damaru acabava de descobrir isso.
avatar
Dylan Dog

Data de inscrição : 08/05/2010
Idade : 24
Localização : São Paulo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: TRUE DARKNESS

Mensagem por Gam em Ter Abr 04, 2017 8:40 pm

- Ninguém decide o que é correto para nós, Lilo. Nunca se esqueça disso. - Ele recua seu avanço, contudo. - Mas se não é a sua vontade, peço perdão. Eu agi por impulso.

Ele então se afasta e não insiste mais no incidente. Aparentemente o elo emocional não é suficiente. Mas não seja por isso, o desejo sexual é a parte mais fácil.

Maquiavel uma vez disse que existem duas formas de respeito. Por amor ou por medo. Ambos funcionam muito bem mas, embora seja mais difícil de conquistar, o respeito por amor é muito mais sólido e duradouro. Damaru poderia forçar Lilo a obedecer seus critérios, mas isso minaria a confiança indispensável de sua relação. Para que seu plano de atá-la a si funcione definitivamente, ela deve fazer isso por arbítrio.

Mas ninguém disse "livre" arbítrio.

Pelas câmeras, Damaru monitora a movimentação de Lilo. Ele espera que ela se recolha, já bastante familiarizado com seus hábitos e padrões de comportamento. Quando tem certeza de que ela está longe, ele vai até a cozinha. Atento e discreto (Sentidos Aguçados e Ofuscação), ele injeta uma dose veterinária de testosterona no que virá a ser a sua próxima refeição. Sorrateiro, ele então se recolhe para seus aposentos e aguarda.

Ele irá esperar o momento em que Lilo irá comer novamente e, dez minutos depois, virá a seu encontro.

"É a minha casa, eu ando de cuecas se eu quiser."

- Precisamos conversar, Lilo. Me acompanhe até a piscina, por favor.

Este é um convite mais do que inusitado. A piscina fica lá em cima, ao ar livre. Lilo não tem muitas oportunidades de sair e, principalmente, nunca foi convidada para tal. Não há ninguém por perto por vários metros de distância, então ela não precisa se preocupar em procurar roupas.

Quando chegarem lá em cima, ele irá casualmente despir-se para entrar na água. Seu membro, uma polegada maior do que a realidade, é parcialmente acionado para satisfazer os olhos da carniçal (-1 pds). Ele entra na água aquecida e a convida estendendo a mão. Uma suave brisa fria a incentiva a aceitar o convite de sua mão quente e macia. Quando ela entrar na piscina e estiverem próximos a poucos centímetros um do outro, a luz do luar os iluminando e nenhum som além do movimento da água e suas respirações, ele diz:

- Eu não queria assustá-la mais cedo. Você é muito importante pra mim e, não sei explicar, tive a impressão de que aumentar nossa proximidade te faria bem. - Ele vasculha sua mente, vendo se os hormônios e o cenário estão funcionando. - Mas, se não for pedir demais, acredito que poderíamos ao menos nos conectar melhor com momentos a sós. Sem computadores, sem problemas mundanos.

Apesar de ele ter dito isso, sua proximidade aumenta conforme ele sentir a aceitação carnal da humana por seu corpo. Desta vez, ele irá provocá-la até que ela o beije primeiro.

_________________
... só pode ser os nóia!
avatar
Gam

Data de inscrição : 08/03/2010
Idade : 25
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: TRUE DARKNESS

Mensagem por R.Gato em Ter Abr 04, 2017 9:05 pm

Sra. Raven havia se arrumado de maneira elegante para sua apresentação, o carro se aproxima do portão e é recebido de maneira nada sutil. A Malkavian sempre preza pelos bons modos e aquele ato de apontar as armas para o carro era vergonhoso, aquilo já fazia com que os donos daquele lugar perdessem alguns pontos.

Mas que ultraje apontar isso para nós, não creio que esteja sendo recebida de maneira tão truculenta. Pelo visto os bons modos não se fazem presentes nesse recinto.

A senhora baixa toda a janela do banco de trás e com desaprovação se apresenta de maneira educada mas seu olhar mostrava o que realmente sentia, era quase um raio gelado direto na alma dos seguranças. Não era por ser um monstro que ela agiria como tal;

_Boa noite meus caros, venho me apresentar a Isaac Harrison, sou White Raven...


avatar
R.Gato

Data de inscrição : 08/07/2015
Idade : 26
Localização : Belo Horizonte

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: TRUE DARKNESS

Mensagem por Dylan Dog em Qua Abr 05, 2017 2:20 pm

@White Raven/Madeleine


Ao ouvir a distinta senhora o homem que havia questionado aperta algum tipo de ponto eletrônico no ouvido e fala com alguém - São dois, vieram se apresentar ao Isaac - Ele então volta a falar com Sra. W e Gael - Podem descer do veículo, o manobrista irá levar até a porta propriedade, o condutor os levará - Era possível ver ao fundo um carrinho de golfe chegando para buscá-los.

Supondo que não haja resistência em ir no carrinho de golfe...

O carrinho é confortável e bem detalhado, é de fato um veículo para levar visitantes. A escuridão não permite que Madeleine e Gael vejam a pequena estrada de pó de brita até a porta do casarão, mas os detalhas saltam aos olhos quando já próximos da construção que era bem iluminada e com flores decorando a entrada. Rosas vermelhas... Talvez um simbolismo.

Na soleira está um homem loiro de olhos azuis tão claros que são quase prateados. Ele usa um sobretudo grosso de couro e por baixo dele é possível notar a camisa branca com gravata preta.

- Madame Raven, seja bem-vinda - Ele fala abrindo os braços em sinal de calorosa hospitalidade - Sou Thomas Barrow, o Senescal de Los Angeles - Ele ostenta um forte sorriso e Sra. W sente que esse rapaz é muito gentil e simpático, ela não consegue resistir e deixa um pequeno sorriso escapar.
avatar
Dylan Dog

Data de inscrição : 08/05/2010
Idade : 24
Localização : São Paulo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: TRUE DARKNESS

Mensagem por R.Gato em Qua Abr 05, 2017 3:18 pm

A visitante segue conforme é orientada, até então aquilo seria apenas uma visita para cumprir os costumes de quem dominava aquela região. Ela não troca nenhuma palavra com os empregados, a recepção na entrada havia deixado a senhora de mau humor.

A visita aquele casarão trazia uma sensação de "déjà vu" que logo se torna mais interessante estabilizando novamente o humor de Raven. ¹

_Engraçado, é como seu eu já tivesse vivido isso antes.

Chegando à entrada do local ela se depara com Thomas Barrow, o senescal que diferente dos seguranças a recebe com extrema amistosidade. Respondendo a apresentação W. sorri e tombando um pouco a cabeça agradece as boas vindas.

_Muito obrigada Sr. Barrow, espero que a visita não seja em má hora.

Então esse é o homem das informações, acredito que possa saber algumas coisas sobre Jorge Abmussi - pensava a Malkavian enquanto sorria simpaticamente para o Senescal.

Mme. Raven ergue a mão para que Gael a ajude a descer do transporte e parte para cumprimentar Thomas.

1- A semelhança com o abraço causou a sensação, principalmente o fato de estar entrando em um casarão acompanhada de um companheiro mais novo. Mas ela não se lembra de nada antes de se tornar um membro.
avatar
R.Gato

Data de inscrição : 08/07/2015
Idade : 26
Localização : Belo Horizonte

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: TRUE DARKNESS

Mensagem por Dylan Dog em Qua Abr 05, 2017 5:13 pm

@Damaru


Damaru recua, ele percebe que não era um bom momento para tomar determinada atitude, todavia ele aguarda que sua eterna refém durma e então ele vai como uma força invisível injetar uma porção segura testosterona com o objetivo de aumentar a líbido, ele também sabe que pode haver um desequilíbrio emocional como efeito colateral.

Int + Med (dif/6) 3,7,4,2,8 = 2 sucessos

No dia seguinte ele usa de seus poderes de forma sútil para criar um ambiente romântico propício ao coito. Lilo parece desconfortável. Com certeza ela já havia ingerido e o hormônio estava fazendo efeito. Envergonhada a pobre moça desvia o olhar do membro semi-ereto de Damaru. Ela aceita ser conduzida para dentro da água, escuta o seu mestre calmamente mas não se aproxima dele, ela mantêm uma distância de 45cm no mínimo.

Na mente de sua carniçal Damaru se vê a beira de um oceano azul de tristeza. Parece que aquele sentimento de amor é apenas uma ponta de esperança que a mantêm bem, mas no fim só esconde o real problema. Os motivos podem ser muitos, Lilo não vive uma vida normal, e está longe de ser uma máquina. Ela sente falta de contato humano, não só sexual, mas de amizades, de um mundo fora da gaiola, com outros mortais, ela aparece bem irritada na verdade, se sente sendo forçada à algo, como se seu mestre abusasse de sua autoridade, mas ela estava disposta a fazer de tudo para satisfazê-lo, mesmo que isso fosse degradante.

- Senhor, com todo o respeito, eu o admiro muito, é alguém de grande poder e sabedoria, mas eu não... - Ela se detêm e parece escolher as palavras - Não me sinto confortável, na verdade, eu vejo o senhor como um pai - Ela abre um sorriso amarelo que depois se desfaz enquanto seu olhar se perde na água quente da piscina - Mas se isso o fizer feliz eu aceito - Ela por fim sucumbe à autoridade de seu mestre.


Última edição por Dylan Dog em Qua Abr 05, 2017 5:41 pm, editado 1 vez(es)
avatar
Dylan Dog

Data de inscrição : 08/05/2010
Idade : 24
Localização : São Paulo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: TRUE DARKNESS

Mensagem por Dylan Dog em Qua Abr 05, 2017 5:35 pm

@White Raven/Madeleine


De fato, o casarão ao longe lhe dava uma sensação desconfortável, mas tudo era aplacado com a presença do senescal.

O próprio senescal desce as escadas para ajudá-la a descer do carrinho, um homem bem saudável se aproxima, um provável carniçal, ele recebe os casacos ou quaisquer pertences que os visitantes desejem deixar.

- De forma alguma, por isso fiz questão de vir até a senhora, nossa recepção tende a ser... Rígida, mas não é por mal, todo o cuidado é pouco quando se trata do sabá - Ele parece olhar profundamente nos olhos da Sra. W enquanto fala isso e então muda o foco para Gael - E o senhor? Seja bem vindo também, como se chama? - Ele cumprimenta Gael com cordialidade.

- Gael Smith, sou assistente da Sra. Raven, é um prazer conhecê-lo - Retribui Gael.

- Vamos entrando, por favor - Dizia Barrow guiando os agora convidados.


Era um sala de visitas grande e de arquitetura moderna, haviam muitos lugares e inclusive um bar onde um homem devidamente trajado estava a postos para atender qualquer pedido.

- Gostariam de alguma bebida? Chá, refrigerante, vitae? - Ele sorria no último item. Em suas costas era possível ver um enorme símbolo da Camarilla bordado.


- Fiquem à vontade - Ele indica os sofás com um movimento suave do braço esquerdo, com o direito ele estala os dedos e o barman vem até eles.

Ele se senta em uma poltrona de forma relaxada e com um sorriso tranquilo. O ambiente está vazio apesar dos carros na porta.

- O que a traz à cidade dos anjos?
avatar
Dylan Dog

Data de inscrição : 08/05/2010
Idade : 24
Localização : São Paulo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: TRUE DARKNESS

Mensagem por Gam em Qui Abr 06, 2017 2:27 am

- Esqueça o meu avanço mais cedo. Eu achei que lhe faria bem, só isso. - Ele diz, enquanto a conduz para a água. - Mas sua memória nunca lhe falhou, você se recorda bem que nós já viramos essa página. Sendo assim, o que lhe incomoda? Minha nudez? Isso é só um corpo. Um monte de carbono reaproveitado. - Desta vez, Damaru não aproxima-se ou força qualquer contato. Não faria sentido. - Nós movemos sociedades e decidimos o destino de milhares de vidas no nosso dia-a-dia, eu espero que você seja mais fria que isso.

Apesar da passividade de Lilo, sua mente deixa claro seu descontentamento. Ela não apenas não irá ceder, como está passando por um tipo de depressão causado pelo isolamento. O primeiro ímpeto de Damaru é afogá-la, descartar a ferramenta quebrada e conseguir outra nova. Mas, diferente da mentira que contou mais cedo, Damaru não age por impulso. Pelo contrário, um orgulho inesperado toma conta dele.

É absolutamente fascinante. A resistência, a petulância de sua mente. Mesmo laçada por uma maldição de sangue com a potência de quatrocentos anos, um laço que conduz mortais ou imortais a darem sua vida pelo mestre, a enxergá-lo como um tipo de deus na terra. Mesmo com uma dose pura de hormônios correndo por suas veias, com uma carência sexual de meses e provocada pela única figura masculina que ela convive, ela resiste.

Fica óbvio para Damaru que sua escolha não foi por acaso. Lilo é mais que um gênio, ela claramente possui algum dom único. Uma resistência que vai além de barreiras psicológicas, biológicas ou sobrenaturais.

O Ancião terá muitos anos para explorar e aprimorar este talento que acabou de descobrir em sua lacaia. Mas agora ele tem pontos mais urgentes para se preocupar. Substituí-la seria inútil, uma vez que o problema se repetirá com qualquer outro humano que ele capturar. Ele precisa contornar esta situação de maneira definitiva.

- Você é transparente como essa piscina, Lilo. - Ele conversa com ela, uma vez que já estão na água. - Por que mente pra mim, me dizendo que está tudo indo bem? Mais do que me importar com seu bem estar como pessoa, é importante para meus negócios que você esteja se sentindo a vontade. Qualquer coisa que atrapalhe seu foco, atrapalha por consequência meu foco. Preciso que você esteja bem resolvida para trabalhar em seus cem por cento.

Ele a olha nos olhos, aproxima-se dela. Desta vez não existe sensualidade envolvida, há seriedade em seu semblante.

- Eu vou perguntar novamente, e desta vez eu espero que sua resposta seja tão transparente quanto me é seu olhar. O que está acontecendo com você, Lilo?

_________________
... só pode ser os nóia!
avatar
Gam

Data de inscrição : 08/03/2010
Idade : 25
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: TRUE DARKNESS

Mensagem por R.Gato em Qui Abr 06, 2017 11:29 am

Após todas as formalidades a Malkavian se via sentada em uma sala ampla acompanhada de Gael e Thomas Barrow, a sala estava vazia apesar dos carros do lado de fora e por mais que isso provocasse a curiosidade de Raven ela se contia ao foco principal da visita.

"Interessante, essa sala deveria ter mais pessoas partindo do pressuposto de que é um tipo de recepção. Todos aqueles carros la fora...será uma reunião privada?
Enfim, não é da minha conta, esse homem é mais importante para mim do que as tramas desse principado."


Com simpatia ela responde francamente a pergunta do senescal, não era do feitio de Mme. Raven ser misteriosa ou cheia de mascaras como a maioria dos membros e isso era uma das características mais marcantes da investigadora. Talvez um reflexo de seu passado esquecido que trabalhava diretamente com a verdade mas o corvo branco não via utilidade em joguetes sociais em um mundo já tão cheio de mistérios.

_Vim a mando de um contrato com Jorge Abmussi, creio que uma figura com tanto poder aquisitivo não escape de sua atenção. Estou correta? Não posso dizer o que vim fazer, afinal, tenho um nome a zelar e não foi revelando meus contratos que cheguei onde estou mas posso garantir que respeito as leis impostas pela Camarilla à essa cidade e em hipótese alguma iria contra tais diretrizes estando em seu território.
avatar
R.Gato

Data de inscrição : 08/07/2015
Idade : 26
Localização : Belo Horizonte

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: TRUE DARKNESS

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 4 1, 2, 3, 4  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum