Sangue Ruim - Escolhas...

Página 3 de 3 Anterior  1, 2, 3

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Sangue Ruim - Escolhas...

Mensagem por Rian em Sab Jun 17, 2017 12:16 pm

Rami Malik; PdS: 05/10; FV: 8/8; Vit.: Ok;


Rami passava pela recepção rapidamente. A recepcionista acreditava que o vampiro iria embora somente no dia seguinte e nem imaginava que Rami estava saindo sem pagar. Do lado de fora ele andava a passos apressados. Cada pedestre na rua, cada veículo que passava, dava a impressão de que estavam observando o hacker. Por sorte, não parecia que estava sendo seguido. Assim que percebia um beco entre dois prédios residenciais, o vampiro jogava o notebook no lixo e o incinerava com o fogo sobrenatural da Taumaturgia.

Seu caminho agora o levava para a torre dos feiticeiros. Rami precisou pegar um ônibus do transporte coletivo e demorou uns 30minutos para chegar à região central da cidade. Dali ele caminhou a pé até Glover Leste, uma região onde estava concentrado as universidades da capital do Colorado. Finalmente, após andar bastante ele chegava a uma grande praça, com bastante jardim, árvores, estacionamento de carros. A praça era grande e ocupava mais de um quarteirão. Ficava no centro das faculdades que estavam dispostas em volta daquele lugar. No centro da praça, havia uma construção, um prédio no formato de círculo e um design arquitetônico moderno. Na fachada a inscrição: "Biblioteca Central de Glover".

--
Taumaturgia: sucesso automático.

OFF: Às vezes prefiro ignorar as rolagens, princialmente considerando situações triviais.

_________________
                                                                
avatar
Rian

Data de inscrição : 30/09/2014
Idade : 33
Localização : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sangue Ruim - Escolhas...

Mensagem por Rian em Dom Jun 18, 2017 10:15 am

Ivan Markov; PS: 11/15; FV: 7/7; Vitalidade: ok


O Lassombra começava a brincar com os mortais e passava a controlá-los através do poder sobrenatural da Dominação.
- Senhor...
- Anderson! Completava o chefe da segurança.
PORQUE NÃO PEDE PARA QUE SEUS AMIGOS SAIAM DA SALA PARA QUE CONVERSEMOS MAIS A VONTADE? FAÇA ISSO!
O homem não pensava duas vezes e concordava rapidamente com o vampiro sobre a sugestão.
- É.... você tem razão... Quero que todos saiam da sala! Dizia ele dando a ordem a todos que estavam ali. Os funcionários ficavam sem entender aquela atitude do homem e se entreolhavam. - Agora! O chefe reforçava a ordem e, mesmo confusos, os demais começavam a se retirar da sala até que o último homem saía e a porta era fechada. Em seguida o vampiro colocava o celular para gravar e o deixava em cima da mesa, discretamente, para captar as confissões daquele humano.

Então finalmente o Lassombra reestabelecia o contato com os olhos de sua presa e iniciava mais uma vez o uso da vontade sobrenatural, contudo desta vez, Ivan ia um pouco mais além. Não daria ordens mas vasculharia as lembranças daquele sujeito. Pouco a pouco dezenas, centenas de imagens vão surgindo e Ivan podia ver todas. Não foi difícil encontrar a primeira lembrança que o mortal mantinha escondida como um segredo. O vampiro podia ver ele chantageando um dos seguranças do aeroporto. Para não ser mandado embora, o senhor Anderson obrigara o subordinado a fazer sexo consigo 1 vez por semana durante 1 mês após o expediente de trabalho. O senhor Anderson tinha fetiche em usar calcinha e fazer papel de mulher, no entanto ele era visto como um homem de respeito no trabalho e ainda era casado com uma jornalista de Glover.
- Ah não!! Eu confesso! Eu confesso!! Eu obriguei o Peter a transar comigo! Em seguida, o mortal descrevia em palavras toda a cena que Ivan já tinha visto em sua mente. Enquanto isso o Lassombra andava pela sala. Não encontrava nada de importante. A porta fechada que ele havia visto era aberta mas tudo que Ivan via era uma pequena cozinha, certamente onde era preparado o café.


Ivan markov rolou 6 dados de 10 lados com dificuldade 6 para dominação 3 que resultou 6, 9, 5, 2, 4, 6 - Total: 3 Sucessos
Ivan rolou 7 dados de 10 lados com dificuldade 6 para dominação 2 que resultou 3, 6, 2, 5, 7, 7, 7 - Total: 4 Sucessos

_________________
                                                                
avatar
Rian

Data de inscrição : 30/09/2014
Idade : 33
Localização : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sangue Ruim - Escolhas...

Mensagem por @nDRoid[94] em Dom Jun 18, 2017 11:04 am

Rami sentia-se paranoico com suas preocupações. Realmente existiria o perigo de estar sendo seguido ou vigiado? Por via das dúvidas, ele evita o monitoramento de câmeras que encontrava pelo caminho. Ele andava encapuzado, o que dificultava a identificação de seu rosto. Após livrar-se do notebook em um beco entre dois prédios residenciais, ele sentiu-se mais seguro. Precisaria de outro terminal, mas havia feito a escolha mais acertada.

Ele continuou seu caminho, ainda tomando cuidado com as câmeras. Antes de prosseguir pelo transporte público, ele adentrou num bar que ainda estava aberto . O local não havia câmeras, afinal eles pareciam não ter dinheiro nem pra comprar um estoque novo de cerveja barata. Ele se dirigiu rapidamente até o banheiro. O balconista fez menção de falar alguma coisa, provavelmente avisaria que os toilettes eram de uso dos clientes. Rami se antecipou:

- Me veja uma cerveja; pago na volta.

Assim ele entrou no banheiro. Era mal cheiroso, típico daqueles bares, mas felizmente o cainita não precisava respirar. Ele abriu a mochila e retirou uma camisa diferente da que usava e uma bermuda. Retirou as vestes de seu corpo e as colocou na mochila, trocando-as pelas novas. Permaneceu apenas com o casaco. Ele olhou para a mochila, precisaria livrar-se dela, mas não queria. Optou por permanecer com a mesma. Ele voltou ao bar, bebeu a cerveja e pagou o que devia. Todos deveriam estar bêbados de mais para notar que um pessoa que antes estava com calças, agora estava de bermuda.

Antes de sair pela porta, ele retirou o casaco e o amarrou ao redor de sua mochila preta. O casaco era cinza. Assim, ele revelava melhor sua face e os cabelos descoloridos, mas poderia seguir. Esperava que estivesse mais seguro. Ele deixa o bar e pega o ônibus até uma área mais central da cidade. Lá, ele caminha um longo percurso até a tal biblioteca. Sempre olhava para a traseira, a fim de perceber se não era seguido.

A Biblioteca Central de Glover era imensa. Rami aproximava-se observando sua opulência. O acólito procura uma entrada possível e, caso encontrasse com alguém no balcão, iria perguntar:

- Boa noite! Eu telefonei não faz muito tempo. Vim ver a pessoa que coordena o local. São assuntos familiares.
avatar
@nDRoid[94]

Data de inscrição : 22/07/2010
Idade : 22
Localização : Saint Étienne, França

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sangue Ruim - Escolhas...

Mensagem por Rian em Dom Jun 18, 2017 12:54 pm

Henry Crow; PS: 08/15; Força de Vontade: 08/10; Vitalidade: ok
Dex +4, Vigor + 2



Crow começava a fazer as contas de quantos potenciais inimigos ele teria e traçava uma estratégia. Em primeiro momento Henry apostava mostrar para Hendric que ele estava ali desde o início da pequena reunião com o Jack e que Crow sabia de tudo o que eles haviam conversado.

-Sr. Hendric, se eu próprio não estivesse aqui nesse galpão presenciando tudo que ocorreu desde sua chegada eu provavelmente não lhe daria o crédito por tudo que o Sr. fez. Devo dizer que estou impressionado com mais de um fator relacionado ao Sr. e ao capturado Jack...  

Crow notava que a face amigável de Hendric desaparecia rapidamente, ele balançava a cabeça negativamente enquanto balbuciava - Tsc tsc... Senhor Crow, senhor Crow... Era possível ver uma ira estampada em seu rosto. Hendric não parecia ter gostado nada daquela revelação. - Então já deves saber que não posso deixá-lo vivo para sair por aí dizendo que eu é quem estava por trás de Jack, não é mesmo?! ...E o senhor Crow morreu honrosamente tentando capturar Jack RedFlag. Esta será a versão oficial!

Hendric sacava de dentro de seu paletó um punhal ornamentado em pedras preciosas e apontando-o para Crow ordenava aos demais: - Matem-no! Sua pronúncia saía um pouco alterada pelas presas que agora saltavam de sua boca revelando o predador que ele era.
- Isto não estava previsto no nosso acordo. Se quiser que eu faça alguma coisa, vai lhe custar o triplo do nosso combinado! Argumentava a assamita calmamente, com a espada em punho, mas ainda sem mover-se contra Crow.
- Não importa! Apenas mate-o!! Bradava em ódio, Hendric.

Mais rápido que os mortais, Crow já prevê os capangas de Hendric puxando os gatilhos de suas armas. A Assamita, por sua vez, movimentava-se rapidamente pela direita, correndo para detrás das várias caixas que estavam no galpão, talvez buscando se posicionar nos flancos de Crow. Hendric por sua vez, bastante nervoso, permanecia imóvel, perto de seus homens, pela experiência do Ancilae, Hendric parado daquela forma poderia estar se valendo do sangue para se preparar para o combate que iniciava.

Obs.: a ação da assasssina foi tentar sair do seu campo visual e não atacar.

_________________
                                                                
avatar
Rian

Data de inscrição : 30/09/2014
Idade : 33
Localização : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sangue Ruim - Escolhas...

Mensagem por Han em Dom Jun 18, 2017 5:09 pm

Calcinha!!! - francamente Mr. Anderson! O senhor não sente vergonha de trair sua família de maneira tão baixa? Confesso que por isso eu não esperava. Mas vamos lá... Espero aquele pervertido vomitar seus segredos mais sórdidos e quando ele cessa sua confissão caminho em direção a mesa onde apanho meu telefone e coloco o áudio para reproduzir, mas antes tomo o cuidado para que ele não tente nenhuma graça, não que seria um problema para mim, mas por questão de praticidade ordeno que fique imóvel na sua poltrona [DOMINAÇÃO 2] - NÃO SE MOVA!

  Na medida em que as ondas sonoras daquela gravação adentrava seus ouvidos eu apreciava o desespero tomando conta em sua face, pois querendo ou não Anderson era um homem de posição importante, ele parecia ser a voz final daquele aeroporto, e uma confissão tão bombástica era no mínimo incômoda para qualquer um...[risos]

   - Então Mr. Anderson vamos resolver de uma vez por todas nossas pendências. Primeiro quero que pare de me importunar sobre o incidente do galpão. Enquanto manipulava aquela pobre mente com palavras eu me posiciono ao lado daquele mortal imobilizado pelo meu poder. Olho dentro dos olhos dele como alguém que observa pela janela uma casa aberta na rua. Com uma mordida sutil e superficial, corto meu pulso para que brote um pouco de minha vitae. [DOMINAÇÃO 1] - BEBA! Posiciono meu pulso sobre os lábios daquele homem pervertido para que ele possa beber de minha vitae tornando meu escravo particular. Após isso continuo com meu monólogo...

   -A partir de agora você vai me manter informado sobre tudo que entra e sai dessa cidade. Quando digo tudo, quero dizer das coisas importantes, aquelas que as pessoas fazem questão de esconder da sociedade... O sr deve saber de muita coisa, preciso que me conte tudo. Pra ser sincero nem sei como vim parar aqui, não estava mentindo quando disse isso. Com certeza o senhor deve saber quem me trouxe naquele caixa idiota,
vamos, fale tudo que preciso saber...
Nessa altura do campeonato nem fiz questão de usar meu poder de dominação, acredito que não será necessário. Acendo um charuto que havia apagado quando fui interrompido pelos seguranças e me sento novamente na cadeira, e dessa vez descanso meus pés sobre a mesa de Anderson. Enquanto me atualizo das coisas dou algumas tragadas e observo a fumaça dançar no ar lembrando as sombras que oscilam no mais profundo abismo de minha alma....
avatar
Han

Data de inscrição : 24/07/2016

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sangue Ruim - Escolhas...

Mensagem por Ignus em Seg Jun 19, 2017 12:41 pm

Crow notava que a face amigável de Hendric desaparecia rapidamente, ele balançava a cabeça negativamente enquanto balbuciava - Tsc tsc... Senhor Crow, senhor Crow... Era possível ver uma ira estampada em seu rosto. Hendric não parecia ter gostado nada daquela revelação.


"Parece que meu blefe funcionou."


- Então já deves saber que não posso deixá-lo vivo para sair por aí dizendo que eu é quem estava por trás de Jack, não é mesmo?! ...E o senhor Crow morreu honrosamente tentando capturar Jack RedFlag. Esta será a versão oficial!

Hendric sacava de dentro de seu paletó um punhal ornamentado em pedras preciosas e apontando-o para Crow ordenava aos demais: - Matem-no! Sua pronúncia saía um pouco alterada pelas presas que agora saltavam de sua boca revelando o predador que ele era.



Então Hendric era a verdadeira mão puxando as cordinhas da marionete que efetivamente estava causando as infrações da Máscara. Aquilo explicava algumas coisas, sem dúvida.

Se tivesse tempo para pensar na traição em si Crow não recriminaria de verdade Hendric pela tentativa de golpe em si. Buscar o poder era algo normal entre os cainitas. Diabo. Ele próprio estivera cogitando assassinar todos os presentes há poucos segundos para tomar o Trono. Mas o que Hendric fez era diferente. Ele causara infrações à Máscara e ao fazer isso ele colocara em risco a existência de todos os vampiros do planeta. O idiota poderia ter dado ensejo a uma nova inquisição. Era mais do que justo que ele pagasse por isso.

Mas não havia tempo para pensar. Henry estava diante basicamente do dilema que antecede qualquer combate: lutar ou correr.

"Talvez eu deva simplesmente me ofuscar e sumir daqui. Mas se eu fizer isso Hendric continuará com Jack e eu sem provas de sua traição. Não sei se apenas minha palavra bastaria. Não. Fugir não é opção a essa altura. Mas seria estupidez avançar em carga contra meia dúzia de oponentes..."


- Isto não estava previsto no nosso acordo. Se quiser que eu faça alguma coisa, vai lhe custar o triplo do nosso combinado! Argumentava a assamita calmamente, com a espada em punho, mas ainda sem mover-se contra Crow.
- Não importa! Apenas mate-o!! Bradava em ódio, Hendric.

Mais rápido que os mortais, Crow já prevê os capangas de Hendric puxando os gatilhos de suas armas. A Assamita, por sua vez, movimentava-se rapidamente pela direita, correndo para detrás das várias caixas que estavam no galpão, talvez buscando se posicionar nos flancos de Crow. Hendric por sua vez, bastante nervoso, permanecia imóvel, perto de seus homens, pela experiência do Ancilae, Hendric parado daquela forma poderia estar se valendo do sangue para se preparar para o combate que iniciava.


"A mercenária está por demais ávida por sair da minha vista. Deve pretender usar os dons do sangue para desaparecer e me atacar com mais eficiência. É uma boa estratégia. Foi basicamente o que eu fiz no último certo do Sabá. Certo... Bem, decerto todos os meus oponentes estão me vendo, então há uma coisa que eu posso fazer que afetará todos eles. E que pode demover todos ou pelo menos a maioria de adotar qualquer ação hostil contra mim."

Henry se concentra para usar o mais poderoso dom do sangue que desenvolvera. Ele dedicara muito tempo para alcançar a maestria da disciplina e deveria agradecer à Providência por isso, pois ela poderia salvar sua não-vida ali.

{Presença 5 - Majestade}

-PAREM - Crow ordena a todos com uma voz firme

"A mercenária deve ser mais perigosa que Hendric, mas ela é uma contratada dele. Se ele mandar ela se conter ela obedecerá e se ele encontrar a Morte Final ela deixará de ter um motivo para me atacar já que não terá mais um cliente para pagar por seus serviços. Ele deve ser meu alvo prioritário."

- Não seja tolo Hendric. Eu pretendo colocar um Ventrue no trono e não dou a mínima para quem é o verdadeiro causador das infrações à Máscara.

Henry caminha em passos lentos, porém decididos em direção a Hendric. Ele se esforça para não transparecer qualquer sinal de receio, pois manter uma aura de tranquilidade era essencial para o sucesso de seu plano. Crow pretendia ficar cara a cara com Hendric.


-Agora abaixe esse punhal. É hora de você saber o que eu quero para indicar seu nome ao Arconte como próximo Príncipe.

1pds para ativar rapidez no próximo turno
2 pds em vigor
avatar
Ignus

Data de inscrição : 12/03/2011
Localização : São Paulo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sangue Ruim - Escolhas...

Mensagem por Rian em Seg Jun 26, 2017 8:59 am

Rami Malik; PdS: 05/10; FV: 8/8; Vit.: Ok;

Pouco antes de chegar à Biblioteca Rami começava a sentir-se mal. Uma avalanche remexia e revirava dentro de si, subindo do estômago para a boca. O vampiro vomitava toda a cerveja que havia bebido no bar. Para os poucos humanos que passavam na rua naquele horário era apenas mais um "idiota" passando mal.

A biblioteca ainda estava aberta. Havia um grande portal de vidro na frente, com um lance de escadas. Lá de fora já era possível ver um grande balcão com alguns funcionários trabalhando. Também parecia haver estudantes e profissionais liberais que faziam pesquisa ali, mesmo àquela hora da noite. Rami entrava e se reportava com uma das recepcionistas.

Boa noite! Eu telefonei não faz muito tempo. Vim ver a pessoa que coordena o local. São assuntos familiares.

A recepcionista olhava Rami nos olhos e então dizia:
- Rami Maliki, não é mesmo? O Diretor da biblioteca o aguarda... Ela dizia com um sorriso e logo ficava envergonhada.
Então Rami escutava uma voz grave e cautelosa atrás de si.
- Não é muito comum... recebermos visita aqui.
Assim que olhava para trás Rami via um sujeito magro e alto, pálido, com vestes escuras. Rami não se lembrava de tê-lo visto antes, quando entrou.


Para Rami não havia dúvidas. Era mesmo Victor Krum, o regente da Capela.
- Venha! Temos muito... o que conversar.
Dizia ele após correr os olhos em Rami de cima em baixo enquanto seguia em direção a uma porta nos fundos do prédio. Rami e Victor passavam pelas alas dos livros, das mesas de estudo e então chegavam à porta entrando em uma área restrita a funcionários. Sem dizer uma palavra o Regente subia um lance de escadas em um corredor. A escada fazia duas curvas á direita e então chegava ao andar superior. Um corredor grande, calmo e deserto. Ele caminhava até o final novamente, sempre seguido por Rami. Por fim entravam em uma sala. O ambiente era meio escuro, bastante espaçoso. Havia estantes de livros dos dois lados das paredes e um grande e confortável sofá sobre um carpete e uma mesa no centro da sala. Uma mulher, de aparência jovem como Rami, estava sentada no sofá lendo um livro.

A atenção dela era interrompida pela chegada dos dois. Ela deixava o livro, colocando-se de pé.
- É ele? Ela perguntava. Victor apenas assentia com a cabeça. Ela dava um passo à frente enquanto fitava Rami por completo.
- Meu nome é Kamila, cria de Victor Krum. E você deve ser Rami Malik, cria de Masika St John, não é mesmo? O Regente olhava para Rami, curioso.

_________________
                                                                
avatar
Rian

Data de inscrição : 30/09/2014
Idade : 33
Localização : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sangue Ruim - Escolhas...

Mensagem por Rian em Ter Jun 27, 2017 7:56 am

Ivan Markov; PS: 10/15; FV: 7/7; Vitalidade: ok

Dominação: Sucesso automático

O Lassombra colocava a confissão do chefe da segurança para rodar em viva voz. Mr Anderson, ao escutar a si mesmo confessando seus segredos mais sórdidos e obscuros ficava espantado, surpreso, confuso e amedrontado. Em seu rosto era possível ver a expressão de desespero. Talvez o Mr. Anderson desejava sair correndo dali ou atacar Ivan ou destruir o celular, mas hipnotizado pela Dominação ele apenas podia sofrer sozinho o reboliço de suas emoções.

- Então Mr. Anderson vamos resolver de uma vez por todas nossas pendências. Primeiro quero que pare de me importunar sobre o incidente do galpão.
Mr. Anderson engolia seco e então concordava: - Sim, eu farei o que o senhor quiser, apenas não publique isso, pelo amor de Deus! Suplicava ele.

Mais uma vez o vampiro recorria ao uso de seus dons especiais e obrigava o mortal a beber uma quantidade de seu sangue. O homem não tinha outra alternativa e apenas obedecia ao comando.
-A partir de agora você vai me manter informado sobre tudo que entra e sai dessa cidade. Quando digo tudo, quero dizer das coisas importantes, aquelas que as pessoas fazem questão de esconder da sociedade... O sr deve saber de muita coisa, preciso que me conte tudo. Pra ser sincero nem sei como vim parar aqui, não estava mentindo quando disse isso. Com certeza o senhor deve saber quem me trouxe naquele caixa idiota,vamos, fale tudo que preciso saber...
- Caixa? Do que está falando?
O Lassombra descansava os pés sobre a mesa de Mr Anderson e acendia um charuto. Mr. Anderson por sua vez, parecia realmente não saber sobre o modo como o vampiro havia viajado. Levou um tempo para que Mr. Anderson ligasse no setor de cargas e bagagens para descobrir sobre a tal caixa de que Ivan falava.
O telefone era desligado e Mr. Anderson aguardava a ligação do depósito. Enquanto isso Markov brincava com a fumaça do charuto. Alguns minutos depois o telefone de Mr. Anderson tocava novamente. Ele atendia e anotava um número no papel. Provavelmente os funcionários teriam encontrado a tal caixa. O mortal pesquisava o número do ticket da caixa de Ivan no computador e então descobria uma informação interessante para o vampiro:
- Essa caixa da qual o senhor está falando tinha como destino Nova York. Não era para ter desembarcado aqui. Certamente foi um erro na triagem do aeroporto do qual o senhor embarcou, ou talvez um erro do pessoal de NY. O avião fez a escala em Nova York e então veio para o Colorado. Talvez eles esqueceram de tirar a caixa e ela acabou viajando mais do que deveria.

O humano então tirava os olhos do computador e fitava Ivan dizendo:
- É isso, a caixa veio parar aqui por engano. Eu fiz o que o senhor pediu, por favor apague o áudio! Vamos, diga! É dinheiro? Qual é o seu preço?! Ele abaixava a cabeça em sinal de desespero e balbuciava coisas sozinho, quase sussurrando: - Como isso aconteceu?! Por que eu disse aquelas coisas?! Eu não entendo...

_________________
                                                                
avatar
Rian

Data de inscrição : 30/09/2014
Idade : 33
Localização : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sangue Ruim - Escolhas...

Mensagem por Rian em Ter Jun 27, 2017 8:21 am

Henry Crow; PS: 05/15; Força de Vontade: 07/10; Vitalidade: ok
Dex +4, Vigor + 4, Rapidez ativa



Hendric e seus capangas se movimentavam para destruir a testemunha das tramas por trás de Jack. Crow, por sua vez, encontrava nos dons do sangue a maneira mais eficaz de sobreviver e quem sabe ainda se promover na Camarilla local.

Sob a influência da Majestade, corações desmoronam, poderes cambaleiam e o audaz treme. E era exatamente isso o que acontecia ali dentro daquele galpão. Henry Crow concentrava sua vontade em ampliar seu magnetismo 10, 100, mil vezes! Agora era uma figura vislumbrante, mágica, um ídolo de todos ali presentes. Os primeiros a se renderem aos desejos e aos caprichos de Crow eram os carniçais de Hendric, que logo percebia o que estava acontecendo. Mas já era tarde demais, até mesmo para um vampiro secular como ele.
Crow então caminhava lentamente até ficar cara a cara com seu adversário.

-Agora abaixe esse punhal. É hora de você saber o que eu quero para indicar seu nome ao Arconte como próximo Príncipe.
Hendric abaixava o punhal e já estava hipnotizado por Crow. Henry sabia que naquele estágio Hendric faria qualquer coisa, até mesmo lamberia as botas de Crow, se este assim ordenasse. A mercenária já não era mais uma preocupação, Henry sentia que se ela estivesse o vendo, se até mesmo Hendric se curvou diante da Majestade, com ela certamente não seria diferente.
- O que você quer..? Indagava Hendric alheio à sua vontade.


Hendric rolou 3 dados de 10 lados com dificuldade 10 para coragem que resultou 2, 8, 3 - Total: 0 Sucessos
Assamita rolou 3 dados de 10 lados com dificuldade 10 para coragem que resultou 2, 8, 2 - Total: 0 Sucessos
Humanos: Automaticamente sob efeito da Majestade.


_________________
                                                                
avatar
Rian

Data de inscrição : 30/09/2014
Idade : 33
Localização : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sangue Ruim - Escolhas...

Mensagem por Ignus em Ter Jun 27, 2017 10:52 am

- O que você quer..? Indagava Hendric alheio à sua vontade.

Henry se permite um sorriso de satisfação ao ver que sua tática funcionara.

Talvez ele até mesmo pudesse negociar uma saída não violenta com Hendric em outras circunstâncias, mas além do risco de ele ser atacado no instante em que seu oponente deixasse de estar sob o efeito da Majestade havia ainda o complicador de que ambos queriam o Trono. Aquilo significava que Hendric teria de ser exterminado.

Sem dizer qualquer palavra e supondo que pegaria sua vítima completamente de surpresa Crow tenta agarrar Hendric para a seguir lhe aplicar mordidas.

{Caso a tentativa inicial de agarrar falhe ele tentará novamente. As mordidas serão aplicadas tantas vezes quantas possível em razão da rapidez}

CASO Hendric sobreviva a esse turno Crow irá gastar mais 1 pds para ter rapidez no próximo turno novamente e continuará mordendo (ou agarrando e mordendo se necessário) Hendric até o limite de ações que a rapidez lhe concede.

CASO Hendric encontre a Morte final logo no próximo turno dirá em voz alta.


-Agora vocês trabalham para mim em vez de para o falecido Hendric. Assamita, venha até aqui e me diga seu nome. Temos que conversar sobre os novos termos de seu contrato.

Agarrar:
• Agarrar: Este ataque não inflige dano, uma vez que o objetivo é mais imobilizar o alvo do que feri-lo. Com um teste bem sucedido, o atacante segura o alvo até a próxima ação dele. Naquele momento, os dois combatentes fazem um teste de ações resistidas de Força + Briga; o alvo permanece imobilizado (sem a possibilidade de realizar nenhuma outra ação) até que obtenha um número de sucessos maior do que o do atacante.

Características: Força + Briga
Dificuldade: 6
Precisão: 6
Dano: Nenhum

Mordida:
• Mordida: Esta manobra só está disponível para vampiros (ou outras criaturas sobrenaturais de dentes afiados, como os lobisomens).

Uma manobra de mordida é uma mordida "de combate", destinada a causar dano e não sugar sangue. Uma mordida causa dano agravado. Para usar um ataque com mordida, o vampiro precisa primeiro ser bem sucedido numa manobra de chave, agarrar ou encontrão (veja a seguir). No turno que se segue ao ataque bem sucedido, o vampiro pode declarar que irá tentar dar a mordida e fará um teste usando os modificadores descritos a seguir.

Como opção, um jogador pode declarar que a mordida de seu vampiro é um "Beijo" de ataque. Um Beijo é resolvido da mesma forma que uma mordida normal, mas não inflige níveis de dano de vitalidade. Depois de ligar-se para o Beijo, o vampiro pode começar a drenar o sangue da vítima com a velocidade normal, e a vítima ficará indefesa, como de costume, e não oferecerá resistência. Depois do Beijo, um vampiro pode lamber os orifícios causados, fechando as feridas e assim removendo quaisquer evidências de que ele se alimentou.

Características: Destreza + Briga
Dificuldade: 6
Precisão: +1
Dano: Força+1
avatar
Ignus

Data de inscrição : 12/03/2011
Localização : São Paulo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sangue Ruim - Escolhas...

Mensagem por Han em Ter Jun 27, 2017 11:31 am

Bom, pelo que posso deduzir minha parada aqui é devida à um engano de terceiros. Isso até onde eu sei. Não descartei a possibilidade de ela ter sido manipulada. Mas já que aqui estou, vou explorar essa cidade. Quem sabe não resolvo expandir meu império por essas terras.

- Obrigado por essas informações Mr Anderson! Mas agora deixemos de falar de mim.
Quero que me conte sobre a cidade, que aliás já havia lhe pedido mas você não me respondeu ainda. Não superestime minha paciência, essa é uma virtude que eu perdi a bastante tempo.


Nesse momento eu me levanto e me apoio com as duas mãos sobre a mesa de maneira que meus braços ficavam estendidos. O charuto se mantinha entre meus dentes. Aproximomeu rosto, do rosto daquele homem paralisado e continuo a falar...

- Estou ficando sem paciência meu caro, sugiro que seja mais útil e me diga o que se passa nessa porcaria de cidade. Quero saber quem comanda cada região, me dê nomes e atividades Mr Anderson. E para o seu bem e de sua família, não diga que não sabe pois você tem as chaves do portão de entrada e saída dessa cidade.

Realmente me sinto bastante aborrecido com o Sr Anderson. E creio que minha expressão facial mostrava bem isso. Sentia que a conversa não estava rendendo.
avatar
Han

Data de inscrição : 24/07/2016

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sangue Ruim - Escolhas...

Mensagem por Ignus em Ter Jun 27, 2017 11:59 am

PS: Favor não esquecer as especializações em Briga
avatar
Ignus

Data de inscrição : 12/03/2011
Localização : São Paulo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sangue Ruim - Escolhas...

Mensagem por Rian em Sab Jul 01, 2017 12:45 pm

Pessoal, o próximo ciclo já está começando, então se não se importarem já responderei quem for continuar no link do próximo ciclo. Em breve já devo abrir o novo tópico. Desculpem pela demora, esse ciclo foi meio conturbado pra mim.

_________________
                                                                
avatar
Rian

Data de inscrição : 30/09/2014
Idade : 33
Localização : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sangue Ruim - Escolhas...

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 3 de 3 Anterior  1, 2, 3

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum