Aradia Alarcão - Ventrue - Camarilla

Ir em baixo

Aradia Alarcão - Ventrue - Camarilla

Mensagem por Songette em Ter Maio 18, 2010 11:39 pm

Nome: Aradia
Personagem: Aradia Alarcão
Clã:Ventrue
Natureza: Galante
Comportamento:Sedutor
Geração: 10°
Refugio: Mansão da família, na Polônia
Conceito: Administrar negócios da família


Experiência:


ATRIBUTOS (7 - 5 - 3)

Físicos (3)
- Força: +1(1)
- Destreza: +1+2(3)
- Vigor: +1+1(2)

Sociais(7)
- Carisma: +1+2(3)
- Manipulação: +1 +2(3)
- Aparência: +1+3+5PB(5) (olhar sedutor) (atraente)

Mentais(5)
- Percepção: +1+1(2)
- Inteligência: +1+2(3)
- Raciocínio: +1+2(3)


HABILIDADES (13 - 9 - 5)

Talentos(9)
- Prontidão:
- Esportes:
- Briga:
- Esquiva:
- Empatia:1
- Expressão:1
- Intimidação:+2
- Liderança:+2
- Manha:
- Lábia:+3

Perícias(13)
- Empatia c/ Animais:
- Ofícios:
- Condução:
- Etiqueta:+3
- Armas de Fogo
- Armas Brancas:4 2PB(espadas)
- Performance:+3
- Segurança:1
- Furtividade:
- Sobrevivência:3

Conhecimentos(5)
- Acadêmicos:+2
- Computador:
- Finanças:+2
- Investigação:
- Direito:
- Lingüística:+1
- Medicina:
- Ocultismo:
- Política:
- Ciências:


VANTAGENS

Antecedentes (5)
Recursos – 4
status – 1+1PB
Geração: 3 (3PB)


DISCIPLINAS(3)
Dominação:7PB(1)
Fortitude:
Presença:3



Virtudes (7)
- Consciência : +3

- Autocontrole ou Instinto: +4

- Coragem: +3


HUMANIDADE:7

FORÇA DE VONTADE:3

QUALIDADES :
Rosto de Bebe(2)

Mansão(2)


DEFEITOS:
Repulsa a Cruzes (trauma por viver na igreja e odia-la(antes da transformação))(3)
Compulsão (por casos, de seduzir, isso é um jogo pra ela)(1)
Ódio- da igreja (para ela a igreja tirava o tempo do seu pai com ela)(3)



OBS:
Idade : 131 anos
Idade aparente : 19 anos
Características física:
Sexo: Feminino
Cabelos: Longo, Liso com mechas onduladas, Castanho claro.
Olhos: Verdes
Cor da pele: branca
Tamanho : 1,69
Tipo de sangue: Homem , entre 22 e 35 anos, bonitos

PRELÚDIO:
Antes da anormalidade e agitação
Aradia Alarcão Dabrowski, nasceu em 1879, Cracovia (ou Krakau como era chamada a cidade na época em que pertencia a Áustria), cidade ao sul da Polônia.
Desde seu nascimento tinha tudo o que queria menos à atenção de seu pai, e na verdade apatia a ele. Seu pai era um homem muito influente e bem sucedido, devido a sua família ser nobre e ter uma relação estreita com a igreja católica, cercada de segredos, mistérios, muito dinheiro e troca de favores de anos e anos, foi esse apoio político e financeiro o fator crucial pra dar nome a essa família.
Sua mãe vem da família Alarcão, uma família conhecida pelo seu talento com as artes plásticas e conhecida por seus azeitas de excelente qualidade. E ela amava muito sua mãe.

Quando ela nasceu podias dizer que ela era a menina mais linda que já se viu, e conforme foi crescendo sua beleza não diminuía ao contrário só aumentava. Mas conforme crescia também aumentava seu ódio pela igreja, pois ela odiava o jogo de manipulação da mesma, para trazer benefícios a mesma e aumentava o ódio por seu pai, que era cúmplice de toda a mentira.

Ela não tinha fé, só acreditava nela mesma, era parte do que ela era odiar muitas coisas, amar poucas. Luxo, sim ela era uma mulher cheia de luxo e glamour, sempre cercada de pretendentes, e ela não dava a mínima, a não ser que quisesse algo em troca.

Momentos bons... Se perguntassem a ela quais são os melhores momentos, com quem ela se sentia mais ela, fazendo o que gostava, ela lhe responderia: em seus treinos com seu padrinho Silvano.Ele era mestre em armas brancas e foi ele quem lhe ensinou a arte da esgrima, ela é muito boa, nasceu pra isso. Ela o tinha como pai, ele era tudo o que ela queria como pai.

Ela não era uma típica mulher daquele lugar e naqueles tempos, ela não era submissa a ninguém, ela era seu próprio Deus, seu próprio senhor. Não ouvia conselhos, mas em geral se dava bem, o rosto de anjo ajudava muito.

Uma coisa ruim sobre ela: ela se divertia em seu íntimo com o sofrimento dos que a amava, e gostava de causar isso.

O acidente:

Dois dias depois de completar os 18 anos, seus pais sofreram um acidente automobilístico. Eles caíram em uma ribanceira ao voltar de uma viagem.
Ela sofreu muito com a morte da sua mãe, mas nada sentiu quanto ao seu pai, era estranho, ela achava estranho não sentir. Mas não sentiu.
Ela herdou tudo, os principais patrimônios herdados foram a mansão em que vivia na Polônia e a fazenda de oliva em Portugal.

A descoberta:

Depois da morte de seus pais, ela começou a administrar os negócios da família, menos os com a igreja, que era seu padrinho Silvano quem tratava.
Porém, agora que ela convivia muito mais tempo com ele, ela passou a ter curiosidade em saber mais da vida dele, afinal ele viajava com freqüência à Itália, e não falava sobre isso.
Na sua última ausência antes da descoberta, ela ficou com uma saudade intensa, e passou a perceber que era algo que ela não gostava, era uma paixão intensa, que a deixava louca de saudades e vontade de tê-lo.
Na noite que ele voltou ela decidiu contar a ele a verdade.
Ela preparou um jantar especial, e o convidou. Quando ele chegou ela o tratou como nunca havia tratado ninguém submissa a ele, era estranho pra ela mas não podia evitar.

Quando terminaram o jantar, eles foram até a sala de estar, tomar um vinho tinto, em frente a lareira, depois de duas taças, ela se aproximou contou o que sentia e o beijou, ele ficou furioso com aquele beijo e foi então que ela percebeu algo estranho, ela o descobriu, viu quem ele era, ele não fez questão de esconder, ele era um vampiro.

O abraço:

Ela ficou chocada, nervosa, mas não sentia medo, queria sentir, mas não sentia, não mudou o que ela sentia, ela ainda estava loucamente apaixonada. Ela se aproximou e quis beija-lo novamente, mas ele deu-lhe um tapa, que a deixou desacordada.



Mais um vampiro:

Ela acordou em uma cama diferente, em um lugar diferente, e não se sentia mais a mesma, é como se fosse outra pessoa, não sabia quem era, mas lembrava de seu último momento como humana; aquele tapa que doeu mais na alma, do que fisicamente.

Foi então que ela ao olhar ao seu redor, para tentar reconhecer, que encontrou ele, Silvano, majestosamente posto ao seu lado, com um olhar perdido, meio triste.

- Minha querida, eu te amo tanto, não duvide nunca disso. O que fiz foi necessário, eu sou novo ainda, mas eu vi aquele seu olhar, era pura paixão, mas é impossível, com a mudança em seu corpo talvez isso mude, não queria te ver sofrer e sei que o que estava fazendo a levaria a sua destruição, faz parte de você e de mim essa forma de ser.
Fui amigo do seu pai por muitos anos depois de 3 anos de casados, eu me apaixonei por sua a mãe, quando me olhava no espelho via o mesmo olhar que vi em você na última noite, você não ia parar, assim como eu não parei, eu a queria e fiz me aceitar. Era paixão, não amor, e paixão acaba, mas é preciso ajuda. Eu e ela vivemos momentos incríveis e deles veio você. Sou seu Pai minha querida e mesmo que eu dissesse isso antes de transformá-la, você não aceitaria, porque amores proibidos está no nosso sangue. Desculpe-me tive que fazer isso, porque foi o que funcionou comigo.
Espero que não me odeie, faço de tudo pra isso. Eu te amo minha pequena, e sinto nunca ter sido chamado de pai.

Ela percebeu então que não entendia como não tinha percebido. Ele foi presente em todos os momentos de sua vida. Se sentia mau, mas não estava arrasada, não ligava em ser um vampiro, a vida dela afinal nunca teve um propósito. Todas da sua idade queria casar e ter filhos, viviam se preparando pra isso, mas agora ela percebeu que sem querer e sem saber ela tinha um propósito, a vida ou a morte tinha um pra ela, se tornar imortal, e permanecer linda.

O clã:

Os Ventrue, ela se sentia em casa, todo o luxo que ela sempre teve, era tratada muito bem, ela aprendia rápido e estava se saindo muito bem.
Começou a estudar um pouco sobre os vampiros e a descobrir quem ela preferia para se alimentar.
Depois do abraço passou a ser conhecida pela sociedade vampírica,como Aradia Alarcão
Ela se dava bem entre eles, sabia se portar, é inteligente.
Ainda é o começo pra ela, mas tem se saído bem, sem propósito, seu propósito a morte é quem dirá.
BANCO DE XP
-----

BANCO DE DADOS
-----

ULTIMA ATUALIZAÇÃO: -----
avatar
Songette

Data de inscrição : 07/03/2010
Idade : 27
Localização : São Paulo - SP

http://www.nborges.weebly.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum