New York by Night - Apocalipse

Página 4 de 9 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: New York by Night - Apocalipse

Mensagem por Han em Sex Jan 20, 2017 3:12 pm

Trevor checa o endereço deixado por uma msg no aparelho dado a ele por Salazar. Ainda havia tempo para com que ele se organizasse. O toreador pega seus pertences que sempre carrega nas noites de NY. Sua arma as chaves do seu Chevrolet aparelho celular e um pouco de grana. O neófito se arruma todo, uma camisa de seda branca, de abotoar. Uma calça social cinza escuro, rodeada por um cinto e um sapato que brilhava num lustre impecável. Antes de sair ele se perfuma com uma fragrância única. E então parte para tal endereço. No caminho ele imaginava uma forma de se livrar daquele casal com quem esbarrou na noite fatídica onde sua cliente foi brutalmente assassinada. Ele tinha que resolver isso antes que a coisa ficasse feia.
avatar
Han

Data de inscrição : 24/07/2016

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New York by Night - Apocalipse

Mensagem por Lord_Suiciniv em Sex Jan 20, 2017 8:23 pm

Tristan Thorn
PV 07/15
FdV 10/10
Dia 12
0010
Vitalidade:
Escoriado......................[ ]
Machucado................-1[ ]
Ferido........................-1[ ]
Ferido Gravemente....-2[ ]
Espancado.................-2[ ]
Aleijado.....................-5[ ]
Incapacitado..................[ ]

Tristan esperava que o seu “ avô” terminasse sua ligação para anunciar a sua presença, ele se aproximava do mestre com a expressão fechada, uma expressão hostil, que era automaticamente respondida com outra expressão hostil, os dois vampiros se aproximam encarando um ao outro, como se aquele que desviasse o olhar primeiro fosse morrer.

Uma vez bem próximos um do outro, tão próximos que poderiam se tocar se quisesse, Tristan abria a sua expressão, assumindo uma expressão mais normal, por sua vez Diego dava uma risada, como se estivesse a segurando desde que viu o pupilo chegar. Ele dava duas tapinhas camaradas nas costas de seu neto, e aceitava o seguir até um local mais reservado.

Tristan que conhecia aquele mausoléu como se fosse sua própria casa, levou o anfitrião até o escritório do mesmo, e o convidou para entrar. Anziani rapidamente entrava no aposento, e o Senescal trancava a porta atrás de si. Já indo direto ao assunto.

Diego prestava atenção calado ao que Tristan tinha a dizer, balançado a cabeça de maneira positiva ocasionalmente, sem demonstrar nenhuma outra reação às palavras de seu neto. Até que finalmente abria a boca. – Capitão do exercito de um ser abissal de grande poder... Imagino que para ter conseguido tal titulo, o Abissal requeira a sua lealdade, e atenção, para cumprir os objetivos dele. Por outro lado, você também se tornou um Senescal para a Camarilla, apesar do acordo de nosso clã, o que também requer lealdade e atenção, além de tudo isso, você deve lealdade e atenção aos assuntos do nosso clã, a caça de informações a respeito de Enzo e da Dama Risonha. – Anziani que estava agora sentado em sua cadeira, se recostava mais e cruzava os dedos, como uma ponte, e os levava até próximo de sua boca, seu tom de voz era tranquilo e ao mesmo tempo serio, como o de Tristan. – Você não acha que sua lealdade está dividida demais?
avatar
Lord_Suiciniv

Data de inscrição : 17/10/2011
Idade : 22
Localização : Minha casa...

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New York by Night - Apocalipse

Mensagem por Lord_Suiciniv em Sex Jan 20, 2017 8:39 pm

John Dalloe
PV 08 /
11
FdV 02 / 08
- Dia 12
0240
Vitalidade:
Escoriado......................[ ]
Machucado................-1[ ]
Ferido........................-1[ ]
Ferido Gravemente....-2[ ]
Espancado.................-2[ ]
Aleijado.....................-5[ ]
Incapacitado..................[ ]

rolagem de dados:
John rolou 7 dados de 10 lados com dificuldade 4 para mandar e-mail que resultou 7, 10, 7, 1, 5, 3, 1 - Total: 2 Sucessos


A mente de John se refugiava em lembranças do passado para fugir da dor terrível que o seu corpo estava sendo submetido, varias lembranças surgiam na cabeça do vampiro de tempos em tempos e até mesmo se misturavam.

Quando a dor passava, e o vampiro retornava ao mundo real, ele se levantava, com a sensação de estar curado, sua alma estava exausta, mas ele sobrevivera, precisava continuar seguindo em frente, como um tubarão branco.

Ele pegava o computador novamente, debaixo do assoalho de seu apartamento e em seguida tratava de enviar aquele e-mail para o Carlos Bragança, através alguns Ip’s proxy.

Cerca de 20 minutos mais tarde, Carlos respondia aquele e-mail. Onde você está Rebecca? Enviarei um carro para busca-la agora mesmo.
avatar
Lord_Suiciniv

Data de inscrição : 17/10/2011
Idade : 22
Localização : Minha casa...

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New York by Night - Apocalipse

Mensagem por Lord_Suiciniv em Sex Jan 20, 2017 9:15 pm

Trevor Belmont
PV 09/13
FdV 06/06
Dia 12

0040
Vitalidade:
Escoriado......................[ ]
Machucado................-1[ ]
Ferido........................-1[ ]
Ferido Gravemente....-2[ ]
Espancado.................-2[ ]
Aleijado.....................-5[ ]
Incapacitado..................[ ]

rolagem de dados:
 


O local que havia sido marcado no celular, era uma residência familiar, o que parecia estranho, mas aquele era definitivamente o endereço. Trevor então resolvia bater na porta da residência, e dizer que havia recebido uma mensagem para estar ali naquela hora, a senhorinha idosa que havia atendido a porta balançava a cabeça positivamente – Espere na sala, ainda falta uma pessoa chegar. – Era tudo que a idosa dizia.

O vampiro então caminha até a sala indicada pela idosa, e lá encontrava outras 6 pessoas aguardando, homens e mulheres de todos os tipos e tamanhos, amigáveis e mal encarados. Alguns minutos se passam e uma ultima pessoa chegava, um homem. Ele se encostava em uma parede qualquer, sem falar nada.

Finalmente, com todos presentes, uma pessoa surgia pela mesma entrada, e se anunciava. – Meus caros colegas sabáticos, meu foi pedido para reunir vocês aqui nesta residência, para passar-lhes as ordens do senhor Morningstar. Eu sou o Templario Morpheu. – Era um homem esguio, soturno, trajava roupas ultrapassadas, parecia até mesmo desleixado.



– Primeiramente, todos vocês são membros queridos do sabbath, mas que por algum motivo pessoal, permaneceram sem bando, para as noites que virão, o senhor Morningstar recomenda que isso mude, mesmo que temporariamente, ele recomenda que se juntem em bandos, como ao todo, vocês estão em 8, é justo que se juntem em 2 bandos de 4 membros. A liberdade é toda de vocês com quem vocês pretendem se juntar, e como se organizarão, é claro. – Ele então olhava para um relógio na parede, e prosseguia. – São agora meia noite e quarenta, vocês tem até o amanhecer para formarem os bandos, amanhã a noite eu voltarei aqui para continuar com as instruções. A senhora Magnus vai providenciar um bom local para todos dormirem hoje a noite, aqui mesmo nesta residência. Eu recomendo que aqueles que vieram de carro, e estacionaram aqui na frente, retirem o carro daqui e estacionem mais distante. Não queremos ter nossa localização revelada. Alguma duvida?  
avatar
Lord_Suiciniv

Data de inscrição : 17/10/2011
Idade : 22
Localização : Minha casa...

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New York by Night - Apocalipse

Mensagem por Tristan Thorn em Sex Jan 20, 2017 10:05 pm

Tristan sorria aos comentários de Diego Giovanni. Thorn é marcado dentro da Família como um Ceifador, aquele quem executa as párias que não seguem as tradições¹. Disposto a limpar a sujeira da Família, saiu da Europa em direção ao Novo Mundo, ouvindo os conselhos do próprio Diego. Deixou o Anziani terminar.

- Minha lealdade é apenas com a Família – decretou, não alterando o tom de voz. - Estou aqui justamente para submergir além da Mortalha, peço humildemente guarnições e apoio para essa empreitada. Quero obliterar Sauron, resgatar Enzo e expandir nossos Escravos Espirituais – fez outra pausa, dando tempo para as ideias fluírem. - Assim como me forneceu no passado, necessito de dois carniçais Giovanni para me auxiliar, principalmente nesse nova empreitada, que demanda um alto custo. Além disso, gostaria que abrisse o Portal para ingressarmos na Umbra, o Senhor possui condições de acompanhar-me?
avatar
Tristan Thorn

Data de inscrição : 19/03/2010
Localização : Veneza

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New York by Night - Apocalipse

Mensagem por Krauzer em Sab Jan 21, 2017 8:37 am

SAMUEL HAWKINS


________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________


Após uma longa caminhada, o Nosferatu chegava ao QG do Xerife. Samuel havia sido informado da localização do boliche, mas nunca estivera ali pessoalmente. Ele entra no local, onde era recebido por um jovem (que provavelmente não estava muito satisfeito com seu emprego).

Seria o jovem um carniçal do Xerife? Ou apenas um mortal qualquer que não sabia nada sobre a sociedade cainita? Samuel decide não arriscar e evita fazer qualquer menção a termos da sociedade noturna, ao menos até que o jovem revele saber de algo.

- Boa noite, estou procurando por um anão, acredito que seu nome seja Levi. Ouvi dizer que ele frequenta este local, você saberia onde posso encontra-lo?
avatar
Krauzer

Data de inscrição : 29/10/2013
Idade : 47

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New York by Night - Apocalipse

Mensagem por Askalians em Sab Jan 21, 2017 8:17 pm

 Lisandra Eckhart

Parecia que estavam mordendo a isca de um jeito que não havia imaginado, mas só o fato de não falarem sobre a mulher já indicava que alí poderia ter algo bem errado e iria descobrir de algum jeito.

- Eu quero falar com a Carmem. Ela havia dito que era para eu falar com ela imediatamente em caso de não estar satisfeita e estou pagando bem caro por isso... Podem ligar para ela agora!

Dizia de forma imperativa, com os braços cruzados alí na frente dos dois seguranças indicando que estava impaciente. Seu olhar indicava lascívia e ao mesmo tempo curiosidade com o desafio que aquilo estava lhe parecendo.

"Veremos o que acontece agora..."
avatar
Askalians

Data de inscrição : 21/02/2016
Idade : 32
Localização : between life and death

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New York by Night - Apocalipse

Mensagem por Lord_Suiciniv em Dom Jan 22, 2017 3:33 pm

Samuel Hawkins
PV 8/13
FdV 05/05
- Dia 12
0050
Vitalidade:
Escoriado......................[ ]
Machucado................-1[ ]
Ferido........................-1[ ]
Ferido Gravemente....-2[ ]
Espancado.................-2[ ]
Aleijado.....................-5[ ]
Incapacitado..................[ ]

rolagem de dados:


O atendente suspirava meio desanimado, e dizia mais para dentro do que para fora. – Siga-me... – Ele então saia de trás do balcão de atendimento e guiava o nosferatu por um corredor que ficava entre as pistas e a área de espera. Ao final do corredor, havia uma porta de madeira simples.

– Espere aqui. – O rapaz então respirava fundo uma vez mais, dava algumas tapas em seu próprio rosto e o sacudia freneticamente. Ele então se ajeitava e batia na porta três vezes e entrava na porta.

O garoto retornava alguns segundos mais tarde – O senhor Athan vai atende-lo agora. – E abria espaço para que Samuel entrasse.

O Nosferatu então entrava no ambiente, era um salão bastante espaçoso, cheio de monitores por onde o xerife poderia ficar de olho na cidade. Havia também uma mesa redonda enorme no centro do salão com exatamente 6 lugares, e mais ao fundo estava o anão, em uma escrivaninha provavelmente feita sob medida para altura do homem, o que fazia parecer que era uma mesa de criança, mas Samuel sabia que não era sábio falar a respeito da altura do Xerife, o homem tinha um temperamento pouco agradável, e falar a respeito disso, não costuma agrada-lo.

– Em que posso ajuda-lo? – Dizia o anão se levantando de sua cadeira e caminhando ao encontro do Nosferatu, ele estendia a mão para Samuel de maneira educada.
avatar
Lord_Suiciniv

Data de inscrição : 17/10/2011
Idade : 22
Localização : Minha casa...

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New York by Night - Apocalipse

Mensagem por Lord_Suiciniv em Dom Jan 22, 2017 3:38 pm

Liz Eckhart
PV 07/13
FdV 6/6
- Dia 12
2208
Vitalidade:
Escoriado......................[ ]
Machucado................-1[ ]
Ferido........................-1[ ]
Ferido Gravemente....-2[ ]
Espancado.................-2[ ]
Aleijado.....................-5[ ]
Incapacitado..................[ ]


Os dois seguranças se olham entre si, pareciam um pouco nervosos com aquela ordem, mas eles não tinham escolha a não ser acatar a ordem de sua cliente. O homem mais magro, que já estava com o celular na mão então buscava em sua agenda de contatos o numero da chefe e começava a discar e passava o telefone para Liz.

O telefone chamava algumas vezes e finalmente alguém atendia. – Alo? Quem fala? – Era a voz de um homem que atendia, Liz não sabia identificar de quem pertencia aquela voz.
avatar
Lord_Suiciniv

Data de inscrição : 17/10/2011
Idade : 22
Localização : Minha casa...

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New York by Night - Apocalipse

Mensagem por Lord_Suiciniv em Dom Jan 22, 2017 3:54 pm

Tristan Thorn
PV 07/15
FdV 10/10
Dia 12
0013
Vitalidade:
Escoriado......................[ ]
Machucado................-1[ ]
Ferido........................-1[ ]
Ferido Gravemente....-2[ ]
Espancado.................-2[ ]
Aleijado.....................-5[ ]
Incapacitado..................[ ]

Anziani não esboçava nenhuma reação com aquela resposta, na verdade, era a única resposta que ele realmente esperava de seu neto Tristan, o que o surpreenderia seria se Thorn tivesse dado uma resposta diferente daquela. – Sim, eu posso fornecer os carniçais sim, assim como posso acompanha-lo nessa empreitada. Irei providenciar os preparativos para nossa viagem, amanhã à noite já poderemos partir. Você tem alguma pista de onde Sauron possa estar? Não é prudente atravessar a mortalha às cegas. – Ele dizia simplesmente na mesma monotonia de voz.
avatar
Lord_Suiciniv

Data de inscrição : 17/10/2011
Idade : 22
Localização : Minha casa...

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New York by Night - Apocalipse

Mensagem por John Dalloe em Dom Jan 22, 2017 4:09 pm

   Balflear Mied Bunansa    



"Umm, a resposta veio rápida... Interessante." Balflear pega e contata sua mentora, explicando-lhe a situação e propõe uma idéia: "Zenobia, minha lua, parte do objetivo que tiveste quando me posicionou em Nova Iorque era conseguir acesso a Capela Tremere, sei o quanto os tomos daquela biblioteca lhe interessam para ajudarem na eterna tarefa de desvendar o livro de Nod por completo, agora surgiu uma oportunidade. Dr. Fux poderia alterar o semblante físico de alguém versado na arte de impersonar e em rituais, alguém que não será descoberto facilmente, talvez um dos meus irmãos e sua tarefa prima será a lista de rituais que defendem a capela. Eu continuarei a isca que lancei para Carlos Bragança, fingindo que a mensagem fora interceptada e ela agora está nas mãos do sabá, o que facilitará fingir ser ela, ou uma sombra do que ela fora um dia, uma sombra quebrada e com o psique totalmente destroçado, assim evitaremos uma possível interrogação quando lhe encontrarem em um refúgio sabá conforme planejarmos. Segue anexado um dossiê de fotos e todas as informações pessoais que eu pude encontrar." Balflear então procura então registros de internação psiquiátricos nos sanatórios de Orleans, sempre uma mulher que vê vultos, talvez uma menção de que eles se pareçam com um lobo (porém isto não é obrigatório) para enviar. Também anexa todas as informações que estão na conta de e-mail e celular de Rebecca, incluindo as fotos dela que estão na nuvem de seu celular.

Em relação a Carlos Bragança, ele lhe manda uma mensagem de uma terceira conta irrastreável:
Th3_R1pp3r#1 (não olhei nos posts antigos, mas to usando o mesmo nick do Jack O'Brian):
Fique calmo Carlos, ela estava certa em me temer e, denovo, ela estava certa em achar que estava sendo seguida. Bem, mas logo ela descobrirá... E acho que devo lhe agradecer, você deixou tudo tão fácil, bastou interceptar a resposta a sua pergunta Carlos. Ela disse que estava sendo vigiada e você lhe pede o endereço hahahaha.... HAHAHA que tolo, que juvenil Carlos. Bem, sem delongas, vou visita-la agora... seu sangue está nas suas mãos, mas relaxe melhor se esquecer dela, afinal vocês nunca mais lhe verão meu irmão cainita.

Após tudo isto, ele pega seu celular e olha o horário, afinal já deve estar tarde.
avatar
John Dalloe

Data de inscrição : 20/07/2016
Idade : 35
Localização : New York

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New York by Night - Apocalipse

Mensagem por Lord_Suiciniv em Dom Jan 22, 2017 5:49 pm

John Dalloe
PV 08 /
11
FdV 02 / 08
- Dia 12
0320
Vitalidade:
Escoriado......................[ ]
Machucado................-1[ ]
Ferido........................-1[ ]
Ferido Gravemente....-2[ ]
Espancado.................-2[ ]
Aleijado.....................-5[ ]
Incapacitado..................[ ]

rolagem de dados:
??? rolou ? dados de 10 lados com dificuldade 7 para ??? que resultou em Segredo
John rolou 7 dados de 10 lados com dificuldade 7 para ??? que resultou em Segredo


Baflear então acessava a DeepWeb para entrar em contato com sua senhora Zenobia, era a única forma segura de se comunicar com ela. Junto da sua mensagem ele também enviava tudo que conseguia encontrar a respeito dos sanatórios de Orleans, que pudessem falar de Rebecca, bem como as informações encontradas no celular da garota. Tal pesquisa lhe custava 20 minutos.

Ele então produzia uma nova conta de e-mail recheadas de Proxy e abria o e-mail que Carlos havia lhe mandado, ficando feliz com a resposta do tremere, ele tinha caído que nem um patinho em sua jogatina. Já providenciando uma resposta através da nova conta de e-mail para o Tremere.

Novos 20 minutos se passam, e o vampiro recebe um novo e-mail, na conta nova de e-mail. Tolo... Juvenil... Talvez... Veremos... Era tudo que a mensagem dizia.

John pegava o celular para verificar a hora e descobria que já eram 3:20 da madrugada, o sol iria nascer em pouco mais de 1h.
avatar
Lord_Suiciniv

Data de inscrição : 17/10/2011
Idade : 22
Localização : Minha casa...

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New York by Night - Apocalipse

Mensagem por Han em Dom Jan 22, 2017 9:01 pm

Trevor ouvia tudo atentamente. E então ele toma frente e resolve deixar seu palpite após o encerramento do templário.

- Boa noite a todos! Me chamo Trevor. Não que eu esteja querendo ser alguma espécie de lider, mas sugiro que todos nós nos conhecemos melhor para decidimos a formação mais apropriada dos bandos. Começando por mim, sou do clã toreador...

E assim se apresentava o jovem neófito. Ele queria agilizar aquele processo por que ainda tinha coisas a resolver naquela noite. Quem sabe seus novos amigos o ajudariam em sua missão de abafar aquele casal que outrora viu o imortal saindo de uma cena de crime. Mesmo que não seja cometido por ele. Mas como ele explicaria?

Trevor esperava a iniciativa dos outros membros ali presente. Na esperança que sua ideia fosse efetiva na resolução das coisas ali impostas.
avatar
Han

Data de inscrição : 24/07/2016

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New York by Night - Apocalipse

Mensagem por Askalians em Seg Jan 23, 2017 1:16 am

Lisandra Eckhart

Era exatamente isso o que ela queria quando viu a reação dos seguranças e ficou contente com o fato de terem aparentemente feito o que ela mandou, mas quando pegou o telefone, não gostou de ouvir uma voz masculina ao invés da mulher. Talvez fosse aquele homem que atendera a porta como na outra ocasião, ou talvez não...

- Alô!? Eu gostaria de falar com Carmem Elektra, por gentileza...

E começou a se afastar dos seguranças para ter uma conversa mais particular. Não queria que ouvissem o que ela ia dizer e perguntar, por mais que a casa devesse estar cheia de escutas e até mesmo câmeras. Foi então para o banheiro para esse momento particular.

“Será que realmente aconteceu algo com ela!?”

Assim que entrou no banheiro, encostou a porta e no espaço que tinha, começou a andar de um lado ao outro, ainda com o telefone na orelha aguardando...
avatar
Askalians

Data de inscrição : 21/02/2016
Idade : 32
Localização : between life and death

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New York by Night - Apocalipse

Mensagem por Krauzer em Seg Jan 23, 2017 10:29 am

SAMUEL HAWKINS



__________________________________________________________________________________________________________________________________


Samuel apertava a mão do Xerife, e fazia uma leve reverência com a cabeça.

- Saudações, Xerife! Não creio que já tenhamos sido apresentados, me chamo Samuel, do clã Nosferatu, e como você sabe, nós ficamos encarregados de auxiliar nas investigações dos recentes fatos ocorridos na cidade!

Samuel colocava o rolo de arte em cima da pequena mesa antes de continuar.

- Me permite? Bem, vamos começar pelo princípio, acredito que você possua dados sobre a recente tragédia ocorrida com o príncipe, e me coloco á disposição para auxiliar. E segundo, Alexandra Ruthven me entregou isso, eu ainda não fui capaz de interpretar sua mensagem, mas acredito fortemente que tenha algo a ver com o destino da cidade!

Enquanto Samuel falava, ele desenrolava o papel do rolo de arte, mostrava a pintura a Levi, e esperava sua resposta.
avatar
Krauzer

Data de inscrição : 29/10/2013
Idade : 47

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New York by Night - Apocalipse

Mensagem por Tristan Thorn em Qua Jan 25, 2017 9:19 pm

Um meio-sorriso riscava a face do Necromante. A vingança, que brotava lá no fundo como uma tórrida chama, latejava dentro da alma e lhe sacudia por completo. Ajeitou as luvas de couro, arrumou a gravata e acenou positivamente com a face, concordando com o ancião. Diego Giovanni é o líder da Família nos tempos modernos, um ancião Giovanni que comanda o clã de forma ímpar e inspira os mais jovens a seguir diretrizes escusas. Criador de Enzo, Diego foi uma espécie de “mentor” e referência para Thorn, mesmo que não seja aos moldes convencionais.

- Tudo bem. Amanhã nos encontraremos. Sobre Sauron, ele é um dos líderes dos Legionários que patrulham a periferia de Estígia. Eles não toleram visitantes “não-cadastrados”, ainda mais seres de carne como nós com diversos espíritos grilhados. Fora isso, conseguiu passar um deles para o meu lado, o nome dele é Timbour, que me forneceu informações detalhadas sobre como eles patrulham e etc. Nosso plano consistirá em adentrar pela parte oeste, local menos importante para a guarda, lá, por ser mais fraco, conseguiremos facilmente domar e controlar um dos legionários, obrigando-o a chamar o maldito Sauron, que pensará ser apenas mais um dia normal de verificações sobre os subordinados, quando ele chegar, estaremos lá¹ – argumenta o Ceifador, demonstrando respeito ao dialogar com o Anziani.

Com tudo combinado, Thorn se despede do ancião. Em seguida, faz questão de cumprimentar todos os Anziani presentes no Mausoléu, se fazer vívido, principalmente em Veneza, é de estrema importância para alguém tão renomado² quanto Tristan. Depois de fazer o social por ali, coisa básica de, no máximo, trinta minutos, saiu pelas largas alamedas de Veneza, pegando o próprio veículo que ali estava. Uma Nissan Armada blindado, totalmente equipada para todas as paranoias do Necromante.

Dirigiu até o Ospedale dell'Angelo*, um dos hospitais mais renomados da cidade. Estacionou, saiu do carro. Ajeitou o Armani negro com corte personalizado que remetia aos anos 70. Sempre clássico, ostentava por baixo do paletó, uma camisa branca, uma gravata chumbo e o cachecol roxo, além das luvas de couro pretas. O amuleto, trançado com fios de aço, também jazia oculto, sempre precioso.

Entrou no Hospital. Pelo horário, apenas quem faz os plantões estaria à disposição, não que isso seja problema, pelo contrário, era a solução. Não é a primeira vez em que Tristan visita o recinto, já conhecendo a maioria das alas do local, por isso, sem perder tempo, foi até o necrotério. Qualquer problema de acesso, seria rapidamente corrigida³. Ao adentrar na sala e visualizar os cadáveres, Thorn leria o prontuário de cada um deles, pegaria os pertences que ali estavam e, um por um, os invocaria**. Usaria o discurso padrão com todas elas, um por vez.

- Eu sei, eu sei que é horrível. Posso dizer que, como um ser de carne, eu compreendo muito bem a sua situação. Você sofre, está preso em lamúrias com diversos fatos de uma vida que não mais existe, porém, essa mesma “vida” lhe arrasta de volta para esse pútrido mundo físico que aqui estamos – argumentava, gesticulando-se e mostrando-se caridoso com a situação***. - De qualquer forma, eu, Tristan Thorn, sou o seu salvador. Você deseja a redenção? Deseja acabar com todos os problemas físicos que lhe prendem nesse mundo? Quer mesmo acertar as contas com alguém? Deseja que eu proteja seus familiares e entes queridos? Quer que eu financie os sonhos ou estudos de alguém? Eu serei o seu messias, seu salvador, vamos concretizar um acordo, uma aliança que beneficiará todos nós. Em troca, faço tudo que você quiser, para, em seguida, você fazer tudo que eu mandar – decretou o Necromante, já selando o acordo com a Aparição. Faria o mesmo discurso, uma a uma, até que todas as Aparições que se manifestarem naquele Necrotério fossem invocadas. Antes de abandonar o Hospital, faria algo especial. - Vocês não se arrependerão dessa escolha. Vocês me seguirão, cumprirão minhas ordens e, em troca, serei o Guardião de todos vocês. Meu primeiro ato para contemplar nossa nova aliança é providenciar funerais dignos, também pretendo auxiliar em quaisquer assuntos materiais que vocês estiverem com pendência – argumentava, com entusiasmo. - Sei que todos nós, enquanto vivos, mantemos um grande vínculo com os nossos lares. Estou disposto a comprar as residências que vocês moravam, apenas para impedir que os seus herdeiros legais as vendam para qualquer um. Quero proteger o local onde passaram por tantas memórias, para que não seja demolido para a construção de um edifício, ou qualquer outra coisa desagradável – finalizou.

---

*. E o maior e mais chique Hospital de Veneza, segundo o clanbook Giovanni, Diego controla o recinto.
¹. Informações passadas em on game por Timbour, ex-Legionário de Estígia, ex-subordinado de Sauron e agora um dos escravos de Thorn.
². Prestígio no Clã 3.
³. Dominação 2 (para ordenar comandos) e Dominação 3 (para limpar memórias).
**. Necromancia – Linha do Sepulcro ~ Invocar Espírito: Se Thorn souber os nomes, bom. Caso contrário, as imagens deles já bastariam. A ideia de pegar algum objeto é para ficar mais fácil o uso do poder.
***. Manipulação + Lábia: Convencê-los.
avatar
Tristan Thorn

Data de inscrição : 19/03/2010
Localização : Veneza

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New York by Night - Apocalipse

Mensagem por Lord_Suiciniv em Sab Jan 28, 2017 5:52 pm

Trevor Belmont
PV 09/13
FdV 06/06
Dia 12

0043
Vitalidade:
Escoriado......................[ ]
Machucado................-1[ ]
Ferido........................-1[ ]
Ferido Gravemente....-2[ ]
Espancado.................-2[ ]
Aleijado.....................-5[ ]
Incapacitado..................[ ]

rolagem de dados:
 


Trevor tomava a iniciativa e sugestionava para que todos se apresentassem, e resolvia começar para quebrar o gelo, quando ele terminava de falar, uma mulher que estava sentada no sofá levantava uma sobrancelha, e então falava alto para se fazer ouvida por todos.

– Isso é tudo que você tem para falar Trevor? Seu nome o seu clã? – Ela parecia decepcionada com aquela apresentação, e aparentemente era uma opinião comum entre os demais vampiros que se encontravam no ambiente. Todos eles pareciam não estar satisfeitos com a apresentação do Toreador.



A vampira se levantava de onde estava sentada e começava a se apresentar. – Meu nome é Ashley, pertenço ao clã Tzimisce, tenho 13 anos de vampirismo, já estive em um bando antes, o do meu sire, no entanto, fomos emboscados pela Bastarda de Nova Orleans quando estávamos passando por lá, e o bando foi morto, apenas eu consegui sobreviver, ao explodir um carro que estava por perto e apelar para o medo vermelho dos membros da bastarda, isso me deu tempo suficiente para fugir e mudar a minha aparência. Estou aqui em Nova York em busca de um novo bando, que possua ambições e queira somar ao poderio da nossa seita. Assim como pretendo colocar a cidade de joelhos e entrega-la ao Sabbath. – Ashley virava o rosto para Trevor. – É assim que se faz uma apresentação rapaz. Veja se faz uma melhor! – Ela então se sentava novamente em seu lugar.

[color=yellow] off: desculpe a demora, eu fiquei uns dias sem internet e não tive como postar para ninguém.
avatar
Lord_Suiciniv

Data de inscrição : 17/10/2011
Idade : 22
Localização : Minha casa...

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New York by Night - Apocalipse

Mensagem por Lord_Suiciniv em Sab Jan 28, 2017 6:12 pm

Liz Eckhart
PV 07/13
FdV 6/6
- Dia 12
2210
Vitalidade:
Escoriado......................[ ]
Machucado................-1[ ]
Ferido........................-1[ ]
Ferido Gravemente....-2[ ]
Espancado.................-2[ ]
Aleijado.....................-5[ ]
Incapacitado..................[ ]


Lisandra ia para o banheiro, para se afastar de seus seguranças e ter uma conversa mais particular com Carmen, porém ficava surpresa quando descobria que quem havia atendido o telefone dela havia sido um homem. Aquilo aliado com as recentes fofocas soava muito estranho na cabeça da Setita.

– Porra serio? Aqui quem fala é Oswaldo, eu ativei esse numero tem dois dias... – Oswaldo falava um pouco irritado. – Já é a quarta vez que me ligam querendo falar com essa vagabunda... Olha moça, quando você encontrar essa sua amiga, diga para ela distribuir logo o novo numero de celular, eu já não aguento mais as pessoas me ligando atrás dela... E puta que pariu, sempre nos piores horários? São 22h pelo amor de deus. – O homem esbravejava agora, e então desligava o telefone, sem esperar uma resposta de Liz

off: Desculpe a demora, estive sem internet por uns dias e não tive como postar para ninguém
avatar
Lord_Suiciniv

Data de inscrição : 17/10/2011
Idade : 22
Localização : Minha casa...

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New York by Night - Apocalipse

Mensagem por Lord_Suiciniv em Sab Jan 28, 2017 6:27 pm

Samuel Hawkins
PV 8/13
FdV 05/05
- Dia 12
0054
Vitalidade:
Escoriado......................[ ]
Machucado................-1[ ]
Ferido........................-1[ ]
Ferido Gravemente....-2[ ]
Espancado.................-2[ ]
Aleijado.....................-5[ ]
Incapacitado..................[ ]

rolagem de dados:


O xerife educadamente apertava a mão de Samuel. – Sim sim, foi sugestão minha que Cornellius fizesse isso, agradeço a contribuição que seu clã tem feito até agora. É um prazer conhece-lo Samuel. – Ele falava educadamente, estranhamente até agora ele não parecia o mesmo anão que Samuel havia ouvido falar, o famoso Xerife bocudo e estressado, beirando a falta de educação com os membros mais jovens da seita.

O xerife permitia ouvia atentamente o que Samuel tinha pra falar, quando ouvia a menção a Alexandra, sua atenção aumentava exponencialmente. Começando a prestar atenção na pintura de Samuel.

– Alexandra saiu da cidade a semenas, como você conseguiu uma pintura dela? – Ele estava fascinado com aquilo. – Veja, aqui no canto superior da tela... Me parece muito, a estatua da liberdade... porém a sua tocha está apagada? – Ele ficava confuso, sabia a importância daquela pintura, mas ainda assim, sabia que ela não iria revelar nada com clareza. – Isso quer dizer alguma coisa para você, Samuel? Eu acho que esta pintura inteira está cheia de profecias de Alexandra, e por isso ela saiu da cidade. Se importa se eu ficar com ela? – Ele pedia educadamente.

off: desculpe a demora, estive sem internet por uns dias e não tive como postar para ninguém
avatar
Lord_Suiciniv

Data de inscrição : 17/10/2011
Idade : 22
Localização : Minha casa...

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New York by Night - Apocalipse

Mensagem por Han em Sab Jan 28, 2017 9:12 pm

Uma mulher se levanta e com ar de reprovação começa um discurso onde o objetivo se confundi em se apresentar e uma tentativa de ridicularizar o toreador. Trevor pensa em responder a altura, mas se lembra do episódio com Salazar. Ele foi radical ao pedir que Trevor tratasse com mais respeito seus semelhantes. Aquilo gerava uma raiva que não podia ser exposta naquele momento. Sem dúvida ele não tinha poder sufuciente para se impor a aquelas pessoas. Todos membros respeitados do Sabá. Mas quem sabe um dia Belmont cale a boca de todos.

Um sorriso amarelo tomava forma no rosto de Trevor, aquele tipo de sorriso que parece estar sendo feito por um esforço físico contra a vontade do mesmo. O toreador se volta para a recém apresentada Ashley pertencente do clã Tzimisce.

- Perdão mademoiselle! Quis ser prático. Peço perdão se pareci desinteressado. Afirmo que não é o caso. Trevor se vira para o restante dos membros que se faziam presentes ali. - Bem senhores. Uma pausa e dada e Trevor olha para as mulheres daquela sala. E de modo cortez continua sua fala. - E senhoras. Como ja disse, me chamo Trevor Belmont sou do clã da rosa. sou de vegas, não tive o prazer de entrar em um bando ainda. Minha sire Scarlet Me abraçou a pouco mais de meio século e me ensinou tudo que eu sei. Sou saxofonista mas no momento não estou atuando nesta área pois tenho uns probleminhas com a justiça que precisam ser superados. Matei um homem na minha terra natal. E desde então vivo fugindo de autoridades. Eles ja devem estar achando que morri. pois já passou bastante tempo. Tenho um Chevrolet SS 1970, que aliás esta estacionado aqui em frente mas já vou tratar de tira-lo de lá como pediu nosso amigo. E além disso tudo tenho um probleminha pra resolver essa noite ainda. duas testemunhas me viram sair de um apartamento na noite anterior. E neste apartamento está o corpo mutilado de uma mulher. Por isso preciso resolver isso antes que alguém de falta da mulher e acabem achando seu corpo.

O toreador após seu monólogo olha para seus ouvintes com a falsa expectativa de uma aprovação dos mesmos. Ele queria entrar no jogo. Apesar de ter coisas a resolver fora dali.
avatar
Han

Data de inscrição : 24/07/2016

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New York by Night - Apocalipse

Mensagem por Askalians em Sab Jan 28, 2017 9:32 pm

 Lisandra Eckhart

Não ficou nada feliz no banheiro quando aquele homem atendeu e falou grosseiramente com ela sem dar chances de responder.

"Vou matar aqueles dois... isso sim..."

Irritadiça, pega um cigarro na gaveta do banheiro e acende. Não podia negar que pelo que o tal de Osvaldo disse, não era ela a primeira pessoa que ligava perguntando de Carmem então parecia que realmente ou aquela mulher desapareceu ou havia morrido mesmo. Quem então iria continuar com aquele negócio de segurança privada?

Deu uma bela tragada em seu cigarro e voltou para falar com os seguranças e também devolver aquele aparelho de celular. Retorna então para a sala onde os dois seguranças estavam e diz:

- Vocês me deram o número errado... estão querendo me deixar irritada ou a chefe de vocês está morta e não estão querendo me dizer?

Cruza um dos braços, fazendo pose segurando o cigarro, mostrando que estava irritada e que continuava fumando apesar disso.

Muitas vezes acabava dando uma de "joão sem braço" conversando e desconversando de mentiras mas com fatos que poderiam ser reais no meio dos argumentos, pois com isso poderia estar até que pontos os interlocutores poderia se enrolar com mentiras ou finalmente dizer a verdade.
avatar
Askalians

Data de inscrição : 21/02/2016
Idade : 32
Localização : between life and death

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New York by Night - Apocalipse

Mensagem por Lord_Suiciniv em Dom Jan 29, 2017 1:16 pm

Tristan Thorn
PV 07/15
FdV 10/10
Dia 12
0313
Vitalidade:
Escoriado......................[ ]
Machucado................-1[ ]
Ferido........................-1[ ]
Ferido Gravemente....-2[ ]
Espancado.................-2[ ]
Aleijado.....................-5[ ]
Incapacitado..................[ ]

Rolagem de dados:
Invocação
Tristan rolou 9 dados de 10 lados com dificuldade 7 para invocação que resultou 7, 7, 2, 1, 1, 2, 8, 8, 4 - Total: 2 Sucessos
Tristan rolou 9 dados de 10 lados com dificuldade 7 para invocação que resultou 2, 1, 9, 6, 5, 2, 6, 6, 6 - Total: 0 Sucessos
Tristan rolou 9 dados de 10 lados com dificuldade 7 para invocação que resultou 1, 8, 10, 7, 10, 6, 2, 10, 10 - Total: 5 Sucessos
Tristan rolou 9 dados de 10 lados com dificuldade 7 para invocação que resultou 8, 6, 10, 5, 5, 5, 1, 4, 5 - Total: 1 Sucessos
Tristan rolou 9 dados de 10 lados com dificuldade 7 para invocação que resultou 7, 6, 1, 3, 6, 7, 9, 5, 2 - Total: 2 Sucessos
Tristan rolou 9 dados de 10 lados com dificuldade 7 para invocação que resultou 5, 6, 9, 9, 6, 6, 7, 10, 3 - Total: 4 Sucessos
Tristan rolou 9 dados de 10 lados com dificuldade 7 para invocação que resultou 6, 10, 2, 1, 2, 5, 5, 7, 3 - Total: 1 Sucessos
Tristan rolou 9 dados de 10 lados com dificuldade 7 para invocação que resultou 2, 3, 2, 4, 4, 10, 4, 8, 3 - Total: 2 Sucessos
Tristan rolou 9 dados de 10 lados com dificuldade 5 para invocação que resultou 5, 10, 7, 6, 9, 4, 5, 10, 8 - Total: 8 Sucessos
Tristan rolou 9 dados de 10 lados com dificuldade 5 para invocação que resultou 10, 4, 3, 6, 1, 9, 5, 3, 6 - Total: 4 Sucessos

Teste Pergunta 1
Aparição 1 rolou 2 dados de 10 lados com dificuldade 6 para permanecer que resultou 5, 1 - Total: -1 Sucessos
Aparição 3 rolou 5 dados de 10 lados com dificuldade 6 para permanecer que resultou 10, 6, 9, 10, 1 - Total: 3 Sucessos
Aparição 4 rolou 1 dados de 10 lados com dificuldade 6 para permanecer que resultou 8 - Total: 1 Sucessos
Aparição 5 rolou 2 dados de 10 lados com dificuldade 6 para permancer que resultou 2, 6 - Total: 1 Sucessos
Aparição 6 rolou 4 dados de 10 lados com dificuldade 6 para permanecer que resultou 8, 3, 1, 5 - Total: 0 Sucessos
Aparição 7 rolou 1 dados de 10 lados com dificuldade 6 para permanecer que resultou 4 - Total: 0 Sucessos
Apariçao 8 rolou 2 dados de 10 lados com dificuldade 6 para permanecer que resultou 7, 3 - Total: 1 Sucessos
Aparição 9 rolou 8 dados de 10 lados com dificuldade 6 para permanecer que resultou 7, 3, 4, 6, 6, 5, 1, 10 - Total: 3 Sucessos
Aparição 10 rolou 4 dados de 10 lados com dificuldade 6 para permanecer que resultou 7, 8, 8, 1 - Total: 2 Sucessos

Teste de Convencimento resistido para aqueles que tem tempo de ficar
Tristan rolou 9 dados de 10 lados com dificuldade 6 para convencer que resultou 10, 7, 6, 6, 9, 10, 10, 2, 6 - Total: 8 Sucessos
Tristan rolou 9 dados de 10 lados com dificuldade 6 para convencer que resultou 5, 10, 4, 6, 4, 4, 9, 4, 7 - Total: 4 Sucessos
Tristan rolou 9 dados de 10 lados com dificuldade 6 para convencer que resultou 10, 10, 9, 6, 9, 7, 6, 1, 5 - Total: 6 Sucessos
Tristan rolou 9 dados de 10 lados com dificuldade 6 para convencer que resultou 2, 8, 8, 1, 8, 4, 8, 7, 4 - Total: 4 Sucessos
Tristan rolou 9 dados de 10 lados com dificuldade 6 para convencer que resultou 7, 9, 7, 2, 7, 3, 6, 8, 9 - Total: 7 Sucessos
Tristan rolou 9 dados de 10 lados com dificuldade 6 para convencer que resultou 8, 7, 5, 7, 2, 2, 6, 7, 2 - Total: 5 Sucessos
off: Devido aos seus sucessos serem maior que a rolagem de dados das aparições, não vou rolar os dados deles.

Quantidade de aparições interessadas no acordo de servidão.
Caos rolou 6 dados de 10 lados com dificuldade 4 para aparições interessadas que resultou 3, 4, 6, 3, 5, 1 - Total: 3 Sucessos



O Giovanni se preocupava em manter as aparências com todos os membros da familia que estavam presentes no mausoléu, o que consumiu um certo tempo dele. Mas aquilo era preciso para manter o seu status dentro do clã.

Quando satisfeito com seu desempenho social, o vampiro se despedia de seus familiares e ia para o seu carro, com a ambição de visitar um certo hospital local, o horário avançado de fato garantiu que não houvesse muito movimento no interior do hospital, lhe oferecendo o acesso que ele precisava.

Tristan foi parado por diversos médicos e enfermeiros plantonistas que estavam em seu caminho, mas nenhum deles ofereceu qualquer resistência aos seus argumentos magicamente convincentes, bem como provavelmente nenhum deles vai se lembrar sequer de que Tristan esteve ali.

Ele então finalmente chegava até o necrotério, onde encontrava 10 corpos nas geladeiras, o ambiente havia espaço para muitos outros, mas apenas estes 10 continuavam no hospital, todos eles sendo datados de morte nesta ultima semana. O que indicava que os outros, ou foram reclamados pelas suas famílias, ou já foram incinerados como manda a lei quando a familia não aparece para reclamar os corpos.

Tristan tratava de ler os prontuários um por um dos corpos, e então invoca-los, com sua magia de sangue. Dos 10 corpos presentes, apenas um deles não respondeu quando foi convocado, por sorte, o giovanni também não trouxe para este mundo nenhum espectro.

Com cada um dos 9 fantasmas que responderam, o vampiro demonstrou sua preocupação e interesse em ajuda-los, como um bom samaritano faz, oferecendo sua ajuda para aplacar qualquer que seja os problemas que ficaram pendentes após a morte daquelas pessoas. Ele parecia ter conseguido convencer cada um deles de suas boas intenções.

No entanto, dos 9 fantasmas que responderam, três deles foram puxados de volta para o mundo espiritual, antes de serem capazes de oferecer uma resposta para o Giovanni, restando apenas 6 aparições.

Destas 6 aparições que conseguiram dar uma resposta, metade delas não achou que o acordo era vantagem para eles, porém agradeceram a oferta, e a generosidade do Giovanni e retornaram por vontade própria para o mundo dos mortos.

No final das contas, o Giovanni ficou com apenas três aparições, uma mulher e dois homens. Seus nomes eram Luna, Enzo, e Luigi.

Luna pedia que Tristan cuidasse de seus filhos recém nascidos, ela era mãe solteira, sem familia, e deu a luz a gêmeos, porém ela morreu no parto e não havia ninguém para cuidar deles, eles iriam para os cuidados do Estado e isso atormentava a morte da mulher.

Enzo era uma aparição mesquinha, ele era bem de vida, morava em uma casa boa na cidade, mas sempre se afastou da familia, tudo que ele queria era que nenhum dos bens dele fossem para sua familia viva, pois segundo ele, nenhum deles merece um tostão furado, são um bando de parasitas.

Luigi era um gondoleiro, e tinha uma esposa e um filho, humilde, seu filho é muito doente e sofre de leucemia, seu maior arrependimento é que ele não foi capaz de prover o tratamento necessário para a criança, e queria que Tristan providenciasse isso.
avatar
Lord_Suiciniv

Data de inscrição : 17/10/2011
Idade : 22
Localização : Minha casa...

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New York by Night - Apocalipse

Mensagem por John Dalloe em Dom Jan 29, 2017 5:27 pm

   Balflear Mied Bunansa    



"Merda, que porra de mensagem foi essa." John acredita que ela pressagia alguma ação por parte dos Tremeres, ele faz uma verificação em seus sistemas para ver se foi hackeado e utilizando de ofícios faz uma engenhoca utilizando de fios de nylon que puxará sua mão caso a porta seja aberta enquanto ele dorme. Ele vai dormir com seu rifle montado debaixo da cama e ajusta a porta para ficar entreaberta e dar um fresta que conecte o campo de visão de seu lugar de sono com o saguão de entrada, o rifle já armado com os pezinhos para se aproveitar da situação. "Que se iniciem os jogos! A capela será a próxima a cair." O vampiro quer acesso as bibliotecas de oculto do clã Tremere e não descansará até conseguir seus objetivos.
avatar
John Dalloe

Data de inscrição : 20/07/2016
Idade : 35
Localização : New York

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New York by Night - Apocalipse

Mensagem por Lord_Suiciniv em Seg Jan 30, 2017 3:20 pm

Trevor Belmont
PV 09/13
FdV 06/06
Dia 12

0243
Vitalidade:
Escoriado......................[ ]
Machucado................-1[ ]
Ferido........................-1[ ]
Ferido Gravemente....-2[ ]
Espancado.................-2[ ]
Aleijado.....................-5[ ]
Incapacitado..................[ ]

rolagem de dados:
 


Trevor olhava ao redor, após fazer a sua apresentação. As pessoas ali presentes não comentavam nada, porem era possível ver em seus olhos e expressões faciais que eles não haviam ficado impressionados com o que tinham ouvido.

As apresentações foram acontecendo, uma a uma, por algum motivo as pessoas que tinham os currículos mais impressionantes quiseram se apresentar primeiro, tinha um rapaz que inclusive havia sido o sacerdote do seu antigo bando, o que chamou a atenção de todos ali presente. Definitivamente ele não teria problemas em escolher o seu bando agora, ninguém mais ali tinha uma experiência tão boa.

– Meu nome é Marcos, sou do clã Brujah AT, tenho 5 anos de abraço, e vim de Glover, eu fui abraçado como um cabeça de pá, mas quando consegui sair da minha cova, o bando já havia ido embora, estive me virando sozinho até agora, da melhor forma que eu consegui. – Dizia um homem que estava encostado numa parede longe do centro da sala, quase como se quisesse se esconder.


As pessoas também não ficaram muito impressionadas com a apresentação dele. Em seguida foi a vez de uma garotinha, deveria ter seus 10 anos, ela estava agarrada a um coelhinho de pelúcia enquanto sentava no chão.

– Meu nome é Mary, tenho 13 anos de abraço, sou Malkavian AT, fui abraçada aqui em Nova York mesmo, meu sire achou que seria divertido abraçar uma criança e aqui estou, ele morreu a 4 anos, desde então estou sozinha no mundo. – Ela dizia em voz baixa, de modo que as pessoas tinham que se concentrar para ouvir o que a garotinha tinha a dizer. – Este aqui é o Garcia – Ela levantava o coelhinho de pelúcia para que todos pudessem ver, mas sem levantar sua cabeça.


Novamente aqueles que tinham um currículo impressionante nem deram bola para a garotinha, parecia que já tinham escolhido com quem ficariam em seu bando e não estavam mais interessados em ouvir as apresentações dos demais membros.

Por fim, um homem esguio tomava a palavra para si, só faltava ele se apresentar. – Meu nome é Douglas, sou um pander. – Era tudo que ele dizia, e em seguida olhava para todos, imediatamente ele sentia o ar de reprovação daquelas pessoas, e sabia que não precisava falar mais nada.


Naquele momento, quando se era oficial que já podiam formar os bandos, as pessoas começaram a conversar entre si, mas ninguém se aproximava de Trevor, era como se eles tivessem o excluindo de proposito.

Marcos se aproximava calmamente da garotinha e do pander e conversa com eles, a respeito de se juntarem a ele no bando, ambos aceitavam agradecidos. Marko então olhou ao redor, para os outros membros da sala, que estavam juntos em uma paneninha, aparentemente já com o bando formado.

Ele então suspirava e então colocava seu melhor sorriso no rosto e ia falar com trevor. – Boa noite companheiro, gostaria de se juntar conosco? O bando será eu, a mary e o Douglas, o que acha de ser o quarto integrante? – Ele dizia educadamente e já ia estendendo uma mão para Trevor.
avatar
Lord_Suiciniv

Data de inscrição : 17/10/2011
Idade : 22
Localização : Minha casa...

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New York by Night - Apocalipse

Mensagem por Han em Seg Jan 30, 2017 3:43 pm

Trevor sentia a reprovação dos outros que nem ao menos tentavam disfarçar. Enquanto todos pareciam estar se entendendo Trevor sobrava no canto da sala. Depois de alguns minutos, Marko se aproxima do toreador com um sorriso forçado que estampava seu rosto e "gentilmente" lhe estendeu a mão fazendo lhe um convite para participar no bando recém formado. Trevor observa o brujah por um breve momento e antes que a situação ficasse constrangedora ele estende a sua mão com um largo sorriso.

- Claro Marko, ficaria muito contente em compor esse bando.

O neófito esperava alguma atitude do brujah AT na expectativa de acertar alguns detalhes de interesse do grupo. Trevor ainda estava preocupado em resolver a situação da noite anterior. Ele também precisava tirar seu carro que estava em frente a casa em que estavam. Ele não queria que o anfitrião tivesse que pedir novamente.
avatar
Han

Data de inscrição : 24/07/2016

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New York by Night - Apocalipse

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 4 de 9 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum