New York by Night - Apocalipse

Página 3 de 9 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: New York by Night - Apocalipse

Mensagem por Lord_Suiciniv em Sex Jan 13, 2017 8:58 pm

Samuel Hawkins
PV 8/13
FdV 05/05
- Dia 12
2200
Vitalidade:
Escoriado......................[ ]
Machucado................-1[ ]
Ferido........................-1[ ]
Ferido Gravemente....-2[ ]
Espancado.................-2[ ]
Aleijado.....................-5[ ]
Incapacitado..................[ ]

Samuel passa então os próximos 4 dias aprimorando o seu relacionamento com o novo cachorro de rua, havia comprado ração com o dinheiro que Dev//Null havia lhe emprestado e também oferecido seu sangue para o cachorro tomar, isso somado com a boa comida fez o cachorro recuperar o corpo rapidamente, ficando mais encorpado e forte.

No entanto muitas outras coisas aconteceram neste meio tempo, como por exemplo, a explosão da galeria de arte que o príncipe Jorg comandava, que resultou na sua morte, deixando a camarilla sem o seu líder. O Senescal Cornellius assumiu o trono para si temporariamente, em momento de crise e anunciou que os responsáveis eram o Sabbath.

Decretando assim um estado de guerra contra o Sabbath e chamando as armas todos os membros da camarilla, pediu exclusivamente a ajuda de todos os membros do clã nosferatu que ajudassem a descobrir o responsável por tamanho ataque, prometendo ceu e terra para quem trouxesse informações, sobre a identidade do responsável. Cornellius queria mostrar a força da seita neste momento tão desesperador.

Como um nosferatu, Samuel ouviu falar que durante a tarde do dia anterior, um homem entregou um pequeno arquivo para a policia local, a respeito de um esquema que visava explodir uma estatua que mais tarde foi comprada pelo príncipe e resultou em sua morte. Neste arquivo estava o retrato falado de todos os 4 envolvidos no atentado, bem como o testemunho de uma quinta participante, que foi coagida pelos resonsaveis para participar. Com medo por sua vida, a mulher que não teve sua identidade revelada, preparou o arquivo e entregou para o homem, para que ele viesse a publico, caso alguma coisa acontecesse com ela. Este arquivo já estava nas mãos do xerife.

Samuel também ouviu uma fofoca com outros nosferatus nos esgotos, que o responsável era um assamita chamado Balflear Mied Bunansa, mas que ninguém nunca foi capaz de ver o seu rosto, ele sempre andava com uma mascara de lobo.

A guerra que Dev // Null havia comentado dias atrás já havia sido declarada, e pela primeira vez em semanas, a Camarilla tinha alguém para perseguir, mas também existia a certeza que o Sabbath não iria ficar parado esperado, muita gente iria morrer nos próximos dias.

A cidade está em guerra!

off: fique a vontade para narrar o que você está fazendo nesse começo de noite, são aproximadamente 22h
avatar
Lord_Suiciniv

Data de inscrição : 17/10/2011
Idade : 22
Localização : Minha casa...

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New York by Night - Apocalipse

Mensagem por Askalians em Sex Jan 13, 2017 9:34 pm

 Lisandra Eckhart

Observou a mulher pegar a maquininha de cartão, passa o cartão e lhe devolve para colocar a senha. Digita a senha e então havia finalmente pago por aquele serviço.

A mulher então se retira e aqueles dois seguranças aparecem.

"Os voyers chegaram... Até que não parecem á grande coisa... vejamos..."

E ela ia provocar um pouco as reações dos seguranças com o jeitinho particular dela e é claro com sua bela aparência também, mas inicialmente só um pouco.

- Querido? Pelo jeito não temos mais nada a fazer aqui... Vamos para o hotel então? Estou afim de curtir um resto de noite bem gostoso...

Pelo horário, não parecia que a noite estava para terminar ainda, mas também não tinha mais nada o que fazer alí. Agora era só ficar de olho e aguardar os resultados.

Se levantou então do sofá que estava sentada, ajeitou um pouco sua saia e chamou o companheiro.

- Vamos então?

Não podia negar que estava com vontade de testar muito mais a eficácia dos seguranças, mas não ia fazer nada por enquanto...
avatar
Askalians

Data de inscrição : 21/02/2016
Idade : 32
Localização : between life and death

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New York by Night - Apocalipse

Mensagem por Tristan Thorn em Sex Jan 13, 2017 10:34 pm

Fazia muito tempo que o Necromante prestava serviço para a Torre de Marfim. Secretamente, desde quando pisou no Novo Mundo e fixou negócios nos Estados Unidos, a Big Apple sempre teve um papel de extrema importância para a não-vida do Ceifador. Por mais desinteressante que a batalha entre as Seitas possa soar nas ideias de Tristan, perder parte da própria influência ainda não estava em pauta. Sorriu mentalmente, antes de retomar a atenção no pobre xerife.

- Eu compreendo – lamentou. - O Justicar ainda é Temir Estren III? O Arconte continua sendo Anabelle Zanetti? Se sim, terei o prazer em prosseguir com vossa ideia. Caso contrário, existem outros Senescais – finalizou, aguardando a resposta do Xerife.


_________________




Temple of the evil, Temple of the weak
no one knows how bad he feels
Late-night innuendo, temptation of the key
"Live with the Blacksheep, live with me"
avatar
Tristan Thorn

Data de inscrição : 19/03/2010
Localização : Veneza

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New York by Night - Apocalipse

Mensagem por John Dalloe em Sab Jan 14, 2017 12:25 am

   Balflear Mied Bunansa    



"Interessante... não sei se me agrada a idéia de injetar isto no meu corpo, mas provavelmente é o presente de Zenobia". Assim o assamita pega a arma, coloca a dose e, sem cerimônia, injeta em seu coração. A arma rasgando seu peito. atingindo o bastião de sua vitae é o suficiente para forçar-lhe uma careta de dor, mas o sentimento mundano não lhe detém e ele faz seu sangue fluir (-1 pds) e observa se há alguma mudança na tatuagem. Seu rosto impassível e suas emoções trancadas na caixa de pandora de sua alma, apesar que talvez nos dias bons pequenas frestas se abrem e as revelam.

Ele olha a vitrola com o vinil de Ella Fitzgerald que ele comprará duas noites atrás e sabe que o sonho de vida comum que vivia se encerrava neste exato momento; ele vai até a mesa onde reside sua vitrola Pro-Ject 6 Perspex SB (uma maravilha da engenharia acústica nos olhos do assamita), fecha o tampo e deixa ela na faixa que ele tocará quando tiver um futuro descanso - "Paper Moon". Pega a ração de Felizberto e deposita uma quantia significante, "se algo acontecer comigo, o que será de você?"

Ainda cansado e mentalmente esgotado por tudo que passara (representando pela baixa força de vontade temporária), Balflear pega mais uma vez seu laptop e acessa a conta de contatos de Rebecca Delorde. Carlos Bragança é o único ali que ele sabe ser um Tremere sem dúvida alguma, assim que ele lhe manda uma mensagem por essa conta de e-mail (utilizando IP's de proxy), "Carlos?! Eles estão atrás de mim, sinto como seu estivesse no hospício de novo! Eu não estou louca!!! Eles rastrearam meu celular, Jack O'Brian é a peça chave, mas tudo está caindo aos pedaços. Eles quase me pegaram, mas eu consegui revidar. Eu sinto como se eles estivessem a cada esquina, me vigiando! Querendo me aprisionar e me mudar, você não tem idéia do que falaram que fariam comigo!"
avatar
John Dalloe

Data de inscrição : 20/07/2016
Idade : 35
Localização : New York

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New York by Night - Apocalipse

Mensagem por Han em Sab Jan 14, 2017 2:30 pm

O remorso bate na consciência de Trevor. Mas ele se convence que aquilo era o melhor. Como uma mulher daquela idade conseguiria viver sem seus membros? Talvez até fosse possível, mas não seria digno. Salazar quem a matou. tentava se convencer o jovem imortal. Agora não havia muito a se fazer ali.

    Trevor fecha os olhos da falecida com sua mão direita que lentamente descia em direção a boca dela. Talvez fosse supertissão mas ele precisava fazer isso para encerrar o contato com a pobre mulher. Ele se levanta e da uma ultima olhada para o corpo antes de sair do quarto. O neófito procura por uma sacola plástica para poder colocar suas roupas ensanguentadas. Após conseguir, Trevor ascende todas as lâmpadas do apartamento e depois ele vai até o encanamento de gás e desconecta a mangueira do fogão, deixando assim escapar o gás. Leva um tempo antes que tudo se exploda, e Trevor aproveita esse tempo para pegar suas coisas e sair logo dali.

    Trevor prefere descer pelas escadas, Elevador não era a melhor opção. Ele observa a presença de câmeras. Se houver câmeras, ele irá para a sala de segurança do prédio para apagar ou destruir as recentes gravações. Ele acredita que ficará mais fácil com a distração que está prestes a acontecer pela explosão. Caso não tenha, ele irá sair do prédio e assistir o espetáculo a uma distância segura.
avatar
Han

Data de inscrição : 24/07/2016

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New York by Night - Apocalipse

Mensagem por Krauzer em Sab Jan 14, 2017 9:15 pm

SAMUEL HAWKINS


________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________


Os próximos quatro dias foram bastante agitados. O cão de Samuel (agora nomeado "Martin") estava ganhando peso e saúde, embora Hawkins acreditasse que futuramente houvessem alguns efeitos colaterais leves ao ingerir vitae Nosferatu. De qualquer forma, ele dificilmente ficaria mais feio do que quando Samuel o encontrou.

O maior acontecimento no entanto, era infinitamente mais alarmante. O príncipe (a cabeça da serpente) havia sido assassinado. Havia sido decretado um estado de guerra contra o Sabá. Como sempre, em momentos de necessidade, os Nosferatu se tornavam importantes, e teriam um papel especial neste conflito.

Em busca de informações, Samuel procura por seus irmãos de clã. Aparentemente o assassinato deu-se por meio de uma estátua comprada pelo príncipe, e que o possível responsável era um Assamita chamado Balflear. Um arquivo na posse do Xerife continha mais informações.

As ruas da grande maçã eram mais perigosas do que nunca, Samuel não havia se alimentado nestes 4 dias, mas no momento, haviam compromissos mais importantes. Um deles era certificar-se de que Lily e Alexandra estavam bem, e o outro entrar em contato com o Xerife para auxiliar nas investigações.

Samuel opta por encontrar-se primeiro com Lily e Alexandra (era algo um tanto quanto fora do comum um Nosferatu ter uma relação amigável com membros do clã Toreador, mas esta era uma exceção. Há alguns anos, Samuel havia ajudado a resgatar Alexandra, uma respeitada Toreador da cidade, das mãos de membros do Sabá. Desde então, ela ficou em dívida com ele, além disso sua cria, Lily, desenvolveu laços fraternais para com o deformado cainita). Ele dirige-se ao apartamento de luxo onde ambas residiam. Ele permanece escondido durante todo o trajeto (Ofuscação 2), até chegar ao portão do prédio. Lá, ele recolhe-se a um canto escuro e utiliza seus dons para utilizar sua antiga aparência de mortal (Ofuscação 3). Era estranho um indivíduo maltrapilho como Samuel ser permitido em um local luxuoso como aquele, mas o porteiro já havia se acostumado com sua presença.

Samuel olha discretamente para todos os lados da rua para certificar-se de que não estava sendo observado. Este hábito tornou-se quase uma paranoia nas últimas noites, então dirige-se ao porteiro:

- Boa noite! Por gentileza, Alexandra Ruthven ou Lily estariam presentes no momento?
avatar
Krauzer

Data de inscrição : 29/10/2013
Idade : 47

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New York by Night - Apocalipse

Mensagem por Lord_Suiciniv em Dom Jan 15, 2017 3:38 pm

Liz Eckhart
PV 07/13
FdV 6/6
- Dia 12
2200
Vitalidade:
Escoriado......................[ ]
Machucado................-1[ ]
Ferido........................-1[ ]
Ferido Gravemente....-2[ ]
Espancado.................-2[ ]
Aleijado.....................-5[ ]
Incapacitado..................[ ]


Lis então vai para o hotel com os novos seguranças e Joffrey, onde eles passam o resto da noite transando, o quarto era bastante grande e caro, daqueles que tem mais de um ambiente, quase como um apartamento. De modo que os seguranças deram privacidade para o casal ao mesmo tempo que mantiveram seus postos.

9 dias se passam, e muita coisa aconteceu nesse meio tempo, vários corpos de mendigos mortos sem sangue começaram a aparecer nas ruas, coisa que a mascara fortemente abafou. Mas ainda assim, preocupante.

Uma maldição recaiu sobre a cidade, uma tatuagem de flor começou a surgir nos corpos dos membros pouco tempo depois de se alimentarem. Os Tremere se prontificaram para estudar a maldição e descobrir como quebrar ela. Sabe-se que a maldição é letal para os vampiros, começava com um caule quando a pessoa era primeiramente amaldiçoado, e depois sempre que o vampiro se alimentava, uma nova pétala surgia, em um total de 9 petalas, se chegasse nesse ponto, o vampiro sofreria a morte final pouco tempo depois.

No primeiro dia apenas 2% da população cainita foi vitima, no segundo 10%, no terceiro 30%, no quarto 60%, foi quando descobriu-se que o sangue animal não fazia a maldição aumentar, cerca de 15 vampiros já morreram por causa da maldição. Os esforços coletivos do clã estão dando alguns resultados, mas ainda estão longe de encontrar meios de quebrar a maldição, neste meio tempo, o concelho geral é que poupe o máximo de sangue possível e evite se alimentar dos humanos. A noticia fez com que a população cainita entrasse em pânico como um todo. Joffrey, em sua condição de Tremere e também medico especialista em doenças do sangue, foi um dos primeiros a se prontificar a estudar o que estava acontecendo, deixando Lisandra sem nenhuma noticia desde então.

A apenas 2 dias atrás, a galeria de artes do Principe Jorg adquiriu uma estatua em um leilão e como de costume o príncipe em pessoa estava presente na hora de receber a peça, foi quando ela explodiu destruindo consigo boa parte do edifício, ceifando a vida do príncipe e de sua cria, Evanna Lynch, bem como a vida de outros 34 mortais que estavam no local.

O Senescal, Cornellius Binglus assumiu o principado e declarou que isso era obra do Sabbath, que a cidade estava sob forte ataque e que isso não podia ser tolerado, declarando assim Estado de Guerra contra o Sabbath, chamando as armas todos os membros da Camarilla para lutar contra essa força opressora, ele pediu a ajuda de todo o clã nosferatu pessoalmente para descobrir tudo que pudessem descobrir a respeito dos responsáveis por isso.

Houve uma forte aceitação deste estado de guerra, muito embora ele também tenha trazido pânico para a sociedade, de modo que ao mesmo tempo que muitos se preparam para uma luta, muitos também abandonam a cidade, fugindo da guerra.

Devido aos recentes acontecimentos, Carmen desapareceu, havendo suspeitas de que ela tenha morrido, mas não havia nenhuma confirmação e também não havia ninguém investigando o desaparecimento.

off: Deixo a seu cargo o que você está fazendo neste inicio de noite, são aproximadamente 22 horas.
avatar
Lord_Suiciniv

Data de inscrição : 17/10/2011
Idade : 22
Localização : Minha casa...

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New York by Night - Apocalipse

Mensagem por Lord_Suiciniv em Dom Jan 15, 2017 4:04 pm

Tristan Thorn
PV 09/15
FdV 10/10
Dia 10
0006
Vitalidade:
Escoriado......................[ ]
Machucado................-1[ ]
Ferido........................-1[ ]
Ferido Gravemente....-2[ ]
Espancado.................-2[ ]
Aleijado.....................-5[ ]
Incapacitado..................[ ]

O xerife ficava calado do outro lado da linha por alguns segundos, confuso com aquele tipo de condição, que o senescal estava impondo, não era como se o xerife tivesse qualquer controle a cerca de quem era o justicar e seu arconte. Ele então finalmente respondia. – Senhor Thorne, você sabe muito bem que Temir Estren III não é o justicar da américa do norte... consequentemente Anabelle também não é arconte. Não vejo por que você me perguntar isso. – O Xerife respondia em um tom serio. – Caso essa seja a sua resposa final, desejo-lhe boa sorte nos seus negócios em Veneza. – Ele falava de maneira cordial, aguardando uma confirmação de que aquela era a resposta final.

off: Tristan, tive a sensação que essa pergunta não foi dirigida ao Xerife no telefone, mas sim ao narrador... Peço por favor que evite fazer meta game.
avatar
Lord_Suiciniv

Data de inscrição : 17/10/2011
Idade : 22
Localização : Minha casa...

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New York by Night - Apocalipse

Mensagem por Tristan Thorn em Dom Jan 15, 2017 5:12 pm

- Como disse, existem outros Senescais. E sim, ele era Justicar da América do Norte, ao menos quando residia na Big Apple, por isso perguntei. Até breve – desligou o celular.

Se Temir não comandava mais ou o Xerife não nutria o conhecimento, Thorn não importava. Dessa forma, o plano primordial seria executado. Retornar ao Velho Mundo e rever antigos dogmas da Família, nas atuais conjunturas, de fato, significavam mais. NY poderia aguardar. Ficou de pé, recolheu os próprios pertences, encerrou a conta no Hotel, providenciou a passagem, esperou, pegou um Táxi e foi até o Aeroporto, onde pegou o voo de volta ao lar.

[...]

Já em Veneza, dirigiu-se ao refúgio principal, onde tomou banho, trocou de roupa e se preparou devidamente para reencontrar os Anziani. Finalmente pronto, pegou um carro e foi até o Mausoléu Giovanni, onde procuraria Diego.



Nota: Desculpa, mas sua sensação foi errada. Esses personagens, tanto Temir, quanto Anabelle, contracenaram com Tristan assim que ele pisou em NY.  Enredo do próprio fórum, assim como a Príncipe Blair. O diálogo foi com o Xerife.

_________________




Temple of the evil, Temple of the weak
no one knows how bad he feels
Late-night innuendo, temptation of the key
"Live with the Blacksheep, live with me"
avatar
Tristan Thorn

Data de inscrição : 19/03/2010
Localização : Veneza

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New York by Night - Apocalipse

Mensagem por Askalians em Dom Jan 15, 2017 5:19 pm

 Lisandra Eckhart

Os acontecimentos estavam ficando cada vez mais preocupantes. Joffrey havia decidido ajudar, uma vez que era médico e resolveu estudar a situação.

"Ele vai passar a me deixar muito tempo sozinha agora... preciso arrumar alo com o que me distrair..."

Ela ouviu também sobre aquela mulher, da qual havia pedido os serviços, mas como os seguranças continuavam com ela, resolveu xeretar sobre esse assunto, afinal se fosse verdade que Carmem estava morta, então a segurança q estava tendo não ia adiantar de nada.

Usando então todos os seus encantos e sedução, ela aruma bem o cabelo, coloca o mesmo tipo de roupa como sempre, mas exagera bem no decote da camisa social e diminui bem o comprimento da saia. Depois de pronta, foi falar com os seguranças inicialmente, tentar arrancar alguma informação:

- Rapazes!?

Se aproximou deles andando de vagar e da forma mais sexy possível seu corpo se movia junto para tentar atrair o máximo de atenção possível.

- Será que vocês poderiam me ajudar!? Tô me sentindo tão carente... tão sozinha...

Passava as mãos sobre o próprio corpo de forma provocante, indicando que tipo de carências estava tendo...

"Que delícia isso vai ser...ainda mais porque são dois.. kkkk adoro..."
avatar
Askalians

Data de inscrição : 21/02/2016
Idade : 32
Localização : between life and death

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New York by Night - Apocalipse

Mensagem por Lord_Suiciniv em Dom Jan 15, 2017 7:39 pm

John Dalloe
PV 08 /
11
FdV 02 / 08
- Dia 12
0215
Vitalidade:
Escoriado......................[ ]
Machucado................-1[ ]
Ferido........................-1[ ]
Ferido Gravemente....-2[ ]
Espancado.................-2[ ]
Aleijado.....................-5[ ]
Incapacitado..................[ ]

rolagem de dados:


John ficava um pouco desconfiado a respeito daquele pacote que recebera, mas decidia acreditar que era a cura que Zenobia havia lhe prometido, de modo que o vampiro cuidadosamente pega a pistola e instala o frasco na seringa.

Ele a leva até o peito, e puxa o gatilho, sentindo uma pequena dor quando a agulha perfurou a sua pele e o liquido invadiu seu coração, esvaziando aos poucos o conteúdo da seringa, até aquele momento tudo corria bem.

Foi só quando John fez o seu sangue se mover, e o conteúdo do frasco começou a se espalhar pelo seu próprio corpo que as coisas começaram a dar errado. O conteúdo do frasco queimava as entranhas do vampiro por onde ia passando, era uma dor que o vampiro não estava preparado para sentir, de longe a maior dor que ele já sentiu em toda a sua não vida e para um assamita como John, aquilo significava alguma coisa.

Quando o liquido finalmente chegou até o local da tatuagem, John já nem conseguia mais ficar de pé, ele sentiu novas pétalas surgindo ali, queimando mais e mais o seu corpo, uma, duas, três. Até que finalmente a tatuagem se completava, as 9 petalas estavam ali, a dor era insuportável, ver o sol nascer provavelmente não doeria tanto quanto a dor que John estava sentindo naquele momento.

Mas algo dizia ao vampiro que aquilo não estava perto do final, uma nova tatuagem começou a se formar alguns centimentos acima da primeira, e também se completou, e depois mais uma, e outra e outra. A cada nova tatuagem que surgia a dor ficava mais intensa. Até que o corpo inteiro do vampiro ficava coberto por aquelas flores.

John perdia a consciência e acordava novamente durante todo o processo devido a dor excruciante que ele estava sentindo, até que quando todo o corpo estava coberto de flores, processo que levou toda a eternidade do ponto de vista do vampiro. Ele pode sentir as tatuagens retrocedendo, uma a uma as tatuagens foram sumindo e a dor ia diminuindo, até sobrar apenas uma, a primeira que o vampiro adquiriu. E finalmente esta também começou a retroagir, até finalmente desaparecer e levar toda aquela dor consigo.

John estava então deitado no chão do apartamento, finalmente percebia seu cachorro latindo em desespero para ele, sem entender o que estava acontecendo, e também sem poder fazer nada. Aquela aparentemente era a cura, mas o preço pago por ela foi definitivamente devastador.

Ele olhava no relógio da parede e percebia que haviam se passado duas horas, desde o momento que ele injetou em seu peito aquela cura.
avatar
Lord_Suiciniv

Data de inscrição : 17/10/2011
Idade : 22
Localização : Minha casa...

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New York by Night - Apocalipse

Mensagem por Lord_Suiciniv em Dom Jan 15, 2017 7:59 pm

Trevor Belmont
PV 11/13
FdV 06/06
Dia 10

0040
Vitalidade:
Escoriado......................[ ]
Machucado................-1[ ]
Ferido........................-1[ ]
Ferido Gravemente....-2[ ]
Espancado.................-2[ ]
Aleijado.....................-5[ ]
Incapacitado..................[ ]

rolagem de dados:
Trevor rolou 4 dados de 10 lados com dificuldade 6 para encontrar cameras de segurança que resultou 6, 8, 9, 9 - Total: 4 Sucessos


Trevor se despedia apropriadamente da mulher morta e desmembrada, e em seguida ia até a cozinha em busca de uma sacola plástica, o que não foi nem um pouco dificil de encontrar. Ele pegava uma sacola do Wall-Mart e colocava suas roupas ensanguentadas dentro delas. Em seguida deixava o pacote numa mesa da sala e tratava de ligar todas as luzes da casa, deixando tudo perfeitamente bem aceso.

Após acender todas as luzes, ele vai até a cozinha e puxa o cano do gas, deixando com que o gas se espalhasse. Ele retorna até a sala e pega suas roupas e seus pertences, para em seguida ir embora dali.

Quando o vampiro deixava a residência, fechando a porta atrás de si, cruzava no corredor com um casal que estava indo para o seu apartamento, muito educados, o casal cumprimentou Trevor, e seguiram seu rumo.

O vampiro partiu até a escada, e desceu 11 andares até o térreo, não encontrando uma única câmera durante todo o trajeto. Ele então finalmente deixava o prédio e se distanciava, esperando uma grande explosão a qualquer momento, mas a explosão nunca veio.
avatar
Lord_Suiciniv

Data de inscrição : 17/10/2011
Idade : 22
Localização : Minha casa...

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New York by Night - Apocalipse

Mensagem por Lord_Suiciniv em Dom Jan 15, 2017 8:13 pm

Samuel Hawkins
PV 8/13
FdV 05/05
- Dia 12
2210
Vitalidade:
Escoriado......................[ ]
Machucado................-1[ ]
Ferido........................-1[ ]
Ferido Gravemente....-2[ ]
Espancado.................-2[ ]
Aleijado.....................-5[ ]
Incapacitado..................[ ]

rolagem de dados:
Samuel rolou 5 dados de 10 lados com dificuldade 7 para mascara das mil faces que resultou 8, 10, 6, 6, 8 - Total: 3 Sucessos


Samuel estava preocupado com suas amigas toreador, e decidia ir até a residência delas verificar se elas estavam bem. Uma vez perto do prédio, ele se ofuscava na sua forma de quando era mortal. Ficando exatamente igual com quem ele era antes, era de longe a melhor transformação que Samuel já tinha conseguido fazer. Talvez estivesse pegando a pratica.

– Oh Samuel, quanto tempo não o vejo, como anda a vida? – Dizia o porteiro educadamente, e genuinamente interessado. – As meninas não estão em casa, viajaram para... – Ele fechava os olhos, tentando lembrar. – Vancouver, no canada. Mas deixaram isso aqui para você. – Ele então sumia da portaria e retornava com um rolo de transportar arte, já o entregando para Samuel. – Alexandra disse que você iria entender. – O porteiro dizia com um sorriso no rosto.
avatar
Lord_Suiciniv

Data de inscrição : 17/10/2011
Idade : 22
Localização : Minha casa...

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New York by Night - Apocalipse

Mensagem por Han em Dom Jan 15, 2017 8:14 pm

O plano do toreador não se sabe como mas falhou. A expectativa foi vencida pela demora da explosão. Ele Não havia notado presença de câmeras no local. Mas uma coisa lhe preocupava. Ao sair do apartamento que havia uma bela cena de crime só esperando para ser descoberta. Trevor passa por um casal que o cumprimentou. Eles viram o rosto do vampiro e isso poderia lhe causar problemas. O neófito pensava nisso quando caminhava para seu Chevrolet Chevelle SS 1970. Ele abre a porta do carro e senta no banco do motorista. Enquanto inseria a chave na ignição Trevor se lembra do aparelho deixado por Salazar e o saca de seu bolso para conferir se não havia chegado nenhuma mensagem.
avatar
Han

Data de inscrição : 24/07/2016

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New York by Night - Apocalipse

Mensagem por Krauzer em Ter Jan 17, 2017 10:52 am

SAMUEL HAWKINS


__________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________


Samuel ficava mais tranquilo ao saber que elas estavam fora da cidade. Ele pega o rolo, e agradece ao porteiro.

- Muito obrigado, tenha uma boa noite!

Quando já estava dando as costas ao porteiro, Samuel volta-se para ele.

- E... tome cuidado, a cidade anda muito perigosa nestas noites!

O próximo passo seria encontrar Levi Athan, o Xerife, mas Samuel precisava saber o conteúdo do rolo. Para evitar se expor, ele seguia para o primeiro beco que encontrasse, procurava um bueiro, descia até o início dos esgotos e abria o rolo.
avatar
Krauzer

Data de inscrição : 29/10/2013
Idade : 47

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New York by Night - Apocalipse

Mensagem por Lord_Suiciniv em Ter Jan 17, 2017 1:09 pm

Tristan Thorn
PV 07/15
FdV 10/10
Dia 12
0000
Vitalidade:
Escoriado......................[ ]
Machucado................-1[ ]
Ferido........................-1[ ]
Ferido Gravemente....-2[ ]
Espancado.................-2[ ]
Aleijado.....................-5[ ]
Incapacitado..................[ ]

Tristan após se arrumar em sua própria residência, pegava sua condução e partia até o mausoléu da familia Anziani. Chegando lá rapidamentemente, pois já conhecia o caminho.

Uma vez no mausoléu, não foi dificil encontrar o seu amigo, ele estava caminhando sem prestar muita atenção ao redor pelo perímetro do mausoléu enquanto falava com alguém ao telefone, parecia estar um pouco transtornado. Talvez a conversa fosse a respeito de um problema. – Non mi intiteressa, resolvere! O viene licenziato – Diego falava alterado e então desligava o telefone. O colocando no bolso em seguida.
avatar
Lord_Suiciniv

Data de inscrição : 17/10/2011
Idade : 22
Localização : Minha casa...

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New York by Night - Apocalipse

Mensagem por Lord_Suiciniv em Ter Jan 17, 2017 2:07 pm

Liz Eckhart
PV 07/13
FdV 6/6
- Dia 12
2203
Vitalidade:
Escoriado......................[ ]
Machucado................-1[ ]
Ferido........................-1[ ]
Ferido Gravemente....-2[ ]
Espancado.................-2[ ]
Aleijado.....................-5[ ]
Incapacitado..................[ ]


Liz então ia para onde os seguranças estavam e chamava a atenção dos homens de maneira provocante, apelando para o instinto masculino daqueles homens. Eles olham um para o outro, como que para ter certeza do que realmente estava acontecendo ali, pensando um pouco antes de responder.

Era visível que ambos os homens tiveram sua atenção chamada pela vampira, e então o maior, o segurança negro caminha até a vampira, coloca a mão no bolso e saca uma carteira de cartões, para em seguida procurar um especifico e entregar para Liz.

Feito isso, ele retorna ao posto sem dizer nada. O cartão que ele havia entregue, era um cartão negro, com um telefone estampado em prata e apenas isso, no mesmo estilo que os acompanhantes de luxo costumam utilizar.
avatar
Lord_Suiciniv

Data de inscrição : 17/10/2011
Idade : 22
Localização : Minha casa...

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New York by Night - Apocalipse

Mensagem por Tristan Thorn em Ter Jan 17, 2017 8:06 pm

Reencontrar Diego depois do que passaram em Vegas¹, definitivamente, acabava por entorpecer parte dos sentidos e emoções do Necromante. Por mais inócuo e inato que certos padrões da não-vida poderiam representar, certas nuances, como viveram em Las Vegas, riscaram o espírito pútrido do Ceifador. Contemplou o final de converso do Anziani, antes de colocar a palma da mão direita sobre o próprio ombro, prestando-lhe uma tênue reverência.

Estar diante do Mestre do próprio Mestre, antigamente, fazia Tristan sentir-se inseguro. No entanto, depois do incidente com os Precursores, que levou ao assassinato de Enzo², Thorn jamais voltou a ser o que era. Convicto, começou a caçá-los um a um, com a ajuda primordial de Diego Giovanni. Quando o Anziani guardou o aparelho celular, Tristan Thorn o encarou com truculência, antes de reverter o olhar para algo natural. Com a face blasé, prosseguiu caminhando ao lado do “Mentor”, até chegarem numa saleta mais reservada, onde indicou, educadamente, para Diego adentrar. Por fim, entrou na sala e fechou a porta.

- É um prazer reencontrá-lo, Anziani Diego. Enzo virou um Espectro³, está grilhado à Dama Risonha, confrontei com eles quando pisei na periferia de Estígia. Alguns Legionários me emboscaram, consegui escravizar um deles, contudo, o líder, com o codinome de Sauron, ainda persiste ativo. Não sei se possuem relação, entre os Precursores e a Dama Risonha, mas quis lhe reportar, já que nos separamos de maneira nada convencional em Vegas – fez uma pausa, mantendo o semblante suave. - Fiz um Pacto com um Abissal, um Renegado, chamado Valérius, tua presença espiritual quase me dobrou fisicamente ao meio. É um ser extremamente poderoso, com um Castelo Umbral e possuidor de exército, no qual me nomeei Capitão em seu nome – decreta o Ceifador, encarando Diego com tranquilidade. - Vim atrás de orientação, já que virei Senescal, mesmo possuindo o acordo entre nossa Família e a Camarilla, onde não poderíamos nos envolver, contudo, mesmo assim, o Príncipe me fez Senescal e me proclamou para a Torre com esse cargo. Oficialmente eu não aceitei nem recusei, estou partilhando dos louros e responsabilidade, a Camarilla deseja uma fonte mágica além dos Tremere e, como pode imaginar, os Feiticeiros não aprovam. Prossigo como Senescal? O que devemos fazer sobre Enzo?

--
¹. Tristan e Diego se aventuraram no Mundo Espiritual de Vegas, aqui na Cidade do próprio fórum.
². Enzo é cria de Diego. Tristan é cria de Enzo.
³. Um tipo de Aparição grilhada 100% no ódio e na vingança, é extremamente raro um vampiro virar uma aparição/espectro, por isso a curiosidade de Tristan sobre isso.
Nota: Toda essa história que Thorn contou aconteceu na Cidade.

_________________




Temple of the evil, Temple of the weak
no one knows how bad he feels
Late-night innuendo, temptation of the key
"Live with the Blacksheep, live with me"
avatar
Tristan Thorn

Data de inscrição : 19/03/2010
Localização : Veneza

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New York by Night - Apocalipse

Mensagem por Lord_Suiciniv em Ter Jan 17, 2017 9:51 pm

Trevor Belmont
PV 09/13
FdV 06/06
Dia 12

0000
Vitalidade:
Escoriado......................[ ]
Machucado................-1[ ]
Ferido........................-1[ ]
Ferido Gravemente....-2[ ]
Espancado.................-2[ ]
Aleijado.....................-5[ ]
Incapacitado..................[ ]

rolagem de dados:


Trevor ia embora dali, sabendo que o seu plano havia falhado e não iria tardar para que descobrissem o corpo, e consequentemente ligassem aquele crime até ele. O que não seria uma boa coisa.

O telefone só chegava a tocar dois dias depois, não era nem mesmo uma ligação, era uma mera mensagem. “ Esteja neste endereço em 30 minutos, não se atrase. “ seguido por uma imagem do google maps com uma localização marcada.

Trevor então verificava sua própria localização e descobria que estava a cerca de 10 minutos de carro do lugar marcado, o que lhe dava tempo para se preparar um pouco antes de sair. Ainda assim o tempo estava correndo para o vampiro.
avatar
Lord_Suiciniv

Data de inscrição : 17/10/2011
Idade : 22
Localização : Minha casa...

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New York by Night - Apocalipse

Mensagem por Lord_Suiciniv em Ter Jan 17, 2017 10:06 pm

Samuel Hawkins
PV 8/13
FdV 05/05
- Dia 12
2230
Vitalidade:
Escoriado......................[ ]
Machucado................-1[ ]
Ferido........................-1[ ]
Ferido Gravemente....-2[ ]
Espancado.................-2[ ]
Aleijado.....................-5[ ]
Incapacitado..................[ ]

rolagem de dados:



Samuel se despedia do seu amigo porteiro, e ia embora, já procurando o primeiro bueiro que pudesse encontrar, que não tivesse nenhum mortal por perto para retornar aos esgotos da cidade, onde ele estaria perfeitamente seguro.

Não demorava até que ele encontresse o bueiro ideal e pulasse dentro dele, ao chegar no chão do esgoto, ele espirrava um pouco daquela agua pútrida, mas nada muito absurdo, apenas sujava um pouco suas calças. Não que ele já não estivesse acostumado com aquele tipo de acontecimento.

Partia para o que importava e desenrolava aquele rolo, tirando com cuidado da proteção para não danificar a peça. Descobrindo que aquilo se tratava de uma pintura, pelo cheiro que exalava o artista havia utilizado sangue para pintar aquela tela, porém a tela não fazia qualquer sentido parecia que a artista tinha pintado 300 telas uma em cima da outra, era uma bagunça visual que agradaria ao gosto de qualquer “ entendedor “ da arte moderna. Talvez com uma certa atenção, com mais tempo fosse possível decifrar alguma coisa, mas ali, naquele ambiente escuro, aquilo era quase impossível.
avatar
Lord_Suiciniv

Data de inscrição : 17/10/2011
Idade : 22
Localização : Minha casa...

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New York by Night - Apocalipse

Mensagem por John Dalloe em Ter Jan 17, 2017 11:02 pm

   Balflear Mied Bunansa    



Ele esperava por dor, mas nada poderia lhe preparar para isto. A tatuagem queima e a besta dentro dele ruge de ódio, seus olhos assumem o mais escuro tom de preto e quem os encarasse veria ali só o vazio. Uma flor, duas flores, três flores.... Ele perdeu a contagem quando desmaiou e seu consciente viajou para outro lugar, uma forma de auto-defesa de sua psique, uma barreira para que ela não se fragmentasse de vez...



Ele vê as ruas de Nova Orleans, cheias de turistas porque o Mardi Gras está próximo. O vento frio lhe faz tremer e ele olha para cima, "mamãe estou com frio". Sua mãe está lá ao seu lado, segurando firmemente sua mão para que ele não se separe e não se perca no meio da multidão. A mulher pega na bolsa um suéter rosado com algumas rendas, seu favorito, e lhe passa; "Aqui Rebecca, meu amor". O som é alto e as pessoas estão bêbadas, mas nem isto nem as figuras sombrias que sua cabeça produz são capazes de privar-lhe dessa emoção; o amor e proteção que sentia perto de Genevieve. "Mãe eu te amo!" - fala Balflear numa voz que não é bem a sua, e ele sente que não se importaria se ficasse ali para sempre, nesta mesma posição que é receber um abraço de Genevieve em resposta. Na vitrines próximas se reflete as duas e ele vê sua cara, ela irradia a inocência e a juventude que só os humanos podem ter, e a mãe? Bem, talvez seja o amor distorcendo sua visão, mas para ele ela é quente e magnífica.

Reflexo na vitrine:

Quando olha de novo no espelho ele vê um dos vultos que está acostumada a presenciar, assim que vai falar com sua mãe sua voz fica muda e antes que veja a face do ser sombrio, o mundo treme e desaparece... deixando um profundo vazio...

Para novamente abrir os olhos em um lugar familiar... nos porões inóspitos daquele santuário dedicado a Kali, a destruidora, localizado na encosta das montanhas perto de Barha. Seu estômago arde de fome e, em sua cama de palha, estão abertos livros de inglês para iniciante. Ele não se distrai de lê-los tentando dominar a contagem numérica, ele sabe que tem que fazê-lo, horas se passam e ele não desvia de sua tarefa. Seu joelho em carne viva pelas duras pedras da masmorra, ele ouve um tinir de chaves na porta e ela se abre para adentrar o "majordomo" da deusa, o mesmo Grão Clérigo que iria sacrificar Balflear nas encostas da montanha antes de descobrir sua resiliência. Ele se curva perante a figura, seu coração aperta e o ar fica mais pesado para respirar. "عد إلى عشرين طفل" - ele fala algo que ele não consegue compreender, depois repete a mesma coisa e Balflear não se move. Então ele fala em Hindu "Quando você entender, você poderá comer. Senão você será só mais um esqueleto aqui criança", era assim que ele era motivado, utilizavam de sua natureza, seu desejo de sobreviver e, bem se não sobrevivesse ele simplesmente não tinha sido bom o bastante. Ele se mantém curvado sabendo que isto não era tudo, então o clérigo lhe dá um empurrão com pé e ele cai. Ele fica no chão por que sabe que é melhor assim, até aquela criatura repulsiva sair da cela e ela retornar ao livro. Ele olha ao lado do tomo e mais cinco volumes lhe aguardam depois, uma série completa de domínio da língua inglesa. Por um breve instante ele olha para o lado e vê um eco, um fantasma das outras três crianças que assim como ele foram selecionadas. Mas só ele permanece; todos os outros a muito se foram...

Grão Clérigo de Kali:

Quase 20 minutos de leitura e seus olhos doem, talvez o começo de uma dor de cabeça, ele para massagear suas têmporas e o mundo treme e muda...

O som de Jazz festivo domina o ambiente, todas as pessoas a sua volta tem um sorriso estampado no rosto e ele mais de todos; afinal ele está com sua mãe e pai em pleno desfile de Mardi Gras.



Ele estava acostumado a ver vultos e já sabia ignorá-los, sua mãe ficava preocupada quando ele tocava no assunto e assim ele preferia não falar sobre eles. Sim, ele não deixaria isto arruinar o clima desse dia maravilhoso... e as máscaras tão belas! Como ele gostava das máscaras! Seu pais estavam distraídos conversando sobre a mais recente filantropia do grupo empresarial e como a mídia mal noticiou a copiosa soma que eles doaram aos abrigos locais, mas ele não se interessava e nem entendia destes assuntos. "Ei senhor, licença, eu quero ver o desfile." pediu ele, com educação, para um moço que obscurecia sua visão dos carros alegóricos. O moço se vira e seu coração gela, ele era mais um dos vultos que tanto a assolam, na verdade ele era o vulto que ele mais veria pro resto da sua vida. Era quase como se o ar gelasse em volta dele, sua roupa um sobretudo preto nada notável, mas sua máscara de lobo branco ele nunca se esqueceria. "Você quer ver o desfile criança? De que importa ele. Você um dia será minha." essa voz gelada, de ódio, e os olhos de um preto profundo ela nunca esqueceria. Ele começou a chorar loucamente "Mamãe! Mamãe!", o mundo voltou a tremer em sintonia e o vulto já havia sumido...

Vulto:

Ele então abre os olhos e está de novo em sua sala de estar, Felizberto desesperado lhe lambe o rosto que estaria cheio de suor se ele fosse humano. Com dificuldade ele se levanta e tenta pensar no que se passou, ilusões de sua cabeça pensa ele. Ele faz um carinho na barriga do cachorro para indicar que está tudo certo e segue com seu plano de contatar Carlos Bragança fingindo ser Rebecca Delorde, o que mais lhe intriga era o vulto e ele sabe que sua máscara é a exatamente a mesma que ele vestia. Ele nesse momento não percebia, ou até tentava ignorar, mas sem dúvida ele tivera um vislumbre do que a vida dele poderia ter sido outrora, num mundo que não houvesse Zenobia.
avatar
John Dalloe

Data de inscrição : 20/07/2016
Idade : 35
Localização : New York

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New York by Night - Apocalipse

Mensagem por Krauzer em Qua Jan 18, 2017 7:33 pm

SAMUEL HAWKINS


___________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________


A arte era algo muito confusa, especialmente se observada em um local escuro e apertado como aquele. Samuel a guardava novamente no rolo. A forma como ela havia deixado subentendido ao porteiro, levava a crer que havia algum tipo de informação importante contida no papel, então Samuel deveria visualiza-la com mais atenção outra hora, ou encontrar alguém que pudesse faze-lo melhor.

Após sair dos esgotos, Samuel segue ofuscado até algum local onde o Xerife poderia estar.


OFF: Estou levando em conta o fato de que no momento em que os Nosferatus disseram a Samuel que o Xerife possuía mais informações sobre o caso, Samuel lhes perguntou aonde poderia encontra-lo. Caso os Nosferatu não tenham lhe dito ou não saibam (o que acho meio difícil) mudarei a postagem!
avatar
Krauzer

Data de inscrição : 29/10/2013
Idade : 47

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New York by Night - Apocalipse

Mensagem por Askalians em Qua Jan 18, 2017 11:36 pm

 Lisandra Eckhart

Percebe que havia conseguido atrair a atenção dos rapazes, mas não gostou do cartão de serviço de acompanhante que o segurança negro lhe entregou. Ficou bem emburrada e ligeiramente decepcionada, mas talvez fosse o que precisasse para corromper toda aquela situação e reverter tudo.

Como não gostava de ser contrariada e isso era visível, voltava falar destilando seu veneno:

- Eu não quero isso. Quero os serviços de ambos para o que eu quiser fazer, ou será que vou ter que dizer a chefe de vocês que não estão me "satisfazendo" pelo que estou pagando? ou pior, que estão fazendo propaganda de um serviço diferente...

Dá uma leve cruzada de braços balançando o cartão negro como se fosse um abanador, perto de seu rosto, ostentando um sorriso de criança arteira e safada, com um leve toque de maldade.

"Vamos ver o que me contam agora sobre ela..."
avatar
Askalians

Data de inscrição : 21/02/2016
Idade : 32
Localização : between life and death

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New York by Night - Apocalipse

Mensagem por Lord_Suiciniv em Sex Jan 20, 2017 2:57 pm

Liz Eckhart
PV 07/13
FdV 6/6
- Dia 12
2205
Vitalidade:
Escoriado......................[ ]
Machucado................-1[ ]
Ferido........................-1[ ]
Ferido Gravemente....-2[ ]
Espancado.................-2[ ]
Aleijado.....................-5[ ]
Incapacitado..................[ ]


Os seguranças olham entre si, sem realmente entender muito bem o que estava acontecendo ali. Era uma situação estranha no mínimo. – Senhora, sinto muito mas nós não somos garotos de programa. Não somos saco de sangue, nossa função, e exatamente o que você nos contratou, é para protege-la de qualquer ameaça que possa vir contra a sua pessoa. Você pode entrar em contato com nosso supervisor se quiser. – O mais baixo dizia calmamente, já alcançando o seu celular em seu bolso, pronto para discar um numero. – Nós não somos obrigados a fazer um “ devil’s threesome” só por que você quer.
avatar
Lord_Suiciniv

Data de inscrição : 17/10/2011
Idade : 22
Localização : Minha casa...

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New York by Night - Apocalipse

Mensagem por Lord_Suiciniv em Sex Jan 20, 2017 3:15 pm

Samuel Hawkins
PV 8/13
FdV 05/05
- Dia 12
0040
Vitalidade:
Escoriado......................[ ]
Machucado................-1[ ]
Ferido........................-1[ ]
Ferido Gravemente....-2[ ]
Espancado.................-2[ ]
Aleijado.....................-5[ ]
Incapacitado..................[ ]

rolagem de dados:


Samuel enrolava novamente a arte em sua proteção e saia do esgoto pelo mesmo bueiro que havia entrado, ele sabia que o Quartel General do Xerife possuía um boliche como fachada, o problema é que o boliche ficava do outro lado da cidade, e a caminhada não levaria menos de 2 horas para se completar. Ele ainda teria bastante tempo de lua, mas ainda assim era bem demorada.

O nosferatu sabendo disso, decide caminhar mesmo assim, e horas mais tarde chegava na frente do tal boliche. Já entrando no estabelecimento que estava funcionando ainda, o vampiro se dirige até a recepção, onde encontrava um jovem garoto, trajando um uniforme ridículo e um boné temático de pinos de boliche, o atendia com um sorriso forçado no rosto. – Em que posso ajuda-lo senhor. – O atendente tentava inutilmente parecer simpático, mas ele não era muito bom nisso.
avatar
Lord_Suiciniv

Data de inscrição : 17/10/2011
Idade : 22
Localização : Minha casa...

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New York by Night - Apocalipse

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 3 de 9 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum