Nicole Möntak - Nosferatu - Caramilla

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Nicole Möntak - Nosferatu - Caramilla

Mensagem por Marii-Tsuki em Sab Dez 17, 2016 2:38 am

1. Dados

Nome: Mari-Tsuki
Personagem: Nocole Montäk
Clã: Nosferatu
Natureza:  Criança
Comportamento: Celebrante
Geração: 9ª
Refúgio: Câmaras subterrâneas da ninhada (esgoto)
Conceito: Hacker

Saldo de XP: 0/0

________________________________________

2. Atributos

Físicos (5)
- Força: 3
- Destreza: 3
- Vigor: 2

Sociais (3)
- Carisma: 3
- Manipulação: 2
- Aparência: 0

Mentais (7)
- Percepção: 3
- Inteligência: 5 (Analítico e Autoridade em Áreas Específicas)
- Raciocínio: 2

________________________________________

3. Habilidades

Talentos (5)
- Prontidão: 2
- Esportes:
- Briga:
- Esquiva: 1
- Empatia:
- Expressão:
- Intimidação:
- Liderança:
- Manha:
- Lábia: 2

Perícias (9)
- Empatia c/ Animais: 2
- Ofícios:
- Condução: 2
- Etiqueta:
- Armas de Fogo:
- Armas Brancas: 1
- Performance:
- Segurança:
- Furtividade: 3
- Sobrevivência: 1

Conhecimentos (13)
- Acadêmicos: 2
- Computador: 3 + 2 (4PB) = 5 (Linguagens de computador e Quebrar códigos)
- Finanças: 2
- Investigação: 1
- Direito:
- Linguística: 1 (Inglês + Francês)
- Medicina: 1
- Ocultismo: 1
- Política:
- Ciências: 2

________________________________________

4. Vantagens

Antecedentes (5)
- Status 1
- Geração 3 + 1 (3PB) = 4
- Mentor 2 (2PB)
- Recursos 1 + 1 (1PB) = 2
- Lacaio 1 (1PB)

Disciplinas (3)
- Ofuscação 1
- Animalismo 1
- Potência 1
________________________________________

5. Virtudes

Virtudes (7)
- Consciência: 4
- Autocontrole: 2
- Coragem: 4

Humanidade: 6 + 1 (1PB) = 7

Força de Vontade: 4 + 1 (1PB) = 5

________________________________________

Qualidades e Defeitos

Qualidades:
- Dedos longos (1)
- Boca exagerada (2)
- Aptidão com computadores (2)
- Companheiro Réptil (3)
- Sangue Amargo (1)

Defeitos:
- Baixa tolerância à dor (2)
- Fobia (fogo) (2)
- Coração mole (1)
- Unido ao sangue (2)

Observações

-Costuma estar sempre vestida com calça de moletom, camisa branca larga e um casaco azul escuro com capuz levantado. Além de um par de tênis confortáveis. Detesta a ideia de vestir vestidos, saias ou qualquer roupa mais formal (são inúteis, não vão deixa-la mais “apresentável”);

Lacaio:
Lacaio:
Jacaré: Stuart
Força 4, Destreza 2, Vigor 4
Força de Vontade: 3
Ataque: Mordida (7 dados); golpe com a cauda (6 dados)
Habilidades: Prontidão 2, Esportes 2, Briga 2, Furtividade 3
Reserva de Sangue: 5
OBS.: Couraça (Dado de absorção de dano contra dano letal ou de contusão)

________________________________________

6. Prelúdio

Nicole (ou Nikky, como prefere ser chamada) nasceu no sul do Canadá e seus pais se separaram quando ainda era bebê. Ela primeiro viveu com a mãe. Esta, porém, se transformou em uma alcóolatra após ser largada pelo ex-marido e, quando Nikky tinha 5 anos, teve um ataque de raiva em que destruiu a casa e derrubou Nikky em cima da lareira acesa. A menina sofreu uma queimadura grave no lado esquerdo do rosto e pescoço e que lhe deu uma grave fobia à mera visão de fogo. Depois do incidente, sua mãe foi presa e ela foi enviada para viver com o pai. O homem havia se mudado para Los Angeles por causa do trabalho e construíra uma nova família ali, onde não havia espaço para Nikky. A garota cresceu sentindo-se uma estranha na família. Na escola, sua aparência sem graça, a cicatriz e sua falta de habilidade social, faziam dela o perfeito alvo das provocações. Para piorar, recebeu a notícia, quando ainda tinha 8, que sua mãe havia se suicidado na prisão. Nikky, então, passou a isolar-se na biblioteca da sua escola, onde devorou todos os livros que tinha no lugar (de romances policiais até álgebra e esoterismo). Pouco antes de completar 17 anos, seu pai comprou um computador para a casa. Foi um vício ainda maior para Nikky que os livros. A jovem passou a gastar todo instante possível com a máquina e aprendeu sozinha primeiro a mexer no computador, depois na internet e por fim, a hackear. Quando terminou o ensino médio, optou por estudar Ciência da computação na Universidade de Nevada e se mudou de casa, cortando os laços com o pai e a família dele. Nos anos de universidade, tornou-se uma especialista em hackear, sob codinome “Black Cat”, ganhando até certa fama no mundo cibernético.

Nessa mesma época, Alarick, um ancião Nosferatu e seu futuro senhor, conseguiu a autorização do príncipe para gerar prole. Nesse tempo, o clã Nosferatu já aventurava-se na internet e Alarick saiu a procurar alguém com habilidades de Hackear, para aumentar a segurança de sua ninhada e coletar informações de seus inimigos. Uma pesquisa pela rede de informações do clã, o levou a Nicole. Ele a considerou a candidata ideal.

O Ancião aproximou-se dela em uma noite em que a moça voltava particularmente tarde das aulas de pós-graduação para seu apartamento alugado. Usando a ofuscação, seu futuro senhor passou-se por algum tipo de executivo interessado em suas habilidades (o que não estava muito longe da verdade). Eles marcaram um jantar para discutir melhor as “propostas” dele. Nesse jantar, Alarick conta sobre sua verdadeira natureza vampírica (ameaçando-a para ficar calada, no processo).

Nikky não se lembra exatamente o que aconteceu após a mordida. Apenas da dor. Uma dor como a que sentiu ao ser queimada, só que pior, infinitamente pior. Todo seu ser, corpo e alma, gritaram de agonia até sua consciência desvanecer-se. Quando acordou, sem saber onde estava ou quanto tempo passara, ela tinha mudado. Toda a sua pele estava murcha, enrugada e enegrecida como carvão, como uma carne que queimou demais num churrasco, e altamente sensibilizada. O cabelo desparecera. Os dedos das mãos e dos pés tinham se alongado em garras. O nariz dera lugar a duas fendas negras. A boca nada mais era que um grande rasgo na pele, cheia de dentes muito afiados dentro. Ela não mais de um instante para pensar em sua nova aparência, no entanto, até a fome enlouquecedora a atingir.

Seu senhor foi gentil o bastante para lhe fornecer ratos para que se alimentasse. E também nas noites seguintes, quando lhe explicou sobre a sociedade vampírica, seu novo clã Nosferatu e as Tradições da Camarilla ou quando levou para ser apresentada ao Príncipe. Na realidade, Alarick demonstrou se importar mais com Nikky naquelas primeiras semanas que seu pai em todos os anos que viveram juntos. Ele a aceitou em sua ninhada, a iniciou nas disciplinas do clã e no combate com facas e até a levou ao local dos esgotos de desova de ovos de jacaré para que treinasse um jacaré albino apenas seu, como todos dentro da ninhada tinham. Também tentou lhe ensinar como alimentar-se do rebanho, porém Nikky simplesmente não conseguia morder ou machucar sua vítima e ele logo abandou essas aulas. Tudo o que o ancião pediu em troca foi que usasse suas habilidades de Hacker nas tarefas que lhe passasse. Nikky, que já tinha desenvolvido um grande afeto por seu senhor, aceitou com prazer. O que ela não sabia era que Alarick, junto com as garrafas de sangue que levava para ela, misturava de tempos em tempos algumas gotas dos próprio sangue, atando-a em um laço de sangue a ele. Seu senhor nunca explicou sobre o laço de sangue e Nikky viveu mais de uma década adorando-o e obedecendo-o sem questionar. Com os demais vampiros da ninhada, ela não tinha uma relação próxima, pois quase nunca chegava a vê-los, passando a maioria de suas noites sentada em frente ao computador.

Foi em uma das raras noites em que seu senhor a levou para alguma das reuniões que ocasionalmente participava que primeiro ouviu sobre o laço de sangue, de um comentário sarcástico lançado a ela por um Brujah quando seu senhor se distraiu conversando com outros anciãos. Ao voltar para sua câmara nos subterrâneos, Nikky pesquisou na SchreckNET sobre e descobriu tudo a respeito do laço de sangue. Seu mundo virou de ponta a cabeça e pela primeira vez em sua não-vida ela sentiu tanta raiva que quase entrou em frenesi. Isso atraiu a atenção de Alarick que, no momento que entendeu o que ela havia descoberto, parou com a própria atuação. O ancião ainda era polido, quase gentil, com Nikky, mas passou a ordenar mais, e menos agradáveis, tarefas que antes e regularmente a obrigava a beber mais de seu sangue, para reforçar o laço.

A partir desse dia, Nikky passou a dedicar-se a pesquisar maneiras de livrar-se desse laço. Enquanto continuava a obedecer seu senhor, pois apesar de agora odiá-lo, não conseguia deixar de lado seu grande afeto por ele e ainda o seguia sem questionar.
________________________________________

7. Banco de Dados

Informações do personagem
- Idade antes do abraço: 24
- Idade total: 40
- Data de nascimento: 01/02/1976
- Aparência: Toda a sua pele estava murcha, enrugada e enegrecida como carvão, como uma carne que queimou demais num churrasco. O cabelo desparecera. Os dedos das mãos e dos pés tinham se alongado em garras. O nariz dera lugar a duas fendas negras. A boca nada mais era que um grande rasgo na pele, cheia de dentes muito afiados dentro.
- Personalidade: Calada, de poucas palavras, mas muito curiosa. Não interage bem com os outros e prefere a companhia de livros ou computadores.
avatar
Marii-Tsuki

Data de inscrição : 17/12/2016
Idade : 22
Localização : Rio de Janeiro - RJ

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Nicole Möntak - Nosferatu - Caramilla

Mensagem por Rian em Sab Dez 17, 2016 11:47 am

Parabéns! Gostei da personagem!

_________________
                                                                
avatar
Rian

Data de inscrição : 30/09/2014
Idade : 33
Localização : Goiânia

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Nicole Möntak - Nosferatu - Caramilla

Mensagem por Bispo Altobello em Seg Dez 19, 2016 5:16 pm

Olá, jogador(a)!

Gostei do prelúdio. Conciso e descritivo como todo bom prelúdio deve ser. Um personagem simples e ao mesmo tempo rico. Convence dentro do Mundo das Trevas. Fora isso, um dia ainda hei de descobrir porque diabos todo Nosferatu tem um jacaré albino. Oras, porque não jacaré comum? Verde é uma cor tão interessante. Se camufla muito bem no esgoto. Só estou dizendo.

Passemos à análise. 

Natureza/Comportamento: Criança e Celebrantes são arquétipos sociais. O arquétipo Criança não diz respeito apenas a um indivíduo imaturo, mas a uma criança mimada. É alguém que não apenas deseja algo, mas exige que alguém lhe dê o que quer para ontem. E esse alguém lhe dá o que quer, não por medo, mas por vontade própria. Não consigo imaginar sua personagem, antissocial, tendo esse tipo de relacionamento com alguém. Da mesma forma, o Celebrante é aquele apaixonado por alguma causa e que se deleita em conventer outros a ela. Qual seria a causa da Nikky?

Status; Recursos: Ser cria de um Ancião não lhe garante Status, especialmente se você ainda está sob seus cuidados. Nesse caso, seria uma simples Criança da Noite. O que a personagem fez para ser reconhecida na seita? Aproveite para definir de onde são provenientes os Recursos da personagem.

Sangue Amargo: Essa Qualidade diz respeito à mortais. Qualquer membro que esteja determinado o bastante para beber o sangue de Nikky, seja pra Diablerie ou outra coisa, não vai deixar de o fazer por causa do sabor ruim.

Fobia (Fogo): Todo vampiro tem uma fobia natural ao fogo. Não é razoável ganhar pontos extras por isso. Vetado.

Peço que todas as modificações na ficha sejam feita em cor destacada, a fim de agilizar a avaliação. Fico no aguardo.

_________________
"Subirei aos céus, erguerei meu trono acima das estrelas de Deus
E lá, mais alto que as nuvens, serei como o Altíssimo." 
avatar
Bispo Altobello
Arcebispo La Sombra de New York - Sabá

Data de inscrição : 08/03/2010
Idade : 23
Localização : Brasília - DF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Nicole Möntak - Nosferatu - Caramilla

Mensagem por Marii-Tsuki em Seg Dez 19, 2016 9:48 pm

1. Dados

Nome: Mari-Tsuki
Personagem: Nicole Montäk
Clã: Nosferatu
Natureza: Solitário
Comportamento: Solitário
Geração: 9ª
Refúgio: Câmaras subterrâneas da ninhada
Conceito: Hacker

Saldo de XP: 0/0




2. Atributos

Físicos (5)
- Força: 3
- Destreza: 3
- Vigor: 2

Sociais (3)
- Carisma: 3
- Manipulação: 2
- Aparência: 0

Mentais (7)
- Percepção: 3
- Inteligência: 5 (Analítico e Autoridade em Áreas Específicas)
- Raciocínio: 2




3. Habilidades

Talentos (5)
- Prontidão: 2
- Esportes:
- Briga:
- Esquiva: 1
- Empatia:
- Expressão:
- Intimidação:
- Liderança:
- Manha:
- Lábia: 2

Perícias (9)
- Empatia c/ Animais: 2
- Ofícios:
- Condução: 2
- Etiqueta:
- Armas de Fogo:
- Armas Brancas: 1
- Performance:
- Segurança:
- Furtividade: 3
- Sobrevivência: 1

Conhecimentos (13)
- Acadêmicos: 2
- Computador: 3 + 1 (2PB) = 4 (Quebrar códigos)
- Finanças: 2
- Investigação: 1
- Direito:
- Linguística: 1 (Inglês + Francês)
- Medicina: 1
- Ocultismo: 1
- Política:
- Ciências: 2




4. Vantagens

Antecedentes (5)
- Geração 3 + 1 (3PB) = 4
- Mentor 2 (2PB)
- Recursos 1 + 1 (1PB) = 2
- Lacaio 1 (1PB)

Disciplinas (3)
- Ofuscação 1
- Animalismo 1
- Potência 1




5. Virtudes

Virtudes (7)
- Consciência: 4
- Autocontrole: 2
- Coragem: 4

Humanidade: 6 + 1 (1PB) = 7

Força de Vontade: 4 + 1 (1PB) = 5




Qualidades e Defeitos

Qualidades:
- Dedos longos (1)
- Boca exagerada (2)
- Aptidão com computadores (2)
- Companheiro Réptil (3)
- Sangue Repugnante (3)

Defeitos:
- Baixa tolerância à dor (2)
- Cura Demorada (3)
- Coração mole (1)
- Unido ao sangue (2)

Observações

-Costuma estar sempre vestida com calça de moletom, camisa branca larga e um casaco azul escuro com capuz levantado. Além de um par de tênis confortáveis. Detesta a ideia de vestir vestidos, saias ou qualquer roupa mais formal (são inúteis, não vão deixa-la mais “apresentável”);

-Lacaio:
Companheiro Réptil Carniçal: Stuart
Físicos: Força 6, Destreza 2, Vigor 6
Sociais: Carisma 0, Manipulação 0, Aparência 0
Mentais: Percepção 3, Inteligência 1, Raciocínio 3
Disciplinas: Fortitude 2, Potência 2
Reserva de sangue: 5
Força de vontade: 5
Ataque: Mordida (7 dados); golpe com a cauda (6 dados);
OBS.: Couraça (Dado de absorção de dano contra dano letal ou de contusão)




6. Prelúdio

Nicole (ou Nikky, como prefere ser chamada) nasceu no sul do Canadá e seus pais se separaram quando ainda era bebê. Ela primeiro viveu com a mãe. Esta, porém, se transformou em uma alcóolatra após ser largada pelo ex-marido e, quando Nikky tinha 5 anos, teve um ataque de raiva em que destruiu a casa e derrubou Nikky em cima da lareira acesa. A menina sofreu uma queimadura grave no lado esquerdo do rosto e pescoço e que lhe deu uma grave fobia à mera visão de fogo. Depois do incidente, sua mãe foi presa e ela foi enviada para viver com o pai. O homem havia se mudado para Los Angeles por causa do trabalho e construíra uma nova família ali, onde não havia espaço para Nikky. A garota cresceu sentindo-se uma estranha na família. Na escola, sua aparência sem graça, a cicatriz e sua falta de habilidade social, faziam dela o perfeito alvo das provocações. Para piorar, recebeu a notícia, quando ainda tinha 8, que sua mãe havia se suicidado na prisão. Nikky, então, passou a isolar-se na biblioteca da sua escola, onde devorou todos os livros que tinha no lugar (de romances policiais até álgebra e esoterismo). Pouco antes de completar 17 anos, seu pai comprou um computador para a casa. Foi um vício ainda maior para Nikky que os livros. A jovem passou a gastar todo instante possível com a máquina e aprendeu sozinha primeiro a mexer no computador, depois na internet e por fim, a hackear. Quando terminou o ensino médio, optou por estudar Ciência da computação na Universidade de Nevada e se mudou de casa, cortando os laços com o pai e a família dele. Nos anos de universidade, tornou-se uma especialista em hackear, sob codinome “Black Cat”, ganhando até certa fama no mundo cibernético.

Nessa mesma época, Alarick, um ancião Nosferatu e seu futuro senhor, conseguiu a autorização do príncipe para gerar prole. Nesse tempo, o clã Nosferatu já aventurava-se na internet e Alarick saiu a procurar alguém com habilidades de Hackear, para aumentar a segurança de sua ninhada e coletar informações de seus inimigos. Uma pesquisa pela rede de informações do clã, o levou a Nicole. Ele a considerou a candidata ideal.

O Ancião aproximou-se dela em uma noite em que a moça voltava particularmente tarde das aulas de pós-graduação para seu apartamento alugado. Usando a ofuscação, seu futuro senhor passou-se por algum tipo de executivo interessado em suas habilidades (o que não estava muito longe da verdade). Eles marcaram um jantar para discutir melhor as “propostas” dele. Nesse jantar, Alarick conta sobre sua verdadeira natureza vampírica (ameaçando-a para ficar calada, no processo), levando-a depois para o beco ao lado do restaurante para dar início ao Abraço.

Nikky não se lembra exatamente o que aconteceu após a mordida. Apenas da dor. Uma dor como a que sentiu ao ser queimada, só que pior, infinitamente pior. Todo seu ser, corpo e alma, gritaram de agonia até sua consciência desvanecer-se. Quando acordou, sem saber onde estava ou quanto tempo passara, ela tinha mudado. Toda a sua pele estava murcha, enrugada e enegrecida como carvão, como uma carne que queimou demais num churrasco, e altamente sensibilizada. O cabelo desparecera. Os dedos das mãos e dos pés tinham se alongado em garras. O nariz dera lugar a duas fendas negras. A boca nada mais era que um grande rasgo na pele, cheia de dentes muito afiados dentro. Ela não mais de um instante para pensar em sua nova aparência, no entanto, até a fome enlouquecedora a atingir.

Seu senhor foi gentil o bastante para lhe fornecer ratos para que se alimentasse. E também nas noites seguintes, quando lhe explicou sobre a sociedade vampírica, seu novo clã Nosferatu e as Tradições da Camarilla ou quando levou para ser apresentada ao Príncipe. Na realidade, Alarick demonstrou se importar mais com Nikky naquelas primeiras semanas que seu pai em todos os anos que viveram juntos. Ele a aceitou em sua ninhada, a iniciou nas disciplinas do clã e no combate com facas e até a levou ao local dos esgotos de desova de ovos de jacaré para que treinasse um jacaré albino apenas seu, como todos dentro da ninhada tinham. Também tentou lhe ensinar como alimentar-se do rebanho, porém Nikky simplesmente não conseguia morder ou machucar sua vítima e ele logo abandou essas aulas. Tudo o que o ancião pediu em troca foi que usasse suas habilidades de Hacker nas tarefas que lhe passasse. Nikky, que já tinha desenvolvido um grande afeto por seu senhor, aceitou com prazer. O que ela não sabia era que Alarick, junto com as garrafas de sangue que levava para ela, misturava de tempos em tempos algumas gotas dos próprio sangue, atando-a em um laço de sangue a ele. Seu senhor nunca explicou sobre o laço de sangue e Nikky viveu mais de uma década adorando-o e obedecendo-o sem questionar. Com os demais vampiros da ninhada, ela não tinha uma relação próxima, pois quase nunca chegava a vê-los, passando a maioria de suas noites sentada em frente ao computador. Nas horas vagas, inclusive, ainda atuava como “Black Cat” na comunidade mortal e realizava serviços de consultoria para empresas de segurança virtual. Esses lhe rendiam alguns trocados que Nikky depositava em uma “conta de emergência” que tinha na Suíça.

Foi em uma das raras noites em que seu senhor a levou para alguma das reuniões que ocasionalmente participava que primeiro ouviu sobre o laço de sangue, de um comentário sarcástico lançado a ela por um Brujah quando seu senhor se distraiu conversando com outros anciãos. Ao voltar para sua câmara nos subterrâneos, Nikky pesquisou na SchreckNET sobre e descobriu tudo a respeito do laço de sangue. Seu mundo virou de ponta a cabeça e pela primeira vez em sua não-vida ela sentiu tanta raiva que quase entrou em frenesi. Isso atraiu a atenção de Alarick que, no momento que entendeu o que ela havia descoberto, parou com a própria atuação. O ancião ainda era polido, quase gentil, com Nikky, mas passou a ordenar mais, e menos agradáveis, tarefas que antes e regularmente a obrigava a beber mais de seu sangue, para reforçar o laço.

A partir desse dia, Nikky passou a dedicar-se a pesquisar maneiras de livrar-se desse laço. Enquanto continuava a obedecer seu senhor, pois apesar de agora odiá-lo, não conseguia deixar de lado seu grande afeto por ele e ainda o seguia sem questionar.




7. Banco de Dados

Informações do personagem
- Idade antes do abraço: 24
- Idade total: 40
- Data de nascimento: 01/02/1976
- Aparência: Toda a sua pele estava murcha, enrugada e enegrecida como carvão, como uma carne que queimou demais num churrasco. O cabelo desparecera. Os dedos das mãos e dos pés tinham se alongado em garras. O nariz dera lugar a duas fendas negras. A boca nada mais era que um grande rasgo na pele, cheia de dentes muito afiados dentro.
- Personalidade: Calada, de poucas palavras, mas muito curiosa. Não interage bem com os outros e prefere a companhia de livros ou computadores.


Última edição por Marii-Tsuki em Ter Dez 20, 2016 7:15 pm, editado 1 vez(es) (Razão : Errata: PB contados errado;)
avatar
Marii-Tsuki

Data de inscrição : 17/12/2016
Idade : 22
Localização : Rio de Janeiro - RJ

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Nicole Möntak - Nosferatu - Caramilla

Mensagem por Bispo Altobello em Dom Dez 25, 2016 7:21 pm

Na sua edição, acabou deixando de lado um ponto em Antecedentes. 

Após arrumar isso, ficha aprovada.

_________________
"Subirei aos céus, erguerei meu trono acima das estrelas de Deus
E lá, mais alto que as nuvens, serei como o Altíssimo." 
avatar
Bispo Altobello
Arcebispo La Sombra de New York - Sabá

Data de inscrição : 08/03/2010
Idade : 23
Localização : Brasília - DF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Nicole Möntak - Nosferatu - Caramilla

Mensagem por Marii-Tsuki em Seg Dez 26, 2016 1:45 am

1. Dados

Nome: Mari-Tsuki
Personagem: Nicole Montäk
Clã: Nosferatu
Natureza: Solitário
Comportamento: Solitário
Geração: 9ª
Refúgio: Câmaras subterrâneas da ninhada
Conceito: Hacker

Saldo de XP: 0/0




2. Atributos

Físicos (5)
- Força: 3
- Destreza: 3
- Vigor: 2

Sociais (3)
- Carisma: 3
- Manipulação: 2
- Aparência: 0

Mentais (7)
- Percepção: 3
- Inteligência: 5 (Analítico e Autoridade em Áreas Específicas)
- Raciocínio: 2




3. Habilidades

Talentos (5)
- Prontidão: 2
- Esportes:
- Briga:
- Esquiva: 1
- Empatia:
- Expressão:
- Intimidação:
- Liderança:
- Manha:
- Lábia: 2

Perícias (9)
- Empatia c/ Animais: 2
- Ofícios:
- Condução: 2
- Etiqueta:
- Armas de Fogo:
- Armas Brancas: 1
- Performance:
- Segurança:
- Furtividade: 3
- Sobrevivência: 1

Conhecimentos (13)
- Acadêmicos: 2
- Computador: 3 + 1 (2PB) = 4 (Quebrar códigos)
- Finanças: 2
- Investigação: 1
- Direito:
- Linguística: 1 (Inglês + Francês)
- Medicina: 1
- Ocultismo: 1
- Política:
- Ciências: 2




4. Vantagens

Antecedentes (5)
- Geração 3 + 1 (3PB) = 4
- Mentor 2 (2PB)
- Recursos 1 + 1 (1PB) = 2
- Lacaio 1

Disciplinas (3)
- Ofuscação 1
- Animalismo 1
- Potência 1




5. Virtudes

Virtudes (7)
- Consciência: 4
- Autocontrole: 2
- Coragem: 4

Humanidade: 6 + 2 (2PB) = 8

Força de Vontade: 4 + 1 (1PB) = 5




Qualidades e Defeitos

Qualidades:
- Dedos longos (1)
- Boca exagerada (2)
- Aptidão com computadores (2)
- Companheiro Réptil (3)
- Sangue Repugnante (3)

Defeitos:
- Baixa tolerância à dor (2)
- Cura Demorada (3)
- Coração mole (1)
- Unido ao sangue (2)

Observações

-Costuma estar sempre vestida com calça de moletom, camisa branca larga e um casaco azul escuro com capuz levantado. Além de um par de tênis confortáveis. Detesta a ideia de vestir vestidos, saias ou qualquer roupa mais formal (são inúteis, não vão deixa-la mais “apresentável”);

Lacaio:
Companheiro Réptil Carniçal: Stuart
Físicos: Força 6, Destreza 2, Vigor 6
Sociais: Carisma 0, Manipulação 0, Aparência 0
Mentais: Percepção 3, Inteligência 1, Raciocínio 3
Disciplinas: Fortitude 2, Potência 2
Reserva de sangue: 5
Força de vontade: 5
Ataque: Mordida (7 dados); golpe com a cauda (6 dados);
OBS.: Couraça (Dado de absorção de dano contra dano letal ou de contusão)

6. Prelúdio

Nicole (ou Nikky, como prefere ser chamada) nasceu no sul do Canadá e seus pais se separaram quando ainda era bebê. Ela primeiro viveu com a mãe. Esta, porém, se transformou em uma alcóolatra após ser largada pelo ex-marido e, quando Nikky tinha 5 anos, teve um ataque de raiva em que destruiu a casa e derrubou Nikky em cima da lareira acesa. A menina sofreu uma queimadura grave no lado esquerdo do rosto e pescoço e que lhe deu uma grave fobia à mera visão de fogo. Depois do incidente, sua mãe foi presa e ela foi enviada para viver com o pai. O homem havia se mudado para Los Angeles por causa do trabalho e construíra uma nova família ali, onde não havia espaço para Nikky. A garota cresceu sentindo-se uma estranha na família. Na escola, sua aparência sem graça, a cicatriz e sua falta de habilidade social, faziam dela o perfeito alvo das provocações. Para piorar, recebeu a notícia, quando ainda tinha 8, que sua mãe havia se suicidado na prisão. Nikky, então, passou a isolar-se na biblioteca da sua escola, onde devorou todos os livros que tinha no lugar (de romances policiais até álgebra e esoterismo). Pouco antes de completar 17 anos, seu pai comprou um computador para a casa. Foi um vício ainda maior para Nikky que os livros. A jovem passou a gastar todo instante possível com a máquina e aprendeu sozinha primeiro a mexer no computador, depois na internet e por fim, a hackear. Quando terminou o ensino médio, optou por estudar Ciência da computação na Universidade de Nevada e se mudou de casa, cortando os laços com o pai e a família dele. Nos anos de universidade, tornou-se uma especialista em hackear, sob codinome “Black Cat”, ganhando até certa fama no mundo cibernético.

Nessa mesma época, Alarick, um ancião Nosferatu e seu futuro senhor, conseguiu a autorização do príncipe para gerar prole. Nesse tempo, o clã Nosferatu já aventurava-se na internet e Alarick saiu a procurar alguém com habilidades de Hackear, para aumentar a segurança de sua ninhada e coletar informações de seus inimigos. Uma pesquisa pela rede de informações do clã, o levou a Nicole. Ele a considerou a candidata ideal.

O Ancião aproximou-se dela em uma noite em que a moça voltava particularmente tarde das aulas de pós-graduação para seu apartamento alugado. Usando a ofuscação, seu futuro senhor passou-se por algum tipo de executivo interessado em suas habilidades (o que não estava muito longe da verdade). Eles marcaram um jantar para discutir melhor as “propostas” dele. Nesse jantar, Alarick conta sobre sua verdadeira natureza vampírica (ameaçando-a para ficar calada, no processo), levando-a depois para o beco ao lado do restaurante para dar início ao Abraço.

Nikky não se lembra exatamente o que aconteceu após a mordida. Apenas da dor. Uma dor como a que sentiu ao ser queimada, só que pior, infinitamente pior. Todo seu ser, corpo e alma, gritaram de agonia até sua consciência desvanecer-se. Quando acordou, sem saber onde estava ou quanto tempo passara, ela tinha mudado. Toda a sua pele estava murcha, enrugada e enegrecida como carvão, como uma carne que queimou demais num churrasco, e altamente sensibilizada. O cabelo desparecera. Os dedos das mãos e dos pés tinham se alongado em garras. O nariz dera lugar a duas fendas negras. A boca nada mais era que um grande rasgo na pele, cheia de dentes muito afiados dentro. Ela não mais de um instante para pensar em sua nova aparência, no entanto, até a fome enlouquecedora a atingir.

Seu senhor foi gentil o bastante para lhe fornecer ratos para que se alimentasse. E também nas noites seguintes, quando lhe explicou sobre a sociedade vampírica, seu novo clã Nosferatu e as Tradições da Camarilla ou quando levou para ser apresentada ao Príncipe. Na realidade, Alarick demonstrou se importar mais com Nikky naquelas primeiras semanas que seu pai em todos os anos que viveram juntos. Ele a aceitou em sua ninhada, a iniciou nas disciplinas do clã e no combate com facas e até a levou ao local dos esgotos de desova de ovos de jacaré para que treinasse um jacaré albino apenas seu, como todos dentro da ninhada tinham. Também tentou lhe ensinar como alimentar-se do rebanho, porém Nikky simplesmente não conseguia morder ou machucar sua vítima e ele logo abandou essas aulas. Tudo o que o ancião pediu em troca foi que usasse suas habilidades de Hacker nas tarefas que lhe passasse. Nikky, que já tinha desenvolvido um grande afeto por seu senhor, aceitou com prazer. O que ela não sabia era que Alarick, junto com as garrafas de sangue que levava para ela, misturava de tempos em tempos algumas gotas dos próprio sangue, atando-a em um laço de sangue a ele. Seu senhor nunca explicou sobre o laço de sangue e Nikky viveu mais de uma década adorando-o e obedecendo-o sem questionar. Com os demais vampiros da ninhada, ela não tinha uma relação próxima, pois quase nunca chegava a vê-los, passando a maioria de suas noites sentada em frente ao computador. Nas horas vagas, inclusive, ainda atuava como “Black Cat” na comunidade mortal e realizava serviços de consultoria para empresas de segurança virtual. Esses lhe rendiam alguns trocados que Nikky depositava em uma “conta de emergência” que tinha na Suíça.

Foi em uma das raras noites em que seu senhor a levou para alguma das reuniões que ocasionalmente participava que primeiro ouviu sobre o laço de sangue, de um comentário sarcástico lançado a ela por um Brujah quando seu senhor se distraiu conversando com outros anciãos. Ao voltar para sua câmara nos subterrâneos, Nikky pesquisou na SchreckNET sobre e descobriu tudo a respeito do laço de sangue. Seu mundo virou de ponta a cabeça e pela primeira vez em sua não-vida ela sentiu tanta raiva que quase entrou em frenesi. Isso atraiu a atenção de Alarick que, no momento que entendeu o que ela havia descoberto, parou com a própria atuação. O ancião ainda era polido, quase gentil, com Nikky, mas passou a ordenar mais, e menos agradáveis, tarefas que antes e regularmente a obrigava a beber mais de seu sangue, para reforçar o laço.

A partir desse dia, Nikky passou a dedicar-se a pesquisar maneiras de livrar-se desse laço. Enquanto continuava a obedecer seu senhor, pois apesar de agora odiá-lo, não conseguia deixar de lado seu grande afeto por ele e ainda o seguia sem questionar.




7. Banco de Dados

Informações do personagem
- Idade antes do abraço: 24
- Idade total: 40
- Data de nascimento: 01/02/1976
- Aparência: Toda a sua pele estava murcha, enrugada e enegrecida como carvão, como uma carne que queimou demais num churrasco. O cabelo desparecera. Os dedos das mãos e dos pés tinham se alongado em garras. O nariz dera lugar a duas fendas negras. A boca nada mais era que um grande rasgo na pele, cheia de dentes muito afiados dentro.
- Personalidade: Calada, de poucas palavras, mas muito curiosa. Não interage bem com os outros e prefere a companhia de livros ou computadores.
avatar
Marii-Tsuki

Data de inscrição : 17/12/2016
Idade : 22
Localização : Rio de Janeiro - RJ

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Nicole Möntak - Nosferatu - Caramilla

Mensagem por Bispo Altobello em Sex Dez 30, 2016 9:53 pm

Lacaio: 1
- A qualidade Companheiro Réptil dispensa o ponto em Lacaio. A menos que queria ter um outro Lacaio, pode utilizar esse ponto em outro Antecedente.

Dica: Nosferatu são sempre procurados por quem deseja obter informações, talvez um ponto em Contatos fosse útil para Nicole. Claro, essa modificação na ficha precisaria do respectivo acompanhamento no prelúdio. Ou talvez realocar um ponto bônus gasto em Antecedentes para Força de Vontade. De qualquer maneira, a escolha é sua.

_________________
"Subirei aos céus, erguerei meu trono acima das estrelas de Deus
E lá, mais alto que as nuvens, serei como o Altíssimo." 
avatar
Bispo Altobello
Arcebispo La Sombra de New York - Sabá

Data de inscrição : 08/03/2010
Idade : 23
Localização : Brasília - DF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Nicole Möntak - Nosferatu - Caramilla

Mensagem por Marii-Tsuki em Seg Jan 02, 2017 2:56 am

1. Dados

Nome: Mari-Tsuki
Personagem: Nicole Montäk
Clã: Nosferatu
Natureza:  Solitário
Comportamento: Solitário
Geração: 9ª
Refúgio: Câmaras subterrâneas da ninhada
Conceito: Hacker

Saldo de XP: 0/0

________________________________________

2. Atributos

Físicos (5)
- Força: 3
- Destreza: 3
- Vigor: 2

Sociais (3)
- Carisma: 3
- Manipulação: 2
- Aparência: 0

Mentais (7)
- Percepção: 3
- Inteligência: 5 (Analítico e Autoridade em Áreas Específicas)
- Raciocínio: 2

________________________________________

3. Habilidades

Talentos (5)
- Prontidão: 2
- Esportes:
- Briga:
- Esquiva: 1
- Empatia:
- Expressão:
- Intimidação:
- Liderança:
- Manha:
- Lábia: 2

Perícias (9)
- Empatia c/ Animais: 2
- Ofícios:
- Condução: 2
- Etiqueta:
- Armas de Fogo:
- Armas Brancas: 1
- Performance:
- Segurança:
- Furtividade: 3
- Sobrevivência: 1

Conhecimentos (13)
- Acadêmicos: 2
- Computador: 3 + 1 (2PB) = 4 (Quebrar códigos)
- Finanças: 2
- Investigação: 1
- Direito:
- Linguística: 1 (Inglês + Francês)
- Medicina: 1
- Ocultismo: 1
- Política:
- Ciências: 2

________________________________________

4. Vantagens

Antecedentes (5)
- Geração 3 + 1 (3PB) = 4
- Mentor 2 (2PB)
- Recursos 1 + 1 (1PB) = 2
- Contatos 1 (Peter Gonzales)

Disciplinas (3)
- Ofuscação 1
- Animalismo 1
- Potência 1
________________________________________

5. Virtudes

Virtudes (7)
- Consciência: 4
- Autocontrole: 2
- Coragem: 4

Humanidade: 6 + 2 (2PB) = 8

Força de Vontade: 4 + 1 (1PB) = 5

________________________________________

Qualidades e Defeitos

Qualidades:
- Dedos longos (1)
- Boca exagerada (2)
- Aptidão com computadores (2)
- Companheiro Réptil (3)
- Sangue Repugnante (3)

Defeitos:
- Baixa tolerância à dor (2)
- Cura Demorada (3)
- Coração mole (1)
- Unido ao sangue (2)


Observações

-Costuma estar sempre vestida com calça de moletom, camisa branca larga e um casaco azul escuro com capuz levantado. Além de um par de tênis confortáveis. Detesta a ideia de vestir vestidos, saias ou qualquer roupa mais formal (são inúteis, não vão deixa-la mais “apresentável”);

Companheiro Réptil:
STUART
Físicos: Força 6, Destreza 2, Vigor 6
Sociais: Carisma 0, Manipulação 0, Aparência 0
Mentais: Percepção 3, Inteligência 1, Raciocínio 3
Disciplinas: Fortitude 2, Potência 2
Reserva de sangue: 5
Força de vontade: 5
Ataque: Mordida (7 dados); golpe com a cauda (6 dados);
OBS.: Couraça (Dado de absorção de dano contra dano letal ou de contusão)

________________________________________

6. Prelúdio

Nicole (ou Nikky, como prefere ser chamada) nasceu no sul do Canadá e seus pais se separaram quando ainda era bebê. Ela primeiro viveu com a mãe. Esta, porém, se transformou em uma alcóolatra após ser largada pelo ex-marido e, quando Nikky tinha 5 anos, teve um ataque de raiva em que destruiu a casa e derrubou Nikky em cima da lareira acesa. A menina sofreu uma queimadura grave no lado esquerdo do rosto e pescoço e que lhe deu uma grave fobia à mera visão de fogo. Depois do incidente, sua mãe foi presa e ela foi enviada para viver com o pai. O homem havia se mudado para Los Angeles por causa do trabalho e construíra uma nova família ali, onde não havia espaço para Nikky. A garota cresceu sentindo-se uma estranha na família. Na escola, sua aparência sem graça, a cicatriz e sua falta de habilidade social, faziam dela o perfeito alvo das provocações. Para piorar, recebeu a notícia, quando ainda tinha 8, que sua mãe havia se suicidado na prisão. Nikky, então, passou a isolar-se na biblioteca da sua escola, onde devorou todos os livros que tinha no lugar (de romances policiais até álgebra e esoterismo). Pouco antes de completar 17 anos, seu pai comprou um computador para a casa. Foi um vício ainda maior para Nikky que os livros. A jovem passou a gastar todo instante possível com a máquina e aprendeu sozinha primeiro a mexer no computador, depois na internet e por fim, a hackear. Quando terminou o ensino médio, optou por estudar Ciência da computação na Universidade de Nevada e se mudou de casa, cortando os laços com o pai e a família dele. Nos anos de universidade, tornou-se uma especialista em hackear, sob codinome “Black Cat”, ganhando até certa fama no mundo cibernético.

Nessa mesma época, Alarick, um ancião Nosferatu e seu futuro senhor, conseguiu a autorização do príncipe para gerar prole. Nesse tempo, o clã Nosferatu já aventurava-se na internet e Alarick saiu a procurar alguém com habilidades de Hackear, para aumentar a segurança de sua ninhada e coletar informações de seus inimigos. Uma pesquisa pela rede de informações do clã, o levou a Nicole. Ele a considerou a candidata ideal.

O Ancião aproximou-se dela em uma noite em que a moça voltava particularmente tarde das aulas de pós-graduação para seu apartamento alugado. Usando a ofuscação, seu futuro senhor passou-se por algum tipo de executivo interessado em suas habilidades (o que não estava muito longe da verdade). Eles marcaram um jantar para discutir melhor as “propostas” dele. Nesse jantar, Alarick conta sobre sua verdadeira natureza vampírica (ameaçando-a para ficar calada, no processo), levando-a depois para o beco ao lado do restaurante para dar início ao Abraço.

Nikky não se lembra exatamente o que aconteceu após a mordida. Apenas da dor. Uma dor como a que sentiu ao ser queimada, só que pior, infinitamente pior. Todo seu ser, corpo e alma, gritaram de agonia até sua consciência desvanecer-se. Quando acordou, sem saber onde estava ou quanto tempo passara, ela tinha mudado. Toda a sua pele estava murcha, enrugada e enegrecida como carvão, como uma carne que queimou demais num churrasco, e altamente sensibilizada. O cabelo desparecera. Os dedos das mãos e dos pés tinham se alongado em garras. O nariz dera lugar a duas fendas negras. A boca nada mais era que um grande rasgo na pele, cheia de dentes muito afiados dentro. Ela não mais de um instante para pensar em sua nova aparência, no entanto, até a fome enlouquecedora a atingir.

Seu senhor foi gentil o bastante para lhe fornecer ratos para que se alimentasse. E também nas noites seguintes, quando lhe explicou sobre a sociedade vampírica, seu novo clã Nosferatu e as Tradições da Camarilla ou quando levou para ser apresentada ao Príncipe. Na realidade, Alarick demonstrou se importar mais com Nikky naquelas primeiras semanas que seu pai em todos os anos que viveram juntos. Ele a aceitou em sua ninhada, a iniciou nas disciplinas do clã e no combate com facas e até a levou ao local dos esgotos de desova de ovos de jacaré para que treinasse um jacaré albino apenas seu, como todos dentro da ninhada tinham. Também tentou lhe ensinar como alimentar-se do rebanho, porém Nikky simplesmente não conseguia morder ou machucar sua vítima e ele logo abandou essas aulas. Tudo o que o ancião pediu em troca foi que usasse suas habilidades de Hacker nas tarefas que lhe passasse. Nikky, que já tinha desenvolvido um grande afeto por seu senhor, aceitou com prazer. O que ela não sabia era que Alarick, junto com as garrafas de sangue que levava para ela, misturava de tempos em tempos algumas gotas dos próprio sangue, atando-a em um laço de sangue a ele. Seu senhor nunca explicou sobre o laço de sangue e Nikky viveu mais de uma década adorando-o e obedecendo-o sem questionar. Com os demais vampiros da ninhada, ela não tinha uma relação próxima, pois quase nunca chegava a vê-los, passando a maioria de suas noites sentada em frente ao computador. Nas horas vagas, inclusive, ainda atuava como “Black Cat” na comunidade mortal e realizava, entre outros, serviços de consultoria para empresas de segurança virtual. Esses lhe rendiam alguns trocados que Nikky depositava em uma “conta de emergência” que tinha na Suíça. Um desses outros serviços foi onde Nikky conheceu Peter Gonzales. O humano é assessor na prefeitura e precisava da ajuda dela para encobrir um escândalo de seu chefe. A Nosferatu normalmente não aceitava esse tipo de serviço, mas viu a potencial fonte de informação que ele poderia representar. Desde esse incidente, os dois mantém contato. A relação parece ser mutuamente benéfica para Nikky. Peter ganhou uma boa reputação como resolvedor de problemas e vem se mantendo e ganhando a confiança de seus chefes ao mesmo tempo que repassa informações privilegiadas e confidenciais para a “Black Cat”.

Foi em uma das raras noites em que seu senhor a levou para alguma das reuniões que ocasionalmente participava que primeiro ouviu sobre o laço de sangue, de um comentário sarcástico lançado a ela por um Brujah quando seu senhor se distraiu conversando com outros anciãos. Ao voltar para sua câmara nos subterrâneos, Nikky pesquisou na SchreckNET sobre e descobriu tudo a respeito do laço de sangue. Seu mundo virou de ponta a cabeça e pela primeira vez em sua não-vida ela sentiu tanta raiva que quase entrou em frenesi. Isso atraiu a atenção de Alarick que, no momento que entendeu o que ela havia descoberto, parou com a própria atuação. O ancião ainda era polido, quase gentil, com Nikky, mas passou a ordenar mais, e menos agradáveis, tarefas que antes e regularmente a obrigava a beber mais de seu sangue, para reforçar o laço.

A partir desse dia, Nikky passou a dedicar-se a pesquisar maneiras de livrar-se desse laço. Enquanto continuava a obedecer seu senhor, pois apesar de agora odiá-lo, não conseguia deixar de lado seu grande afeto por ele e ainda o seguia sem questionar.
________________________________________

7. Banco de Dados

Informações do personagem
- Idade antes do abraço: 24
- Idade total: 40
- Data de nascimento: 01/02/1976
- Aparência: Toda a sua pele estava murcha, enrugada e enegrecida como carvão, como uma carne que queimou demais num churrasco. O cabelo desparecera. Os dedos das mãos e dos pés tinham se alongado em garras. O nariz dera lugar a duas fendas negras. A boca nada mais era que um grande rasgo na pele, cheia de dentes muito afiados dentro.
- Personalidade: Calada, de poucas palavras, mas muito curiosa. Não interage bem com os outros e prefere a companhia de livros ou computadores.
avatar
Marii-Tsuki

Data de inscrição : 17/12/2016
Idade : 22
Localização : Rio de Janeiro - RJ

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Nicole Möntak - Nosferatu - Caramilla

Mensagem por Bispo Altobello em Ter Jan 03, 2017 2:34 am

Aprovada

_________________
"Subirei aos céus, erguerei meu trono acima das estrelas de Deus
E lá, mais alto que as nuvens, serei como o Altíssimo." 
avatar
Bispo Altobello
Arcebispo La Sombra de New York - Sabá

Data de inscrição : 08/03/2010
Idade : 23
Localização : Brasília - DF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Nicole Möntak - Nosferatu - Caramilla

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum