Franchesca Sardou - Filhas da Cacafonia - Sabá

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Franchesca Sardou - Filhas da Cacafonia - Sabá

Mensagem por Black Thief em Qua Out 12, 2016 10:18 am

- Tentei facilitar a leitura da ficha pro avaliador, não sei se consegui, mas ta aí!

Nome: Black Thief
Personagem: Franchesca Sardou
Clã: Filhas da Cacafonia
Natureza:  Monstro
Comportamento: Bon Vivant
Geração: 10ª
Refúgio:
Conceito: Ex RockStar

Saldo de XP: ??/??


2. Atributos

Físicos (Secundários - 5)
- Força: 1 + 1
- Destreza: 1  + 2
- Vigor: 1 + 2

Sociais (Primários - 7)
- Carisma: 1 + 2
- Manipulação: 1 + 2
- Aparência:  1 + 3 (Feições Hipnóticas)

Mentais (Terciários - 3)
- Percepção: 1 + 1
- Inteligência: 1 + 1
- Raciocínio: 1 + 1


3. Habilidades

Talentos  (Secundários - 9)
- Prontidão: 1
- Esportes:
- Briga: 1
- Esquiva: 3
- Empatia:  1 (2PB)
- Expressão:
- Intimidação:  4 (Voz Gultural)
- Liderança:
- Manha: 1 (2PB)
- Lábia:

Perícias (Primário - 13)
- Empatia c/ Animais:
- Ofícios:
- Condução: 1 + 1 (2PB)
- Etiqueta: 1
- Armas de Fogo:
- Armas Brancas: 3
- Performance: 5 (Cantar e dançar)
- Segurança:
- Furtividade: 3
- Sobrevivência:

Conhecimentos (Terciário - 5)
- Acadêmicos: 1
- Computador: 1 + 1 (2PB)
- Finanças:
- Investigação:
- Direito:
- Linguística: 1
- Medicina:
- Ocultismo: 2 + 1 (2PB)
- Política:
- Ciências:


4. Vantagens

Antecedentes ( 0 - Sabá )
Geração: 3 (3 PB)
Recursos: 4 (4PB)



Disciplinas ( 4 - Sabá )
Melpominee: 1
Presença: 2
Fortitude: 1

5. Virtudes (Começando com 0 pontos, menos em Coragem - Sabá)
Convicção: 0 + 1
Instinto: 0 + 2
Coragem: 1 + 2

Trilha dos Cátaros: 3

Força de Vontade: 5 (Padrão da regra pra trilha da sabedoria, pois não achei sobre FDV em caso de trilha da Sabedoria) + 2 (PB)


Qualidades e Defeitos
Presença Sinistra: 2 (D)
Sinal do Impuro: 2 (D)
Mácula do Apodrecimento: 1 (D)
Vingança: 2 (D)

Voz Encantadora: 2 (Q)
Bad Boy: 1 (Q)



Observações
- Faca 2x
- Glock 17
- Não sei se possuo XP a ser usada da personagem anterior, mas se tiver vou deixar guardado mesmo pra futuramente ^^

Avatar:
   

6. Prelúdio

Franchesca nasceu em 1976 em Versalhes na França, filha do General Edmund Sardou e sua esposa Aimee Sardou.

Eram uma familia nobre, classe alta, chás com a realeza, visitas a outros países, concertos privados e também uma educação rígida para a pequena e belissima Franchesca Sardou. Franchesca era uma menina ativa que gostava mais de pequenas emoções, brincar fora, com outras crianças, parques de diversões, etc, mas toda essa diversão, esses gostos, Franchesca nunca teve pois seus pais exigiam nada menos que sua filha tivesse uma educação rígida e modos impecáveis obrigando Franchesca a entrar num internato católico onde aprendeu à força a moralidade cristã e a devoção à igreja e a santissima trindade.

Como muitas meninas, Franchesca era apenas um robo pequeno de bela aparência que repetia as mesmas rotinas todos os dias. O que salvou a alma de Franchesca de se tornar cinza? A música. A partir dos 6 anos de idade, as meninas já teriam aula de música, ao qual Franchesca exibiu a sua preciosa voz e um potencial que ia além de qualquer uma das meninas para o lírico, porém havia um momento certo para que Franchesca pudesse cantar, seja na própria aula ou uma hora de ensaio em seu dormitório e por mais que tivesse uma voz lindissima e doce, ainda estava começando e as freiras se irritavam facilmente com sua cantoria e castigavam fazendo-a ajoelhar no milho por três horas e rezar o terço pedindo perdão por sua desobediência, porém Franchesca não conseguia ficar sem cantar tanto tempo, era uma paixão viciante e assim a jovenzinha passou a cantar sussurradamente em seus momentos de solidão, ou escapava para locais mais isoladas e cantava com uma voz reduzida, mas que era o suficiente para praticar.

Em pouco tempo, ainda com seus oito anos de idade, Franchesca já virara uma das crianças robóticas mas que era a principal lírico do internato católico chegando a ir a concursos de música celebrado pelos próprios internatos e tirando o primeiro lugar.

Com um pouco mais de maturidade, as meninas já eram permitidas saírem mas ainda possuíam um horário rígido e passando na rua, Franchesca ficou paralisada, fascinada pelo que ela via na televisão de uma loja da Sony, uma cantora, cantando uma música que era... Um outro nível, um outro tipo de música, brutal, violento, emocionante e sensual. Franchesca observava ela dançando, cantando, e todos amando aquela mulher... Franchesca estava hipnotizada, aos seus dezesseis anos ela descobriu o Rock’n Roll com Doro Pesch. O pé de Franchesca começava a ritmar de acordo com a música, ela ouvia a letra, memorizava as partes princpais e como numa paixão insessante imaginou-se naquele ambiente e começou a cantar e dançar junto, até que as pessoas estranhavam, olhavam para a bela jovem de voz poderosa e bela que cantava e dançava fazendo um show com sua voz. Não parou por aí, no final, as pessoas aplaudiram e Franchesca simplesmente amou aquilo, ser aplaudida de forma tão vigorosa por exibir sua voz em um nível maior, até que um rapaz se aproximou de Franchesca e chamou-a pra ser vocalista de sua banda. Franchesca não podia participar de algo assim, explicou seus motivos e o rapaz, Andrew começou a arranjar soluções, ele queria e fazia questão de Franchesca em sua banda. Como Franchesca tinha o maior desejo de ser vocalista de uma banda e agora tinha liberdade para poder sair, embora com limites, eles conseguiram marcar ensaios para o horário que ela podia sair. Assim, Franchesca entrou como vocalista do Aerofire, onde passou a cantar músicas voltadas pro Hardrock usando um potencial poderoso de voz, o problema é que fez um inimigo, o antigo vocalista Henry Kutcher.

Franchesca passou a aprender o estilo, a vestimenta, os movimentos, as músicas, as referências... E felizmente, Franchesca não era a unica garota que pedia para ser acobertada uma noite ou outra. Muitas meninas do internato já eram bem levadas, saindo escondido para se encontrarem com algum rapaz e as amigas acobertavam, pois outra noite elas iriam precisar e assim Franchesca conseguiu fazer shows em bares a noite, e em poucas noites, foram encontrados por um empresário que queria muito arranjar a carreira da banda para a fama, todos queriam aquilo mas não podiam pois a Franchesca jamais seria permitido tal coisa, assim, a banda entrou uma discussão e decidiram que sem Franchesca provavelmente não conseguiriam se manter e a mantiveram na banda e recusaram concordando todos que quando Franchesca fizesse dezoito anos, iam conseguir entrar em contato com o empresário.

Felizmente, a banda continuou intacta até esse tempo, quando numa surpresa, no seu aniversário de dezoito anos, com uma natureza completamente diferente da antiga Franchesca, uma Franchesca mais forte, mais firme, decidida e pouco paciente, declarou no seu aniversário de dezoito anos, após ter se formado, que iria sair de casa, e seus pais, e a familia espantados, ao menos esperavam que Franchesca já tivesse conhecido um homem de respeito ao qual se casaria, apresentaria e daria orgulho para a família, ao qual a belissima e nobre jovem respondeu:

- Porra nenhuma!

Seus pais ficaram espantados e enfurecidos e Franchesca se despediu da família e abandonou todas as cafonices que eles queria para ela, para seguir seu sonho de se transformar em uma Rock Star, contra a vontade deles.

Franchesca e a banda assinaram um contrato, e gravaram um CD, tiveram mais de trezentos milhões de cópias, eram as novas Top Hits, Franchesca conheceu sua ídolo Doro Pesch e até foi convidada para cantar junto a ela no palco, conheceu outras figuras famosas, Aerofire cantou no Liveaid e Ozzy and Friends, Franchesca foi convidada para cantar junto com Michael Jackson e outros artistas no projeto We are the World, assim como também participou de Tears in Heaven, um projeto por Eric Clapton também com outros artistas famosos tais como Rod Stweart, Steven Tyler, Elton John, Ozzy Osbourne, Slash estiveram. Franchesca se tornou uma das titãs da música.

A fama durou até os seus 24 anos, quando a tendência da música estava mudando e os números abaixaram, eles tinham de se adaptar, então Franchesca passou a utilizar um novo estilo de canto que alterou um pouco o estilo de música do Aerofire que passou a fica mais forte, mais pesado e agradou mais ao novo público jovem, Franchesca passou a usar o gultural e a voz rouca.

Aerofire não era mais o top das paradas como muitas outras bandas famosas também não mais eram, até que para que as músicas voltassem a subir de uma vez, explodindo e garantindo a aposentaria de muitos, Franchesca foi assassinada e a pericia chegou a conclusão que fora sucidio.

Franchesca acordara enterrada dentro de um caixão, ela ficou desesperada, morrendo de fome e depois de muito desespero, sucumbindo ao frenesi, ela saiu de sua cova, feita em um local isolado e com pessoas presentes. Franchesca se alimentou de cada uma delas morreu de uma forma bruta e violenta.

Quando acordara, Franchesca chorara e chorara muito ao ver que tinha mutilado as pessoas a sangue frio, até que uma mulher apareceu e jogou em sua cara que aquilo havia sido exatamente ela quem era feito e que agora ela era um monstro, alguém que havia transcedido uma nova cadeia evolutiva e porque? Estava morta, certo? Havia sido assassinada, o assassino estava lá para dizer quem fora o mandante, a mulher o trouxe e ele, através de poucas ameaças revelou que só tinha puxado o gatilho e deixado um bilhete de sucidio como contratado pela banda e o empresário. Tomada pela raiva, Franchesca pegou uma arma e hesitou, mas de tanta influência por parte da mulher, ela puxou o gatilho, e Franchesca não sentiu remorso, pensou que iria mas não sentiu, estava tomada pela raiva, pela ira e foi mais fácil assim para Kayla Aldiere ensiná-la a ser um vampiro.

Franchesca, mesmo tomada pela raiva e decidida a se vingar, não tendo sentido remorso de ter matado seu assassino ainda era completamente incapaz de matar pessoas inocentes, mas Kayla a obrigou, obrigou Franchesca a matar e a matar, até que se tornasse uma rotina, fazendo a vampira sentir remorso e raiva de si mesma, chegando a desistir de sua vingança e preferindo a morte, mas Kayla era insistente, ela queria e estava decidida a transformar a mais bela cantora que tinha a voz de um anjo e monstro ao mesmo tempo agir acima do bem e do mal, a ser aquela que faria os mortais se corromperem, a cumprir ao objetivo dos imortais na Terra, insistia em transformar Franchesca em uma Albigiense. Franchesca era fraca agora? Sim, mas ela se tornaria forte, e o medo que ela causaria nos mortais, seria tão assombrosa quanto o poder da sua voz de manifestar a besta. Franchesca passou anos em processo de “desumanização”, foram anos torturantes para a Filha da Cacafonia em que ela passou por provas e torturas, tudo porque Kayla nunca quis que Franchesca morresse em primeiro lugar, a verdadeira vingança era também de Kayla que via Franchesca em sua performance com sua voz monstruosa uma ótima ferramente em incitar a corrupção, o medo e o vicio nas coisas negras, mas o medo acima de tudo. Só de ouvirem seu canto gritante e monstruoso as pessoas faziam sinal da cruz, ela era mais que digna de estar viva, ou em ultimo caso, não viva. Ela era perfeita, mesmo para uma mortal, e a mataram por algo como... Dinheiro... Kayla também queria vingança, sentira as dores por Franchesca e sabia como era ter tudo e perder tudo.

Cinco anos e Franchesca se tornara uma Albigiense e com esta nova crença compreendeu e permaneceu. Bem antes disso ela recuperou o seu dinheiro em sua conta a tempo, a vampira neófita o manteve para utilizar futuramente, sua família não receberia um centavo de sua morte, nem seus suspostos amigos e agora inimigos, ou qualquer um que fosse.

Franchesca passou a se empenhar em incitar o medo, sua alma ficou marcada com a impureza tamanha fora as coisas que já fizera, sua alma era tão manchada pelo pecado que rapidamente os verdadeiros puros das igrejas sentiam algo terrivelmente errado com ela e o que mais dava raiva na Sereia, era que as pessoas já haviam se esquecido completamente do seu rosto. Em poucos anos elas se esquecem de você mais rápido do que te amaram um dia, e aquilo fez Franchesca pegar desprezo pelas pessoas, muitas acreditando que ela era uma desequilibrada completa com sua música e que era questão de tempo até se matar ou matar alguém, como houve por exemplo com Kurt Cobain, mas Franchesca não foi amada, ela foi repudiada, ao contrário de muitos outros artistas, e a maior hipocrisia disso era que seus discos explodiram em recordes de venda. O preconceito das pessoas para com sua situação que deveria ter sido de martir da música em morte, mas não fora e sim uma onda de desprezo e julgamento. Isso ajudou Franchesca a repudiar a espécie humana e vê-los como os vampiros do Sabá vêem, e depois do desprezo ela caiu o oblívio completo das mentes das pessoas.

Franchesca então passou a se tornar cada vez mais o que Kayla queria que ela fosse, agora era um desejo da própria Sereia, usar sua voz que um dia usara para proporcionar emoções boas nas pessoas, para incitar o terror e o medo como uma forma de vingança, mas ela era uma Albigiense e sabia que seu papel no mundo era muito maior que simples vingança, mas felizmente tínhamos o útil ao agradável, e Franchesca poderia dizer “Como eu amo o meu trabalho...”

Agora, com dez anos como cainita, Franchesca finalmente passou pelo seu ritual de criação, Kayla prolongou mais que os demais para realizar o ritual de Franchesca pois queria moldar sua cria à sua semelhança, preparada completamente para enfrentar os desafios da não-vida e a guerra que estava chegando, isso incluía aprender a ferir com uma faca. Como ritual de Criação Franchesca precisou seduzir e atrair ao menos 5 mortais, para um mesmo cômodo, corrompê-los e por fim fazer daquilo um show de horror. Franchesca deveria gravar o interior do cômodo e com a prova de seu ritual de Criação feita, Franchesca recebeu o ferro em brasa na testa confirmando ser um Sabá verdadeiro e jurando lealdade ao Código de Milão.

Franchesca viu nos jornais que a Aerofire tinha um show previsto em Glover City para daqui a um ano já na agenda. Franchesca achou a oportunidade perfeita, entrar na cidade que felizmente era do Sabá, se adaptar no mesmo e então “conversar” com seus antigos amigos traidores que lhe arrancaram tudo que era precioso... No final, Franchesca talvez tivesse que agradecer pois se não tivessem feito isso, ela não seria uma vampira hoje e não seria conhecedora da podridão das pessoas e para o que elas realmente serviam para o mundo.
avatar
Black Thief

Data de inscrição : 11/02/2011
Idade : 24

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Franchesca Sardou - Filhas da Cacafonia - Sabá

Mensagem por Lord_Suiciniv em Qua Out 12, 2016 1:07 pm

Eu sei que normalmente eu não posso postar aqui, mas eu queria deixar uma info aqui pro Thief.

Sua ficha anterior tinha 38 ao fim do ciclo passado eu dei 14 de xp para você, portanto, 52xp seria o total.

A ficha não morreu, e segundo as regras do forum.
Fichas criadas logo depois do abandono ou morte da ficha anterior começam com a metade (arredondado para cima) da experiência total ganha na ficha anterior.
Você tem ireito ai começar essa ficha com 26xp

Espero que o seu tempo esteja mais livre agora thief, boa sorte jogando com o rian, ele é do mal >.<
avatar
Lord_Suiciniv

Data de inscrição : 17/10/2011
Idade : 22
Localização : Minha casa...

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Franchesca Sardou - Filhas da Cacafonia - Sabá

Mensagem por Black Thief em Qua Out 12, 2016 1:29 pm

Ah deixa assim mesmo, no próximo ciclo eu gasto tudo de uma vez...

Não é que está mais livre, é que estou conseguindo administrar melhor, felizmente! Como saí da Hype do meu char pelo tempo que estive ausente quis fazer outro e dessa vez realizar meu sonho de jogar de Sabá *-*

Mas sofremos juntos Lord, sofremos juntos lol
avatar
Black Thief

Data de inscrição : 11/02/2011
Idade : 24

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Franchesca Sardou - Filhas da Cacafonia - Sabá

Mensagem por Arcebispo Altobello em Sex Out 14, 2016 4:53 pm

Filhas da Cacofonia, bem como Salubri e Samedi, é um clã exclusivo para fichas Ancilla.

_________________
"Subirei aos céus, erguerei meu trono acima das estrelas de Deus
E lá, mais alto que as nuvens, serei como o Altíssimo." 
avatar
Arcebispo Altobello
Administrador
Administrador

Data de inscrição : 08/03/2010
Idade : 23
Localização : Brasília - DF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Franchesca Sardou - Filhas da Cacafonia - Sabá

Mensagem por Black Thief em Sex Out 14, 2016 5:39 pm

- Alterado o clã pra Toreador Antitribu
- Bad boy é outro nome para a qualidade "Brigão" do Guia da Camarilla pag 73.
- Sinal do Impuro é outro nome para o defeito "Marca do Amaldiçoado" do Guia da Camarilla pag 78.
- Retirei os PB de algumas habilidades para poder usar em especializações de Performance e Intimidação. Utilizei das XP para complementar o que tirei dos PB das habilidades e com o restante das XP investi em disciplinas.

Nome: Black Thief
Personagem: Franchesca Sardou
Clã: Toreador Antitribu
Natureza:  Monstro
Comportamento: Bon Vivant
Geração: 10ª
Refúgio:
Conceito: Ex RockStar

Saldo de XP: 0/26


2. Atributos

Físicos (Secundários - 5)
- Força: 1 + 1
- Destreza: 1  + 2
- Vigor: 1 + 2

Sociais (Primários - 7)
- Carisma: 1 + 2
- Manipulação: 1 + 2
- Aparência:  1 + 3 (Feições Hipnóticas)

Mentais (Terciários - 3)
- Percepção: 1 + 1
- Inteligência: 1 + 1
- Raciocínio: 1 + 1


3. Habilidades

Talentos  (Secundários - 9)
- Prontidão: 1 + 1 (2xp)
- Esportes:
- Briga: 1
- Esquiva: 1 + 2 (6xp)
- Empatia: 1
- Expressão:
- Intimidação:  3 + 1 ( 2PB - Voz Gultural)
- Liderança:
- Manha: 1
- Lábia: 1 + 2 (6xp)

Perícias (Primário - 13)
- Empatia c/ Animais:
- Ofícios:
- Condução: 2
- Etiqueta: 1 + 1 (2xp)
- Armas de Fogo:
- Armas Brancas: 3
- Performance: 3 + 2 (4 PB - Cantar e dançar)
- Segurança:
- Furtividade: 3
- Sobrevivência: 1

Conhecimentos (Terciário - 5)
- Acadêmicos: 1
- Computador: 1 + 1 (2PB)
- Finanças:
- Investigação:
- Direito:
- Linguística: 1 (Francês e Inglês)
- Medicina:
- Ocultismo: 2 + 1 (2PB)
- Política:
- Ciências:


4. Vantagens

Antecedentes ( 0 - Sabá )
Geração: 3 (3 PB)
Recursos: 4 (4PB)



Disciplinas ( 4 - Sabá )
Rapidez: 1 + 1 (5xp)
Presença: 2
Auspícius: 1 + 1 (5xp)

5. Virtudes (Começando com 0 pontos, menos em Coragem - Sabá)
Convicção: 0 + 1
Instinto: 0 + 2
Coragem: 1 + 2

Trilha dos Cátaros: 3

Força de Vontade: 5 (Padrão da regra pra trilha da sabedoria, pois não achei sobre FDV em caso de trilha da Sabedoria) + 2 (PB)


Qualidades e Defeitos
Presença Sinistra: 2 (D)
Marca do Amaldiçoado: 2 (D)
Mácula do Apodrecimento: 1 (D)
Vingança: 2 (D)

Voz Encantadora: 2 (Q)
Brigão: 1 (Q)



Observações
- Faca 2x
- Glock 17


6. Prelúdio

Franchesca nasceu em 1976 em Versalhes na França, filha do General Edmund Sardou e sua esposa Aimee Sardou.

Eram uma familia nobre, classe alta, chás com a realeza, visitas a outros países, concertos privados e também uma educação rígida para a pequena e belissima Franchesca Sardou. Franchesca era uma menina ativa que gostava mais de pequenas emoções, brincar fora, com outras crianças, parques de diversões, etc, mas toda essa diversão, esses gostos, Franchesca nunca teve pois seus pais exigiam nada menos que sua filha tivesse uma educação rígida e modos impecáveis obrigando Franchesca a entrar num internato católico onde aprendeu à força a moralidade cristã e a devoção à igreja e a santissima trindade.

Como muitas meninas, Franchesca era apenas um robo pequeno de bela aparência que repetia as mesmas rotinas todos os dias. O que salvou a alma de Franchesca de se tornar cinza? A música. A partir dos 6 anos de idade, as meninas já teriam aula de música, ao qual Franchesca exibiu a sua preciosa voz e um potencial que ia além de qualquer uma das meninas para o lírico, porém havia um momento certo para que Franchesca pudesse cantar, seja na própria aula ou uma hora de ensaio em seu dormitório e por mais que tivesse uma voz lindissima e doce, ainda estava começando e as freiras se irritavam facilmente com sua cantoria e castigavam fazendo-a ajoelhar no milho por três horas e rezar o terço pedindo perdão por sua desobediência, porém Franchesca não conseguia ficar sem cantar tanto tempo, era uma paixão viciante e assim a jovenzinha passou a cantar sussurradamente em seus momentos de solidão, ou escapava para locais mais isoladas e cantava com uma voz reduzida, mas que era o suficiente para praticar.

Em pouco tempo, ainda com seus oito anos de idade, Franchesca já virara uma das crianças robóticas mas que era a principal lírico do internato católico chegando a ir a concursos de música celebrado pelos próprios internatos e tirando o primeiro lugar.

Com um pouco mais de maturidade, as meninas já eram permitidas saírem mas ainda possuíam um horário rígido e passando na rua, Franchesca ficou paralisada, fascinada pelo que ela via na televisão de uma loja da Sony, uma cantora, cantando uma música que era... Um outro nível, um outro tipo de música, brutal, violento, emocionante e sensual. Franchesca observava ela dançando, cantando, e todos amando aquela mulher... Franchesca estava hipnotizada, aos seus dezesseis anos ela descobriu o Rock’n Roll com Doro Pesch. O pé de Franchesca começava a ritmar de acordo com a música, ela ouvia a letra, memorizava as partes princpais e como numa paixão insessante imaginou-se naquele ambiente e começou a cantar e dançar junto, até que as pessoas estranhavam, olhavam para a bela jovem de voz poderosa e bela que cantava e dançava fazendo um show com sua voz. Não parou por aí, no final, as pessoas aplaudiram e Franchesca simplesmente amou aquilo, ser aplaudida de forma tão vigorosa por exibir sua voz em um nível maior, até que um rapaz se aproximou de Franchesca e chamou-a pra ser vocalista de sua banda. Franchesca não podia participar de algo assim, explicou seus motivos e o rapaz, Andrew começou a arranjar soluções, ele queria e fazia questão de Franchesca em sua banda. Como Franchesca tinha o maior desejo de ser vocalista de uma banda e agora tinha liberdade para poder sair, embora com limites, eles conseguiram marcar ensaios para o horário que ela podia sair. Assim, Franchesca entrou como vocalista do Aerofire, onde passou a cantar músicas voltadas pro Hardrock usando um potencial poderoso de voz, o problema é que fez um inimigo, o antigo vocalista Henry Kutcher.

Franchesca passou a aprender o estilo, a vestimenta, os movimentos, as músicas, as referências... E felizmente, Franchesca não era a unica garota que pedia para ser acobertada uma noite ou outra. Muitas meninas do internato já eram bem levadas, saindo escondido para se encontrarem com algum rapaz e as amigas acobertavam, pois outra noite elas iriam precisar e assim Franchesca conseguiu fazer shows em bares a noite, e em poucas noites, foram encontrados por um empresário que queria muito arranjar a carreira da banda para a fama, todos queriam aquilo mas não podiam pois a Franchesca jamais seria permitido tal coisa, assim, a banda entrou uma discussão e decidiram que sem Franchesca provavelmente não conseguiriam se manter e a mantiveram na banda e recusaram concordando todos que quando Franchesca fizesse dezoito anos, iam conseguir entrar em contato com o empresário.

Felizmente, a banda continuou intacta até esse tempo, quando numa surpresa, no seu aniversário de dezoito anos, com uma natureza completamente diferente da antiga Franchesca, uma Franchesca mais forte, mais firme, decidida e pouco paciente, declarou no seu aniversário de dezoito anos, após ter se formado, que iria sair de casa, e seus pais, e a familia espantados, ao menos esperavam que Franchesca já tivesse conhecido um homem de respeito ao qual se casaria, apresentaria e daria orgulho para a família, ao qual a belissima e nobre jovem respondeu:

- Porra nenhuma!

Seus pais ficaram espantados e enfurecidos e Franchesca se despediu da família e abandonou todas as cafonices que eles queria para ela, para seguir seu sonho de se transformar em uma Rock Star, contra a vontade deles.

Franchesca e a banda assinaram um contrato, e gravaram um CD, tiveram mais de trezentos milhões de cópias, eram as novas Top Hits, Franchesca conheceu sua ídolo Doro Pesch e até foi convidada para cantar junto a ela no palco, conheceu outras figuras famosas, Aerofire cantou no Liveaid e Ozzy and Friends, Franchesca foi convidada para cantar junto com Michael Jackson e outros artistas no projeto We are the World, assim como também participou de Tears in Heaven, um projeto por Eric Clapton também com outros artistas famosos tais como Rod Stweart, Steven Tyler, Elton John, Ozzy Osbourne, Slash estiveram. Franchesca se tornou uma das titãs da música.

A fama durou até os seus 24 anos, quando a tendência da música estava mudando e os números abaixaram, eles tinham de se adaptar, então Franchesca passou a utilizar um novo estilo de canto que alterou um pouco o estilo de música do Aerofire que passou a fica mais forte, mais pesado e agradou mais ao novo público jovem, Franchesca passou a usar o gultural e a voz rouca.

Aerofire não era mais o top das paradas como muitas outras bandas famosas também não mais eram, até que para que as músicas voltassem a subir de uma vez, explodindo e garantindo a aposentaria de muitos, Franchesca foi assassinada e a pericia chegou a conclusão que fora sucidio.

Franchesca acordara enterrada dentro de um caixão, ela ficou desesperada, morrendo de fome e depois de muito desespero, sucumbindo ao frenesi, ela saiu de sua cova, feita em um local isolado e com pessoas presentes. Franchesca se alimentou de cada uma delas morreu de uma forma bruta e violenta.

Quando acordara, Franchesca chorara e chorara muito ao ver que tinha mutilado as pessoas a sangue frio, até que uma mulher apareceu e jogou em sua cara que aquilo havia sido exatamente ela quem era feito e que agora ela era um monstro, alguém que havia transcedido uma nova cadeia evolutiva e porque? Estava morta, certo? Havia sido assassinada, o assassino estava lá para dizer quem fora o mandante, a mulher o trouxe e ele, através de poucas ameaças revelou que só tinha puxado o gatilho e deixado um bilhete de sucidio como contratado pela banda e o empresário. Tomada pela raiva, Franchesca pegou uma arma e hesitou, mas de tanta influência por parte da mulher, ela puxou o gatilho, e Franchesca não sentiu remorso, pensou que iria mas não sentiu, estava tomada pela raiva, pela ira e foi mais fácil assim para Kayla Aldiere ensiná-la a ser um vampiro.

Franchesca, mesmo tomada pela raiva e decidida a se vingar, não tendo sentido remorso de ter matado seu assassino ainda era completamente incapaz de matar pessoas inocentes, mas Kayla a obrigou, obrigou Franchesca a matar e a matar, até que se tornasse uma rotina, fazendo a vampira sentir remorso e raiva de si mesma, chegando a desistir de sua vingança e preferindo a morte, mas Kayla era insistente, ela queria e estava decidida a transformar a mais bela cantora que tinha a voz de um anjo e monstro ao mesmo tempo agir acima do bem e do mal, a ser aquela que faria os mortais se corromperem, a cumprir ao objetivo dos imortais na Terra, insistia em transformar Franchesca em uma Albigiense. Franchesca era fraca agora? Sim, mas ela se tornaria forte, e o medo que ela causaria nos mortais, seria tão assombrosa quanto o poder da sua voz de manifestar a besta. Franchesca passou anos em processo de “desumanização”, foram anos torturantes para a Toreador Antitribu em que ela passou por provas e torturas, tudo porque Kayla nunca quis que Franchesca morresse em primeiro lugar, a verdadeira vingança era também de Kayla que via Franchesca em sua performance com sua voz monstruosa uma ótima ferramente em incitar a corrupção, o medo e o vicio nas coisas negras, mas o medo acima de tudo. Só de ouvirem seu canto gritante e monstruoso as pessoas faziam sinal da cruz, ela era mais que digna de estar viva, ou em ultimo caso, não viva. Ela era perfeita, mesmo para uma mortal, e a mataram por algo como... Dinheiro... Kayla também queria vingança, sentira as dores por Franchesca e sabia como era ter tudo e perder tudo.

Cinco anos e Franchesca se tornara uma Albigiense e com esta nova crença compreendeu e permaneceu. Bem antes disso ela recuperou o seu dinheiro em sua conta a tempo, a vampira neófita o manteve para utilizar futuramente, sua família não receberia um centavo de sua morte, nem seus suspostos amigos e agora inimigos, ou qualquer um que fosse.

Franchesca passou a se empenhar em incitar o medo, sua alma ficou marcada com a impureza tamanha fora as coisas que já fizera, sua alma era tão manchada pelo pecado que rapidamente os verdadeiros puros das igrejas sentiam algo terrivelmente errado com ela e o que mais dava raiva na vampira, era que as pessoas já haviam se esquecido completamente do seu rosto. Em poucos anos elas se esquecem de você mais rápido do que te amaram um dia, e aquilo fez Franchesca pegar desprezo pelas pessoas, muitas acreditando que ela era uma desequilibrada completa com sua música e que era questão de tempo até se matar ou matar alguém, como houve por exemplo com Kurt Cobain, mas Franchesca não foi amada, ela foi repudiada, ao contrário de muitos outros artistas, e a maior hipocrisia disso era que seus discos explodiram em recordes de venda. O preconceito das pessoas para com sua situação que deveria ter sido de martir da música em morte, mas não fora e sim uma onda de desprezo e julgamento. Isso ajudou Franchesca a repudiar a espécie humana e vê-los como os vampiros do Sabá vêem, e depois do desprezo ela caiu o oblívio completo das mentes das pessoas.

Franchesca então passou a se tornar cada vez mais o que Kayla queria que ela fosse, agora era um desejo da própria Sereia, usar sua voz que um dia usara para proporcionar emoções boas nas pessoas, para incitar o terror e o medo como uma forma de vingança, mas ela era uma Albigiense e sabia que seu papel no mundo era muito maior que simples vingança, mas felizmente tínhamos o útil ao agradável, e Franchesca poderia dizer “Como eu amo o meu trabalho...”

Agora, com dez anos como cainita, Franchesca finalmente passou pelo seu ritual de criação, Kayla prolongou mais que os demais para realizar o ritual de Franchesca pois queria moldar sua cria à sua semelhança, preparada completamente para enfrentar os desafios da não-vida e a guerra que estava chegando, isso incluía aprender a ferir com uma faca. Como ritual de Criação Franchesca precisou seduzir e atrair ao menos 5 mortais, para um mesmo cômodo, corrompê-los e por fim fazer daquilo um show de horror. Franchesca deveria gravar o interior do cômodo e com a prova de seu ritual de Criação feita, Franchesca recebeu o ferro em brasa na testa confirmando ser um Sabá verdadeiro e jurando lealdade ao Código de Milão.

Franchesca viu nos jornais que a Aerofire tinha um show previsto em Glover City para daqui a um ano já na agenda. Franchesca achou a oportunidade perfeita, entrar na cidade que felizmente era do Sabá, se adaptar no mesmo e então “conversar” com seus antigos amigos traidores que lhe arrancaram tudo que era precioso... No final, Franchesca talvez tivesse que agradecer pois se não tivessem feito isso, ela não seria uma vampira hoje e não seria conhecedora da podridão das pessoas e para o que elas realmente serviam para o mundo.


Última edição por Black Thief em Sex Out 14, 2016 9:13 pm, editado 1 vez(es)
avatar
Black Thief

Data de inscrição : 11/02/2011
Idade : 24

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Franchesca Sardou - Filhas da Cacafonia - Sabá

Mensagem por Arcebispo Altobello em Sex Out 14, 2016 6:07 pm

Habilidades - No máximo 3, após, apenas com Pontos Bônus e Experiência

Sinal do Impuro e Bad Boy - Apenas material de 3ª edição é permitido. Verifique se o suplemento do qual retirou essa qualidade e defeito são da 3ª edição, se sim, aponte qual é.

_________________
"Subirei aos céus, erguerei meu trono acima das estrelas de Deus
E lá, mais alto que as nuvens, serei como o Altíssimo." 
avatar
Arcebispo Altobello
Administrador
Administrador

Data de inscrição : 08/03/2010
Idade : 23
Localização : Brasília - DF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Franchesca Sardou - Filhas da Cacafonia - Sabá

Mensagem por Black Thief em Sex Out 14, 2016 9:14 pm

Correções feitas acima! Adicionei no topo da mensagem o que alterei.
avatar
Black Thief

Data de inscrição : 11/02/2011
Idade : 24

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Franchesca Sardou - Filhas da Cacafonia - Sabá

Mensagem por Arcebispo Altobello em Ter Out 18, 2016 1:10 am

Ficha aprovada

_________________
"Subirei aos céus, erguerei meu trono acima das estrelas de Deus
E lá, mais alto que as nuvens, serei como o Altíssimo." 
avatar
Arcebispo Altobello
Administrador
Administrador

Data de inscrição : 08/03/2010
Idade : 23
Localização : Brasília - DF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Franchesca Sardou - Filhas da Cacafonia - Sabá

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum