New Jersey by Night - A Falsa Iluminação

Página 4 de 7 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: New Jersey by Night - A Falsa Iluminação

Mensagem por Beaumont em Sab Out 08, 2016 11:26 pm

Vallek Morton
- PDS 10/14  
- FDV 3/6
- Vitalidade Completa

Rasgar a conexão era como despertar de um beijo caloroso. Vallek queria mas algo dificultava, uma forte sensação impedia ele de sair dali de se desconectar . Apesar de tudo sua vontade era forte e por isso o vampiro conseguiu trazer seus pensamentos de volta mas o gostinho de estar envolvido com Elisha continuava. Ela era como uma das peças do destino que moviam um grande quebra-cabeça. Na verdade todos os Malkavianos eram, todos eram um pequeno pedaço de espelho quebrado que constituía a mente do verdadeiro Malkav. Vallek se perguntava como Adonis ainda conseguia continuar brincando de marionetar malkavianos e ainda não havia se perdido na loucura da mente destes seres. 

Elisha era uma anciã milenar e o vampiro já não se lembrava de ter visto uma vampira de idade tão avançada proxima de Malkav quanto Trimeggian o escolástico vampiro de Sexta Geração de grande renome. O vampiro conseguia sentir a similaridade em seu poder de sangue concentrado mesmo no pouco tempo em que esteve conectado a ela, o que fazia Vallek se perguntar como Adonis estaria controlando um vampiro de geração tão próxima a Malkav. 

Enquanto meditava em seus próprios pensamentos, a porta batia mais uma vez. Dean havia retornado de outra missão aparentemente, tinha a face cansada e estava com um ferimento no ombro, ele havia passado pelo centro médico mas uma mancha vermelha em sua atadura mostrava que o corte parecia ter sido profundo. 


Rugall Salles
- PDS 2/10
- FDV 3/6 
- Vitalidade: Ferido Gravemente -2 Letal (1 Agravado & 3 Letais)

O vampiro saí do carro e percebe que sua presença já deixa o policial em estado de alerta, o homem não parecia estar ferido mas não estava completamente sã. Parecia um pouco zonzo e segurava a cabeça enquanto usava o comunicador. 

Policial : - Aqui é 9951, podem vir ... Eu vi apenas uma pessoa, um carro estacionou aqui nesse momento. 

Com licença senhor, preciso de uma informação por gentileza. Estou procurando uma mulher que talvez tenha passado por aqui. Ela passou por uns mal bocados a um tempo e está com alguns problemas psicológicos. Hoje ela teve um surto e fugiu e a procuro pois ela pode se machucar e machucar outras pessoas.

O Policial se assustava e sacava a arma depressa largando o comunicador. 

Policial : - Coloque as mãos aonde eu possa ver senhor ! 

O policial tomava as medidas necessárias e se certificava que a porta giratória estava devidamente trancada, ainda apontando a arma ele pegava com a outra mão o comunicador. 


Policial : - Tragam o apoio psiquiátrico, acho que temos mas outra pessoa com aquele negócio de raiva. 

Policial  - E você obedeça se não eu atiro ! Espere um pouco ... Você está ferido ?? 


Policial : - Venham rápido parece que é uma mulher e ela já feriu alguém ! 

A condição dos ferimentos de Rugall aliada a história do vampiro pareciam ter coincidido. O policial destrancava a porta de vidro e ainda apontando para Rugall pedia para que o mesmo entrasse. Rugall estava ferido e percebia que seus machucados haviam manchado sua blusa interior de sangue, o modo como ele caminhava também denunciava os ferimentos no pescoço ocasionados pela tortura e pela mordida de Diana. 


Rugall teste de Auto controle Diff 8. = 1 Sucesso 

Cada vez era mais difícil controlar as dores enquanto a sede por sangue se aflorava. 

_________________
/  
Agradecimento a todos os players que gostam da minha narrativa  cheers clown cheers
Melhor Cronica Oficial  = 2008/2009/2010  - A Mascara de Vênus - Herança do Mal
Prêmio Narrador-Grão-Mestre = Por tempo de Narrativa Storyteller
Prêmio Pilar de Vegas = Por Coordenação da Cidade. 
Narrando no fórum desde 2005
avatar
Beaumont

Data de inscrição : 06/03/2010
Idade : 29
Localização : Aracaju/SE

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New Jersey by Night - A Falsa Iluminação

Mensagem por Fuuma Monou em Dom Out 09, 2016 6:16 pm

Ao olhar para fora do quarto consigo precisar a silhueta de alguém que parece o carniçal enviado por Keyla. "- Você passou o dia na frente dessa porta? Não lhe foi ensinado a discrição?" - Pensava ao ver o cara. Continuo a abrir a porta lentamente e fico de frente para o homem, olhando para os lados enquanto procuro observar se não havia ninguém mais por ali. Se não houver nenhuma movimentação estranha, chamo o Brother para dentro do quarto.

- Você passou o dia todo ai, do outro lado da porta? - Espero por sua resposta. - Diga-me se ocorreu algo de suspeito durante o dia. - Assim que ele terminar seu relatório retomo minha fala. - Agora a noite, o lugar está muito movimentado? Keyla deve estar chegando em instantes para que possamos interrogar o Rato. - Presto atenção em cada resposta de Brother, em mais de 12 horas muito pode acontecer, e duvidar de todos é, e sempre será, o meu lema.

Se nada de estranho ocorrer durante a conversa, ando até a porta, peço para Brother ficar no quarto e vou para o corredor, passando próximo das portas para tentar descobrir quantos quartos estavam ocupados, enquanto discretamente procuro por Madson ou pela outra garota. Meu primeiro objetivo é alimentar-me.

_________________
Sigo em frente... vivo numa noite eterna... as trevas me preenchem, me alimentam... sombras estão ao meu redor... elas falam comigo, me entendem... eu as entendo e compartilho de meu ser, minha alma... nós nos completamos e assim viveremos para todo o sempre.
avatar
Fuuma Monou

Data de inscrição : 08/03/2010
Idade : 28
Localização : Natal - RN

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New Jersey by Night - A Falsa Iluminação

Mensagem por Beaumont em Seg Out 10, 2016 10:58 pm

Aleksey Aleksandrovitch Kuznetsov
- PDS 14/15
- FDV 7/7 
- Vitalidade: OK


Itens Equipados : 
- Soco Inglês com pontas
- Escopeta 12 com cano serrado
- Jaqueta em couro preto com logo da Harley A+1
- Pack of Cigarretes

OFF: Se tiver mais itens carregados pode avisar. 

O Reencontro 



O som das motos ativavam nitidamente o sistema de vigilância da casa. Seguranças armados vestindo preto estavam a espera dos dois convidados. Não era nenhuma surpresa. Aleksey e Dimitri estavam armados e não pareciam estar com cara de poucos amigos. A dupla de homens de preto impedia a entrada de Dimitri que seguia pela frente. Com um ar de revolta na face o vampiro Ancilla Dizia : 

Dimitri : - Estamos aqui para alimentar o acordo. De outra forma eu não perderia meu tempo com vocês. 

De forma bruta eram recebidos os seguranças pelas palavras nocivas do Brujah. O grande portão de ferro se abria rangendo o metal contra metal das roldanas que giravam, a aflição era mais que notória em ambos os lados. Aleksey sabia que as coisas estavam tão tênue quanto uma fina linha de costura. 

A dupla então entrava na enorme mansão. Os dois eram obrigados a deixar as armas com a segurança mas Dimitri sempre guarda um punhal escondido na bota. Era como uma viagem de volta a doce mãe pátria com algumas mudanças do ocidente. A arquitetura era exatamente como as grandes casas na Rússia, um longo tapete vermelho no Hall da casa e mobílias de madeira com o piso alvo e uma lareira para esquentar o interior da casa. Dimitri e Aleksey eram conduzido pelos seguranças até uma grande porta de madeira, os Ancillae se aproximavam enquanto Dimitri dizia quase sussurrando. 

Dimitri : - Qualquer palavra dita de forma errada poderá ser o momento de explodir tudo por aqui...Fique alerta. 

A porta de madeira se abria mantendo o clima de tensão, na sala estavam dois homens. O primogeno Brujah de New Jersey Kevin Flamming e Príncipe de New York - Sergei Mihkas , vulgo "Shalashaska" 


Sergei Mikhas - Príncipe Apóstata de NY
Linhagem : - Ventrue - 7 Geração 
Disciplinas conhecidas : Fortitude - Presença - Potencia - Dominação - Quimerismo - Rapidez - Auspicios


Sergei é chefe do tráfico de armas na Big Apple, graças aos recursos providenciados para a cidade e a influência proporcionada entre Russia/EUA Calebros preferiu encoraja-lo a se tornar príncipe da Camarilla em um ardiloso plano elaborado pelo Nosferatus  


Kevin Flaming - Primogeno Brujah

Linhagem : Brujah  9ª Geração
Disciplinas Conhecidas : Potencia - Presença - Rapidez - Dominação 


Todos sabem muito pouco sobre Kevin ou seu passado. Ele chegou em 62 na época em que o Sabá estava tentando fazer sua ultima cruzada sabá na cidade. Ele vendeu armas a ajudou no apoio bélico da camarilla e embolsou alguns milhares com isso. Desde então ele ajudava Julian e Elisha no que fosse preciso nunca almejou Status, apenas gosta de ter conforto  e privilégios. Depois da morte de Morton e da rivalidade entre anarquistas e a Camarilla crescendo ele acabou escolhendo seu lado com Elisha.  

Os dois estavam sentados em uma distancia um tanto segura. Havia um clima de tensão no entanto as saudações eram realizadas. 

Sergei : - Ora, parece que os convidados realmente puderam comparecer. 

Kevin : - Sim, Dimitri é um grande amigo dos velhos tempos. Talvez um dos poucos que eu confie e que ainda estejam vivos depois do que aconteceu. Talvez eu tenha que dar esta noticia cedo ou tarde então que seja o mais breve possível. 

Kavin se levanta para poder apertar as mãos de Dimitri e Aleksey. Aleksey sabia que Dimitri conhecia o Primogeno de New Jersey, a amizade dos dois já possuía algumas décadas.

Kevin : - Uma cruzada Sabbath foi realizada no território de New Jersey. Muitos Cainitas em Morte Final. Nossa Regente Malkaviana surtou de vez e crê plenamente que está a procura de Caim. Perdemos boa parte do Território do Leste Americano e só nos restou New York que provavelmente entrará em Guerra com o Sabbath em pouco tempo. O circulo interno já está agindo e um Alastor já chegou na cidade. New Jersey já não é mais o que um dia vocês conheceram...
avatar
Beaumont

Data de inscrição : 06/03/2010
Idade : 29
Localização : Aracaju/SE

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New Jersey by Night - A Falsa Iluminação

Mensagem por Bahamut em Qui Out 13, 2016 6:06 pm

Rugall analiza a situação. O policial aponta uma arma para ele, mas percebe que Rugall está ferido. Seria uma vantagem se aproximar do policial? Seria útil se alimentar dele? Tentaria Rugall conseguir mais detalhes sobre o paradeiro de Diana?

Em meio a esta loucura Rugall tenta sentir mais uma vez o cheiro do perfume de Diana e de que direção estaria vindo.

De qualquer forma Rugall precisa que o policial esteja amigável ao invés de assustado e apontando uma arma.

Ah, o que, isso? Sim me machuquei mas não é nada de mais. Mas você viu a moça então? Ela teve sérios problemas. perdeu os pais, o marido e os filhos em um acidente, na mesma semana perdeu o emprego e teve sua casa invadida por viciados, roubaram muitas coisas e a violentaram. Ela está fazendo tratamento psiquiatrico mas hoje foi um dia dificil. Preciso achá-la o quanto antes.

Rugall estava atento por barulhos de sirenes ou algo que indicasse a polícia. Com seus sentidos aguçados lhe ajudando iria pegar seu carro e partir o quanto antes, caso notasse a aproximação da polícia.
avatar
Bahamut

Data de inscrição : 04/10/2015
Idade : 34

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New Jersey by Night - A Falsa Iluminação

Mensagem por Beaumont em Sex Out 14, 2016 6:23 pm

Porra Nenhuma
- PDS 4/15
- FDV 5/8
- VIT OK
- Olhos da Besta
- Garras da Besta
- Cobrindo o Grupo

Cada ação de Tyron era pensada cautelosamente, ele tinha tempo estava sozinho e apesar do vicio pelo sangue lhe tentar ele podia se manter perfeitamente controlável. Tyron havia percorrido por um bom tempo naquela galeria de túneis se perguntava se algum outro membro estava tendo progresso, não havia recebido ou visto qualquer sinal dos outros. A solidão era muito propicia naquele local e por um momento Tyron agradecia ter a companhia de Branca naquela hora ou a loucura poderia assolar o vampiro.

Seu plano foi elaborado com maestria, o cheiro do sangue podre dos ratos era forte o suficiente para que seu olfato aguçado pudesse sentir a distancia.  


Tyron Randall Teste de Inteligência + Sobrevivência Diff 8. = 2 Sucessos

O odor se encontrava cada vez mais longe, era difícil estipular uma distancia exata em metros mas o cheiro se perdia em um buraco sem fim. "Até aonde aquele buraco iria ??" Se perguntava Tyron percebendo que o lugar parecia infindável, ele olhava para os lados e já não tinha certeza se poderia voltar ou se valeria a pena voltar o percurso com várias entradas, Tyron sequer tinha certeza se aquele lugar era o certo. O vampiro começava a imaginar que sair daquele lugar se tornava mais uma questão prioritária do que encontrar o caminho para New Jersey. O vampiro era um caçador mas aquele ambiente não ajudava em nada suas habilidades e para piorar um liquido viscoso escorria da boca de Branca. Parecia e tinha cheiro de vitae mas estava bem mais grosso do que o normal, era estranho Branca inconscientemente estar repelindo Vitae.   

_________________
/  
Agradecimento a todos os players que gostam da minha narrativa  cheers clown cheers
Melhor Cronica Oficial  = 2008/2009/2010  - A Mascara de Vênus - Herança do Mal
Prêmio Narrador-Grão-Mestre = Por tempo de Narrativa Storyteller
Prêmio Pilar de Vegas = Por Coordenação da Cidade. 
Narrando no fórum desde 2005
avatar
Beaumont

Data de inscrição : 06/03/2010
Idade : 29
Localização : Aracaju/SE

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New Jersey by Night - A Falsa Iluminação

Mensagem por Undead Freak em Sab Out 15, 2016 2:02 pm

Depois de uma paralisia momentânea, que exigiu um grande esforço de minha parte, meus olhos se abriram e finalmente me vi ali novamente, no abrigo que Sanders tinha me emprestado. No entanto, havia algo estranho. Eu ainda sentia Elisha comigo. Era como carregar o perfume da amante nas roupas e senti-lô constantemente, forçando-o a se conectar as lembranças da noite anterior, quando o ato sexual aconteceu.

Maldição...

Algo estava acontecendo, e eu não tinha certeza do que. Nada é mais perigoso do que a dúvida. A única coisa que sabia era que Elisha e Adonis estavam envolvidos, porque Adonis estava "possuindo" malkavianos. No entanto, algo maior parecia estar guiando tudo isso. Duvido que seja Caim, mas... nada impede de um antideluviano estar controlando tudo isso. Elisha é a chave, ao que parece. Talvez se ela for parada, tudo isso volte ao normal.

Algo quebrou o meu raciocínio. Alguém estava batendo na porta.

-- Ah, Dean...é você. Então, quais são as novidades? Gostaria me contar como foi a sua sessão de...cinema? Aparentemente foi bem "hardcore", não é?

A minha suposta futura criança estava ali, como todo mortal naquela situação estaria: fatigada e machucada. A mancha vermelha em sua atadura no ombro sugeria que ele havia voltado de outra "farra", possivelmente cruzando com alguma aberração do grupo de Elisha.
avatar
Undead Freak

Data de inscrição : 02/05/2013
Idade : 27
Localização : São Paulo - SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New Jersey by Night - A Falsa Iluminação

Mensagem por Beaumont em Sab Out 15, 2016 4:55 pm

Herick Draven
- PDS 4/15
- FDV 4/5 
- Escoriado Agravado (1 dia de descanso)

Herick estava um pouco mais descansado, apesar de ser um morto vivo. O cansaço psicológico e físico ainda o afetavam de uma maneira mais singela. Teve tempo para tomar um bom banho e apreciar o conforto daquele refugio. O sangue escorria pelo ralo do chuveiro enquanto ele imaginava os planos de sua Mentora. Ela estava em algum lugar por ai, e sua ligação com ela o fazia imaginar se ela estava preocupada com ele ou não. 


Herick Mascara das Mil Faces Diff 7. = 1 Sucesso

Depois do banho Herick procurava por roupas, não achava nenhuma blusa que lhe coubesse, seu corpo estava avantajado demais devido as alterações feitas por Kane. O nosferatus por sí só era deformado o suficiente para quase não ter roupas que lhe coubesse e pelo visto Kane deixou Herick como seu legado. Uma calça de couro extremamente cara lhe coube pelo menos, o uso da ofuscação permitiu ele ao menos simular o uso de uma blusa negra qualquer para lhe deixar um pouco mais discreto.  Herick ainda tinha um visual horrível de um negro com cicatrizes de queimadura na face, mas isso ao menos era menos horrível do que a sua face atual. Enquanto terminava de ajeitar o cabelo, o Caitiff se assustava com bruscas batidas na porta. 

Era July que com a face em desespero gritava. 

July : - Fox !! É Diana ela surtou ! Parece que está em frenesi louco eu nunca vi Rugall naquela forma, ele sempre fi tão controlado mas Diana não ! Ela está louca. Atacou Rugall e mordeu seu pescoço tirando pedaço de sua pele ! Ela fugiu pela cidade e Rugall está procurando por ela feito louco !  Eu já liguei para todos os amigos dela e parece que ela foi pro jornal. Ela tem um amigo que trabalha como colunista S.D Perry, ele disse que parece que ela está lá ! Rugall pediu para avisar você talvez pudesse ajudar !! 

_________________
/  
Agradecimento a todos os players que gostam da minha narrativa  cheers clown cheers
Melhor Cronica Oficial  = 2008/2009/2010  - A Mascara de Vênus - Herança do Mal
Prêmio Narrador-Grão-Mestre = Por tempo de Narrativa Storyteller
Prêmio Pilar de Vegas = Por Coordenação da Cidade. 
Narrando no fórum desde 2005
avatar
Beaumont

Data de inscrição : 06/03/2010
Idade : 29
Localização : Aracaju/SE

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New Jersey by Night - A Falsa Iluminação

Mensagem por Shirou em Sab Out 15, 2016 11:35 pm

Aleksey não recebia bem os modos dos seguranças, mas ele sabia que um ato feito sem pensar e tudo seria jogado fora, ele não poderia perde a cabeça naquele local, então apenas seguia Dimitri.

"Que saco esses pau mandados do caralho, só falta agora esses pau no cu pedirem que eu deixe meus brinquedos aqui e entre feito um frango indo pro forno, vão me mandar passar uma manteiga no corpo pra ficar com a pele mais crocante será?"

Mais a frente o segurança lhe mandava deixa as armas e ele agora com a cara fechada seguia as instruções logo após vê Dimitri deixando as armas dele ali, só mantinha consigo seu soco inglês, que ele "esqueci" no bolso de sua jaqueta.

- Dimitri então ele é seu amigo meus ou tá de onda, por que até nossas armas devemos deixar, pow, somos ou não aliados? Cadê a confiança, que merda, pode deixar não falarei nada, e se o fizer será apenas poucas palavras.

Ao vê a porta se abrindo e logo tinha a visão dos dois, ele conseguia entender o que Dimitri havia falado, ele entrava logo após seu mentor e se mantinha em silêncio, apertava a mão de Kevin com força, demonstrando respeito mas uma clara demonstração de que não lhe faltava força.

Kevin escreveu:- Uma cruzada Sabbath foi realizada no território de New Jersey. Muitos Cainitas em Morte Final. Nossa Regente Malkaviana surtou de vez e crê plenamente que está a procura de Caim. Perdemos boa parte do Território do Leste Americano e só nos restou New York que provavelmente entrará em Guerra com o Sabbath em pouco tempo. O circulo interno já está agindo e um Alastor já chegou na cidade. New Jersey já não é mais o que um dia vocês conheceram...

- O que? Jersey caiu para o Sabá? Acho que demorei tempo demais longe desta cidade sempre achei que New York cairia antes e nos seriamos seus salvadores, quanta inocência a minha, mas qual será nosso plano de ação?

Só após ter aberto a boca ele se dava conta que havia tomado a frente e falado algo que poderia ser tido como um insulto pelo Príncipe de New York, ele olhava para o mesmo.

- Não me entende mau, mas me surpreendi com a queda de Jersey, agora vamos unir forças para derrubar o sabá ou pode ser tarde demais
avatar
Shirou

Data de inscrição : 06/03/2010
Idade : 31

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New Jersey by Night - A Falsa Iluminação

Mensagem por Beaumont em Dom Out 16, 2016 10:46 pm

Danio Benneti 
- PDS 5/14
- FDV 2/6  
- Vitalidade Escoriado (1 Agravado)

O homem adentra o quarto de maneira robótica. Não expressava qualquer sentimento, era grande e robusto, quase monstruoso com aqueles braços enormes e musculosos, com os olhos escondidos por aquele óculos escuro igualmente grande.  

- Você passou o dia todo ai, do outro lado da porta?
- Diga-me se ocorreu algo de suspeito durante o dia.

O homem não parecia ter qualquer reação. 

Brother : - Sim, eu passei. Algumas mortais perguntaram o que houve e me cobraram 800 pratas pelo consumo diário do quarto, eu disse que você pagaria quando terminasse. Nenhuma perguntou nada demais. Um homem negro de cabelo tingido de loiro e azul apareceu por aqui, mas não falou comigo. Ficou um tempo lá na frente e foi embora. Não sei se era mortal ou não, meu objetivo era guarda-lo, não pude deixar o meu posto. 

Brother cruzava os braços enquanto Danio assimilava as informações dadas. A sede batia e era hora de se alimentar. O vampiro segue em busca de Madson, o corredor estava pouco movimentado como de costume, o lugar não era muito cheio e quase sempre estavam uma ou duas prostitutas mirins na ante sala a recepção. Madson estava fazendo o cabelo com uma prancha enquanto assistia a televisão sentada na ante sala. Uma expressão de felicidade percorria a face da moça enquanto ela mascava um chiclete. com a boca vermelha feito sangue. 

Madson : - Olá Meu amor !! Como foi a noite. Desculpa ter de pedir mas preciso dos 800 dólares pelo dia que você passou. Preciso entregar a chefia para ele repassar nossa porcentagem. Eu estou tão bem hoje !

_________________
/  
Agradecimento a todos os players que gostam da minha narrativa  cheers clown cheers
Melhor Cronica Oficial  = 2008/2009/2010  - A Mascara de Vênus - Herança do Mal
Prêmio Narrador-Grão-Mestre = Por tempo de Narrativa Storyteller
Prêmio Pilar de Vegas = Por Coordenação da Cidade. 
Narrando no fórum desde 2005
avatar
Beaumont

Data de inscrição : 06/03/2010
Idade : 29
Localização : Aracaju/SE

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New Jersey by Night - A Falsa Iluminação

Mensagem por mitzrael em Seg Out 17, 2016 3:05 am

Herick vulgo fox olhava a noticia com um
Sorriso na boca .
Mostrando suas presas .
Pensando
Essa minha cria . não tenho como negar .
Herick saia do quarto fica bem na frente da mulher
Me leve ate eles mas antes quero um colete e sangue to faminto .
Herick não pareceria preocupado .
Em sua mente tinha outras preocupações .
Pensado .
Alisha onde VC ta ?
Por onde começo a minha tragetoria pra em pedir que acordem
O pai se todos .
Droga . droga .
Tenho de me organizar .
Herick seguia e olhava pra a mulher .
Vamos me arrume logo o sangue e um colete a prova de bala
Não vou sair desprevenido . não seu que nivel de loucura ta isso .
Vamos ande de pressa sr quer ver seu mestre vivo .
Pensando
Ainda tenho de manter meu disfarce não posso confiar neles .
avatar
mitzrael

Data de inscrição : 08/03/2010
Idade : 36
Localização : Sergipe ,Aracaju

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New Jersey by Night - A Falsa Iluminação

Mensagem por Beaumont em Ter Out 18, 2016 4:02 pm

Rugall Salles
- PDS 2/10
- FDV 3/6
- Vitalidade: Ferido Gravemente -2 Letal (1 Agravado & 3 Letais)



Rugall Teste de Man + Lábia Diff 7. = 2 Sucessos

Aos poucos Rugall conseguia trazer calma a situação, o policial se aproximava da porta e passava um cartão magnético que permitiria a porta abrir. Rugall tinha a ajuda do homem para entrar e se acomodar em uma poltrona na qual o policial usava enquanto observava diversas câmeras. O policial era um sujeito de mais idade, possuía cabelos brancos que escapavam do quepe de policial azul que usava era um pouco fora do peso e uma barriguinha saliente apertava o uniforme que tinha. Não parecia ser uma pessoa ruim, apenas temia pela vida e até quem sabe soubesse usar aquela arma que possuía.

Policial : - Me desculpe por isso, sente-se quer uma água ? Vamos encontrar sua amiga. Ela é sua amiga ? Ou você é o médico dela ? Enfim ela estava semi nua e completamente fora de sí, nós dias atuais com todos esses loucos e marginais na rua eu já tremo toda vez que eu escuto algo lá fora. Jersey City já foi uma cidade mais civilizada, hoje eu acho que fomos entregues as baratas...Roubos e vandalismo acontece o tempo todo, os fuzileiros caminham e atiram no meio das rua em pleno meio-dia. Eu queria viajar para San Diego e ficar com a minha filha, mas com essa greve nos aeroportos eu nem sei o que farei...

O homem parecia cansado e se Rugall olhasse bem veria a mão do senhor a tremer de medo e cansaço.

Policial : - Ohh, como eu estava dizendo, a moça tentou entrar, ela estava com a boca sangrando e como eu vi no noticiário que isso poderia ser um dos sintomas da Raiva Vermelha então e me tranquei aqui e chamei reforços. Essa porta é dura e a prova de balas, ela não conseguiria entrar por aqui. Ela deve estar em algum lugar lá fora.

Vallek Morton
- PDS 10/14  
- FDV 3/6
- Vitalidade Completa

-- Ah, Dean...é você. Então, quais são as novidades? Gostaria me contar como foi a sua sessão de...cinema? Aparentemente foi bem "hardcore", não é?

Dean : - Aberração... - O soldado expressava um gesto de desaprovação misturada com cansaço em sua face. Entrava no dormitório de Vallek fatiava o local com os olhos bastante observador, fitava-se no espelho que havia na parede e cerrando os punhos ele encarava o atormentador e pálido vampiro malkavianos.

Dean : - Se fosse qualquer outro eu diria que era uma brincadeira de tremendo mal gosto, mas vindo de vocês eu não posso desacreditar de nada do que vi. Já vi muita merda no meu período em que participei das guerras civis do Curdistão mas nada se compara a um estupro e um dilaceramento de uma garotinha de 9 ou 10 anos de idade. Qual foi o propósito dessa merda toda ? Por acaso é assim que vocês passam o seu tempo ?

Dean estava de certa maneira agoniado e isso era um tanto perceptível na conversa em que Vallek e ele tinham.

Dean : - Eu já queimei, explodi e fritei criaturas como você ao sol por diversas vezes, mas com o tempo isso se torna cada vez mais difícil pra mim. Já não sou mais tão jovem quanto 10 anos atrás e isso é uma merda. Então seja direto. Depois de me tornar como um igual a você, eu ainda terei controle sobre minhas próprias ações ?

A pergunta era feita de forma direta e sem rodeios.  

_________________
/  
Agradecimento a todos os players que gostam da minha narrativa  cheers clown cheers
Melhor Cronica Oficial  = 2008/2009/2010  - A Mascara de Vênus - Herança do Mal
Prêmio Narrador-Grão-Mestre = Por tempo de Narrativa Storyteller
Prêmio Pilar de Vegas = Por Coordenação da Cidade. 
Narrando no fórum desde 2005
avatar
Beaumont

Data de inscrição : 06/03/2010
Idade : 29
Localização : Aracaju/SE

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New Jersey by Night - A Falsa Iluminação

Mensagem por Beaumont em Ter Out 18, 2016 5:38 pm

Aleksey Aleksandrovitch Kuznetsov

- PDS 14/15

- FDV 7/7

- Vitalidade: OK

- O que? Jersey caiu para o Sabá? Acho que demorei tempo demais longe desta cidade sempre achei que New York cairia antes e nos seriamos seus salvadores, quanta inocência a minha, mas qual será nosso plano de ação?

Shalashaska : - Repito as palavras do Maior que todos. Qual é o objetivo de estar 3 membros do clã Brujah na sala de reuniões da minha residência ? as coisas já estão começando a ficar vagamente estranhas...

O sotaque forte de Shalashaska denunciava sua natureza russa. Dimitri e Shalashaska podiam não se conhecer diretamente mas o Regente de New York já era um ícone no submundo de Moscou na década de 30 e até mesmo Aleskey já havia ouvido algumas histórias de como Sergei havia ganho milhões vendendo armas Russas para máfias no ocidente.

Kevin : - Não precisa esquentar os ânimos vossa Alteza, venho aqui por causa de New Jersey. Meus assuntos com a Big Apple não são de meu interesse. Meu objetivo paira de uma forma diferente. Como você sabe a cidade tombou perante uma investida inteligente em um momento em que a própria Camarilla estava enfraquecida. O Xerife tentou assassinar o Príncipe da cidade e quase conseguiu, ficamos sem um Xerife que sofreu sua morte final por julgamento e um Príncipe em torpor com ferimentos profundos de queimadura. Elisha tentou segurar a regência mas falhou. O Sabá está em posse do corpo de Jullian Strauss. Um vampiro de Sexta Geração e até então eu imaginava que ele já havia sido diablerizado e o pior acontecido. Contudo eu tive informações vindas do interior de New Jersey. O tremere Zelador do Elisio Hal Seals conseguiu de alguma forma proteger o corpo de Strauss e o nosso Regente ainda permanece em torpor em algum lugar de New Jersey.

Demitri : - Você quer que eu vá buscar o corpo...

Kevin : - Sim, acertou Dimitri você já foi membro das forças especiais do Spetsnaz. Não há alguém melhor em infiltração que você ! Estou aqui para pedir o apoio a Regência de New York para trazer Hal Seals e o corpo em Torpor de Jullian Strauss de volta a salvo das mãos da seita Sabbath. Ahahahaha. Completamente suicida eu sei. Mas eu não lembrava de alguém que poderia fazer isso melhor que você Dimitri, é claro que você poderá levar Aleksey. O Ancilla tem um histórico impressionante e essa não é uma missão que irá trazer prestigio apenas para o clã Brujah, vocês serão notórios na camarilla por toda a história como aqueles que salvaram um príncipe de um trágico final !

Shalashaska : - kkkkkk Isso é muito James Bond pra mim Sr Flamming, eles morrerão assim que atravessarem o território Sabbath. Existem patrulhas, grupos armados até os dentes e o pior. As estratégias crueis da seita só são subjugadas com uma ofensiva armada em estilo de guerra. Não vou arriscar uma guerra civil agora contra a seita Sabbath sem nem ao menos ter certeza que essa sua informação é verdadeira.

Shalashaska ficava irritado e com um forte golpe na mesa ele demonstrava suas presas quase tão imponente quanto um Brujah furioso.

Shalashaska : - Sabe quantos membros poderão morrer por uma ação impenssável como essa ? Foi assim que New Jersey caiu . New York não irá cometer o mesmo erro !

Kevin : - É por isso que eu preciso do seu apoio e de "Calebros" para enviar os dois em regime de infiltração na cidade. Eles irão encontrar Hal Seals e depois eles nos confirmarão se a noticia é verdade. Só então investiremos com forças potentes contra  a cidade sitiada de Jersey City. Pense a respeito !!!!

Com os ânimos exaltados, era dificil saber qual seria o desfecho daquele ardiloso plano.  

_________________
/  
Agradecimento a todos os players que gostam da minha narrativa  cheers clown cheers
Melhor Cronica Oficial  = 2008/2009/2010  - A Mascara de Vênus - Herança do Mal
Prêmio Narrador-Grão-Mestre = Por tempo de Narrativa Storyteller
Prêmio Pilar de Vegas = Por Coordenação da Cidade. 
Narrando no fórum desde 2005
avatar
Beaumont

Data de inscrição : 06/03/2010
Idade : 29
Localização : Aracaju/SE

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New Jersey by Night - A Falsa Iluminação

Mensagem por No One em Ter Out 18, 2016 10:58 pm

O buraco era incrivelmente profundo, com o cheiro vindo de uma distância considerável, e isso não deixava muitas opções a não ser seguir por um outro caminho. O Gangrel também reparou que Branca tinha uma espécie de líquido viscoso saindo de sua boca, e aquilo o preocupava ainda mais. Ele precisava achar depressa uma saída e levar a sua amada a algum lugar seguro para que pudesse se recuperar melhor da queda.

Como seguir pelo buraco estava fora de cogitação, decidiu retornar, mesmo sabendo que seria um longo trajeto. Contudo, tentou acelerar os seus passos, chegando até a correr nos trajetos mais espaçosos, sempre tomando cuidado com a sua amada que carregava nas suas costas. Quando enfim retornasse ao local onde havia a entrada para os três caminhos, seguiria dessa vez pela esquerda, esperando dessa vez encontrar um caminho que pudesse lhe guiar até a saída daquele irritante lugar.
avatar
No One

Data de inscrição : 18/03/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New Jersey by Night - A Falsa Iluminação

Mensagem por Undead Freak em Qua Out 19, 2016 2:13 pm

-- Aberração...

-- ...Ah, ok. Obrigado, eu acho...

Ele entrou como se procurasse algo de anormal no abrigo (além de mim, é claro). Quando não encontrou nenhum pentagrama com sangue, velas pretas ou restos de bebês, ele se olhou no espelho por um momento, depois voltou a olhar para mim, me encarando e cerrando os punhos. Por um momento achei que ele fosse investir contra mim, o que seria obviamente algo bem idiota a se fazer, mas ele então voltou a falar, acentuando sua expressão abatida e perturbada (Adoro minhas brincadeiras, hihihi...)

-- Se fosse qualquer outro eu diria que era uma brincadeira de tremendo mal gosto, mas vindo de vocês eu não posso desacreditar de nada do que vi. Já vi muita merda no meu período em que participei das guerras civis do Curdistão mas nada se compara a um estupro e um dilaceramento de uma garotinha de 9 ou 10 anos de idade. Qual foi o propósito dessa merda toda ? Por acaso é assim que vocês passam o seu tempo ?

-- Sim, pode ser. Nós passamos nosso tempo de várias formas. Eu fiz como parte da sua cerimônia de transformação, mas como era de se esperar sua reação foi totalmente... insatisfatória.

A verdade é que esse merda me dava cada vez menos vontade e razões de passar o meu dom para ele. A última coisa que eu precisava era de um bundão moralista com presas tendo uma síndrome de capitão américa e me traindo quando eu menos espero. Creio que até mesmo Sanders daria um cainita melhor do que ele.

-- Eu já queimei, explodi e fritei criaturas como você ao sol por diversas vezes, mas com o tempo isso se torna cada vez mais difícil pra mim. Já não sou mais tão jovem quanto 10 anos atrás e isso é uma merda. Então seja direto. Depois de me tornar como um igual a você, eu ainda terei controle sobre minhas próprias ações?

-- Você fritou meus irmãos ao Sol? Que legal, hein! Ótimo incentivo para eu te transformar, sem dúvidas e... Que papo é esse de não ter controle sobre as suas ações?! Quem te falou esse monte de merda? Escute o que eu vou te explicar, e escute bem: para que eu te transforme, eu tenho que beber quase todo o seu sangue, te deixando a beira da morte, e então eu derramo um pouco do meu próprio sangue na sua boca, e a transformação começa. Isso é o que chamamos de "abraço", pois você é abraçado pelas trevas, já que o vampirismo é, teoricamente, uma maldição de Deus.

Eu fiz um pequeno intervalo para ver se ele estava entendendo, então prossegui.

-- Há uma cerimônia que faz com que seu coração endureça e você perca os seus sentimentos humanos, pois a partir do momento que você se torna um de nós, os sentimentos humanos se tornam um estorvo para você. Há uma coisa que se chama "A Besta". Ela é a natureza do vampiro. Há momentos em que essa besta pode dominar você e você perde o controle por algum tempo, se não se cuidar, mas não existe nenhum espírito que possui o seu corpo e nem nada parecido. Entendeu, meu jovem?

Foi divertido bagunçar a cabeça de Dean, mas aquilo estava demorando demais e perdendo a graça. Eu queria logo poder sair de lá e fazer algo em relação a Elisha e os demais. Não era a hora mais apropriada para criar uma criança.
avatar
Undead Freak

Data de inscrição : 02/05/2013
Idade : 27
Localização : São Paulo - SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New Jersey by Night - A Falsa Iluminação

Mensagem por Fuuma Monou em Dom Out 23, 2016 11:41 am

"- Keyla, você me enviou um retardado completo... me arrependendo de ter gasto meu tempo pedindo para alguém vir ajudar a guardar meu sono diurno..." - O pensamento percorre minha mente enquanto aquela informação me era apresentada por Brother. "- Depois vejo o que irei fazer, agora preciso estar pronto para a chegada de Keyla." - Minha desaprovação ao comportamento do carniçal está estampada em minha face junto com o surgimento da raiva que começa a aflorar enquanto penso nas coisas que podem resultar da falta de inteligência daquele ser.

- Você fez algo a mais além de ficar na porta olhando para ela? - Espero por sua resposta. - Vou te dar uma dica. Se almejas um posto maior seja mais dinâmico. Como você protege o sono de alguém enfiando uma seta na cara dessa pessoa e dizendo 'ele está aqui'? Agora o mundo sabe que eu estou aqui e que o alvo foi capturado. - Os muitos anos tendo que dar conta de seres inúteis que serviam a família Benetti levavam a minha voz elevar-se, mas consigo controlar-me e manter o tom. - Agora me faça um favor, fique aqui e não permita que ninguém retire o meu alvo sem minha prévia autorização.

Saio do quarto com a Fome sussurrando em meus ouvidos. Madson é a presa mais fácil e vou ao seu encontro. Ela me vê e a primeira coisa que fala é sobre o dinheiro. A raiva que comecei a sentir pela inaptidão do Brother em lidar com a situação de maneira adequada volta a minha face e a minha mente. Com a voz de quem está tentado controlar-se e falando em inglês, mas puxando o sotaque italiano, aproximo-me da garota dizendo:

- Que bom que você acordou bem e que estais feliz... - Coloco a mão em seus ombros. - Ainda tenho algumas coisas para resolver aqui antes de ir embora e provavelmente precisarei de sua ajuda. - Retiro o objeto de sua mão e coloco numa mesa próxima ou no chão. Corto minha língua e deixo um pouco de sangue acumular. Puxo suavemente o rosto da garota e a beijo, despejando meu vitae por sua boca. "- Até eu ir embora daqui, você será minha escrava por completo." - Afasto minha cabeça, voltando a posição em que estava antes. - A primeira coisa que preciso é da sua amiga de ontem. Ela está por aqui?

"- Com o ódio que estou sentindo, unido à Fome, é bem capaz que eu mate meu brinquedo antes de poder dar prosseguimento ao meu plano. É melhor me alimentar de qualquer outra. Além disso, a outra não tinha um gosto estranho, o que será melhor para o dejejum."

_________________
Sigo em frente... vivo numa noite eterna... as trevas me preenchem, me alimentam... sombras estão ao meu redor... elas falam comigo, me entendem... eu as entendo e compartilho de meu ser, minha alma... nós nos completamos e assim viveremos para todo o sempre.
avatar
Fuuma Monou

Data de inscrição : 08/03/2010
Idade : 28
Localização : Natal - RN

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New Jersey by Night - A Falsa Iluminação

Mensagem por Shirou em Seg Out 24, 2016 12:09 am

Shalashaska : - kkkkkk Isso é muito James Bond pra mim Sr Flamming, eles morrerão assim que atravessarem o território Sabbath. Existem patrulhas, grupos armados até os dentes e o pior. As estratégias crueis da seita só são subjugadas com uma ofensiva armada em estilo de guerra. Não vou arriscar uma guerra civil agora contra a seita Sabbath sem nem ao menos ter certeza que essa sua informação é verdadeira.

Shalashaska ficava irritado e com um forte golpe na mesa ele demonstrava suas presas quase tão imponente quanto um Brujah furioso.

Shalashaska : - Sabe quantos membros poderão morrer por uma ação impenssável como essa ? Foi assim que New Jersey caiu . New York não irá cometer o mesmo erro !

Kevin : - É por isso que eu preciso do seu apoio e de "Calebros" para enviar os dois em regime de infiltração na cidade. Eles irão encontrar Hal Seals e depois eles nos confirmarão se a noticia é verdade. Só então investiremos com forças potentes contra a cidade sitiada de Jersey City. Pense a respeito !!!!

- Vocês querem organizar uma missão dessa só comigo e o Dimitri? O que acha Dimitri, vale a pena o risco?

Aleksey fixava o olhar em Dimitri, era nítida a apreensão do jovem Brujah, seus anos de vida tinham sido suficientes para que ele tivesse noção de que aquele ataque poderia dá uma merda muito grande, mas a decisão de Dimitri seria soberana, o que ele falasse seria seguido sem exitação.

- Então caso a gente consiga ter exito nessa missão, o que seá nos dado como retribuição pelo ato quase suicida feito em prol da Camarilla, afinal acho que uma missão de tamanha importância merece algo à altura, não é mesmo?
avatar
Shirou

Data de inscrição : 06/03/2010
Idade : 31

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New Jersey by Night - A Falsa Iluminação

Mensagem por Bahamut em Seg Out 24, 2016 7:04 pm

Rugall começa a pensar que perdeu tempo. Esse velho não vai poder ajudar em nada. Agora o próximo passo a ser tomado. Rugall procura o sr Perry? Pede ao segurança para ver os videos de segurança? Aproveita para se alimentar um pouco? Com isso o tempo passa e o paradeiro de Diana fica cada vez mais sombrio.

Meu senhor, eu preciso saber para que direção ela foi. Você tem cameras em torno do prédio? Preciso saber wue direção ela tomou!

Rugall tenta fixar contato visual com o velho policial para dominá-lo caso necessário. Embora no estado que se encontra, Rugall não terá dificuldades para conseguir o que quer. O fato é que evitar mais complicações não é má idéia.
avatar
Bahamut

Data de inscrição : 04/10/2015
Idade : 34

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New Jersey by Night - A Falsa Iluminação

Mensagem por Beaumont em Seg Out 24, 2016 11:41 pm

Herick Draven
- PDS 6/15
- FDV 4/5 
- Escoriado Agravado (1 dia de descanso)

Herick Draven era levado pela moça as pressas, eles percorriam o salão até o estacionamento, ela o deixava uns minutos ali e voltava com 2 sacos de sangue que estavam bastante gelados, o gosto certamente não seria tão bom quanto o sangue quente mas por hora era a unica coisa que Herick possuía naquele momento.

July : - Desculpe mas aqui não é a policia. Tentei achar um colete que coubesse em você mas não tenho nenhum com o seu porte físico, na verdade tenho poucos seguranças que usam colete, aqui não é uma zona de guerra se percebeu ! Vamos, eu dirijo com você ! 

James : - Eu irei com vocês !

July : - Não ! Fique aqui e cuide das coisas. Esse lugar não pode ficar sozinho ! 

James : - Fique aqui, esse lugar é sua responsabilidade, eu levarei o seu amigo até o Diário. Meu Nome é James Sanders. Eu posso te levar até lá . 

James oferecia uma carona para Herick para que chegassem até o Jornal. 

James : - Qual será o plano ? O que fará quando acha-la ?

_________________
/  
Agradecimento a todos os players que gostam da minha narrativa  cheers clown cheers
Melhor Cronica Oficial  = 2008/2009/2010  - A Mascara de Vênus - Herança do Mal
Prêmio Narrador-Grão-Mestre = Por tempo de Narrativa Storyteller
Prêmio Pilar de Vegas = Por Coordenação da Cidade. 
Narrando no fórum desde 2005
avatar
Beaumont

Data de inscrição : 06/03/2010
Idade : 29
Localização : Aracaju/SE

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New Jersey by Night - A Falsa Iluminação

Mensagem por Beaumont em Qua Out 26, 2016 8:20 pm

Porra Nenhuma 
- PDS 3/15
- FDV 4/8
- VIT OK
- Olhos da Besta 
- Garras da Besta
- Cobrindo o Grupo 

Tyron havia avaliado a possibilidade de descer pelo buraco. Poderia escalar na forma inversa mas ficar de cabeça para baixo seria dificultoso com Branca, ela estava desacordada e certamente iria ceder uma hora ou outra. O lugar no qual estava era cada vez mais confuso, o som ainda estava inexistente naquele momento restava ao vampiro voltar pelo caminho que havia percorrido por horas e tentar acertar cada entrada que fez até achar aquele lugar. 

Tyron teste de Percepção + Prontidão Diff.6 = 5 Sucessos 
Tyron teste de Inteligência Diff.7 = Falha Critica
Tyron Teste de Raciocínio + Sobrevivência Diff.8 = 2 Sucessos

Tyron tomava o caminho de volta, correr para ele no escuro não se tornava um problema a partir do momento em que ele se adequava mais e mais ao cenário. Tyron era um predador e logo podia correr, lutar e viver naquele ambiente sem complicações. Seu instinto de sobrevivência rendia a ele uma importante noção, a que pela pressão do ar, o vampiro estaria muito mais abaixo no subterrâneo do que poderia imaginar. Mais um vez um humano certamente não sobreviveria naquele lugar, Tyron observava insetos e alguns roedores ali. O que o fazia perceber que aquelas criaturas já fugiam do padrão de seu conhecimento. Eram monstros estranhos e algumas vezes até assustadores para sua compreensão. Onde ele estava afinal ? 


Criaturas

Spoiler:







Tyron percebia que não estava no mesmo lugar ao qual estava antes e em meio a tantas entradas e saídas de esquerda para direita, para baixo e para cima em algum lugar as coisas deram errado. O vampiro tentou voltar algumas vezes mas sem sucesso ele acabou por desbravar um caminho sem volta já havia tomado inúmeros percursos sem qualquer chance de rota. Não sabia se era dia ou se era noite, correr não fazia tanta diferença. O desejo lascivo por sangue tomava sua cabeça como um drogado por falta do objeto de sua avalia. Branca já estava todo aquele tempo ali desacordada ao gemer uma hora ou outra, se ele já passou dias naquele lugar por que ela não acordou e o pior, haviam manchas escuras no corpo da jovem, 7 cm acima do seio direito uma mancha circunferencial do tamanho de uma bola de ping pong. Com um pouco de observação Tyron via mais algumas manchas na mão direita, ele poderia imaginar se no restante do corpo onde a roupa cobria poderia haver mais daquelas manchas e quais eram os motivos. Tyron estava só e naquele momento as palavras do Marechal faziam cada vez mais sentido, sair daquele lugar era o verdadeiro desafio...


As paredes já não eram mais de alvenaria e sim terra firme ou até mesmo pedras misturadas com terra firme, o chão já se afundava em uma mistura estranha de terra fofa com alguma substancia melequenta parecida com lodo ou barro. tyron já não sabia se as decisões que tomava o estavam fazendo avançar ou voltar, aquele lugar estava enlouquecendo sua psiquê, ele podia estar perdendo Branca e ao mesmo tempo se perdendo pra sempre...

OFF: 1 PDS e 1 FDV perdidos


Vallek Morton
- PDS 10/14  
- FDV 3/6
- Vitalidade Completa

-- Há uma cerimônia que faz com que seu coração endureça e você perca os seus sentimentos humanos, pois a partir do momento que você se torna um de nós, os sentimentos humanos se tornam um estorvo para você. Há uma coisa que se chama "A Besta". Ela é a natureza do vampiro. Há momentos em que essa besta pode dominar você e você perde o controle por algum tempo, se não se cuidar, mas não existe nenhum espírito que possui o seu corpo e nem nada parecido. Entendeu, meu jovem?

Dean : - Faça isso de uma vez. Não posso mais ser o velho Dean para sempre...

A verdade é que Vallek estava hesitando. O vampiro avaliava as possibilidades e certamente Dean não era um Malkaviano a altura, ao menos ele não pensava que o mercenário seria. Mesmo Dean com o pulso saltando e latejando o vampiro conseguia se controlar. Em sua mente ele precisava elaborar um estratégia em relação a Elisha e afastar Adonis de uma vez de sua vida. 

Dean : - E então qual é o próximo passo ? Você vai me morder ? Eu estou esperando, mas se eu morrer farei questão de voltar para atormenta-lo !!

Dean falava sério, o que chegava a ser um pouco cômico até. O homem estava disposto a se tornar um vampiro, mas será que seria um bom Sabbath ? Ou não passaria de um Brujah obtuso como muitos que preenchiam as fileiras da seita ? 



Última edição por Beaumont em Qua Out 26, 2016 8:34 pm, editado 1 vez(es)

_________________
/  
Agradecimento a todos os players que gostam da minha narrativa  cheers clown cheers
Melhor Cronica Oficial  = 2008/2009/2010  - A Mascara de Vênus - Herança do Mal
Prêmio Narrador-Grão-Mestre = Por tempo de Narrativa Storyteller
Prêmio Pilar de Vegas = Por Coordenação da Cidade. 
Narrando no fórum desde 2005
avatar
Beaumont

Data de inscrição : 06/03/2010
Idade : 29
Localização : Aracaju/SE

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New Jersey by Night - A Falsa Iluminação

Mensagem por mitzrael em Qua Out 26, 2016 8:30 pm

Herick tomava as bolsas como fosse sua ultima
Refeição . sem se importar se tava gelado ou não
Comparado ao quele já vinha se alimentando aquilo era
Um banquete . ratos . defuntos .vampiros morimbudos .
Herick já vinha provando coisas bem piores pra viver .
Ela realmente era um sobrevivente .ou uma criatura que não se
Rendia para a morte .
Herick não sabia mas o que o dava tanta forca . o mar por
Alisha . a vingança por Viper ou fazer os caittifes serem
Um clã respeitados e temidos .
Herick entrava no carro olhava bem pra a guria .
Sim estamos em guerra . mas logo tudo que VC conhece
Será sucumbindo então menina se prepare . se esconda se
For seu desejo . mas isso ta longe do fim .
Herick entro e aceno com a cabeca pra seguir .
Vamos temos de pegar minha filha .
O olhar de herick não era mas o mesmo tava frio e focado
Perdia mas do antigo herick q só se em portava com as corridas .
avatar
mitzrael

Data de inscrição : 08/03/2010
Idade : 36
Localização : Sergipe ,Aracaju

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New Jersey by Night - A Falsa Iluminação

Mensagem por No One em Sex Out 28, 2016 3:08 pm

Tyron já não sabia se voltar tinha sido uma decisão prudente a se fazer. Obviamente, ele não teria tido problemas em descer pelo buraco se estivesse sozinho, provavelmente até mesmo já teria conseguido escapar daquele lugar na sua forma de névoa, mas com sua amada dependendo exclusivamente de si, as coisas se tornavam bem mais complicadas.

Passaram-se longas horas, ou até mesmo dias, enquanto o Gangrel corria e vagava em busca de uma saída. Havia encontrado com monstros ainda mais bizarros que os anteriores, que tornavam o lugar ainda mais perplexo e desconhecido mesmo para um cainita tão velho quanto ele.

Olhando para Branca, ele podia perceber manchas escuras espalhadas pelo seu corpo, o que deixava o Gangrel ainda mais tenso e preocupado, principalmente pelo fato de ela não ter acordado após aquele longo período de tempo. Seriam aquelas manchas hematomas da queda, ou algo a mais? Com tantas criaturas bizarras naquele local, a possibilidade de envenenamento vinha à mente do Gangrel, deixando-o ainda mais desesperado para sair dali. Certamente se Branca se alimentasse em abundância, poderia se recuperar mais rápido do que quer que estivesse lhe enfraquecendo, ou no mínimo daria mais tempo para que Tyron pudesse descobrir o que estava acontecendo e ajudá-la.

Imerso em suas preocupações com Branca, Tyron quase esquecia de si. Ao olhar sua própria pele, o Gangrel podia ver que ela estava murcha, além de muito mais pálida que o normal, mesmo para um vampiro. Ele sentia uma sede que não sentia há muitos anos e sabia que se continuasse naquele local por mais algum tempo, logo sucumbiria ao torpor. Sua mente e seu corpo estavam exaustos, mas se ele não agisse rápido, tudo estaria perdido.

Certamente era esse o verdadeiro desafio a que o novo comandante se referia, as criaturas bizarras não eram nada além de distração perto da dificuldade que era sair daquele lugar. Lembrar do Marechal também fazia com o Gangrel se arrependesse amargamente de não ter bebido da abundante cachoeira de sangue. Certamente ele teria adquirido um ou dois laços de sangue a mais, mas o que era aquilo perto da possibilidade de entrar em torpor e morrer naquele local?

Deixando seus arrependimentos de lado, Tyron focava no que ainda poderia ser feito. O chão indicava que eles estavam em alguma superfície com terra, o que indicava que eles estavam muito mais fundo no subterrâneo do que era esperado, dificilmente aquele lugar lhes levaria a alguma saída. Sendo assim, o Gangrel decidiu parar por alguns minutos e reavaliar o percusso que já havia feito. Sua mente era incrivelmente rápida e perspicaz (raciocínio 5), ele só estava exausto e confuso, mas com calma e cautela, ele conseguiria re-encontrar o caminho mais apropriado a lhe levar à saída. Quando conseguisse se re-orientar, o Gangrel seguiria com calma pela nova trajetória, prestando muita atenção no caminho e tomando cuidado para não se perder ainda mais.


OFF: Caso seja necessário algum/alguns teste(s), vou usar Força de vontade no teste em que eu tiver a menor parada de dados.
avatar
No One

Data de inscrição : 18/03/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New Jersey by Night - A Falsa Iluminação

Mensagem por Beaumont em Sex Out 28, 2016 9:09 pm

Danio Benneti 
- PDS 4/14
- FDV 2/6  
- Vitalidade Escoriado (1 Agravado)

Você fez algo a mais além de ficar na porta olhando para ela?  - Vou te dar uma dica. Se almejas um posto maior seja mais dinâmico. Como você protege o sono de alguém enfiando uma seta na cara dessa pessoa e dizendo 'ele está aqui'? Agora o mundo sabe que eu estou aqui e que o alvo foi capturado

Não havia uma expressão mais denotada do carniçal, ele apenas mantinha a face erguida de forma automato. Era difícil pra Danio imaginar que aquilo seria algo além de uma simples marionete, já havia ouvido falar que os Irmãos de Sangue eram criaturas que passavam por intensa lavagem cerebral, mas nunca pensou que os poderes da dominação poderiam destruir tanto assim mente de um mortal. 

Desapontado com a falta de expressão e criatividade do carniçal Danio então se encontra com Madson. 

- Que bom que você acordou bem e que estais feliz... - Coloco a mão em seus ombros. - Ainda tenho algumas coisas para resolver aqui antes de ir embora e provavelmente precisarei de sua ajuda. - Retiro o objeto de sua mão e coloco numa mesa próxima ou no chão. Corto minha língua e deixo um pouco de sangue acumular. Puxo suavemente o rosto da garota e a beijo, despejando meu vitae por sua boca. "- Até eu ir embora daqui, você será minha escrava por completo." - Afasto minha cabeça, voltando a posição em que estava antes. - A primeira coisa que preciso é da sua amiga de ontem. Ela está por aqui?

O beijo era apenas um subterfúgio para o verdadeiro plano do vampiro La sombra. O sangue que percorria o vampiro agora estava mais forte em Madson, ela estava cada vez mais submissa aos desejos do vampiro La sombra.  

Madson : - Ling Ela deve ter saído para comprar algo para que pudêssemos comer, ela costuma ir no Dragon Food que fica na estrada a uns metros daqui. As meninas estão ocupadas com alguns clientes e então ?! Eu juro que eu tive a impressão de ter visto Hamlin andando por aqui, mas deixa pra lá. Está com fome ? Quando ela voltar podemos comer juntos !

Madson estava ligeiramente atenciosa com Danio. O poder do sangue fazia aquilo com as pessoas... Não demoraria muito tempo até que Keyla estivesse ali. 




Aleksey Aleksandrovitch Kuznetsov
- PDS 14/15
- FDV 7/7 
- Vitalidade: OK


- Vocês querem organizar uma missão dessa só comigo e o Dimitri? O que acha Dimitri, vale a pena o risco?
A Face de Dimitri não era a melhor que Aleksey havia visto, um ar de duvida pairava enquanto ele acendia um cigarro e se aproximava da janela para não incomodar. 


- Então caso a gente consiga ter exito nessa missão, o que seá nos dado como retribuição pelo ato quase suicida feito em prol da Camarilla, afinal acho que uma missão de tamanha importância merece algo à altura, não é mesmo?

As palavras de Aleksey alimentavam a curiosidade de Kevin, até o momento era mais parecido que de um lado havia Kevin com toda aquela história de cinema de invadir uma New Jersey sitiada e salvar o presidente sequestrado por terroristas. Do outro lado estava o Regente de New York falando o quanto aquilo poderia parecer estranho. 

Sergei Shalashaska : - Então meu jovem. Esta é uma manobra arriscada, se você morrer, não terei de pagar dízimos ao clão Brujah. Eu sequer sei o quanto organizado sua linhagem pode estar mas sei que ao menos pode salva-la e é isso que quer... Alias qual o seu preço, estou mais curioso em saber o que os dois soldados da fortuna iriam querer do que a própria missão em sí... 

_________________
/  
Agradecimento a todos os players que gostam da minha narrativa  cheers clown cheers
Melhor Cronica Oficial  = 2008/2009/2010  - A Mascara de Vênus - Herança do Mal
Prêmio Narrador-Grão-Mestre = Por tempo de Narrativa Storyteller
Prêmio Pilar de Vegas = Por Coordenação da Cidade. 
Narrando no fórum desde 2005
avatar
Beaumont

Data de inscrição : 06/03/2010
Idade : 29
Localização : Aracaju/SE

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New Jersey by Night - A Falsa Iluminação

Mensagem por Fuuma Monou em Dom Out 30, 2016 6:24 pm

Ouço a resposta da garota e procuro um lugar em que possa me sentar. A menção ao Hamlin me era estranha. Durante o amanhecer ela havia me ligado para avisar sobre a presença do Rato e eu o havia capturado. - Quem sabe mais tarde.... eu preciso fazer mais algumas coisas antes de poder parar e é exatamente nisso que precisarei de sua ajuda. Mas primeiro me diga, qual o horário em que você acha que viu Hamlin? - Com a resposta da garota volto-me aos meus pensamentos.

"- Preciso me alimentar, e logo. Agora não deve mais faltar muito até que Keyla chegue. Depois necessito arrumar uma forma de fingir que nada de estranho irá acontecer se ela resolver que irá tentar forçá-lo a falar aqui... talvez levar Madson seja uma forma, já que podem achar que se trata só de mais um cliente louco."

- Diga-me criança, você tem algum cliente marcado para esta noite? - Aproximo-me da garota e espero por sua resposta. Assim que ela terminar, abaixo-me até a altura de seu rosto, olhando-a nos olhos levo minha cabeça até o seu pescoço e o beijo, furo-o com minhas presas e bebo um pouco de seu sangue. Volto minha cabeça, ficando novamente face a face com Madson. - Assim que sua amiga chegar, peça para que ela vá ao quarto em que estou. (Dominação) - Fico ereto e sigo até o quarto novamente.

"- Aquele imbecil.... para algo ele tem de me servir."

Ao entrar no quarto, falo para Brother:

- Preciso me alimentar e você irá me ajudar com isso.

_________________
Sigo em frente... vivo numa noite eterna... as trevas me preenchem, me alimentam... sombras estão ao meu redor... elas falam comigo, me entendem... eu as entendo e compartilho de meu ser, minha alma... nós nos completamos e assim viveremos para todo o sempre.
avatar
Fuuma Monou

Data de inscrição : 08/03/2010
Idade : 28
Localização : Natal - RN

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New Jersey by Night - A Falsa Iluminação

Mensagem por Beaumont em Seg Out 31, 2016 7:02 am

Rugall Salles
- PDS 2/10
- FDV 3/6
- Vitalidade: Ferido Gravemente -2 Letal (1 Agravado & 3 Letais)



Meu senhor, eu preciso saber para que direção ela foi. Você tem cameras em torno do prédio? Preciso saber wue direção ela tomou!

Enquanto Rugall se acomodava o policial sentava em sua mesa pequena e usava um computador para acionar o sistema de câmeras, Rugall teria o impeto de tentar observar o sistema de câmeras junto com o policial mas ele estava debilitado e todas as suas ações demoravam um pouco para serem executadas, o policial observava a situação com uma face de duvida. 

Policial : - Veja bem. Eu acho que ela entrou pela janela do primeiro andar. Veja !

Havia um vídeo de 12 minutos atrás no qual, um vulto negro passava de uma janela do prédio ao lado para o prédio do jornal. Não era possível ver se realmente era Diana mas havia uma grande probabilidade que fosse. Não havia outros registros nas câmeras. No interior do prédio as câmeras eram acionadas pelo policial. Diana estava subindo pelo elevador com uma expressão um pouco mais calma, aparentemente ela havia recobrado a sua sanidade, olhava para os lados e usava as mãos para cobrir as partes intimas do corpo. Ela olhava para a câmera do elevador e seus olhos estavam cintilantes pelo poder do Auspícios. O Policial se assustava da cadeira ao ver a cena que de fato poderia ser assustadora para uma pessoa desavisada. Diana estava indo em direção ao escritório de SD Perry que era localizado no 7 andar. 

_________________
/  
Agradecimento a todos os players que gostam da minha narrativa  cheers clown cheers
Melhor Cronica Oficial  = 2008/2009/2010  - A Mascara de Vênus - Herança do Mal
Prêmio Narrador-Grão-Mestre = Por tempo de Narrativa Storyteller
Prêmio Pilar de Vegas = Por Coordenação da Cidade. 
Narrando no fórum desde 2005
avatar
Beaumont

Data de inscrição : 06/03/2010
Idade : 29
Localização : Aracaju/SE

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New Jersey by Night - A Falsa Iluminação

Mensagem por Undead Freak em Seg Out 31, 2016 4:00 pm

- E então qual é o próximo passo ? Você vai me morder ? Eu estou esperando, mas se eu morrer farei questão de voltar para atormenta-lo !!

Aquilo era estúpido. Na verdade, era mais estúpido do que tudo o que já tinha acontecido até agora.

-- Você acha mesmo que vai conseguir algo de mim com ameaças? Você é realmente burro, se achar que sim. De qualquer forma, entenda uma coisa: existem famílias e facções de vampiros diferentes. A minha família se chama Malkaviana, e minha facção se chama Sabá. Adonis está usando os malkavianos para os seus fins. É uma espécie de posessão e dominação mental que somente eu até agora consegui resistir. Isso se tornou tão perigoso que a própria facção enviou homens para me colocar em quarentena, por assim dizer.

A conversa não ia dar em nada se eu continuasse enrolando, então disse a ele a verdade.

-- O que eu quero dizer é: cada malkaviano existente é um recurso que Adonis pode manipular, e isso se aplicaria a você, caso eu o transformasse agora. Você poderia ser tomado por ele e se tornaria um perigo para todos. Além disso, a minha facção provavelmente o colocaria em quarentena também. Vamos acabar logo com Adonis e com toda essa merda, e aí quando o perigo passar, eu te transformo.

Não havia garantias de que esse xucro iria compreender a seriedade da situação, mas eu tenho de tentar persuadi-lo a ter bom senso. Caso ele não me escute, bem... eu não tenho mais paciência e tempo para um sujeito como ele.
avatar
Undead Freak

Data de inscrição : 02/05/2013
Idade : 27
Localização : São Paulo - SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New Jersey by Night - A Falsa Iluminação

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 4 de 7 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum