New York by Night - Não Confie em Ninguém

Página 40 de 41 Anterior  1 ... 21 ... 39, 40, 41  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: New York by Night - Não Confie em Ninguém

Mensagem por Lord_Suiciniv em Qua Nov 30, 2016 10:28 pm

Arnald Bradley
PV 11/13
FdV 5/6
- Dia 2 - Noite de Quarta - Feira
- +1 de força até o fim da cena

 
0020

Bradley continuava caminhando, focado em se misturar a multidão da times square. Ele não tinha certeza se o fato dele ter perdido de vista o seu sequestrador também signficava que o sequestrador o tinha perdido de vista. Tinha apenas a certeza que se aquilo fosse obra do principe, a cidade inteira logo estaria a sua procura.

O vampiro então procurava um taxi, e graças ao local onde se encontrava, aquilo era a coisa mais facil do mundo de se encontrar. Rapidamente um taxi para a sua frente o vampiro embarca no veiculo.

O taxista estava no telefone antes de Brad entrar, mas quando pegava o passageiro, rapidamente dizia - Amor, desculpa acabei de pegar um passageiro aqui, te vejo em casa daqui a pouco ta bem? essa é a minha ultima corrida. - Ele então desligava o telefone e se virava para o seu novo cliente no banco de trás.

- Boa noite, para onde vamos? - Ele falava com um sorriso amigavel embora lhe faltasse alguns dentes neste sorriso.
avatar
Lord_Suiciniv

Data de inscrição : 17/10/2011
Idade : 21
Localização : Minha casa...

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New York by Night - Não Confie em Ninguém

Mensagem por Lord_Suiciniv em Qua Nov 30, 2016 10:51 pm

Rian
PV 4
/14
FdV 6/7
- Esquizofrenia: Ver fantasmas  
- Veios Negros de diablerista
- Língua bifurcada de cobra
- Dia 3 - Noite de Quinta-Feira

2340
Vitalidade:

Escoriado......................[A]
Machucado................-1[A]
Ferido........................-1[A]
Ferido Gravemente....-2[A]
Espancado.................-2[ ]
Aleijado.....................-5[ ]
Incapacitado..................[ ]


Após o discurso caloroso a respeito do perdão, e de não poderem atingir os objetivos pessoais enquanto estivessem pensando em matar um ao outro. Os três ficam em silencio, pensando consigo mesmo a respeito da proxima ação a ser tomado.

Erick era o primeiro a dar um passo a frente e ficar ao lado do vampiro, o medico aparentemente já havia decidido dedicar sua vida a ajudar o carateca louco.

Em seguida, a Amanda também dava o seu passo a frente, decidida que seu objetivo pessoal valia mais do que uma vingança, mesmo que seja a vingança de sua amada mãe

Carlos por outro lado parecia estar em um forte dilema, e levava varios minutos para se decidir, seus olhos de pura raiva ficavam sempre caminhando da sua ex namorada para o medico, e vice versa. Embora o seu corpo estivesse parado, claramente sua cabeça estava a mil por hora.

Por fim, ele da de ombros e também da um passo a frente.

Rian então fazia algumas perguntas para os mortais, se eles haviam uma outra casa mais afastada da cidade, se eles possuiam veiculos e após obter respostas, ele pedia para que todos ali o ajudassem a fazer uma limpeza naquele apartamento.

A limpeza levava cerca de 40 minutos, mas quando terminavam, o apartamento estava limpo, sem sinal do sangue ou qualquer outra coisa que tivesse acontecido ali nos ultimos dias, inclusive a cadeira de tortura que havia sido utilizada em Erick e em Amanda havia sido desmontada, e agora parecia apenas uma pilha de madeira sem uma função aparente.


Última edição por Lord_Suiciniv em Qui Dez 01, 2016 9:38 pm, editado 2 vez(es)
avatar
Lord_Suiciniv

Data de inscrição : 17/10/2011
Idade : 21
Localização : Minha casa...

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New York by Night - Não Confie em Ninguém

Mensagem por Askalians em Qua Nov 30, 2016 10:53 pm

 Lisandra Eckhart

A cadeira não havia sido como ela esperava, mas parecia que pelo menos havia feito o vidro rachar, então dessa vez, um pouco mais de perto tentou jogar a cadeira de novo, na esperança de que o vidro quebrasse finalmente.

Estava começando a ficar bem preocupada com toda aquela situação que estava se formando, ainda mais porque poderia morrer queimada alí, então ela pensava e resmungava consigo mesmo bem preocupada com aquilo, como se chorasse:

"Quebra.. por favor.. pro favor... eu não quero morrer ainda... por Set.. eu imploro..."
avatar
Askalians

Data de inscrição : 21/02/2016
Idade : 31
Localização : Che Moi

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New York by Night - Não Confie em Ninguém

Mensagem por Lord_Suiciniv em Qui Dez 01, 2016 3:49 pm

Liz Eckhart
PV 4/13
FdV 4/6
- Dia 5 - Noite de Sabado

0040
Vitalidade:
Escoriado......................[A]
Machucado................-1[ ]
Ferido........................-1[ ]
Ferido Gravemente....-2[ ]
Espancado.................-2[ ]
Aleijado.....................-5[ ]
Incapacitado..................[ ]




O fogo avançava cada vez mais para dentro do quarto, Lisandra em uma ultima tentativa reune suas forças e arremessa a cadeira novamente contra a janela, que se quebra no ato, abrindo naquele momento espaço suficiente para que a vampira passasse.

Ela então com cuidado atravessava a janela até a parte da frente do terreno da residencia, e corria para longe da casa em chamas. Pelo lado de fora, a vampira percebe que o fogo estava consumindo completamente a mansão, seria dificil salvar qualquer coisa naquele dali. Muitos empregados conseguiram sair da residencia e estavam se aglomerando do lado de fora, com expressões de terror em seus rostos. Não havia nenhum sinal de Jorg por ali.
avatar
Lord_Suiciniv

Data de inscrição : 17/10/2011
Idade : 21
Localização : Minha casa...

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New York by Night - Não Confie em Ninguém

Mensagem por Rian em Qui Dez 01, 2016 6:19 pm

Eu apenas reparava em como Carlos estava relutante em deixar sua vingança de lado. Contudo, era compreensível. Afinal, ele fora bastante agredido pelo médico e tinha sido traído pela jornalista. Ele provavelmente estava com raiva do mundo inteiro. Eu precisava “motivá-lo” de alguma forma. . Ainda iria encontrar um jeito. De qualquer forma, se ele se mantivesse na linha até a próxima noite ficaria cada vez mais fácil, pois com o laço reforçado logo ele teria uma tendência a cooperar mais, pelo menos comigo. Por enquanto eu acreditava que seu objetivo era suficiente para mantê-lo focado.

Após isso eu perguntava a eles sobre um refúgio que pudéssemos usar como ponto de partida. Amanda estava com um carro. Eu então chamava a todos para arrumar aquela bagunça naquela apartamento, não podíamos deixar rastros. Orientava Amanda, Carlos e Érick para irem na frente, levar as coisas e ficar no carro me esperando, prontos para uma fuga rápida.

Então após trancarmos o apartamento e os três descerem eu ia até um apartamento que estivesse ocupado. Iria me alimentar naquela noite, mas alimentar-me da forma Sabá. Eu batia na porta na porta enquanto me preparava (Rapidez 3 + Metamorfose). Assim que alguém abrisse a porta eu iria forçar a entrada e passar minhas garras em sua garganta, evitando assim que o mortal gritasse. Fecharia a porta e mataria todos moradores rapidamente. Depois escolheria um para me alimentar completamente.


Última edição por Rian em Qui Dez 01, 2016 10:45 pm, editado 1 vez(es)

_________________
                                                                
avatar
Rian

Data de inscrição : 30/09/2014
Idade : 33
Localização : Goiânia

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New York by Night - Não Confie em Ninguém

Mensagem por Lord_Suiciniv em Qui Dez 01, 2016 9:27 pm

Exp Referente as paginas 30 - 39
.

Quero pedir que distribuam a XP antes de fazer um novo post, caso façam o post um post novo, sem distribuir a XP, eu irei entender que você irá guarda-la até a proxima oportunidade.


Rian: 08xp
Interpretação: 04xp
Desenvolvimento: 04xp

Lisandra Eckhart: 06xp
Interpretação: 04xp
Desenvolvimento:  02xp

Arnald Bradley: 07xp
Interpretação:  05
Desenvolvimento:  02

David Hayter10xp
Interpretação: 05xp
Desenvolvimento: 05xp

Franchesca Sardou07xp
Interpretação 04xp
Desenvolvimento 03xp

Andrea Hollow 06xp
Interpretação 04xp
Desenvolvimento 02xp
avatar
Lord_Suiciniv

Data de inscrição : 17/10/2011
Idade : 21
Localização : Minha casa...

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New York by Night - Não Confie em Ninguém

Mensagem por Beaumont em Qui Dez 01, 2016 10:30 pm

"As Harpias são conhecidas por serem os olhos do príncipe na cidade tanto quanto os algozes são os do Xerife. Qualquer informação importante sobre o que os Anciãos andam fazendo certamente eles sabem. Claro que alguns desses olhos podem ser comprados por algum membro da primiginie se for usado a quantia certa. De qualquer forma é sempre bom ter um ao seu lado." 

David então se aproximava com ar elegante e ao mesmo tempo simpático. 


- Você por acaso tem Fogo Trevor ? Esse seu nome não é mesmo ? Como estão as coisas para a família dos filhos da lua ? Sou David Hayter, Clã da Rosa. Eu estava com Rebeccah, você a viu por aí ?

David não fazia tanta ideia de como seria a receptividade do Malkaviano mas começava uma conversa um tanto casual. 


"Não poderia perder a chance de plantar uma isca no meio da conversa. Agora é esperar a curiosidade da Harpia em saber porque uma Brujah anarquista estaria fazendo comigo...Que o jogo comece rsrsrs..."

David mantinha um sorriso sínico na face, se ele não dissesse aquilo certamente não iria atrair a atenção da Harpia. Aos poucos David descobriria quem arranca mais informação de quem.

_________________
/  
Agradecimento a todos os players que gostam da minha narrativa  cheers clown cheers
Melhor Cronica Oficial  = 2008/2009/2010  - A Mascara de Vênus - Herança do Mal
Prêmio Narrador-Grão-Mestre = Por tempo de Narrativa Storyteller
Prêmio Pilar de Vegas = Por Coordenação da Cidade. 
Narrando no fórum desde 2005
avatar
Beaumont

Data de inscrição : 06/03/2010
Idade : 29
Localização : Aracaju/SE

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New York by Night - Não Confie em Ninguém

Mensagem por Undead King em Sex Dez 02, 2016 10:34 am

Bradley entrava no carro bruscamente, olhando para trás, buscando qualquer um suspeito - Annn..  Little Italy. Uma loja de roupas urbanas  - Ele se sentava inquieto.

O nome do bairro era a primeira coisa que tinha surgido na minha mente, talvez por que meu cérebro associava a situação ds tensão com a máfia, na época em que ela me caçou. Mas isso não importa agora, eu precisava sair daqui o mais rápido possível..  meu Deus, 1 noite em New York e eu já estava numa situação desgraçada! Mesmo assim, é melhor eu fingir ser o tal do Jonas Anderson até me encontrar com o Príncipe depois de amanhã, agindo como se eu não soubesse de nada.
avatar
Undead King

Data de inscrição : 03/07/2015
Idade : 19
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New York by Night - Não Confie em Ninguém

Mensagem por Lord_Suiciniv em Sex Dez 02, 2016 3:53 pm

Rian
PV 14
/14
FdV 6/7
- Esquizofrenia: Ver fantasmas  
- Veios Negros de diablerista
- Língua bifurcada de cobra
- Dia 3 - Noite de Quinta-Feira

2345
Vitalidade:

Escoriado......................[A]
Machucado................-1[A]
Ferido........................-1[A]
Ferido Gravemente....-2[A]
Espancado.................-2[ ]
Aleijado.....................-5[ ]
Incapacitado..................[ ]


Rian após mandar os mortais buscarem o carro como bons amiguinhos, ia se alimentar em outro apartamento, ao melhor estilo carniceiro do sabbath, ele então se prepara enquanto esperava a porta se abrir.

A porta então é aberta, por um homem negro, alto e musculoso, ele estava segurando uma garrafa de cerveja na mão, embora não parecesse estar bebado. - Em que posso ajudar? - Ele falava despretenciosamente. Mas o carateca louco não dava tempo ele falar mais nada, já fazendo um grande corte transversal no homem, o cortando feito faca quente na manteiga, fazendo o sangue jorrar pelas paredes como um artista conteporaneo macabro.

O corpo nem mesmo caia no chão e o vampiro já lhe da um chute para sair de seu caminho e segue para dentro da casa, ele olha para os lados em busca de outros membros daquela familia e encontra o filho do homem desesperado correndo para o seu quarto, porém o vampiro é mais rapido e pega a criança pela cabeça e a levanta do chão,enquanto o vampiro levantava a criança com a mão, tomava cuidado para não machuca-la com suas garras, até que ele a atira para o ar, e nesse movimento suas garras cortam a verticalmente do peito até a cabeça, com a outra mão de garras o vampiro corta o corpo ta criança ao meio, ainda no ar, mais uma vez tingindo as paredes e o chão de sangue vermelho.

Ele então entrava no quarto onde a criança estava tentando fugir, atrás de novas vitimas, mas ele não encontra absolutamente ninguém ali. Decepcionado ele parte para outro comodo, a suite do casal, e mas não vê ninguém, no entento quando já estava indo embora do quarto, ele ouve uma respiração aliviada, era o suficiente para que o vampiro desse meia volta e encontrasse uma mulher escondida, em desespero debaixo da cama.

Rian então se agaixava para ver a mulher, seu rosto choroso, e desesperado, ela implorava para que o vampiro a poupasse, mas aqui não era tocava mais o coração do sangue suga, ele segura a mulher pela cabeça, enfiando a garra de polegar no olho da mulher, e o dos demais dedos na base da cabeça e a arrancava dali, o corpo veio junto até certo ponto, mas quando ela já estava com a barriga para fora da cama, a sua cabeça não mais se conectava ao corpo ficando preso nas mãos do vampiro e fazem mais sangue manchar aquele lindo apartamento.

Imaginando que não havia mais ninguém naquele andar, o vampiro pega o corpo sem cabeça da mulher e começa a se alimentar bebendo o sangue que jorrava onde antes ficava a cabeça da mulher.

Após deixar a mulher sem sangue algum em seu corpo ele voltava a criança dividida ao meio e agarrava a parte debaixo de seu corpo, se alimentando do sangue que ainda existia naquela metade do corpo, e quando estivesse seco, atirava aquele pedaço de corpo longe, para pegar a parte de cima e fazer o mesmo até que estivesse completamente saciado.
avatar
Lord_Suiciniv

Data de inscrição : 17/10/2011
Idade : 21
Localização : Minha casa...

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New York by Night - Não Confie em Ninguém

Mensagem por Lord_Suiciniv em Sex Dez 02, 2016 8:28 pm

Arnald Bradley
PV 11/13
FdV 5/6
- Dia 2 - Noite de Quarta - Feira


 
0040

Rolagem de dados:
Bradley rolou 5 dados de 10 lados com dificuldade 7 para lembrar que resultou 1, 10, 10, 3, 1 - Total: 0 Sucessos

- É pra já! - Ele dava uma piscada para Arnald e começava a dirigir. De fato muita coisa havia mudado em NY, de modo que o vampiro já não reconhecia mais as ruas por onde o taxista passava.

A estrutura dos predios ia se modificando, e finalmente o carro parava na frente de um mini shopping. Porém não parecia haver nenhuma loja de roupas ali por perto, e das lojas voltadas para rua, não havia nenhuma de roupas. - Deu 15 dolares senhor. Tem uma loja la dentro chamada Tacco, vende umas roupas legais.
avatar
Lord_Suiciniv

Data de inscrição : 17/10/2011
Idade : 21
Localização : Minha casa...

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New York by Night - Não Confie em Ninguém

Mensagem por Lord_Suiciniv em Sex Dez 02, 2016 8:49 pm

David Hayter
PV 15/15
FdV 6/6
- Dia 3 - Noite de quinta- Feira

2333

Quando David chamava a atenção de trevor, o malkaviano dobrava o jornal de uma maneira perfeitamente igual, diferente de como se normalmente se dobra um normal, formando ali um quadro perfeito.

- É um habito ruim para a nossa especie esse seu. - Ele falava de maneira seria, mas com um sorriso divertido em seu rosto. [/color=#0099cc] - Desculpe, não tenho. É um prazer conhecer o astro da musica, David Hayter, pessoalmente. [/color] - Ele então esticava a mão para o vampiro e o convidava a sentar junto com ele.

- Não a vi por aqui não, sinto muito, mas não pude deixar de notar que você veio do andar da primigenie. gostaria de conversar a respeito? - Ele dizia com um sorriso interessado em seu rosto.
avatar
Lord_Suiciniv

Data de inscrição : 17/10/2011
Idade : 21
Localização : Minha casa...

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New York by Night - Não Confie em Ninguém

Mensagem por Undead King em Sab Dez 03, 2016 2:00 pm

O que 60 anos não fazem com uma cidade... O táxi passava por inúmeras ruas que eu sequer me lembrava que existiam, se dependesse exclusivamente de mim, me perderia facilmente, sendo uma presa fácil para qualquer um que quisesse me matar. A minha idéia persistia, a princípio o Príncipe tinha mandado alguém para me capturar, e o fato desse ataque ter sido tão perto do Elísio reforçava a minha crença. Ele deve achar que eu não sei que ele está por trás disso, o que me dá alguma vantagem de inocência, posso chegar no Elísio depois de amanhã fingindo não saber que ele fora responsável pelo ataque. Por isso era importante algum disfarce. Eu pretendia achar um Nosferatu, e se ele me reconhecesse eu estaria cerrado - Certo. Aqui está. Fique com o troco. - O Ventrue sacada uma nota de 20 dólares e abria a porta, mas, antes de sair, se lembrou que não tinha ideia de onde começar a procurar por um Nosferatu. Ah sim!  O senhor poderia me responder uma coisa? Sabe algum bom lugar na cidade em que eu poderia arrumar, como posso dizer... informação que não é para ser encontrada? - Arnald tentava usar a gíria das ruas. O taxista com certeza tinha uma clientela bem diversificada, e o Vetrue sabia que ele aprendeu com alguns clientes onde encontrar certas coisas na cidade. Depois da resposta, Bradley ia para o mini shopping a procura da tal loja.
avatar
Undead King

Data de inscrição : 03/07/2015
Idade : 19
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New York by Night - Não Confie em Ninguém

Mensagem por John Milton em Sab Dez 03, 2016 3:23 pm

Lord_Suiciniv escreveu:
Andrea Hollow
PV: 11/13
FdV 05 / 05
- Dia 7 - Segunda-Feira  a noite
0018

Para o azar da Lasombra aquele prédio não possuía um porteiro, e também não parecia que alguém da rua iria magicamente aparecer para abrir a porta para a moça plantada na frente da entrada.

Na verdade, as poucas pessoas da rua que viam aquela cena, provavelmente pensariam que a vampira estava ali para assaltar o prédio, ou algo parecido.

Na parede, ao lado da porta funcionava o interfone do prédio, um pequeno quadrado metálico que exibia apenas um visor verde, e um teclado numérico, para que o visitante digitasse o apartamento desejado, mais em cima do quadrado metálico, ficava a saída do som.

Andrea aguarda durante algum tempo aguardando que alguem aparecesse, sem lograr exito, no entanto.

Aquilo acabaria com seu fator surpresa...

Mas deveria chegar sem fazer muito estardalhaço...

Andrea se afasta do prédio procurando alguma escada de incendio que levasse ao andar do Cainita
avatar
John Milton

Data de inscrição : 13/10/2016

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New York by Night - Não Confie em Ninguém

Mensagem por Lord_Suiciniv em Dom Dez 04, 2016 4:27 pm

Arnald Bradley
PV 11/13
FdV 5/6
- Dia 2 - Noite de Quarta - Feira


 
0043

O taxista aceitava de bom grado a nota de 20 dolares e agradecia a generosidade de Bradley, mas quando é questionado a respeito das informações ocultas, ele começava a ficar claramente nervoso, gaguejava. - Er... d-d-desculpe senhor. E-e-eu não sei de nada disso... S-s-sou só um taxista.
avatar
Lord_Suiciniv

Data de inscrição : 17/10/2011
Idade : 21
Localização : Minha casa...

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New York by Night - Não Confie em Ninguém

Mensagem por Undead King em Dom Dez 04, 2016 5:15 pm

Arnald ficava intrigado com o nervosismo do taxista, afinal quem não deve não teme. O cainita falava com um tom de voz suave e calmante, não queria deixar o homem mais nervoso, isso só traria problemas no futuro, principalmente para quem estava sendo caçado pelo Príncipe - Ora, desculpe. É que realmente preciso dessa informação. Se o senhor não sabe...  sem problemas. Eu estava disposto a pagar 50 dólares pela localização desse tipo de lugar. - Arnald podia simplesmente usar a dominação no taxista, mas não queira deixar qualquer tipo de "marca" que pudesse ser rastreada.
avatar
Undead King

Data de inscrição : 03/07/2015
Idade : 19
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New York by Night - Não Confie em Ninguém

Mensagem por Rian em Dom Dez 04, 2016 5:32 pm

Após entrar naquele apartamento eu me entregava aos desejos da besta. Sangue, assassinato, gritos, pânico, sadismo... havia tudo ali. Eu havia me transformado em um monstro que se banhava no sangue de suas vítimas. Eu fazia uma verdadeira festa de horror e levava o pavor e a destruição a uma família. Como eu havia mudado em tão pouco tempo... Por um instante vejo Sheila, a minha primeira vítima, sentada no sofá olhando para as vítimas no chão e dizendo o quanto eu não me importava mais em matar. Eu já não sabia se era Sheila ou se era apenas fruto da minha imaginação.
- O que você quer, Sheila? Morrer de novo?
Eu já não me importava mais nem com a "presença" dela. Eu não daria ouvidos às suas palavras.
Eu precisava agora sumir com as provas do crime. Ou melhor... com o crime como um todo. Eu tirava as minhas roupas, ficando completamente nú. Jogava minhas roupas ali perto do fogão de cozinhar daquela cozinha e vestia roupas novas que estavam no guarda-roupa, provavelmente daquele sujeito que eu matei. Procuro por bebida alcóolica (whisky, vodka; cerveja não). Ele devia ter alguma coisa, afinal seu bafo fedia a álcool. Encontrando a bebida eu derramo tudo que eu encontrar do líquido sobre os três corpos, para garantir que eles queimariam melhor. Procuraria também por vela de parafina e fecho todas as janelas do apartamento, torando o ambiente o mais abafado possível. Em seguida aciono todas as bocas do fogão (sem acendê-las), para fazer o máximo de gás de cozinha vazar. Deixo uma vela acesa na sala, levo a chave comigo e tranco a porta. Feito isso eu corria escadas abaixo. Se possível, gostaria de assistir à explosão lá de baixo, ao lado do carro de meus futuros lacaios.

_________________
                                                                
avatar
Rian

Data de inscrição : 30/09/2014
Idade : 33
Localização : Goiânia

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New York by Night - Não Confie em Ninguém

Mensagem por Askalians em Dom Dez 04, 2016 11:40 pm

 Lisandra Eckhart

Quando conseguiu finalmente sair e observou a mansão em chamas, não pôde negar que a visão era horrívelmente e preocupante, principalmente quando olhou para os lados e viu empregados da mansão, mas não Jorg. Aquilo era preocupante demais... alarmante até... Onde estaria!? Será que teria se salvado!?

Tentou então se aproximar de alguns empregados para perguntar sobre Jorg e tentar ter alguma notícia.

"Não pode ter ficado preso alí dentro... não pode..."

A cada instante que essa ideia lhe passava pela cabeça, sentia dor no seu peito, por mais que nada mais batesse alí dentro, sentia dor...
avatar
Askalians

Data de inscrição : 21/02/2016
Idade : 31
Localização : Che Moi

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New York by Night - Não Confie em Ninguém

Mensagem por Lord_Suiciniv em Seg Dez 05, 2016 8:55 pm

Arnald Bradley
PV 11/13
FdV 5/6
- Dia 2 - Noite de Quarta - Feira


 
0045

- D-d-Desculpe senhor, eu realmente não sei... - O taxista ficava tremendo, e então respirava fundo e se posicionava direito novamente em seu banco.

- EU peço que se retire senhor, preciso voltar pra casa, pra minha familia. - Ele falava rapidamente, sem nem mesmo olhar pra trás.
avatar
Lord_Suiciniv

Data de inscrição : 17/10/2011
Idade : 21
Localização : Minha casa...

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New York by Night - Não Confie em Ninguém

Mensagem por Lord_Suiciniv em Seg Dez 05, 2016 9:01 pm

Rian
PV 14
/14
FdV 6/7
- Esquizofrenia: Ver fantasmas  
- Veios Negros de diablerista
- Língua bifurcada de cobra
- Dia 3 - Noite de Quinta-Feira

2350
Vitalidade:

Escoriado......................[A]
Machucado................-1[A]
Ferido........................-1[A]
Ferido Gravemente....-2[A]
Espancado.................-2[ ]
Aleijado.....................-5[ ]
Incapacitado..................[ ]

Rian então procurava no apartamento os materiais necessários para fazer aquilo tudo ir para os ares. Ele levava alguns minutos para reunir tudo que era necessario, mas conseguia encontrar o necessário.

Após abrir as bocas do fugão ele ia embora do apartamento, correndo para não ser pego no fogo cruzado, quando ele atravessava a porta, do predio para chegar na rua, ouvia um grande estrondo e sentia o impacto da explosão, que quase o derrubava.

Uma bola de fogo saia pela varanda do predio atirando varios moveis incendiados e até mesmo um pedaço de um corpo. Mais precisamente uma cabeça chamuscada e deformada, que caia bem proximo de onde o vampiro se encontrava.

O vampiro então satisfeito com aquela cena corria para dentro do carro de seu carniçal. Carlos estava no volante, ele pisava fundo para fugir daquele inferno, por não queria ser pego no fogo cruzado.
avatar
Lord_Suiciniv

Data de inscrição : 17/10/2011
Idade : 21
Localização : Minha casa...

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New York by Night - Não Confie em Ninguém

Mensagem por Lord_Suiciniv em Seg Dez 05, 2016 9:04 pm

Liz Eckhart
PV 4/13
FdV 4/6
- Dia 5 - Noite de Sabado

0040
Vitalidade:
Escoriado......................[A]
Machucado................-1[ ]
Ferido........................-1[ ]
Ferido Gravemente....-2[ ]
Espancado.................-2[ ]
Aleijado.....................-5[ ]
Incapacitado..................[ ]

Lisandra perguntava a varios empregados que estavam morrendo de medo observando aquela cena, mas nenhum havia visto Jorg ali no jardim, ninguém sabia aonde o patrão estava.

Liz consegue ver um caminhão dos bombeiros descendo a rua em alta velocidade, logo ele estaria ali para controlar aquele fogo que tomava conta da mansão do ex principe
avatar
Lord_Suiciniv

Data de inscrição : 17/10/2011
Idade : 21
Localização : Minha casa...

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New York by Night - Não Confie em Ninguém

Mensagem por Askalians em Qua Dez 07, 2016 8:58 am

 Lisandra Eckhart

Quando o caminhão dos bombeiros parasse e começasse apagar o fogo ela preguntaria sobre Jorg, para que tentassem encontrar agum sinal dele dentro daquela casa.

A situação era preocupante e na certa aquele fogo foi causado por alguém, ao invés de um simples acidente. Não parecia ser acidente pelo menos...
avatar
Askalians

Data de inscrição : 21/02/2016
Idade : 31
Localização : Che Moi

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New York by Night - Não Confie em Ninguém

Mensagem por Undead King em Qua Dez 07, 2016 9:13 am

Ok, ok camarada, só fiz uma pergunta..  eu vou embora. Mas só peço que não comente com ninguém sobre mim. Se mudar de ideia..  - Arnald deixava a nota de 50 no banco, o cainita ainda achava que aquele homem sabia das coisas, afinal qual era o motivo para ele ficar tão nervoso se não sabia de nada?
Bradley seguia para a loja, pelo visto ele teria que procurar pela cidade às  cegas.
avatar
Undead King

Data de inscrição : 03/07/2015
Idade : 19
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New York by Night - Não Confie em Ninguém

Mensagem por Lord_Suiciniv em Qua Dez 07, 2016 2:17 pm

Liz Eckhart
PV 4/13
FdV 4/6
- Dia 5 - Noite de Sabado

0040
Vitalidade:
Escoriado......................[A]
Machucado................-1[ ]
Ferido........................-1[ ]
Ferido Gravemente....-2[ ]
Espancado.................-2[ ]
Aleijado.....................-5[ ]
Incapacitado..................[ ]

Os bombeiros ficam cerca de 30 minutos apagando o fogo, neste meio tempo houve varias expedições para dentro da casa para tentar resgatar quem ainda estivesse preso la dentro, ao todo eles conseguiram encontrar 6 pessoas com estados de ferimentos variados, alguns estavam bem, apenas tontos, outros mal estavam vivos, no entanto, nenhum sinal de Jorg dentro da casa.

Quando o fogo se apagou completamente, a casa já estava toda destruida, pouca coisa dava para salvar ali, ela provavelmente precisaria ser demolida e levantada novamente.
avatar
Lord_Suiciniv

Data de inscrição : 17/10/2011
Idade : 21
Localização : Minha casa...

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New York by Night - Não Confie em Ninguém

Mensagem por Lord_Suiciniv em Qua Dez 07, 2016 2:35 pm

Arnald Bradley
PV 11/13
FdV 5/6
- Dia 2 - Noite de Quarta - Feira


 
0050

Rolagem de dados:
Bradley rolou 3 dados de 10 lados com dificuldade 6 para perceber que resultou 7, 10, 7 - Total: 3 Sucessos

Arnald deixava o dinheiro no banco de trás e saia do veiculo, estranhando o motivo do homem estar tão nervoso. Ficava um tanto insatisfeito por ter que procurar na cidade as cegas, mas parecia que aquele seria o jeito.

As ruas naquele bairro estavam um pouco mais vazias, mas aparentemente tinha movimento dentro do mini shopping, ele então entra no predio e começa a procurar pela loja indicada pelo taxista nervoso.

Enquanto caminhava, o vampiro percebia que dois homens, vindos cada um de uma direção diferente, vinham em sua direção, eles tentavam se misturar com a multidão, mas aparentemente não conseguiam bem fazer isso.
avatar
Lord_Suiciniv

Data de inscrição : 17/10/2011
Idade : 21
Localização : Minha casa...

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New York by Night - Não Confie em Ninguém

Mensagem por Rian em Qua Dez 07, 2016 9:28 pm

Eu corria para não ser pego pelo fogo. Já lá embaixo, chegando no carro eu ouvia o estrondo e quase me desequilibrava.
"- Ai droga!! Não imaginava que a explosão seria tão forte assim!".
Uma cabeça voava pela janela e caía próximo de mim. Contudo, eu a olhava com indiferença.
" - Bah! Só um pedaço de carne para os cães e os gatos da vizinhança se servirem. Bom que já está no ponto! O fogo é tanto um inimigo terrível capaz de nos levar ao medo vermelho bem como um aliado útil nessas horas, capaz de varrer as evidências de um crime. Ninguém jamais saberá como essas pessoas morreram, exatamente, bem como que estavam sangue..."
Se eu tivesse um óculos escuro, com certeza iria colocá-lo agora, após olhar para a cabeça torrada, e seguiria em frente com um sorriso no rosto.

Entrava no carro e dava o fora dali. Agora era só curtir a viagem ao lado de meus possíveis novos servos.

_________________
                                                                
avatar
Rian

Data de inscrição : 30/09/2014
Idade : 33
Localização : Goiânia

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New York by Night - Não Confie em Ninguém

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 40 de 41 Anterior  1 ... 21 ... 39, 40, 41  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum