LAS VEGAS - O CONDADO DE CLARK - 01 Grande Las Vegas & Mojave Norte

Página 3 de 10 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: LAS VEGAS - O CONDADO DE CLARK - 01 Grande Las Vegas & Mojave Norte

Mensagem por @nDRoid[94] em Dom Fev 28, 2016 9:52 am

A dor ia se tornando suportável com o passar do tempo. Apesar da vitae rala, o sangue do feiticeiro ainda produzia milagres que a medicina mortal duvidaria se visse. Apoiado sobre uma das paredes metálicas, ele se ergue, aproveitando para adquirir um pouco de ciência sobre aquele local desconhecido. Havia sido uma tacada no escuro, mas de fato tudo ali era um grande organismo tecnológico.

Ele conseguia ver o que antes era uma cidade contemporânea se tornar em uma urbes futurista e cheia de suposições. Malik duvidava que os seres humanos sobrevivessem mais tanto tempo naquele planeta a ponto de criarem aquilo. Eram criaturazinhas miseráveis que se matavam pouco a pouco. Felizmente, o Tremere estava tendo a oportunidade de conhecer tudo aquilo.

O acólito observava os receptáculos de metal voadores quando seu olhar se prendeu em algo muito mais incrível. O que diabos eram aquelas cyber-aranhas? Seriam elas as criaturas que substituiriam os humanos naquele futuro? Elas pareciam muito mais organizadas que eles próprios, o que poderia justificar isso. Estava maravilhado com as articulações daquelas criaturas. Até que sente um peso em seu peito sendo convertido numa rubra esfera em suas mãos. Aquilo era sangue, provavelmente feito pelos ritos Tremere. O tecnocrata o consome, levando  o combustível diretamente para as feridas, curando-as mais um pouco¹. Alguns ossos a mais se regeneravam e ele sentia que poderia movimentar seu ombro direito em paz agora.

Habernas fala sobre o cuidado com a quantidade de vitae que se tinha e o jovem apenas assente  com a cabeça, entendendo o recado. Ele também revela as diferenças que aquele local havia tido. O reino cybernético havia se modificado, provavelmente tinha algo relacionado com a Tempestade Espiritual. O acólito tinha muitas dúvidas, mas sabia que aquele homem tinha pressa. Então ele se resume a apenas algumas perguntas:

-
E qual a nossa rota de fuga? Eu percebi que alguns edifícios tem porta por reconhecimento por contato, mas acho muito arriscado invadir um deles... Hum, creio que essas aranhas não estão aqui por simples razão, estou correto? Elas parecem serem as guardiãs desse local...

Rami dava uma boa olhada ao seu redor, mais uma vez. Eles precisavam agir o mais rápido possível antes que qualquer coisa daquele reino notasse que eles não era naturalmente dali e dessem um jeito de expulsá-los de lá.
__
¹Uso de um pds para curar ferimentos.
avatar
@nDRoid[94]

Data de inscrição : 22/07/2010
Idade : 22
Localização : Saint Étienne, França

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LAS VEGAS - O CONDADO DE CLARK - 01 Grande Las Vegas & Mojave Norte

Mensagem por Beaumont em Dom Fev 28, 2016 11:38 am

Beaumont escreveu:
POST FEITO NA ULTIMA TERÇA FEIRA

Beaumont escreveu:Dimitrius De La Court
PDS 9/10
FDV 8/8  
Vit Completa


Gabinete de Bugsy Siegel

Era certo que Demitrius estava diante do regente de Vegas, um território gigantesco nas mãos de apenas um homem. Quantos já cairam em razão de não saberem lidar com o poder em suas mãos.  O tremere era audacioso, como uma mosca, pequenina ele atazanava o ambito do vampiro ancião com uma unica frase : 


Me parece um quadro um tanto oportuno para você.



Bugsy Sigel : - É claro que terei o seu apoio ! 

Os olhos de Bugsy não eram comuns. Mais uma vez aquela sensação de estar olhando para uma aparição demoníaca lhe vinha a mente. Ficar tão próximo assim do príncipe não lhe parecia uma boa ideia naquele momento. 


Bugsy Siegel Olhar aterrorizante Diff 10(Rac+Coragem de Dimitrius) = ???

Seus olhos se encontravam um do outro. Demitrius assentia com a cabeça em um puro gesto de submissão ao Regente. Mas o mais impressionante é que no fundo. Demitrius não nutria qualquer medo vindo por parte do regente. O vampiro já havia passado por muita coisa e aparentemente coerção está longe de ser algo a abalar a vontade do Tremere. 

Bugsy Siegel : - Escolheu bem suas respostas De La Court. No momento certo que precisar de mim, eu estarei disposto a "lavar as suas costas" 

O vampiro então dava um sinal a porta. Aquele velho parecia estar atrás da porta ouvindo cada sílaba da conversa, carregava um bandeja de prata pura que iluminava com o reflexo da luz. Em seu interior havia um celular azulado enrolado em um pano de mesma cor. 

Bugsy Sigel : - Este aparelho tem diversos números em seus contatos, nenhum é de verdade. Quando precisar falar comigo escolha o contato "Blue Lion" entre os vários nomes. Sempre que receber uma mensagem minha apague imediatamente está é a única chance que te darei. Não perca !

Stanislav Nothingam 
PDS 10/14
FDV 8/8  
Vit Completa

Rebecca Delorde
PDS 12/13
FDV 7/7
Vit Completa

OFF: Olá Bem Vindos Trupe de Feiticeiros, é uma honra recebe-los em meu jogo mas peço que prestem atenção ao jogo quando envolver mais de um player na mesma cena para não se confundirem okay !? Thx ! Bons jogos.


A Grande residência de Bugsy Siegel parecia estar livre de segurança Avançar pelo território de Bugsy não era uma tarefa muito complicada, não havia qualquer segurança a não ser as cameras que pareciam lhe dar permissão para trafegar. Rebecca chegava aparentemente no meio de algo importante. Uma reunião ? Talvez...

O Vampiro Tremere Stanislav chegava na residência por volta das 22 horas e alguns minutos. A grande casa estava exatamente como na primeira noite na qual ele realizara sua apresentação. O taxista então diz. 

Taxista : - Nossa não pensei que alguém morasse nessas propriedades, o Sr. Possui uma bela casa ! - Dizia um senhorzinho maroto de poucos cabelos e óculos enormes para Stanislav. 

Os portões da casa se abriam quase que no mesmo momento em que Stanislav chegava, dando uma impressão de que ele já estava sendo aguardado. 

 Stanislav seguia pela grande porta até o Hall da mansão, a porta estava aberta e ao abri-la o ranger não parecia incomodar ninguem. Será que a casa estava abandonada ? 

Não, enquanto caminhava sutilmente pelo Hall da grande e misteriosa mansão ele se deparava com uma bela mulher que tambem se espantava com a sua chegada. Seus olhos se arregalavam e aquele fino rosto se adequava ao local



 Antes que eles iniciassem um dialogo eles ouviam o  som de uma conversa na sala de jantar, a porta entre aberta revelava 3 pessoas, mas era difícil ver com detalhes quem era. Uma delas aparentemente parecia ser o Regente Siegel pela voz característica que possuía.  

_________________
/  
Agradecimento a todos os players que gostam da minha narrativa  cheers clown cheers
Melhor Cronica Oficial  = 2008/2009/2010  - A Mascara de Vênus - Herança do Mal
Prêmio Narrador-Grão-Mestre = Por tempo de Narrativa Storyteller
Prêmio Pilar de Vegas = Por Coordenação da Cidade. 
Narrando no fórum desde 2005
avatar
Beaumont
Administrador
Administrador

Data de inscrição : 06/03/2010
Idade : 29
Localização : Aracaju/SE

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LAS VEGAS - O CONDADO DE CLARK - 01 Grande Las Vegas & Mojave Norte

Mensagem por Detective Comics em Dom Fev 28, 2016 12:11 pm

Uma viagem dentro d'um conteiner de navio mercante só pra depois trocar porma caixa de madeira em um trem trans-continental... minha credibilidade deve estar em baixa.

Alugo um sedan parecido com os sedans comuns da cidade, pretendia parecer discreto mas é difícil ser discreto onde só há ricaços torrando dinheiro, cafetões gangstars em carros de calotas douradas e artistas e milhões de Elvis Presleys... todo tipo de gente desequilibrada. Bom, com sedan pelo menos me misturo com os empregados.

Dirijo até uma loja de conveniencia e compro maços de cigarros e depois os boto no balcão como cartas de tarô, me concentro e começo virar cada um exibindo a figura anti-tabagista que vinham atrás. (me diz que imagens os maços pssuem)

Levanto e continuo dirigindo até a maldita reunião do príncipe idiota.
avatar
Detective Comics

Data de inscrição : 22/08/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LAS VEGAS - O CONDADO DE CLARK - 01 Grande Las Vegas & Mojave Norte

Mensagem por R.Gato em Dom Fev 28, 2016 12:26 pm

_Como eu havia dito, sou um nômade, não fico por muito tempo nas cidades, gosto de explorar novas regiões.

Crow estava em uma situação complicada onde qualquer deslise poderia condená-lo a morte, sua mente funcionava a uma velocidade surpreendente; juntado todas as informações que sabia sobre o oculto o neófito as relembra para que pudesse mentir com mais convicção. Ele podia sentir seu cérebro pulsando, o jovem Nosferatu tentava ser o mais sagas possível para passar por esse interrogatório sem se enterrar mais ainda em merda e principalmente não colocar em risco o circo, seu primeiro refugio onde realmente se sentia aceito por todos. A partir de agora, todos seus gestos, falas, trejeitos seriam pensados para que pudesse se livrar dos interrogadores.

_Me perdoem os trajes, usava eles para não sujar minhas roupas de areia enquanto vagava pelo deserto – retira os trapos e coloca-os em uma cadeira, revelando uma vestimenta mais comum embaixo dos panos rasgados que antes vestia e logo retoma a conversa.


Sua verdadeira intenção era deixar algum item que facilitasse seu rastreamento se alguém do circo viesse investigar mais tarde.

_São muitas perguntas , haha – sorri com tranquilidade, demonstrando estar à vontade e logo, nada a temer ou esconder (gastar pfv caso haja um teste de performance mau sucedido)

_Argh, não gosto de contar essa história, me sinto um pouco patético – tenta se mostrar envergonhado para justificar algum desconforto enquanto conta a mentira – Meu mentor desapareceu dois dias depois de minha criação, não tive contato quase nenhum, ele apenas me ensinou o básico como a máscara, nem mesmo os clãs me foram apresentados. Não sei se ele foi assassinado ou apenas se arrependeu de ter me criado mas nem mesmo seu clã eu sabia. Com minhas viagens nos últimos meses eu acabei descobrindo que sou um Toreador, quando um membro me tirou de frente a um quadro que eu estava fascinado admirando a horas e me explicou que essa era a fraqueza. Antes que perguntem, não sei quem ele era. Desde então vago pelas cidades tentando aprender mais sobre esse novo mundo que me foi apresentado. A, e minha geração...sinto que estou por volta da 11ª

Tentando tirar a atenção para qualquer buraco que havia deixado na história desviando a atenção do assunto principal, Crow encerra sua resposta dando enfase a sua "gafe" – Oh me perdoe, tem muito tempo que não falo com membros, acabei excedendo já que posso falar sobre qualquer coisa com vocês – sorri um pouco sem graça (gastar pfv caso haja um teste de lábia mau sucedido )


Última edição por B.B.Wolf em Dom Fev 28, 2016 4:18 pm, editado 1 vez(es)
avatar
R.Gato

Data de inscrição : 08/07/2015
Idade : 26
Localização : Belo Horizonte

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LAS VEGAS - O CONDADO DE CLARK - 01 Grande Las Vegas & Mojave Norte

Mensagem por @nonimous em Dom Fev 28, 2016 12:37 pm

- Não é minha, é de um amigo. Diz Stanislav par o taxista.

Em seguida desde pagando o motorista.
- Fique com o troco. 

Em caminha até a propriedade, com a abertura dos portões ele segue vagarosamente, sabe que aquilo poderia ser complicado, e ainda tinha que ir no Laquinta. Aqui definitivamente não seria rápido, ou talvez seria.

Ele usa seu dom de concentrar o sangue, precisava de uma geração mais baixo no intuito de não ser dominado.
Potencia do sangue.:
Potência do Sangue + dois dados do Talismã.
2 horas e o resto em geração.
Ao visualizar o Príncipe ele caminha em sua direção.
- Meu príncipe, solicito uma audiência com o senhor, não quero desmerecer os demais, mas preciso falar com o senhor.
avatar
@nonimous

Data de inscrição : 01/06/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LAS VEGAS - O CONDADO DE CLARK - 01 Grande Las Vegas & Mojave Norte

Mensagem por Black Thief em Seg Fev 29, 2016 12:09 am

Rebecca adentrara na mansão sem maiores dificuldades, parecia que já era esperada de alguma forma pois os portões de prata abriram-se sem muitos rodeios como identificação. Não sabia dizer se se impressionava ou se decepcionava, mas aguardava até o final daquela visita para poder tirar alguma conclusão, ou não.

A vampira passou com sua Mercedez até chegar no estacionamento interno, ou qualquer outro local que ela poderia estacionar o carro, suas armas se mantinham no próprio carro. A feiticeira francesa então trancou o mesmo e passou observando o ambiente agradável porém excêntrico da mansão do Ventrue. Para Rebecca, aquele ar de casa mal assombrada de um filme clássico de vampiro era bem interessante, mas levando em conta que se tratava de um Ventrue... A francesa soltou uma leve risada debochada... Bem que diziam que Bugsy estava ficando louco, e embora Rebecca conhecesse muito bem a loucura de perto, não conseguia deixar de admitir que deve ter dado ao Ventrue um requinte interessante.

A vampira observou a fonte do anjo por breves segundos, divertindo-se com o que via, por fim passou pelo resto do jardim vendo que as rosas vermelhas eram as únicas cores vivas e quentes do local.

A Tremere finalmente adentrou a mansão, um hall, observou tranquilamente, sua expressão era de uma jovem menina curiosa, e ela chega até a se impressionar um pouco quando vê um outro homem entrando na mansão, logo após ela. Rebecca o fitou, imediatamente observou sua palidez característica dos Membros, embora isso não fosse nenhum tipo de prova, mas as circunstância davam muito a levar que de fato era um cainita. Antes que Rebecca pudesse cumprimentá-lo, a mansão vazia dava espaço para um conjunto de vocês vindo de uma das portas daquele lugar vazio e abandonado, pareciam que tinham três pessoas atrás daquela porta, Rebecca primeiramente pretendia cumprimentar o recém-chegado, mas antes que pudesse, o mesmo disparou em sua frente para a direção onde a sala do Príncipe fora, ignorando completamente a Tremere. Era bom que aquele Membro fosse alguém de muito Status para ter a liberdade de ignorar assim um membro desconhecido, ou que já soubesse que a feiticeira francesa ainda era alguém que não detinha nenhum poder, caso contrário era um verdadeiro palerma sem modos que estivesse lidando com um vampiro mais velho e de mais Status seria ridicularizado na frente do Príncipe sem piedade.

Rebecca apenas seguiu o Membro apressado. Primeiramente pediu licença com sua encantadora voz de forte sotaque francês, e assim que fora concebida, ela adentrou no mesmo cumprimentando com um "Boa noite" primeiramente o Príncipe, em seguida o cainita já falando com o Principe, o outro homem velho que imaginara que fosse o gado, embora este não merecesse qualquer consideração de um ser superior, e por ultima, se fosse lhe dado a chance, o vampiro que acabara de chegar com ela.

A francesa não falou mais nada, apenas aguardou que o cainita sem educação alguma exibisse cada vez mais a sua falta de modos, e se não fossem as circunstâncias desfavoráveis, ela soltaria uma leve risada de deboche bem provocativa. Não era nenhuma socialite mas sabia identificar algumas gafes sociais quando via. Apenas manteve-se a observar os comportamentos em sua expressão tranquila e serena, como uma boa menina faz ao esperar os adultos terminarem de falar para então ter a palavra e por fim, fazer o que viera fazer.
avatar
Black Thief

Data de inscrição : 11/02/2011
Idade : 24

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LAS VEGAS - O CONDADO DE CLARK - 01 Grande Las Vegas & Mojave Norte

Mensagem por Beaumont em Seg Fev 29, 2016 5:58 am

Considerações de players e sub cenário

obs : caso um player fique mais de 10 sem postar eu darei seguimento para que outro nao fique esperando espero compreensão afinal ha muitos players esperando então procurem não engolir sapo

gabinete de bugsy siegel

Demitrius Delacourt
Stanislav Nothingham
Rebecca

Bellagios Elysium

Tristan Thorn

La Quinta Motel

Rezek
Walter Banes

Cyber Reign

Remi Malik

Pionner Club

Cassandra Almodova

Pandora club

Wood Crow

_________________
/  
Agradecimento a todos os players que gostam da minha narrativa  cheers clown cheers
Melhor Cronica Oficial  = 2008/2009/2010  - A Mascara de Vênus - Herança do Mal
Prêmio Narrador-Grão-Mestre = Por tempo de Narrativa Storyteller
Prêmio Pilar de Vegas = Por Coordenação da Cidade. 
Narrando no fórum desde 2005
avatar
Beaumont
Administrador
Administrador

Data de inscrição : 06/03/2010
Idade : 29
Localização : Aracaju/SE

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LAS VEGAS - O CONDADO DE CLARK - 01 Grande Las Vegas & Mojave Norte

Mensagem por Tristan Thorn em Seg Fev 29, 2016 7:52 am

Com o passar dos anos, tudo se tornava cada vez mais monocromático e fantasmagórico, na medida em que olhava pelos arredores, notava o quão maculado o cenário já estava. Depois de tudo que viveu e superou, não poderia acabar morto diante o plano da Dama Risonha. Abaixou a face lentamente para baixo, enquanto imensuráveis pensamentos de derrota brotavam na própria mente. Cerrou o punho, ainda trêmulo pela excitação, amargura e temor de toda a guerra que o circundava. “A diferença entre os fortes e os fracos é que nós, sempre arrumamos um método para sobreviver, desistir jamais será uma opção”, pensou, enquanto um largo sorriso lhe cortava a face.

- Não, Camilla. Separar apenas nos deixa vulneráveis, você ficará comigo – decreta o Ceifador, segurando-a pelo braço. - Chegaremos em menos de um segundo lá em cima e, por fim, finalizaremos o plano. Voltaremos juntos! – as palavras de Thorn denotavam firmeza e convicção.

Num estalar de dedos, ordenou que Timbour agisse. Ele se movia a mais de 1.600km/h, subir 48 andares daria menos de 1 segundo. E assim o fez, usando a velocidade sobrenatural para chegar, finalmente, ao último andar do Bellagios. Com o controle em uma das mãos e a Colt Dourada em outra, olhou para Camilla com profundidade.

- Aqui estamos! Posso apertar? – indaga o imortal. O olhar de Tristan estava aberto, lascivo, apreensivo e, fatalmente, insanamente excitado para explodir tudo. Se a resposta de Camilla fosse “sim”, apertaria o botão do controle sem pensar duas vezes, executando o plano com maestria.

BOOOOOOOOOOOOOOOMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMM!!

- Valérius! – após a explosão, deu alguns passos para frente, saindo das sombras para se aproximar do Renegado, juntamente com Camilla (ou não, de qualquer forma, Thorn agiria com ou sem ela). - Eu explodi tudo, conforme o plano do Senhor, Camilla me entregou o controle. Está feito – encarou Valérius, lhe prestando uma reverência com a face. - Eu interroguei alguns e me disseram que o objetivo dos Gigantes era nos confinar aqui dentro, para obrigá-lo a sair. Depois, falaram algo que achei muito interessante – o Necromante faz o sinal com os dedos de “abre aspas”. - Valérius não será tão forte quando enfrentar outro da própria espécie. Os vampiros podem ser mais fortes do que se imaginam, não é mesmo? – por fim, fez o sinal de “fecha aspas”. - Quer dizer que existe um Cainita com a Dama Risonha, é isso mesmo que eu entendi? Está na hora de revelar a verdade por trás desse ataque – vocifera o Ceifador, dando um soco na parede.


Última edição por Tristan Thorn em Seg Fev 29, 2016 7:24 pm, editado 1 vez(es)

_________________




Temple of the evil, Temple of the weak
no one knows how bad he feels
Late-night innuendo, temptation of the key
"Live with the Blacksheep, live with me"
avatar
Tristan Thorn

Data de inscrição : 19/03/2010
Localização : Veneza

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LAS VEGAS - O CONDADO DE CLARK - 01 Grande Las Vegas & Mojave Norte

Mensagem por Outis em Seg Fev 29, 2016 11:20 am

@Condominio Bellagio Bolgadash...

Las Vegas... Eu vim aqui duas vezes enquanto estava na universidade, mas o que vi, vivi e aprendi aqui não vai me ajudar em nada no que realmente acontece por aqui quando se trata do Mundo das Trevas. Porque será que Sam¹ me enviou para cá? E melhor ainda, porque tenho que me incluir na politica local? Espero respostas logo, ela foi muito misteriosa, mas eu jamais diria não para ela, vou dar o máximo sempre.

"Esse convite supostamente vai me colocar dentro do Elísio, veremos..."

Com o convite em mãos adentro o Hotel e logo procuro alguma funcionária para me direcionar.

— Olá, tenho um convite porém não sei exatamente onde ir, será que a senhorita poderia me ajudar? - Digo com um sorriso cordial no rosto.



¹. Sam é a Sire do personagem.

_________________

Só pode ser os nóia!
avatar
Outis
Administrador
Administrador

Data de inscrição : 24/04/2010
Idade : 26
Localização : Califa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LAS VEGAS - O CONDADO DE CLARK - 01 Grande Las Vegas & Mojave Norte

Mensagem por Beaumont em Seg Fev 29, 2016 9:01 pm

Beaumont escreveu:Walter Banes
PDS 12/13
FDV 7/7
Vit Completa

Rezek 
PDS 12/13
FDV 8/8
Vit Completa

OFF : Sejam Bem Vindos qualquer coisa podem me mandar PM ou Whats. 

La Quinta Motel 

Walter havia chegado no La quinta. Já estava na cidade há algum tempo e nos meses que se passaram havia se reunido com um grupo pequeno de Tremeres para investigar os eventos da tempestade, em seu computador ainda havia registros de estranhos eventos que ocorreu no Mojave. Aparentemente finalmente a Pontifex havia tomado partido sobre o assunto. 

Para Rezek era uma noite costumeira do mês de Fevereiro, o Frio estava começando a dar lugar a primavera do novo ano. Não nasciam muitas flores no deserto do Mojave, a unica coisa bela naquele estacionamento era o seu próprio carro que por incrível que parecesse era o mais chamativo de todos que estavam no estacionamento do velho Motel. A loja de Conveniências fazia parte das propriedades do Motel nas cartelas haviam as 3 imagens seguintes. 

Spoiler:

O jovem Tremere e um homem de Chapéu adentravam no estabelecimento quase que no mesmo tempo se dando conta de que lá fora o local era menos luxuoso do que em seu interior. 
Um Motel de 3 estrelas não deveria ter tanta classe. Tudo era perfeitamente limpo e arrumado Banes era rico o suficiente para se sentir confortável e ao chegar na recepção se deparava com uma bonita moça . Já para Rezek era o mesmo desperdício de dinheiro de sempre.



Recepcionista : - Sr. Banes se está marcado para a reunião com Lord Villius, mas terei de fazer um pedido antes, apenas o procedimento padrão. Nome completo, geração e Sire Sr ? Quanto ao Sr. Preciso que realize o mesmo procedimento, ordens da Família. 

É claro que os olhos da mulher não deixaria Banes assim tão fácil. Ela delicadamente segurava a mão de Banes com o intuito de pressionar contra uma agulha. Aparentemente para realizar algum tipo de medida de prevenção. O Clã Tremere precisava ser bastante precavido naqueles tempos. Rezek observava a moça com olhos investigativos e se prestasse muita atenção ambos veriam que a Iris dos olhos da mulher era em forma de Quadrado com uma seta apontando para a área superior direita de forma bem discreta. 

avatar
Beaumont
Administrador
Administrador

Data de inscrição : 06/03/2010
Idade : 29
Localização : Aracaju/SE

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LAS VEGAS - O CONDADO DE CLARK - 01 Grande Las Vegas & Mojave Norte

Mensagem por Beaumont em Seg Fev 29, 2016 9:16 pm

Cassandra Almodova
PDS 14/15
FDV 8/10
Vit: Completa

Pionner Club

As ações de Anne estavam realmente diferentes. A Abstinência e o desejo pelo sangue de Almodova eram latentes na expressão dos atos de Anne, ela já não era mais a mesma mulher centrada de antes o poder ou a falta do sangue sangue era um vício capaz de manipular os mais fortes dos mortais. apesar de Cassandra perceber que Anne estava completamente ao seu dispor em contra partida aquele homem dificultava sua vida, ela olhava para os dois homens altos e negros a sua frente e podia ver a possibilidade da resolução de seus problemas mas...

- O Sr. Duke pode resolver qualquer problema! Mas apenas se estiver disposta a pagar. 

Sim. Lidar com vampiros era uma linha de mão dupla e se caso Cassandra usasse da ajuda do tal "Duke" certamente ele iria querer algo em troca. Os homens fechavam as mãos estalando os dedos e com um sorriso de presas avantajadas, certamente o modo como eles iriam lidar com a situação era bem ao estilo brutal. Cassandra pensava se era melhor ir embora e deixar as coisas como estavam ou se poderia contar com a ajuda dos "homens" de Duke. Cassandra ainda precisava arrumar um jeito de descobrir o tão estranho segredo de Mezzaluna. 


Rami Malik
PDS 8/12 (Temporariamente)
FDV 6/7  
Vit  - 1 Ferido Letal 
Geração 11 por 1 Hora ???

A pergunta de Rami servia apenas para alimentar um intimo temor em Habernas. Ele não parecia muito contente com a indagação do vampiro. 

Habernas : - Como é ? Como assim qual é a nossa rota de fuga ? É você quem vai nos tirar daqui, eu só sei como entrar !! Eu te disse que a única vez que eu vim aqui foi através da projeção psíquica, voltei me reconectando com meu corpo em torpor mas nunca vim para este reino com a minha carne. Estamos presos aqui até encontrarmos a fenda para nos levar até a camada mais próxima do nosso plano. Pensei que você soubesse disso, mas de qualquer forma qualquer lugar é melhor do que passar o resto da vida confinado em um calabouço em Las Vegas. 

Malik parecia que ainda não havia percebido que ele era o guia dos dois agora. Habernas era um ancião mas sobre tecnologia não sabia tanto quanto Masika. Certamente ela já havia estado por ali, e algumas das conversas de Masika faziam um pouco de sentido agora. 


"Ohhh Malik os Anciãos estão tão assustados com toda essa velocidade com a qual a humanidade percorre que parece que esqueceram que nós detemos o controle sobre toda essa evolução. Nós somos a evolução Malik e logo você controlará a cyber-informação. Causará inveja por onde passar..."

Sim Masika tinha um lado prepotente e pretensioso toda vez que ela mencionava suas habilidades e as de Remi. De fato ambos eram dotados de um grande raciocínio tecnológico. Mas o que ela quis dizer com aquelas palavras ?

_________________
/  
Agradecimento a todos os players que gostam da minha narrativa  cheers clown cheers
Melhor Cronica Oficial  = 2008/2009/2010  - A Mascara de Vênus - Herança do Mal
Prêmio Narrador-Grão-Mestre = Por tempo de Narrativa Storyteller
Prêmio Pilar de Vegas = Por Coordenação da Cidade. 
Narrando no fórum desde 2005
avatar
Beaumont
Administrador
Administrador

Data de inscrição : 06/03/2010
Idade : 29
Localização : Aracaju/SE

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LAS VEGAS - O CONDADO DE CLARK - 01 Grande Las Vegas & Mojave Norte

Mensagem por Detective Comics em Seg Fev 29, 2016 11:40 pm

A paranóia é a consciência aguda da fragilidade da vida, é aquele sentimento de quando você descobre a existencia da morte e ainda é uma criança. Ver um clan com paranóia suficiente para dar uma mamadeira de sangue para seus filhos não pode mais me impressionar.

Sigo o script de reunião de membros-com-o-cu-na-mão, e aproveito pra indagar:
- Espero que esses olhos não sejam nenhuma referencia da cultura-pop com aldeias de ninjas com poderes nos olhos.



Off: Obrigado, Beaumont. To meio perdido mas qualquer coisa te envio MP, e se eu postar com nome de local errado, por favor releve.
avatar
Detective Comics

Data de inscrição : 22/08/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LAS VEGAS - O CONDADO DE CLARK - 01 Grande Las Vegas & Mojave Norte

Mensagem por F4Ng0rN em Ter Mar 01, 2016 12:10 pm

Walter Banes - La Quinta Motel



O interior do hotel era muito mais luxuoso do que a princípio aparentava. Quase ao mesmo tempo de sua entrada, um outro homem de chapéu entrara, entretanto, ele parecia um tanto deslocado. Na recepção é recebido por uma mulher loira de beleza estonteante o que faz Walter perder-se um pouco em seus olhos, reparando neste instante em sua iris que possuía um formato um tanto estranho. Sua mão, àquela altura, já estava segurando uma das mãos de Walter com uma delicadeza indescritível, a pele parecia ser suave e macia, causando uma sensação extremamente agradável a Bannes, que então sorrí. O mesmo procedimento seria feito a Rezek que chegara minutos após ele, neste caso, não haveria motivos para esconder tais informações e lhe responde.

- Muito boa noite, meu nome é Walter Bannes, sou um filho de 10ª geração do Senhor Frederich Van Heinz Friedmann.
- Um sorriso um pouco mais largo aparece em seu rosto. - Poderia este relés tremere receber a honra de saber o nome de tão bela dama?


avatar
F4Ng0rN

Data de inscrição : 01/09/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LAS VEGAS - O CONDADO DE CLARK - 01 Grande Las Vegas & Mojave Norte

Mensagem por Aradia em Ter Mar 01, 2016 5:06 pm

Ela sorria desconcertada por estar em tal situação. - Eu tenho alternativa ou o Sr. Duke quer algo de mim a ponto de me obrigar a um acordo? Diz em tom suave, com a voz macia e encantadora. - Mas, estou curiosa, vou ouvir o que o Duke tem a me propor. Vocês me trazem a garota e, se o acordo não for feito, podem ficar com ela. Olha de relance para Anne. “Esse vínculo sanguíneo te caiu mal, Anne. Devo enviá-la com urgência para a casa dos Zantosas, talvez assim, crie modos. Ou...” Sorri mentalmente com o pensamento.

- Por onde devo ir? Muito educada ela coloca as luvas e ajeita o cabelo, ainda desgrenhado com tela aquela correria. Uma coisa de suma importância havia sido perdida em Las Vegas, o apego com sua aparência. Toda a loucura daquela cidade a fazia sair dos eixos e seguir na rota de colisão com algo ou alguém. Era tudo desconhecido para ela, mas, impetuosa, seguia por instinto até ter o seu momento de planejar. Esse momento teria que ser fora daquele lugar, num lugar escuro e com poucos luzes e barulhos.

_________________
"A tortura quebra a matéria e atingi o aspecto imaterial do ser.
É a única forma de tocar o que ainda não compreendo."
avatar
Aradia

Data de inscrição : 27/04/2010
Idade : 26
Localização : Uberlândia - MG

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LAS VEGAS - O CONDADO DE CLARK - 01 Grande Las Vegas & Mojave Norte

Mensagem por Beaumont em Qua Mar 02, 2016 6:24 pm

Wood Crow 
PDS 10/12 
FV 2/5 
Vitalidade: - Completa


Pandora's Lounge


Homem Careca : - Humm, quase um Caitiff. Se você perdeu o rastro do seu senhor então ele deve estar em apuros. Uma apresentação formal entre você e o Regente de sua cidade deveria ter sido feita. Mas pelo visto isso não aconteceu. 

O homem de óculos então guardava o aparelho e se aproximava de Crow, eles pareciam mais uma matilha de cães a sondar a sua presa, circulando para um lado e para outro com uma série de olhares tortuosos. Enquanto o homem de óculos conversava ais próximo de Crow, o homem careca se aproximava do manto deixado pelo nosferatu e deslizava sua mão enquanto fechava seus olhos, algo bastante incomum e estranho. 


Wood Crow teste de Blefar Diff 8+1FDV =  2 Sucessos

Homem de Oculos : - Você deve nos acompanhar para fazer essa apresentação e contar sua história desde o inicio, talvez nós tenhamos descoberto um delito grave as tradições que regem nossa sociedade. Precisamos de regras e o que aconteceu hoje e com você definitivamente fogem das regras. Se você forçar ou omitir a verdade será um problema para você Sr. Prince então é melhor escolher muito bem suas atitudes daqui por diante.  

Os 3 pareciam pressiona-lo a entrar no carro. Um deles, o com vestes militares parecia ficar e manter a investigação. 

Homem de Oculos(Vincent) : - Meu nome é Vicent D'onofrio e meu amigo Al iremos escolta-lo até a mansão do Sr. Siegel. Queira nos acompanhar. 



Tristan Thorn
PDS 12/15 
FV 2/10
Vitalidade: - Completa


Cappie Jones 
PDS 12/13 
FV 7/7
Vitalidade: - Completa



Bellagios Bolgadash (Elisio)



Cappie Jones chegava aos arredores do condominio sob uma densa chuva de cair o mundo. O vento era forte o suficiente para derrubar uma pessoa desavisada e a vontade que ele tinha de não sair do carro era muita. Para chegar ao Hall da grande residência era preciso passar por 8 metros de densa chuva e ninguem havia aparecido para recebe-lo. Um guarda-chuva não iria ajudar naquela tempestuosa enxurrada de água. O vampiro malkaviano se perguntava se havia sido uma boa escolha ter escolhido aquela noite para sair de casa. O motorista era um taxista franzino de olhar idiota e meio asiatico. Ele deveria estar na casa dos quarenta e tirava uma piada com o garoto. 

Taxista : - Jovem, chuva folte essa huh ? Hakito não estacionar "calo" mais pelto ! 

 Um jato forte de água acertava o lado direito do carro inundando toda a lateral pelo lado de fora, forte o suficiente para que alguns respingos adentrassem no carro e molhasse parte do braço direito de Jones. No mesmo momento em que ele segurava a maçaneta do carro. 

Cappie Jones Percepção+Ocultismo para Clarvidência Auspiciosa Diff 10 = 1 Sucesso

Uma singela descarga estática acertava mão de Jones e naquele instante naquele momento a chuva tomava uma tonalidade avermelhada com a cor densa de sangue. O vidro da janela se manchava em sangue com os dizeres em uma língua jamais vista pelo vampiro. Tudo parecia um reflexo de uma miragem e logo ele percebia que a chuva nunca deixou de ser do jeito que era antes. Tudo algo de sua cabeça, contudo um raio havia de fato acertado um poste bem ao lado do veiculo, o hall do Bellagios estava completamente destruído O que havia acontecido ali ? Uma chuva dessas teria destruído a estrutura do Elisio ?? . A corrente elétrica se transportava com auxilio da água.  O velho japonês se desesperava mas não conseguia ligar o carro novamente...

No andar de cima  Thron buscava uma forma de se afastar das criaturas aladas que agora mais pareciam um montante disforme e avermelhado, como que na velocidade de um pensamento Timbour levitava pelas escadas usando majestosas asas negras com incrível velocidade. A entidade de manto escuro pairava bem de frente a Thorn e o reverenciava como um grande cavaleiro. 

Timbour : - Meu general ! Não trago as melhores das noticias. Os andares inferiores foram invadidos, fui obrigado a me unir a Bartho e os cavaleiros negros de Valerius para proteger vossos escravos. As coisas estão quentes lá em baixo. 

Timbour avisava quase que apenas como uma forma de protocolo, ele era um soldado bastante audaz e disciplinado. Carregava Tristan com convicção viajando com o vampiro a uma incrível velocidade. Não levaria muito tempo até que eles alcançassem o topo do Bellagios.

Tristan ainda tinha o dispositivo em mãos e esperava apenas que Timbour fosse buscar Camilla, não levaria muito tempo considerando as habilidades da aparição em cortar o espaço, ele abria a porta de metal que o levaria ao terraço do Bellagios e se deparava com a impactante imagem. 

Do chão gotículas de água agiam contra a gravidade da terra, o vento bradava com fortes empurrões a cada vez que Valerius e Aradia encontravam suas espadas. Ambos tinham uma incrível força de vontade e velocidade estrondosas. O numero de vezes que suas espadas se encontravam por segundo era inimaginável na mente do Giovanni. Ele conhecia a ventrue e sabia que ela nunca seria pareo para um ser de imensurável poder como Valerius. Então como ela estava tão rápida a ponto de ultrapassar a velocidade de sua geração de sangue ?

 




O que houve com Aradia. Ela não tinha mais medo, seus olhos estavam vendados por uma fita negra que brilhava a cada vez que as espadas de ambos se cruzavam, Valerius parecia aproveitar cada segundo daquela batalha com um sorriso largo no rosto. Não havia cavaleiros negros no terraço, apenas fragmentos da essência de outros espectros que se uniam a Valerius, Aradia e consequentemente tambem a Tmbour assim que chegava no alto terraço com Camilla aos seus braços. 

(Timbour Pathos 3/5)

A explosão se rompia logo em seguida, um pequeno estremecer para quem estava ali no ultimo andar, o suficiente para que Valerius perdesse sua atenção e tivesse a lamina de Aradia a rasgar um fio de seu pálido e belo rosto. O primeiro corte bem sucedido de ambos em várias tentativas...

Camilla olhava bestificada para a cena. Enquanto dizia. 

Camilla : - Estamos sendo atacados nos andares inferiores também, os exércitos além somente porem. [/center]

_________________
/  
Agradecimento a todos os players que gostam da minha narrativa  cheers clown cheers
Melhor Cronica Oficial  = 2008/2009/2010  - A Mascara de Vênus - Herança do Mal
Prêmio Narrador-Grão-Mestre = Por tempo de Narrativa Storyteller
Prêmio Pilar de Vegas = Por Coordenação da Cidade. 
Narrando no fórum desde 2005
avatar
Beaumont
Administrador
Administrador

Data de inscrição : 06/03/2010
Idade : 29
Localização : Aracaju/SE

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LAS VEGAS - O CONDADO DE CLARK - 01 Grande Las Vegas & Mojave Norte

Mensagem por Beaumont em Qua Mar 02, 2016 8:10 pm

Stanislav Nothingam 
PDS 9/14
FDV 8/8  
Vit Completa
Geração 6 por 2 horas

Rebecca Delorde
PDS 12/13
FDV 7/7
Vit Completa



Gabinete de Bugsy Siegel

Stanislav Potencia de sangue Diff 6 +2 dados = 4 Sucessos

Ao abrir a porta uma grande surpresa por parte de Bugsy Siegel e um outro cavalheiro ao qual conversava. Ambos estavam em pé e uma farta mesa de jantar estava posta na sala. O rosto do regente mesclava entre um icônico ar de interrogação com seu ar presunçoso mafioso de sempre. Vestia um Smoking preto mas sem chapéu contudo ainda tinha charutos em seu bolso 


Rebecca aproveitava a deixa do estranho homem que a ignorava e também aproveitava para conhecer mais a segunda sala a qual ele entrava. Era uma espetaculosa sala de jantar com pelo menos 2 duzias de lugares a mesas, porem apenas as duas cabeceiras estavam postas. Havia Vitae nos copos e nas jarras e o cheiro de sangue fresco permutava por toda a sala sendo evidente para os cainitas ali em questão. De forma educada Rebecca apenas observava o modo como os 3 homens interagiam, ou melhor Rebecca parecia ver que havia um quarto homem , um serviçal de idade avançada e que estava com as mãos cruzadas frente ao corpo ouvindo a conversa. 

Bugsy Siegel : - Você tem hora marcada ? Sr...

Siegel ainda abismado fazia uma referência ao sistema de organização de audiências no elísio, mas com um sorriso no rosto mais parecia um deboche. 

Bugsy Siegel : - Aguarde um minuto, o Sr.De La Court já está de saída, como vocês sabem, ele também foi convidado para a reunião do clã dos feiticeiros. 

De La court era um jovem de vestes finas e de alta classe apesar de um tanto contemporâneo, havia um estilo tremere em seu jeito enigmático de agir.  O vampiro era conduzido até a saída pelo velho carniçal e enquanto saía o garoto fitava a moça com olhos fixos, ele parecia incrivelmente interessado nela e antes que ela pudesse perceber ele havia depositado em suas mãos discretamente um pedaço de papel. 

"La Quinta Motel esteja lá em uma hora. Nosso sangue precisa se unir para descobrir a verdade"

O Garoto saía com um ar confiante na face e um ritmo tranquilo no andar.

Bugsy Siegel : - E então devemos ir ao nosso escritório ? Ou se sente bem em compartilhar com nossa convidada. Alias, qual seu nome minha criança ? - 

Já De La Court logo quando viu a oportunidade acreditou que talvez aquele não fosse o melhor momento para se estar em Vegas. O Tremere era inteligente e tinha bom senso e aproveitando que não havia nada nem ninguem que prendia seus pés à cidade resolveu sair imediatamente para quem sabe retornar em alguma noite antes da Gehenna para dar a volta por cima naquilo tudo.

______________________________________________________________________________________________________________

Dimitrius saiu do Cenário

_________________
/  
Agradecimento a todos os players que gostam da minha narrativa  cheers clown cheers
Melhor Cronica Oficial  = 2008/2009/2010  - A Mascara de Vênus - Herança do Mal
Prêmio Narrador-Grão-Mestre = Por tempo de Narrativa Storyteller
Prêmio Pilar de Vegas = Por Coordenação da Cidade. 
Narrando no fórum desde 2005
avatar
Beaumont
Administrador
Administrador

Data de inscrição : 06/03/2010
Idade : 29
Localização : Aracaju/SE

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LAS VEGAS - O CONDADO DE CLARK - 01 Grande Las Vegas & Mojave Norte

Mensagem por Tristan Thorn em Qua Mar 02, 2016 9:47 pm

Após a explosão, tudo acontecia tão rápido que o Ceifador mal poderia acreditar na cena que pairava sob o próprio olhar. Aradia e Valérius duelando em igualdade? Impossível. A Ventrue era uma Ancilla com menos idade que o Giovanni, o que a Dama Risonha fez com ela? Confuso, permaneceu analisando os graciosos e ágeis movimentos. ”Ambos dariam ótimos...” Os pensamentos de Thorn fluíam diante de si.

- Timbour, você veio de lá, o que a Dama fez com Aradia? Como ela ganhou tanto poder em tão pouco tempo? Que espécie de coisa é isso? Como voltá-la ao normal? – indaga o Necromante, curioso e tendencioso para retomá-la como antes.

Quando alguns fios de cabelo de Valérius foram partidos, arregalou os olhos, perplexo e espantado. Um tênue sorriso era esboçado, enquanto tentava imaginar que tipo de magia a Dama Risonha empregava para tornar Aradia tão poderosa.

- Aradia! Pare! Você está sendo controlada pela Dama Risonha, faço isso pelo teu bem, apenas para você recobrar sua consciência – decreta o Senescal, com um tom de voz firme¹. - Eu fui bem claro, Aradia. Pare! – mais uma vez, lançava o veneno para controlá-la².

- A explosão não cessa os atacantes nos andares inferiores, Camilla? O que necessitamos para ceifá-los de uma vez por todas? – dessa vez estava próximo de Camilla, o suficiente para encará-la com extrema profundidade. - Aonde está o meu Cérbero? Precisamos dele! E precisamos daquele poder que usou em mim, sensação de devoção fantástica eu senti por ti, ao menos temporariamente, então, poderíamos fazer os pelotões da Dama Risonha passar para o nosso lado – argumenta o Giovanni, gesticulando as mãos.

--
¹. Linha do Sepulcro – Nível 3 ~ Compelir: Obrigar Aradia a obedecer. Obviamente ela resistirá, então, é apenas uma tática para ela gastar Pathos.
². Linha do Sepulcro – Nível 3 ~ Compelir: Obrigar Aradia a obedecer. Agora sim, com Aradia enfraquecida pela primeira tentativa de Compelir, esperava laçá-la por completo na segunda utilização. Certamente Aradia já vinha gastando Pathos para manter-se no duelo com Valérius.


_________________




Temple of the evil, Temple of the weak
no one knows how bad he feels
Late-night innuendo, temptation of the key
"Live with the Blacksheep, live with me"
avatar
Tristan Thorn

Data de inscrição : 19/03/2010
Localização : Veneza

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LAS VEGAS - O CONDADO DE CLARK - 01 Grande Las Vegas & Mojave Norte

Mensagem por Black Thief em Qui Mar 03, 2016 12:47 am

Ao entrar na sala adiante, Rebecca nota o ar... Estranho... Uma enorme mesa de jantar posta, mas para a vampira, tudo aquilo não passava de objetos orgânicos com gosto de serragem e que causavam náuseas só de lembrar que se alimentava daquele tipo de porcaria. O sangue sendo sua nova e mais saborosa fonte de alimento trazia tanto a satisfação da fome, da luxúria e do poder, tanto que é o cálice com o sangue uma das primeiras coisas que prende seu olhar, mas o desvia para não evidenciar interesse no jantar alheio.

Era a primeira vez que via Bugsy Siegel, o Ventrue... Aquele homem tinha a cara de um mafioso de filmes italianos, um ar até mesmo engraçado, mas respeitável.

Observou o Príncipe dar uma leve represália debochada no homem sem modos, o Príncipe tinha sido muito complacente, acreditava que um falta assim seria digna de Dominar o infeliz a voltar desde a entrada da mansão para refazer sua entrada de uma forma aceitável, já que a Dominação não era capaz de obriga-lo que cortasse a própria língua e a engolisse.

A francesa observou quando o Príncipe se referiu ao outro cainita como sr De La Court e sobre a reunião de feiticeiros, então se tratava de um irmão de clã. Rebecca permaneceu em silêncio até que sendo conduzido pelo gado serviçal, De La Court pôs algo discretamente em suas mãos ao qual Rebecca não chegou a ler ainda pois se ele havia posto alguma mensagem secreta do clã por escrito, não era sábio evidenciar essa mensagem na frente de terceiros, pois se não ele que falasse abertamente. Rebecca então discretamente pôs o papel no bolso enquanto Siegel se dirigia novamente para o homem ao seu lado e depois disso se dirigiu à Rebecca dando a ela a palavra.

A feiticeira francesa então respondera com seu sotaque francês carregado e sua encantadora voz:

- Rebecca Delorde, da Casa Tremere, mon seigneur Siegel. Enchanté...

E aguardou a resposta dos demais.
avatar
Black Thief

Data de inscrição : 11/02/2011
Idade : 24

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LAS VEGAS - O CONDADO DE CLARK - 01 Grande Las Vegas & Mojave Norte

Mensagem por @nDRoid[94] em Qui Mar 03, 2016 7:45 am

Ok. Eles realmente estavam ali sob as contas do tecnocrata. Perfeito! Isso era mais uma prova para que Rami se auto provasse. Precisava pensar...

-
Ninguém vai ficar preso em lugar algum, Habernas! Eu vou dar um jeito, só preciso de um tempo para pensar.

O acólito olhava para o céu iluminado pela luz azulada, lembrando-se mais uma vez do livro que “roubara” da biblioteca de Wellby. Ele tateia suas costas, à procura de sua bolsa. Teriam suas coisas uma projeção ali também? Naquele instante, um estopim irrompe na mente do feiticeiro, que tateia também o bolso de sua calça a procura de seu celular. Seria possível que ele também estivesse ali e funcionasse perfeitamente? Malik duvidava que a qualidade do sinal telefônico fosse bom o suficiente para atravessar as camadas umbrais, mas eles estavam falando do reino cybernético.

Ele daria uma verificada no celular, caso ele estivesse ali, a fim de verificar seu funcionamento. Caso estivesse nos conformes tentaria ler mais uma vez a mensagem de sua senhora. Após isso, partiria para o livro com o sol azulado. Ali deveriam ter mais informações sobre o reino e as possíveis fendas que levariam para fora dali.

Enquanto procurava, sem olhar para o ancião, ele pergunta

-
Habernas, apenas me tire uma dúvida. O que acontece com nossos corpos nesse mundo? Nós ainda morremos, viramos pó? E você não me respondeu sobre essas coisas cheias de pernas... Elas... Elas são exatamente o que, você sabe?

Enquanto havia um silêncio que antecedia a resposta do Tremere, o tecnocrata busca atentar para seus sentidos aguçados, procurando sons característicos do local.
__
avatar
@nDRoid[94]

Data de inscrição : 22/07/2010
Idade : 22
Localização : Saint Étienne, França

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LAS VEGAS - O CONDADO DE CLARK - 01 Grande Las Vegas & Mojave Norte

Mensagem por R.Gato em Qui Mar 03, 2016 12:08 pm

Os cães não paravam de farejar e a raposa continuava fingindo ser quem não era, aos poucos a raposa se acostumava com eles e sua pele cada vez mais se assemelha a deles, ou ela o pensava assim.

À toca dos cães a raposa é chamada e para não perder sua pele ela vai como se um deles fosse.


Crow, o atual Prince concorda prontamente para não levantar suspeitas, a tenção era grande por parte de ambos, afinal, um assassino habilidoso estava a solta e poderia ser qualquer um, inclusive “Prince” que fingia ser quem não era para não ser punido por ser o servo de um demônio.

_Sim, claro, farei oque puder, não quero andar em um território tão perigoso como um assassino a solta. E me desculpe pelo mau entendido, sei como isso atrapalha a investigar.

_Já tem alguma suspeita? Vocês já deveriam procurar por alguém já que vieram tão rápido – Crow tinha alguma experiência em investigação e a chegada tão rápida era um pouco estranha.

_Depois que resolvermos esse meu problema posso ajudá-los, tenho alguma experiência em investigações.


Última edição por B.B.Wolf em Sex Mar 04, 2016 12:07 pm, editado 1 vez(es)

_________________
avatar
R.Gato

Data de inscrição : 08/07/2015
Idade : 26
Localização : Belo Horizonte

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LAS VEGAS - O CONDADO DE CLARK - 01 Grande Las Vegas & Mojave Norte

Mensagem por @nonimous em Qui Mar 03, 2016 4:16 pm

Stanislav adentra o recinto sem a pompa característica dos bastardos afetados da Camarilla, claro a linhagem Tremere estava  distante disso, a majestade, o poder fluía do sangue para a alma do clã, isso era algo doa qual ele se orgulhava ao mesmo tempo que se constrangia ao ver aquela neófita afetada e imunda.

Ele observava a movimentação e tomava nota, já estava sabendo da reunião Tremere, e ao ver Delacourt depositar imaginou está convidando a francesa afetada para a famigerada reunião.

- Curioso senhor, eu me apresentei para o senhor, a poucas noites, em uma situação que levanta muitas suspeitas, o que inclusive me faz pensar no bem estar de sua majestade. Ele faz uma pausa, olhando para a Tremere francesa.

- Duas coisas meu príncipe, em prima face não sou uma criança, existo sobre o peso da Máscara a mais de um século, embora não possuo o sangue e a idade dos senhor, não sou um neófito estupido e afetado. Diz isso olhando diretamente para a Tremere francesa.
- Segunda sua majestade, podemos falar aqui mesmo, apenas eu vossa excelência e essa neófita que chegou, ele será uma testemunha semi cega. Ele para e olha para a neófita.
- Senhorita Delorde, sou Stanislav Nothghan e se a senhora tem um minimo de noção política e tem um minimo de conhecimento da pirâmide, sabe que sou um Astor trabalho para um pontifex e sabe o que isso implica, que posso ser o fim da linha para a senhora. Diz Stanislav.

- Eu gostaria que ela ficasse. Diz ele apertando o botão verde do telefone para o Pontifex.

-  Stanislav Nothghan, estou a investigar eventos que culminaram com a queda de nosso clã, e tenho fortes suspeitas de eventos dentro da mansão de sua majestade e envolvimento do clâ Giovanni, deixarei o telefone para que seja ouvida e gravada a ligação. Minhas apologias meu príncipe, mas isso é para segurança e integridade do relacionamento do clã Tremere e de vossa corte, reconhecemos e respeitamos vosso Principado, honramos e defenderemos os interesse da Família. Discursa Stanislav.
- Sobretudo o senhor não se lembrar de mim, reforça minha teoria, quando eu cheguei na cidade o senhor estava em torpor e um certo Giovanni estava cativo em vossas dependências, lembro ao senhor que existe o tratado denominado como a Promessa de 1528, onde não haveria acordos entre clã Giovanni e Camarilla, sendo o senhor um dignatário da seita, não pode fazer acordos com eles, não posso falar que o senhor o tenha feito, mas o fato é que o senhor não me reconheceu, e não está agindo dentro do aceitável, não posso repreender o senhor, mas um Arconte pode, e isso acontecerá, e dada a tradicional lealdade para com o senhor, eu lhe rogo que nos esclareça e firmaremos um acordo positivo para ambos. O Tremere diz isso sabendo que o príncipe pode mentir ou pura e simplesmente atacar, ah como Stanislav anseia por isso.
avatar
@nonimous

Data de inscrição : 01/06/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LAS VEGAS - O CONDADO DE CLARK - 01 Grande Las Vegas & Mojave Norte

Mensagem por Outis em Qui Mar 03, 2016 9:34 pm

Faz tempo que não vejo uma chuva dessas... Uma bela de uma recepção, que vai dificultar um pouco a chegada até o hall.  

— Realmente, bem inconveniente essa chuvinha, inclusive o senhor por não chegar mais perto.

Logo após juntar coragem o suficiente uma pequena descarga estática parecia encontrar com minha mão, a mesma desencadeou uma miragem. Qual será o significado desses dizeres? Seria um aviso? Já vivi tempo suficiente para saber que coincidências não existem no Mundo das Trevas, algo de muito errado deve estar acontecendo por aqui, a chuva pode muito bem ser uma distração.

— Qual o problema com o carro? - O taxista está apenas nervoso ou o carro deu problema bem agora? — Acho melhor o senhor ficar por aqui!¹

Esse carro pode ser útil caso preciso meter o pé desse lugar, mas não sem antes tentar descobrir o que está acontecendo. Sorrateiramente² vou adentrando o local com olhos e ouvidos bem abertos.



¹. Presença nível 1
². Ofuscação nível 2

_________________

Só pode ser os nóia!
avatar
Outis
Administrador
Administrador

Data de inscrição : 24/04/2010
Idade : 26
Localização : Califa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LAS VEGAS - O CONDADO DE CLARK - 01 Grande Las Vegas & Mojave Norte

Mensagem por Beaumont em Seg Mar 07, 2016 6:03 pm

Off: pessoal desculpe a demora, estou me recuperando de uma cirurgia mas tentarei continuar com as postagens =) Very Happy

Walter Banes
PDS 12/13
FDV 7/7
Vit Completa

Rezek 
PDS 12/13
FDV 8/8
Vit Completa


La Quinta Motel 

Bridget : - Meu nome é Bridget Regan Sr. Banes e seu nome e identidade conferem, apenas siga pelas escadas em direção ao terceiro quarto da direita. Quanto ao senhor. Preciso que faça o mesmo protocolo. 

A moça de belas madeixas e rosto encantador acelerava seus passos impedindo Razek de prosseguir pelo hall, seus olhos pareciam pedir a ajuda de Banes enquanto ela mantinha a fina agulha em suas mãos. 

Bridget : - Sr. preciso que se identifique. Nome completo, Sire e geração, ou terei de ser obrigada a chamar a segurança com novas medidas. 

Era uma garota singela com constituição frágil mas algo nela lhe mostrava uma grande devoção, suas palavras com certa emoção descartariam a possibilidade dela estar sendo dominada mas ela agia com tanta convicção como se tivesse sido dominada pelos anciãos do Clã Tremere.  

_________________
/  
Agradecimento a todos os players que gostam da minha narrativa  cheers clown cheers
Melhor Cronica Oficial  = 2008/2009/2010  - A Mascara de Vênus - Herança do Mal
Prêmio Narrador-Grão-Mestre = Por tempo de Narrativa Storyteller
Prêmio Pilar de Vegas = Por Coordenação da Cidade. 
Narrando no fórum desde 2005
avatar
Beaumont
Administrador
Administrador

Data de inscrição : 06/03/2010
Idade : 29
Localização : Aracaju/SE

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LAS VEGAS - O CONDADO DE CLARK - 01 Grande Las Vegas & Mojave Norte

Mensagem por Beaumont em Seg Mar 07, 2016 6:33 pm

Cassandra Almodova
PDS 14/15
FDV 8/10
Vit: Completa
Pionner Club

Havia algo no modo como Cassandra falava ou agia que sempre que ela abria a boca do modo certo a maioria dos homens enfraquecia quase que imediatamente. Os dois negros lambiam os lábios no tempo em que a adorável Almodova mostrava a alva pele de seu pescoço de um jeito tão inocente. Ela era então conduzida por primeiro, seguia um pequeno lance de escadas percebendo que era vigiada pelos dois que admiravam o caminhar da vampira de bela estirpe, o lugar tinha um tom vermelho forte na parede pintado sobre a madeira. O som da musica country Rock abafava naquele recinto. Havia um grupinho de um homem com 3 mulheres a beber em um sofá, o homem olhava diretamente para Almodova enquanto chupava a língua de uma das garotas, podia ter a idade de ser pai de qualquer uma daquelas ninfetinhas depravadas mas pelo visto não era ele o tal Duke. 

Duke estava com um taco de sinuca berrando por ter feito uma tacada que ele diria ser uma obra prima. 

Duke : - Kkkkkk Queria que Rebeccah visse essa bola entrando agora ! Safada ! Eu sou demais !! Hey mas que porra é essa Jay ? Ela aceitou o acordo ?

Duke era bem moreno aparentando ter etnia latina mas tinha os cabelos pintados de loiro como os jovens neofitos dessa geração de tinta. Era muito forte mesmo e gostava de mostrar seus musculos com camisetas apertadas  



Jay : - Duke pra falar a verdade. Eu não disse nada, trouxe ela aqui pra ela falar com você. 

Duke : - humm... 

Duke olhava para a garota de cima em baixo, Cassandra olhava em volta e não conseguia distinguir quem era vampiro ou não ali naquela saleta contudo sabia que Duke era um vampiro com tempo o suficiente para adquirir o seu próprio domínio na cidade. 

Duke : - É o seguinte mina. No inicio eu só queria saber que porra foi essa ? Depois meu amigo hacker ali (Aponta pra um nerd atrás de um lap top) me disse que o cara no balcão é um porra de um federal e aí eu vejo nas cameras que a branquela está desesperada por você. Como você me explica isso ? Já tenho muitos problemas para ter federais no meu bar...

Duke não parecia muito contente isso era certeza. 

_________________
/  
Agradecimento a todos os players que gostam da minha narrativa  cheers clown cheers
Melhor Cronica Oficial  = 2008/2009/2010  - A Mascara de Vênus - Herança do Mal
Prêmio Narrador-Grão-Mestre = Por tempo de Narrativa Storyteller
Prêmio Pilar de Vegas = Por Coordenação da Cidade. 
Narrando no fórum desde 2005
avatar
Beaumont
Administrador
Administrador

Data de inscrição : 06/03/2010
Idade : 29
Localização : Aracaju/SE

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LAS VEGAS - O CONDADO DE CLARK - 01 Grande Las Vegas & Mojave Norte

Mensagem por Beaumont em Seg Mar 07, 2016 8:42 pm

Tristan Thorn
PDS 12/15 
FV 2/10
Vitalidade: - Completa

Cappie Jones 
PDS 12/13 
FV 7/7
Vitalidade: - Completa




Bellagios Bolgadash (Elisio)


Cappie Teste de Rac+Fortividade Diff 8 = 0 Sucessos

Era muito difícil para Cappie conseguir se manter oculto no meio daquela chuva, logo ao por o pé para fora do carro ele se sentia afundar em um mundaréu de água suja. Grande parte da chuva adentrava o carro molhando a ele e ao velho japonês desesperado.  Para Cappie se tornava um verdadeiro desafio atravessar alguns metros naquela forte chuva, ele já estava ensopado quando percebia que a porta do Hall estava emperrada, por reflexo ele se desviava de um pedregulho que caía perto de sua cabeça. Mais e mais pedras começavam a cair e o risco de Cappie ser soterrado pelas pedras era grande. OS trovões estavam fortes cada vez mais fortes e voltar para a agua poderia ser suicidio. O carro não saia dali, o velho japones então gritava. 

Hakito : - Eu Tentar reboke mas telefone não Lesponde !!

Será que não tinha ninguem naquele grande e luxuoso condominio ? Parece que todos tinham se trancado la dentro com medo dessa chuva e Cappie estava em apuros. Ele até via uma entrada lateral mas tambem precisaria encarar água até os joelhos e com todos aqueles trovões ele poderia tomar uma forte descarga elétrica. 

No alto do Bellagios a chuva estava ainda mais forte. Thorn estava diante da espetacular luta de espadas entre Valerius e Aradia Alarcao. Timbour e Camilla estavam ao lado de Thorn quase tão perplexos quanto ele. 

Timbour : - A Dama Rizonha é a senhora do tempo e do medo. Ela rege a nossa mente como um compasso sistemático e/ou alienado, esse espectro recebeu uma lavagem cerebral. Apenas depois que ela coletar uma alma para sí ela terá chance de ser dona de sua própria vontade. E eu acho que sabemos qual é a alma que ela tanto quer para ela. 

Iniciativa : 
Tristan Thorn 17
Timbour 12
Camilla 14
Valerius 14

----

Aradia Alarcão 14
Sauron 15
Enzo Giovanni 11



Tristan Compelir Diff 8 = 3 Sucessos

A voz de Thorn era poderosa, ele tinha um poder de autoridade sobre os espíritos capaz de faze-la hesitar por um segundo, tempo suficiente para Valerius atravessar o estomago de Aradia com incrível velocidade e precisão. Um segundo e terceiro golpes de Thorn tentavam finalizar Aradia mas ela se mantinha na defensiva se protegendo dos fortes golpes da espada pesada e negra do cavaleiro Ventrue. 

A ordem de Thorn havia dado certo então ele precisava continuar, apesar de que naquele ritmo Valerius destroçaria a alma de Aradia para todo o sempre e isso era aparentemente o que Valérius queria. 

Foi quando por instinto, a reta guarda de Thorn era protegida pelos vormes que tanto prezavam por sua vida. Um ataque surpresa e desleal que por pouco não ceifava sua vida. O corpo de Thorn era envolvido e erguido por correntes de teor verde doentio. Suspenso no ar Thorn tentava se soltar mas as correntes estavam presas demais. Os Vormes tentavam se soltar mas estavam eram fracos demais para conseguir se livrar das correntes ou usar seus apêndices, o golpe da foice foi realmente forte. 

Sauron : - O destino deve seguir o seu curso. Valérius receberá sua punição final...

Timbour em Camilla avançavam com incrível velocidade contra o grande cavaleiro da morte em seu animal alado das sombras, mas uma figura já conhecido por Thorn impedia o ataque de ambos usando seu próprio corpo como forma de escudo. 



Enzo gemia ao sentir cada golpe desferido por Timbour, um sofrimento eterno de um monstro preso em uma espécie de caixão deformado. Todos os ataques voltados a Sauron eram defendidos por Enzo que sofria ao sentir cada corte...

_________________
/  
Agradecimento a todos os players que gostam da minha narrativa  cheers clown cheers
Melhor Cronica Oficial  = 2008/2009/2010  - A Mascara de Vênus - Herança do Mal
Prêmio Narrador-Grão-Mestre = Por tempo de Narrativa Storyteller
Prêmio Pilar de Vegas = Por Coordenação da Cidade. 
Narrando no fórum desde 2005
avatar
Beaumont
Administrador
Administrador

Data de inscrição : 06/03/2010
Idade : 29
Localização : Aracaju/SE

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LAS VEGAS - O CONDADO DE CLARK - 01 Grande Las Vegas & Mojave Norte

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 3 de 10 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum