"Cappie" Jones - Malkaviano Camarilla

Ir em baixo

"Cappie" Jones - Malkaviano Camarilla

Mensagem por Outis em Qui Jan 28, 2016 8:03 pm

1. Dados

Nome: Alt
Personagem: "Cappie" Jones
Clã: Malkaviano
Natureza: Diletante
Comportamento: Juiz
Geração: 10ª
Refúgio: Refúgio da Samantha (Sire)
Conceito: Neófito
Perturbação: Psicose Maníaco-Depressiva



2. Atributos

Físicos (3)
- Força: 1+1=2 (-4xp)
- Destreza: 1+3=4 [Reflexos Felinos]
- Vigor: 1+1=2 (-4xp)

Sociais (7)
- Carisma: 1+3=4 [Urbano]
- Manipulação: 1+3=4 [Convincente]
- Aparência: 1+1=2

Mentais (5)
- Percepção: 1+3=4 [Perspicaz]
- Inteligência: 1+2=3
- Raciocínio: 1+1=2 (-4xp)



3. Habilidades

Talentos (13)
- Prontidão: 1+2=3 (-6xp)
- Esportes: 1
- Briga: 1
- Esquiva: 1
- Empatia: 3
- Expressão:
- Intimidação: 1+2=3 (-6xp)
- Liderança: 1
- Manha: 1
- Lábia: 3
- Tempo Malkaviano: 2 (-5xp)

Perícias (5)
- Empatia c/ Animais:
- Ofícios:
- Condução: 2
- Etiqueta:
- Armas de Fogo: 1
- Armas Brancas:
- Performance: 1+2=3 (-2pb)(-6xp)
- Segurança: 1
- Furtividade: 1
- Sobrevivência:

Conhecimentos (9)
- Acadêmicos: 2+1=3 (-4xp)
- Computador: 1+1=2 (-2xp)
- Finanças: 1
- Investigação:
- Direito:
- Linguística: 1 [Inglês nativo, Latim adicional]
- Medicina:
- Ocultismo: 3
- Política: 1
- Ciências:



4. Vantagens

Antecedentes (5)
- Geração: 3
- Mentor: 2
- Recursos: 3 (-3pb)

Disciplinas (3)
- Presença: 1+1=2 (-5xp)
- Demência: 1+2=3 (-15xp)
- Ofuscação: 1+1=2 (-5xp)


Virtudes (7)
- Consciência: 1+1=2
- Autocontrole: 1+2=3
- Coragem: 1+4=5



5. Demais Informações

Humanidade: 5

Força de Vontade: 5+2PB=7


Qualidades
- Senhor de Prestígio (1 ponto)
- Velho Companheiro (2 pontos)
- Disciplina Adicional (5 pontos) [Presença]


Defeitos
-

Observações:
Nascimento: 1987
Local: Sacramento, Califórnia
Abraço: 2012
Idade aparente: 25 anos



6. Prelúdio

Desde os dias mais distantes que consigo me recordar as pessoas me chamam de Cappie, depois de um certo tempo eu entendi o porque, obviamente, e hoje sou grato por ninguém saber o meu verdadeiro nome. Outra coisa que está presente nas minhas memórias mais antigas é o Evan, meu melhor amigo. Passamos por todas as fases da vida, desde ser aloprado e apanhar na escola até dominar a mesma. Eu nunca vou esquecer da surra que levamos do Billy e de quando, anos depois, ajudei o mesmo Billy a perder a virgindade. Mas foi quando eu sai de casa para a universidade que as coisas realmente começaram a ficar a interessantes.

Eu sempre tive facilidade na escola e por lá as coisas não foram diferentes. Embora eu não soubesse o que fazer, eu pegava classes que abrangessem o maior número de cursos possíveis, assim eu não estaria perdendo tempo, afinal, conhecimento nunca é demais. Enfim, o primeiro ano foi um ano de aprendizado, Evan e eu entramos em uma fraternidade e apesar de sofrer um pouco por sermos novatos, logo conquistamos a irmandade de todos. A partir daí você pode imaginar, festas, namoros, traições e um pouco mais de festas.

No fundo eu sabia o que realmente importava, mas não abri mão da experiência completa de um universitário, e não é como se eu estivesse indo mal nas classes, muito pelo contrário, minhas notas sempre foram altas, Evan não estava muito longe disso também. Mas meu medo não era falhar na universidade, isso seria praticamente impossível, meu medo estava em falhar depois, no mundo real, afinal, eu ainda não tinha achado o meu propósito. Uma pessoa dentre todas que faziam parte da universidade parecia entender o que eu passava, Samantha.

Ironicamente, ela é uma professora de Ocultismo na universidade. Você vai entender o porque isso é irônico em instantes. Ela faz jus ao nome e é uma deusa que caminha graciosamente perante os mortais. Assim que bati o olho nela eu sabia que tinha que assistir a aula dela. Com o passar do tempo criamos uma boa relação aluno/professora e eu cada vez mais me afundava no oculto. A aula por si só já era uma obra de arte, mas as conversas pós aula eram ainda mais fascinantes. Enfim, eu nunca há vi perder a compostura, exceto por aquela triste e feliz noite.

Tudo começou quando ela não chegou na universidade para dar sua aula, que eram as quarta feiras. Nesse ponto da história acho que é seguro dizer que já éramos amigos ao invés de professora/aluno, eu tentei ligar em seu celular e nada. De algum modo depois da aula fui parar em um bar perto da universidade, eu tive calafrios a noite toda, era como se eu soubesse que algo iria acontecer. Foi quando cedi para o stress e fui fumar um cigarro, coisa que não fazia à anos, eu sai pela porta lateral do bar que dava em uma rua sem saída e pouco movimentada pela noite. E lá ela estava, com seu rosto angelical coberto por sangue, Sam.  

Quando eu perguntei o que havia acontecido ela simplesmente perdeu o controle e me atacou. Não sei se pelo susto ou pela dor, mas eu desmaiei por alguns segundos. Quando retomei a consciência ela estava aos prantos.

"Ele morreu... E agora você também está morrendo... O que eu fiz??? Sim... Você... Você não vai morrer... Seu irmão..."

E sem mais nem menos ela cravou as presas em meu pescoço e sugou até a última gota, esta por sua vez, deu lugar a uma gota do sangue de Samantha, e o resto você já pode imaginar...

Como eu nunca percebi? O jeito como ela parecia acreditar em algumas coisas que ensinava durante a aula, o fato de que mesmo após alguns anos eu não sabia praticamente nada de sua vida pessoal... Claro que depois que você descobre a verdade todas as pistas que existiam parecem escancaradas. E de repente eu era um vampiro. Uma mistura de sentimentos, desejos e perguntas, bons e ruins.

Tudo o que eu havia vivido parecia insignificante, e realmente era. As primeiras semanas foram estranhas. O resumo da história é que Jake, a antiga cria de Samantha, foi pego de surpresa por um bando do Sabá, lugar errado e hora errada, e foi morto sem mais nem menos. Obviamente no desespero ela me abraçou tentando preencher o lugar de Jake, mas eu não posso fazer isso. O que eu posso fazer é aproveitar a oportunidade e deixá-la tão orgulhosa quanto Jake a deixava.

Samantha já tinha sua identidade toda trabalhada para não quebrar a máscara. O mesmo não podia se dizer de mim, seria muito difícil manter minha vida antiga, então tive que abrir mão de tudo. Ao menos não sai de mãos vazias, com uma prova aqui e outra ali consegui meu diploma, e até então nunca mais coloquei os pés por lá. Apesar de ser linda como poucas mulheres no mundo, é por suas habilidades de interrogação que Sam é respeitada na seita. Ela é assustadora, fim. É sério, tenho calafrios só de lembrar de alguns "interrogatórios" que ela fez com membros do Sabá. Eu venho aprendendo alguns truques e técnicas com ela há algum tempo, embora não tenha do talento natural que ela. Eu vejo tudo isso mais como uma habilidade necessária, ela eu já suspeito que seja apaixonada por isso. Como não tenho nenhuma fonte de renda, ela sempre deixa algum dinheiro na minha conta que eu posso usar.

E o Evan? Acredite ou não ele também virou um vampiro. Quais as chances? Não tão baixas assim, afinal nós sempre fomos um pouco acima da média, e isso por si só já é motivo para ao menos despertar o interesse de um vampiro a procura de uma cria. Como? Vou lhe contar... Três anos haviam se passado desde o meu abraço, até que um dia recebi uma ligação do próprio Príncipe pedindo para que eu fosse até o Elísio, que definitivamente não é o meu lugar favorito na cidade. Minha apresentação não foi das melhores já que meu abraço não havia sido autorizado por ele. Eu tive sorte porque Sam tinha créditos com ele, mas levei um tempo para fazer ele parar de pegar no meu pé. Voltando a história, quando cheguei no Elísio fui direcionado para a sala do Príncipe, confesso que não esperava boas coisas ao entrar naquela sala, mas quando entrei lá estava o Evan tentando explicar para o Príncipe que ele não fazia ideia do que estava acontecendo, mas sabia que éramos vampiros e que ele era um deles. O Príncipe estava prestes a perder a cabeça quando ele citou meu nome e isso chamou a atenção do Príncipe, fazendo o mesmo me convocar até ele.

No último ano descobrimos algumas coisas sobre Evan, embora o principal permaneça uma incógnita, seu clã. Ele não se lembra como e quem o abraçou, embora a gente já tenha chego a conclusão de que era alguém do Sabá. O problema é que quando ele emergiu daquele ritual macabro que alguns deles fazem questão de cumprir, tudo que ele encontrou foi uma casa abandonada e uma pilha de cinzas, provavelmente restos de quem o abraçou. E como ele me encontrou? Bom, ele tem essas visões algumas vezes, e foi na primeira delas que ele se lembrou de uma viagem que fizemos na escola aqui para New York. De alguma forma ele lembrou de quando eu disse que se algum dia precisasse fugir, New York seria meu destino. Nem mesmo eu lembrava disso, e no final das contas eu segui esse plano.

Quatro anos se passaram desde que fui abraçado, já aprendi muitas coisas mas sinto que não é nem o começo. Ultimamente tenho comparecido em algumas reuniões do Clã, parece que estou conseguindo captar melhor os chamados do que antes. O mundo ao meu redor é completamente diferente do que era antes, os problemas, as pessoas, as conquistas e, principalmente, as batalhas, são todas em um nível completamente diferente. O medo do fracasso é maior do que antes, e isso as vezes toma conta de toda a minha existência, mas com o passar dos anos tenho lutado com todas as forças contra o fracasso e as consequências dele. Embora imortais, quem é novo nesse jogo é tão frágil quanto um humano, e assim como quando era humano, ainda procuro meu propósito nessa terra. A cada dia que passa me aprofundo mais na chamada Loucura do nosso clã. Me pergunto como eles não conseguem enxergar? Eu realmente tive muita sorte, afinal após um certo ponto, todos membros do mundo das trevas são loucos, e apenas nós conseguimos enxergar através da loucura.



7. Banco de Dados

Experiência (66/66)
GASTOS:
- Força: 1 -> 2 = 4
- Vigor: 1 -> 2 = 4
- Raciocínio: 1 -> 2 = 4
- Prontidão: 1 -> 2 = 2
- Prontidão: 2 -> 3 = 4
- Intimidação: 1 -> 2 = 2
- Intimidação: 2 -> 3 = 4
- Tempo Malkaviano: 0 -> 1 = 3
- Tempo Malkaviano: 1 -> 2 = 2
- Performance: 1 -> 2 = 2
- Performance: 2 -> 3 = 4
- Acadêmicos: 2 -> 3 = 4
- Computador: 1 -> 2 = 2
- Presença: 1 -> 2 = 5
- Demência: 1 -> 2 = 5
- Demência: 2 -> 3 = 10
- Ofuscação: 1 -> 2 = 5


Saldo de XP:

Ganho de XP
avatar
Outis
Administrador
Administrador

Data de inscrição : 24/04/2010
Idade : 27
Localização : Califa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum