Elizabeth Salander - Assamita - Camarilla

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Elizabeth Salander - Assamita - Camarilla

Mensagem por Undead Freak em Qui Abr 30, 2015 1:27 pm

Nome:  Black Thief
Personagem: Elizabeth Salander
Clã: Assamita
Natureza: Malandro
Comportamento: Malandro
Geração: 10ª
Refúgio:
Conceito: Ladra

Saldo de XP: 0/0


2. Atributos: 7 (Primário)

Físicos
- Força: 1 + 2
- Destreza: 1 + 3 (Movimentos Felinos)
- Vigor:  1 + 2

Sociais 3 (Terciário)
- Carisma: 1 + 1
- Manipulação: 1 + 1
- Aparência:  1 + 1

Mentais 5 (Secundário)
- Percepção: 1 + 1
- Inteligência:  1 + 2
- Raciocínio: 1 + 2


3. Habilidades  9 (Secundário)

Talentos
- Prontidão:
- Esportes: 1
- Briga:  1
- Esquiva:
- Empatia:  2
- Expressão:
- Intimidação: 2
- Liderança:
- Manha: 3
- Lábia:  1 ( 2pb)

Perícias 13 (Primário)
- Empatia c/ Animais:
- Ofícios:
- Condução: 2
- Etiqueta: 1
- Armas de Fogo:
- Armas Brancas: 2
- Performance: 1
- Segurança: 2
- Furtividade: 3
- Sobrevivência: 1
- Bater Carteira (Secundária): 1

Conhecimentos 5 (Terciário)
- Acadêmicos:
- Computador: 3 + 1 ( 2Pb - Quebrar Códigos)
- Finanças: 1 (2PB)
- Investigação:
- Direito:
- Linguística:
- Medicina:
- Ocultismo:  1
- Política:
- Ciências:


4. Vantagens

Antecedentes
Geração: 3
Recursos: 2 + 1 (1PB)
Aliados: 2 (2PB) (Elliot e Theodore)
THEODORE:
ELLIOT:
Mentor: 2 (2PB)


Disciplinas:

Quietus: 1
Ofuscação: 1
Rapidez: 1


5. Virtudes

Virtudes
- Consciência: 1 +1
- Autocontrole:  1 + 3
- Coragem:  1 + 3

Humanidade: 6

Força de Vontade: 4 + 3 (3PB)


Defeitos:

Defeitos:
Intolerância (Policiais) 1
Exclusão de Presa (Outros ladrões) 1

Qualidades:
Visão Aguçada 1
Audição Aguçada 1
Olfato aguçado 1 (1PB)
Aptidão para Computadores 2 (2PB)



Armas: Faca x2, Soco Inglês, Glock 17 (Silenciador)


6. Prelúdio

Elizabeth Salander nasceu em 1986 na cidade de Newcastle, situado no condado de Northumberland, na Inglaterra. Elizabeth era moradora de rua assim como sua mãe antes de morrer no parto. Lillian, a mãe de Elizabeth tinha sido persuadida por Naminá, uma xamanista, de que o parto da criança devia ser feito fora das mãos impuras do homem, deixando-a para que ela mesma a fizesse com o ritual apropriado, a vida do bebê dependia disso. Talvez Naminá fosse louca, talvez os espíritos haviam a abandonado em um momento inoportuno, mas depois do parto e da morte de Lillian, os outros amigos sem-teto, lincharam Naminá até a morte pela mentira que eles acreditavam e cuidaram de Elizabeth desde seu nascimento.

A menina, ao contrário dos sem-teto, não gostava e não conseguia aceitar a vida de detrito em que se encontravam, porém não tinha como ir à escola e tinha raiva daquelas pessoas que esbanjavam em luxo, gastando dinheiro e comendo além dos seus limites salientando os sete pecados capitais. Tinha mais raiva ainda daqueles que se diziam homens da lei, que espancavam os pobres que roubavam para sobreviver mas deixavam em liberdade os mais afortunados para gozar de prazer além da conta. Via-se isso em todos os lugares... Principalmente noticiários. Felizmente Elizabeth sabia ler e escrever, pois Joaquim, um brasileiro que veio para trabalhar em Newcastle e perdeu sua carreira por armação de um colega de trabalho invejoso, havia a alfabetizado também lhe ensinado o básico. Era um mundo frio e injusto, Lizzy sabia disso e portanto era justo que a reciprocidade existisse.

Elizabeth começou a tentar roubar as carteiras mais fáceis com um inicio de carreira negativo, sendo espancada após as tentativas falhas, sortuda por ser uma criança e não ser necessário chamar a policia, apenas ensinavam boas maneiras à arruaceira. Lizzy voltava espancada para junto dos amigos sem-teto que nada podiam fazer além de tentar ficar de olho nela, mas ela começou a elaborar planos e assim ficou mais cuidadosa, tentou usar de sua infantilidade para atingir o coração daqueles que eram mais puros a seu beneficio, e assim, com seus erros que foram muitos, mas não se dedicou tanto a isso e tentou roubar coisas pequenas e mais faceis, ela sabia que precisava de outro método.

Já bem crescida, Lizzy conversava com um dos seus colegas sem teto e a prosa se baseou no dinheiro que essa tecnologia dava, era impressionante... Como poderiam fazer dinheiro? Já viram filmes nos telões das ruas de Hackers que pegavam dinheiro facilmente com essa habilidade, de forma que ninguém percebesse e não se precisavam se por em perigo. Lizzy imaginou se não seria algo tão fantasioso, mas não... Poderia dar certo. Logicamente não contara seu plano a ninguém, mas conversando com Elliot Campbel, um traficante local, ela conseguiu o empréstimo de uma arma, com ela conseguiria o pagamento para esse empréstimo. Não foi fácil convencê-lo, mas felizmente ele não queria sexo, pois uma mendiga suja não era nem um pouco atrativo, ele queria grana mesmo e Lizzy teria de dar, ou morreria após esse empréstimo. Lizzy conseguiu roubar um rapaz que tinha um notebook, não era preciso ser ameaçadora, a arma fazia isso por si, e o rapaz também não era nada do que pudesse chamar de "homem com H", logo após conseguir isso, ela roubou algumas carteiras, havia ficado muito boa nisso, e com tantos roubos de carteira, conseguiu cerca de 500 euros, e deu à Elliot.

Lizzy começou a mexer no notebook, e de começo não entendia nada... Mexeu e mexeu, quebrou a cabeça inúmeras vezes, e no mesmo tanto pensou em desistir, mas sua força de vontade foi maior e conseguiu aprender muito. Elliot veio à uma visita, a chamou para fazer um serviço bacana se quisesse arrumar dinheiro fácil e Lizzy entrou nessa, não era difícil, ela só tinha de fazer número e segurar uma arma, eles iriam assaltar uma loja. O assalto foi tranquilo, para Lizzy, Elliot e Joe, o dono da loja havia se borrado, haviam faturado 600 euros, e Lizzy recebeu uma parte pequena pois eles fizeram o trabalho mais difícil. A garota viu futuro nisso, e pediu para que pudesse entrar mais vezes. Começou como a motorista, Joe ensinou-a dirigir, e assim ficou nesse trabalho recebendo bem mais, conseguiu comer melhor e comprar roupas mais decentes, mas elas duravam pouco pois ainda era uma sem-teto. Por conseguir aparentar melhor conseguia informações em lojas e outros lugares de tecnologia, conseguia aprender e comprar informativos. Não demorou para que Lizzy quem tivesse de ensinar as pessoas ao invés de pedir ajuda.

Lizzy subiu de cargo mas via desvantagem em usar armas, ela gostava de ser mais silenciosa usando uma faca e ameaçando a pessoa silenciosamente com a faca encostada perto dela, aprendeu a fazer ameaças e conseguia o que queria. Muitos planos deram um resultado melhor porque Lizzy gostava de ser silenciosa, ser discreta, quando precisavam entrar em um lugar sem ser notado mandavam a ela, pois os movimentos dela eram naturalmente leves, ela sabia como ficar em silêncio, inclusive... Para não ter sido pega, teve de sujar as suas mãos. Fez isso silenciosamente. Sentiu-se mal por isso, mas isso havia mostrado que ela fazia o que era necessário, para os outros havia mostrado um bom trabalho.

Lizzy havia conseguido dinheiro o suficiente pra alugar um apartamento velho, ela pagava aluguel e era bem protegida morando em um bairro perigoso de Newcastle onde a comunidade era unida e todos agiam para que o "trabalho" progredisse. Ela chegou a conhecer alguns caras que entendiam mais de informática e trabalhavam com quebra de cartões de crédito. Lizzy já estavam entendendo bem em informática então entrou nessa área do negócio, e juntos conseguiram quebrar muitos cartões de crédito, e outras senhas. Com teorias e estudos adicionais, logo conseguiram hackear contas bancárias, aprenderam da pior forma como bloquear o rastreamento de IP, e afins.

O foco de Lizzy era esse, e por isso havia conseguido muito dinheiro. Agora, ela queria ser uma ladra boa não só na informática mas aprender a lidar com o perigo também. O básico já sabia, mas tinha que se aprofundar, Lizzy queria agora ser uma ladra silenciosa e fatal quando precisasse, tinha de aprender sozinha talvez e isso seria perigoso, mas não aprenderia sozinha... Pois Zayn Aldair a abraçou em novembro de 2014.

Despertando para sua nova vida, Zayn a via como um diamante bruto a ser lapidado e uma fiel aliada, usando de métodos silenciosos para conseguir o que quer, e saber interagir com os perigos que a tecnologia representava era um bônus. Zayn era um Assamita originado da Camarilla, seu senhor Al-Samir era um desertor de Allamut, que havia sido morto por seus irmãos, mas Zayn foi abraçado em segredo para manter seu legado e após muitas décadas de custo e prova de lealdade, conseguiu se manter e ter o direito à progênie.

Lizzy ainda é uma criança da noite, esta em aprendizado das tradições e todo o mundo vampírico, assim como está em treinamento para ser uma ladra perfeita, e uma mercenária exemplar da própria da Camarilla.


Quanto à sua vida mortal, conseguiu dinheiro o suficiente para comprar um apartamento próprio no centro. Mantinha contato com Elliot e Theodore, o cara que trabalhava com hackeamento de contas bancárias como ela. Eles eram bem amigos e até já dormiram juntos, mas mantendo a amizade, a parceria. Lizzy inventou a desculpa que estava sendo caçada, e que queria resolver isso sozinha, mas pediria a ajuda deles se precisasse, e o que ela pudesse ajudar estando nessas condições, ela faria.
avatar
Undead Freak

Data de inscrição : 02/05/2013
Idade : 27
Localização : São Paulo - SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum