Malika de los Anjos - Malkavian - Camarilla

Ir em baixo

Malika de los Anjos - Malkavian - Camarilla

Mensagem por Undead Freak em Sex Abr 17, 2015 9:00 pm

1. Dados

Nome: Guidim
Personagem: Malika de los Anjos
Clã: Malkavian
Natureza: Sobrevivente
Comportamento: Visionário
Geração: 10º
Refúgio:
Conceito: Religiosa Irremediável (Criança da Noite)

Saldo de XP: 42/45

pb gastos - 10 em qualidades, 4 em FV, 1 em Conciencia, 1 em Autocontrole, 4 em talento. (total 20 pontos, crédito de 5pb via defeitos)

--------------------------------------------------------------------------------

2. Atributos

Físicos (3)
- Força: 1+1 =2
- Destreza: 1+1 =2
- Vigor: 1+1 =2

Sociais (7)
- Carisma: 1+3 =4 (Fala mansa)
- Manipulação: 1+3 =4 (Oratória)
- Aparência: 1+1+1 (8Xp) =3

Mentais (5)
- Percepção: 1+2 =3
- Inteligência: 1+1+1 (8Xp) =3
- Raciocínio: 1+2 =3


--------------------------------------------------------------------------------

3. Habilidades

Talentos (9)
- Prontidão: (3xp)=1
- Esportes:
- Briga:
- Esquiva:
- Empatia: 2
- Expressão: 1+1(2pb) =2
- Intimidação: 1+1(2pb)=2
- Liderança: 1+1(2XP) =2
- Manha: 2
- Lábia: 2

Perícias (13)
- Empatia c/ Animais:
- Ofícios: 3
- Condução:
- Etiqueta: 2
- Armas de Fogo:
- Armas Brancas: 1
- Performance: 2
- Segurança: 1
- Furtividade: 1+1(2xp) =2
- Sobrevivência: 3

Conhecimentos (5)
- Acadêmicos: 1
- Computador:
- Finanças:
- Investigação:
- Direito:
- Linguística:
- Medicina: 1
- Ocultismo: 2+1(4XP) =3 (Cristianismo, crenças pagãs)
- Política: 1
- Ciências:


--------------------------------------------------------------------------------

4. Vantagens

Antecedentes
Mentor 2
Geração 3



Disciplinas
Demência 1+1(5xp) =2
Auspícios 1+1(5xp) =2
Ofuscação 1+1(5xp) =2


--------------------------------------------------------------------------------

5. Virtudes

Virtudes
- Consciência: 1+3+1(1pb) = 5
- Autocontrole: 1+3+1(1pb) = 5
- Coragem: 1+1=2

Humanidade:
8

Força de Vontade:
2+4(4pb) = 6

--------------------------------------------------------------------------------

Qualidades e Defeitos

Qualidade
Precoce (3 pontos) (Como tenho muito XP, e fiz uma criança da noite, achei justo esta qualidade para justificar altos níveis nas disciplinas)
Você aprende rápido. O tempo que você leva para aprender uma Habilidade específica é cortado pela metade, assim como o custo em pontos de experiência.
(Vampiro, a Máscara; Guia da Camarilla 3ª ed, pág 74)

Senhor de Prestígio (1 ponto)
O seu senhor teve ou tem grande Status em sua seita ou clã e isso confere um certo prestígio a você. Embora o seu senhor possa não ter mais nada a ver com você, o simples fato de sua ancestralidade o marcou para sempre. Este prestígio pode ajudá-lo muito ao lidar com os seus anciões ou com outros neófitos, ou pode provocar ciúmes ou inveja.
(Vampiro, a Máscara; Livro Básico 3ª ed, pág 300)

Protegido (1 ponto)
Seu senhor o observou durante algum tempo antes de Abraçá-lo e falou maravilhas sobre você para todos os que conhecia. Talvez esses vampiros o vejam com bons olhos devido às recomendações de seu senhor; a dificuldade dos testes Sociais com aqueles que já ouviram coisas boas sobre você é reduzida em 1.
(Vampiro, a Máscara; Guia da Camarilla 3ª ed, pág 75)

Frequentador do Elísio (1 ponto)
Você passa uma quantidade de tempo anormal nos vários Elísios de sua cidade. Você é visto com tanta frequência, que todos os vampiros influentes da cidade pelo menos sabem quem você é. O tempo prolongado que você passa nos Elísios também lhe dá a oportunidade de interagir com as hárpias e os demais Membros de mesma envergadura - eles saberão o seu nome quando você se aproximar.
(Vampiro, a Máscara; Guia da Camarilla 3ª ed, pág 74)

Santidade (2 pontos)
Essa Qualidade é, de vez em quando, chamada de efeito auréola: todos o consideram puro e inocente, mas não necessariamente ingênuo. Você tem uma qualidade quase santificada difícil de ser definida, mas que não pode ser negada. Você inspira confiança, mesmo que não seja confiável. A critério do Narrador, você tem uma tendência a receber punições menores por seus erros e é bem visto pela maioria dos companheiros.
(Vampiro, a Máscara; Guia do Sabá 3ª ed, pág 95)

Médium (2 pontos)
Você possui a afinidade natural para sentir e ouvir espíritos, fantasmas e vultos. Embora não possa vê-los, você os sente, fala com eles e, por meio de pedidos ou adulação, é capaz de invocá-los à sua presença. Você pode invocá-los para ajudá-lo ou aconselhá-lo, mas isso sempre tem um preço.
(Vampiro, a Máscara; Livro Básico 3ª ed, pág 300)




Defeito
Novato (1 ponto)
Você é o mais recente Abraçado da cidade e todos sabem disso. Isso automaticamente o coloca no degrau mais baixo da estrutura de poder. Os neófitos aproveitam todas as oportunidades para demonstrar sua inferioridade, provando que a dinâmica do jardim de infância está viva e bem dentro da própria Camarilla. Mesmo que mais alguém seja levado ao mundo dos mortos-vivos, você ainda será considerado como inferior pelo resto de seus companheiros - uma distinção que pode ter consequências perigosas se as balas começarem a voar. A dificuldade de todos os testes Sociais aumenta em 1 quando estiver lidando com outros neófitos.
(Vampiro, a Máscara; Guia da Camarilla 3ª ed, pág 77)

Antecedentes Criminais (2 pontos)
Você passou por tempos difíceis na prisão. Você não pode comprar armas-de-fogo legalmente, e todos os testes sociais para os que sabem de seu histórico tem dificuldade +2. Policiais, em particular, são especialmente inclinados a te humilhar, e você pode dar adeus a chance de algum dia ter o benefício da dúvida daqueles que o conhecem.
(Vampiro, a Máscara; Guia do Jogador 3ª ed, pág. 27)

Estigmata (2 pontos)
Você sangra constantemente de ferimentos fantasmas; apesar de sua pele ficar intacta, você sangue. O sangramento é fraco, mas constante, custando a você um Ponto de Sangue extra por noite (contado logo antes do amanhecer). Se você sangra de locais visíveis (como na palma da mão, um lugar comum de estigmatas), todos os seus testes Sociais tem a dificuldade aumentada em +1, apesar de alguns vampiros levarem mais a sério a sua reputação como vidente.


Pertubação
Devido ao fato de Malika ser uma pessoa muito religiosa, suas creças ,mortais contrariam suas necessidade vampíricas, cada alimentação é um drama isolado, cada pessoa tem seu propósito e cada sangue exerce um papel importante na Jyhad, drenar o alimento pode oferecer nuances do que há de vir, e muitas vezes a pertuba por noites e noites.

ANIMISMO SANGUINÁRIO
Fonte: Vampiro: A Máscara 3ª Ed, Pg 224
Esta é uma perturbação que só afeta os vampiros, em resposta ao sentimento de culpa arraigado que eles têm em relação ao ato de alimentar-se do sangue de seres humanos. Os Membros que sofrem desta perturbação acreditam que além de consumirem o sangue da
vítima, eles também retiram a sua alma, que passa então a fazer parte do subconsciente do vampiro. Nas horas que se sucedem à alimentação, o vampiro ouve a voz de sua vítima dentro de sua própria cabeça e passa por uma torrente de "recordações" da mente da vítima — tudo criado pelo subconsciente do vampiro. Nos casos extremos, esta sensação de possessão pode levar o vampiro a desempenhar ações que atribui às suas vítimas. Obviamente, praticar a
diablerie seria péssima ideia para um animista...
Quando um vampiro com esta perturbação se alimenta de um mortal, é preciso fazer um teste de Força de Vontade (dificuldade 6, ou 9 se drenar o ser humano até a morte). Se for bem sucedido, ele será atormentado pelas "recordações" da pessoa cuja alma ele consumiu parcialmente, mas continuará apto a agir normalmente. Se fracassar no teste, então as imagens em sua mente serão tão vívidas que ele ficará propenso a desenvolver uma segunda personalidade dentro dele — uma personalidade zangada e reprovadora, cujo objetivo é causar dano ao vampiro e seus associados. O jogador deve interpretar esse estado; caso contrário, o Narrador assume o controle do personagem e faz com que ele se comporte como se a mente da vítima estivesse prevalecendo. Durante os breves momentos que antecedem o alvorecer o controle rever te automaticamente para o vampiro.


--------------------------------------------------------------------------------

6. Prelúdio
Malika quer dizer Doce Princesa... Nome dado pela imigrante africana á primeira filha, nascida no México, que cruzaria a fronteira em busca de uma vida melhor.

O sonho de vida de princesa encerrava logo nas primeiras semanas de vida, quando sua mãe fora estuprada e morta por coiotes mexicanos, a criança foi encontrada por militares americanos, que colocaram a criança em solo americano e encaminharam-na para uma entidade de crianças abandonadas.

A vida no orfanato não foi fácil, descriminação racial, abuso sexual e uma árdua rotina de adoração e castidade cristã junto com tarefas rotineiras de um zelador, lavar, consertar, limpar, montar, limpar de novo. Malika não achava aquilo um abuso, pois jamais havia sido exposta ás coisas normais na vida de uma criança.

Malika, talvez fosse a mais abusada de todas as crianças devido sua fama de poder ver todos os santos e até mesmo conversar com eles, talvez esse era o motivo que excitavam ainda mais os molestadores religiosos de onde vivia, Malika ficou ainda mais visível quando sua religiosidade atingiu tal patamar de sofrer alguns estigmas, era considerada no convento onde foi criada, a criança mais próxima de todos os santos, podendo não só ouvi-los, como também senti-los, talvez não de uma forma bela e sutil, mas não deixava de ser um presente divino.

Perto de sua juventude, um noticiário nacional desmascarava todas as atrocidades que o convento onde Malika vivia cometia com suas crianças, Malika foi encaminhada para uma ONG de responsabilidade, e suas irmãs de conventos foram distribuídas por todo o terreno americano.

Malika agora não tinha mais a obrigação de adorar á um Deus, mas precisava fazer, sentia falta de tudo que havia aprendido mesmo sem a obrigação aquilo passava a ser uma necessidade, assim como o abuso das outras crianças mais novas, Malika as tocavam, as acariciavam, as consumiam das formas mais carnais e invasivas possíveis, afinal, não estava fazendo nada de mal, assim como uma criança que repete as palavras que ouvem dos pais, Malika repetia as atrocidades ás que foi exposta.

Julgada e setenciada, Malika foi encaminhada para o juizado e por fim a detenção para adultos, suas atrocidades cometidas não foram perdoadas pelas autoridades, e agora ela adoraria seu Deus atrás das grades, poderia compartilhar sua perversão com outras detentas e poder regenerar seus princípios através da reclusão.

Malika era procurada dentro da cadeia pelas detentas, pois ela pregava a palavra da salvação, afinal era a única coisa que havia aprendido na vida além de exploração sexual. Com sua devoção ardil e seus conhecimentos da religião conseguia salvar almas e pessoas, além de chamar atenção de alguns olhares não muito divinos.
Malika pode evoluir, soube conhecer as pessoas e como abordá-las, conseguiu salvar muitas mulheres e conhecer suas perverções, foi uma verdadeira lição de vida. Seu senso visionário ficou apurado em prol ao bem estar das pessoas, sabia que a religiosidade havia guardado algo para seu destino.
Mas nem tudo eram mar de rosas, Malika teve inúmeros revés em sua estadia dentro da cadeia, por algum motivo, as detentas sentia uma parcela de culpa quando queriam surrar a cara da santinha devoradora de bíblia, mas muitas vezes, quando a maldade era tamanha, Malika soube impor seu intento mais primitivo de sobrevivência e mostrar que sua jornada não se abalaria por nada, nem ninguem.

Foi assim que Malika chamou atenção de sua senhora, Sgt. Carmem Von Jour, supervisora da detenção do turno noturno, uma caçadora de sobreviventes e profetiza da Jyhad, há décadas havia procurando alguém que conseguisse enxergar através das linhas invisíveis que tecem a trama da jyhad, assim que cumpriu sua pena, teria de cumprir uma pena ainda maior, talvez pela eternidade.

A Fé de Malika mais uma vez foi testada, depois do abraço suas ideias viraram do avesso, tudo que havia aprendido na bíblia sagrada parecia que já não fazia mais sentido... Onde estava seu Deus agora? Ela jamais sentaria ao lado de Deus pai todo poderoso, qual deus era real? O abraço era uma maldição ou uma absolvição por tudo que havia cometido? Em qual deus acreditar, a qual Onipotente servir?
Malika se pergunta isso á todo instante, servindo á um Deus diferente a cada noite, na busca incansável de encontrar o deus correto a seguir.

Malika segue as ordens de sua senhora, preparando o mundo e seus habitantes para o grande apocalipse final, mas o que virá? De que modo ocorrerá? E qual o meio de trazer a preparação para os que as noites ainda habitam?
[...] Malika busca estas respostas todas as noites, salvando quem lhe pareça digno, servindo ao Deus que lhe parece mais adequado, e nutrindo uma sede eterna que jamais se esvairá.


Observações
- Carmem Von Jour possui várias identidades, é uma estudiosa da Gehenna bem respeitada, mas não muito bem compreendida ela fornece informações importantes para a Camarilla sobre um assunto temido e às vezes debochado que ninguém dá muita importância. Mas com certeza, os anciões mais cautelosos levam muito á sério o que Carmem tem á dizer, uma cainita muito cautelosa, misteriosa e sem dúvida muito inteligente, uma cria de Carmem tem seu devido prestígio, visto que Carmem não escolheria um morinbundo qualquer.

- Malika possui poucas ou quase nenhuma conexão com pessoas que passaram por sua vida, ela diversas vezes foi retirada de um lugar e colocada em outro, e todas por obrigação, mas isso não muda o fato de uma recém-abraçada não sentir os pesares do abraço e muitas vezes questionar o porquê ela que recebera o dom da não-vida, ou mesmo visitar locais em qual ela conviveu e ainda tenha alguns conhecidos.

- Malika não possui emprego, não possui muito contato com o mundo externo, encontra-se no momento em um refúgio de sua Senhora e a representa (mesmo que muito mal) na camarilla local, assim como qualquer outra criança da noite, segue as orientações de sua senhora. Ela gasta praticamente suas noites no elísio, estudando sua nova condição e se relacionando com seus pares, tentando compreender o real sentido de sua imortalidade e como proceder com as pesquisas e estudos referentes á tal Jyhad que Carmem tanto comenta.

Idade Aparente: 32
Idade Real: 35
Itens e aparência: Malika se veste de forma discreta e moderna, calças Jeans e roupas apropriadas ao clima, como regatas e blusas, um celular simples apenas para necessidades básicas, e sua Carteira de Identidade autêntica. em casa possui livros religiosos e alguns artesanatos que aprendeu á fazer no orfanato e na prisão.

_________________
avatar
Undead Freak

Data de inscrição : 02/05/2013
Idade : 28
Localização : São Paulo - SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum