Sophia Mountbatten - Toreador - Camarilla

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Sophia Mountbatten - Toreador - Camarilla

Mensagem por Undead Freak em Sex Abr 17, 2015 8:55 pm

Nome: Rebeca
Personagem: Sophia Mountbatten
Clã: Toreador
Natureza:  Galante
Comportamento: Camaleão
Geração: 9ª Geração
Refúgio: Apartamentos Luxuosos
Conceito:  Socialite de múltiplas personalidades

Saldo de XP: 0/0


2. Atributos

Físicos
- Força: 1+
- Destreza:  1+2
- Vigor: 1+1

Sociais (7)
- Carisma: 1+3 (Digno de Confiança)
- Manipulação: 1+1
- Aparência: 1+3 (Faces Encantadoras)

Mentais (5)
- Percepção: 1+2
- Inteligência: 1+1
- Raciocínio: 1+2


3. Habilidades

Talentos (9)
- Prontidão: 2
- Esportes:
- Briga: 1(2bp)
- Esquiva: 1(2pb)
- Empatia: 2
- Expressão: 2
- Intimidação: 1
- Liderança:
- Manha:
- Lábia: 2

Perícias (5)
- Empatia c/ Animais:
- Ofícios:
- Condução: 1(2pb)
- Etiqueta: 2
- Armas de Fogo:
- Armas Brancas: 1
- Performance: 2
- Segurança:
- Furtividade:
- Sobrevivência:

Conhecimentos (13)
- Acadêmicos: 2
- Computador: 2
- Finanças: 2
- Investigação: 2
- Direito:  1
- Linguística: 3 (Língua padrão Inglês britânico + Francês, Italiano, Português e Alemão) (Mil e uma personalidades)
- Medicina:
- Ocultismo: 1
- Política: 1
- Ciências:


4. Vantagens

Antecedentes (5)

*Geração 3 + 1(2pb) = 9ª Geração
* Mentor 1(1pb)
*Recursos 2+3 (3pb)
*Lacaios 1(1pb)
*Contatos 1(1pb)
* Fama 2 (2pb)
*Aliado 1 (1bp)


Disciplinas(3)

*Presença 1
*Auspício 1
*Rapidez 1



5. Virtudes

Virtudes (7)
- Consciência: 1+2
- Autocontrole: 1+3
- Coragem: 1+2

Humanidade:  7 (Consciência+Autocontrole)

Força de Vontade:  3 + 4 (4pb)


Qualidades (7) e Defeitos (7)
Rubor de Saúde +2
Voz Encantadora +2
Memória Eidética +2
Senhor de Prestígio +1


Ferimento Permanente (-3)
Exclusão de Presa (Crianças) (-1)
Senhores Rivais (-2)
Repulsa ao Alho (1)

Obs: Pontos de bônus em vermelho


Observações
Informações do Personagem
- Idade antes do abraço: 27
- Idade total: 33
- Data de nascimento: 02/02/1988
- Aparência:  Jovem bela de aparência romantica e delicada. Pele casualmente morena, olhos castanhos e cabelos longos, embora costume modificar em vários penteados em nome de suas variadas personagens.
- Personalidade: Galante, camaleão. 'Jamais revelará sua verdadeira face e própria personalidade ao próximo, reiventar-se de mil maneiras é a única forma de proteger os seus principais interesses.
- Fraqueza do clã: Quando se ouve, cheira ou observa algo completamente belo, a cainita é tomada por uma sensação de  um êxtase de fascinação durante uma cena ou até que o alvo de sua atenção se retire.

Inventário

- Iphone 6 Plus
- Ultrabook
- Possui um BMW Z4 Roadster amarela
- Documentos falsos ( Emma Connor, Alícia Lee Walker, Janete Daves Brown e Katara Winchester )


Carnical * Adam Clawford *
Nome: Adam Clawford Jewel
Idade: 30 anos
Ocupação: Segurança particular, Motorista e conselheiro.
Curiosidades: Embora o laço de sangue tragam sentimentos por seu senhor, Adam antes mesmo já nutria um amor incondicional por sua senhora, portanto o laço de sangue apenas fortaleceu aquilo que já existia.

Ficha de Adam
Nome: NPC
Personagem: Adam Brian Clawford
Clã:
Natureza:  Conformista
Comportamento: Tradicionalista
Geração:
Refúgio:  Mansões ao lado de sua senhora.
Conceito:  Protetor

Saldo de XP: 0/0


2. Atributos

Físicos (4)
- Força: 1+1
- Destreza: 1+2
- Vigor: 1+1

Sociais (3)
- Carisma: 1
- Manipulação: 1+1
- Aparência: 1+2

Mentais (6)
- Percepção: 1+2
- Inteligência: 1+1
- Raciocínio: 1+3


3. Habilidades

Talentos (13)
- Prontidão: 1
- Esportes: 1
- Briga: 3
- Esquiva: 3
- Empatia:
- Expressão:
- Intimidação: 2
- Liderança:
- Manha: 1
- Lábia: 2

Perícias (9)
- Empatia c/ Animais:
- Ofícios:
- Condução: 2
- Etiqueta: 1
- Armas de Fogo: 3
- Armas Brancas:
- Performance:
- Segurança: 2
- Furtividade: 1 + 1 (2bp)
- Sobrevivência: 1 (2pb)

Conhecimentos (5)
- Acadêmicos:
- Computador: 1
- Finanças:
- Investigação: 2
- Direito:
- Linguística: 1 (Inglês + Francês)
- Medicina:
- Ocultismo: 1
- Política:
- Ciências:


4. Vantagens

Antecedentes (5)
Recursos 2
Contatos 3


Disciplinas
Auspício 1 (7pb)



5. Virtudes (7)

Virtudes
- Consciência: 1+ 2
- Autocontrole: 1+3
- Coragem: 1+2

Humanidade:  7 (Conc + auto controle)

Força de Vontade: 3 + 4 (4pb)


Qualidades e Defeitos

Ambidestro (1 ponto)


Pesadelos (1 ponto) - Thereza assassinando a sua filha Ágatha na sua frente.
Vingança (2 pontos) - Thereza, a cainita assassina de sua filha.
Antecedentes Criminais (2 pontos)

Pontos bônus em vermelho (15 pontos)
Observações


- Contatos
* Paul "Kill boy" - Líder pequeno de uma gangue local de Nova York. Ex-carniçal de um destruído gangrel.
* Sâmila - Dona de um dos bares mais frequentados da cidade, é uma senhora sozinha, que observa e tem praticamente qualquer tipo de informação.
* Delegado Borges - Durante os cinco anos de prisão, pegou uma certa "intimidade" com o delegado e visto esse ponto de vista, o delegado lhe passa informações sobre prisioneiros, transferências e operações especiais que serão feitas na cidade.



Inventário
- Revolver (Colt Anaconda)
- 2 pistolas leves ( Glock 17)  (ambas as armas foram compradas ilegalmente devido ao seu defeito antecedentes criminais)


6. Prelúdio


Carniçal e amante de Sophia. Ambos vivem sempre juntos, exceto em reuniões de elísio e eventos sociais. Ao contrário do que muitos pensam, Adam sempre foi apaixonado por Sophie e sua influência maior é pelo jeito como ela o trata.




Contatos * Sabrina *
Nome: Sabrina Walker
Idade: 26 anos
Ocupação: Estagiária no gabinete do ministro de segurança dos Estados Unidos.
Curiosidade: Embora há dois anos, ambas trocam informações entre si, elas jamais se conheceram pessoalmente. As duas trocaram suas primeiras palavras via e-mail quando Adam afirmou que havia alguém que Sabrina deveria conhecer. Enquanto Sophia "aconselha" Sabrina sobre quais atitudes tomar em determinados locais da cidade de Nova York, Sabrina fornece informações sobre recém-chegado "suspeitos" na cidade.
Obs²: Sabrina sabe muito além do que revela, já encontrou com inúmeras pessoas "diferentes" e ao trabalhar com o ministro de segurança aprendeu que existem coisas que a mente humana desconhece.


6. Prelúdio


Quando se nasce em uma família tradicional de renome, não há a opção "não aceito". No meu caso consegui aceitar, embora ainda rejeito certos costumes vampíricos. Eu nasci em Londres, Inglaterra. Filha de Anme Sophie Mountbatten e Antony Mountbatten. Para muitos que não são formados na cultura britânica, lhes darei uma dica. Há algum tempo os Mountbatten vêem alcançando uma posição de renome e poder. Os primeiros monarcas do país foram de nossa família e até hoje continuámos sendo. Mesmo com todos os escandalos que nos envolveram a família real, a minha família continua intacta no auge de suas influências governamentais.

Embora a minha descedência precise de que 28 pessoas sejam assassinadas para que eu suba ao trono, creio que essa parte de minha vida não seja de fato interessante. Cresci entre os poderosos e acredite já tive inúmeros jantares informais com a rainha, embora ela me trate mais como uma descendente promissora do que como alguém que realmente ofereça perigo ao seu trono e a de seus "próximos". Como uma herdeira de sangue real aprendi desde criança que somos diferentes, aprendemos de formas diferentes. Os inúmeros professores que me cercavam durante minha infância e adolescência me diziam que jamais eu poderia ser uma mulher comum, e olha aonde estou hoje? Eles realmente tinham razão. Durante minha adolescência aprendi sobre coisas que possivelmente jamais usaria, até hoje. O meu sonho era a liberdade, a minha verdade era persistir em alcançar um lugar somente meu, onde os meus parentes de sangue azul não fossem mais do que a mim.  Tive estudos particulares em domicílio, aprendi a tocar piano e ainda ganhei um pequeno treinamento em ádagas, apenas proteção caso necessário ou ataque. A maioria das coisas que aprendi jamais usaria em vida, ou morte. Minha família sempre foi bem rígida em relação ao que você aprende, e um dos lemas monarcos é: Mesmo que não ocupe o trono, você ainda é julgado pelos seus conhecimentos e ações.

Durante minha fase adulta, já bem instruída sobre as faculdades mentais acadêmicas, resolvi que cursaria jornalismo em Washington, EUA. Não importa o quanto de distancia você esteja sobre a sua família, eles sempre te monitoram. Aos 19 anos comecei a desenvolver uma pequena anormalia mental, comecei a montar personagens e me encaixar em determinadas ocasiões. Existia a ladra, a cortesã, a executiva e muitos outras de diferentes maneiras. Em razão de minha humilde beleza, através do jornalismo conheci as cameras e os escandalos que elas podem me arrumar. Pousei para algumas revistas, até conhecer Thereza Bastfold. A mulher socialite que mudaria a minha vida entre um simples beijo. Thereza era especial, diferente e única com seus trajes formais e requintados e seus linguajar infame que causava furor até nos mais simples homens. Entre esses homens estariam Adam, o meu amante que me deu a única prova que o amor existe, Ágatha. Devido a minha grávides inexperada tive que me ausentar dos estúdios e da vida noturna da cidade. Nesse meio tempo conheci outro homem que marcaria a minha vida de forma inigualável, Christian Von Aldern, um famoso pintor que escondia o seu rosto entre pinturas mais que resolveu se revelar a mim.

Christian me ofereceu uma vida inteira de promessas, glamour, dinheiro e fama, tudo em troca de ter a minha beleza eternamente ao seu lado. Em outros momentos Thereza prometia revelar ao mundo a mulher de mil faces, mostrar ao mundo que a realeza carregava a arte da interpretação dentro de si. Entre sonhos e promessas escolhi Ágatha e Adam que estava sempre ao meu lado. Em uma noite enquanto preparava o meu recital de uma cortesã para apresentar ao teatro, recebi a visita inexperada de Christian. Sem ao menos eu perceber, me seduziu, amou-me durante a noite e abraçou-me com a eternidade. Enquanto a minha alma descansava para o meu corpo resurgir como um ser das trevas, Thereza recentida e enraivecida tomou a vida de minha filha Ágatha para si, assassinando-a e realizando a promessa que um dia na nossa eternidade eu seria dela. A perda de minha filha me deixou por um momento em pricípio de depressão, mas sou uma Mountbatten. Uma toreador de sangue real, sangue esse mais belo do que muitos ventrue perdidos no seu mundo sem sentido. Durante o meu abraço recebi uma marca, uma que toda a noite sangra. Na minha parte mais íntima, onde Christian penetrou durante o ato e a transformação uma ferida que terei permanentemente. Essa ferida além de mostrar-me que não sou perfeita, lembra que daquele local o meu diamante deixou o meu corpo e todas as noites repúdio e amaldiçoo aqueles que são impuros o suficiente para alimenta-se de crianças, inocentes como a minha Ágatha era antes de virar "pó".

No início não foi fácil me habituar com a morte. Só percebemos que amamos a vida quando ela termina. Christian sempre foi ausente na minha vida, viagens, círculos internos dos mortais e eu sendo apresentada como a sua taça de ouro: - A família real carrega o sangue de Christian Van Aldern em suas veias. - Ele sempre costumava dizer. Nós toreador somos guiados pelo o que você pode nos apresentar e sobre a minha pessoa, nem todos se agradavam. O sobrenome de minha família seria o fardo que carregaria agora eternamente. Com alguns anos de treinos e lições sobre caça, as leis de minha seita, meu senhor resolveu que eu poderia "sobreviver" sozinha. E foi então que comecei a caminhar com minhas próprias pernas, conheci Augustus o toreador inglês que me ajudou a interagir no mundo mortal e se tornou o meu principal aliado. Os seus conhecimentos de membros, e sua posição como harpia da cidade de Nova York me poderia ser útil, enquanto em troca eu deveria fazer "pequenas doações" financeiras para os seus projetos artísticos na cidade. Em seguida conheci Sabrina, uma mortal que sendo estagiária no gabinete do ministro de defesa dos Estados Unidos me ajudou a conhecer um pouco sobre os segredos "sujos" da cidade.

Christian se mostrou bastante influente mesmo sendo um ancillae, cria de Perpétua uma anciã que ocupava um local grandioso na cadeia vampírica de Nova York. Christian também tinha os seus negócios secretos que o colocava quase independente de sua senhora, mas o seu maior prestígio ainda vinha dela. Como uma neófita recém-criada não ocupei nenhuma posição na cidade de Nova York, mas nem mesmo a primigênese ignorou o fato que a minha posição sanguínea poderia me trazer benefícios para 'influênciar" círculos de outras cidades e tratar de negócios financeiros para o grupo seleto dos membros locais. Enquanto minha jovialidade se mantinha intacta, Adam começou a envelhecer e portanto o transformei em meio carniçal. O desejo de amor que ele nutria por mim se ampliou com o meu sangue e se existe sentimentos entre os corações mórbidos dos membros, posso dizer que sinto algo por ele, algo além da minha imaginação.





7. Banco de Dados
avatar
Undead Freak

Data de inscrição : 02/05/2013
Idade : 28
Localização : São Paulo - SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum