Amin el-Hussein - Assamita - Independente

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Amin el-Hussein - Assamita - Independente

Mensagem por Convidad em Ter Out 09, 2012 3:21 pm

Nome: Shirou
Personagem: Amin el-Husseini
Clã: Assamita
Natureza: Sobrevivente
Comportamento: Arquiteto
Geração: 9º
Conceito: Investigador
Idade Aparente: 22 (abraçado em 1900)
Mentor: Ahmed el-Husseini
Refugio: casa do mentor

Experiência: 107 XP (107 gastos/ 0 acumulados)
75xp - Ancillae
32xp - Disciplinas

ATRIBUTOS (9 - 6 - 4)

Físicos
- Força: 3+1 = 4 (Braços Poderosos)
- Destreza: 4+1 = 5 (flexibilidade e Reflexos felinos)
- Vigor: 2+1 = 3

Sociais
- Carisma: 2+1 = 3
- Manipulação: 2+1 = 3
- Aparência: 0+1 = 1

Mentais
- Percepção: 2+1 = 3
- Inteligência: 2+1 = 3
- Raciocínio: 2+1 = 3


HABILIDADES (16 - 11 - 7)

Talentos (16)
- Prontidão: 3
- Esportes:
- Briga: 3
- Esquiva: 3
- Empatia: 1
- Expressão: 1
- Intimidação: 2
- Liderança:
- Manha: 1
- Lábia: 2

Perícias (11)
- Empatia c/ Animais:
- Ofícios:
- Condução: 1
- Etiqueta:
- Armas de Fogo: 2
- Armas Brancas: 3+1 (Espadas)
- Performance:
- Segurança:
- Furtividade: 3 + 1 (sombras)
- Sobrevivência: 2

Conhecimentos (7)
- Acadêmicos:
- Computador:
- Finanças:
- Investigação: 4 (Pistas Ocultas)
- Direito:
- Lingüística: 1+1 (2xp) (Árabe - Inglês, Hebraíco)
- Medicina:
- Ocultismo: 1
- Política: 1
- Ciências:


VANTAGENS

Antecedentes (8 + 2)
Geração: 2+2* (ganho em crônica)
Recursos: 3 (salário como investigador)
Mentor: 2 (Ahmed)
Rebanho: 1
---------------

Disciplinas (6)
Quietus: 1+1 (5xp)
Rapidez: 1+1 (5xp)
Ofuscação: 4+1 (20xp)
Potência: 1 (7PB)
-------------



Virtudes (7)
- Convicção: 2

- Autocontrole: 2+1

- Coragem: 3+1


Trilha do Sangue: 5

FORÇA DE VONTADE: 4+2 = 6


QUALIDADES e DEFEITOS
Visão Noturna (-2)
Spoiler:
Você pode ver perfeitamente durante a noite e você nunca entendeu porque as pessoas tem tanta dificuldade em enxergar só porque está um pouco escuro. Você não sofre qualquer penalidade nos dados enquanto tiver no mínimo luz equivalente a um céu moderadamente estrelado. Quando vai de uma condição de luminosidade brilhante para uma condição escura, seus olhos podem levar um turno ou dois para se adaptar.
(Vampiro, a Máscara; Guia do Jogador 3ª ed, pág. 27)
Ambidestro (-1)
Spoiler:
Você possui um elevado nível de destreza manual, podendo executar tarefas com sua mão "inábil" sem sofrer penalidades. Você ainda precisa seguir as regras para execução de ações múltiplas, mas não sofrerá penalidade à dificuldade se, digamos, usar duas armas ou for forçado a usar a mão "inábil".
(Vampiro, a Máscara; Livro Básico 3ª ed, pág 296)
Equilíbrio Perfeito (-1)
Spoiler:
Você possui um senso de equilíbrio inato perfeito. Os personagens com esta Qualidade reduzem as dificuldades de seus testes relacionados com equilíbrio (ex: Destreza+Esportes para caminhar sobre uma tábua estreita) em dois pontos.
(Vampiro, a Máscara; Livro Básico 3ª ed, pág 296)
Disciplina Adicional (-5)
Spoiler:
Você pode escolher mais uma Disciplina não-exclusiva e tratá-la como se também fosse uma Disciplina de seu clã. Todos os custos para aprender essa Disciplina devem ser pagos como se ela fosse natural do seu clã. Um personagem não pode comprar essa Qualidade mais de uma vez.
(Vampiro, a Máscara; Guia da Camarilla 3ª ed, pág 79)
Vício (+3) vinho
Fóbia (+2) Cobras
Spoiler:
Acidente quando ainda criança, caminhando no campo com seu irmão mais novo fora atacado por uma cobra após pisar acidentalmente em sua calda, caminhava sem presta muita atenção ao caminho já que brincará com seu irmão, após ter pisado na calda da cobra, ela o picou sentira uma dor excruciante e logo desfalecerá acordando apenas um ou dois dias depois, ainda queimando em febre seu pai estava ao lado da sua cama no que parecia ser um hospital... Carrega até hoje o estigma do ataque em seu subconsciente, temendo toda e qualquer cobra.
Exclusão de presas (+1) Grávidas
Spoiler:
Não vejo as grávidas como um alimento mas sim como duas vidas residindo em um corpo, não me agrada a ideia de macular essa pureza atacando uma para me alimentar a a ideia de beber desse sangue multuo me da um asco e ancia de vomito, talvez tenha sido a minha criação, ou algo que reside em meu subconciênte, mas não me agrada ver tal forma de alimentação
Tique Nervoso (+1) Estralar os dedos

Idade: Amin aparenta ter 22anos, idade a qual foi submetido ao abraço em 1900, tendo hoje aproximadamente 130 anos.

Aparência
Spoiler:

OBS:
*Pontos em geração
Pontos ganhos na crônica "O real preço do poder" do narrador Stoth (Guil Barcelos), decorrente o abraço do personagem Gary "The Tiger" Carniçal, que fora abraçado durante a crônica.

Itens:
2 - Cemitarras
1 - Adaga
Celular Iphone (preto)
Carro Honda Civic preto
Glock 9mm (com 3pentes, um na arma e dois reservas)
Máscara preta
Sobretudo preto
Casaco com capuz preto
Coturno
Roupas normas
Mochila


PRELÚDIO
Amin Nascido em 1878 em uma pequena aldeio proxima a Beitute, al-Zug, desde jovem aprendia com seu pai as lições da vida o governo Otomano mantinha uma consideravél liberdade para as diversas comunidades religiosas existente no seu terrítorio, assim Amin não tinha um ódio religioso, na sua infância sofrera um acidente quando caminhava com seu irmão mais novo e foi atacado por uma cobra, passou alguns dias em um hospital em Beirute, ao acorda via seu pai com uma expressão mais calma.
Era uma jovem como qualquer outro de uma pequena aldeia trabalhava junto com seu pai realizando alguns trabalhos no campo, quando completou 20anos seu pai mandou para Beirute, seu tio Ahmed precisava de alguém para ajuda-lo no trabalho, já não dava conta de tomar conta da pequena venda sozinho, Amin foi morar com o tio, após dois anos de uma convivência estranha já que só via seu tio a noite e lhe dando a desculpa que era muito trabalho para comprar algumas das mercadorias e que precisava viajar para mais longe e só retornava a noite, seu tio em uma noite resolveu lhe mostrar a verdade, então o levou para um lugar mais reservado e fechado na casa, mostrou-lhe uma adaga onde havia uma pequena pedra vermelha no cabo, "Essa é a minha esposa, fiel e sempre certeira" olhou com uma certo fascinio e choque "Meu sobrinho, não sou mais um de vós, e você também não será mais, os de nossa aldeia são forjados no calor do deserto e na dificuldade, temos uma força de vontade maior para sobreviver e é disso que Haqim precisa para as suas fileiras contras os filhos de Khayyin" logo chegou em seu flanco esquerdo segurou-lhe firme pelo braço e sem que Amin pudesse reagir lhe fez um corte na jugular, sentia sua vida se esvaindo, logo não sentia mais a força em seu corpo e já não conseguia se manter desperto, fechou os olhos, podia sentir a morte chegando ao seu corpo, e perdeu totalmente a consciência, sendo desperto por um gosto estranho e sentia um liquído quente escorendo por sua garganta "beba meu filho, e sinta o desejo de viver, a eternidade lhe foi dada, agarre-a!" logo Ahmed o levará para o seu treinamento na fortaleza sagrada "o Alamut".
Os anos foram passando e Amin podia ver a guerra que surgirá as conseguencia da guerra dos ocidentais chegará a até ele Beirute já não era mais controlada pelos mesmo homens, quase nada havia mudado mas o clima era diferente, era como o inicio de uma nova fase em sua vida e na sua cidade, tudo parecia ganhar o impulso do moderno e da riqueza, em 1936 se uniou ao recém criado Partido Kataeb, começará a então sentir todas as mudanças, os judeus estavam começando a serem caçados na cidade e seu bairro ameaçado pelos seguidores de Haj, a guerra que estava pra se iniciar entre judeus e Palestinos começava a tomar forma e atingir a todos o oriente médio e Beirute não escapará desda ameaça, a violência se iniciava e cabia ao estado e ao partido proteger o bairro, Amin logo passava a usar seus dons afavor dos judeus e a caçar cada um dos que os colocava em risco, conheceu então alguns membros que o ensinavam a seguir as pistas dos que planejavam e executavam ataques terroristas.
Os anos da guerra se seguiram, a saída que Ahmed indicará era a saída do fronte, aquela não era a sua guerra, desperdiçava seus dons ajudando numa guerra que não o levaria a lugar nenhum, jamais iria ter seu crescimento se continua-se, logo voltará as suas atenções para o outro lado do atlântico, mas ainda não era a hora de emergi, seus ensinamentos ainda estavam apenas no começo, precisava mostrar ao clã a sua verdadeira força.
Era uma noite fria, já era inverno e Ahmed havia lhe passado uma missão, abater um carniçal, também lhe passará a informação que não era uma carniçal qualquer, ele já existia a pouco mais de 100anos, mas não era ligado a ninguém realizava trabalhos pra qualquer vampiro que lhe pagasse com o próprio vitae, era um "independente" mas que já sabia demais e precisava ser eliminado, após uma tocaia de pouco mais de 2h, ele via o seu alvo chegando se mantinha nas sombras e realizava uma ataque surpresa, mas algo não estava certo, não cnseguia atingir ele como pensou, e gastava mas sangue do que pensava ao final havia matado o alvo, mas a lutava havia custado mais sangue do que pensará e precisava se alimentar a fome gritava em seus ouvidos, mas conseguia manter o controle ainda, para sua sorte via um carro se aproximando, dele saia um casal, podia notar que o homem ajudava a mulhr a sair e que ela estava grávida, mas a fome gritava, logo deixou eles entrarem em casa e ficou observando na janela quando percebeu que o homem havia saído da sala e ido buscar algo no carro, partiu para o ataque entrou na casa se utilizando de seus poderes para não fazer barulho, mas quando se aproximava da mulher podia ouvi-lá conversando com sua barriga, parava por um instante e quando saia do manto das sombras via o olhar do mais profundo horror nos olhos da mulher que só dizia "não me machuque, meu filho, meu filho" via ela protegendo a barriga e logo vinha a imagem de sua mãe, que ela teria feito o mesmo para protege-lo, nesse momento saia correndo de lá, sentia uma culpa profunda e passava rapidamente pelo homem...
Durante os 50anos seguintes se dedicou apenas a aperfeiçoa seus poderes e habilidades, não se intrometendo na sociedade humana, "sumirá" dos olhos dos não preparados, caminhava sem ser visto se mantinha nas sombras e seguia apenas olhando as mudanças as quais o mundo enfrentava, via a guerra entre Judeus e Palestinos crescer e ganhar proporções que jamais poderia imaginar um conflito sem final, o ódio se espalhava pelo oriente médio, viajava para os Estados Unidos, o ano 1986.
New York a cidade das oportunidades.
Amin ressurgi das sombras onde havia se colocado, se apresenta formalmente ao Principe da cidade, lhe informando sobre sua chegada e que irá se estabelecer na cidade porém que não é um membro da Camarilla ou Sabá, que cumprirá as tradições, e que seus serviços estão a disposição do Principe.
Começa a trabalhar para pagar suas contas humanas como detetive particular.
Se utiliza dos pobres para se alimentar, mantém um pequeno grupo (3membros) que alimenta para ter alimento para alguma emergência.

BANCO DE XP
-----

BANCO DE DADOS
-----

ULTIMA ATUALIZAÇÃO:
Ancillae 75xp
Ofuscação 4 > 5 (Disciplina do Clã) 20xp
Quietus 1 > 2 (Disciplina do Clã) 5xp
Rapidez 1 > 2 (Disciplina do Clã) 5xp
Ocultismo 1 > 2 (Habilidades) 2xp

PB 22 (15 + 7 pontos de defeitos)
Pontos gastos
9 em Qualidades
2 em Força de Vontade
4 em Perícias
7 em Disciplinas

Estudo para montagem do personagem:
a história da comunidade judaica libanesa difere das demais espalhadas pelo mundo, pois no Líbano os judeus não eram considerados cidadãos de segunda classe; Constituíam uma das tantas minorias que viviam no país e que mantinham boas relações com todos os demais grupos.


O desenvolvimento do moderno Líbano, no século 20, foi acompanhado por movimentos demográficos dos judeus do Oriente Médio. Na primeira década de 1900, judeus da Síria, Iraque, Turquia e Grécia estabeleceram-se no Líbano. Com isso, chegou a 5.000 pessoas a população judaica libanesa. Na constituição civil libanesa de 1911, os judeus foram reconhecidos pelo governo otomano como um dos 23 grupos confessionais que vivia no Líbano, gozando portanto dos mesmos direitos que os demais. O reconhecimento, a um só tempo, civil e religioso implicava em que a comunidade judaica fosse liderada e representada política, social e economicamente por seu presidente, e não pelo Rabino Chefe, como em outras partes do Império Otomano.

O Mandato Francês

No final da 1a Guerra Mundial, o Império Otomano, derrotado, é desmembrado entre as nações vitoriosas e, em 1920, na Conferência de San Remo, a Liga das Nações entrega à França o mandato sobre o Líbano e a Síria. Em 1º de setembro do mesmo ano, o Alto Comissariado Francês proclama a criação do Grand Liban e, mais tarde, nascia a República Libanesa. A constituição do novo estado garantia a cada minoria a liberdade de credo, o direito de legislar sobre assuntos civis e de ter seu próprio sistema educacional. Os judeus do Líbano haviam-se tornado uma das poucas, senão a única entre todas as comunidades judaicas do Oriente Médio a ter seus direitos protegidos pela lei do país.

Significativos investimentos em portos, rodovias, estradas de ferro e infra-estrutura são realizados pelo poder mandatário, e Beirute vê aumentado seu papel de ponte entre Ocidente e Oriente. Deste surto de modernidade nasce uma afluente burguesia judaica e cristã, que adotou um estilo de vida ocidental, acompanhada por muçulmanos sunitas. As relações entre essas comunidades eram cordiais, caracterizadas por respeito mútuo e laços de amizade entre seus membros.

A maioria dos libaneses e os judeus, principalmente, lembram do mandato francês como uma "idade de ouro", caracterizada pelo amor à cultura e arte de saber viver; uma época em que existia uma sincera cooperação intercomunal, a despeito de suas diferenças.

Nesse período, reformas comunitárias reorganizaram a comunidade judaica de Beirute. Cria-se um Conselho Comunitário, que se torna o órgão central do judaísmo libanês, reconhecido tanto pelas demais comunidades judaicas como pelas autoridades libanesas. Um dos mais importantes líderes comunitários da época foi Joseph David Farhi que participou da fundação de um centro para a juventude e uma biblioteca e da organização B'nei B'rith, em 1911.

Em 1926, a comunidade inaugura, no bairro de Wadi Abou Jamil, a Sinagoga Maguen Abraham (ver pág. 24), bem mais espaçosa e em condições de atender a crescente kehilá de Beirute. Além desta, havia outras dez sinagogas menores, entre as quais a Kahal Reuven, a Sinagoga Espanhola e a Sinagoga Eddy. No campo educacional, foi inaugurada, dois anos mais tarde, a escola Talmud Torá Selim Tarrab, em um edifício atrás da Maguen Abraham. Dez anos mais tarde, o número de alunos chegou a 290 crianças. Em 1935, a Alliance Israélite Universelle, fundada em 1869, já contava com 673 alunos.

A comunidade era predominantemente sefaradita, apesar de um pequeno número de ashquenazim se terem estabelecido na cidade, no período entre as duas guerras mundiais. Os levantamentos referentes à população judaica durante o Mandato Francês variam muito, dependendo da fonte e da base de pesquisa dos diferentes historiadores. Enquanto a Enciclopédia Judaica estima que, em 1929, seu número na cidade atingira 5 mil, o Censo de 1932 registra que havia 3.588 judeus no Líbano, dos quais 3.060 em Beirute. Outros historiadores colocam os números entre 6 mil e 9 mil. Qualquer que fosse seu real tamanho, era uma comunidade abastada, ativa, a mais organizada do Líbano e da Síria, vivendo em tranqüilidade e mantendo boas relações comerciais e de amizade com as demais minorias. Apesar de manter postura apolítica, os judeus sentiam-se tão libaneses quanto seus pares cristãos ou muçulmanos.

A maioria dos libaneses dava pouca atenção aos acontecimentos na então Palestina. Isso era verdade mesmo entre os judeus, apesar de muitos, principalmente os mais jovens e vários líderes comunitários, terem abraçado o movimento sionista, representado pela organização Macabi, mantendo freqüentes contatos com os judeus de Eretz Israel, o chamado ishuv. Entretanto, os massacres perpetrados na então Palestina contra os judeus, em 1929, contribuíram para uma substancial mudança de atitude, seja entre os judeus seja entre alguns grupos muçulmanos que passaram a incitar conflitos. O clima em Eretz Israel se torna ainda mais tenso em 1936, quando turbas islâmicas instigadas pelo Mufti de Jerusalém, Haj Amin el-Husseini, passam a atacar judeus espalhando violência. O Líbano não fica imune. Os distúrbios ocorridos em Sidon, sul do país, no mesmo ano, permitiram vislumbrar, com triste clareza, o que poderia acontecer à comunidade judaica libanesa.

Em outubro de 1937, Haj Amin el-Husseini, caçado pelos ingleses por provocar distúrbios, consegue fugir da então Palestina e se estabelece em al-Zug, uma aldeia ao nordeste de Beirute. Era o início de um período turbulento para os judeus libaneses. Anti-semita convicto e simpatizante do nazismo, o Mufti começa a incitar a população muçulmana contra os judeus, provocando uma série de confrontos. A vigilância da polícia libanesa não impediu que, em julho daquele ano, duas bombas fossem lançadas sobre Wadi Abou Jamil em um intervalo de dois dias.

Nesse período, as relações entre judeus e maronitas se estreitaram ainda mais, principalmente com os membros do Partido Kataeb. Mais conhecido como as Falanges Libanesas, o partido foi fundado em 1936 por Pierre Gemayel. Nos anos seguintes, sempre que havia demonstrações pró-palestinas que ameaçassem os judeus, eram os falangistas que, juntamente com o Estado libanês, assumiam o papel de defensores dos bairros judaicos. Além disso, o Movimento Jovem do Kataeb era ligado aos escoteiros judeus.

A vida judaica voltou ao normal em setembro de 1939, quando o Mufti foge do Líbano e vai para Bagdá, após se recusar a apoiar os aliados. A calmaria, no entanto, pouco duraria, pois o Líbano, como o restante do Oriente Médio, viu-se envolvido na 2ª Guerra Mundial.
Fonte: http://www.morasha.com.br/conteudo/artigos/artigos_view.asp?a=750&p=0
[/quote]

Auterações:
Esportes: 2 > Expressão: 1 e Empatia: 1
Ocultismo: 2 > Ocultismo: 1 > Linguista: 1 > 2 (xp)
Academicos: 1 > Política: 1

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum