Yulia Sello - Lasombra - Sabá

Ir em baixo

Yulia Sello - Lasombra - Sabá

Mensagem por Curtis Marshall em Qui Out 20, 2011 1:07 am

Nome: Guilherme Bretherick
Personagem: Yulia Sello
Clã: Lasombra
Natureza: Bon Vivant
Comportamento: Esperto
Geração: 10°
Refugio: Casa subterrânea no centro da cidade
Conceito: Estudante


Experiência:


ATRIBUTOS (7 - 5 - 3)

Físicos (3)
- Força: 1
- Destreza: 1 + 1
- Vigor: 1 + 2

Sociais (7)
- Carisma: 1 + 1
- Manipulação: 1 + 3 (Maquiavélica)
- Aparência: 1 + 3 (Genética rara)

Mentais (5)
- Percepção: 1 + 2
- Inteligência: 1 + 2
- Raciocínio: 1 + 1


HABILIDADES (13 - 9 - 5)

Talentos (13)
- Prontidão: 1
- Esportes: 0
- Briga: 0
- Esquiva: 0
- Empatia: 3
- Expressão: 3
- Intimidação: 1
- Liderança: 0
- Manha: 3
- Lábia: 2

Perícias(9)
- Empatia c/ Animais: 0
- Ofícios: 0
- Condução: 2
- Etiqueta: 1
- Armas de Fogo: 0
- Armas Brancas: 0
- Performance: 2
- Segurança: 1
- Furtividade: 3
- Sobrevivência: 0

Conhecimentos(5)
- Acadêmicos: 0
- Computador: 0
- Finanças: 1
- Investigação: 0
- Direito: 0
- Lingüística: 0
- Medicina: 1
- Ocultismo: 3
- Política: 0
- Ciências: 0


VANTAGENS

Antecedentes (0 + 6(-6p.b)
---------------
Geração: 3
Recursos: 2
Status: 1

DISCIPLINAS(4 + 1(-7p.b)
-------------
Tenebrosidade : 5


Virtudes (5)
- Consciência ou Convicção: 1

- Autocontrole ou Instinto: 1 + 1

- Coragem: 4 + 1 + 1 (-1p.b)

HUMANIDADE: 3

FORÇA DE VONTADE: 5

QUALIDADES e DEFEITOS

Voz Encantadora: (2 pontos de Qualidade)
Imunidade ao Laço de Sangue: (3 pontos de Qualidade)
Blasé (3 pontos de qualidade)

Presas Permanentes> (3 pontos de defeito)
Vício: (3 pontos de Defeito)(Heroína)
Compulsão (1 ponto de defeito) Roer as unhas


OBS:


PRELÚDIO

Filha de Jussi Selo e Tarja Selo. Sou Yulia, de traços marcantes do gene recessivo, sou uma menina ruiva, com sardas no rosto.

Meu pai era um cantor de época famoso em Helsinki (Finlândia) e sua mãe era dona de casa. sempre estudei nas melhores escolas da capital do país nórdico.

Sofria muito bullying quando era criança por causa das sardas e do cabelo. Passava noites sem dormir chorando em seu quarto e se lamentando por ser o que o mundo em que vivia chamava de aberração.

Meu pai, com as influências do meio em que vivia, bares underground, e festas rave. acabou se viciando em heroína.
Em uma noite de prantos em minha casa. Vi meu pai injetando em seu próprio braço. E depois entrado num estado de paz e prazer temporário

Quando completei 17 anos conheci uns amigos de escola e eles também eram viciados em heroína
Nós saiamos em festas raves e bares undergrounds em busca de diversão. e é claro sempre com uma boa dose em nossas seringas.

Tudo ocorria bema te que em um dia encontrei com um amigo da banda do papai num bar. Eu estava muito chapada... O amigo logo me viu e confessou tudo.

Jussi por ter parte da culpa de ter uma filha nesse caminho das drogas, e de ódio por ter uma filha viciada. Tinha que tomar uma decisão.
E me colocou numa clínica de reabilitação. onde passei 1 mês até que eu conseguira sair de lá

Eu nas ruas, sem heroína, sem família e amigos. Sofria nos becos frios de Helsinki com crises de abstinência. Nelas, Eu delirava estar sendo consumida pelas sombras dos becos escuros somente aquecido pelas calefações das casas

No mesmo beco sem saída onde eu me deitava para descançar depois de um delírio de abstinência. Comeceo a ter uma suposta alucinação.
Viu um fio de sombra indo em sua direção. Ia me esgueirando para fugir desse fio, e com o batimento cardíaco dela acelerado de medo, senti um prazer similar ao da heroína e depois desmaiei.

(Enquanto inconsciente)
O fio de sombra logo se transformou em um tentáculo que prendeu os braços de Yulia em suas costas.E daquela sombra aparecia um distinto homem. Que a "beijou" com vontade por ouvir tal batimento cardíaco acelerado.

Tratava-se de Cyraxx, um ancião Lasombra que acabara de sair de uma luta com a camarilla. E precisava se alimentar.

Ele olhou para Yulia inconsciente no aparente final de sua vida. E pensou sobre o perigo que passou naquela noite, e como aquilo poderia ter sido amenizado se tivesse alguém de seu lado

Cyraxx então mordeu seu pulso e deu de beber aquele cadáver ainda quente. O viu se contorcer de dor enquanto o corpo morria. e viu o despertar da não-vida de Yulia Eis que nascia uma nova membro.

Meu senhor gosta de ser chamado de Conde Cyraxx. me ensinou sobre a seita, e me mostrou o como nós, os membros somos superiores á toda raça humana. Ainda mais que isso, eu os odeio.

(Dias Atuais)
Yulia se infiltra sempre nas boates undergrounds tarde da noite para se alimentar. Ela conhece os lugares preferidos dos viciados em heroína. e assim pode saciar seu vício.


BANCO DE XP
-----

BANCO DE DADOS
-----

ULTIMA ATUALIZAÇÃO: -----
avatar
Curtis Marshall

Data de inscrição : 09/06/2011
Idade : 28
Localização : Somewhere far beyond

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum