Templo de Ashur (Loja Maçônica de Nova York)

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Templo de Ashur (Loja Maçônica de Nova York)

Mensagem por George Nickson em Qui Jun 23, 2011 6:16 pm

Pra quem está do lado de fora, acha que é apenas uma área verde cercada. Na verdade, se trata de um importante templo infernalista, onde cainitas que percorrem o lado obscuro da não-vida. O local é frequentado por alguns mortais que acreditam que se trata de uma loja maçônica. Muitos seguidores freqüentam, sendo que os mais “graduados” têm acesso à “Verdadeira Mágika” que os cainitas são capazes de fazer, os impressionando, Dominando e conquistando com todos os artifícios que os Infernalistas são capazes. Pequenas demonstrações do sobrenatural são o suficiente para os atrair. Promessas de poder também os atrai eventualmente.


"Salão do encontro entre os maçons."

Para quem passa na frente do grande rochedo na entrada, acha que é apenas uma gruta habitada por animais. Localizado em uma área de preservação ambiental de Garvies Point, em Glen Cove. Dois guardas carniçais ficam na guarita de entrada do parque, e Hellhounds tomam conta das proximidades durante o dia, e eventualmente à noite. Os principais corredores que guiam às salas de leitura e de reunião são de pedra perfeitamente alinhada. Um gerador a diesel fornece energia para o local quando o ornecimento externo falha.


"Trilha que leva a entrada da caverna"



"Deck para acesso privado de barcos de membros que queiram chegar a caverna"

O salão principal é onde os seguidores mortais freqüentam, na maioria das vezes. Pouquíssimos têm acesso às outras dependências, e nenhum membro não registrado e não autorizado consegue adentrar em segurança.

A Sala dos Líderes têm somente cinco cadeiras, uma para cada um dos representantes oficiais:Hansi, Edgar, Valak, Ninhada e Melchior. Na placa pregada nessa porta, tem palavras escritas em hebraico.

A biblioteca freqüentada por mortais e Membros não graduados fica no segundo andar, descendo uma escadaria espiral de pedra. A biblioteca secreta fica no terceiro andar. Em sua porta, os dizeres estão escritos em hebraico numa placa:

"מה המוח נעשה
כמו
להבה או מקור מים שקטים".

Tradução para os players que souberem a língua:"Que a mente se torne como uma chama, ou ainda como
uma fonte de água serena."


A Sala dos Líderes é o local mais próximo do Poço de Órgãos de 8 metros de profundidade, que fica localizado no andar de baixo. O poço fica trancado por um pesado portão de metal. O cheiro de carne putrefata só é evidente quando abre-se o portão. As escadas são repletas de ossadas, perfeitamente coladas, dando um aspecto sinistro, combinado com a pouca iluminação.

A maior parte da área verde é bem fechada, suas trilhas são bem camufladas pela vegetação. Pessoas que tentem chegar sozinho se perde facilmente.

Em uma passagem secreta da Sala dos Líderes localiza-se uma biblioteca exclusiva, que guarda os segredos mais bem guardados do Ocultismo, de Demonologia e Necromancia.

A biblioteca secreta é bem menor que a outra, mas seu conteúdo é muito mais restrito. Até os Membros mais experientes não arriscam ler muito tais páginas, pois sabem o que isso pode gerar. No total, são um pouco mais de 20 estantes, uma pequena mesa redonda para leitura e uma sala especial para rituais, entitulada, Berço dos Ossos.

Seu primeiro representante foi Alexander Crowley, Baali pertencente à linhagem Azaneali. Durante alguns anos ministrou o local com problemas, o que o fez buscar por Membros que partilhem os mesmos pensamentos, auxiliando no desenvolvimento do conhecimento oculto. Foi quando conheceu o voivode Edgar Bratovitch (como o nome indica, se trata de um Membro Tzimisce). Com seu domínio da carne, seu conhecimento do oculto e seus fiéis hellhounds conseguiu tocar pra frente o projeto, atraindo mais seguidores mortais e cainitas poderosos, gananciosos por poder...


"Hellhouds de Bratovitch que protegem a floresta e a entrada da caverna de curiosos"


O terceiro Membro a fazer parte da cúpula Infernalista do local foi Hansi Kirsh, Mentor de Requiem (songette), um Malkaviano Infernalista de sétima geração. Seu talento social atraiu mais seguidores mortais do que em qualquer momento anterior. A cúpula dos líderes “promove” alguns mortais para terem acesso às partes secretas do templo, Dominando suas mentes e tornando-os escravos completos, Al-Dahbi.

Alexander, Edgar e Hansi controlaram a loja sem problemas por 10 anos. Outros dois Membros foram inclusos no grupo de mestres da loja. Um é Melchior, Tremere de sexta geração, com 160 anos de não-vida. O outro é conhecido apenas como “Ninhada”, um Baali Avatar do Enxame, de origem, idade e geração desconhecidos. O sujeito fala pouco, sua aparência é sempre oculta por um pesado manto preto cerimonial. Seu investimento e conhecimento fez a biblioteca do local alcançasse um nível extraodrinário (considera-se Biblioteca de Ocultismo 5). O próprio Ninhada construiu um Poço de Órgãos e uma sala de rituais apropriada no subsolo do terreno. Tamanho poder foi sendo absorvido pelos cinco Membros, e a sede pelo poder fez a liderança mudar.

Alexander desaparecera misteriosamente alguns meses atrás, sem dizer nada a ninguém. Alguns acreditam que sua obstinação pelo poder a fez buscar por outras fontes de conhecimento, outros acreditam que ele morreu. Ninhada acredita que ele foi morto por alguém de dentro...

A falta do líder original e o desinteresse do Avatar do Enxame de assumir o cargo fez iniciar um conflito interno pela liderança, entre Edgar e Hansi.

Ambos tentaram mas foram impedidos por Ninhada, pois a recente entrada de um misterioso Necromante evoluiu ainda mais o conhecimento oculto do grupo, e assim Valak (uma Precursor do Ódio escondido) assume o posto de liderança temporária. A necromante esconde muitos segredos. Ela pretende seguir a vingança tão almejada pelos Capadócios, adquirindo poder e aliados, se preparando para uma possível guerra contra todos os outros Necromantes. Ela vê na Anarquia uma chance de lograr êxito em seu Grande Trabalho.

Considera-se que o estudo na biblioteca principal pode-se aprender tudo que interessa os mortais que buscam entender o ocultismo. Para os cainitas estudantes de Taumaturgia e Necromancia, poucos livros podem ser utilizados. Alguns livros de Demonologia são encontrados neles. A Biblioteca de Ocultismo 5 é a secreta, que contém rituais de Necromancia, Taumaturgia, Koldun e Setita, todos até nível 6. Linhas secretas de Disciplinas também podem ser aprendidas, porém o aprendiz tem que ter ou um mentor que tenha acesso às dependências para guiá-lo pelos estudos, ou Linguística 4 com especialização em línguas mortas.


"Alexander Crowley, Primeiro líder do templo, atualmente desaparecido."




"Edgar Bratovitch, Tzimisce apóstata, controla a floresta do templo com seus Hellhounds."


"Hansi Kirsh, Malkaviano mentor de Songete, principal responsável pela manutenção dos
mortais da 'Loja Maçônica
', também é o responsável por toda a atividade
social referente ao templo."



"Melchior, Tremere Infernalista e um dos líderes do Templo."


"Ninhada, atual 'patrocinador' do templo, seus recursos ajudam a manter o local, é o mediador
que definirá o novo líder no lugar de Crowley."



"Valak, nada se conhece sobre ela, muito reservada e misteriosa segue com estudos que
nem os líderes tem acesso."
avatar
George Nickson
Narrador
Narrador

Data de inscrição : 13/03/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum