Diário de William Locke - Lutador de Rua

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Diário de William Locke - Lutador de Rua

Mensagem por AndBecker em Seg Jan 31, 2011 2:48 am

Will desperta em seu apartamento e se prepara para mais uma noite de lutas. O rapaz de 1,85m de altura e porte musculoso já tinha vencido várias lutas quando respirava, mas foi o sua história que atraiu os olhares de um vampiro solitário. William estava cursando medicina há quase 1 ano, brigou com os pais, abandonou tudo para ir as lutas. Sentia que estava perdendo tempo. O rapaz se virou muito bem sozinho, e algumas lutas lhe rendiam um bom dinheiro, além de alguns hematomas.

Numa noite o rapaz venceu a luta, mas estava ferido, então foi ao parque da cidade onde fazia cooper toda manhã. Mas já era tarde da noite, mas isso não seria um problema prum cara forte como ele...

William sofreu a dor do abraço numa noite de vitória, e começou a conhecer o mundo vampiro naquele dia. Seu senhor foi paciente, negação, fúria, depressão e aceitação. Aguardou as fases da morte em seus momentos críticos antes de falar sobre a sociedade vampírica. Semanas mais tarde o jovem Gangrel foi apresentado ao principe e foi aceito no território de seu senhor, uma grande reserva florestal da cidade. Will continuou com as lutas, seu corpo estava mais resistente, e tudo ficou mais fácil...

Então ao despertar ele se prepara para a batalha, mas ao falar com seu "agente", descobre que será um fim de semana sossegado, e com o sire fora da cidade resolve visitar o PRIMÓGENO Gangrel. Will pegou sua moto e foi até o refúgio conhecido de Charlie. O acesso ao parque foi rápido e a direção em alta velocidade estava lhe trazendo boas lembranças, quando infortuniamente ele atropela seu anfitrião, ele pára e desce da moto a fim de socorrer o vampiro. Uma porrada bem dada foi a primeira reação do primógeno.

- Me desculpe por isso meu senhor, eu realmente não tinha intenção... - O embaraço era tamanho que o jovem Gangrel resolveu esperar a reação do antigo.

Para sorte do rapaz o ancião se controlou e não o condenou pelo ataque.

- Porque veio até meu território? - o tom era hostil, mas a situação proporcionara isto.

- Senhor, já faz um tempo desde o último Encontro. É tempo de reunirmo o clã, e gostaria de ajudar nisso. - O Primógeno não parecia disposto a estender a conversa e lhe passou sua posição.

- Já estamos cuidando disso, lhe informarei quando achar adequado.

William se sentiu excluido, mas não discutiria com o primógeno, ainda mais naquela situação.

- É muito bom saber que o clã se reunirá, acho que minha visita deve acabar aqui... - Will terminou a frase subindo na moto.

- Espere, já que está aqui tenho um pedido a lhe fazer. Alguns movimentos estranhos estão ocorrendo pela cidade, quero que descubra o que está havendo e me informe.

- Claro senhor, será um prazer poder ajudar. O senhor tem alguma pista de onde posso começar?

- Siga na direção da igreja, os animais estão agitados por lá....

- Certo, vou ver o que descubro.

William segue com sua moto até a igreja, e percebe uma ação violenta no local, tudo ali ocorre muito rápido. Uma briga, um tiro, uma explosão.

Um homem atira num caminhão próximo a igreja, a explosão atinge outro cara antes de levar o Gangrel ao chão, acertado em cheio por grandes destroços.

"Não consegui descobrir nada" pensa o gangrel antes de desmaiar.
avatar
AndBecker

Data de inscrição : 16/01/2011
Idade : 35
Localização : São Paulo - ZN

http://andbecker.multiply.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Diário de William Locke - Lutador de Rua

Mensagem por AndBecker em Seg Jan 31, 2011 3:54 am

Algumas noites se passaram antes que Locke estivesse totalmente recuperado. Hoje ele pensa que algum tipo de equipe de limpeza pode ter ajudado-o, ou foi o primogeno que mandou seus animais, mas o mais provavel era a equipe de limpeza, o fato é que Will sobreviveu a uma explosão e estava pronto pra outra. Era outra noite sem lutas e ele estava caminhando em sua reserva, quando percebe um nosferatu cruzando seu território. A invasão do dominio, QUEBRA DA SEGUNDA TRADIÇÃO DA CAMARILLA, lhe ferveu o sangue. O Gangrel exigiu explicações e a apresentação do invasor, mas este o ignorou alegando que seu território dava acesso aos esgotos, onde era seu dominio. Will seguiu o invasor até os esgotos e lá começaram a discutir, um bando de ratos estava se aproximando...

- Você invade meu território e pensa que pode fazer o que quiser?? - Will vociferava com as garras expostas pronto para um combate.

- Este não é seu território, é meu, e tenho assuntos a resolver... - O Nosferatu foi petulante desde o primeiro encontro.

- Acima ou abaixo da terra você está em meus domínios... - Foram as ultimas palavras de William antes de partir para o combate. O mal cheiro e as aguas correntes do esgoto atrapalharam muito Will, mas ainda assim defendia seu direito... foi quando os ratos chegaram... mais de 20, foram subindo em seu corpo e causando graves feridas... DEVIAM SER TODOS carniçais de um outro nosferatu, pois estavam me atacando sem o comando do invasor. O Nosferatu não era páreo para o Gangrel, mas os ratos eram. Parecia haver um poder superior (¬¬) conferindo uma força sobrenatural a eles, então William caiu.

Uma vez que tinha "assuntos a resolver" e seu oponente estava caido, o nosferatu seguiu seu caminho deixando-o para trás. Os ratos pareciam ter cumprido as ordens de seu mestre e voltaram para ela quando o inimigo caiu inconsciente.

O jovem Gangrel estava em torpor nos esgostos de seu território, e foi encontrado por um irmão de clã 3 noites depois. Conforme tinha combinado com o primógeno, ele seria avisado quando fosse a hora do próximo Encontro Gangrel, mas 2 noites atrás o mensageiro disse que não encontrara Locke em parte alguma, e o primógeno resolveu investigar. Assim o Gangrel aprendeu da pior forma que o limite de seu território é o esgoto, e que assim que outro Nosferatu PISAR EM SEU TERRITÓRIO, deve destruir o mesmo IMEDIATAMENTE, a menos que mande um recado por intermédio de um animal...



avatar
AndBecker

Data de inscrição : 16/01/2011
Idade : 35
Localização : São Paulo - ZN

http://andbecker.multiply.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum