Salubri AT

Ir em baixo

Salubri AT

Mensagem por Beaumont em Qui Mar 11, 2010 12:12 pm

SALUBRI ANTITRIBU

Este clã está disponível apenas para criação de fichas com pontuação ancilla.


Apelido: Fúrias


Disciplinas: Auspícios - Fortitude - Valeren


Fraquezas: A vitale tomada sem o calor da paixão não oferece sustento aos Salubri Antitribu, nem o sangue, se ele for oferecido de boa vontade. A não ser que o sangue seja tomado à força, bebido segundo os instintos da natureza vampírica ou arrancado das veias de um inimigo caído, os Pontos de Sangue consumidos por um Fúria não abastecem sua reserva de sangue. Além disso, nenhum Salubri Antitribu pode ser criado com uma Geração menor do que a Décima, ou maior do que a Décima Segunda, visto que a vitale da linhagem ainda não se espalhou pelo espectro mais amplo da potência Cainita.


A aproximação tumultuosa da Gehenna trouxe à tona muitos acontecimentos estranhos, dos quais a entrada dos Salubri para o Sabá foi algo excepcional. Apesar dos Salubri originais terem reputação de ladrões de alma e diabolistas, os Salubri Antitribu abandonaram completamente as práticas quase incompreensíveis da linhagem. Com uma fúria gerada por séculos de perseguição, os Salubri desenvolveram um ódio corrosivo pela Camarilla e juntaram forças com o Sabá com o objetivo de destruí-la.
Os Salubri Antitribu fazem parte do Sabá há poucas noites. No entanto, durante esse curto período, eles fizeram o seu nome como oponentes cruéis da Camarilla, a quem eles culpam pela destruição, em algum lugar do passado, de alguns dos vampiros mais poderosos da linhagem - cujos nomes foram esquecidos. Eles têm pouco apreço pela filosofia do Sabá, e optaram por se juntar a mais por necessidade militar do que por concordarem com a concepção geral da seita. O Sabá recruta todos os soldados que pode e os Salubri Antitribu sabem quão grande é o desprezo da seita pela Camarilla. Os Salubri do Sabá fizeram um grande alarde de sua eficiência, alegando ter destruído a cabal de feiticeiros que provocou a morte do herói de sua linhagem (a denominação Salubri Antitribu é um tanto imprópria, já que eles não têm um progenitor de Terceira Geração, mas afinal, isso é apenas uma questão semântica). Eles alegam ter levado a guerra até a Camarilla que, eles afirmam, os tem caçado durante quase um milênio. Impulsionados pela vingança, os Salubri Antitribu não têm muito tempo para dar atenção a boatos sobre a Golconda, proposta pelos covardes da linhagem da qual eles se separaram. De fato, quando Abraçam uma nova cria, os Salubri que não pertencem ao Sabá, supostamente abrem mão de sua existência, sacrificando-se para que sua cria possa ter todas as vantagens possíveis. Essa metáfora do "cordeiro sacrificial" significa pouca coisa para os antitribu, que ponderam que os fracos morrerão em combate enquanto os fortes levarão adiante a Jyhad particular do clã.
Os Salubri Antitribu servem ao Sabá como guerreiros relutantes, que são facilmente distraídos por suas próprias questões internas. O resto do Sabá considera-os anomalias, aliados úteis em tempos de guerra, mas proselitistas intoleráveis em tempos de paz. Para os Salubri do Sabá, isso não importa - para eles a não-vida é um tormento infernal e infindável, amenizado somente pela morte gloriosa ou pela vitória no campo de batalha.


Aparência: Os Fúrias vestem conjuntos heterogêneos de pedaços de "armadura" para protegê-los em suas cruzadas pessoais contra a Camarilla. Eles podem ter a aparência de mercenários leprosos enfeitados com pedaços de placas de metal e acolchoamento pesado, ou de ferozes cavaleiros, resplandecentes em seus equipamentos anti-motim, carregando uma espada arcaica sempre preparada. Qualquer que seja sua aparência, contudo, os Salubri Antitribu parecem estar sempre prontos para o trabalho e pouca gente está disposta a ficar em seu caminho.
Todos os Salubri Antitribu adquirem um misterioso terceiro olho no centro da testa quando desenvolvem o segundo nível de sua Disciplina (Valereen) da mesma forma que acontece com a linhagem independente dos Salubri. Diferente dos outros Salubri, os Salubri do Sabá não se dão ao trabalho de esconder essa singularidade, ostentando-o orgulhosamente como um símbolo da destruição que espera seus inimigos.


Refúgio: Os Salubri Antitribu geralmente permanecem no mesmo refúgio que seus bandos. No entanto, muitos Fúrias também mantém refúgios particulares em porões de museus, bibliotecas, hospitais e casas funerárias. Esses locais estão, com freqüência, caindo aos pedaços e são usados mais como esconderijos ou arsenais do que como câmaras para passar as inumeráveis noites da imortalidade.


Refúgio: Os Salubri Antitribu geralmente permanecem no mesmo refúgio que seus bandos. No entanto, muitos Fúrias também mantém refúgios particulares em porões de museus, bibliotecas, hospitais e casas funerárias. Esses locais estão, com freqüência, caindo aos pedaços e são usados mais como esconderijos ou arsenal do que como câmaras para passar as inúmeras noites da imortalidade.


Antecedentes: Os Salubri do Sabá escolhem suas progênies cuidadosamente e nunca usam a técnica do Abraço em Massa (técnica muito popular durante cercos e cruzadas do Sabá).
Eles selecionam indivíduos com força de vontade, paixão e a fé necessária para fazer aquilo que precisa ser feito. No entanto, torna-se um Salubri Antitribu está muito além do escopo da maioria das filosofias mortais, pois o compromisso deles só tem significado para com outros vampiros. Por isso, a maioria dos Salubris Antitribu mais jovens passa muitas de suas primeiras noites sendo doutrinados por seus senhores, que expressam seus ensinamentos na forma de profecias e parábolas de uma guerra sagrada. Somente depois de se encontrar completamente tomada de ódio contra tudo o que é a Camarilla é que a cria é liberada contra os seus inimigos insuspeitosos.


Criação de Personagem: Os Fúrias não compartilham um método universal de distribuição de Caracteristicas; embora muitos conceitos solitários ou guerreiros, Naturezas determinadas e Comportamentos como Diretor, Fanático, Valentão e Monstro são comuns. Os Salubris Antitribu preferem os Atributos e as Pericias Físicos, escolhendo poucos Antecedentes que não sejam Recursos e Aliados. Aqueles que vivem bastante para adotar códigos de ética mais vampíricos (raros, à luz do panorama atual), normalmente apóiam a Trilha de Cain, a Trilha do Acorodo Honrado e a Trilha do Poder e da Voz Interior.


Organização: Os Salubri do Sabá se organizam de maneira similar às ordens de cavalaria da antigüidade. A linhagem considera válido inimigos mortos, vampiros diablerizados e segredos desvendados em sua busca de vingança pela destruição de Saulot e da proeminência que a linhagem um dia ocupou. O mais velho membro dos antitribu é Adonai, um vampiro da Sétima Geração que, durante uma cerimônia anual de Palla Grande, recompensa os feitos dos Fúrias com títulos e honra. Supõe-se que o clã possui menos de cem integrantes e que eles têm uma tendência a morrer no campo de batalha, pois seu fervor nem sempre é páreo para o poder dos Cainitas mais velhos.


Citação: "Tenho o poder de deuses em minhas veias. Você tem tatuagens, roupas de veludo, uma cartola e uma bengala. Agora saia da minha frente seu "vampiro" de merda, ou eu vou te partir ao meio."
avatar
Beaumont
Administrador
Administrador

Data de inscrição : 06/03/2010
Idade : 29
Localização : Aracaju/SE

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum